Sie sind auf Seite 1von 25

Química

DarmanSantana

Química DarmanSantana Vou começar esse capítulo em homenagem a minha querida Bahia. Um prato típico desse
Química DarmanSantana Vou começar esse capítulo em homenagem a minha querida Bahia. Um prato típico desse

Vou começar esse capítulo em homenagem a minha querida Bahia. Um prato típico desse estado é o acarajé ( bolinho de feijão fradinho frito no azeite de dendê), essa iguaria baiana é famosa em todo mundo não só pelo maravilhoso sabor, mas também pelo seu alto valor calórico. Um acarajé de 100g fornece ao organismo humano em média 1000 cal, então você se pergunta:

humano em média 1000 cal, então você se pergunta: - Como que isso é possível? -

- Como que isso é possível?

- Como um acarajé é capaz de engordar?

- O que faço para comer um acarajé e não engordar?

Essas perguntas

conceitos da termoquímica para respondê-las.

CONCEITOS BÁSICOS

serão discutidas no

fim

desse

capítulo, pois precisamos dos

1 – TERMOQUÍMICA: Parte da ciência que se preocupa em investigar o envolvimento da energia nas reações químicas.

2 – CALOR DE REAÇÃO: Corresponde a quantidade de calor liberado ou absorvido em uma reação química.

3 – ALGUNS TIPOS DE ENERGIA:

A) Energia térmica: corresponde ao calor, que é a energia capaz de fazer

variar a temperatura ou a fase de agregação de um corpo.

B) Energia química: energia conservada nas ligações químicas entre os

átomos.

C) Energia elétrica: energia proveniente do elétron (partícula atômica).

D) Energia cinética: energia do movimento de um corpo.

E) Energia nuclear: Energia originada do núcleo do átomo, através da fissão

ou fusão nuclear

E) Energia nuclear: Energia originada do núcleo do átomo, através da fissão ou fusão nuclear Sapiência
E) Energia nuclear: Energia originada do núcleo do átomo, através da fissão ou fusão nuclear Sapiência

Química

DarmanSantana

Química DarmanSantana Termoquímica: Estuda as transformações abaixo: Energia química Energia térmica e ou

Termoquímica: Estuda as transformações abaixo:

Energia química

Estuda as transformações abaixo: Energia química Energia térmica e ou luminosa Energia térmica e ou

Energia térmica e ou luminosa

Energia térmica e ou luminosa

transformações abaixo: Energia química Energia térmica e ou luminosa Energia térmica e ou luminosa Energia química

Energia química

4 – UNIDADE DE ENERGIA TÉRMICA:

Joule(J) e Caloria (Cal)

Relação entre J e cal:

1 cal = 4,18j

5 – SISTEMA: Porção limitada da matéria em análise (estudo), por exemplo, se estivermos estudando um copo com água e sal, esse será o meu sistema.

6 – ENTALPIA(H): Corresponde ao somatório de todos os tipos de energia de um sistema.

7 – VARIAÇÃO DE ENTALPIA (∆H): Equivale a energia (calor) absorvida ou liberada por um sistema.

8 – CALORÍMETRO: Aparelho utilizado na determinação do ∆H de uma reação

(calor de reação) com perda de calor nula ou desprezível ( sistema isolado).

9 – REAÇÃO EXOTÉRMICA: Reação na qual há uma liberação de energia (calor).

10 – REAÇÃO ENDOTÉRMICA: Reação na qual há uma absorção de energia (calor).

EQUAÇÃO TERMOQUÍMICA

Corresponde a representação de uma transformação (reação), acompanhada do ∆H, do estado físico das substâncias, da temperatura e da pressão do meio.

EX: 2H 2(g) +

1O 2(g)

2H 2 O (g)

∆H (25°C e 1 atm) = - 571,6 Kj

pressão do meio. EX: 2H 2(g) + 1O 2(g) → 2H 2 O (g) ∆H (25°C
pressão do meio. EX: 2H 2(g) + 1O 2(g) → 2H 2 O (g) ∆H (25°C

Química

DarmanSantana

Química DarmanSantana CÁLCULO DO ∆H O cálculo do ∆H de uma reaç ão ( calor de

CÁLCULO DO ∆H

O cálculo do ∆H de uma reação ( calor de reação) pode ser feito de três maneiras.

1° - UTILIZANDO O CALOR DE FORMAÇÃO : Energia envolvida na formação de 1mol de uma substância com os reagentes no estado padrão (substância simples alótropa mais estável a 25°C e 1atm no estado físico mais comum).

Exemplo da representação do calor de formação de uma substância:

C grafite

+

2H 2(g)

CH 4(g)

∆H (25°C e 1 atm) = - 74,4 Kj/mol

Vamos ao cálculo do ∆H de uma reação;

EX: CH 4(g) + Dados :

2O 2(g)

CO 2(g)

+ 2 H 2 O (v)

∆H = ?

∆H formação (Kj/mol)

 

Substância

 
 

- 74,4

 

CH 4(g)

 

Zero

 

2O 2(g)

 

- 393,5

 

CO 2(g)

 

- 285,8

 

H 2 O (v)

Cálculo:

reação :

CH 4(g)

+

2O 2(g)

CO 2(g)

+

2

H 2 O (v)

Reagentes : 1 mol de CH 4(g) = -74,4 kj/mol 2 mols de O 2(g) = cada mol vale 0 kj, logo 2 mols é igual a 0 kj

Produtos: 1 mol de CO 2(g) = -393,5 kj /mol 2 mols de H 2 O (v) = cada mol vale -285,8 kj, logo 2 mols é igual

a -571,6kj

∆H reagentes = -74,4kj + 0 kj= -74,4 kj ∆H produtos = -393,5 kj + 571,6 kj = -965,1 kj

∆H reação = ∆H produtos

-

∆H reagentes

∆H reação = (-965,1kj) -

da combustão do metano.

(-74,4 kj) = - 890,7kj/mol corresponde ao calor de reação

Nesse caso utilizado para explicar como se calcula o ∆H de uma reação usando o calor de formação das substâncias o gás O 2(g) possui calor de formação igual a zero, isso porque essa substância se encontra no estado padrão.

calor de formação igual a zero, isso porque essa substância se encontra no estado padrão. Sapiência
calor de formação igual a zero, isso porque essa substância se encontra no estado padrão. Sapiência

Química

DarmanSantana

Química DarmanSantana ESTADO PADRÃO ( ∆H F O R M A Ç Ã O = ZERO)

ESTADO PADRÃO (∆H FORMAÇÃO = ZERO) Algumas substâncias foram tomadas como referência para determinarmos a energia relativa ( comparada) entre os compostos, já que é impossível determinar a energia absoluta de uma substância. As substâncias que se encontram no estado padrão deverão obedecer aos critérios.

- Ser uma substância simples na forma alotrópica mais estável

- Estar no estado físico mais comum

- Estar à 25°C e a 1 atm.

EXEMPLO:

O

O

2(g)(1

3(g)(1

atm e 25°C) , ∆H = 0 kj/mol atm e 25°C) , ∆H 0 kj/mol

Observe que o O 3 é uma substância simples porém não é o alótropo mais estável, diferente do O 2 que é o alótropo mais estável( menor conteúdo energético) e por isso foi adotado para ele o ∆H de formação igual a 0 kj/mol. Para que o estudante não se confunda em relação a que alótropo deve escolhe, a tabela a seguir traz os principais casos de alotropia utilizados nos exercícios.

Casos de alotropia

Elemento químico

Alótropo

∆H formação

O

 

O

2

= zero

 

O

3

zero

S

S

rômbico

= zero

S monoclínico

zero

   

C

grafite

= zero

C

C

diamante

zero

Fulereno -60

zero

P

P

vermelho

= zero

P

branco

zero

INTERPRETANDO O CALOR DE FORMAÇÃO

EXEMPLO: C grafite + 2H 2(g)

CH 4(g)

∆H (25°C e 1 atm) = - 74,4 Kj/mol

Como é impossível determinar a energia absoluta de uma substância e sabendo que para Cgrafite e o H 2(g) , adotou-se o valor zero(0), pode-se concluir que -74,4 kj/mol corresponde ao calor de formação do CH 4(g) , o que significa que cada mol de CH 4(g) possui 74,4 kj de energia a menos que as substâncias simples que lhes deram origem. Essa energia liberada foi calculada com o uso do calorímetro.

simples que lhes deram origem. Essa energia liberada foi calculada com o uso do calorímetro. Sapiência
simples que lhes deram origem. Essa energia liberada foi calculada com o uso do calorímetro. Sapiência

Química

DarmanSantana

Química DarmanSantana CÁLCULO DO ∆H 2° UTILIZANDO A ENERGIA DE LIGAÇÃO : Energia absorvida na quebra

CÁLCULO DO ∆H

UTILIZANDO A ENERGIA DE LIGAÇÃO : Energia absorvida na quebra de 1mol de ligação a 25°C e 1atm.

Para quebrar ligação deve-se acrescentar energia com objetivo de aumentar a agitação dos átomos ligantes e dessa forma romper a ligação: Resumo = quebra de ligação: processo endotérmico

Quando uma ligação vai se formar é necessário que haja uma diminuição do conteúdo energético dos átomos para que os mesmos possam se acomodar e assim a ligação poder se formar: Resumo = formação da ligação: Processo exotérmico

Reação: CH 4(g) +

2O 2(g)

CO 2(g)

+ 2 H 2 O (v)

Interpretação: nessa reação as ligações dos reagentes são quebradas para que novas ligações sejam formadas; vejamos o carbono que no reagente está ligado ao hidrogênio e após a reação passou estar ligado ao oxigênio. O que aconteceu? Quebrou – se a ligação entre o carbono e o hidrogênio e formou-se a ligação do carbono com o oxigênio.

Cálculo:

CH 4(g)

+

H

2O 2(g)

H – C – H

H

+

Reagentes:

CO 2(g)

+ 2 H 2 O (v)

2( O = O)

O = C = O

 

Ligação

Energia

Quebrada

absorvida

4

( C – H)

4

(412kj)

2

(O = O)

2

(496kj)

Energia total absorvida = 2640kj

Produtos:

 

Ligação

Energia

formada

liberada

2

( C = O)

2

(743kj)

4

(O – H)

4

(463kj)

Energia total liberada = 3338kj

+

2 ( H – O – H )

4 (O – H) 4 (463kj) Energia total liberada = 3338kj + 2 ( H –
4 (O – H) 4 (463kj) Energia total liberada = 3338kj + 2 ( H –

Química

DarmanSantana

Química DarmanSantana ∆H = ± │H produtos – H reagentes │ ∆H = ± │ 3338

∆H =

± │H produtos – H reagentes

∆H = ± 3338 – 2640

∆H = ± 698kj

∆H = - 698kj/mol, neste caso o sinal do ∆H é negativo pois a energia liberada foi maior que a energia absorvida, o que indica que a reação é exotérmica, se a energia absorvida fosse maior que a energia liberada o ∆H seria positivo e a reação seria endotérmica.

CÁLCULO DO ∆H

3° UTILIZANDO A LEI DE HESS : Em uma reação química o que determina o ∆H é somente o seu estado inicial e o seu estado final.

Equação: I – C + ½ O 2

CO

∆H I =

II – CO + ½ O 2

CO 2

H II =

Global (I + II)

C

+ O 2

CO 2

∆H III =

Note que nessa reação os reagentes inicias C e O 2 se transformam em CO( reação I) e em seguida o CO formado se transformou em CO 2 (reação II). Essa reação aconteceu por etapas que quando somadas resultam na equação global. Segundo a lei de Hess não é necessário saber a energia do CO ( composto intermediário) para calcular o ∆H da equação global e sim somente a energia dos reagentes inicias ( em vermelho) e do produto final (em azul). Se fizermos os cálculos somente pela equação global chegaremos ao mesmo resultado, provando que não há necessidade de saber a energia do CO, já que essa substância não aparece na equação global.

Exemplo:

1C

+ 1O 2

1CO 2

∆H = ?

Como o C e o O 2 estão no estado padrão a energia de formação de cada um é igual a zero. A energia de formação do CO 2 é igual a -393,5Kj ( valor fixo e fornecido pela questão).

∆H = H produtos – H reagentes

∆H = (-393,5) – (0)

∆H = -393,5kj/mol.

questão). ∆H = H produtos – H reagentes ∆H = (-393,5) – (0) ∆H = -393,5kj/mol.
questão). ∆H = H produtos – H reagentes ∆H = (-393,5) – (0) ∆H = -393,5kj/mol.

Química

DarmanSantana

Química DarmanSantana Vamos treinar usando outra reação. Com base nas equações fornecidas calcule o ∆H da

Vamos treinar usando outra reação.

Com base nas equações fornecidas calcule o ∆H da reação.

2 C grafite

+ 3 H 2(g)

+

½ O 2(g)

C 2 H 6 O

∆H = ?

Dados: I -

C grafite + O 2(g) → CO 2

½ O 2(g)

∆H = -394 kj/mol

∆H = -286kj/mol

+

3H 2 O

II - H 2(g)

III

+

H 2 O → 2CO 2

- C 2 H 6 O

+

3 O 2(g)

∆H = -1368kj/mol

Resolução: As três equações fornecidas devem ser somadas de uma forma que resultem na equação desejada e para isso devemos:

1°) Repetir a equação I multiplicando-a por 2, pois na equação que se deseja saber o ∆H utiliza-se 2 mols de C grafite

I

– 2 C grafite +

2O 2(g)

→ 2CO 2(g)

∆H = 2(-394kj)

2°) Repetir a equação II multiplicando-a por 3 pois na equação que se deseja saber o ∆H utiliza-se 3 mols de H 2(g) .

II - 3H 2(g) + 3/2 O 2(g)

3H 2 O

∆H = 3(-286kj)

3°) Inverter a equação III, pois na equação que se deseja saber o ∆H o composto C 2 H 6 O é um produto.

III

- 2CO 2

+

3H 2 O

C 2 H 6 O +

3 O 2(g)

∆H = +1368kj/mol

Soma das equações:

I – 2 C grafite + 2O 2(g) II - 3H 2(g) + 3/2 O
I – 2 C grafite +
2O 2(g)
II
- 3H 2(g) + 3/2 O 2(g)
III - 2CO 2
+
3H 2 O
→ 2CO 2(g) → 3H 2 O
→ 2CO 2(g)
→ 3H 2 O

∆H = 2(-394kj) = -788kj

∆H = 3(-286kj) = - 572kj

C 2 H 6 O +

-788kj ∆H = 3(-286kj) = - 572kj → C 2 H 6 O + 3 O

3 O 2(g)

∆H = +1368kj/mol

Global

2 C grafite

+ 3 H 2(g)

+

½ O 2(g)

C 2 H 6 O

∆H = + 8 kj/mol

A lei de Hess permite calcularmos de forma teórica o ∆H de reações que na prática não poderiam ser calculado pelo calorímetro.

forma teórica o ∆H de reações que na prática não poderiam ser calculado pelo calorímetro. Sapiência
forma teórica o ∆H de reações que na prática não poderiam ser calculado pelo calorímetro. Sapiência

Química

DarmanSantana

Química DarmanSantana FATORES QUE INFLUENCIAM NO ∆H Os cálculos demonstrados anteriormente podem ter valores

FATORES QUE INFLUENCIAM NO ∆H

Os cálculos demonstrados anteriormente podem ter valores diferentes se calculados em condições diferenciadas de:

A) Temperatura

B) Pressão

C) Fase de agregação das substâncias ( estado físico )

D) Forma alotrópica utilizada.

Esses fatores alteram a quantidade de energia do sistema logo irão influenciar no valor do ∆H da reação.

GRÁFICOS

EXEMPLO I

no valor do ∆H da reação. GRÁFICOS EXEMPLO I Interpretação: No eixo Y (ordenadas) encontra-se o

Interpretação: No eixo Y (ordenadas) encontra-se o valor da energia das substâncias e o eixo X(Abcissas) representa o caminho da reação, que nesse caso está indicado da esquerda para a direita,logo as substâncias que estão mais a esquerda são os reagentes e as que estão mais a direita são os produtos. Conclusão: Energia dos reagentes (CH 4 e O 2 ) = -75kj Energia dos produtos (CO 2 e H 2 O) = -965,4 kj

∆H = H produtos – H reagentes

∆H = (-965,4kj) – (-75kj) ∆H = - 890,4 kj o que indica que a reação é exotérmica, note também pelo gráfico que a energia dos reagentes é superior a dos produtos, logo há uma liberação de energia durante a reação(reação exotérmica).

a dos produtos, logo há uma liberação de energia durante a reação(reação exotérmica). Sapiência Página 8
a dos produtos, logo há uma liberação de energia durante a reação(reação exotérmica). Sapiência Página 8

Química

DarmanSantana

Química DarmanSantana EXEMPLO II INTERPRETAÇÃO Observe que o gráfico em questão só possui o eixo das

EXEMPLO II

Química DarmanSantana EXEMPLO II INTERPRETAÇÃO Observe que o gráfico em questão só possui o eixo das

INTERPRETAÇÃO Observe que o gráfico em questão só possui o eixo das ordenadas que representa a energia das substâncias que é crescente na vertical de baixo para cima, devido à seta está indicada para cima. Ainda nesse gráfico nota-se que o caminho da reação não está representado pelo eixo das abscissas, porém está sendo indicado pelas setas tracejadas que por estarem indicando o sentido da reação para baixo pode-se concluir: as reações são exotérmicas e se estivessem indicando o sentido da reação para cima as mesmas seriam endotérmicas. Ainda analisando o gráfico pode-se concluir que duas reações produzem CO 2 , porém uma usa o C grafite e a outra usa o

C diamante e como o grafite se encontra mais abaixo que o diamante no gráfico conclui- se que o grafite possui menos energia que o diamante, e por isso o grafite será

considerado a forma alotrópica mais estável

somente o ∆H 1 representa o calor de formação do CO 2 .

do carbono(∆H formação = O ), assim

Cálculo do ∆H de uma reação num laboratório.

Usa-se o calorímetro, como? Coloca-se água dentro calorímetro e dentro dessa água coloca-se um recipiente, onde no seu interior irá acontecer a reação em questão. Quando a reação acontecer mede-se a variação de temperatura da água e usando a equação Q = m.c. ∆T, calcula-se o calor liberado ou absorvido pela água que se encontra no calorímetro. A energia que fez a temperatura da água variar corresponde ao valor do ∆H da reação que está acontecendo no recipiente que se encontra em contato com a água.

do ∆H da reação que está acontecendo no recipiente que se encontra em contato com a
do ∆H da reação que está acontecendo no recipiente que se encontra em contato com a

Química

DarmanSantana

Química DarmanSantana Conclusão Retomando aos questionamentos anteriores sobre o acarajé podemos agora sim entender

Conclusão Retomando aos questionamentos anteriores sobre o acarajé podemos agora sim entender como que esse apetitoso prato baiano é capaz de engordar. Um corpo humano para sobreviver necessita de uma quantidade de energia diária para se manter vivo, essa quantidade de energia depende de individuo para individuo, pois cada pessoa tem um estilo de vida e um tipo de metabolismo (acelerado ou lento), por exemplo, um atleta necessita de uma quantidade de energia maior que uma pessoa que leva uma vida sedentária, essa energia que eu estou me referindo é adquirida quando nós nos alimentamos, pois nosso corpo vai usar a energia liberada (energia química se transforma em energia térmica) das reações químicas de metabolismo (reação de oxi-redução com fins energéticos para o organismo) das substâncias dos alimentos, tendo os carboidratos como fonte primária de uso (açucares) e os lipídios (gordura) como fonte secundária. No acarajé a massa é feita de feijão fradinho, material riquíssimo em carboidratos e frito no dendê riquíssimo em gorduras, assim quando esses são digeridos e absorvidos no intestino delgado e ganham a corrente sanguínea seguem para os tecidos e lá sofrerão reações exotérmicas que irão liberar calor, o qual será utilizado pelo organismo para realizar suas atividades diárias. Até ai tudo bem, pois o alimento ingerido foi usado para gerar energia que será utilizada pelo próprio organismo, porém se o indivíduo come, por exemplo, cinco acarajés no dia, o organismo irá utilizar o carboidrato e o lipídio necessário para as atividades daquele dia e o restante dessas substâncias serão guardadas pelo organismo na forma de gorduras, é isso mesmo a gordura ingerida em excesso será logo depositada numa célula denominada de adipócito e o carboidrato em excesso será transformado em gordura para que seja guardado, e quando o organismo necessitar essa reserva de lipídios será utilizada para fins energéticos, Isso que faz o organismo engordar. Hoje em dia o ser humano se alimenta cada vez mais de alimentos hipercalóricos e tem uma vida sedentária (estilo de vida com pouco exercício físico) esses fatores deixam essa pessoa com excesso de peso pelo acúmulo de gordura, situação que traz para o organismo doenças cardiovasculares como infarto do miocárdio e derrame cerebral. Existe alguma maneira de uma pessoa se livrar dessa situação, diante de tanta tentação gastronômica existente atualmente? Sim, primeiro você deve entender que a integridade de sua vida é mais importante que o prazer momentâneo de degustar um alimento e por isso deverá você fazer uma escolha por alimentos que sejam mais saudáveis (equilibrados em carboidratos, gorduras, proteínas, vitaminas e fibras), segundo quando se alimentar realizar isso de forma lenta para dar tempo ao organismo se saciar, pois se você se alimenta muito rápido acaba comendo uma quantidade muito grande e sentindo o mesmo prazer que se tivesse comendo pouco, porém devagar, em terceiro aquela gordura acumulada será utilizada pela célula caso ela necessite, sendo assim devemos colocar a célula para necessitar de mais energia fazendo exercícios físicos e assim queimando as gordurinhas que se acumularam. Só lembrando que essa luta travada contra o acúmulo das gorduras tem somente a finalidade de manter o organismo saudável e de forma nenhuma deverá ser uma obsessão estética, pois dessa forma você irá deixar a mente doente. Observe que começamos com uma situação cotidiana e para solucionar as dúvidas levantadas fomos em busca de uma sustentação científica. Para isso tivemos que primeiro estudar alguns conceitos e em seguida de posse desses podemos tirar conclusões sobre as problemáticas levantadas.

e em seguida de posse desses podemos tirar conclusões sobre as problemáticas levantadas. Sapiência Página 10
e em seguida de posse desses podemos tirar conclusões sobre as problemáticas levantadas. Sapiência Página 10

Química

DarmanSantana

Química DarmanSantana Veja como esses conteúdos são abordados nos vestibulares do Brasil, principalmente nas

Veja como esses conteúdos são abordados nos vestibulares do Brasil, principalmente nas universidades da Bahia.

Questão retirada de um dos exames da UEFS ( universidade estadual de Feira de Santana)

Considerem-se as reações

I.

II.

C

(grafite)

CO

(g)

1

O

2 2(g)

1

O

2 2(g)

CO

CO

(g)

2(g)

ΔH

0

1

ΔH

 110,35kJ

0

2



282,99kJ

Os trabalhos do químico suíço Germain Henri Hess levaram-no a enunciar a

famosa lei “A variação de entalpia envolvida numa reação química depende dos estados inicial e final da reação”, ficou conhecida como Lei de Hess. Com base nessa lei, nas equações termoquímicas I e II, e sabendo-se que o calor especifico da água é igual a 4,18J/g.ºC, pode-se afirmar:

a) As reações I e II são endotérmicas.

b) A variação de entalpia na transformação C (grafite) + O 2(g) CO 2(g) , é igual a -

393,34kJ.

c) Quando o grafite entra em combustão completa, são absorvidos 282,99kJ/mol de CO 2 produzido.

d) A entalpia de uma reação química é independente do estado físico dos reagentes e dos produtos da reação.

e) O calor envolvido na reação I é suficiente para aquecer de 25ºC a 100ºC, 500g de água.

Interpretação:

Letra A : É falsa pois as duas reações fornecidas possuem uma variação de energia(∆H) negativo, o que indica que as mesmas são exotérmicas.

Letra B : Nessa proposição é necessário calcular o ∆H dessa equação C (grafite) + O 2(g) CO 2(g) , e isso será feito pela lei de Hess, somando as equações fornecidas na questão( I + II) e ai chega-se a reação C (grafite) + O 2(g) CO 2(g) ,, logo o seu ∆H é a soma do ∆H da equação I com o ∆H da equação II.

( g ) ,, logo o seu ∆H é a soma do ∆H da equação I
( g ) ,, logo o seu ∆H é a soma do ∆H da equação I

Química

DarmanSantana

Química DarmanSantana C (grafite) CO (g)  1 2 O  1 2 O 2(g) 

C

(grafite)

CO

(g)

1

2

O

1

2

O

2(g)

CO

(g)

2(g)

CO

2(g)

ΔH

ΔH

0

2

0

1



110,35kJ



282,99kJ

C (grafite) + O 2(g) CO 2(g) ,,

∆H = - 393,34 kj/mol

Sendo assim a proposição B é verdadeira.

Letra C : Nessa proposição cobra-se o ∆H de combustão completa do grafite. A combustão completa de um combustível a base de carbono é a sua reação com o oxigênio formando gás carbônico ( CO 2 ). Sendo assim a reação será:

C (grafite) + O 2(g) CO 2(g) ,, que possui um ∆H já calculado na proposição B que

é de -393,34 kj, logo o valor citado na proposição C não corresponde ao valor real e

também a energia não é absorvida como a proposição afirma e sim liberada pois o ∆H é negativo.

Letra D: É falsa pois os fatores que interferem no ∆H de uma reação são:

Temperatura

Pressão

Fase de agregação das substâncias ( estado físico )

Forma alotrópica utilizada.

Logo o ∆H de uma reação depende do estado físico das substâncias, pois uma mesma substância em estados físicos diferente terá valores de energia diferentes influenciando no ∆H final da reação.

Letra E: Para saber se o calor da reação é suficiente é necessário calcular quanto de calor 500g de água necessita receber para variar a temperatura de 25°C à 100°C. Isso

é

feito através da equação: Q = m.c. ∆T, sendo :

Q

= quantidade de calor liberada ou absorvida para fazer um corpo variar sua

temperatura. (?)

m = a massa da amostra ( 500g)

c = calor específico da água (4,18J/g.ºC)

∆T = variação de temperatura ( 100°C - 25°C = 75°C)

Q

= m.c. ∆T

Q

= 500x 4,18x 75 = 156750j 156,75Kj,

110,35 Kj, valor liberado na equação I, é insuficiente pois é inferior ao necessário (156,75Kj).

valor ao

liberado na equação I, é insuficiente pois é inferior ao necessário ( 156,75Kj). valor ao Sapiência
liberado na equação I, é insuficiente pois é inferior ao necessário ( 156,75Kj). valor ao Sapiência

Química

DarmanSantana

Química DarmanSantana ATIVIDADES Questão 01 Considere as seguintes transformações: I . Dióxido de carbono sólido

ATIVIDADES

Questão 01 Considere as seguintes transformações:

I . Dióxido de carbono sólido (gelo seco) _ dióxido de carbono gasoso. II . Ferro fundido _ ferro sólido.

III . Água líquida _ vapor d’água.

Dessas transformações, no sentido indicado e à temperatura constante, apenas:

a) I é exotérmica.

b) II é exotérmica.

c) III é exotérmica.

d) I e II são exotérmicas.

e) II e III são exotérmicas.

Questão 02 Em um calorímetro improvisado, conforme figura, formado por um tubo de ensaio imerso em béquer contendo água, verifica-se inicialmente que o sistema encontra-se em equilíbrio térmico. Após a ocorrência de uma reação química, no tubo de ensaio, verifica-se uma diminuição de temperatura registrada pelo termômetro. Assinale a alternativa falsa.

registrada pelo termômetro. Assinale a alternativa falsa. a) A reação é endotérmica. b) A reação ocorre

a) A reação é endotérmica.

b) A reação ocorre com absorção de calor.

c) A variação de entalpia da reação é negativa

d) Os produtos desta reação química têm maior energia do que os reagentes.

e) O calorímetro é um aparelho utilizado para determinar o calor envolvido numa reação

química.

Questão 03 Observe o esquema.

numa reação química. Questão 03 Observe o esquema. De acordo com o esquema apresentado, podemos dizer

De acordo com o esquema apresentado, podemos dizer que esse processo deverá ser:

a) endotérmico, com variação de entalpia de – 1870 kJ

b) endotérmico e absorver 130 kJ

ser: a) endotérmico, com variação de entalpia de – 1870 kJ b) endotérmico e absorver 130
ser: a) endotérmico, com variação de entalpia de – 1870 kJ b) endotérmico e absorver 130

Química

DarmanSantana

Química DarmanSantana c) exotérmico e liberar 130 kJ d) exotérmico, com variação de entalpia de +

c) exotérmico e liberar 130 kJ

d) exotérmico, com variação de entalpia de + 1870 kJ

e) exotérmico e absorver 1870 kJ

Questão 04 Considerando a reação de dissolução do cloreto de sódio em água:

a reação de dissolução do cloreto de sódio em água: podemos afirmar que este processo é:

podemos afirmar que este processo é:

a) exotérmico.

b) endotérmico.

c) isotérmico.

d) atérmico.

e) adiabático.

Questão 05

c) isotérmico. d) atérmico. e) adiabático. Questão 05 a) “x” é maior que zero, pois ocorre

a) “x” é maior que zero, pois ocorre liberação de calor.

b) “y” é maior que zero, pois ocorre absorção de calor.

c) “x” representa uma reação endotérmica.

d) “y” representa uma reação exotérmica.

e) Tanto “x” e “y” estão representando uma reação exotérmica.

Questão 06 No diagrama abaixo, o valor da energia de ativação corresponde (em kcal) a:

o valor da energia de ativação corresponde (em kcal) a: a) 25 kcal. b) 40 kcal

a) 25 kcal.

b) 40 kcal.

c) 65 kcal

d) 85 kcal.

e) 110 kcal.

ativação corresponde (em kcal) a: a) 25 kcal. b) 40 kcal . c) 65 kcal d)
ativação corresponde (em kcal) a: a) 25 kcal. b) 40 kcal . c) 65 kcal d)

Química

DarmanSantana

Química DarmanSantana Questão 07 Considerando a reação representada pela equação termoquímica: São feitas as

Questão 07 Considerando a reação representada pela equação termoquímica:

a reação representada pela equação termoquímica: São feitas as seguintes afirmações: I. A quantidade de

São feitas as seguintes afirmações:

I. A quantidade de energia liberada será maior se o produto obtido for dois mols de NH3 no estado líquido. II. A decomposição de 6,8g de NH3(g) absorve 4,4 kcal. III. A entalpia de formação da amônia é de – 11 kcal/mol Quais são corretas?

a) apenas I.

b) apenas I e II.

c) apenas I e III.

d) apenas II e III.

e) I, II e III.

Questão 08 Dadas as seguintes equações representadas pelas reações químicas, realizadas à mesma temperatura:

pelas reações químicas, realizadas à mesma temperatura: Pode-se dizer que: a) x = 72 Kj. b)

Pode-se dizer que:

a) x = 72 Kj.

b) x > 72 Kj.

c) A primeira reação é endotérmica.

d) O valor da variação de entalpia da primeira reação é 72,0 Kj.

e) x < 72 Kj.

Questão 09 Dada à equação abaixo, podemos afirmar que o calor liberado na queima de 2,8g de monóxido de carbono será:

Dados: C = 12g/mol; O = 16g/mol.

monóxido de carbono será: Dados: C = 12g/mol; O = 16g/mol. a) 6,76 kcal. b) 3,38

a) 6,76 kcal.

b) 3,38 kcal.

c) 10,14 kcal.

d) 67,6 kcal.

e) 33,8 kcal.

Questão 10 Assinale a alternativa que representa apenas substâncias com entalpia padrão (H0) igual a zero:

a) Cl2(g); H2O(l ); Cdiam; H2(g).

b) Hg(l ); O3(g); H2(g); Cu(S).

c) Cl2(g); Hg(l ); Cgraf; H2(g).

d) Cl2(g); H2O(l ); S8(mon); O2(g).

e) Cl2(g); Cu(l ); Cgraf; O2(g).

) ; Cgraf; H2(g). d) C l 2(g); H2O(l ) ; S8(mon); O2(g). e) C l
) ; Cgraf; H2(g). d) C l 2(g); H2O(l ) ; S8(mon); O2(g). e) C l

Química

DarmanSantana

Química DarmanSantana Questão 11 Considere as seguintes entalpias de formação: Com essas informações, pode-se

Questão 11 Considere as seguintes entalpias de formação:

Questão 11 Considere as seguintes entalpias de formação: Com essas informações, pode-se calcular a variação de

Com essas informações, pode-se calcular a variação de entalpia da reação representada por:

a variação de entalpia da reação representada por: Seu valor será igual a: a) – 1006

Seu valor será igual a:

a) – 1006 kj.

b) – 142 kj.

c) + 142 kj.

d) + 1066 kj.

e) + 2274 kj.

Questão 12 decomposição de CaCO3(s), pelo aquecimento, produz CaO(s) e CO2(g). O calor de

formação

de

decomposição de 1 mol de CaCO3(s) em CaO(s) e CO2(g) há:

de

cada uma dessas espécies é dado pela tabela

abaixo.

No calor

uma dessas espécies é dado pela tabela abaixo. No calor a) liberação de 534 kcal. b)

a) liberação de 534 kcal.

b) absorção de 534 kcal.

c) absorção de 56 kcal.

d) liberação de 46 kcal.

e) absorção de 46 kcal.

Questão 13 Para redução da poluição atmosférica, conversores catalíticos são usados nos canos de escape de veículos automotores, e uma das reações químicas que ocorre

é : CO(g) + ½ O2(g) CO2(g).

Com as entalpias-padrão de formação listadas na tabela, pode-se afirmar que a 298 K

formação listadas na tabela, pode-se afirmar que a 298 K a) a reação é exotérmica, e

a) a reação é exotérmica, e a variação de entalpia padrão da reação é – 283 kJ/mol.

b) a reação é exotérmica, e a variação de entalpia padrão da reação é – 504 kJ/mol.

c) a reação de ativação da reação é 504 kJ/mol.

d) a reação é endotérmica, e a variação de entalpia padrão da reação é 283 kJ/mol.

e) a reação é endotérmica, e a variação de entalpia padrão da reação é – 283 kJ/mol.

e) a reação é endotérmica, e a variação de entalpia padrão da reação é – 283
e) a reação é endotérmica, e a variação de entalpia padrão da reação é – 283

Química

DarmanSantana

Química DarmanSantana Questão14 São dadas as entalpias padrão de formação das seguintes substâncias: Na combustão

Questão14

São dadas as entalpias padrão de formação das seguintes substâncias:

entalpias padrão de formação das seguintes substâncias: Na combustão completa de 0,5 mol de metanol, a

Na combustão completa de 0,5 mol de metanol, a 25 oC e 1 atm de pressão há:

a) liberação de 726,3 kJ.

b) absorção de 726,3 kJ.

c) liberação de 363,2 kJ.

d) absorção de 363,2 kJ.

e) liberação de 181,6 kJ.

Questão 15 A equação H2 (g) + 1/2 O2 (g) H2O (l) Δ H = – 68 kcal representa:

I. calor de formação da água líquida.

II. calor de combustão do hidrogênio gasoso.

III. calor de combustão do oxigênio gasoso.

IV. calor de decomposição do hidrogênio gasoso.

São corretos os complementos:

a) I e II.

b) I e III.

c) II e III.

d) II e IV.

e) III e IV.

Questão 16 A gasolina é composta majoritariamente por octano (C8H18), e o gás natural veicular

(GNV), por metano (CH4). A energia liberada pela combustão completa do octano e do metano são, respectivamente, de 47 kJ/g e 54 kJ/g. A combustão do gás hidrogênio, que tem sido proposto como uma forma de energia alternativa, libera aproximadamente 120

kJ/g.

respectivamente, é correto afirmar que a:

a) entalpia de combustão da gasolina é de 2.679 kJ/mol.

b) entalpia de combustão do hidrogênio é 2.400 kJ/mol.

c) entalpia de combustão do metano é 864 kJ/mol.

d) combustão do hidrogênio produz CO2 e água.

e) entalpia da reação C8H18 + 7 H2 _ 8 CH4 não pode ser calculada combinando-se as

equações de combustão de octano, metano e hidrogênio de forma apropriada. Questão 17 A transformação representada por N2(g) 2 N(g) é:

a) endotérmica, pois envolve ruptura de ligações intramoleculares.

b) endotérmica, pois envolve ruptura de ligações intermoleculares.

c) endotérmica, pois envolve formação de ligações intramoleculares.

d) exotérmica, pois envolve ruptura de ligações intramoleculares.

e) exotérmica, pois envolve formação de ligações intermoleculares.

Sabendo-se que as massas atômicas de C,

H

e

O

são 12,

1

e

16 g/mol,

ligações intermoleculares. Sabendo-se que as massas atômicas de C, H e O são 12, 1 e
ligações intermoleculares. Sabendo-se que as massas atômicas de C, H e O são 12, 1 e

Química

DarmanSantana

Química DarmanSantana Questão 18 Dadas às energias de ligação, em kcal / mol: H – H

Questão 18 Dadas às energias de ligação, em kcal / mol: H – H (104,0); H – Cl (103,0); Cl – Cl (58,0), conclui-se que

o calor da reação H2 (g) + Cl2 (g) 2 HCl (g) será igual a:

a) – 206 kcal.

b) – 103 kcal.

c) – 59 kcal.

d) – 44 kcal.

e) – 22 kcal.

Questão 19 Dadas às energias de ligação, em kcal / mol: C = C (143); C – H (99); C – Br (66); Br – Br

(46); C – C (80).

A variação de entalpia da reação representada pela equação:

de entalpia da reação representada pela equação: será: a) – 23 kcal. b) + 23 kcal.

será:

a) – 23 kcal.

b) + 23 kcal.

c) + 43 kcal.

d) – 401 kcal.

e) + 401 kcal.

Questão 20

O gás cloro (Cl2) amarelo-esverdeado é altamente tóxico. Ao ser inalado, reage com a água

existente nos pulmões, formando ácido clorídrico (HCl), um ácido forte, capaz de causar

graves lesões internas, conforme a seguinte reação:

graves lesões internas, conforme a seguinte reação: Utilizando os dados constantes na tabela anterior, marque a

Utilizando os dados constantes na tabela anterior, marque a opção que contém o valor correto da variação de entalpia verificada, em kj/mol.

a) + 104.

b) + 71.

c) + 52.

d) – 71.

e) – 104.

variação de entalpia verificada, em kj/mol. a) + 104. b) + 71. c) + 52. d)
variação de entalpia verificada, em kj/mol. a) + 104. b) + 71. c) + 52. d)

Química

DarmanSantana

Química DarmanSantana QUESTÃO 21 A reação termoquímica I representa a formação do gás de água, combustível

QUESTÃO 21 A reação termoquímica I representa a formação do gás de água, combustível industrial que se obtém pela passagem de vapor de água sobre coque (carvão) aquecido.

I. H 2 O (g) + C (s) CO (g) + H 2(g)

H 1 = 131,1kJ

A combustão completa do gás de água forma CO 2(g) e H 2 O (g) , segundo as reações termoquímicas II e III.

II. CO (g) + ½ O 2(g) CO 2(g)

III. H (g) + ½ O 2(g) H 2 O (g)

H 2 = -282,6kJ

H 3 = -241,6kJ

Considere-se que as condições de temperatura e pressão dessas reações foram trazidas para 25ºC e 1atm. Com base nas informações dadas e nos conhecimentos sobre termoquímica, pode-se afirmar:

(

01 ) As reações II e III são endotérmicas.

(

02 ) O calor molar da combustão completa do coque é -151,3 kJ.

( 04 ) A combustão completa de 1 mol de coque libera menos energia do que a combustão completa do gás de água (1mol de CO (g) e 1 mol de H 2(g) ).

( 08 ) Numa reação química, a variação de entalpia depende exclusivamente da entalpia do estado inicial e do estado final.

(

16 ) O calor de formação do CO (g) é –110,3 kJ.

(

32 ) H 3 representa o calor padrão de formação de H 2 O (g) .

(

64 ) O valor de H f independe do estado físico dos reagentes e produtos.

QUESTÃO 22

I. C 3 H 8(g) + 5O 2(g) 3CO 2(g) + 4H 2 O (g) II. N 2(g) + 3H 2(g) 2NH 3(g)

Hº = -2046kJ Hº = -92,2kJ

Com base nas equações termoquímicas acima e nos conhecimentos sobre cálculos estequimétricos, termoquímica e funções orgânicas, pode-se afirmar:

(

01 ) As reações I e II são endotérmicas

(

02 ) A decomposição térmica de 2,0 mol de amônia absorve 92,2kJ.

(

04 ) A entalpia padrão de formação do O 2(g) , N 2(g) e H 2(g) é igual a zero

(

08 ) A entalpia padrão de combustão de 0,4 mol de propano é igual a -818,4kJ.

(

16 ) A massa de água formada, na reação de combustão de 4,0g de propano, é igual a

7,2g.

( 32 ) A entalpia padrão de formação da amônia é igual a -46,1kJ.

( 64 ) Reagindo-se 3L de hidrogênio com 1L de nitrogênio, nas CNTP, obtém-se 4L de amônia

Questão 23

I. C 3 H 8(g) + 5O 2(g) 3CO 2(g) + 4H 2 O () H = – 2139,9kJ

II. C H

4

10(g)

13

2

O

2(g)

4CO

2(g)

5H O

2

(

)

2878,3kJ

O gás liquefeito de petróleo, GLP, é uma mistura dos gases propano e butano, cujas reações de combustão estão representadas acima. Considerando-se as equações e os conhecimentos sobre reações químicas e termoquímica, pode-se afirmar:

as equações e os conhecimentos sobre reações químicas e termoquímica, pode-se afirmar: Sapiência Página 19
as equações e os conhecimentos sobre reações químicas e termoquímica, pode-se afirmar: Sapiência Página 19

Química

DarmanSantana

Química DarmanSantana b) Somente a equação I é classificada como termoquímica. c) As reações I e

b) Somente a equação I é classificada como termoquímica.

c) As reações I e II são de decomposição.

d) A combustão de 1 mol de propano absorve 2139,9kJ.

e) A combustão de 10g de butano libera 496,2kJ de energia.

f) A soma dos calores de formação de CO 2(g) e de H 2 O () corresponde a +2878,3kJ.

QUESTÃO 24 Considere as equações termoquímicas, a 25ºC e 1 atm:

I. C grafite + O 2(g) CO 2(g) II. H 2(g) + ½ O 2(g) H 2 O (g)

III. C 2 H 5 OH (l) + 3O 2(g) 2CO 2(g) + 3H 2 O (g)

H = -393kJ/mol H = -242kJ/mol- H = -1369kJ/mol

O calor de formação do álcool etílico líquido, em kJ/mol, é

a) – 1611

b) – 1369

c) – 143

d) + 143

e) + 250

QUESTÃO 25

Qual das opções a seguir apresenta a equação química balanceada para a reação de formação de óxido de ferro (II) sólido nas condições-padrão?

g) Fe(s) + Fe 2 O 3 (s) 3FeO(s).

h) Fe 2 O 3 (s) 2FeO(s) + 1/2O 2 (g).

i) Fe(s) + CO 2 (g) FeO(s) + C(graf) + 1/2O 2 (g).

j) Fe(s) + 1/2O 2 (g) FeO(s).

k) Fe(s) + CO(g) FeO(s) + C(graf).

QUESTÃO 26

O etanol, C 2 H 6 O, pode ser obtido a partir da fermentação da sacarose contida no extrato da cana-de-açúcar, importante produto agrícola no Brasil. Nos últimos anos, o aumento da produção do etanol foi impulsionado pelo incremento da frota de carros flex (bicombustíveis) no país. A sacarose pode ser hidrolisada por ácidos diluídos ou pela ação da enzima invertase, resultando na glicose e na frutose.

a) Utilizando a Lei de Hess, calcule o calor da reação de fermentação de um mol de glicose (C 6 H 12 O 6 ) em etanol e gás carbônico, a partir das equações das reações de combustão completa da glicose ( comb. = –2808 kJ/mol) e do etanol ( comb. = –1368 kJ/mol).

R = - 72 KJ

(  Hº comb. = –2808 kJ/mol) e do etanol (  Hº comb. = –1368
(  Hº comb. = –2808 kJ/mol) e do etanol (  Hº comb. = –1368

Química

DarmanSantana

Química DarmanSantana QUESTÃO 27 Com base no conceito de entalpia de formação (H) e dado o

QUESTÃO 27 Com base no conceito de entalpia de formação (H) e dado o diagrama de entalpia de formação de H 2 O abaixo, a alternativa INCORRETA é

formação de H 2 O abaixo, a alternativa INCORRETA é a)a entalpia de formação de H

a)a entalpia de formação de H 2 O (s) - 42kj. b)o processo de formação de 1 mol de H 2 O (s) libera 286 kJ de energia. c)a quantidade de energia envolvida na formação de H 2 O (l) depende da quantidade de reagente utilizado. d)as substâncias simples H 2(g) e O 2(g) no estado padrão possuem entalpia igual a zero. e)o calor liberado na solidificação do vapor d’água é 86 kJ.

QUESTÃO 28 Considere o diagrama termoquímico a seguir:

kcal +22 NO 2 (g) H 2 (g) O 2 (g) 0,0 N 2 (g)
kcal
+22
NO 2 (g)
H
2 (g)
O 2 (g)
0,0
N 2 (g)
-58
H 2 O(v)
-68
H 2 O(l)
Com base nesse diagrama são feitas as seguintes afirmações:

I. A equação termoquímica que representa a reação endotérmica é: 1/2N 2 (g) + O 2 (g)

NO 2 (g) H = +22Kcal

II. A variação de entalpia na formação de água líquida a partir da queima de 10 g de H 2 (g) é –340 kcal

III. Uma equação termoquímica que representa a reação exotérmica é: H 2 (g) + 1/2O 2 (g) H 2 O (vapor) H = -58 kcal

IV. A variação de entalpia na formação de NO 2 (g) a partir de 84 g de N 2 (g) é 132 kcal.

Assinale a alternativa correta:

a) Apenas I e II estão corretas

b) Apenas II e IV estão corretas

c) Apenas I e IV estão corretas

d) Estão todas corretas

e) Estão todas incorretas

corretas c) Apenas I e IV estão corretas d) Estão todas corretas e) Estão todas incorretas
corretas c) Apenas I e IV estão corretas d) Estão todas corretas e) Estão todas incorretas

Química

DarmanSantana

Química DarmanSantana Questão 29 Quando NH4C l é dissolvido em um béquer contendo água, e dissocia-se

Questão 29 Quando NH4Cl é dissolvido em um béquer contendo água, e dissocia-se de acordo com a equação:

contendo água, e dissocia-se de acordo com a equação: podemos concluir que: (01)o processo de dissolução

podemos concluir que:

(01)o processo de dissolução é endotérmico. (02)os íons aquosos contêm mais energia que o NH4Cl (s) e H 2 O (l) isolados. (04)14,8 kJ serão liberados na dissolução de 1 mol de NH4Cl (s) . (08)a dissolução do NH 4 Cl (s) em H 2 O (l) provoca o esfriamento do líquido. (16)a temperatura do béquer permanecerá constante (32)a variação de entalpia da reação é a mesma se for utilizado água gasosa no processo reacional

Questão 30 Dada a reação: Fe 2 O 3 (s) + 3 C (s) + 491,5 kj 2 Fe (S) + 3 CO (g) Da transformação do óxido de ferro III em ferro metálico, segundo a equação acima, pode-se afirmar que:

a) É uma reação que acontece com uma variação de entalpia positiva.

b) É uma reação exotérmica.

c) É necessário 1 mol de carbono para cada mol de Fe2O3 (s) transformado.

d) O número de mols de carbono consumido é diferente do número de mols

do monóxido de carbono produzido.

e) A energia absorvida na transformação de 2 mols de Fe2O3 (s) é igual a

491,5 kj.

Questão 31 Considerando a reação representada pela equação termoquímica:

a reação representada pela equação termoquímica: São feitas as seguintes afirmações: I. A quantidade de

São feitas as seguintes afirmações:

I. A quantidade de energia liberada será maior se o produto obtido for dois mols de NH 3 no estado líquido. II. A decomposição de 6,8g de NH 3(g) absorve 4,4 kcal. III. A entalpia de formação da amônia é de – 11 kcal/mol Quais são corretas?

a) apenas I.

b) apenas I e II.

c) apenas I e III.

d) apenas II e III.

e) I, II e III.

corretas? a) apenas I. b) apenas I e II. c) apenas I e III. d) apenas
corretas? a) apenas I. b) apenas I e II. c) apenas I e III. d) apenas

Química

DarmanSantana

Química DarmanSantana Questão 32 Um botijão de gás de cozinha, contendo butano, foi utilizado em um

Questão 32 Um botijão de gás de cozinha, contendo butano, foi utilizado em um fogão durante certo tempo, apresentando uma diminuição de massa de 1,0 kg.

Sabendo que C 4 H 10 (g) + 6,5 O 2 (g) kj/mol

4

CO 2 (g) + 5 H 2 O (g)

ΔH = – 2900

a) Qual a quantidade de calor que foi produzida no fogão devido à combustão do butano?

Questão 33 O exame da equação

H 2(g) + 1/2 O 2(g) H 2 O (g) + 57,8 kcal Estando reagentes e produto à mesma pressão e temperatura, permite afirmar que:

a) é preciso fornecer 57,8 kcal para obter 1 mol de H 2 O (g) a partir de H 2(g) e

O 2(g) .

b) hidrogênio e oxigênio gasosos não coexistem sem reagirem.

c) ao se processar a reação há um aumento no número de mols de H 2 .

d) o valor - 57,8 kcal representa o ΔH de formação de 1 mol de H 2 O (g) .

e) há mais energia armazenada no produto do que nos reagentes.

Questão 34 São dadas as entalpias padrão de formação das seguintes substâncias:

entalpias padrão de formação das seguintes substâncias: Na combustão completa de 0,5 mol de metanol, a

Na combustão completa de 0,5 mol de metanol, a 25 o C e 1 atm de pressão há:

a) liberação de 726,3 kJ.

b) absorção de 726,3 kJ.

c) liberação de 363,2 kJ.

d) absorção de 363,2 kJ.

e) liberação de 181,6 kJ.

de 726,3 kJ. c) liberação de 363,2 kJ. d) absorção de 363,2 kJ. e) liberação de
de 726,3 kJ. c) liberação de 363,2 kJ. d) absorção de 363,2 kJ. e) liberação de

Química

DarmanSantana

Química DarmanSantana Questão 35 Dadas às energias de ligação, em kcal / mol: C = C

Questão 35 Dadas às energias de ligação, em kcal / mol:

C

= C (143);

C

– H (99);

C

– Br (66);

Br – Br (46);

C – C (80).

A variação de entalpia da reação representada pela equação:

de entalpia da reação representada pela equação: será: a) – 23 kcal. b) + 23 kcal.

será:

a) – 23 kcal.

b) + 23 kcal.

c) + 43 kcal.

d) – 401 kcal.

e) + 401 kcal.

Questão 36 A energia de ligação (H – N) em kJ/mol é igual a

36 A energia de ligação (H – N) em kJ/mol é igual a a) 772. b)

a) 772.

b) 360.

c) 386.

d) 1.080.

e) 260,5.

A energia de ligação (H – N) em kJ/mol é igual a a) 772. b) 360.
A energia de ligação (H – N) em kJ/mol é igual a a) 772. b) 360.

Química

DarmanSantana

Química DarmanSantana Questão 37 A combustão de um mol de metano nas condições padrão, de acordo

Questão 37

A combustão de um mol de metano nas condições padrão, de acordo com a

equação (I) libera 606,7 kJ. Qual será a quantidade de calor liberada na reação representada pela equação (II) em kJ/mol, se o calor de vaporização

da água é 44,0 kJ/mol ?

se o calor de vaporização da água é 44,0 kJ/mol ? Questão 38 Um passo no

Questão 38 Um passo no processo de produção de ferro metálico, Fe (s) , é a redução do óxido ferroso (FeO) com monóxido de carbono (CO)

do óxido ferroso (FeO) com monóxido de carbono (CO) Utilizando as equações termoquímicas fornecidas a seguir:

Utilizando as equações termoquímicas fornecidas a seguir:

Utilizando as equações termoquímicas fornecidas a seguir: É correto afirmar que o valor mais próximo de

É correto afirmar que o valor mais próximo de “x” é:

a) – 17 kj.

b) + 14 kj.

c) – 100 kj.

d) – 36 kj.

e) + 50 kj.

mais próximo de “x” é: a) – 17 kj. b) + 14 kj. c) – 100
mais próximo de “x” é: a) – 17 kj. b) + 14 kj. c) – 100