You are on page 1of 4

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPIRITO SANTO - UFES

CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E ECONÔMICAS - CCJE


DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

01 – Coloque F quando falsa e V quando verdadeira:


a)( ) a classificação dos estoques no balanço patrimonial, independem do ciclo operacional
da empresa, pois todos devem ser classificados no ativo circulante.
b)( ) o ciclo operacional varia de empresa para empresa.
c)( ) em uma empresa que o ciclo operacional é de treze meses, os estoque são
contabilizados no longo prazo, pois o referido ciclo é superior a doze meses.
d)( ) a formula que determina o custo das mercadorias vendidas é : estoque final – estoques
inicial + compras.
e)( ) a mercadorias não vendidas fazem parte dos custos das mercadorias vendidas.

02 – Sendo estoque inicial 200; compras no período 300; estoque final apurado 250,00.
Podemos afirmar que o custo das mercadorias vendidas foi de :
a) 200
b) 250
c) 300
d) 500
e) 750

03 – Em uma indústria o custo dos produtos vendidos é representado pela formula:


a) estoque inicial + compras – estoque final;
b) estoque inicial + compras – gastos gerais de fabricação – vendas;
c) estoque inicial + compras + gastos gerais de fabricação – estoque final;
d) estoque inicial + compras + custos de fabricação – estoque final;
e) estoque inicial + compras + custos gerais de fabricação + estoque final.

04 – Basicamente a DRE de uma empresa comercial é composta de três partes:


a) receitas; custos das mercadorias vendidas e despesas operacionais;
b) custos dos produtos vendidos; custos das mercadorias vendidas e receitas;
c) receitas; custos das mercadorias vendidas e despesas administrativas;
d) receitas; gastos gerais de fabricação e custos das mercadorias vendidas;
e) receitas; custos das mercadorias vendidas; gastos gerais de fabricação e despesas
operacionais.

05 - Determinada empresa realizou as seguintes operações: vendas 300.000; compras


125.000; nos inventários detectou estoque final na ordem de 50.000 e o estoque inicial era
de 50.000. O lucro bruto foi de :
a) 100.000
b) 125.000
c) 175.000
d) 225.000
e) 300.000

06 – Quando o estoque final é superavaliado, o lucro da empresa aumenta.


a) certo b) errado

07 – O processo de verificação de existência de mercadorias, materiais, produtos etc., efetuado


por uma empresa, denomina-se:
a) inventário periódico;
b) inventário permanente;
c) inventário;
d) inventário rotativo;
e) demonstração de resultados do exercício.

08 – Periódicos e permanentes, são tipos de :


a) balanços;
b) demonstração de resultados;
c) modalidades de compras;
d) critérios de vendas;
e) inventários.

09 – A empresa J. Junior Ltda tinha estoque em 01.01.98 na ordem de R$ 300.000. Efetuou


compras no mês de janeiro na ordem de R$ 600.000. Efetuou vendas no dia 30 de janeiro no
valor total de R$ 700.000 . Seu estoque inventariado em 31 de janeiro de 1998, foi na ordem
de R$ 500.000
Podemos afirmar que, respectivamente o custo das mercadorias à disposição e o custo das
mercadorias vendidas foram:
a) 600.000 e 700.000
b) 300.000 e 600.000
c) 900.000 e 400.000
d) 600.000 e 500.000

10 – Em relação a questão 09, podemos afirmar que o Resultado com mercadorias foi de :
a) 300.000
b) 400.000
c) 500.000
d) 600.000
e) 700.000

11 – Coloque CI aos custos que integram as mercadorias, serviços ou produtos vendidas e CN


aos que não integram:
a)( ) ICMS em uma empresa comercial;
a)( )IPI em uma empresa comercial;
c)( )CMS em uma empresa industrial;
d)( ) ICMS em uma empresa prestadora de serviços;
e)( ) fretes e carretos;
f))( ) descontos comerciais, abatimentos e devoluções;
g)( ) descontos financeiros concedidos em função do prazo de pagamento;
h)( ) IPI em uma empresa industrial;
i) ( ) ISS em uma empresa comercial;
j)( ) ISS em uma empresa industrial;
l)( ) embalagens em uma empresa industrial;
m) ) seguros sobre as mercadorias adquiridas para industrialização ou venda;
n)( ) aluguel do depósito de uma empresa comercial;
o)( ) despesas de depreciações veículos de entregas de uma empresa comercial;
p)( ) salários dos empregados do setor de vendas;
q)( ) despesas de energia elétrica do galpão industrial;

12 – Enumere a primeira coluna com a Segunda:


1 Custo específico O estoque fica valorizado pelo preço médio ponderado
2 PEPS O estoque fica valorizado pelas primeiras entradas
remanescentes
3 UEPS O estoque fica valorizado pelas últimas entradas
remanescentes
4 Médio O estoque fica valorizado pelo custo específico

13 – Está intimamente ligado a convenção do “conservadorismo”:


a) custo de reposição; b) custo ou mercado, o menor;
c) custo ou mercado, o maior; d) regime de inventário periódico;
e) regime de inventário permanente.

14 – Numa economia inflacionária é recomendável sobrecarregar os estoques?


Resposta: A principio parece o melhor caminho, no entanto, na prática não predomina esta
filosofia. A imobilização de recursos financeiros para estocagem deverá ser feita com bastantes
critérios, pois se ganha na compra de mercadorias que tem aumentos sucessivos e perde-se
no custo do dinheiro, muitas vezes pagando encargos financeiros maiores que os ganhos nos
estoques armazenados.

16 – Enumere a primeira coluna com a Segunda:


1 Preço específico Impostos de renda não aceita, porém satisfatório(*)
2 PEPS ou FIFO Imp. Renda aceita, porém inadequado (*)
3 UEPS ou LIFO Imp. Renda aceita, porém pouquíssimo usado(*)
4 Preço Médio Imp. Não aceita, porém o mais adequado (*)
5 Reposição ou NIFO Imp. Renda aceita, porém inadequado (*)
Preço corrente de mercado para repor o estoque
A média ponderada de diversas compras
O último que entra o primeiro que sai
O primeiro que entra, o primeiro que sai
Controle por unidade
Lucro histórico real
Normalmente, dá lucro maior
Normalmente o lucro é menor que o PEPS e PM
Normalmente o lucro é entre o UEPS e PEPS
Normalmente, dá menor lucro
Estoque valorizado pelo preço corrente de mercado
Valorizado pelo preço médio de mercado
Valorizado pelas primeiras entradas remanescentes
Valorizado pelas últimas entradas remanescentes
Valorizados a custo específico
(*) para fins gerenciais.

17 – Se o estoque final foi superavaliado, o lucro da empresa:


a) permanecerá o mesmo;
b) será aumentado;
c) será diminuído;
d) é imprevisível;
e) será negativo (prejuízo).

18 – Como regime de inventários, temos:


a) específicos;
b) permanente e periódico;
c) quantitativo e qualitativo;
d) LIFO, FIFO e preço médio;
e) PEPS, LIFO e FIFO.

19 – Para o comércio que irá recuperar o ICMS, podemos dizer que :


a) o IPI é custo; b) o IPI não é custo; c) o ICMS é custo;
d) o IPI normalmente é recuperado; e) o IPI e o ISS não são custos.

20 – O inventário periódico, é comum em :


a) supermercados; b) revendedoras de veículos; c) revendedoras de iates;
d) comércio de eletrodomésticos; e) revendedoras de motos.

21 – Em termos de critérios de atribuição de preços aos estoques, podemos dizer:


a) o FIFO não é permitido pela legislação;
b) o LIFO não é recomendável em época inflacionária;
c) o preço médio se adequa ao controle permanente;
d) o NIFO é aceito pela nossa legislação
e) todas as afirmativas estão corretas.

22 – No que tange ao valor do estoque:


a) custo específico : o estoque fica valorizado pelo preço médio;
b) PEPS : o estoque fica valorizado pelas primeiras entradas remanescentes;
c) UEPS : o estoque fica valorizado pelas últimas entradas remanescentes;
d) Médio : o estoque fica valorizado pelo preço médio ponderado;
e) NIFO : o estoque fica valorizado pelo custo específico.

23 – A avaliação de estoque a custo de reposição, é conhecida por :


a) FIFO; b) LIFO; c) NIFO; d) Preço médio; e) UEPS.

24 – “Custo ou Mercado, o Menor”, está ligado a (ao):


a) Objetividade; b) Materialidade; c) Consistência;
d) Conservadorismo; e) Prudência.

25 – Para tomada de decisão, recomenda-se como critério de avaliação de estoque:


a) custo histórico; b) custo histórico corrigido; c) custo de reposição;
d) custo histórico médio; e) custo médio.

FIM.