You are on page 1of 1

Obtl aceita e rende homenagem ao poder de gestao da mulher:

knl o! knl fobirin o!


E abirin lo bi wa, o kawa t denia
(Ajoelhemo-nos, ajoelhemo-nos diante da mulher)!
(A mulher nos pos no mundo, permitindo nossa existncia como seres humanos).
ya-mi conhece todos os lugares secretos que contm gn, or etc e que Obtl no tem
acesso. Reinterpretando, ya-mi contm todos os pssaros-filhos (= vulos = ovo), ainda no
renascidos, lugar onde Obtl ainda no penetrou (relao sexual).
Quando est sob o poder de ya-mi (me ancestral) gn no tem rosto, no v e no fala.
Obtal lhe confere individualidade, dando-lhe um rosto (wn), pea de rede, por onde ele
poder ver e falar. gn fala com uma voz peculiar, denominada sgi, na Bahia. Tem um k (som
ou exclamao) que o distingue.
No Brasil existem cultos a Egngn. fundados por africanos, no primeiro tero do sculo XIX,
sendo sua primeira referncia escrita datada de 1896. So eles: