You are on page 1of 2

AULA 12

A OBJETIVIDADE CIENTFICA

Como j foi colocado anteriormente, podemos definir a cincia como um conjunto organizado de conhecimentos relativos a um determinado objeto, obtidos mediante a observao e a partir de um mtodo. um conhecimento produzido pelos homens de forma racional como tentativa de entender e explicar a natureza e os fenmenos observados. Alguns pressupostos so bsicos para o desenvolvimento da atividade cientfica, entre eles, a garantia da objetividade. Segundo Rubem Alves os cientistas, ao longo do processo de amadurecimento do campo da cincia, acabaram com o uso da imaginao na realizao do trabalho cientfico, porque da imaginao do cientista que surgem os fantasmas que perturbam o conhecimento. A imaginao vai sendo substituda pela observao, nica base possvel de elaborao de conhecimentos verdadeiros. E essa observao do objeto se realiza a partir da existncia da objetividade, ou seja, uma total ausncia de valores por parte do cientista e a utilizao de um mtodo que permite um discurso fiel ao objeto. A objetividade pretende que as teorias cientficas sejam construes conceituais que representem com fidelidade o mundo real. Em busca de uma objetividade pretendida, os pesquisadores acreditaram que seria possvel acabar totalmente com a subjetividade, procurando omitir ao mximo sua participao ao pesquisar. Rubem Alves nos d um exemplo dessa ausncia do sujeito no resultado da pesquisa:

Tanto que nenhum cientista comea um artigo da seguinte forma: No dia 13 de agosto de 1979, dia cinzento e triste, que me causou arrepios, fui para meu laboratrio, onde, por sinal, pendurei uma tela de Bruegel, um dos meus favoritos. L, trabalhando com tripanossomas e vencendo uma terrvel dor de dentes.... No. De sada tal artigo seria rejeitado, ainda que os resultados fossem soberbos. O estilo... O cientista no deve falar. o objeto que deve falar por meio dele. Da o estilo impessoal, vazio de emoes e valores: observa-se, constata-se, obtm-se, conclui-se. (ALVES, p. 155) Mas possvel pensarmos num conhecimento que seja completamente objetivo?

Material de referncia para a preparao da aula:

ALVES, Rubem. Filosofia da Cincia. Introduo ao Jogo e suas Regras. So Paulo: Edies Loyola, 2003. MATHEUS, C. Do carter tico do conhecimento cientfico. Revista PUCVIVA, edio n 27 julho a setembro de 2006. http://www.das.ufsc.br/~cancian/ciencia/ciencia_conhecimento_cientifico.html