Sie sind auf Seite 1von 2

IEMP GOVERNO

IEMP GOVERNO e Relações entre Descontos Racional e Comercial TIPO 1 • Mesmos: i ,n •
IEMP GOVERNO e Relações entre Descontos Racional e Comercial TIPO 1 • Mesmos: i ,n •
IEMP GOVERNO e Relações entre Descontos Racional e Comercial TIPO 1 • Mesmos: i ,n •
IEMP GOVERNO e Relações entre Descontos Racional e Comercial TIPO 1 • Mesmos: i ,n •
IEMP GOVERNO e Relações entre Descontos Racional e Comercial TIPO 1 • Mesmos: i ,n •
IEMP GOVERNO e Relações entre Descontos Racional e Comercial TIPO 1 • Mesmos: i ,n •
IEMP GOVERNO e Relações entre Descontos Racional e Comercial TIPO 1 • Mesmos: i ,n •
IEMP GOVERNO e Relações entre Descontos Racional e Comercial TIPO 1 • Mesmos: i ,n •
IEMP GOVERNO e Relações entre Descontos Racional e Comercial TIPO 1 • Mesmos: i ,n •
IEMP GOVERNO e Relações entre Descontos Racional e Comercial TIPO 1 • Mesmos: i ,n •
IEMP GOVERNO e Relações entre Descontos Racional e Comercial TIPO 1 • Mesmos: i ,n •
IEMP GOVERNO e Relações entre Descontos Racional e Comercial TIPO 1 • Mesmos: i ,n •
IEMP GOVERNO e Relações entre Descontos Racional e Comercial TIPO 1 • Mesmos: i ,n •
IEMP GOVERNO e Relações entre Descontos Racional e Comercial TIPO 1 • Mesmos: i ,n •
IEMP GOVERNO e Relações entre Descontos Racional e Comercial TIPO 1 • Mesmos: i ,n •
IEMP GOVERNO e Relações entre Descontos Racional e Comercial TIPO 1 • Mesmos: i ,n •
IEMP GOVERNO e Relações entre Descontos Racional e Comercial TIPO 1 • Mesmos: i ,n •
e
e

Relações entre Descontos Racional e Comercial

GOVERNO e Relações entre Descontos Racional e Comercial TIPO 1 • Mesmos: i ,n • Econtrar:
GOVERNO e Relações entre Descontos Racional e Comercial TIPO 1 • Mesmos: i ,n • Econtrar:
GOVERNO e Relações entre Descontos Racional e Comercial TIPO 1 • Mesmos: i ,n • Econtrar:
GOVERNO e Relações entre Descontos Racional e Comercial TIPO 1 • Mesmos: i ,n • Econtrar:
GOVERNO e Relações entre Descontos Racional e Comercial TIPO 1 • Mesmos: i ,n • Econtrar:
GOVERNO e Relações entre Descontos Racional e Comercial TIPO 1 • Mesmos: i ,n • Econtrar:
GOVERNO e Relações entre Descontos Racional e Comercial TIPO 1 • Mesmos: i ,n • Econtrar:
GOVERNO e Relações entre Descontos Racional e Comercial TIPO 1 • Mesmos: i ,n • Econtrar:
GOVERNO e Relações entre Descontos Racional e Comercial TIPO 1 • Mesmos: i ,n • Econtrar:
GOVERNO e Relações entre Descontos Racional e Comercial TIPO 1 • Mesmos: i ,n • Econtrar:

TIPO 1

e Relações entre Descontos Racional e Comercial TIPO 1 • Mesmos: i ,n • Econtrar: Dc,

• Mesmos: i ,n • Econtrar: Dc, Dr ou Pc, Pr

• Mesmos: i ,n • Econtrar: Dc, Dr ou Pc, Pr
TIPO 1 • Mesmos: i ,n • Econtrar: Dc, Dr ou Pc, Pr Dc = Dr
TIPO 1 • Mesmos: i ,n • Econtrar: Dc, Dr ou Pc, Pr Dc = Dr
TIPO 1 • Mesmos: i ,n • Econtrar: Dc, Dr ou Pc, Pr Dc = Dr
TIPO 1 • Mesmos: i ,n • Econtrar: Dc, Dr ou Pc, Pr Dc = Dr
TIPO 1 • Mesmos: i ,n • Econtrar: Dc, Dr ou Pc, Pr Dc = Dr
TIPO 1 • Mesmos: i ,n • Econtrar: Dc, Dr ou Pc, Pr Dc = Dr

Dc = Dr x (1 + i.n)

TIPO 1 • Mesmos: i ,n • Econtrar: Dc, Dr ou Pc, Pr Dc = Dr

F =

Dc . Dr / (Dc - Dr)

TIPO 1 • Mesmos: i ,n • Econtrar: Dc, Dr ou Pc, Pr Dc = Dr

Dc > Dr

e Relações entre Descontos Racional e Comercial TIPO 2 • Mesmos: (D ou P) e
e
Relações entre Descontos
Racional e Comercial
TIPO 2
Mesmos: (D ou P) e n
Econtrar: Taxas
equivalentes (ic ou ir)
1/i c – 1/i r = n
IEMP GOVERNO
e Relações entre Descontos Racional e Comercial TIPO 3 • Mesmos: (D ou P) e
e
Relações entre Descontos
Racional e Comercial
TIPO 3
Mesmos: (D ou P) e taxa(i)
Econtrar: tempos (n c e n r )
1/n c – 1/n r = i
IEMP GOVERNO

IEMP GOVERNO

IEMP GOVERNO Dc Dc = = e Aplicação – Tipo 1 8,13 P 130 x 0,1
IEMP GOVERNO Dc Dc = = e Aplicação – Tipo 1 8,13 P 130 x 0,1
IEMP GOVERNO Dc Dc = = e Aplicação – Tipo 1 8,13 P 130 x 0,1
IEMP GOVERNO Dc Dc = = e Aplicação – Tipo 1 8,13 P 130 x 0,1

Dc

Dc

IEMP GOVERNO Dc Dc = = e Aplicação – Tipo 1 8,13 P 130 x 0,1
IEMP GOVERNO Dc Dc = = e Aplicação – Tipo 1 8,13 P 130 x 0,1
IEMP GOVERNO Dc Dc = = e Aplicação – Tipo 1 8,13 P 130 x 0,1
IEMP GOVERNO Dc Dc = = e Aplicação – Tipo 1 8,13 P 130 x 0,1

=

=

IEMP GOVERNO Dc Dc = = e Aplicação – Tipo 1 8,13 P 130 x 0,1
IEMP GOVERNO Dc Dc = = e Aplicação – Tipo 1 8,13 P 130 x 0,1
e
e

Aplicação – Tipo 1

8,13
8,13
8,13
8,13
8,13
8,13

8,13

8,13
8,13
8,13
8,13

P

IEMP GOVERNO Dc Dc = = e Aplicação – Tipo 1 8,13 P 130 x 0,1

130 x 0,1 x 3

39

i=10% a.m. n = 3 meses
i=10% a.m.
n = 3 meses
– Tipo 1 8,13 P 130 x 0,1 x 3 39 i=10% a.m. n = 3
– Tipo 1 8,13 P 130 x 0,1 x 3 39 i=10% a.m. n = 3
– Tipo 1 8,13 P 130 x 0,1 x 3 39 i=10% a.m. n = 3

130

Tipo 1 8,13 P 130 x 0,1 x 3 39 i=10% a.m. n = 3 meses
Tipo 1 8,13 P 130 x 0,1 x 3 39 i=10% a.m. n = 3 meses

39=30.(1+ 0,1 x 3)

8,13 P 130 x 0,1 x 3 39 i=10% a.m. n = 3 meses 130 39=30.(1+
8,13 P 130 x 0,1 x 3 39 i=10% a.m. n = 3 meses 130 39=30.(1+

Dc = Dr x (1 + i.n)

8,13 P 130 x 0,1 x 3 39 i=10% a.m. n = 3 meses 130 39=30.(1+
8,13 P 130 x 0,1 x 3 39 i=10% a.m. n = 3 meses 130 39=30.(1+
8,13 P 130 x 0,1 x 3 39 i=10% a.m. n = 3 meses 130 39=30.(1+
8,13 P 130 x 0,1 x 3 39 i=10% a.m. n = 3 meses 130 39=30.(1+

Pr = 130 / (1+0,1 x 3)

8,13 P 130 x 0,1 x 3 39 i=10% a.m. n = 3 meses 130 39=30.(1+
8,13 P 130 x 0,1 x 3 39 i=10% a.m. n = 3 meses 130 39=30.(1+

Dr = 30

8,13 P 130 x 0,1 x 3 39 i=10% a.m. n = 3 meses 130 39=30.(1+
8,13 P 130 x 0,1 x 3 39 i=10% a.m. n = 3 meses 130 39=30.(1+
8,13 P 130 x 0,1 x 3 39 i=10% a.m. n = 3 meses 130 39=30.(1+
8,13 P 130 x 0,1 x 3 39 i=10% a.m. n = 3 meses 130 39=30.(1+
e Aplicação Tipo 2 14 P F ic=10% a.m. n = 3 meses 1/0,1 –
e
Aplicação Tipo 2
14
P
F
ic=10% a.m.
n = 3 meses
1/0,1 – 1/ir = 3
1/ir = 10 – 3 = 7
ir = 1/7 = 0,143 = 14,3%
ic < ir
IEMP GOVERNO
IEMP GOVERNO e Relações entre Descontos Racional e Comercial P F i=10% a.m. n c
IEMP GOVERNO
e
Relações entre Descontos
Racional e Comercial
P
F
i=10% a.m.
n c = 5 meses
1/5 – 1/n r = 0,1
1/n = 1/5 – 1/10 = 0,1
n = 1/0,1 = 10 meses
n c < n r

IEMP GOVERNO

IEMP GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de
IEMP GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de
IEMP GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de
IEMP GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de
IEMP GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de
IEMP GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de
IEMP GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de
IEMP GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de
IEMP GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de
IEMP GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de
IEMP GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de
IEMP GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de
IEMP GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de
IEMP GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de
IEMP GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de
IEMP GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de
IEMP GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de
e
e

EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES)

IEMP GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de
IEMP GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de
IEMP GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de
IEMP GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de
IEMP GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de
IEMP GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de
IEMP GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de
IEMP GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de
IEMP GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de
IEMP GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de
IEMP GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de

Aplicação 1:

GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de R$
GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de R$
GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de R$
GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de R$
GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de R$
GOVERNO e EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS (SIMPLES) Aplicação 1: Paulo deve a Luciana o valor de R$

Paulo deve a Luciana o valor de R$ 1.000 (cheque com vencimento para 2 meses). Quer adiar por mais um mês a dívida. Luciana aceita, desde que troque o cheque por outro, de R$ 1.100. Qual a taxa de juros simples cobrada?

um mês a dívida. Luciana aceita, desde que troque o cheque por outro, de R$ 1.100.
um mês a dívida. Luciana aceita, desde que troque o cheque por outro, de R$ 1.100.
um mês a dívida. Luciana aceita, desde que troque o cheque por outro, de R$ 1.100.
um mês a dívida. Luciana aceita, desde que troque o cheque por outro, de R$ 1.100.
um mês a dívida. Luciana aceita, desde que troque o cheque por outro, de R$ 1.100.

IEMP GOVERNO

IEMP GOVERNO e Algumas dicas importantes Em juros simples, sempre se deve determinar a data focal.
IEMP GOVERNO e Algumas dicas importantes Em juros simples, sempre se deve determinar a data focal.
IEMP GOVERNO e Algumas dicas importantes Em juros simples, sempre se deve determinar a data focal.
IEMP GOVERNO e Algumas dicas importantes Em juros simples, sempre se deve determinar a data focal.
IEMP GOVERNO e Algumas dicas importantes Em juros simples, sempre se deve determinar a data focal.
IEMP GOVERNO e Algumas dicas importantes Em juros simples, sempre se deve determinar a data focal.
IEMP GOVERNO e Algumas dicas importantes Em juros simples, sempre se deve determinar a data focal.
IEMP GOVERNO e Algumas dicas importantes Em juros simples, sempre se deve determinar a data focal.
e
e

Algumas dicas importantes

IEMP GOVERNO e Algumas dicas importantes Em juros simples, sempre se deve determinar a data focal.
IEMP GOVERNO e Algumas dicas importantes Em juros simples, sempre se deve determinar a data focal.
IEMP GOVERNO e Algumas dicas importantes Em juros simples, sempre se deve determinar a data focal.
IEMP GOVERNO e Algumas dicas importantes Em juros simples, sempre se deve determinar a data focal.
IEMP GOVERNO e Algumas dicas importantes Em juros simples, sempre se deve determinar a data focal.
IEMP GOVERNO e Algumas dicas importantes Em juros simples, sempre se deve determinar a data focal.
IEMP GOVERNO e Algumas dicas importantes Em juros simples, sempre se deve determinar a data focal.
IEMP GOVERNO e Algumas dicas importantes Em juros simples, sempre se deve determinar a data focal.
IEMP GOVERNO e Algumas dicas importantes Em juros simples, sempre se deve determinar a data focal.
IEMP GOVERNO e Algumas dicas importantes Em juros simples, sempre se deve determinar a data focal.
IEMP GOVERNO e Algumas dicas importantes Em juros simples, sempre se deve determinar a data focal.

Em juros simples, sempre se deve determinar a data focal. Cada data focal dá um resultado diferente. Se nada se disser, deve-se considerar o tempo zero como a data focal. Para voltar o valor no tempo, deve-se usar desconto racional, salvo se o problema especificar. Taxas de juros e de desconto são iguais, salvo disposição em contrário.

racional, salvo se o problema especificar. Taxas de juros e de desconto são iguais, salvo disposição
racional, salvo se o problema especificar. Taxas de juros e de desconto são iguais, salvo disposição
racional, salvo se o problema especificar. Taxas de juros e de desconto são iguais, salvo disposição
racional, salvo se o problema especificar. Taxas de juros e de desconto são iguais, salvo disposição
racional, salvo se o problema especificar. Taxas de juros e de desconto são iguais, salvo disposição
racional, salvo se o problema especificar. Taxas de juros e de desconto são iguais, salvo disposição
racional, salvo se o problema especificar. Taxas de juros e de desconto são iguais, salvo disposição
racional, salvo se o problema especificar. Taxas de juros e de desconto são iguais, salvo disposição
racional, salvo se o problema especificar. Taxas de juros e de desconto são iguais, salvo disposição
racional, salvo se o problema especificar. Taxas de juros e de desconto são iguais, salvo disposição
racional, salvo se o problema especificar. Taxas de juros e de desconto são iguais, salvo disposição
racional, salvo se o problema especificar. Taxas de juros e de desconto são iguais, salvo disposição

IEMP GOVERNO

IEMP GOVERNO e Aplicação 3 24 Um indivíduo deve dois títulos a um banco: 37.000 (em
IEMP GOVERNO e Aplicação 3 24 Um indivíduo deve dois títulos a um banco: 37.000 (em
IEMP GOVERNO e Aplicação 3 24 Um indivíduo deve dois títulos a um banco: 37.000 (em
IEMP GOVERNO e Aplicação 3 24 Um indivíduo deve dois títulos a um banco: 37.000 (em
IEMP GOVERNO e Aplicação 3 24 Um indivíduo deve dois títulos a um banco: 37.000 (em
IEMP GOVERNO e Aplicação 3 24 Um indivíduo deve dois títulos a um banco: 37.000 (em
IEMP GOVERNO e Aplicação 3 24 Um indivíduo deve dois títulos a um banco: 37.000 (em
IEMP GOVERNO e Aplicação 3 24 Um indivíduo deve dois títulos a um banco: 37.000 (em
IEMP GOVERNO e Aplicação 3 24 Um indivíduo deve dois títulos a um banco: 37.000 (em
IEMP GOVERNO e Aplicação 3 24 Um indivíduo deve dois títulos a um banco: 37.000 (em
e
e
Aplicação 3 24
Aplicação 3 24

Aplicação 3

Aplicação 3 24
Aplicação 3 24

24

24

Um indivíduo deve dois títulos a um banco: 37.000 (em 8 meses) e 49.800 (em 11 meses). Se quiser quitar essa dívida daqui a dois meses, que valor deverá pagar, se a taxa de juros simples é de 6% ao mês (usando-se o critério racional).

daqui a dois meses, que valor deverá pagar, se a taxa de juros simples é de
daqui a dois meses, que valor deverá pagar, se a taxa de juros simples é de
daqui a dois meses, que valor deverá pagar, se a taxa de juros simples é de
daqui a dois meses, que valor deverá pagar, se a taxa de juros simples é de
daqui a dois meses, que valor deverá pagar, se a taxa de juros simples é de
daqui a dois meses, que valor deverá pagar, se a taxa de juros simples é de

IEMP GOVERNO

IEMP GOVERNO e Equivalência de Capitais Para verificar a equivalência entre duas quantias ou dois conjuntos
IEMP GOVERNO e Equivalência de Capitais Para verificar a equivalência entre duas quantias ou dois conjuntos
IEMP GOVERNO e Equivalência de Capitais Para verificar a equivalência entre duas quantias ou dois conjuntos
IEMP GOVERNO e Equivalência de Capitais Para verificar a equivalência entre duas quantias ou dois conjuntos
IEMP GOVERNO e Equivalência de Capitais Para verificar a equivalência entre duas quantias ou dois conjuntos
IEMP GOVERNO e Equivalência de Capitais Para verificar a equivalência entre duas quantias ou dois conjuntos
IEMP GOVERNO e Equivalência de Capitais Para verificar a equivalência entre duas quantias ou dois conjuntos
IEMP GOVERNO e Equivalência de Capitais Para verificar a equivalência entre duas quantias ou dois conjuntos
IEMP GOVERNO e Equivalência de Capitais Para verificar a equivalência entre duas quantias ou dois conjuntos
IEMP GOVERNO e Equivalência de Capitais Para verificar a equivalência entre duas quantias ou dois conjuntos
e
e

Equivalência de Capitais

IEMP GOVERNO e Equivalência de Capitais Para verificar a equivalência entre duas quantias ou dois conjuntos
IEMP GOVERNO e Equivalência de Capitais Para verificar a equivalência entre duas quantias ou dois conjuntos
IEMP GOVERNO e Equivalência de Capitais Para verificar a equivalência entre duas quantias ou dois conjuntos
IEMP GOVERNO e Equivalência de Capitais Para verificar a equivalência entre duas quantias ou dois conjuntos
IEMP GOVERNO e Equivalência de Capitais Para verificar a equivalência entre duas quantias ou dois conjuntos
IEMP GOVERNO e Equivalência de Capitais Para verificar a equivalência entre duas quantias ou dois conjuntos
IEMP GOVERNO e Equivalência de Capitais Para verificar a equivalência entre duas quantias ou dois conjuntos
IEMP GOVERNO e Equivalência de Capitais Para verificar a equivalência entre duas quantias ou dois conjuntos
IEMP GOVERNO e Equivalência de Capitais Para verificar a equivalência entre duas quantias ou dois conjuntos
IEMP GOVERNO e Equivalência de Capitais Para verificar a equivalência entre duas quantias ou dois conjuntos
IEMP GOVERNO e Equivalência de Capitais Para verificar a equivalência entre duas quantias ou dois conjuntos

Para verificar a equivalência entre duas quantias ou dois conjuntos de valores, devemos compará-los em um mesmo momento no tempo (data focal).

compará-los em um mesmo momento no tempo (data focal). Devemos capitalizar todos os valores anteriores a
compará-los em um mesmo momento no tempo (data focal). Devemos capitalizar todos os valores anteriores a
compará-los em um mesmo momento no tempo (data focal). Devemos capitalizar todos os valores anteriores a
compará-los em um mesmo momento no tempo (data focal). Devemos capitalizar todos os valores anteriores a
compará-los em um mesmo momento no tempo (data focal). Devemos capitalizar todos os valores anteriores a
compará-los em um mesmo momento no tempo (data focal). Devemos capitalizar todos os valores anteriores a

Devemos capitalizar todos os valores anteriores a essa data e descontar todos os valores posteriores. Se queremos que o conjunto branco seja equivalente ao preto, temos que capitalizar A e B, e descontar C, D e E.

ao preto, temos que capitalizar A e B, e descontar C, D e E. Aí poderemos
ao preto, temos que capitalizar A e B, e descontar C, D e E. Aí poderemos
ao preto, temos que capitalizar A e B, e descontar C, D e E. Aí poderemos
ao preto, temos que capitalizar A e B, e descontar C, D e E. Aí poderemos
ao preto, temos que capitalizar A e B, e descontar C, D e E. Aí poderemos
ao preto, temos que capitalizar A e B, e descontar C, D e E. Aí poderemos

Aí poderemos fazer

capitalizar A e B, e descontar C, D e E. Aí poderemos fazer A' + C'
capitalizar A e B, e descontar C, D e E. Aí poderemos fazer A' + C'

A' + C' = B' + D' + E'.

Aí poderemos fazer A' + C' = B' + D' + E'.        
Aí poderemos fazer A' + C' = B' + D' + E'.        
Aí poderemos fazer A' + C' = B' + D' + E'.        
Aí poderemos fazer A' + C' = B' + D' + E'.        
Aí poderemos fazer A' + C' = B' + D' + E'.        
   
   

A

B

C

D

 

E

Aplicação 2 e João deve R$ 190.000,00 a um banco, vencendo em 30 dias. Pede

Aplicação 2

e
e
Aplicação 2 e João deve R$ 190.000,00 a um banco, vencendo em 30 dias. Pede prorrogação
Aplicação 2 e João deve R$ 190.000,00 a um banco, vencendo em 30 dias. Pede prorrogação
Aplicação 2 e João deve R$ 190.000,00 a um banco, vencendo em 30 dias. Pede prorrogação
Aplicação 2 e João deve R$ 190.000,00 a um banco, vencendo em 30 dias. Pede prorrogação
Aplicação 2 e João deve R$ 190.000,00 a um banco, vencendo em 30 dias. Pede prorrogação
Aplicação 2 e João deve R$ 190.000,00 a um banco, vencendo em 30 dias. Pede prorrogação
Aplicação 2 e João deve R$ 190.000,00 a um banco, vencendo em 30 dias. Pede prorrogação
Aplicação 2 e João deve R$ 190.000,00 a um banco, vencendo em 30 dias. Pede prorrogação
Aplicação 2 e João deve R$ 190.000,00 a um banco, vencendo em 30 dias. Pede prorrogação
Aplicação 2 e João deve R$ 190.000,00 a um banco, vencendo em 30 dias. Pede prorrogação

João deve R$ 190.000,00 a um banco, vencendo em 30 dias. Pede prorrogação por mais 90 dias. Se a data focal é a data zero, e a taxa de desconto comercial simples é de 72% ao ano, qual o valor do novo título?

Se a data focal é a data zero, e a taxa de desconto comercial simples é
Se a data focal é a data zero, e a taxa de desconto comercial simples é
Se a data focal é a data zero, e a taxa de desconto comercial simples é
Se a data focal é a data zero, e a taxa de desconto comercial simples é
Se a data focal é a data zero, e a taxa de desconto comercial simples é
Se a data focal é a data zero, e a taxa de desconto comercial simples é
Se a data focal é a data zero, e a taxa de desconto comercial simples é
Se a data focal é a data zero, e a taxa de desconto comercial simples é