You are on page 1of 23

COLÉGIO PEDRO II

SECRETARIA DE ENSINO
CONCURSO PARA PROFESSORES DO MAGISTÉRIO DO
ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO
˜ 2008 ˜

PROVA PRELIMINAR DE SOCIOLOGIA

Antes de iniciar a prova, leia atentamente as seguintes instruções:

• Esta prova contém 50 (cinqüenta) questões. Verifique se este caderno de questões está
completo.

• A prova terá a duração máxima de 03 (três) horas.

• O candidato somente poderá retirar-se da sala onde se realiza a prova após decorridos 60
(sessenta) minutos do início da mesma.

• A interpretação dos enunciados faz parte da aferição de conhecimentos e da avaliação, não


cabendo, portanto, esclarecimentos adicionais durante a realização da prova.

• Os três últimos candidatos, ao entregarem suas provas, permanecerão em sala como


testemunhas do encerramento dos trabalhos a cargo do fiscal da sala.

• O fiscal lhe entregará o Cartão Resposta, com seus dados nele impressos. Verifique se
estão corretos e, em caso de dúvida, dirija-se ao fiscal.

• As respostas das questões deverão ser assinaladas no Cartão Resposta, obrigatoriamente


com caneta esferográfica de tinta azul escura ou preta.

• Somente serão consideradas as respostas assinaladas no Cartão Resposta.

• Qualquer tipo de rasura, marcação de mais de um item de resposta ou uso de corretivo no


Cartão Resposta invalidará a(s) questão(ões).

• Em nenhuma hipótese, o Cartão Resposta poderá ser substituído.

• Ao término da prova, entregue ao fiscal este caderno de questões e o Cartão Resposta.


Caso já tenham decorrido duas horas do início da prova, o caderno de questões poderá ser
levado pelo candidato.

• Será eliminado deste Concurso Público o candidato que:

a) usar, durante a realização da prova, máquina de calcular, rádios, gravadores, fones


de ouvido, telefones celulares, pagers, equipamentos eletrônicos ou fontes de
consulta/comunicação de qualquer espécie;

b) ausentar-se da sala sem assinar, diante do fiscal, a lista de presença.

AGUARDE AUTORIZAÇÃO PARA COMEÇAR A RESPONDER ÀS QUESTÕES.


COLÉGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2008
PROVA PRELIMINAR - SOCIOLOGIA

Questão 01
Em sua busca pela verità effettuale (verdade efetiva), Maquiavel estuda os grandes acontecimentos
do passado e reavalia-os à luz de suas próprias experiências, como intelectual e homem público.
Assim, por exemplo, chega à conclusão que, em todo lugar, em todos os tempos, “os homens são,
em geral, ingratos, volúveis, dissimulados, covardes e ambiciosos, estão todos contigo, oferecem-te
sangue, bens, vida, filhos como antes disse, desde que estejas longe de necessitares de tudo isso.
Quando, porém, a necessidade se aproxima, voltam-se para outra parte. E o príncipe, se apenas
confiou inteiramente em palavras, e não tomou outras precauções, está arruinado.” (MAQUIAVEL, N.
O Príncipe, São Paulo: Hemus, 1977, p. 94).
Considerando o trecho acima, assinale a alternativa que melhor expressa a visão metodológica do
autor.
A) O idealismo platônico, expresso por uma caracterização subjetiva da natureza humana.
B) A dialética aristotélica, devidamente expressa pela contradição entre as palavras e as ações
humanas.
C) A metafísica, consignada, dentre outros, por S. Tomás de Aquino.
D) A abordagem histórica, substituindo o dever ser pelo ser.

Questão 02
“O direito de natureza, a que os autores geralmente chamam jus naturale, é a liberdade que cada
homem possui de usar seu próprio poder, da maneira que quiser, para a preservação de sua própria
natureza, ou seja, de sua vida; e conseqüentemente de fazer tudo aquilo que seu próprio julgamento
e razão lhe indiquem como meios adequados a esse fim.” (HOBBES, T. Leviatã, São Paulo: Nova
Cultural, [s.d.], p. 78).
De fato, no âmbito do pensamento hobbesiano, o “estado de natureza”, no qual vigora o “direito de
natureza”, é um estado de guerra. Essa guerra generalizada é intrínseca à própria natureza racional
do homem e tem como suas principais causas:
A) Competição/ Desconfiança/ Glória
B) Igualdade/ Liberdade/ Fraternidade
C) Alienação/ Exploração/ Dependência
D) Generalidade/ Exterioridade/ Coercitividade

Questão 03
Juntamente com Hobbes, Locke é um dos grandes expoentes da teoria dos direitos naturais, também
denominada jusnaturalismo. Ao contrário de Hobbes, no entanto, para quem o “estado de natureza”
era necessariamente um “estado de guerra”, de todos contra todos, para Locke:
A) o “estado de natureza” era um uma situação real e historicamente determinada, de caráter
pré-social e pré-político, caracterizado pela adequada vigência da liberdade e da igualdade.
B) tratava-se de um estado (condição) historicamente determinado, típico das sociedades
primitivas, tais como os indígenas das Américas e os povos negros da África. Da observação
desses povos, o autor extrai o mito do “bom selvagem”.
C) o “estado de natureza” era um uma condição hipotética e racional, sem objetiva
correspondência histórica, de caráter pré-social e pré-político, caracterizado pela adequada
vigência da liberdade, da igualdade e da fraternidade.
D) o “estado de natureza” era uma condição real, com correspondência histórica, mas que só era
capaz de prosperar onde a cultura comunitária estivesse calcada nos princípios da liberdade, da
igualdade e da fraternidade.
COLÉGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2008
PROVA PRELIMINAR - SOCIOLOGIA

Questão 04
“Os pensadores políticos que precedem Montesquieu (e Rousseau, que o sucede) são teóricos do
Contrato Social (ou do Pacto), estão fundamentalmente preocupados com a natureza do poder
político, e tendem a reduzir a questão da estabilidade do poder à sua natureza. [...]. Montesquieu
constata que o estado de sociedade comporta uma variedade imensa de formas de realização, e que
elas se acomodam mal ou bem a uma diversidade de povos, com costumes diferentes, formas de
organizar a sociedade, o comércio e o governo. Essa imensa diversidade não se explica pela
natureza do poder e deve, portanto, ser explicada. O que deve ser investigado não é portanto, a
existência de instituições propriamente políticas, mas sim a maneira como elas funcionam. Assim, ele
vai considerar duas dimensões do funcionamento político das instituições: a natureza e o princípio do
governo.” (ALBUQUERQUE, J.A.G. Montesquieu: sociedade e poder. WEFFORT, F. Os clássicos da
política. 7. ed. São Paulo: Ática, 1996, p. 116).
Considerando o trecho acima, assinale a alternativa que expressa, respectivamente, a natureza e o
princípio da república, quando democrática:
A) soberania concentrada em alguns cidadãos, distintos pelo nascimento ou pela educação/ a
moderação dos governantes
B) soberania popular/ virtude, assim compreendida como virtude cívica, ou seja, o amor à pátria
e a igual repartição dos deveres cívicos
C) o governo de um só, que deve exercê-lo sob os auspícios da lei/ sentimento de honra e o
culto das prerrogativas
D) o governo de um só, sobre as leis e conforme seus próprios desígnios/ o medo, que configura
um governo desacompanhado da legitimidade

Questão 05

“Contrariamente à filosofia alemã, que desce do céu para a terra, aqui parte-se da terra para atingir o
céu. Isto significa que não se parte daquilo que os homens dizem, imaginam e pensam nem daquilo
que são nas palavras, no pensamento na imaginação e na representação de outrem para chegar aos
homens em carne e osso; parte-se dos homens, da sua atividade real. É a partir do seu processo de
vida real que se representa o desenvolvimento dos reflexos e das repercussões ideológicas deste
processo vital. Mesmo as fantasmagorias correspondem, no cérebro humano, a sublimações
necessariamente resultantes do processo da sua vida material que pode ser observado
empiricamente e que repousa em bases materiais.” (MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. A Ideologia
Alemã. Lisboa/São Paulo: Presença/ Martins Fontes, 1980, p. 26)
Dentro do contexto da obra supracitada, Marx e Engels:
A) refutam as bases do materialismo histórico-dialético e criticam a alienação produzida pela
ideologia.
B) lançam as bases do materialismo histórico-dialético e criticam a alienação produzida pela
ideologia.
C) refutam as bases do materialismo histórico-dialético e criticam a alienação sofrida pela classe
trabalhadora.
D) lançam as bases do materialismo histórico-dialético e legitimam a alienação sofrida pela
classe trabalhadora.
COLÉGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2008
PROVA PRELIMINAR - SOCIOLOGIA

Questão 06
O Manifesto de 1848, de Marx e Engels, estipula um sentido particular para o termo burguês. A
opção que melhor expressa este conceito é:
A) Burguês é toda pessoa que, não tendo necessidade de vender sua força de trabalho para
outrem, ou seja, de exercer trabalho assalariado, ainda assim mantém um padrão
economicamente elevado.
B) Burguês é aquele que, tendo um ofício, uma profissão, e a exercendo em estabelecimento
próprio, explora a mão-de-obra dos aprendizes que, em geral, são oriundos das camadas mais
pobres da população.
C) Burguês é sinônimo de detentor do capital, de capitalista que, graças à posse de um capital
importante, faz trabalhar apreciável número de assalariados.
D) Burguês é considerado o profissional liberal, dono de alto saber técnico-científico, que atua
por conta própria, recebendo somas vultosas pelos serviços prestados.

Questão 07
“Quando uma nova ordem de fenômenos se torna objeto de ciência, tais fenômenos já se encontram
representados no espírito não apenas por meio de imagens sensíveis, mas também por certos
conceitos grosseiramente formados.” (DURKHEIM, E. As Regras do Método Sociológico, São Paulo:
Companhia Editora Nacional, 1976, p.13).
Não reconhecendo qualquer distinção entre Ciências Sociais e Ciências Naturais, para Durkheim a
primeira regra do método sociológico consiste em que:
A) fatos sociais devem ter tratamento diferenciado em relação aos fenômenos físicos e naturais.
B) não é possível analisar/ estudar cientificamente os fatos sociais, salvo os que apresentam
características anômicas.
C) os fatos sociais devem ser abordados a partir de suas especificidades político-ideológicas.
D) os fatos sociais devem ser tratados como coisas exteriores ao investigador.

Questão 08

“Uma vez que um fato social não pode ser qualificado de normal ou de anormal senão em relação a
uma espécie social determinada, o que foi dito atrás implica que um ramo da sociologia é
consagrado à constituição de tais espécies e à sua classificação.” (Adaptado de: DURKHEIM, E. As
Regras do Método Sociológico, São Paulo: Editora Nacional, 1987, p. 49-50). A despeito das
simetrias entre a Sociologia e as Ciências Naturais, Durkheim não pretende que a organização social
seja entendida como uma pedra ou uma planta. Ao contrário, o autor insiste que a sociedade
consiste, fundamentalmente, em representações coletivas, ou seja, crenças e sentimentos exteriores
ao investigador. A chave para compreensão deste dilema está no binômio:
A) Solidariedade Orgânica / Solidariedade Mecânica.
B) Ciências Humanas / Ciências Sociais.
C) Consciência Individual / Consciência Coletiva.
D) Natureza / Cultura.
COLÉGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2008
PROVA PRELIMINAR - SOCIOLOGIA

Questão 09
No âmbito da sociologia compreensiva de Max Weber, pode-se entender o Tipo Ideal como:
A) os padrões estéticos e axiológicos hegemonicamente aceitos em uma sociedade.
B) fator de inteligibilidade do real, derivado das necessidades de compreensão das ações sociais.
C) as formas conceituais perfeitas e definitivas, exatamente como postulado anteriormente por
Platão.
D) os códigos de intercomunicação subjetiva, cuja lógica é determinada pelos grandes meios de
comunicação.

Questão 10
“No estudo de qualquer problema da história universal, um filho da moderna civilização européia
sempre estará sujeito à indagação de qual a combinação de fatores a que se pode atribuir o fato de
na Civilização Ocidental, e somente na Civilização Ocidental, haverem aparecido fenômenos
culturais dotados (como queremos crer) de um desenvolvimento universal em seu valor e significado.
[...]. O mesmo ocorre com a força mais significativa de nossa vida moderna: o Capitalismo.”
(WEBER, M. Introdução. A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo, 5. ed. São Paulo: Pioneira,
1987, p. 1). Tal como firmado pelo autor, nessa obra clássica, por capitalismo se deve entender:
Tal como firmado pelo autor nessa obra clássica, por capitalismo se deve entender:
A) o sistema que se baseia na expectativa de lucro mediante a utilização formal e pacífica das
oportunidades de inserção competitiva no mercado.
B) o sistema que, com fulcro na propriedade privada dos meios de produção, baseia-se em
relações de alienação do produto do trabalho, exploração do trabalho humano e dependência de
classe.
C) o sistema de produção assinalado pelas seguintes características fundamentais: agregação de
indivíduos com vista à produção; agrupamento em larga escala de classes sociais; propriedade
privada e relações laborais de cunho contratual.
D) o sistema no qual o elemento determinante da produção é o impulso para o ganho, a ânsia do
lucro, do maior ganho monetário possível em cada ação empreendida.

Questão 11
Com relação ao processo de globalização, leia as afirmativas abaixo e, em seguida, assinale a
opção correta.
I) As correntes culturalistas da globalização, em geral, defendem que esse fenômeno
engloba diferentes aspectos da vida social, tais como a expansão de instituições
supranacionais e a universalização dos padrões culturais.
II) As vertentes economicistas da globalização postulam que esse fenômeno é um processo
histórico, presidido por um ethos liberal e burguês, que nega os princípios da democracia
liberal clássica e enfatiza o desenvolvimento técnico-produtivo, a iniciativa privada e o
crescimento dos vínculos econômicos e comerciais.
III) Alguns autores, como John Kenneth Galbraith, Paul Hirst e Grahame Thompson afirmam,
simplesmente, que a globalização não existe, ou, pelo menos, de que não se trata de um
conceito sério, mas, fundamentalmente, de uma estratégia econômica e ideológica de
penetração agressiva nos mercados periféricos, principalmente por parte dos EUA.
A) Todas as afirmativas acima estão corretas.
B) Apenas as afirmativas I e II estão corretas.
C) Todas as afirmativas acima estão incorretas.
D) Apenas as afirmativas I e III estão corretas.
COLÉGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2008
PROVA PRELIMINAR - SOCIOLOGIA

Questão 12

De acordo com o sociólogo mexicano Néstor Garcia Canclini, de 1.500 pessoas entrevistadas na
Cidade do México, 41,2 % não tinham ido ao cinema no último ano, assim como 62,5% e 89,2% não
foram ao teatro ou a concertos, respectivamente. Esse baixo índice de "uso coletivo do espaço
urbano" se contrapõe ao alto índice de consumo de divertimento doméstico. Na mesma cidade, 95%
da população vê diariamente televisão, 87% escuta rádio e 52% tem videocassete. (CANCLINI, N.
Consumidores e Cidadãos. Rio de Janeiro: UFRJ, 1996)

Identifique a única formulação que não se adequa ao pensamento do autor:

A) O processo de globalização vem sendo acompanhado de um crescente desinteresse pelo


espaço público e, conseqüentemente, pela participação política. A política passa a ser submetida
às regras do comércio e da publicidade, sendo transformada em algo que se consome e não
mais em algo de que se participa.

B) O maior acesso aos bens materiais e simbólicos, resultado do processo de abertura das
fronteiras nacionais, não vem junto a um exercício global e pleno da cidadania, porque o
processo de globalização vem sendo acompanhado de um crescente desinteresse pelo espaço
público e, conseqüentemente, pela participação política.

C) O ato de consumir envolve processos socioculturais mais amplos, onde se dá sentido e


ordem à vida social e, principalmente, onde se constroem as identidades neste mundo pós-
moderno. Isso explicaria o sentido do voto das classes subalternas que agem freqüentemente
contra seus próprios interesses, pois, ao votar, as pessoas estariam apenas consumindo mais um
produto da indústria cultural.

D) Diante da subordinação da política à mídia, os espaços tradicionais de negociação como


partidos e sindicatos estariam cada vez mais fortalecidos. A produção cultural de determinadas
localidades também se torna mais importante frente ao poderio da indústria cultural global,
notadamente norte-americana.
COLÉGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2008
PROVA PRELIMINAR - SOCIOLOGIA

Questão 13
No âmbito da relação entre globalização e neoliberalismo, os últimos anos fornecem informações
contraditórias, que alimentam debates marcados por fortes clivagens ideológicas. Assim, por
exemplo, se é verdade que “no último quarto deste século franqueou-se o acesso ao
desenvolvimento, industrialização e consumo a dezenas de milhões de chineses, coreanos, indianos,
malaios, tailandeses, indonésios, chilenos, brasileiros e argentinos e a outros grupos de menor porte
em inúmeros países” (CASTELLS, M. Fim de Milênio. São Paulo: Paz e Terra, 2002, p. 95), também
é verdade que a “crise de superprodução constitui uma agressão massiva do capital ao trabalho
assalariado. Aumentando o desemprego e o medo do desemprego, a crise tende a fazer com que os
trabalhadores aceitem as reduções (ou estagnações) dos salários reais, a aceleração dos ritmos de
produção, as perdas de conquistas em matéria de condições de trabalho e de seguridade social”
(MANDEL, E. A Crise do Capital. São Paulo: Ensaio; Campinas: Editora da Unicamp, 1990, p. 231).
No que concerne especificamente ao mundo do trabalho, assinale a alternativa correta:
A) As políticas neoliberais, aplicadas em escala global a partir dos anos 90 sob os auspícios do
“Consenso de Washington”, embora tenham permitido um longo ciclo de crescimento da
economia global, vêm resultando em decréscimo relativo da massa salarial; em precarização das
relações laborais, com o aumento das formas flexíveis de contratação e a diminuição da tutela
jurídica ao trabalho; em uma crise da representação sindical, com o enfraquecimento do
sindicalismo e o aparente esgotamento das suas estratégias de enfrentamento em face do
capital. No âmbito estritamente fabril, assiste-se ao recrudescimento da exploração do trabalho e
ao crescimento do 3º setor em detrimento da indústria e mesmo da agricultura.
B) As políticas neoliberais, conquanto tenham deslocado os eixos globais de poder, fragilizando
relativamente os Estados nacionais, estão permitindo que novas formas associativas, dentro e
fora da esfera sindical, possam compensar o esgotamento das políticas de bem-estar, nos países
centrais, e as diferentes expressões do desenvolvimentismo, nos países periféricos. Com isso,
em muitos países os trabalhadores estão, ao mesmo tempo, ampliando seus salários e
ampliando sua representação política. Exemplo notório dessa realidade é o Brasil, cujo
presidente, Luis Inácio Lula da Silva, é, em suas origens, um metalúrgico do ABC paulista.
C) Se é verdade que a globalização e o neoliberalismo tiveram efeitos devastadores sobre o
mundo do trabalho nos países periféricos, é certo que, nos países centrais, de industrialização
madura, o aumento geral da riqueza concorreu positivamente para o aumento dos salários e do
bem-estar nos segmentos laborais.
D) Como todo processo social complexo, a globalização e o neoliberalismo legam uma herança
contraditória. Assim, em um balanço preliminar de ganhos e perdas, vê-se claramente que países
como EUA, Alemanha, Índia, China, Coréia do Sul, Brasil, Chile e alguns países da África Sub-
saariana auferiram crescimento significativo nos últimos anos.

Questão 14
Durante o século XIX, a Antropologia foi notadamente marcada pelas formulações do Evolucionismo
Social. Os trabalhos de Herbert Spencer (Princípios de Biologia, 1864), E. Tylor (A Cultura Primitiva,
1871), L. Morgan (A Sociedade Antiga, 1877) E James Frazer (O Ramo de Ouro, 1890) refletiam um
esforço de sistematização do conhecimento acumulado sobre os “povos primitivos”, mas com o
predomínio do “trabalho de gabinete”. Muito embora os estudos sobre parentesco, religião e
organização social tenham permitido mudar o foco de visão, do conceito de raça para o conceito de
cultura, também serviram para:
A) defender o multiculturalismo.
B) legitimar a superioridade cultural anglo-germânica.
C) justificar o colonialismo europeu.
D) consolidar o mito do “bom selvagem”.
COLÉGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2008
PROVA PRELIMINAR - SOCIOLOGIA

Questão 15
“A proibição do incesto é menos uma regra que proíbe casar-se com a mãe, a irmã ou a filha do que
uma regra que obriga a dar a outrem a mãe, a irmã e a filha. É a regra do dom por excelência.”
(LÉVI-STRAUSS, Claude. As Estruturas Elementares do Parentesco. Petrópolis: Vozes, 1976, p. 522).
Considerando o conjunto das formulações de Lévi-Strauss sobre o tema, seria possível afirmar que:
A) o casamento estabelece um laço de reciprocidade e de aliança entre os homens, por meio
das mulheres, fundando as relações endogâmicas.
B) a proibição do incesto tornou-se uma regra cultural na medida em que as relações de
consangüinidade provocavam deformidades físicas, oriundas de um condicionamento genético.
C) a proibição do incesto institui a passagem da natureza à cultura através das relações
exogâmicas.
D) a proibição do incesto é uma regra cultural observada somente nas sociedades em que o
sistema de parentesco é matrilinear.

Questão 16
“Acreditando, como Max Weber, que o homem é um animal amarrado a teia de significados que ele
mesmo teceu, assumo a cultura como sendo essas teias e a sua análise; portanto, não como uma
ciência experimental em busca de leis, mas como uma ciência interpretativa à procura do
significado.” (GEERTZ, Clifford. A Interpretação das Culturas. Rio de Janeiro: Guanabara, 1989,
p.15).
Para o autor, o conceito de cultura seria:
A) panóptico e flexível.
B) semiótico e interpretativo.
C) biológico e padronizado.
D) lógico e estrutural.

Questão 17
Segundo Durkheim, fenômenos como o crime e a pena dizem respeito aos mecanismos empregados
pela sociedade para aqueles que desobedecem as normas sociais e ameaçam a ordem social. Se o
crime ofende a certos sentimentos coletivos, a pena é a reação coletiva que, embora aparentemente
voltada para o criminoso, visa reforçar a solidariedade social entre os demais membros da sociedade
e, conseqüentemente, garantir a integração social.
Considerando o texto acima podemos afirmar que:
I) Durkheim aponta tanto para os mecanismos gerais de manutenção da ordem social quanto
para fenômenos ou instituições específicas que buscam fortalecer a integração e reafirmar
a ordem social quando esta se encontra ameaçada.
II) Durkheim nos aponta para uma genealogia do poder ao enfocar os mecanismos de controle
social das instituições sociais.
III) Para Durkheim, o crime é normal e necessário à manutenção da ordem.

A opção que está correta é:


A) Apenas as afirmativas I e III.
B) Apenas as afirmativas I e II.
C) Apenas as afirmativas II e III.
D) Todas as afirmativas estão corretas.
COLÉGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2008
PROVA PRELIMINAR - SOCIOLOGIA
Questão 18
O primeiro sociólogo a chamar atenção para a articulação, os efeitos e a função do mito da
democracia racial na sociedade brasileira foi:
A) Gilberto Freyre
B) Florestan Fernandes
C) Nina Rodrigues
D) Delgado de Carvalho

Questão 19
No cotidiano das relações sociais, é possível observar a construção de imagens negativas sobre
determinados grupos de pessoas. Em geral, tais imagens encontram-se baseadas em rotulações
pejorativas que correspondem ao:
A) paradoxo.
B) estereótipo.
C) racismo.
D) preconceito.

Questão 20
De um modo geral, através do processo de criação e fixação das identidades sociais, o indivíduo:
A) afirma unicamente sua independência em relação à sociedade.
B) liberta-se dos condicionamentos ligados ao seu papel social.
C) torna-se autônomo em relação ao grupo social ao qual pertence.
D) vivencia a liberdade, limitada por condicionamentos sociais.

Questão 21
A Escola de Frankfurt, em sua análise sobre a indústria cultural, constrói uma postura crítica
direcionada para a:
A) veiculação de uma cultura heterogênea pelos meios de comunicação de massa.
B) diversificação dos gostos produzida pelos meios de comunicação de massa.
C) alienação da realidade ocasionada pela ação dos meios de comunicação de massa.
D) capacidade de pensamento crítico e autônomo promovida pelo advento dos meios de
comunicação de massa.
COLÉGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2008
PROVA PRELIMINAR - SOCIOLOGIA

Questão 22
“É por conceber a sociedade dividida em instâncias diferenciadas que Weber distingue entre os
conceitos de classe – fenômeno puramente econômico e definido na esfera do mercado – de
consciência de classe – adscrito à esfera social. Weber vê na consciência de classe um caráter
contingente, ao contrário de Marx, que postula uma correlação necessária entre esses dois planos.”
(QUINTANEIRO,T.; BARBOSA, M.L.O.; OLIVEIRA, M.G.M. Um Toque de Clássicos. Belo Horizonte:
Ed. UFMG, 2002, p. 125).
As diferenças fundamentais entre as visões de Marx e Weber acerca da desigualdade social estão
apontadas na seguinte formulação:
A) Para Weber, a divisão de classes deriva não só do controle dos meios de produção, mas,
também, de qualificações que podem afetar o tipo de trabalho que as pessoas podem ter, além
da distinção de status e partido.
B) Para Weber, a estrutura compõe um todo econômico, político e socialmente integrado (as
classes sociais) que não pode ser decomposto em dimensões restritas e específicas.
C) Para Weber, a dinâmica da sociedade capitalista é explicada pelo conflito de duas macro-
categorias, a burguesia e o proletariado.
D) Para Weber, o papel desempenhado na história pelos grupos de status, constituídos por
processos que, ao menos diretamente, não dependem das relações de classes, é o fator
preponderante na sociedade moderna.

Questão 23
“As divisões de classes não foram superadas pelas mudanças que contribuíram para eliminar a
importância do socialismo como sistema de gestão econômica. A diminuição do tamanho da classe
trabalhadora industrial, sem dúvida, aliada à crescente fluidez do capital internacional, alterou a
forma da estrutura de classes - como também o fizeram os anos de thatcherismo. Também
importante, contudo, é que o que destacava a classe, ou seja, sua relevância para a ação social e
para as instituições, também mudou.” (GIDDENS, Anthony. Em Defesa da Sociologia. São Paulo:
Editora UNESP, 2001, p.340).
À luz da reflexão acima, avalie os seguintes itens:
I) Na atualidade, a divisão de classes frequentemente assume a forma individualizada ou
“biográfica”.
II) A classe é a expressão nítida da ação em comunidade.
III) Os “novos pobres”, como crianças, mães solteiras ou desempregados crônicos formam
comunidades de atuação integrada.
IV) Em geral, classe não é mais vivenciada como classe, mas como outras formas de
vantagem e desvantagem, muitas das quais relacionadas ao consumo, e não à produção.
Marque a opção em que os itens apresentam coerência com o fragmento de texto acima.
A) I e II
B) II e III
C) II e IV
D) I e IV
COLÉGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2008
PROVA PRELIMINAR - SOCIOLOGIA
Questão 24
“Quem acompanha a vida de qualquer grande cidade no Brasil é testemunha do crescimento
explosivo das periferias abandonadas ou da favelização a partir do início dos anos 1980. Não que o
ovo da serpente não estivesse lá antes disso. As favelas do Rio de Janeiro e de Recife surgiram no
final do século XIX e começo do século XX, quando uma parte da mão-de-obra escrava libertada
ficou sem alternativa de moradia (o restante passou a viver de favor).”
(MARICATO, Ermínia. Posfácio. DAVIS, M. Planeta Favela. São Paulo: Boitempo, 2006 p.214-215).
Tendo o texto acima como referência, assinale a opção correta a respeito do problema da moradia
nos últimos trinta anos.
A) A globalização e as políticas neoliberais são as únicas responsáveis pela segregação e pobreza
de nosso país.
B) O BNH (1964-1985) focou sua ação em financiamentos de habitações de baixa renda, minorando
a carência e agregando aspectos positivos ao processo de urbanização.
C) A restrição aos financiamentos para habitação e saneamento por parte do governo federal
contribuiu para o acentuado crescimento das favelas.
D) A partir de 1980, as metrópoles passam a crescer mais do que as cidades de porte médio e o
padrão de urbanização muda, no que se refere aos fluxos migratórios em território nacional.

Questão 25
Durante um período de nossa história, falava-se que as mulheres eram seres inferiores aos homens,
muito frágeis e sentimentais. A desigualdade entre homens e mulheres não é uma desigualdade
natural, mas historicamente construída. O movimento de mulheres no Brasil, hoje, tem como agenda,
dentre outras questões:
A) liberdade sexual, direito à maternidade e igualdade de condições no trabalho.
B) especificidade da visão feminina em todas as áreas do conhecimento, liberdade de
expressão, direito de votar.
C) a discussão sobre a identidade corporal e a sexualidade feminina, a igualdade de
condições e de salários no trabalho.
D) a discussão sobre a violência doméstica, a igualdade de salários e redução da licença
maternidade como medida para a manutenção do emprego.

Questão 26
“Somos o segundo país no ranking em número de cirurgias plásticas, atrás apenas dos Estados
Unidos. Nesta década, uma série de clínicas passou a oferecer serviços de turismo de saúde,
recebendo mulheres de diversas partes do mundo para serem operadas aqui. Outro procedimento
que virou uma febre foi a aplicação de botox: cresceu 5.000% no mundo, desde 1997.”
(Revista ÉPOCA, 26 de maio de 2008)

Com o desenvolvimento social e tecnológico, o corpo já não é mais apenas uma parte natural do
indivíduo. Há aspectos das experiências corporais humanas que dizem respeito também à ciência e
à tecnologia. Considerando que o campo da Sociologia do Corpo centra-se no modo como os corpos
sofrem ressignificações influenciadas por diferentes forças sociais, assinale a opção correta:
A) Nem todas as sociedades têm concepções sobre o bom funcionamento do corpo, a saúde e a
doença.
B) As investigações sociológicas demonstraram que não existe relação entre doença e as
desigualdades sociais.
C) A anorexia e outros problemas alimentares afetam principalmente mulheres jovens e estão
associadas às mudanças radicais pelas quais passam as sociedades modernas, em particular
mudanças nos padrões de consumo e na posição das mulheres na sociedade.
D) O estudo do envelhecimento, como tal, não pertence ao campo da Sociologia do Corpo. Em
verdade, a Geriatria é a Ciência que possui a velhice como objeto, de modo que toda e qualquer
análise sobre o envelhecimento tem que considerar, em primeiro lugar, a questão fisiológica.
COLÉGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2008
PROVA PRELIMINAR - SOCIOLOGIA

Questão 27
De acordo com Laís Abramo, Especialista Regional da OIT em Gênero e Trabalho, raça e sexo
determinam uma maior vulnerabilidade das pessoas diante da pobreza e uma correspondente
dificuldade de superação dessa situação (ABRAMO, L. Perspectiva de Gênero e Raça nas Políticas
Públicas. IPEA. Boletim Mercado de Trabalho, Conjuntura e Análise nº 25, novembro de 2004).
Identifique a única opção que corresponde ao conjunto de determinantes apresentado pela autora:
A) Maiores dificuldades de inserção de negros e mulheres no mercado de trabalho/ desigual
valorização econômica e social do trabalho tanto de negros quanto de mulheres/ acesso desigual
aos recursos produtivos/ desigualdade de oportunidades para participar dos processos de
tomada de decisões.
B) Menores dificuldades de inserção de negros e mulheres no mercado de trabalho/ desigual
valorização econômica e social do trabalho tanto de negros quanto de mulheres/ acesso desigual
aos recursos produtivos/ desigualdade de oportunidades para participar dos processos de
tomada de decisões.
C) Maiores dificuldades de inserção de negros e mulheres no mercado de trabalho/ igual
valorização econômica e social do trabalho tanto de negros quanto de mulheres/ acesso desigual
aos recursos produtivos/ desigualdade de oportunidades para participar dos processos de
tomada de decisões.
D) Maiores dificuldades de inserção de negros e mulheres no mercado de trabalho/ desigual
valorização econômica e social do trabalho tanto de negros quanto de mulheres/ acesso desigual
aos recursos produtivos/ igualdade de oportunidades para participar dos processos de tomada de
decisões.

Questão 28
Segundo fontes oficiais, o Brasil tem 48 milhões de habitantes entre 15 e 29 anos, dos quais 34
milhões têm entre 15 e 24 anos. Exatamente nesta faixa etária, encontra-se a parte da população
brasileira atingida pelos piores índices de desemprego, evasão escolar, falta de formação
profissional, mortes por homicídio, envolvimento com drogas e com a criminalidade. Para enfrentar
esses desafios foi instituída a Política Nacional de Juventude, por meio da Medida Provisória nº 238,
assinada pelo Presidente da República em 1º de fevereiro de 2005. No mesmo ato, o Presidente
criou o Conselho Nacional de Juventude, a Secretaria Nacional de Juventude e o Programa Nacional
de Inclusão de Jovens (ProJovem).
Pensando os objetivos definidos pela Política Nacional de Juventude, identifique o par de desafios
que representa uma exceção:
A) ampliar o acesso e a permanência na escola de qualidade/ erradicar o analfabetismo entre os
jovens
B) preparar para o mundo do trabalho/ gerar trabalho e renda
C) democratizar o acesso ao esporte, ao lazer, à cultura e à tecnologia de informação/ reduzir a
maioridade penal
D) promover os Direitos Humanos e as Políticas Afirmativas/ estimular a cidadania e a
participação social
COLÉGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2008
PROVA PRELIMINAR - SOCIOLOGIA

Questão 29
Atualmente, o engajamento político da juventude se realiza num contexto diferente daquele marcado
pela ação sindical e pelos ideais revolucionários típicos dos anos 60. Hoje, no campo da ação
política, a juventude:
A) encontra novos espaços de expressão voltados para a redefinição das esferas pública e privada,
bem como para a valorização das identidades e do meio ambiente.
B) desconsidera enfaticamente a esfera pública, de modo que sua ação tem se realizado mais pelos
meios eletrônicos de protesto do que propriamente através dos partidos políticos e dos
sindicatos.
C) tem se pautado pela utopia revolucionária contando, hoje, com manifestantes de aluguel para
incrementar e fortalecer suas reivindicações.
D) busca o fortalecimento das utopias sindical, na esfera pública, e o fortalecimento dos laços de
solidariedade, na esfera privada.

Questão 30
A prática, a defesa e a promoção dos direitos humanos nas sociedades democráticas já estão
incorporadas à vida política. Marque a opção que melhor retrata a situação dos direitos humanos no
Brasil.
A) A defesa dos direitos humanos serve, prioritariamente, para tutelar aqueles que nos
amedrontam, que nos privam da liberdade de circular pela cidade, que matam, roubam e
estupram. Acuados pela marginalidade, nós, cidadãos, temos que ficar trancados em nossos
domicílios, enquanto os marginais grassam em liberdade. Enfim, cada vez mais, podemos
entender os direitos humanos como a defesa dos bandidos.
B) Alguns acreditam que estes direitos só são violados quando há situações que envolvem
violência, como, por exemplo, extermínio, linchamentos e tortura. Porém, existe também a
rotineira e secreta violação dos direitos humanos sob a responsabilidade dos poderes públicos: o
grande número de pessoas detidas sem acusação formal ou interrogadas sem acesso a um
advogado, são exemplos dessas violações.
C) A população pobre é uma classe perigosa em face de sua associação com a criminalidade. É,
portanto, merecedora do rigor da polícia e da suspeita permanente.
D) Os direitos humanos são os direitos de cidadania, naturais, fundamentais e universais. Logo,
se estende apenas àqueles que possuem o status de cidadão.

Questão 31
O crescimento da população encarcerada e daqueles que obtêm sua subsistência da indústria
carcerária, bem como dos excluídos da vida econômica, gerou, na sociedade, um sentimento de
insegurança. Qual situação abaixo melhor expressa uma relação entre sociedade de consumo e este
sentimento de insegurança?
A) A crise societária promoveu uma visão da violência social na qual os tribunais ocupam o
centro de um complexo problema de controle social. Assim, o Judiciário é, hoje, o Poder que
determina o caráter das políticas públicas de segurança.
B) A associação da insegurança e da criminalidade com o desemprego e a pobreza é
intuitivamente simples e tem um forte apelo político, o que tem favorecido uma política de
segurança cada vez mais rigorosa.
C) A compra de mercadorias revela como somos todos diferentes e desiguais. A produção dos
objetos é seletivamente organizada de maneira a ser desigualmente distribuída para que todos
possam consumir homogeneizando as desigualdades socais.
D) Os consumidores falhos são pessoas incapazes de responder aos atrativos do mercado, pois
lhes faltam recursos. São os novos “impuros”, objetos fora do lugar. É preferível excluí-los e
encarcerá-los, para evitar o mal, do que estabelecer seu status de consumidor.
COLÉGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2008
PROVA PRELIMINAR - SOCIOLOGIA

Questão 32
Assinale a alternativa que melhor expressa as práticas de punição ou tecnologias do poder na
sociedade moderna, segundo Foucault.
A) Constituem um poder não mais disciplinar, mas de mero controle dos indivíduos.
B) Constituem um poder disciplinar para o adestramento dos indivíduos para o qual
competem a vigilância, a normalização e o exame.
C) Constituem um poder disciplinar e de controle dos indivíduos, através da normalização.
D) Constituem um poder de controle dos indivíduos, docilizando-os através das normas e da
vigilância.

Questão 33
Gilberto Velho contribuiu significativamente para o estudo do “comportamento desviante”. Dentro da
perspectiva do autor, o desviante:
A) é um inadaptado cultural.
B) é um indivíduo anômico.
C) faz uma leitura divergente de sua cultura.
D) tem uma perspectiva cultural apartada da dimensão de poder.

Questão 34
“[...] o parlamentarismo representa o ponto de chegada de um longo desenvolvimento político das
instituições inglesas, cujas nascentes mais remotas teríamos de situar nos primeiros séculos da
monarquia britânica e cujas origens mais próximas vamos deparar nos caminhos seguidos pelo
Parlamento da Inglaterra, após o desfecho da ‘Gloriosa Revolução’ (1688).” (BONAVIDES, P. Ciência
Política. 10. ed. São Paulo: Malheiros, 1998, p. 318).
Com relação ao sistema parlamentarista de governo, avalie as afirmativas abaixo.
I) Nem o parlamentarismo se explica pela mera presença de um parlamento, ainda que
atuante e com real poder de legislar, nem o presidencialismo se caracteriza pela simples
figura do presidente da república.
II) Em nível taxionômico, existem duas formas básicas de parlamentarismo: o
parlamentarismo clássico, também conhecido como parlamentarismo dualista, monárquico
ou aristocrático-burguês, e o parlamentarismo contemporâneo, também chamado monista
ou democrático.
III) No Brasil, o primeiro ensaio de um sistema parlamentarista deu-se ainda durante o Império,
dilatando-se da Maioridade, em 1847, até a Proclamação da República, em 1889.
Assinale a opção correta.
A) Todas as afirmativas acima estão corretas.
B) Apenas as afirmativas I e II estão corretas.
C) Apenas as afirmativas II e III estão corretas.
D) Todas as afirmativas acima estão incorretas.
COLÉGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2008
PROVA PRELIMINAR - SOCIOLOGIA

Questão 35
“Primeiro era a Colônia. Para eleger seus representantes, nas câmaras municipais, ou ser eleito, o
sujeito tinha que ser ‘homem bom’. Em outras palavras, proprietário de terra com pelo menos 25
quintais de mandioca. (...) Nos primórdios do Império, a Constituinte de 1823 tentou institucionalizar o
pleito farináceo, mas no ano seguinte dom Pedro I dissolveu a Assembléia. A nova Carta, imposta
pelo imperador (apelidada ‘Constituição da mandioca’), na verdade trocou o critério da farinha pelo
da renda em dinheiro.” (O GLOBO, 18 de agosto de 2002).
Numere em ordem cronológica os fatos marcantes da participação política e dos direitos da
cidadania no Brasil.

Ditadura Militar/ eleições gradualmente suspensas em todos os níveis, exceto


( )
parlamentares / bipartidarismo
Revolução/ Constituinte/ novo código/ voto passa a ser secreto/ institui-se a Justiça
( )
Eleitoral/ mulheres ganham direito (mas não dever) de votar
( ) Campanha Diretas Já
( ) Estado Novo/ suspensão das eleições por 8 anos
Com a República, novo código com eleições para todos os níveis e fim da exigência de
( )
renda / analfabetos perdem o direito de votar
( ) Fundação de novos partidos/ volta das eleições diretas para governador
( ) Nova Constituição torna facultativo o voto analfabeto, e o de 16 a 18 anos
Democratização/ novo código/ eleições para presidente e parlamentares/ analfabetos e
( )
cassados por Vargas são impedidos de votar
( ) Volta das eleições diretas para presidente/ pela primeira vez, em dois turnos
( ) Todos votam em urna eletrônica

A opção que contém a ordem correta é;


A) 4, 6, 7, 9, 1, 3, 10, 2, 5 e 8
B) 5, 2, 7, 8, 1, 3, 4, 6, 9 e 10
C) 5, 6, 7, 1, 4, 2, 3, 8, 9 e 10
D) 5, 2, 7, 3, 1, 6, 8, 4, 9 e 10

Questão 36
Os novos movimentos sociais politizam a esfera privada, publicizando as carências da população
pobre tanto urbana quanto rural. São os movimentos dos negros, dos indígenas, dos ambientalistas,
dos sem-terra, dos sem-teto, dentre outros. Estes movimentos:
A) atuam de forma organizada sem estarem vinculados às estruturas de poder, procurando
construir novos espaços públicos de participação.
B) se desenvolvem a partir do controle do Estado, dos partidos políticos e das ONGs,
incentivando a participação da sociedade civil.
C) atuam de forma organizada, utilizando as famílias como instrumento de pressão política,
têm apoiado a contestação da política econômica e lutam por melhores salários.
D) têm encontrado dificuldades de organização em face da crescente despolitização da
sociedade civil.
COLÉGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2008
PROVA PRELIMINAR - SOCIOLOGIA
Questão 37
Quando Maria da Glória Gohn e Ilse Scherer-Warren falam, respectivamente, de “Novos Movimentos
Sociais” e de “Redes de Movimento”, acabam expressando a análise de um conjunto de autores
como Offe, Touraine e Melucci, no que se refere aos movimentos sociais. Identifique, dentre as
alternativas a seguir, aquela que aponta para uma reflexão articulada entre as duas categorias
destacadas acima.
A) Assumem o papel do movimento operário-sindical nas questões que envolvem o mundo do
trabalho.
B) Tornam mais difícil identificar o grupo, concebido como referente, mediante um sistema
ordenado e coerente de "posições de sujeitos".
C) Concebem e constroem a identidade dos agentes sociais num único nível da sociedade.
D) Postulam que as práticas e objetivos não se modificam, mas apenas a "representação de
interesses".

Questão 38
As formulações de Bryan S. Turner sobre cidadania representam um avanço teórico frente ao
clássico esquema interpretativo elaborado por Marshall. Turner propõe dois eixos analíticos para
investigar o processo de consolidação da cidadania: um que indica a direção (de baixo para cima ou
de cima para baixo) e outro que se relaciona com o espaço (mais precisamente com a dicotomia
público-privado).

De baixo para cima: De cima para baixo:


DIREÇÃO
Experiências históricas O Estado manteve a iniciativa da
marcadas pela luta por direitos mudança e foi incorporando aos
civis e políticos, afinal poucos os cidadãos, na medida
ESPAÇO conquistados ao Estado em que ampliava o rol de direitos.
Absolutista.

Público: 1 - _______________ 2 - _______________

Mediante a conquista do A cidadania seria resultante da Cidadania conquistada mediante a


Estado. ação revolucionária e se universalização de direitos
efetivaria mediante a individuais (espaço público), mas
transformação do Estado em com base na concepção do
nação cidadão como súdito.

Privado: 3 - _______________ 4 - _______________

Mediante a afirmação dos Grande capacidade associativa Ser cidadão seria quase sinônimo
direitos individuais. desse povo, em parte de ser leal ao Estado.
sustentada por organizações
voluntárias que constituem
barreiras à ação do Estado.

Tomando como referência a tipologia apresentada pelo autor, preencha as lacunas do quadro acima
identificando a posição de cada país, utilizando suas respectivas características específicas no
processo de consolidação da cidadania e, em seguida, assinale a alternativa correta:
A) 1 - Inglaterra/ 2 - Estados Unidos/ 3 - Alemanha/ 4 - França
B) 1 - Estados Unidos/ 2 - Alemanha/ 3 - França/ 4 - Inglaterra
C) 1- França/ 2- Alemanha/ 3 - Inglaterra/ 4 - Estados Unidos
D) 1 - França/ 2 - Inglaterra/ 3 - Estados Unidos/ 4 - Alemanha
COLÉGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2008
PROVA PRELIMINAR - SOCIOLOGIA

Questão 39
Na América Latina a mortalidade por causas externas (óbitos por violência conjunta decorrentes de
homicídios, suicídios, agressões e acidentes de trânsito) atinge 20,5% dos homens e 8,1% das
mulheres (CEPAL, 1999). As taxas de mortalidade mais elevadas por causas externas estão no
grupo entre 15 e 24 anos de idade e para cada mulher vítima de violência conjunta existem 13
homens vitimados. Por países, as taxas mais elevadas se observam no Brasil, Colômbia e El
Salvador e as mais baixas em Barbados e Jamaica. A maioria das vítimas de homicídios na América
Latina apresenta características similares: são homens jovens, solteiros e de estratos
socioeconômicos mais baixos, e que abandonam o sistema escolar. Segundo vários estudos (ver
entre outros Coleman, 1990; Narayan, 1997; Collier, 1998; Glaeser, Sacerdote e Scheinkman, 1996;
Rubio, 1997), a diminuição da vulnerabilidade e o combate as suas conseqüências, em especial a
violência, passam pela promoção e fortalecimento do capital social. Os efeitos positivos do capital
social sobre a redução da violência podem ser percebidos pela ação coletiva viabilizada por fortes
laços entre os membros da comunidade e por soluções pacíficas dos conflitos.
Dentro desse contexto, seriam indicadores de capital social:
A) participação em partidos políticos, atitudes cívicas, cooperação e sentido de respeito entre os
membros desses partidos
B) participação em organizações sociais, atitudes cívicas, cooperação e sentido de confiança
entre os membros da comunidade
C) participação em entidades de classe, atitudes personalistas, cooperação e sentido de
confiança na cúpula dirigente
D) participação na esfera privada, atitudes personalistas, colaboração e sentido de confiança no
poder público

Questão 40
O conceito de etnobiodiversidade é adequado para compreender que:
A) a biodiversidade, como um conhecimento científico, considera que a natureza é selvagem,
fato que dificulta seu manuseio e conhecimento. Assim, fornece uma justificativa ótima para
práticas de intervenção do homem sobre o domínio natural.
B) a diversidade natural propicia uma adequada integração espécies vegetais e os demais
animais, diferentes dos homens.
C) a biodiversidade é um fenômeno cultural que propicia a observação das populações
tradicionais, nomeando e classificando as espécies selvagens segundo novas categorias
científicas.
D) a biodiversidade pertence tanto ao domínio do natural quanto do cultural, mas é a cultura,
como conhecimento, que permite aos diferentes grupos sociais entendê-la, representá-la
mentalmente, manuseá-la e, freqüentemente, enriquecê-la.
COLÉGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2008
PROVA PRELIMINAR - SOCIOLOGIA

Questão 41
Considerando o movimento por justiça ambiental, avalie as afirmativas a seguir:
I) Iniciado nos EUA, resulta da luta pelo reconhecimento da desigualdade ambiental, busca
assegurar que nenhum grupo de pessoas, ou classes, suporte uma parcela desproporcional
das conseqüências ambientais negativas que resultam de ações econômicas, de políticas
públicas, bem como da ausência ou omissão de tais políticas.
II) Tendo suas origens em grupos sociais situados no Norte da Europa (Finlândia, Noruega e
Suécia, principalmente), respalda a ONU no estabelecimento de programas e ações que
visam a redução dos riscos ambientais nos países periféricos.
III) Iniciado nos EUA, tem por objetivo atuar nos tribunais internacionais que julgam causas
ambientais como forma de implementar e fortalecer uma solidariedade planetária.
Marque a opção correta.
A) Apenas a afirmativa I está correta.
B) Apenas a afirmativa II está correta.
C) Apenas a afirmativa III está correta.
D) Apenas as afirmativas I e III estão corretas.

Questão 42
Falar de sustentabilidade ambiental significa pôr em relevo o conhecimento tradicional associado à
biodiversidade. De fato, os povos indígenas, quilombolas e populações tradicionais produzem
conhecimentos e inovações que devem ser protegidos por meio da garantia de seus direitos autorais
coletivos. Dentro desse contexto, a Organização Mundial de Propriedade Intelectual (OMPI) e o
Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) desconsideram as características e contextos
culturais em que são produzidos os conhecimentos tradicionais. Neste quadro, a Convenção sobre a
Diversidade Biológica (CDB) representa o principal fórum mundial na definição do marco legal e
político para temas e questões relacionados à biodiversidade. Assim, poderia ser considerada uma
exceção:
A) titularidade coletiva de direitos intelectuais associados aos conhecimentos tradicionais, com
respeito aos sistemas próprios de representação.
B) livre intercâmbio e troca de informações entre as próprias comunidades tradicionais.
C) reconhecimento e fortalecimento das normas internas e do direito costumeiro, não-oficial, dos
povos indígenas, quilombolas e populações tradicionais, com respeito ao pluralismo jurídico.
D) exploração econômica de produto ou processo desenvolvido por intermédio do patrimônio
genético ou de conhecimento tradicional associado, mas sem a garantia de divisão de lucros ou
pagamento de royalties para as populações envolvidas.
COLÉGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2008
PROVA PRELIMINAR - SOCIOLOGIA

Questão 43
O lixo é, sem dúvida, um dos grandes problemas do mundo moderno. Constantemente estimulado a
consumir, o homem acaba por gerar um aumento vertiginoso na produção de lixo, trazendo sérias
conseqüências para o meio ambiente. A reciclagem tem se apresentado como uma alternativa válida,
porém limitada. Marque a alternativa que melhor expressa o conjunto de questões suscitadas no
processo da reciclagem do lixo, tendo como foco a realidade social brasileira.
A) O setor de reciclagem, na sua forma cooperada, apresenta um ambiente de precariedade das
relações e condições de trabalho, encobrindo uma terceirização ou uma contratação sem
registros e sem encargos sociais.
B) A formação de cooperativas está sendo estimulada por órgãos governamentais amparados
em projetos de assistência social das instituições religiosas, setor privado e ONGs, onde os
cooperados da reciclagem usufruem dos benefícios de uma economia de mercado, voltada para
a valorização do trabalhador do lixo.
C) Este processo tem incluído socialmente milhares de pessoas excluídas do mercado de
trabalho. Eles são seus próprios patrões.
D) O processo da reciclagem do lixo permitiu integrar trabalhadores excluídos do mercado
formal, em uma lógica própria, onde não há patrões e empregados. Nesta realidade, os lucros
são igualmente repartidos por todos os participantes do processo, das empresas recicladoras até
os catadores de lixo.

Questão 44

SONETO DE FIDELIDADE

De tudo ao meu amor serei atento


Antes e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento


E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou ao seu contentamento.

E assim, quando mais tarde me procure


Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama.

Eu possa me dizer do amor (que tive):


Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.

(MORAES, Vinícius de. Antologia poética. São Paulo: Cia das Letras,1992)

Por que o amor inspirador de poetas como Vinícius de Moraes também pode ser objeto de
investigação sociológica?
A) Não é o modo principal como a sociedade resolve seus problemas contínuos.
B) Apresenta padrões repetitivos de comportamento.
C) É pura emoção e, como tal, não está sujeito a condicionamentos.
D) Atua no âmbito das consciências individuais
COLÉGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2008
PROVA PRELIMINAR - SOCIOLOGIA

Questão 45
A Ação Griô Nacional representa uma iniciativa concreta, envolvendo ONGs e poder público, no
sentido de promover a aproximação entre educação e cultura. O principal objetivo seria fortalecer a
identidade de crianças e jovens brasileiros, sobretudo através de vínculos entre as diferentes
gerações, mediados pela tradição do saber popular. Os griôs (“abrasileiramento” da palavra francesa
griot, usada por jovens africanos que foram estudar em universidades francesas) são sujeitos que
adquiriram conhecimentos de antepassados e os repassam através de mitos, ritos, cantigas, etc.
(Ministério da Cultura e ONG Grãos de Luz e Griô).
Dentro dessa perspectiva, a identidade social poderia ser construída tendo como referência a:
A) cultura de massa, com base nos valores do contraste e da oposição.
B) cultura de massa, com base nos valores da ancestralidade e da oralidade.
C) cultura popular, com base nos valores da ancestralidade e da oralidade.
D) cultura popular, com base nos valores do contraste e da oposição.

Questão 46
Na realidade educacional brasileira, ainda encontramos um sistema de ensino assentado no princípio
da centralização, contrastando com o princípio da “democratização da gestão”. O professor
comprometido com a educação para o exercício da cidadania deve incentivar:
A) atitudes paternalistas que envolvam os grêmios escolares.
B) a presença da comunidade escolar para legitimar as decisões dos órgãos gestores.
C) a participação no processo de tomada de decisão.
D) a eliminação da tensão entre escola e comunidade

Questão 47
Em uma aula da 2ª série do Ensino Médio, a professora de Sociologia utilizou o seguinte fragmento
de texto:
“A África de hoje, assim como a Europa, tem obrigado antropólogos a pensar cada vez mais sobre os
extremos e a destrutividade do tribalismo no mundo moderno. Quando a identidade étnica leva ao
extremo a lógica da exclusão da comunidade e passa a considerar os outros como totalmente
diferentes e inimigos, as possibilidades de destruição pela guerra aumentam perigosamente. Isso
porque, sob a influência do pensamento que divide as identidades, o bem e o mal, o nós e os outros
em mundos opostos ou entidades metafísicas, o tribalismo adquiriu contornos rígidos e perversos. É
o que explica os terrores justificados pela “limpeza étnica”, seja contra os judeus e os ciganos
durante a Segunda Guerra Mundial, seja contra os sérvios na Bósnia de 1995.” (ZALUAR, Alba. Da
Revolta ao Crime S.A. São Paulo: Editora Moderna, 1996. p.21).
Assinale a alternativa que contém o par de conceitos centrais para a compreensão das relações
entre etnias diversas:
A) preconceito/ pena de morte
B) xenofobia/ preconceito
C) justiça/ violência
D) classes perigosas/ status
COLÉGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2008
PROVA PRELIMINAR - SOCIOLOGIA

Questão 48
A Constituição do Estado do Rio de Janeiro, promulgada em 05 de outubro de 1989, pela Assembléia
Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, reza, em seu art. 317, parágrafo 4º, que:
A) será introduzida, como disciplina obrigatória, nos currículos de 2º grau, da rede pública e
privada, em todo o território do Estado do Rio de Janeiro, a Sociologia.
B) serão introduzidas, como disciplinas obrigatórias, nos currículos de 2º grau, da rede pública e
privada, em todo o território do Estado do Rio de Janeiro, a Sociologia e a Filosofia.
C) será introduzida, como disciplina obrigatória, nos currículos de 2º grau, da rede pública e
privada, em todo o território do Estado do Rio de Janeiro, a Religião.
D) serão introduzidas, como disciplinas obrigatórias, nos currículos de 2º grau, da rede pública e
privada, em todo o território do Estado do Rio de Janeiro, a Sociologia, a Filosofia e a Psicologia.

Questão 49
Nos termos da Lei nº 8.069/90, também conhecida como Estatuto da Criança e do Adolescente –
ECA, considera-se que:
A) criança, para os efeitos desta Lei, é a pessoa até doze anos de idade incompletos, e
adolescente aquela entre doze e dezoito anos de idade.
B) a criança e o adolescente gozam de todos os direitos fundamentais inerentes à pessoa
humana, sem prejuízo da proteção integral de que trata esta lei, salvo quando, tendo cometido
ato infracional, estiver cumprindo medida sócio-educativa.
C) o procedimento para a perda ou a suspensão do pátrio poder terá início por ação
devidamente ajuizada pela Defensoria Pública, por quem tenha legítimo interesse, ou de ofício,
pelo Juiz titular da Vara da Infância e da Juventude. Em qualquer caso, esta ação deverá ser
acompanhada pelo Ministério Público.
D) a criança ou o adolescente, apreendidos por força de ordem judicial ou em flagrante ato
infracional, serão, desde logo, encaminhados à autoridade policial competente.
COLÉGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2008
PROVA PRELIMINAR - SOCIOLOGIA

Questão 50
“Ensino técnico é inserido na Lei de Diretrizes e Bases da Educação. A partir desta quarta-feira, 16, a
educação profissional e tecnológica passa a integrar a Lei n. 9.394/06, de diretrizes e bases da
educação. O projeto de lei que institui a mudança, aprovado pela Câmara dos Deputados, será
sancionado pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. As alterações na LDB têm o
propósito de transformar em lei as inovações trazidas pelo Plano de Desenvolvimento da Educação
(PDE). Portanto, passam a ser obrigatórias aos estados e municípios e tornam-se mais um
componente da política de melhoria da qualidade da educação brasileira. O objetivo é preparar
melhor e elevar a escolaridade dos trabalhadores.” (Disponível em: http://www.cefet-
rj.br/comunicacao/noticia/2008-07-17-educacao.htm. Consultado em: 27 de julho de 2008).
Com relação à realidade retratada na matéria acima, leia as afirmativas que se seguem.
I) Em sua nova redação, os artigos 37, 39, 41 e 42 da LDB estabelecem que a educação
profissional passa a integrar os diferentes níveis e modalidades de educação e as
dimensões do trabalho, da ciência e da tecnologia.
II) Igualmente, a lei também dispõe que as instituições de educação profissional também
deverão oferecer, além de seus cursos regulares, cursos especiais, abertos à comunidade.
Nesses casos, a matrícula dos alunos não estará condicionada, necessariamente, ao nível
de escolaridade, mas à sua real capacidade de aproveitamento.
III) Restam também acrescidas novas normatizações sobre a educação profissional técnica de
nível médio, no Capítulo II do Título V da LDB. O dispositivo propõe que o ensino médio,
atendida a formação geral do estudante, também o prepare para o exercício de profissões
técnicas.
Assinale a opção correta:
A) Apenas as afirmativas I e II estão corretas.
B) Apenas as afirmativas II e III estão corretas.
C) Todas as afirmativas estão incorretas.
D) Todas as afirmativas estão corretas.
COLÉGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2008
PROVA PRELIMINAR - SOCIOLOGIA