Sie sind auf Seite 1von 5

Modelos de Atestado

Modelo I
ATESTADO
Atesto, para os devidos fins, que o Sr. (Nome do solicitante) encontra-se
em acompanhamento psicolgico para tratar de sintomas compatveis
com CID V.6281. -------Nome da cidade, dia, ms, ano,
Nome do Profissional
N de inscrio no CRP

Modelo II
ATESTADO
Atesto, para fins de comprovao junto a (nome a quem se destina), que
o Sr. (Nome do Solicitante), apresenta sintomas relativos a angstia,
insnia, ansiedade e irritabilidade, necessitando, no momento, de 3 (trs)
dias de afastamento de suas atividades laborais para acompanhamento
...* (ou para repouso, ou indicar a razo). ----------------------------Cidade, dia, ms, ano
Nome do psiclogo
N de inscrio no CRP
Obs.: A finalidade indicar a informao a ser prestada e/ou pedido. Entretanto, a
estruturao obedecer sempre esta configurao de simplicidade, clareza e conciso.

Modelos de Declarao
Modelo I
DECLARAO
Declaro, para os fins que se fizeram necessrios, que o Sr. (Nome do
Solicitante) faz acompanhamento psicolgico no (ambulatrio ou
consultrio), desde janeiro de 2001, sob meus cuidados profissionais.------Cidade, dia, ms, ano
Nome completo do psiclogo
N de inscrio no CRP

Modelo II
DECLARAO
Declaro, para fins de comprovao, que o Sr. (Nome do solicitante),
est sendo submetido a acompanhamento psicolgico, sob meus
cuidados profissionais, comparecendo s sesses todas s quintasfeiras, no horrio das 17:00 h.------------------------------------Cidade, dia, ms, ano
Nome completo do profissional
N de inscrio no CRP

Modelo de Parecer

Modelo I
PARECER
PARECERISTA:
SOLICITANTE:
ASSUNTO:
I. EXPOSIO DE MOTIVOS
(Relato da exposio dos fatos que envolvem a questoproblema nesse exemplo sobre "Avaliao Psicolgica")
II. DISCUSSO
O psiclogo pode restringir-se anlise da pea Avaliao Psicolgica
constante nos autos, realizando uma vistoria, verificando a existncia ou no
de falhas tcnicas ou ticas, valendo-se de princpios cientficos, do cdigo de
tica e Resolues que tratam do assunto, para sua argumentao
fundamentada.
O psiclogo pode recorrer ao que consenso na prtica profissional, alm
de estudos a respeito da interferncia negativa do envolvimento afetivo no
trabalho do psiclogo.
Outra opo seguir os quesitos apresentados pelo requerente.
Cidade tal, data, ms, ano
Nome do Psiclogo