Sie sind auf Seite 1von 100
C ONCURSO P ÚBLICO 1. P ROVA O BJETIVA Língua Portuguesa, Língua Inglesa e Conhecimentos
C ONCURSO P ÚBLICO 1. P ROVA O BJETIVA Língua Portuguesa, Língua Inglesa e Conhecimentos

CONCURSO PÚBLICO

1. PROVA OBJETIVA

Língua Portuguesa, Língua Inglesa e Conhecimentos Especícos

ADVOGADO

INSTRUÇÕES

VOCÊ RECEBEU SUA FOLHA DE RESPOSTAS E ESTE CADERNO CONTENDO 50 QUESTÕES OBJETIVAS.

CONFIRA SEU NOME E NÚMERO DE INSCRIÇÃO IMPRESSOS NA CAPA DESTE CADERNO.

LEIA CUIDADOSAMENTE AS QUESTÕES E ESCOLHA A RESPOSTA QUE VOCÊ CONSIDERA CORRETA.

RESPONDA A TODAS AS QUESTÕES.

ASSINALE NA FOLHA DE RESPOSTAS, COM CANETA DE TINTA AZUL OU PRETA, A ALTERNATIVA QUE JULGAR CERTA.

A DURAÇÃO DA PROVA É DE 3 HORAS.

A SAÍDA DO CANDIDATO DO PRÉDIO SERÁ PERMITIDA APÓS TRANSCORRIDA 1 HORA E 30 MINUTOS DO INÍCIO DA PROVA OBJETIVA.

AO SAIR, VOCÊ ENTREGARÁ AO FISCAL A FOLHA DE RESPOSTAS E LEVARÁ ESTE CADERNO.

AGUARDE A ORDEM DO FISCAL PARA ABRIR ESTE CADERNO DE QUESTÕES.

ESPOSTAS E LEVARÁ ESTE C ADERNO . A GUARDE A ORDEM DO FISCAL PARA ABRIR ESTE

28.09.2008

manhã

LÍNGUA PORTUGUESA

Leia o texto para responder às questões de números 01 a 04.

Papel x jato de ar

Especialistas divergem sobre secagem da mão com papel ou jato de ar. O papel usado pelos fabricantes é virgem, e os resíduos não são recicláveis. A indústria consome muita água no plantio das árvores e na fabricação da celulose: para produzir um quilo de papel são gastos 540 litros. As empresas alegam que só aproveitam árvores de refloresta- mento e que a fibra virgem é mais higiênica. A professora-titular de economia do meio-ambiente da UFRJ, Dalia Maimon, consi- dera os secadores melhores: “Precisamos dar à terra um uso mais nobre e não trocar plantações de alimentos por florestas de eucalipto”, diz. O coordenador do grupo de estudos do setor elétrico da UFRJ, Nivaldi de Castro, discorda: “Papel é fonte de energia renovável. E o plantio de árvores traz outra vantagem: durante seu ciclo de vida, elas combatem a emissão de CO 2 ”, diz. Para ele, ao contrário do que dizem os fabricantes, o secador gasta alta quantidade de eletricidade, de 1 700 a 2 000 watts. Segundo pesquisa da Universidade de Westminster, as pessoas gastam 43 segundos para secar 95% das mãos nos aparelhos, contra 10 segundos no papel. O estudo divulgou que o uso de jatos de ar aumenta a quantidade de bactérias nas mãos em 255%. Só que a pesquisa foi encomenda da associação inglesa de produtores de lenços de papel.

(Danae Stephan, Folha de S.Paulo, 28.04.2008. Adaptado)

01. De acordo com os três primeiros parágrafos do texto, pode-se concluir que

(A)

o hábito de secar as mãos utilizando toalhas de papel é insalubre.

(B)

os jatos de ar constituem uma boa alternativa para o combate ao efeito estufa.

(C)

secadores elétricos devem substituir o papel reciclado para a secagem das mãos.

(D)

tanto as toalhas de papel quanto os jatos de ar têm um custo ambiental alto.

(E)

a secagem das mãos é uma questão de saúde pública e não de economia ambiental.

02. No último parágrafo, sugere-se que os resultados da pesquisa da Universidade de Westminster podem ser

(A)

conclusivos.

(B)

irrepreensíveis.

(C)

tendenciosos.

(D)

confiáveis.

(E)

comprovados.

3

03. Releia o trecho do segundo parágrafo:

(1) As empresas alegam que só aproveitam árvores de reflo- restamento e que a fibra virgem é mais higiênica. (2) A professora-titular de economia do meio-ambiente da UFRJ, Dalia Maimon, considera os secadores melhores

A conjunção que explicita a relação de sentido estabelecida entre as frases 1 e 2 é:

(A)

caso.

(B)

contudo.

(C)

conforme.

(D)

como.

(E)

porque.

04. Leia a frase do terceiro parágrafo:

Para ele, ao contrário do que dizem os fabricantes, o secador gasta alta quantidade de eletricidade, de 1 700 a 2 000 watts.

Considerando as regras de pontuação, assinale a alternativa em que a frase está reescrita corretamente e sem alteração de sentido a partir do deslocamento da expressão destacada.

(A)

Ao contrário do que dizem os fabricantes para ele, o

secador gasta alta quantidade de eletricidade, de 1 700 a

2

000 watts.

(B)

Ao contrário do que dizem os fabricantes, o secador gasta alta quantidade de eletricidade, para ele de 1 700 a 2 000 watts.

(C)

Ao contrário do que dizem os fabricantes, o secador gasta para ele, alta quantidade de eletricidade, de 1 700 a 2 000 watts.

(D)

Ao contrário para ele, do que dizem os fabricantes, o

secador gasta alta quantidade de eletricidade, de 1 700 a

2

000 watts.

(E)

Ao contrário do que dizem os fabricantes, o secador, para ele, gasta alta quantidade de eletricidade, de 1 700 a 2 000 watts.

CTSB0801/01-Advogado

Leia o texto para responder às questões de números 05 e 06.

Lula sobre nova lei contra crimes ambientais:

Não tem bordoada melhor que multa pesada e apreensão de bens

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou nesta terça-feira (22.07.2008) o decreto de lei que torna mais rígida a lei ambiental, instituindo multas mais severas aos infratores. Na solenidade, Lula elogiou a nova legislação e destacou a impor- tância de parcerias com estados e municípios para que ela seja cumprida. Atenção especial foi dada a pessoas ou empresas que tentarem impedir a fiscalização do poder público. O valor da multa nesse caso varia de R$ 500 a R$ 100 mil. A penalidade prevista era de multa sem valor predeterminado. A análise era feita caso a caso. Entre as principais mudanças da nova legislação, está o encurtamento de prazos para aplicação de multas, passando de quatro para dois procedimentos. O novo decreto também atualiza e prevê novas infrações, como, por exemplo, deixar de averbar reserva legal. Na Amazônia Legal, a lei diz que 80% da área não pode ser desmatada. Agora, o proprietário vai ter 120 dias para protocolar, no órgão ambiental, a demarcação das terras. Além disso, com a nova lei, passa a ser infração quem deixar de dar destinação adequada a produtos tóxicos como pneus, bate- rias e pilhas. A multa pode chegar a R$ 50 milhões.

(Chico de Gois, O Globo, 22.07.2008. Adaptado)

05. De acordo com o texto,

(A)

nova lei ambiental deverá entrar em vigor daqui a quatro meses.

a

(B)

a

fiscalização e a aplicação de multas deverão restringir-se

a

órgãos federais.

(C)

o

valor da multa a pessoas ou empresas que dificultarem

a

fiscalização é invariável.

(D)

nova legislação ambiental procura agilizar a aplicação de multas.

a

(E)

descarte inadequado de itens como pneus e pilhas já era crime antes da nova lei.

o

06. Assinale a alternativa em conformidade com o conteúdo do texto.

(A)

O presidente Lula refutou o decreto de lei que prevê aumento no valor das multas contra crimes ambientais.

(B)

A lei ambiental tornou-se mais austera com o decreto ratificado pelo presidente Lula em julho de 2008.

(C)

Na Amazônia Legal, o desmatamento de 80% das terras demarcadas passou a ser descriminado.

(D)

A

nova lei ambiental determina o aumento das multas, a

despeito das críticas feitas pelo presidente Lula.

(E)

No que concerne ao valor das multas, a nova lei ambiental furta-se a alterar a antiga.

07. Assinale a frase correta quanto ao uso do acento indicador de crase.

(A)

O presidente fez alusão à nova lei contra crimes am- bientais.

(B)

A solenidade terá início à partir das quatorze horas.

(C)

O

jornalista referiu-se à esta reportagem sobre a nova lei.

(D)

Os dados estão disponibilizados à qualquer pessoa inte- ressada.

(E)

Os valores estão sujeitos à correções sem aviso prévio.

08. Assinale a alternativa correta, quanto à concordância, con- forme a norma padrão culta.

(A)

Com a nova legislação, institui-se multas mais severas aos infratores.

(B)

Foi destacado a importância de parcerias com estados e municípios.

(C)

Deu-se atenção especial a pessoas que tentarem impedir

a

fiscalização.

(D)

Foi encurtado, com a nova lei, os prazos para aplicação de multas.

(E)

Com o novo decreto, previu-se novas infrações ambientais.

09. Assinale a frase correta quanto às regras de regência nomi- nal/verbal.

(A)

Não podemos negar que, no tocante da nova lei, nossas opiniões são divergentes.

(B)

A pressão exercida pela mídia acarretou no pedido de demissão do secretário.

(C)

A

nova proposta mostrou-se aceitável de todas as partes

interessadas.

(D)

O

jornalista se predispôs em trabalhar em conjunto com

seus colegas.

(E)

O

homem não parecia hesitante em falar do assunto diante

das câmeras.

10. Considerando-se as regras de colocação pronominal, assinale a frase correta.

(A)

Os repórteres organizaram-se em fila para interrogar o presidente.

(B)

Ninguém dignou-se a comentar a nova lei ambiental.

(C)

Quanto ao novo decreto do governo, a mídia tem mos- trado-se dividida.

(D)

A lei apresenta aspectos positivos, embora questione-se sua eficácia.

(E)

Segundo o presidente, há pessoas que consideram-se acima da lei.

LÍNGUA INGLESA

Leia o texto e responda às questões de números 11 a 20.

Mobile Phone Recycling Awareness

July 10th, 2008 by Sam Taylor

A lot has been said about the new survey released by Nokia that shows us just how pitiful the world is when it comes to mobile phone recycling awareness. On a global scale, approximately 75 per cent of mobile phone users never think of recycling old handsets, regardless of environmental impact. About 50 per cent of those surveyed didn’t even know mobile phones could be recycled. Around 6,500 consumers were polled for the survey. Only 3 per cent said that they’d recycled their mobile, 44 per cent simply tossed it into a drawer, 16 per cent sell their old phones, and 25 per cent give their old mobiles to family or friend. Unfortunately, about 4 per cent of used handsets are still being thrown into landfill. The survey polled participants in 13 countries including Finland, Russia, Germany, UAE, Italy, India, Sweden, UK, Indonesia, US, Nigeria, China, and Brazil. The UK takes top honors in mobile phone recycling awareness at 80 per cent, while India came in the lowest at 17 per cent. Markus Terho, director of environmental affairs, markets, at Nokia, said: “It is clear from this survey that when mobile devices finally reach the end of their lives that very few of them are recycled. Many people are simply unaware that these old and unused mobiles lying around in drawers can be recycled or how to do this. If each of the three billion people globally owning mobiles brought back just one unused device we could save 240,000 tonnes of raw materials and reduce greenhouse gases to the same effect as taking four million cars off the road.”

(www.recycle.co.uk/news/752000.html)

11. No mundo todo,

(A)

(B)

(C)

(D)

(E)

apenas metade dos telefones celulares são reciclados pelos seus usuários.

a maioria dos usuários de telefones celulares não pensam em reciclar seus aparelhos fora de uso.

quase todos os usuários não sabem que seus telefones celulares podem ser reciclados.

o impacto ambiental dos telefones celulares descartados indevidamente é de 75%.

as pessoas estão cada vez mais conscientes da necessidade de reciclar os telefones celulares, segundo a Nokia.

12. A pesquisa mencionada no texto revelou que

(A)

um número expressivo de pessoas demora em reciclar seu celular velho.

(B)

25% dos pesquisados preferem presentear familiares com um celular novo.

(C)

16% dos usuários compram modelos novos de celulares

e

entregam o antigo como parte do pagamento.

(D)

algumas pessoas jogam os celulares quebrados no lixo em vez de consertá-los.

(E)

quase metade das pessoas pesquisadas joga seu celular velho em alguma gaveta.

5

13. O país em que mais celulares são reciclados, segundo a pes- quisa da Nokia, é

(A)

a Finlândia.

(B)

a Rússia.

(C)

a Índia.

(D)

o Reino Unido.

(E)

o Brasil.

14. Segundo Markus Terho,

(A)

poucos celulares são reciclados, pois as pessoas não têm consciência ambiental.

(B)

as empresas, exceto a Nokia, geralmente não promovem programas de reciclagem de seus produtos.

(C)

os celulares reciclados poderiam economizar toneladas de matérias-primas.

(D)

há 3 bilhões de pessoas no mundo que gostariam de comprar um celular reciclado.

(E)

todos os celulares em uso no mundo produzem o efeito am- biental nocivo equivalente a 4 milhões de automóveis.

15. No trecho do segundo parágrafo – Only 3 per cent said that they’d recycled their mobile,… – a forma ’d em they’d equivale a

(A)

(B)

(C)

(D)

(E)

had.

did.

could.

do.

would.

16. No trecho do primeiro parágrafo – About 50 per cent of those surveyed didn’t even know mobile phones could be recycled. – a palavra those se refere a

(A)

mobile phones.

(B)

13 countries.

(C)

Nokia survey.

(D)

old handsets.

(E)

mobile phone users.

CTSB0801/01-Advogado

17. No trecho do terceiro parágrafo – …while India came in the lowest at 17 per cent. – a palavra while significa, em português,

(A)

enquanto.

(B)

quando.

(C)

quanto.

(D)

portanto.

(E)

porque.

18. No trecho do segundo parágrafo – Unfortunately, about 4 per cent of used handsets are still being thrown into landfill. – a palavra unfortunately indica

(A)

concordância.

(B)

conseqüência.

(C)

dúvida.

(D)

pesar.

(E)

esperança.

19. O prefixo un- nas palavras do texto unaware e unused tem o mesmo sentido que em

(A)

under.

(B)

unclear.

(C)

until.

(D)

uncle.

(E)

understand.

20. O trecho do último parágrafo do texto –

we could save

240,000 tonnes of raw materials and reduce greenhouse gases to the same effect as taking four million cars off the road.

– indica

(A)

um fato passado.

(B)

uma idéia inadequada.

(C)

uma suposição futura.

(D)

uma idéia inviável.

(E)

um fato em curso.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

DIREITO CIVIL

21. Considere as seguintes afirmações:

I. Quanto a inexecução da obrigação de dar personalíssima, esta pode ter sido motivada pela mera recusa em cumprir, sendo livre o credor para reclamar perdas e danos, ou para mandá-la executar às custas do devedor. II. Na obrigação de não fazer, na impossibilidade de absten- ção do devedor, a obrigação se resolverá, sem responder por qualquer indenização, podendo o credor exigir o desfazimento do ato.

III. Na cessão de crédito onerosa, como regra geral, o cedente se responsabiliza apenas pela existência do crédito no momento da transmissão. Não se responsabiliza, portanto, nem pela solvência do devedor, nem pelo pagamento.

IV. A cláusula penal compensatória é estabelecida para o caso de inadimplemento completo da obrigação, incidindo nos casos em que a realização tardia da prestação não é útil ao credor.

V. A mora debitoris gera o aumento da responsabilidade do devedor, que responde pelo perecimento da coisa, ainda que decorra de caso fortuito ou força maior, a não ser que prove que o perecimento ocorreria mesmo se o adimplemento tivesse ocorrido pontualmente.

Está correto o que se afirma apenas em

(A)

I

e V.

(B)

II e III.

(C)

I

e V.

(D)

II, III e IV.

(E)

III, IV e V.

22. Sobre a eficácia das leis, assinale a assertiva correta.

(A)

As emendas à lei que tenha entrado em vigor são con- sideradas leis novas, mas a lei emendada adquiriu força obrigatória, resguardando-se os direitos adquiridos na sua vigência e não são atingidos pela publicação do texto corrigido.

(B)

A lei derrogada desaparece e é inteiramente substituída pela lei revogadora, perdendo o vigor de norma jurídica,

a

partir do momento em que entra em vigor a lei nova,

perdendo sua eficácia completa e sua obrigatoriedade.

(C)

A lei, como expressão da soberania nacional, possui obrigatoriedade apenas no território brasileiro e em prazo único ou simultâneo, contando-se o prazo da vacatio legis em dias corridos, com exclusão do começo e inclusão do último.

(D)

Havendo legislação nova acerca da mesma matéria, quan-

do o legislador vote dispositivos gerais a par de especiais,

a

ab-rogação afeta apenas o dispositivo diretamente

incompatível, sem abranger as disposições acessórias.

(E)

O efeito repristinatório imediato e automático da lei

traduz na imediata restauração da lei revogada, visto que

a lei revogadora fez desaparecer o efeito obrigatório em razão da ab-rogação sobre a lei abolida que deixou de vigorar.

DIREITO PROCESSUAL CIVIL

23. No que se refere à regulamentação estrita do recurso de em- bargos infringentes, indique a assertiva correta.

(A)

Quando o dispositivo do acórdão contiver julgamento por maioria de votos e julgamento unânime, e forem interpostos embargos infringentes, o prazo para recurso extraordinário ou recurso especial, relativamente ao jul- gamento unânime, estará em curso, devendo interpor-se os recursos.

(B)

Quando forem interpostos embargos infringentes, o prazo relativo à parte unânime da decisão terá como dia de início aquele em que transitar em julgado a decisão por maioria de votos.

(C)

O recurso pode ser interposto pela parte vencida, pelo terceiro prejudicado e pelo Ministério Público. Cumpre ao terceiro demonstrar o nexo de interdependência entre

o seu interesse de intervir e a relação jurídica submetida

à apreciação judicial.

(D)

Cabem embargos infringentes quando o acórdão não unâ- nime houver reformado, em grau de apelação, a sentença que julgou ou não o mérito, ou houver julgado procedente ação rescisória. Se o desacordo for parcial, os embargos serão restritos à matéria objeto da divergência.

(E)

Admitidos os embargos, serão processados e julgados conforme dispuser o regimento do tribunal. Da decisão que não admitir os embargos caberá agravo, em 10 (dez) dias, ao órgão competente para o julgamento do recurso.

24. Quanto aos embargos de declaração, assinale a assertiva correta.

(A)

Podem caber contra qualquer decisão judicial, seja qual for a sua espécie, o órgão de que emane e o grau de jurisdição em que se profira.

(B)

Serão opostos, em petição dirigida ao juiz ou relator, com indicação do ponto obscuro, contraditório ou omisso, estando sujeitos a preparo.

(C)

Interpostos para o mesmo órgão que proferiu a decisão embargada têm os embargos efeito devolutivo.

(D)

Sua interposição suspende o prazo para a propositura de outro recurso, por qualquer das partes.

(E)

É

possível a sustentação oral quando opostos em face de

acórdão, depois de feita a exposição pelo relator.

7

DIREITO PENAL

25. “A” dirigia seu veículo automotor em velocidade acima da permitida quando atropelou e matou “B”. Verificou-se na de- legacia de polícia, logo após o ocorrido, que “A”, que acabara de sair de uma festa de casamento, estava com 100 vezes mais álcool no sangue do que o permitido por lei. Assim, a conduta praticada por “A”

(A)

deve ser punida a título de culpa, pois rigorosamente “A” não teve a intenção de matar “B”, tendo sido apenas imperito.

(B)

deve ser punida a título de culpa, pois “A” não previu o resultado consistente na morte de “B”, tendo sido apenas negligente.

(C)

deve ser punida a título de dolo direto.

(D)

deve ser punida a título de dolo eventual.

(E)

encaixa-se na teoria da actio libero in causa e por essa razão não deve ser punida.

26. Assinale a alternativa correta.

(A)

Culpa consciente é aquela em que o agente prevê o resul- tado e, conscientemente, assume o risco de produzi-lo.

(B)

O erro de tipo essencial incide sobre as elementares ou circunstâncias da figura típica e exclui o dolo do agente.

(C)

O erro sobre a ilicitude do fato sempre isenta o réu de pena.

(D)

Em regra, não se admite a tentativa nos crimes dolosos.

(E)

O arrependimento eficaz ocorre depois da preparação e antes da execução do crime.

DIREITO PROCESSUAL PENAL

27. Assinale a alternativa correta.

(A)

A lei processual penal será aplicada tão logo entre em vigor, todavia somente aos processos que se iniciarem após a sua publicação.

(B)

A lei processual penal não admite a interpretação exten- siva.

(C)

Nos crimes de ação penal pública, o requerimento do ofendido é uma das formas de se dar início ao procedi- mento investigatório.

(D)

Os instrumentos do crime após serem apreendidos pela autoridade policial, durante o inquérito policial, deverão ser imediatamente incinerados.

(E)

A autoridade policial é responsável pelo arquivamento do inquérito.

CTSB0801/01-Advogado

DIREITO DO TRABALHO

28. Nos termos da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, a Carteira de Trabalho e Previdência Social será, obriga- toriamente, apresentada, contra recibo, pelo trabalhador ao empregador que o admitir, o qual terá para nela anotar, especificamente, a data de admissão, a remuneração e as condições especiais, se houver, o prazo de

(A)

24 horas.

(B)

48 horas.

(C)

15 dias.

(D)

30 dias.

(E)

60 dias.

DIREITO TRIBUTÁRIO

29. Acerca da legislação tributária, é correto afirmar que

(A)

a lei tributária pode alterar a definição de institutos, conceitos e formas de direito privado utilizados expressa ou implicitamente pela Constituição Federal, para definir ou limitar competências tributárias.

(B)

na ausência de disposição expressa, a autoridade compe- tente para aplicá-la utilizará, sucessivamente, na ordem indicada: a analogia; os princípios gerais de direito público; os princípios gerais de direito tributário; a eqüidade.

(C)

é interpretada literalmente quando disponha sobre outor- ga de isenção.

(D)

os princípios gerais de direito privado utilizam-se para pesquisa da definição, do conteúdo e do alcance de seus institutos, conceitos e formas, inclusive para definição dos respectivos efeitos tributários.

(E)

a lei tributária que define infrações ou lhe comina pe- nalidades interpreta-se de maneira mais favorável ao acusado, exceto em caso de dúvida quanto à natureza ou às circunstâncias do fato, ou à natureza ou extensão dos seus efeitos.

DIREITO EMPRESARIAL

30. Nos termos da lei específica que rege a matéria, assinale a alternativa correta acerca das sociedades anônimas.

(A)

O capital social somente poderá ser formado com con- tribuições em dinheiro.

(B)

Conforme os valores mobiliários de sua emissão estejam ou não admitidos à negociação no mercado de valores mobiliários, a companhia é, respectivamente, aberta ou fechada.

(C)

As ações, conforme a natureza dos direitos ou vantagens que confiram a seus titulares, são classificadas como ordinárias, preferenciais e ao portador.

(D)

Pode ser objeto da companhia qualquer empresa, com ou sem fim lucrativo, não contrário à lei, à ordem pública e aos bons costumes.

(E)

A deliberação sobre a emissão de debênture é da com- petência privativa do Conselho de Administração.

DIREITO AMBIENTAL

31. Quando ocorrer violação ou inadequação de condicionantes ou normas legais, omissões ou falsa descrição de informações relevantes que subsidiaram a expedição de licença ou super- veniência de graves riscos ambientais e de saúde, o órgão ambiental competente

(A)

deverá cancelar a licença expedida.

(B)

deverá suspender a licença expedida.

(C)

poderá modificar as condicionantes e as medidas de controle e adequação, suspender ou cancelar uma licença expedida, desde que haja motivação.

(D)

poderá modificar, sem necessidade de motivação, as condicionantes e as medidas de controle e adequação, suspender ou cancelar uma licença já expedida, diante do poder de polícia ambiental.

(E)

ingressará imediatamente, por meio de seu corpo de advogados, com medida judicial pertinente.

32. A educação ambiental

(A)

deve ser obrigatoriamente ministrada no sexto ano do ensino fundamental.

(B)

fundamenta-se na necessidade de fracionamento das matérias, de modo a particularizar as questões específicas do meio ambiente.

(C)

não deve ser ministrada interdisciplinarmente.

(D)

visa ao estudo da biota e de suas espécies, diante do con- teúdo da Lei da Política Nacional do Meio Ambiente.

(E)

um dos princípios da política nacional do meio am- biente.

é

33. Na ação civil pública

(A)

não haverá, em qualquer hipótese, condenação da asso- ciação autora no pagamento de honorários advocatícios.

(B)

não se aplica o Código de Processo Civil de forma sub- sidiária, já que inaugura uma nova ordem de ações: a das ações coletivas.

(C)

a

condenação em dinheiro será revertida a um fundo,

gerido pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil.

(D)

em caso de litigância de má fé, a associação autora e os diretores responsáveis pela propositura da ação serão solidariamente condenados em honorários advocatícios e ao décuplo das custas, sem prejuízo da responsabilidade por perdas e danos.

(E)

em caso de litigância de má fé, a associação autora e os

diretores responsáveis pela propositura da ação não serão solidariamente condenados em honorários advocatícios

e nas custas judiciais, sem prejuízo da responsabilidade por perdas e danos e lucros cessantes.

34. A servidão ambiental, disciplinada no artigo 9A da Lei da Política Nacional do Meio Ambiente,

(A)

para ser instituída, não necessita de anuência de qualquer órgão ambiental, diante do princípio da função social da propriedade.

(B)

deve conter limitação ao uso ou exploração de vegetação inferior à área estabelecida para a reserva legal.

(C)

deve ser averbada no registro de imóveis competente.

(D)

em caso de desmembramento, pode ter possibilitada a alteração de sua destinação.

(E)

pode ser instituída em áreas de preservação permanente

e de reserva legal.

35. Sobre as paisagens notáveis, pode-se afirmar que são

(A)

áreas de proteção permanente.

(B)

exclusivamente as áreas estuarinas.

(C)

unicamente as áreas de manguezais.

(D)

áreas sem qualquer restrição de uso.

(E)

áreas criadas mediante mecanismos de compensação cultural.

36. É correto afirmar que

(A)

o

Relatório de Impacto Ambiental (RIMA) será sempre

e

integralmente acessível a todos.

(B)

as informações requeridas aos órgãos e entidades integrantes do Sistema Estadual de Administração da Qualidade Am-

biental, Proteção, Controle e Desenvolvimento do MeioAm- biente e Uso Adequado dos Recursos Naturais (SEAQUA), por pessoa física ou jurídica que comprove legítimo interesse, serão prestadas respeitando a preservação do sigilo industrial

e

a obrigação de ser evitada a concorrência desleal.

(C)

os pedidos de licenciamento ambiental, em qualquer modalidade, sua renovação e a concessão de licença, serão objetos de publicação, na íntegra, no Diário Oficial do Estado de São Paulo (DOE).

(D)

o

EIA/RIMA será realizado por técnicos habilitados, tendo

esses que registrar o termo de responsabilidade técnica (RT)

no Conselho Regional de suas categorias profissionais.

(E)

o

CONSEMA, sempre e em qualquer hipótese, convo-

cará, de ofício, audiência pública para debater processo de licenciamento ambiental.

37. Verificando-se que a atividade ou o empreendimento não são potencialmente causadores de significativa degradação ao meio ambiente,

(A)

será necessário estudo prévio de impacto ambiental e respectivo relatório de impacto sobre o meio ambiente (EIA/RIMA).

(B)

não dependerão de licenciamento ambiental.

(C)

órgão ambiental competente definirá os critérios para obtenção de licenciamento, sem estar neles incluídos qualquer tipo de estudo ambiental.

o

(D)

não dependerão da licença de operação.

(E)

o

órgão ambiental competente definirá os estudos ambien-

tais pertinentes ao respectivo processo de licenciamento.

9

38. O Plano de Emergência para Episódios Críticos de Poluição do Ar

(A)

possui dois níveis para a sua execução: o de alerta e o de atenção.

(B)

visa a providências do Estado de São Paulo, com o objetivo de reprimir danos já ocorridos à atmosfera, por meio da CETESB.

(C)

será executado pela CETESB e pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (CEDEC).

(D)

é considerado aquele episódio em que há a presença de altas concentrações de poluentes na atmosfera em período de, no mínimo, 48 horas.

(E)

terá seu nível de atenção declarado pelo Governador do Estado.

39. De acordo com a Lei n.º 9.605/98, as pessoas jurídicas

(A)

serão responsabilizadas administrativa, civil e penal- mente, nos casos de infração cometida por decisão de seu órgão colegiado, no interesse ou benefício de sua entidade.

(B)

serão responsabilizadas civil e penalmente, nos casos de infração cometida no interesse ou benefício de sua entidade.

(C)

só serão responsabilizadas administrativamente, diante da impossibilidade do bis in idem.

(D)

deverão ter sempre desconsiderada a sua personalidade jurídica.

(E)

constituídas ou utilizadas preponderantemente com o fim de permitir, facilitar ou ocultar a prática de crime terão decretada a suspensão de suas atividades.

40. Quanto aos crimes contra a administração ambiental, conti- dos na Seção V, do Capítulo V, da Lei n.º 9.605/98, é correto afirmar que

(A)

não é considerado crime a apresentação de relatório ou laudo ambiental enganoso, se tal foi fruto de omissão.

(B)

só há a modalidade dolosa no tipo penal estabelecido pelo artigo 67, ou seja, de conceder o funcionário público licença, autorização ou permissão em desacordo com as normas ambientais, para as atividades, obras ou serviços cuja realização depende de ato autorizativo do Poder Público.

(C)

é crime fazer o funcionário público afirmação falsa ou enganosa, omitir a verdade, sonegar informações ou da- dos técnico-científicos em procedimentos de autorização ou de licenciamento ambiental.

(D)

não se enquadra na Seção V, do Capítulo V, aquele que obsta ou dificulta a ação fiscalizadora do Poder Público no trato de questões ambientais.

(E)

incide em crime definido na Seção V, do Capítulo V, aquele que destrói arquivo de ato administrativo.

 

CTSB0801/01-Advogado

DIREITO ADMINISTRATIVO

41. A pessoa jurídica de direito privado, autônoma, administra- tiva e financeiramente, com patrimônio próprio, que, por lei, está autorizada a prestar serviços ou realizar atividades de interesse coletivo ou público, mas não exclusivos do Estado, denomina-se entidade

(A)

empresarial.

(B)

fundacional.

(C)

estatal.

(D)

autárquica.

(E)

paraestatal.

42. A respeito do controle da Administração Pública, é correto afirmar que

não é cabível o controle externo popular.

a autorização do Senado Federal para o Município con- trair empréstimo é uma forma de controle preventivo admitida no direito brasileiro.

uma vez concluído o ato administrativo controlado, so- mente o Poder Judiciário pode exercer o seu controle.

o controle judicial dos atos administrativos opera-se nas formas subseqüente ou corretiva, não ocorrendo, em nenhuma hipótese, de forma antecedente à conclusão do ato impugnado.

o controle da legitimidade do ato não cabe à Adminis- tração Pública.

(A)

(B)

(C)

(D)

(E)

43. Nos termos do Direito Administrativo brasileiro, os cargos em comissão

(A)

são sempre criados em caráter provisório.

(B)

admitem provimento em caráter provisório, precário, transitório ou permanente.

(C)

são de livre provimento para todo e qualquer cargo.

(D)

são instituídos de forma permanente, mas seu desempe- nho é sempre precário.

(E)

são aqueles destinados para as funções técnicas, de chefia

e assessoramento.

44. Os atos administrativos

(A)

podem ser anulados por razões de conveniência e opor- tunidade, tanto pela Administração quanto pelo Poder Judiciário.

(B)

nulos, uma vez tendo operado efeitos, não podem mais ser invalidados pela Administração Pública, devendo o prejudicado recorrer ao Poder Judiciário.

(C)

discricionários revogados terão, em regra, seus efeitos invalidados desde o seu nascedouro.

(D)

possuem como atributo a auto-executoriedade, que está presente em todos os atos da Administração Pública.

(E)

nascem com a presunção de legitimidade, independen- temente de norma legal que a estabeleça.

45. Sobre as regras contidas na Constituição Federal, relativas aos servidores públicos, assinale a alternativa correta.

(A)

O titular de cargo público efetivo não pode ter seus ven- cimentos reduzidos, não se aplicando, porém, tal garantia ao empregado público.

(B)

É

vedada, em regra, a acumulação remunerada de cargos

públicos, sendo uma das exceções a acumulação de um cargo técnico com outro científico.

(C)

Os servidores fiscais, dentro de sua área de competência

jurisdição, terão precedência sobre os demais setores administrativos, na forma da lei.

e

(D)

Os requisitos de idade e tempo de contribuição para aposentadoria serão reduzidos em cinco anos para o professor que comprove tempo de exclusivo serviço na função de magistério em nível universitário.

(E)

O servidor ocupante, exclusivamente, de cargo em co- missão, de livre nomeação e exoneração, terá os mesmos

direitos que o servidor estatutário, devendo ser aplicado

a ambos o regime próprio de aposentadoria do serviço público.

46. Na inexecução sem culpa do contrato administrativo,

(A)

o

contratado deverá ressarcir os prejuízos da Adminis-

tração em face do princípio da supremacia do interesse

público.

(B)

esta decorre da violação de um dever preexistente.

(C)

a

Administração fica autorizada a impor ao contratado

as penalidades previstas no respectivo instrumento.

(D)

a

qual decorre de atos ou fatos estranhos à conduta da

parte, não haverá responsabilidade alguma para as partes contratantes.

(E)

o

contratado será sempre responsabilizado pelos prejuí-

zos causados à Administração por essa responsabilidade decorrer de uma cláusula exorbitante.

47. Sobre a licitação, é correto afirmar que

(A)

deve obedecer ao sigilo em todas as suas fases, para assegurar a igualdade entre os licitantes.

(B)

seu resultado fundamenta-se no princípio do julgamento subjetivo, levando-se em conta a qualificação técnica do licitante que apresentar a melhor proposta.

(C)

em obediência ao princípio da legalidade, na hipótese de a lei considerar dispensável a licitação, não poderá o Administrador exigi-la.

(D)

lei confere ao vencedor da licitação o direito à celebra- ção imediata do contrato.

a

(E)

no caso de ser falho ou inadequado aos propósitos da Ad- ministração, o edital pode ser corrigido pelo aditamento ou pela expedição de um novo.

48. Nos termos da legislação vigente, na hipótese da Admi- nistração pretender adquirir ou restaurar obra de arte, de autenticidade certificada, desde que compatível ou inerente às finalidades do órgão ou entidade,

(A)

a licitação será dispensável.

(B)

a licitação será inexigível.

(C)

a licitação será obrigatória.

(D)

a aquisição desse tipo de bem ou serviço não poderá ser feita, uma vez que não é essencial ao serviço público.

(E)

a aquisição exigirá a licitação e a autorização legislativa prévia.

49. O contrato administrativo

(A)

é sempre consensual e, em regra, formal, comutativo e intuitu personae.

(B)

deve obedecer ao princípio da igualdade entre as partes contratantes.

(C)

não admite as denominadas cláusulas exorbitantes.

(D)

caracteriza-se pelo poder inerente às partes contratantes para a alteração e rescisão unilateral do acordo avençado.

(E)

não permite que a Administração aplique penalidades contratuais diretamente, devendo em qualquer caso recorrer ao Poder Judiciário.

50. É um atributo do poder de polícia a

(A)

arbitrariedade.

(B)

punição sumária.

(C)

discricionariedade.

(D)

incoercibilidade.

(E)

reversibilidade.

11

CTSB0801/01-Advogado

C ONCURSO P ÚBLICO 8. P ROVA O BJETIVA Língua Portuguesa, Língua Inglesa e Conhecimentos
C ONCURSO P ÚBLICO 8. P ROVA O BJETIVA Língua Portuguesa, Língua Inglesa e Conhecimentos

CONCURSO PÚBLICO

8. PROVA OBJETIVA

Língua Portuguesa, Língua Inglesa e Conhecimentos Especícos

GEÓGRAFO

INSTRUÇÕES

VOCÊ RECEBEU SUA FOLHA DE RESPOSTAS E ESTE CADERNO CONTENDO 50 QUESTÕES OBJETIVAS.

CONFIRA SEU NOME E NÚMERO DE INSCRIÇÃO IMPRESSOS NA CAPA DESTE CADERNO.

LEIA CUIDADOSAMENTE AS QUESTÕES E ESCOLHA A RESPOSTA QUE VOCÊ CONSIDERA CORRETA.

RESPONDA A TODAS AS QUESTÕES.

ASSINALE NA FOLHA DE RESPOSTAS, COM CANETA DE TINTA AZUL OU PRETA, A ALTERNATIVA QUE JULGAR CERTA.

A DURAÇÃO DA PROVA É DE 3 HORAS.

A SAÍDA DO CANDIDATO DO PRÉDIO SERÁ PERMITIDA APÓS TRANSCORRIDA 1 HORA E 30 MINUTOS DO INÍCIO DA PROVA OBJETIVA.

AO SAIR, VOCÊ ENTREGARÁ AO FISCAL A FOLHA DE RESPOSTAS E LEVARÁ ESTE CADERNO.

AGUARDE A ORDEM DO FISCAL PARA ABRIR ESTE CADERNO DE QUESTÕES.

ESPOSTAS E LEVARÁ ESTE C ADERNO . A GUARDE A ORDEM DO FISCAL PARA ABRIR ESTE

28.09.2008

manhã

LÍNGUA PORTUGUESA

Leia o texto para responder às questões de números 01 a 04 .

Papel x jato de ar

Especialistas divergem sobre secagem da mão com papel ou jato de ar. O papel usado pelos fabricantes é virgem, e os resíduos não são recicláveis. A indústria consome muita água no plantio das árvores e na fabricação da celulose: para produzir um quilo de papel são gastos 540 litros. As empresas alegam que só aproveitam árvores de refloresta- mento e que a fibra virgem é mais higiênica. A professora-titular de economia do meio-ambiente da UFRJ, Dalia Maimon, consi- dera os secadores melhores: “Precisamos dar à terra um uso mais nobre e não trocar plantações de alimentos por florestas de eucalipto”, diz. O coordenador do grupo de estudos do setor elétrico da UFRJ, Nivaldi de Castro, discorda: “Papel é fonte de energia renovável. E o plantio de árvores traz outra vantagem: durante seu ciclo de vida, elas combatem a emissão de CO 2 ”, diz. Para ele, ao contrário do que dizem os fabricantes, o secador gasta alta quantidade de eletricidade, de 1 700 a 2 000 watts. Segundo pesquisa da Universidade de Westminster, as pessoas gastam 43 segundos para secar 95% das mãos nos aparelhos, contra 10 segundos no papel. O estudo divulgou que o uso de jatos de ar aumenta a quantidade de bactérias nas mãos em 255%. Só que a pesquisa foi encomenda da associação inglesa de produtores de lenços de papel.

(Danae Stephan, Folha de S.Paulo, 28.04.2008. Adaptado)

01. De acordo com os três primeiros parágrafos do texto, pode-se concluir que

(A)

o hábito de secar as mãos utilizando toalhas de papel é insalubre.

(B)

os jatos de ar constituem uma boa alternativa para o combate ao efeito estufa.

(C)

secadores elétricos devem substituir o papel reciclado para a secagem das mãos.

(D)

tanto as toalhas de papel quanto os jatos de ar têm um custo ambiental alto.

(E)

a secagem das mãos é uma questão de saúde pública e não de economia ambiental.

02. No último parágrafo, sugere-se que os resultados da pesquisa da Universidade de Westminster podem ser

(A)

conclusivos.

(B)

irrepreensíveis.

(C)

tendenciosos.

(D)

confiáveis.

(E)

comprovados.

3

03. Releia o trecho do segundo parágrafo:

(1) As empresas alegam que só aproveitam árvores de reflo- restamento e que a fibra virgem é mais higiênica. (2) A professora-titular de economia do meio-ambiente da UFRJ, Dalia Maimon, considera os secadores melhores

A conjunção que explicita a relação de sentido estabelecida entre as frases 1 e 2 é:

(A)

caso.

(B)

contudo.

(C)

conforme.

(D)

como.

(E)

porque.

04. Leia a frase do terceiro parágrafo:

Para ele, ao contrário do que dizem os fabricantes, o secador gasta alta quantidade de eletricidade, de 1 700 a 2 000 watts.

Considerando as regras de pontuação, assinale a alternativa em que a frase está reescrita corretamente e sem alteração de sentido a partir do deslocamento da expressão destacada.

(A)

Ao contrário do que dizem os fabricantes para ele, o

secador gasta alta quantidade de eletricidade, de 1 700 a

2

000 watts.

(B)

Ao contrário do que dizem os fabricantes, o secador gasta alta quantidade de eletricidade, para ele de 1 700 a 2 000 watts.

(C)

Ao contrário do que dizem os fabricantes, o secador gasta para ele, alta quantidade de eletricidade, de 1 700 a 2 000 watts.

(D)

Ao contrário para ele, do que dizem os fabricantes, o

secador gasta alta quantidade de eletricidade, de 1 700 a

2

000 watts.

(E)

Ao contrário do que dizem os fabricantes, o secador, para ele, gasta alta quantidade de eletricidade, de 1 700 a 2 000 watts.

CTSB0801/08-Geógrafo

Leia o texto para responder às questões de números 05 e 06 .

Lula sobre nova lei contra crimes ambientais:

Não tem bordoada melhor que multa pesada e apreensão de bens

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou nesta terça-feira (22.07.2008) o decreto de lei que torna mais rígida a lei ambiental, instituindo multas mais severas aos infratores. Na solenidade, Lula elogiou a nova legislação e destacou a impor- tância de parcerias com estados e municípios para que ela seja cumprida. Atenção especial foi dada a pessoas ou empresas que tentarem impedir a fiscalização do poder público. O valor da multa nesse caso varia de R$ 500 a R$ 100 mil. A penalidade prevista era de multa sem valor predeterminado. A análise era feita caso a caso. Entre as principais mudanças da nova legislação, está o encurtamento de prazos para aplicação de multas, passando de quatro para dois procedimentos. O novo decreto também atualiza e prevê novas infrações, como, por exemplo, deixar de averbar reserva legal. Na Amazônia Legal, a lei diz que 80% da área não pode ser desmatada. Agora, o proprietário vai ter 120 dias para protocolar, no órgão ambiental, a demarcação das terras. Além disso, com a nova lei, passa a ser infração quem deixar de dar destinação adequada a produtos tóxicos como pneus, bate- rias e pilhas. A multa pode chegar a R$ 50 milhões.

(Chico de Gois, O Globo, 22.07.2008. Adaptado)

05. De acordo com o texto,

(A)

nova lei ambiental deverá entrar em vigor daqui a quatro meses.

a

(B)

a

fiscalização e a aplicação de multas deverão restringir-se

a

órgãos federais.

(C)

o

valor da multa a pessoas ou empresas que dificultarem

a

fiscalização é invariável.

(D)

nova legislação ambiental procura agilizar a aplicação de multas.

a

(E)

descarte inadequado de itens como pneus e pilhas já era crime antes da nova lei.

o

06. Assinale a alternativa em conformidade com o conteúdo do texto.

(A)

O presidente Lula refutou o decreto de lei que prevê aumento no valor das multas contra crimes ambientais.

(B)

A lei ambiental tornou-se mais austera com o decreto ratificado pelo presidente Lula em julho de 2008.

(C)

Na Amazônia Legal, o desmatamento de 80% das terras demarcadas passou a ser descriminado.

(D)

A

nova lei ambiental determina o aumento das multas, a

despeito das críticas feitas pelo presidente Lula.

(E)

No que concerne ao valor das multas, a nova lei ambiental furta-se a alterar a antiga.

07. Assinale a frase correta quanto ao uso do acento indicador de crase.

(A)

O presidente fez alusão à nova lei contra crimes am- bientais.

(B)

A solenidade terá início à partir das quatorze horas.

(C)

O

jornalista referiu-se à esta reportagem sobre a nova lei.

(D)

Os dados estão disponibilizados à qualquer pessoa inte- ressada.

(E)

Os valores estão sujeitos à correções sem aviso prévio.

08. Assinale a alternativa correta, quanto à concordância, con- forme a norma padrão culta.

(A)

Com a nova legislação, institui-se multas mais severas aos infratores.

(B)

Foi destacado a importância de parcerias com estados e municípios.

(C)

Deu-se atenção especial a pessoas que tentarem impedir

a

fiscalização.

(D)

Foi encurtado, com a nova lei, os prazos para aplicação de multas.

(E)

Com o novo decreto, previu-se novas infrações ambientais.

09. Assinale a frase correta quanto às regras de regência nomi- nal/verbal.

(A)

Não podemos negar que, no tocante da nova lei, nossas opiniões são divergentes.

(B)

A pressão exercida pela mídia acarretou no pedido de demissão do secretário.

(C)

A

nova proposta mostrou-se aceitável de todas as partes

interessadas.

(D)

O

jornalista se predispôs em trabalhar em conjunto com

seus colegas.

(E)

O

homem não parecia hesitante em falar do assunto diante

das câmeras.

10. Considerando-se as regras de colocação pronominal, assinale a frase correta.

(A)

Os repórteres organizaram-se em fila para interrogar o presidente.

(B)

Ninguém dignou-se a comentar a nova lei ambiental.

(C)

Quanto ao novo decreto do governo, a mídia tem mos- trado-se dividida.

(D)

A lei apresenta aspectos positivos, embora questione-se sua eficácia.

(E)

Segundo o presidente, há pessoas que consideram-se acima da lei.

LÍNGUA INGLESA

Leia o texto e responda às questões de números 11 a 20 .

Mobile Phone Recycling Awareness

July 10th, 2008 by Sam Taylor

A lot has been said about the new survey released by Nokia that shows us just how pitiful the world is when it comes to mobile phone recycling awareness. On a global scale, approximately 75 per cent of mobile phone users never think of recycling old handsets, regardless of environmental impact. About 50 per cent of those surveyed didn’t even know mobile phones could be recycled. Around 6,500 consumers were polled for the survey. Only 3 per cent said that they’d recycled their mobile, 44 per cent simply tossed it into a drawer, 16 per cent sell their old phones, and 25 per cent give their old mobiles to family or friend. Unfortunately, about 4 per cent of used handsets are still being thrown into landfill. The survey polled participants in 13 countries including Finland, Russia, Germany, UAE, Italy, India, Sweden, UK, Indonesia, US, Nigeria, China, and Brazil. The UK takes top honors in mobile phone recycling awareness at 80 per cent, while India came in the lowest at 17 per cent. Markus Terho, director of environmental affairs, markets, at Nokia, said: “It is clear from this survey that when mobile devices finally reach the end of their lives that very few of them are recycled. Many people are simply unaware that these old and unused mobiles lying around in drawers can be recycled or how to do this. If each of the three billion people globally owning mobiles brought back just one unused device we could save 240,000 tonnes of raw materials and reduce greenhouse gases to the same effect as taking four million cars off the road.”

(www.recycle.co.uk/news/752000.html)

11. No mundo todo,

(A)

(B)

(C)

(D)

(E)

apenas metade dos telefones celulares são reciclados pelos seus usuários.

a maioria dos usuários de telefones celulares não pensam em reciclar seus aparelhos fora de uso.

quase todos os usuários não sabem que seus telefones celulares podem ser reciclados.

o impacto ambiental dos telefones celulares descartados indevidamente é de 75%.

as pessoas estão cada vez mais conscientes da necessidade de reciclar os telefones celulares, segundo a Nokia.

12. A pesquisa mencionada no texto revelou que

(A)

um número expressivo de pessoas demora em reciclar seu celular velho.

(B)

25% dos pesquisados preferem presentear familiares com um celular novo.

(C)

16% dos usuários compram modelos novos de celulares

e

entregam o antigo como parte do pagamento.

(D)

algumas pessoas jogam os celulares quebrados no lixo em vez de consertá-los.

(E)

quase metade das pessoas pesquisadas joga seu celular velho em alguma gaveta.

5

13. O país em que mais celulares são reciclados, segundo a pes- quisa da Nokia, é

(A)

a Finlândia.

(B)

a Rússia.

(C)

a Índia.

(D)

o Reino Unido.

(E)

o Brasil.

14. Segundo Markus Terho,

(A)

poucos celulares são reciclados, pois as pessoas não têm consciência ambiental.

(B)

as empresas, exceto a Nokia, geralmente não promovem programas de reciclagem de seus produtos.

(C)

os celulares reciclados poderiam economizar toneladas de matérias-primas.

(D)

há 3 bilhões de pessoas no mundo que gostariam de comprar um celular reciclado.

(E)

todos os celulares em uso no mundo produzem o efeito am- biental nocivo equivalente a 4 milhões de automóveis.

15. No trecho do segundo parágrafo – Only 3 per cent said that they’d recycled their mobile,… – a forma ’d em they’d equivale a

(A)

(B)

(C)

(D)

(E)

had.

did.

could.

do.

would.

16. No trecho do primeiro parágrafo – About 50 per cent of those surveyed didn’t even know mobile phones could be recycled. – a palavra those se refere a

(A)

mobile phones.

(B)

13 countries.

(C)

Nokia survey.

(D)

old handsets.

(E)

mobile phone users.

CTSB0801/08-Geógrafo

17. No trecho do terceiro parágrafo – …while India came in the lowest at 17 per cent. – a palavra while significa, em português,

(A)

enquanto.

(B)

quando.

(C)

quanto.

(D)

portanto.

(E)

porque.

18. No trecho do segundo parágrafo – Unfortunately, about 4 per cent of used handsets are still being thrown into landfill. – a palavra unfortunately indica

(A)

concordância.

(B)

conseqüência.

(C)

dúvida.

(D)

pesar.

(E)

esperança.

19. O prefixo un- nas palavras do texto unaware e unused tem o mesmo sentido que em

(A)

under.

(B)

unclear.

(C)

until.

(D)

uncle.

(E)

understand.

20. O trecho do último parágrafo do texto –

we could save

240,000 tonnes of raw materials and reduce greenhouse gases to the same effect as taking four million cars off the road.

– indica

(A)

um fato passado.

(B)

uma idéia inadequada.

(C)

uma suposição futura.

(D)

uma idéia inviável.

(E)

um fato em curso.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

21. Os limites de placas litosféricas são enquadrados em três categorias. Aqueles nos quais ocorrem as zonas de subducção são denominados limites

(A)

divergentes.

(B)

conservativos.

(C)

transformativos.

(D)

transcorrentes.

(E)

convergentes.

22. Através da captação e análise das ondas sísmicas geradas por terremotos, verificou-se que o interior da Terra apresenta composição química e física distintas, o que possibilita a determinação de camadas. Sendo assim, entre uma camada e outra se nota uma mudança no comportamento das ondas sísmicas, o qual nos remete à idéia da existência de limites ou descontinuidades. A descontinuidade que separa a crosta do manto, em homenagem ao seu descobridor, recebe o nome de

(A)

Gutenberg.

(B)

Conrad.

(C)

Wegener.

(D)

Wilson.

(E)

Mohorovicic.

23. As rochas magmáticas são aquelas originadas pela solidifica- ção de um produto composto por rochas fundidas, denominado magma. Considerando “o ciclo das rochas”, as rochas que poderão originar o magma são classificadas em

(A)

laváticas extrusivas / laváticas intrusivas.

(B)

ígneas / metamórficas / sedimentares.

(C)

clásticas / metamórficas / sedimentares.

(D)

ígneas extrusivas / ígneas intrusivas.

(E)

magmáticas extrusivas / magmáticas intrusivas.

24. Segundo a classificação geomorfológica de Ross (1995), o relevo brasileiro apresenta três tipos de unidades geomorfoló- gicas, que refletem sua gênese. São elas:

(A)

planaltos / planícies / vales.

(B)

cinturões orogênicos / planaltos / planícies.

(C)

bacias sedimentares / planaltos / grabens.

(D)

planaltos / planícies / depressões.

(E)

depressões /bacias sedimentares / planaltos.

25. Grande parte das rochas e estruturas que sustentam as formas do relevo brasileiro são anteriores à atual configuração do continente sul-americano, que passou a ter o seu formato de- pois da orogênese andina e da abertura do oceano Atlântico, a partir do Mesozóico, permitindo supor que

(A)

as estruturas, formações litológicas e formas do relevo apresentam idades aproximadas, uma vez que a dinâmica dos processos geológicos atuantes no território brasileiro é homogênea.

(B)

assim como as estruturas, as formas do relevo e forma- ções litológicas do território brasileiro apresentam idades recentes.

(C)

por serem mais antigas, as formas de relevo exercem influência nas características das estruturas e formações geomorfológicas do território brasileiro.

(D)

as formas do relevo, por estarem associadas a eventos intempéricos e erosivos que datam do Jurássico, acabam por serem pouco representativas no território brasileiro.

(E)

o território brasileiro apresenta formas de relevo recentes sobre estruturas e formações litológicas antigas.

26. Geologicamente, a Plataforma Brasileira é dividida em domí- nios mais conhecidos por províncias estruturais. A Faixa de Dobramentos que suporta a Província Estrutural da Manti- queira é denominada Faixa de Dobramentos

(A)

Atlântica.

(B)

Paraná.

(C)

Brasiliana.

(D)

Sul-mineira.

(E)

Sudoeste.

27. Solos típicos de planícies aluviais e várzeas, mais freqüentes em regiões de clima frio que favorecem uma maior concen- tração de matéria orgânica. Essas características são típicas de um

(A)

podossolo.

(B)

litossolo.

(C)

chernossolo.

(D)

latossolo.

(E)

ardissolo.

28. Considerando-se dois perfis de alteração (num ambiente sem interferência do homem), localizados numa encosta e numa planície de inundação, é correto afirmar que

(A)

perda, adição, translocação e transformação da matéria são fatores que estarão presentes no perfil de alteração, tanto da encosta como da planície de inundação.

(B)

na encosta haverá tendência de menor infiltração de água da chuva, conseqüentemente estes solos serão parecidos aos das regiões semi-áridas.

(C)

na planície de inundação haverá um solo extremamente úmido, uma vez que esses ambientes recebem um volume maior de precipitação.

(D)

as diferenças entre esses perfis serão mínimas, uma vez que fatores como relevo e clima não exercem grande influência nessa diferenciação.

(E)

fatores como relevo e clima são determinantes na dife- renciação desses perfis, favorecendo intemperismo químico de maior intensidade na planície de inundação

e a formação de solos conhecidos como pedonsolo.

29. A bacia hidrográfica é um sistema físico no qual se pode quantificar o ciclo da água. Essa análise quantitativa é feita pela equação geral do balanço hídrico (P = E + Q), na qual “P” representa volume precipitado, “E” volume evapotranspirado

e “Q” a vazão total. Desta forma, para a coleta de dados de vazão total de uma bacia, é preferível uma medição de:

(A)

“E” no alto curso da bacia.

(B)

“Q” no exutório da bacia.

(C)

diferença entre “Q”, no exutório, com “P” da bacia toda.

a

(D)

“Q” no alto curso da bacia.

(E)

“E” no exutório da bacia.

30. O ciclo hidrológico é o princípio unificador fundamental de tudo que se refere à circulação da água no planeta, mostrando

a interdependência e a ciclicidade entre as fases sólida, líquida

e gasosa. Assinale o item que não está associado ao ciclo hidrológico.

(A)

Interceptação.

(B)

Gradiente hidráulico.

(C)

Precipitação meteórica.

(D)

Deflúvio.

(E)

Run off.

31. A distribuição geográfica da chuva depende, basicamente, de quatro fatores. Sendo assim, indique a alternativa que apresenta um fator que não influencia essa distribuição.

(A)

Longitude.

(B)

Latitude.

(C)

Distância do oceano.

(D)

Interferência do relevo.

(E)

Efeito das correntes marítimas.

32. Em linhas gerais, o Brasil apresenta cinco domínios climá- ticos. Assinale a alternativa que apresenta um domínio não existente no Brasil.

(A)

Tropical.

(B)

Equatorial.

(C)

Semi-árido.

(D)

Temperado.

(E)

Subtropical.

33. O monitoramento ambiental de um rio que recebe o despejo de efluentes de uma mineradora apresentou a seguinte série (10, 20, 40, 50, 70, 30, 0), para um contaminante X. Desconsi- derando a unidade de medida, indique o valor correspondente à mediana.

(A)

(B)

(C)

(D)

(E)

70.

60.

50.

40.

30.

34. A média harmônica é o inverso da média aritmética dos in- versos dos valores da série. Sendo assim, assinale o valor da média harmônica da série (3; 4; 6).

(A)

(B)

(C)

(D)

(E)

2.

3.

4.

5.

6.

35. Universal Transversa de Mercator (UTM) é um sistema de projeção cartográfico utilizado para projetar a superfície da Terra numa superfície plana. Para projetar as feições do terre- no, o sistema UTM utiliza um

(A)

plano.

(B)

cone.

(C)

cilindro.

(D)

esfera.

(E)

cubo.

36.

A

Companhia de Tecnologia Ambiental (CETESB), de tempos

em tempos atualiza seu inventário de áreas contaminadas, que lista várias atividades como fonte poluidora. Nesse inventário, o Estado de São Paulo é dividido em regiões.

Pretende-se representar cada região e o respectivo número de áreas contaminadas num gráfico de pizza. Para o cálculo da área da circunferência correspondente à somatória de áreas contaminadas de cada região, deve-se aplicar uma fórmula.

A

alternativa que traz a fórmula correta é:

(A)

X 0 = PARCELA x 360 0 / TOTAL (lembrando que 3,6 0 =1%).

(B)

X 0 = PARCELA x 180 0 / TOTAL (lembrando que 3,6 0 =1%).

(C)

X 0 = PARCELA x 0 0 / TOTAL (lembrando que 3,6 0 =1%).

(D)

X 0 = PARCELA x 360 0 / TOTAL (lembrando que 36 0 =1%).

(E)

X 0 = PARCELA x 360 0 / TOTAL (lembrando que 360 0 =1%).

37.

A

figura apresentada traz grafados os três nortes. A seta NQ

corresponde ao norte de quadrícula. A seta NM corresponde ao norte magnético. A seta NG corresponde ao norte geográfico. Diante disto, assinale a alternativa correta.

 
 
 
 

(A)

Declinação magnética é o ângulo formado pelo NQ e NG.

(B)

Declinação magnética é o ângulo formado pelo NM e NQ.

(C)

Declinação magnética é uma grandeza imutável.

(D)

Declinação magnética é o ângulo formado pelo NG e NM.

(E)

Declinação magnética é a distância entre o NG e o pólo norte geográfico.

38.

Durante a consulta de um mapa, verificou-se a ausência da indicação da escala. No entanto, através do código da folha SF.23-Y-A-VI-2, foi possível constatar que a escala é

(A)

1:2.000.

(B)

1:10.000.

(C)

1:20.000.

(D)

1:25.000.

(E)

1:50.000.

39.

Assinale a assertiva que traz a associação correta entre azimute

e

rumo.

 
 

AZIMUTE (az)

 

RUMO (r)

 
 

(I) 90 0

 

90

0 E

(II)

180 0

 

0

0 S

 

(III)

215 0

 

35

0 SW

 

(IV)

300 0

 

60

0 NW

 

(A)

(I) r = 90 0 E / (II) r = 180 0 S / (III) r = 215 0 SW /

 

(IV)

r = 300 0 NW.

 
 

(B)

(I)

r

=

90 0 E

/

(II) r

=

0 0

S

/

(III) r

=

35 0 SW

/

 

(IV)

r = 60 0 NW.

 
 

(C)

(I) r = 90 0 / (II) r = 0 0 / (III) r = 35 0 / (IV) r = 60 0 .

 

(D)

(I) r = 90 0 / (II) r = 180 0 / (III) r = 215 0 / (IV) r = 300 0 .

(E)

(I)

r

=

90 0 E

/

(II) r

=

90 0 S

/

(III)

r

=

35 0

SW /

 

(IV)

r = 30 0 NW.

 

40.

Para a conversão de mapas analógicos para o formato digital,

é

necessário

 

(A)

georreferenciamento.

 

(B)

preambulação.

 

(C)

realce.

 

(D)

interpolação.

 

(E)

digitalização.

41.

Num Sistema de Informação Geográfica (SIG), as formas para representação dos dados espaciais são a vetorial e a matricial. Quando se fala em representação vetorial, são considerados os elementos gráficos:

(A)

linha / ponto / polígono.

 

(B)

linha / toponímia / polígono.

 

(C)

linha / ponto / topologia.

 

(D)

topologia / toponímia / polígono.

 

(E)

topologia / raster / ponto.

 

42.

A

análise do índice de vegetação é uma técnica muito utilizada

no processamento de imagens para levantamento de dados relacionados a cobertura vegetal. Quando considerados os diversos sensores orbitais, as bandas que mais são adequadas

à obtenção desse índice correspondem à radiação

(A)

do vermelho e do infravermelho termal.

(B)

do verde e do infravermelho próximo.

(C)

do vermelho e do infravermelho próximo.

(D)

do azul e do infravermelho longo.

(E)

do infravermelho médio e do infravermelho próximo.

9

43. O Sistema de Posicionamento Global (Global Position System – GPS) é composto por três segmentos: o espacial, o de con- trole e o usuário. O espacial é composto pelos satélites que orbitam ao redor da Terra, e é formado por

(A)

20 satélites e 4 órbitas.

(B)

21 satélites e 3 órbitas.

(C)

20 satélites e 6 órbitas.

(D)

24 satélites e 6 órbitas.

(E)

21 satélites e 4 órbitas.

44. Diz respeito à amplitude de níveis de intensidade de energia que um sensor detecta, ou seja, sua sensibilidade. Este con- ceito define resolução

(A)

espacial.

(B)

espectral.

(C)

magnética.

(D)

radiométrica.

(E)

eletromagnética.

45. O processamento digital de imagens de sensoriamento remoto pode ser dividido em três etapas principais, que são

(A)

classificação dos dados / realce / coleta de imagens.

(B)

pré-processamento / realce / classificação dos dados.

(C)

realce / coleta de imagens / recuperação de dados.

(D)

coleta de imagens / recuperação de dados / pré-processa- mento.

(E)

armazenamento de dados / pré-processamento / recupe- ração de dados.

46. “É um conjunto de procedimentos sistematizados que são desenvolvidos para que as questões ambientais sejam inte- gradas à administração global de um empreendimento”. O trecho apresentado se refere ao ISO 14.001 e define

(A)

análise de ciclo de vida.

(B)

rotulagem ambiental.

(C)

sistema de gestão ambiental.

(D)

política ambiental.

(E)

auditoria ambiental.

CTSB0801/08-Geógrafo

47. A Lei n.º 6.938, de 31 de agosto de 1981, define meio ambiente como o conjunto de

(A)

condições, leis, influência e interações de ordem física, química e biológica, que permite, abriga e rege a vida nas condições biológicas.

(B)

paisagens naturais e artificiais que permite, abriga e rege a vida em todas as suas formas.

(C)

paisagens naturais que permite, abriga e rege a vida em todas as suas formas.

(D)

condições, leis, influência e interações de ordem física, química e biológica, que permite, abriga e rege a vida em todas as suas formas.

(E)

paisagens artificiais que permite, abriga e rege a vida em todas as suas formas.

48. Não configura instrumento da Política Nacional de Meio Am- biente, conforme a Lei n.º 6.938, de 31 de agosto de 1981:

(A)

zoneamento ambiental.

(B)

sistema nacional de informações sobre o meio ambiente.

(C)

avaliação de impactos ambientais.

(D)

estabelecimento de padrões de qualidade ambiental.

(E)

levantamento de passivo ambiental.

49. Indique o terno que, de acordo com a Constituição da Repú- blica Federativa do Brasil, completa corretamente o seguinte trecho: “Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente ”.

(A)

protegido

(B)

preservado

(C)

sustentável

(D)

equilibrado

(E)

intocado

50. “É o desenvolvimento de um ecossistema desde sua fase inicial até a obtenção de sua estabilidade e do equilíbrio entre seus componentes”. Esse trecho define

(A)

amplificação biológica.

(B)

amplificação ecológica.

(C)

sucessão ecológica.

(D)

conservação ecológica.

(E)

preservação biológica.

11

CTSB0801/08-Geógrafo

C ONCURSO P ÚBLICO 7. P ROVA O BJETIVA Língua Portuguesa, Língua Inglesa e Conhecimentos
C ONCURSO P ÚBLICO 7. P ROVA O BJETIVA Língua Portuguesa, Língua Inglesa e Conhecimentos

CONCURSO PÚBLICO

7. PROVA OBJETIVA

Língua Portuguesa, Língua Inglesa e Conhecimentos Especícos

GEOFÍSICO

INSTRUÇÕES

VOCÊ RECEBEU SUA FOLHA DE RESPOSTAS E ESTE CADERNO CONTENDO 50 QUESTÕES OBJETIVAS.

CONFIRA SEU NOME E NÚMERO DE INSCRIÇÃO IMPRESSOS NA CAPA DESTE CADERNO.

LEIA CUIDADOSAMENTE AS QUESTÕES E ESCOLHA A RESPOSTA QUE VOCÊ CONSIDERA CORRETA.

RESPONDA A TODAS AS QUESTÕES.

ASSINALE NA FOLHA DE RESPOSTAS, COM CANETA DE TINTA AZUL OU PRETA, A ALTERNATIVA QUE JULGAR CERTA.

A DURAÇÃO DA PROVA É DE 3 HORAS.

A SAÍDA DO CANDIDATO DO PRÉDIO SERÁ PERMITIDA APÓS TRANSCORRIDA 1 HORA E 30 MINUTOS DO INÍCIO DA PROVA OBJETIVA.

AO SAIR, VOCÊ ENTREGARÁ AO FISCAL A FOLHA DE RESPOSTAS E LEVARÁ ESTE CADERNO.

AGUARDE A ORDEM DO FISCAL PARA ABRIR ESTE CADERNO DE QUESTÕES.

ESPOSTAS E LEVARÁ ESTE C ADERNO . A GUARDE A ORDEM DO FISCAL PARA ABRIR ESTE

28.09.2008

manhã

LÍNGUA PORTUGUESA

Leia o texto para responder às questões de números 01 a 04.

Papel x jato de ar

Especialistas divergem sobre secagem da mão com papel ou jato de ar. O papel usado pelos fabricantes é virgem, e os resíduos não são recicláveis. A indústria consome muita água no plantio das árvores e na fabricação da celulose: para produzir um quilo de papel são gastos 540 litros. As empresas alegam que só aproveitam árvores de refloresta- mento e que a fibra virgem é mais higiênica. A professora-titular de economia do meio-ambiente da UFRJ, Dalia Maimon, consi- dera os secadores melhores: “Precisamos dar à terra um uso mais nobre e não trocar plantações de alimentos por florestas de eucalipto”, diz. O coordenador do grupo de estudos do setor elétrico da UFRJ, Nivaldi de Castro, discorda: “Papel é fonte de energia renovável. E o plantio de árvores traz outra vantagem: durante seu ciclo de vida, elas combatem a emissão de CO 2 ”, diz. Para ele, ao contrário do que dizem os fabricantes, o secador gasta alta quantidade de eletricidade, de 1 700 a 2 000 watts. Segundo pesquisa da Universidade de Westminster, as pessoas gastam 43 segundos para secar 95% das mãos nos aparelhos, contra 10 segundos no papel. O estudo divulgou que o uso de jatos de ar aumenta a quantidade de bactérias nas mãos em 255%. Só que a pesquisa foi encomenda da associação inglesa de produtores de lenços de papel.

(Danae Stephan, Folha de S.Paulo, 28.04.2008. Adaptado)

01. De acordo com os três primeiros parágrafos do texto, pode-se concluir que

(A)

o hábito de secar as mãos utilizando toalhas de papel é insalubre.

(B)

os jatos de ar constituem uma boa alternativa para o combate ao efeito estufa.

(C)

secadores elétricos devem substituir o papel reciclado para a secagem das mãos.

(D)

tanto as toalhas de papel quanto os jatos de ar têm um custo ambiental alto.

(E)

a secagem das mãos é uma questão de saúde pública e não de economia ambiental.

02. No último parágrafo, sugere-se que os resultados da pesquisa da Universidade de Westminster podem ser

(A)

conclusivos.

(B)

irrepreensíveis.

(C)

tendenciosos.

(D)

confiáveis.

(E)

comprovados.

3

03. Releia o trecho do segundo parágrafo:

(1) As empresas alegam que só aproveitam árvores de reflo- restamento e que a fibra virgem é mais higiênica. (2) A professora-titular de economia do meio-ambiente da UFRJ, Dalia Maimon, considera os secadores melhores

A conjunção que explicita a relação de sentido estabelecida entre as frases 1 e 2 é:

(A)

caso.

(B)

contudo.

(C)

conforme.

(D)

como.

(E)

porque.

04. Leia a frase do terceiro parágrafo:

Para ele, ao contrário do que dizem os fabricantes, o secador gasta alta quantidade de eletricidade, de 1 700 a 2 000 watts.

Considerando as regras de pontuação, assinale a alternativa em que a frase está reescrita corretamente e sem alteração de sentido a partir do deslocamento da expressão destacada.

(A)

Ao contrário do que dizem os fabricantes para ele, o

secador gasta alta quantidade de eletricidade, de 1 700 a

2

000 watts.

(B)

Ao contrário do que dizem os fabricantes, o secador gasta alta quantidade de eletricidade, para ele de 1 700 a 2 000 watts.

(C)

Ao contrário do que dizem os fabricantes, o secador gasta para ele, alta quantidade de eletricidade, de 1 700 a 2 000 watts.

(D)

Ao contrário para ele, do que dizem os fabricantes, o

secador gasta alta quantidade de eletricidade, de 1 700 a

2

000 watts.

(E)

Ao contrário do que dizem os fabricantes, o secador, para ele, gasta alta quantidade de eletricidade, de 1 700 a 2 000 watts.

CTSB0801/07-Geofísico

Leia o texto para responder às questões de números 05 e 06.

Lula sobre nova lei contra crimes ambientais:

Não tem bordoada melhor que multa pesada e apreensão de bens

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou nesta terça-feira (22.07.2008) o decreto de lei que torna mais rígida a lei ambiental, instituindo multas mais severas aos infratores. Na solenidade, Lula elogiou a nova legislação e destacou a impor- tância de parcerias com estados e municípios para que ela seja cumprida. Atenção especial foi dada a pessoas ou empresas que tentarem impedir a fiscalização do poder público. O valor da multa nesse caso varia de R$ 500 a R$ 100 mil. A penalidade prevista era de multa sem valor predeterminado. A análise era feita caso a caso. Entre as principais mudanças da nova legislação, está o encurtamento de prazos para aplicação de multas, passando de quatro para dois procedimentos. O novo decreto também atualiza e prevê novas infrações, como, por exemplo, deixar de averbar reserva legal. Na Amazônia Legal, a lei diz que 80% da área não pode ser desmatada. Agora, o proprietário vai ter 120 dias para protocolar, no órgão ambiental, a demarcação das terras. Além disso, com a nova lei, passa a ser infração quem deixar de dar destinação adequada a produtos tóxicos como pneus, bate- rias e pilhas. A multa pode chegar a R$ 50 milhões.

(Chico de Gois, O Globo, 22.07.2008. Adaptado)

05. De acordo com o texto,

(A)

nova lei ambiental deverá entrar em vigor daqui a quatro meses.

a

(B)

a

fiscalização e a aplicação de multas deverão restringir-se

a

órgãos federais.

(C)

o

valor da multa a pessoas ou empresas que dificultarem

a

fiscalização é invariável.

(D)

nova legislação ambiental procura agilizar a aplicação de multas.

a

(E)

descarte inadequado de itens como pneus e pilhas já era crime antes da nova lei.

o

06. Assinale a alternativa em conformidade com o conteúdo do texto.

(A)

O presidente Lula refutou o decreto de lei que prevê aumento no valor das multas contra crimes ambientais.

(B)

A lei ambiental tornou-se mais austera com o decreto ratificado pelo presidente Lula em julho de 2008.

(C)

Na Amazônia Legal, o desmatamento de 80% das terras demarcadas passou a ser descriminado.

(D)

A

nova lei ambiental determina o aumento das multas, a

despeito das críticas feitas pelo presidente Lula.

(E)

No que concerne ao valor das multas, a nova lei ambiental furta-se a alterar a antiga.

07. Assinale a frase correta quanto ao uso do acento indicador de crase.

(A)

O presidente fez alusão à nova lei contra crimes am- bientais.

(B)

A solenidade terá início à partir das quatorze horas.

(C)

O

jornalista referiu-se à esta reportagem sobre a nova lei.

(D)

Os dados estão disponibilizados à qualquer pessoa inte- ressada.

(E)

Os valores estão sujeitos à correções sem aviso prévio.

08. Assinale a alternativa correta, quanto à concordância, con- forme a norma padrão culta.

(A)

Com a nova legislação, institui-se multas mais severas aos infratores.

(B)

Foi destacado a importância de parcerias com estados e municípios.

(C)

Deu-se atenção especial a pessoas que tentarem impedir

a

fiscalização.

(D)

Foi encurtado, com a nova lei, os prazos para aplicação de multas.

(E)

Com o novo decreto, previu-se novas infrações ambientais.

09. Assinale a frase correta quanto às regras de regência nomi- nal/verbal.

(A)

Não podemos negar que, no tocante da nova lei, nossas opiniões são divergentes.

(B)

A pressão exercida pela mídia acarretou no pedido de demissão do secretário.

(C)

A

nova proposta mostrou-se aceitável de todas as partes

interessadas.

(D)

O

jornalista se predispôs em trabalhar em conjunto com

seus colegas.

(E)

O

homem não parecia hesitante em falar do assunto diante

das câmeras.

10. Considerando-se as regras de colocação pronominal, assinale a frase correta.

(A)

Os repórteres organizaram-se em fila para interrogar o presidente.

(B)

Ninguém dignou-se a comentar a nova lei ambiental.

(C)

Quanto ao novo decreto do governo, a mídia tem mos- trado-se dividida.

(D)

A lei apresenta aspectos positivos, embora questione-se sua eficácia.

(E)

Segundo o presidente, há pessoas que consideram-se acima da lei.

LÍNGUA INGLESA

Leia o texto e responda às questões de números 11 a 20.

Mobile Phone Recycling Awareness

July 10th, 2008 by Sam Taylor

A lot has been said about the new survey released by Nokia that shows us just how pitiful the world is when it comes to mobile phone recycling awareness. On a global scale, approximately 75 per cent of mobile phone users never think of recycling old handsets, regardless of environmental impact. About 50 per cent of those surveyed didn’t even know mobile phones could be recycled. Around 6,500 consumers were polled for the survey. Only 3 per cent said that they’d recycled their mobile, 44 per cent simply tossed it into a drawer, 16 per cent sell their old phones, and 25 per cent give their old mobiles to family or friend. Unfortunately, about 4 per cent of used handsets are still being thrown into landfill. The survey polled participants in 13 countries including Finland, Russia, Germany, UAE, Italy, India, Sweden, UK, Indonesia, US, Nigeria, China, and Brazil. The UK takes top honors in mobile phone recycling awareness at 80 per cent, while India came in the lowest at 17 per cent. Markus Terho, director of environmental affairs, markets, at Nokia, said: “It is clear from this survey that when mobile devices finally reach the end of their lives that very few of them are recycled. Many people are simply unaware that these old and unused mobiles lying around in drawers can be recycled or how to do this. If each of the three billion people globally owning mobiles brought back just one unused device we could save 240,000 tonnes of raw materials and reduce greenhouse gases to the same effect as taking four million cars off the road.”

(www.recycle.co.uk/news/752000.html)

11. No mundo todo,

(A)

(B)

(C)

(D)

(E)

apenas metade dos telefones celulares são reciclados pelos seus usuários.

a maioria dos usuários de telefones celulares não pensam em reciclar seus aparelhos fora de uso.

quase todos os usuários não sabem que seus telefones celulares podem ser reciclados.

o impacto ambiental dos telefones celulares descartados indevidamente é de 75%.

as pessoas estão cada vez mais conscientes da necessidade de reciclar os telefones celulares, segundo a Nokia.

12. A pesquisa mencionada no texto revelou que

(A)

um número expressivo de pessoas demora em reciclar seu celular velho.

(B)

25% dos pesquisados preferem presentear familiares com um celular novo.

(C)

16% dos usuários compram modelos novos de celulares

e

entregam o antigo como parte do pagamento.

(D)

algumas pessoas jogam os celulares quebrados no lixo em vez de consertá-los.

(E)

quase metade das pessoas pesquisadas joga seu celular velho em alguma gaveta.

5

13. O país em que mais celulares são reciclados, segundo a pes- quisa da Nokia, é

(A)

a Finlândia.

(B)

a Rússia.

(C)

a Índia.

(D)

o Reino Unido.

(E)

o Brasil.

14. Segundo Markus Terho,

(A)

poucos celulares são reciclados, pois as pessoas não têm consciência ambiental.

(B)

as empresas, exceto a Nokia, geralmente não promovem programas de reciclagem de seus produtos.

(C)

os celulares reciclados poderiam economizar toneladas de matérias-primas.

(D)

há 3 bilhões de pessoas no mundo que gostariam de comprar um celular reciclado.

(E)

todos os celulares em uso no mundo produzem o efeito am- biental nocivo equivalente a 4 milhões de automóveis.

15. No trecho do segundo parágrafo – Only 3 per cent said that they’d recycled their mobile,… – a forma ’d em they’d equivale a

(A)

(B)

(C)

(D)

(E)

had.

did.

could.

do.

would.

16. No trecho do primeiro parágrafo – About 50 per cent of those surveyed didn’t even know mobile phones could be recycled. – a palavra those se refere a

(A)

mobile phones.

(B)

13 countries.

(C)

Nokia survey.

(D)

old handsets.

(E)

mobile phone users.

CTSB0801/07-Geofísico

17. No trecho do terceiro parágrafo – …while India came in the lowest at 17 per cent. – a palavra while significa, em português,

(A)

enquanto.

(B)

quando.

(C)

quanto.

(D)

portanto.

(E)

porque.

18. No trecho do segundo parágrafo – Unfortunately, about 4 per cent of used handsets are still being thrown into landfill. – a palavra unfortunately indica

(A)

concordância.

(B)

conseqüência.

(C)

dúvida.

(D)

pesar.

(E)

esperança.

19. O prefixo un- nas palavras do texto unaware e unused tem o mesmo sentido que em

(A)

under.

(B)

unclear.

(C)

until.

(D)

uncle.

(E)

understand.

20. O trecho do último parágrafo do texto –

we could save

240,000 tonnes of raw materials and reduce greenhouse gases to the same effect as taking four million cars off the road.

– indica

(A)

um fato passado.

(B)

uma idéia inadequada.

(C)

uma suposição futura.

(D)

uma idéia inviável.

(E)

um fato em curso.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

21. Em relação à Política Nacional do Meio Ambiente (Lei n.º 6.938/81), pode-se afirmar que

(A)

ela visará, entre outras, à compatibilização do desenvolvi- mento econômico-social com a preservação da qualidade do meio ambiente e do equilíbrio ecológico.

(B)

poluidor é a pessoa física ou jurídica, de direito público ou privado, responsável diretamente por atividade causadora de degradação ambiental.

(C)

as atividades empresariais públicas deverão ser exercidas em consonância com as diretrizes da Política Nacional do Meio Ambiente, e as atividades empresariais particulares receberão menos tributação para sua adequação.

(D)

o SISNAMA possui um órgão central, o Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA), cuja função é promover, disciplinar e avaliar a implementação da Política Nacional do Meio Ambiente.

(E)

compete ao CONAMA propor à SEMA normas e padrões para implantação, acompanhamento e fiscalização do licenciamento e a revisão de atividades poluidoras.

22. De acordo com o art. 15 da Lei n.º 6.938/81, sem prejuízo das penalidades estabelecidas pela legislação federal, estadual e muni- cipal, o não cumprimento das medidas necessárias à preservação ou correção dos inconvenientes e danos causados pela degradação da qualidade ambiental sujeitará os transgressores, entre outras penalidades, a suspensão de sua atividade. A suspensão por prazo superior a 30 dias é da competência exclusiva do

(A)

CONAMA.

(B)

Governador do Estado.

(C)

Prefeito do Município.

(D)

Presidente da República.

(E)

SEMA.

23. Entre os princípios constitucionais brasileiros, encontra-se o direito de todos ao meio ambiente ecologicamente equilibrado (art. 225 da CF/88). Para assegurar a efetividade desse direito, cabe ao Poder Público preservar e restaurar

(A)

a biodiversidade e a flora nativa.

(B)

o fluxo gênico da fauna e flora.

(C)

a vegetação nativa e a estabilidade geológica.

(D)

os processos ecológicos essenciais e prover o manejo ecológico das espécies e ecossistemas.

(E)

a Amazônia legal, com sua fauna e flora nativas.

24. A denominação que se dá ao conjunto de ações a serem ado- tadas quando se visa a determinado objetivo ou meta política em um Planejamento