You are on page 1of 26

EDITADO POR: JAMES PEREIRA DOS SANTOS

ENTREVISTA E OBSERVAÇÕES DE ESTÁGIO II


Nome do (a) aluno (a): Suzana Pereira dos Santos

Instituição de Ensino/Local do Estágio: Creche Municipal Jose Arlindo


Almeida Dias – Bairro Outro Lado

Estado: Bahia Município: Campo Alegre de Lourdes

Nível/Ano/Turma de estagio e faixa etária dos alunos: Estágio II, Módulo


08, estágio nível ensino infantil/03-04/2009, alunos com idade de 05
anos.

Relato e analises das atividades de entrevistas e observações realizadas


na turma de estágios.

ENTREVISTA

Entrevistada/Regente: Diana Matos & Elza Custódio.

Integração e inclusão – desta unidade escolar? É organizada de uma


forma aberta onde envolve todos os alunos. Colocando – os em grupo,
de forma a unir aqueles que sabem mais com os que sabem menos,
para haver debate entre uns com os outros, formando rodas de
conversas, criando algo para que os mesmos fiquem parceiros de turma.

Os discursos trabalhados a respeito das diferenças: 01 - Etnia – é


demonstrada para as crianças, que os povos são diferentes e por isso
possui cultura e costumes diferentes, mas isto não é um fator que
determina a melhor raça; 02 - Gênero – são comentados para os alunos,
que todos nós, temos direitos de uma participação e criatividade de
diversos comportamentos, mas claro, respeitando uns aos outros sem
distinção: de sexo, cor, altura, entre outros, enfim todos têm o mesmo
direito perante esta instituição educacional, bem como, na sociedade;
03 -Raça – trabalhamos para conscientizar as crianças, sobre a missão
de apreender sobre os direitos humanos, onde todos são iguais e por
isso todos também tem direitos de freqüentar as unidades escolares de
forma integral, bem como, de participar das comemorações cívicas.

Os jogos pedagógicos utilizados para integração dos alunos eram:


saladas de palavras, dominós, quebra-cabeça, dourados,
emborrachados, massa de modelar de varias cores, jogos lúdicos, etc..
Os jogos são expostos na sala, colocando os alunos para jogarem em
equipe, trabalhando de forma a encaixar os emborrachados, manusear a
massa de modelar, e depois havendo uma troca de informações e
exposições dos materiais entre equipes, tendo o objetivo de integrá-los,
através desses jogos.

A prática é alicerçada na teoria do Apriorismo (do Latim a priori).


O apriorismo é uma teoria explicativa da origem do conhecimento,
inserida nas concepções clássicas (fundadas num
modelo fenomenológico), elaborada por Kant. Define que a elaboração
do conhecimento científico é fruto de, numa primeira fase, captação
sensorial da realidade - número - de forma limitada (pelos nossos
próprios sentidos) - fenômeno - através de estruturas a
priori no indivíduo (formas a priori da sensibilidade - espaço e tempo)
elaborando-se assim percepções, isto é, sensações estruturadas pelas
formas a priori.
A metodologia de Educacional tem a finalidade de apelar por exercícios
espontâneos entre as crianças, com o objeto de construir as estruturas
cognitivas. Os discentes são distinguidos e analisados como pessoa,
aspectos de finalidades são decisivos na constituição da individualidade
e eles se mostram de forma especifica.

Portanto, as crianças alunas estavam no Período Intuitivo na sua teoria,


que compreende crianças de 04 aos 07 anos, este período é a "idade
dos porquês", onde o indivíduo pergunta o tempo todo. Distingue a
fantasia do real, podendo dramatizar a fantasia sem que acredite nela.
Seu pensamento continua centrado no seu próprio ponto de vista.
Quanto à linguagem não mantém uma conversação longa, mas já é
capaz de adaptar sua resposta às palavras do companheiro.

Esta teoria é baseada nos conhecimentos de apriorismo de Kant e Jean


Piaget que é o mais conhecido dos teóricos que defendem a visão
interacionista do desenvolvimento. Ele estudou cuidadosamente e
profundamente a maneira pela qual as crianças construíam as noções
fundamentais de conhecimento lógico, tais como: tempo, espaço,
objeto, causalidade e desta forma, pode compreender a gênese (ou seja,
o nascimento) e a evolução do conhecimento humano.

Foram realizados varias atividades de campo, sempre em aulas


temáticas, que tinha sempre como o objetivo de valorizar as riquezas
naturais existentes para perto dos alunos, de forma que eles
EDITADO POR: JAMES PEREIRA DOS SANTOS

apreciassem a realidade e refletissem sobre o que estava sendo


ensinado naquele local. As palestras eram mais freqüentes em dias
temáticos, exemplo: dia do índio, de Tiradentes, páscoa, etc. onde se
realizava festinhas e dramatizações. As oficinas foram organizadas de
forma esporádicas, pois os professores tinham o objetivo de angariar e
resgatar brinquedos que havia na escola, e agendava com os alunos o
dia que eles pudessem trazer de casa os seus brinquedos. E assim
acontecia a oficina de brincadeiras em sala de aula.

ESTÁGIO DE OBSERVAÇÃO

Escola: Creche Jose Arlindo Almeida Dias

Estagiaria: Suzana Pereira dos Santos

Regente: Diana Matos & Elza Custódio.

O atual relatório de estágio de docência trata-se de um registro de


atividades de modo descritivo com a finalidade de apresentar os
conhecimentos praticados neste referido estágio, indicativo á disciplina
Estágio de Observação requerido pela Universidade Luterana do Brasil -
ULBRA. O estágio II foi realizado na Creche Municipal Jose Arlindo
Almeida Dias em Campo Alegre de Lourdes, BA. A creche conta com uma
ótima estrutura, no seu complexo é constituído por um pátio para
atividades de vários jogos (jogos lúdicos) e diversas brincadeiras com
brinquedos (massa modelar, emborrachados), auxiliado por recreadores,
dispõe de uma sala de TV e DVD onde professores podem desempenhar
vários trabalhos, bem como recreação de brincadeiras (cantigas em
rodas, rodadas de brincadeiras), existe também um auditório que serve
para realização de palestras, alem de ter função permanente como
refeitório, além de quatro salas de ensino. Na sala de terceiro período,
composta por 28 alunos e lecionada por uma professora e uma auxiliar
de turma. A sala contém excelentes instalações, estava bem arejada,
com ambiente largo e iluminação apropriada para cumprimento das
atividades. Há varias exposições de avisos informativos nas paredes da
sala: mural das novidades; mural de noticias com novidades; varais de
informações, cartazes que informam como escovar os dentes; entre
outras praticas de higiene pessoal, cartazes que retratam para um
comportamento que deveremos ter de como descartar o lixo. Já as
carteiras eram apropriadas, feitas de acordo com a idade e tamanho das
crianças, foi observado que estavam em boas condições de uso. Na sala,
dispõe-se de um armário, onde são armazenados materiais didáticos dos
professores, tais como: livros, revistas, etc. e também Server para
guardar os trabalhos que os alunos fazem em sala de aula. Há uma
estante que é utilizada para colocar os livros, cartazes e outras matérias
didáticos de forma passageira, formando assim o cantinho de leitura.

As professoras eram aptas como docentes, são meigas e carinhosas com


as crianças devido à ausência dos seus respectivos pais, são alunos que
ainda não se acostumaram numa escola e as docentes trabalham no
método do construtivismo não fugindo do método tradicional, se espelha
no método de Piaget desenvolvendo suas aulas na atualidade de hoje,
realizando de acordo com o proposto, passeios, brincadeiras, aulas
campais, atividades e avaliações de acordo com o planejamento de
forma grupal e individual.

Foi observado (no dia 23 de março de 2009), que as aulas começavam


as 07h30min da manha, na ocasião, a professora, mas a sua auxiliar,
juntamente com os alunos rezaram, para tomar o café de, em seguida
retornaram a sala de aula, onde a professora iniciou a aula de
português, ensinando a escrita da vogal a, i; A, I – vogais minúsculas e
maiúsculas respectivamente. Logo após a atividade anterior, as crianças
foram levadas para área de recreação, no parquezinho da escola, em
seguida foram para o banho, e às 11h40min h, foram dormir um
costume de praxe.

No dia seguinte, as mesmas professoras abordaram novamente as


vogais com gravuras e outros matérias que enriqueceria a
aprendizagem. As crianças eram muito espertas, curiosas e
EDITADO POR: JAMES PEREIRA DOS SANTOS

espontâneas, iam sempre à lousa para fazerem as letras e suas


respectivas leituras. Na quarta-feira (25/03/2009), as professoras da
referida sala explicitaram e enfatizaram que as vogais se apresentam
em duas variações, sendo elas escritas maiúsculas e minúsculas, e que
as vogais sempre estão em todas as palavras do nosso alfabeto, e
escreveram no quadro varias palavras que se utilizam elas como, por
exemplo: Ana, ai, mito, tatu, fita, etc..

Já na quinta-feira, as professoras, revisaram que as vogais maiúsculas


são usadas para nomes próprios pessoas, lugares, etc., exemplificando
com a palavra Almir e Roma. E na sexta-feira, a regente abordou um
tema de religião – O filho prodígio – fizeram uso de muito material, tais
como: gravuras com desenhos religiosos e a bem como a bíblia. Em
seguida a regente e sua auxiliar revisaram novamente as vogais e
aplicaram um exercício, com fim de que as crianças coligassem as
vogais maiúsculas e minúsculas, fazendo com que eles circulassem as
vogais da palavra Moises, rio, Jesus, deus, rio, mar.

Pode se concluir nessa observação que a professora e sua auxiliar, são


responsáveis, devido se empenharem ao Maximo para passarem de
forma eficiente uma aprendizagem aos seus alunos de forma gradativa,
por meios de diversas atividades em grupo e individual, nas atividades
realizadas havia livros de alfabetização e cadernos para os alunos. A
professora estava sempre procurando organizar a classe, por querer
deixar a sala com um aspecto organizada de forma diversificada, por
meio de cartazes, murais, bem como no comportamento de cada aluno,
bem como, na posição e organização das carteiras, formando um círculo,
podendo aumentar a segurança, promovendo o ensino de forma a ser
mais interativo e amplia a centralização quanto ao assunto,
enfraquecendo possíveis agitações em sala, bem como, diminui
inquietações e conversas análogas.
UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL – ULBRA
LICENCIATURA PLENA EM PEDAGOGIA.

TEMA: A HIGIENE DO
EDITADO POR: JAMES PEREIRA DOS SANTOS

CORPO

PROJETO DE DOCÊNCIA DO ESTAGIO II

SUZANA PEREIRA DOS SANTOS

CAMPO ALEGRE DE LOURDES – BA, MARÇO 2009

UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL – ULBRA


LICENCIATURA PLENA EM PEDAGOGIA.
TEMA: A HIGIENE DO
CORPO

PROJETO DE DOCÊNCIA DO ESTAGIO II

ALUNA: SUZANA PEREIRA DOS SANTOS


ORIENTADOR: EVERALDO MENDES DOS SANTOS
TUTOR: ANA MARIA RUBEM

PROJETO DE DOCÊNCIA

DO ESTAGIO II DO MODULO

08 DO CURSO DE PEDAGOGIA.

CAMPO ALEGRE DE LOURDES – BA, MARÇO 2009

TEMA: A HIGIENE DO CORPO


SUBTÍTULO: A IMPORTÃNCIA DA HIGIENE DO CORPO
EDITADO POR: JAMES PEREIRA DOS SANTOS

1 – JUSTIFICATIVA
Baseado no livro Alegria do saber (de: Luciana Passos, Albani Fonseca &
Marta chaves), O projeto Higiene Corporal, será desenvolvido por uma
justa causa de introduzir o assunto em pauta em creches que deveria
exercer com mais vigilância e obrigação de estar sempre cuidando e
zelando pela saúde do corpo das crianças, mas não só em creches que
temos a obrigação de estar por dentro do assunto sobre higiene
corporal, bem como nas escolas de primeira a quarta série.

É fundamental que os alunos conheçam bons hábitos, mas não basta


apenas informá-los é preciso trabalhar a aquisição desses hábitos, para
que dessa forma possam desenvolvê-los. Após algumas aulas de
observações e algumas discussões na própria creche, devido ao
contexto em que está inserida, a escolha do tema do projeto “HIGIENE
CORPORAL” deve-se ao fato de que alguns alunos apresentaram
necessidades de cuidados com o seu corpo e por ser uma comunidade
de baixa renda. Os alunos dessa creche são muito carentes e precisam
de orientações de como cuidar do próprio corpo, sendo essencial educar
para a saúde contribuindo para a formação de bons hábitos e atitudes.
A higiene corporal é tratada como condição para a vida saudável. A
aquisição de hábitos de higiene corporal tem início na infância,
destacando-se a importância de sua prática sistemática. A infância é
uma das fases mais decisivas na construção de condutas e a escola
como uma instituição social é privilegiada pelo fato de poder
desenvolver trabalhos sistematizados e contínuos. Os alunos precisam
responsabilizar-se com crescente autonomia por sua higiene corporal,
percebendo-a como fator de bem-estar e como valor da convivência
social. Portanto faz-se necessário contribuir com medidas práticas para
que os alunos possam ter autonomia no cuidado com o corpo, como por
exemplo, lavar as mãos antes das refeições e após as eliminações,
limpeza de cabelos e unhas, higiene bucal e banho diário; favorecendo
assim a saúde individual e coletiva. É fundamental que os alunos
conheçam bons hábitos, mas não basta apenas informá-los, é preciso
trabalhar a aquisição desses hábitos, para que dessa forma possam
desenvolvê-los.

Deveríamos ter motivos desde criança até quando idosos em nos


preocupar com a higiene do nosso corpo e só assim teríamos uma boa
saúde e retardaríamos as doenças e a velhice precoce. A tese do projeto
é de conscientizar a Higiene do corpo, Percebendo que a higiene é
importante em nossa vida, fazendo com que eles reflitam quais são as
partes essenciais que deveremos limpar todos os dias do corpo,
começando com a higiene bucal, lavar bem o rosto, e com asseio as
partes intimas os olhos, as mãos e braços antes das refeições, lavando
os cabelos sempre que sujos.

Observando os alunos da Creche Municipal Jose Arlindo Almeida Dias,


na cidade de Campo Alegre de Lourdes – BA compreende-se que eles
têm pouco conhecimento em relação à higiene do corpo. Em benefício
disso o projeto a higiene do corpo será desenvolvido na própria creche e
executado com a turma do 4° período, formado 28 alunos com 05 anos
de idade. Tem o objetivo de levar as crianças à proposta de higiene
corporal, de modo a fazer uso deste comportamento importante, que
previne muitos prejuízos quando não praticados, ou quando mal
executado. Observando, que a higiene do nosso corpo, é executada
somente nas classes mais altas da sociedade, ou quando ataca em
adultos de classes mais pobres, pois somente depois de alguns prejuízos
que estes adultos começam a se preocuparem a saúde do corpo e
mente.

Este projeto será de grande importância para a educação daqueles


EDITADO POR: JAMES PEREIRA DOS SANTOS

alunos, e será mais bem desempenhado com a colaboração de todos os


funcionários daquela creche. Este projeto poderá estimular o bom
comportamento dos alunos, quando se diz respeito à higiene, e através
da empolgação dos alunos ou mesmo a resposta dos alunos as aulas,
podem levar ao professor trazer mais novidades sobre o assunto para a
sala de aula. Este projeto propiciará aos alunos além de boas práticas de
higiene um entendimento interdisciplinar e desenvolvimento de
raciocínio entre as cinco disciplinas: português, matemática, história,
ciências, religião.

2 - OBJETIVOS GERAIS

 Sensibilizar os alunos da turma do 3° período sobre a importância


do auto cuidado para a saúde individual e coletiva.

• Clarear os conhecimentos das historias de diversas, que poderiam


enriquecer o cotidiano dos alunos.

• Incentivar as crianças ler as historinhas de revistas, livros, gibis,


quebra cabeça, salada de palavras, etc.;

• Der consciência e conhecimento das partes do nosso corpo que


deveria ser higienizadas todos os dias, com freqüência, e aqueles
que deverão ser feitas periodicamente;

• Valorizar o meio ambiente e cuidar da natureza;

• Enriquecer o vocabulário das crianças através da leitura.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

 Estimular nos alunos a limpeza do corpo, principalmente cabelos,


pés e mãos; Informar aos alunos sobre os cuidados com a saúde
bucal

• Estimular as crianças terem bons hábitos de higiene em todos os


lugares e ocasiões que os ocupam;
• Fazer com que incorporem a higiene em seu comportamento de
forma espontânea;

• Também têm objetivos, transformar os alunos em multiplicadores


da higiene, bem como, tem o objetivo redirecionado em no sentido
de que as crianças percebam e saibam ter um comportamento
sadio num ambiente limpo e saiba diferenciá-lo do ambiente
poluído.

• Estimular as crianças a mobilizarem seus conhecidos, para que


não possam destruir mais ainda o meio ambiente;

3 - CONTEÚDOS
Higiene Corporal: Português, Ciências, História, Matemática e religião.

• A higiene do nosso corpo – deveremos limpar o nosso corpo


todos os dias, para termos saúde.

• Dramatizações

• Exposições de produtos higiênicos

• Pinturas e colagens

• Desenhos com gravuras voltados para o tema

• Palestra e passeios campais

• Utilização de mídia DVD infantil, com a, por exemplo, o filme da


HELLO KITTY vol. 3 em 1 – as diversidades infantis. Entre outros
relacionados com a higiene corporal.

• Foi explorado o modo de higienização que havia na própria


creche, em locais, como: cozinha, banheiros, etc.
EDITADO POR: JAMES PEREIRA DOS SANTOS

4 – METODOLOGIA
As atividades serão realizadas no decorrer do estágio II. A primeira
atividade: apresentação de paródias de músicas infantis para
proporcionar o desenvolvimento da ludicidade, com a finalidade de
despertar a atenção e o interesse dos alunos. Após este período, as
professoras manterão uma conversa informal com as crianças para
observar o nível de conhecimento de cada uma sobre o assunto, no
decorrer da conversa serão apresentados os cartazes com ilustrações.
Em seguida, apresentação das ilustrações, os próprios alunos criarão
figura relacionada aos cuidados com o seu próprio corpo. Depois, os
alunos assistiram a uma apresentação do teatro sobre Higiene Pessoal e
vídeos educativos sobre hábitos de higiene.

Os objetivos do projeto serão executados por a metodologia de trabalhar


com a interdisciplinaridade, ou transversalidade das cinco matérias:
português, matemática, religião, ciências e historia, utilizando vários
livros, tais como, tapete vermelho, Quem canta seus males espanta;
DVDs da Hello Kitty, fazer uso de jornais, revistas, livros específicos de
saúde, com o intuito de debater, confeccionar cartazes, e realizar e
explorá-los em cada aula temática. Todos esses livros serão explorados
através de suas historias, que serão debatidas e comentadas, afins de
que os alunos tenham maior aprendizagem, por meio de conversar
formais e informais. Haverá demonstração dos produtos higiênicos, a
atuação e aplicação do projeto serão realizadas através da escovação
dos dentes e corte de unhas, já a dramatização ocorrerá através de
encenações com o corpo dos próprios alunos em sala de aula.

Haverá avaliações através de leituras, desenhos, pinturas e colagens,


sobre o tema da higiene, outra atividade que será desenvolvida é de um
passeio previamente planejado, no próprio pátio da escola e na
comunidade, que busca a inserção da higiene atual das pessoas e da
limpeza das ruas. Haverá a criação de um calendário juntamente com os
alunos, para exploras tarefas na matéria de matemática de datas cívicas
de historia.

Haverá sessão de fotografias das atividades executadas, com a higiene,


e serão expostas por meio de mural. Bem como, recreações em equipe,
com jogos, através de times, com o objetivo de que os alunos façam
uma salada de palavras. As orações serão feitas em grupo e em
individual, para explorar cantos e contos, fazendo ritmos com que os
alunos escolherão. Através de informações em livros didáticos, para
melhorar o conhecimento por meio de dramatizações. Orientando os
mesmos com detalhes higiênicos, recortes de revistas, gravuras que
demonstrarão a higiene de diversas maneiras.

A prática pedagógica é alicerçada na metodologia de Piaget (Teoria


Piaget - que se caracteriza por ser um método construtivista, devido
visar um trabalho grupal, descobrindo conhecimento do próprio aluno
EDITADO POR: JAMES PEREIRA DOS SANTOS

pelo contato direto com os objetivos dos seus conhecimentos e da


interação, com outros colegas, professores, entre outros, essa visão
preocupa-se em garantir aos alunos a possibilidade de um completo
desenvolvimento, intelecto e sócio-emocional, que considera como a
primeira tarefa de uma educação que visa formar um raciocínio, essa
educação de metodologia utiliza por fazer apelo às atividades
espontâneas, da criança objetivando a construção das estruturas
cognitivas, aos alunos e o mesmo a diferenciando as sugestões dos
mesmos. As atividades realizadas em campo, elas estão concretizadas e
valorizam mais suas aprendizagens, por que da ali esta vivenciando de
perto a própria realidade, sugerindo que os mesmos apreciem e
manuseiem isto faz com que os alunos se sintam satisfeitos, ou seja,
estão com bagagens para facilitar a aprendizagem) e Paulo freire que
preservam o construtivismo.

5 – AVALIAÇÕES
• As avaliações serão atividades interdisciplinares: coletivas e
individual; oral, escrita;

• Através de pinturas, recortes de figuras de revistas, colagens de


gravuras;

• Atividades utilizando quebra cabeça, brincadeiras com o corpo, ou


por sugestão dos alunos;

• Os alunos serão chamados na lousa para fazer leitura individual e


em grupo e através de conversas formais e informas com alunos.
6 – REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
A bíblia sagrada – novo testamento

ALMEIDA, Theodora Ma. . Mendes. Quem canta seus males espantam:


coletânea. c/DVD. 2001. ED. CARAMELO, 2000, 84 pags. ISBN 8573400684

AZEVEDO, Ricardo. Bazar do folclore. Tradição popular. São Paulo: Ática,


2002 - v5.

Coleção hello kitty. Coleção Hello Kitty :(Hello Kitty - E os Contos de


Fadas, Hello Kitty - E os Heróis, Hello Kitty - Princesa, Hello Kitty -
Representa, Hello Kitty - Vai ao Cinema) Categoria: DVD: Gênero:
Coleções: Ano: 1987: Elenco: Marion Bennett, Tara Charendoff, : Cree
Summer Francks: Direção: Michael Maliani
EDITADO POR: JAMES PEREIRA DOS SANTOS

DOLLE, Jean-Marie. PARA COMPREENDER JEAN PIAGET. Zahar


Editores,Rio de Janeiro, 1984.

FRANCO, Sérgio Roberto Kieling. O CONSTRUTIVISMO E A EDUCAÇÃO.


Porto velho, GAP, 1991.

LOPES, Plínio Carvalho. Vamos apreender ciências. Editora Saraiva vol. 1,


21° Ed. – São Paulo – 1997.

MACHADO, Ana Maria. Tapete mágico, quatro historias de diferentes


países. São Paulo 2003.: Ed. Ática ISBN: 8508087489.

PASSOS, Lucina. FONSECA, ALBANI. CHAVES, Marta. Alegria de Saber –


Ciências. Editora Scipione. 2º série.

PLANILHA DE REGISTROS DE ATIVIDADES DO


ESTÁGIO II
NOME DO ALUNO: SUZANA PEREIRA DOS SANTOS

INSTITUIÇÃO DO ENSINO LOCAL DO ESTAGIO: CRECHE MUNICIPAL JOSE


ARLINDO ALMEIDA DIAS

ESTADO: BAHIA MUNICIPIO: CAMPO ALEGRE DE LOURDES

NIVEL: 01 ANO: 2009 TURMAS DE ESTAGIO

FAIXA ETARIA DOS ALUNOS: 05 ANOS

RELATO E ANÁLISES DAS ATIVIDADES SEMANAIS DE DOCENCIA

Atividades realizadas na semana, nos períodos de 23/04/2009 a


27/03/2009.

As atividades realizadas durante esses períodos envolveram as


disciplinas.

Ciências – foi trabalhado o tema a higiene corporal, e como motivação


usou-se várias gravuras com o esqueleto do corpo humano, explorando
as partes do nosso corpo e dizendo que algumas delas devem ser
cuidadas todos os dias e com mais freqüência, porque é fundamental
para a nossa saúde, atividade oral em grupo.

Português – tema: as vogais - No seguinte dia foi feito a introdução do


conteúdo, foi explicado e usado como estimulo uma conversa formal,
dizendo aos mesmo que limpar alguma parte do nosso corpo com mais
freqüência, as parte foram: olhos, dentes, ouvidos. Para a motivação
desta aula foi mostrado vários produtos de limpeza, escrevendo no
quadro e explicando qual a sua função. Foi feito a leitura das vogais e
todos foram chamados na lousa para identificar as vogais dos nomes
dos produtos. Avaliação: salada de palavras retirando as vogais.

Revisão de português – o tema era: as vogais, as seguintes motivações


foram: gravuras com as vogais nos cartazes e um canto a cara
redondinha. Foi Pedido para eles que retirassem das palavras, todas as
letras A, escrita na lousa, dizendo qual era a letrinha maiúscula e a
minúscula. Avaliação: foram escritas no caderno - escrevendo as vogais
maiúsculas e minúsculas.

Matemática – foi trabalhado o conteúdo - os números naturais com o


tema -higiene corporal – motivação: – minha galinha tem três ovinhos
para chocar – numerando no quadro as partes do nosso corpo e dizendo
a quantidade total. E qual era a mais importante. Atividade: uma
dramatização onde os alunos contavam quantos dedos tinha.

Religião – foi abordado o tema - como Deus criou o mundo, como


incentivo, foi cantado: Deus faz crescer o capim - os mesmos foram
levados para o jardim do pátio observando as coisas criadas por Deus,
introduzindo com conversas informais, e foi dito a eles, que as coisas da
natureza devem ser respeitadas e bem cuidadas. Avaliação: fizeram
pinturas e colagens com o corpo de cristo.

PLANILHA DE REGISTROS DE ATIVIDADES DO


ESTÁGIO II
NOME DO ALUNO: SUZANA PEREIRA DOS SANTOS

INSTITUIÇÃO DO ENSINO LOCAL DO ESTAGIO: CRECHE MUNICIPAL JOSE


EDITADO POR: JAMES PEREIRA DOS SANTOS

ARLINDO ALMEIDA DIAS

ESTADO: BAHIA MUNICIPIO: CAMPO ALEGRE DE LOURDES

NIVEL: 01 ANO: 2009 TURMAS DE ESTAGIO

FAIXA ETARIA DOS ALUNOS: 05 ANOS

RELATO E ANALISES DAS ATIVIDADES SEMANAIS DE DOCENCIA

Atividades realizadas na semana, nos períodos de 30/04/2009 a


03/04/2009.

As atividades realizadas durante esses períodos envolveram as


disciplinas: Ciências – o tema foi higiene corporal, como incentivo foi
usado uma tesoura e, colocando todos em fileiras e foram cortadas as
unhas dos mesmos, indagando que a higiene do nosso corpo é
fundamental, para nos livrar da maioria das doenças, que são causadas
por falta de higiene. A atividade aplicada foi ministrada por a
odontologista Carmem Silva, que realizou uma palestra no pátio da
escola, onde comentava que higiene bucal era importante para ter um
sorriso saudável, assim explicou que deveríamos fazer uso da escovação
bucal pelo menos três vezes ao dia, para não obtermos problemas
futuros na saúde bucal.

Revisão de ciências – foi baseada em cima da palestra realizada no dia


anterior, e todos pareciam atentos ao explicar do assunto, foi relatado
novamente que deveríamos ter bons hábitos de higiene para uma vida
inteira, portanto, necessitaríamos conscientizar-nos a importância de
escovar os dentes pelos três vezes ao dia sempre após as refeições. E
não os só os dentes, como cortar: unhas; cabelos sempre que sujos e
limpar os ouvidos e lavar bem a pele, desde as áreas intimas, bem
como, as expostas.

Matemática – tema. Os números naturais – como incentivos foram os


próprios rostos dos alunos, alguns, contaram as partes do rosto e
dizendo e que temos órgãos iguais, que são os olhos e os ouvidos.
Avaliação: foi contar os dedos das mãos, e contava-os oralmente.

Revisão de matemática – o incentivo foi através de uma conversa


informal que deveríamos escovar os dentes no mínimo duas vezes ao
dia, ao acordar e ao dormir. E cortar as unhas pelos menos uma vez a
cada 15 dias, limpar os ouvidos uma vez por semana, ou quando se
fizesse necessário. Avaliação: foi de fazer pinturas e colagens de
desenhos, com produtos higiênicos.

Historia - com o tema a merendeira, que era da própria escola – foi


organizada uma entrevista junto com os alunos, entrevistando a
merendeira, a mesma foi parabenizada pelos alunos em virtude da
comemoração do dia da merendeira, no qual se celebra todos os dias 03
de abril, e a mesma respondeu todas as perguntas relacionadas com o
tema de higiene, e os alunos e a estagiaria ficaram satisfeitos com as
respostas dadas.

Religião – o tema abordado foi de que Deus criou o mundo – a motivação


foi através de um canto – Deus fez crescer o capim – os mesmos foram
levados para o jardim da creche, e todos observaram as coisas criadas
por Deus. Concluímos com conversar informais, dizendo que deus fez
tudo maravilhoso e saudável, e o homem não se conscientiza em
preservar a natureza, mesmo tendo a sua higiene pessoal e todo seu
consumo executada através dos recursos naturais.

_____PLANILHA DE REGISTROS DE ATIVIDADES


DO ESTÁGIO II
NOME DO ALUNO: SUZANA PEREIRA DOS SANTOS

INSTITUIÇÃO DO ENSINO LOCAL DO ESTAGIO: CRECHE MUNICIPAL JOSE


ARLINDO ALMEIDA DIAS
EDITADO POR: JAMES PEREIRA DOS SANTOS

ESTADO: BAHIA MUNICIPIO: CAMPO ALEGRE DE LOURDES

NIVEL: 01 ANO: 2009 TURMAS DE ESTAGIO

FAIXA ETARIA DOS ALUNOS: 05 ANOS

RELATO E ANALISES DAS ATIVIDADES SEMANAIS DE DOCENCIA

Atividades realizadas na semana, nos períodos de 06/04/2009 a


14/04/2009.

As atividades realizadas durante esses períodos envolveram as


disciplinas: Português – o assunto dado foi: vogais - e teve como
incentivo o canto - o coelhinho - e foi explorado o mesmo, e foi escrito
no quadro as partes do corpo de um coelho, logo apos chamaram todos
para retirar as vogais das palavrinhas escritas, tais como: do nariz, boca,
pé, perna, etc. Avaliação: pintura e colagem

Matemática - foi trabalhado - o tema os números 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9,


10,11 - foi usado como estimulo os próprios alunos demonstrando suas
bocas, e foi dito aos mesmos que a mesma contém duas partes, que
são: maxilares inferiores e superiores. Avaliação: colocar todos para
contar seus próprios dentes.

Historia - o tema foi: o dia do dentista, o incentivo foi através de alguns


materiais e produtos como, por exemplo: os que ficam expostos na sala:
como alicate, bicarbonato, analgésico e desinflama tório. E explanou
para eles que deveríamos cuidar bem dos nossos dentes de cedo,
porque poderá gerar doenças futuras. Avaliação – baseados em
atividades perguntas orais e para os grupos.

Ciências - o tema foi: como fazer boa alimentação com higiene – foi
usada como recurso a própria horta da escola e exemplificamos os tipos
de legumes e verduras, outra motivação foi: a festinha da páscoa. Foi
comentado para os alunos, que deveríamos comer de tudo, mas, porém,
de uma forma balanceada, para que tenhamos uma vida saudável e
antes de comer as frutas e legumes deveremos lavar bem as mãos
antes de ingerirmos ou comer e levar ao fogo os alimentos para que
as bactérias não prejudiquem os alimentos e conseqüentemente nossa
digestão.

No ultimo dia do estagio, foi finalizado, com uma dramatização onde os


professores, auxiliares, alunos, estagiário e os demais agentes de
limpeza, foram escalados para se empenharam de ajudar com muita
dedicação na dramatização. Foi baseada no tema - a higiene corporal,
explicando que a higiene corporal é fundamental para nossas vidas,
comentando que devemos tomar banho 03 vezes ao dia, escovar os
dentes após as refeições, cortar as unhas, pelo menos duas vezes por
mês e não entrar em banheiros descalços, limpar ouvido e nariz
sempre e em local e forma apropriado..
EDITADO POR: JAMES PEREIRA DOS SANTOS

RELATÓRIO DE FINAL DE ESTÁGIO II


Nome do (a) aluno (a): Suzana Pereira dos Santos

Instituição de Ensino/Local do Estágio: Creche Municipal Jose Arlindo


Almeida Dias – Bairro Outro Lado

Estado: Bahia Município: Campo Alegre de Lourdes

Nível/Ano/Turma de estagio e faixa etária dos alunos: Estágio II, Módulo


08, estágio nível Ensino Infantil/03-04/2009, Alunos com idade de 05
anos.

Síntese do Relatório
O estágio II, desenvolvido e requerido para o curso de Pedagogia da
universidade ULBRA, foi de grande importância para desenvolver o
trabalho, atuando como estagiária docente, a onde foi possível buscar
intelecto e fazer uso dos conhecimentos teóricos, perante o estágio foi
ensinado e apreendido conhecimentos na escola Creche Municipal Jose
Arlindo Almeida Dias. Foi mais uma tentativa de várias experiências, que
ali, aprendi a definir a aprendizagem, as normas, as regras, afeto,
carinho, respeito, para com os alunos, e foi possível conhecer a
necessidade e talentos de cada aluno.

A prática foi alicerçada na teoria do Apriorismo (do Latim a priori). Porque esta
teoria é baseada nos conhecimentos de apriorismo de Kant e Jean
Piaget que é o mais conhecido dos teóricos que defendem a visão
interacionista do desenvolvimento. Ele estudou cuidadosamente e
profundamente a maneira pela qual as crianças construíam as noções
fundamentais de conhecimento lógico, tais como: tempo, espaço,
objeto, causalidade e desta forma, pode compreender a gênese (ou seja,
o nascimento) e a evolução do conhecimento humano.

Portanto, as crianças alunas estavam no Período Intuitivo na sua teoria,


que compreende crianças de 04 aos 07 anos, este período é a "idade
dos porquês", onde o indivíduo pergunta o tempo todo. Distingue a
fantasia do real, podendo dramatizar a fantasia sem que acredite nela.
Seu pensamento continua centrado no seu próprio ponto de vista.
Quanto à linguagem não mantém uma conversação longa, mas já é
capaz de adaptar sua resposta às palavras do companheiro.

Durante a entrevista e estágio de observação pode-se afirmar que o


ambiente da sala de aula era adequado. A professora e sua auxiliar eram
muito comprometidas com a organização e principalmente com a
aprendizagem dos alunos. Já a principal justificativa de realizar o projeto
HIGIENE CORPORAL, naquela creche, é de que é fundamental que os
alunos conheçam bons hábitos, mas não basta apenas informá-los, é
preciso trabalhar a aquisição desses hábitos, para que dessa forma
possam desenvolvê-los. Teve como o objetivo de estimular nos alunos a
limpeza do corpo, principalmente cabelos, pés e mãos; Informar aos
alunos sobre os cuidados com a saúde bucal.

Durante o estágio, o projeto foi executado de acordo com o planejado e


a resposta foi dada pela empolgação e mudança de hábitos dos alunos,
ou seja, estava mais acostumado, em querer escovar os dentes,
cortarem as unhas etc. isso foi possível através da aprendizagem em
sala de aula através de interdisciplinaridade e de aulas especiais, tais
como: dramatizações. Exposições de produtos higiênicos, confecções de
cartazes; pinturas e colagens retratando a higiene; desenhos com
gravuras voltados para o tema; palestra e passeios campais; Utilização
de mídia DVD infantil relacionados com a higiene corporal.

Foi possível participar com a comunidade, com professores, diretoria,


devido à integração e dependências que precisaria de toda uma equipe
pedagógica. No inicio o entrosamento foi um pouco acanhando, mas
depois se estreitou, devido à necessidade de tornarem os acessos mais
EDITADO POR: JAMES PEREIRA DOS SANTOS

possíveis, para oferecer uma boa qualidade de estagio aquele alunos, e


conseqüentemente para haver uma melhor qualificação como
profissional da área.

Durante o procedimento do projeto, havia muita empolgação e


curiosidade dos alunos em relação ao que estava sendo introduzido.
Havia aula que eles ficavam muito contentes em cortar as unhas, fazer
limpeza da face, limpar os ouvidos, e muito satisfeitos em aprender a
escovar os dentes corretamente.

Portanto, o estagio foi realizado, no tempo programado e encerrado em


data prevista, todo o planejamento foi executado, ou seja, a missão foi
cumprida com êxito devido o aprendizagem dos alunos através de
realizações de tarefas programadas e algumas que haviam de ser
cumpridas pelo calendário da professora, mas desta forma se tornou
gratificante a toda aqueles profissionais que fazem parte daquela
creche, entretanto, foi de grande valia como experiência, e que se
tornará mais completo ao longo de mais estágios que faz parte da grade
curricular deste curso, que tem como objetivo de potencializar cada vez
mais e para desenvolver os conhecimentos dos alunos estagiários, que
devem buscar e caminharem rumo ao desenvolvimento educacional,
tanto profissional, mas, bem como, na sociedade.

A esse estagio, agradeço a Deus, todos que me ajudaram inclusive os


que estavam presentes na festa de encerramento (14/04/2009), do
projeto HIGIENE CORPORAL, comemorado e avaliado através de uma
dramatização e palestra sobre a higiene do corpo, onde houve interação
de todos os alunos, resultando num grande aproveitamento de
sabedoria entre todos que ali estavam, onde também, a equipe
pedagógica e funcionários em geral da Creche Municipal Manoel Almeida
Dias agradeceram por aquele estágio bem sucedido, que foi planejado
de acordo com o projeto A higiene do corpo.