You are on page 1of 21

SISCOMEX

Lei nº 9.716, de 26 de novembro de 1998


Dou de 27/11/98, pág. 1

Dá nova redação aos arts. 1º, 2º, 3º e 4º do Decreto-Lei nº 1.578, de 11 de outubro de 1977,
que dispõe sobre o imposto de exportação, e dá outras providências.

( VER TÍTULO LEGISLAÇÃO FEDERAL )

INSTRUÇÃO NORMATIVA SRF nº 70 de 10 de dezembro de 1996


DOU de 11/12/1996, pág. 26730

Dispõe sobre o acesso ao Sistema Integrado de Comércio Exterior – SISCOMEX

O SECRETÁRIO DA RECEITA FEDERAL, tendo em vista o disposto nos Decretos nº 646, de 9


de setembro de 1992 e nº 660, de 25 de setembro de 1992, resolve:
Art. 1º O acesso ao SISCOMEX observará as normas específicas de segurança e somente será
permitido a usuário devidamente habilitado, conforme estabelecido nesta Instrução Normativa.
Art. 2º São usuários do SISCOMEX:
I - os importadores, exportadores, depositários e transportadores, por meio de seus empregados ou
representantes legais;
II - a Secretaria da Receita Federal - SRF, a Secretaria do Comércio Exterior - SECEX, os Órgãos
Anuentes e as Secretarias de Fazenda ou de Finanças dos Estados e do Distrito Federal, por meio
de seus servidores;
III - as Instituições Financeiras autorizadas pela SECEX a elaborar licença de importação, por
meio de seus empregados; e
IV - o Banco Central do Brasil - BACEN e as Instituições Financeiras autorizadas a operar em
câmbio, mediante acesso aos dados transferidos para o Sistema de Informações do Banco Central-
SISBACEN, por meio de seus servidores e empregados, respectivamente.
Art. 3º A habilitação dos usuários do SISCOMEX, com exceção daqueles referidos no inciso IV
do artigo anterior, será feita mediante identificação, fornecimento de senha e especificação do
nível de acesso autorizado, segundo as rotinas e modelos constantes dos Anexos I a IV.
Art. 4o O nível de acesso observará o conjunto de transações inerentes aos perfis estabelecidos
pelo Gestor do SISCOMEX.
§ 1° Para os efeitos do disposto neste artigo entende-se por :
I - perfil, um conjunto de transações que define a abrangência de atuação de um cadastrador ou
usuário no SISCOMEX; e
II - transação, um programa executável do SISCOMEX.
§ 2° O titular da Coordenação-Geral do Sistema Aduaneiro-COANA da Secretaria da Receita
Federal será o Gestor do SISCOMEX e terá as seguintes atribuições:
I - definir e manter atualizada a relação dos perfis estabelecidos para utilização do SISCOMEX,
com suas respectivas transações;
II - divulgar a relação de perfis vigentes e as alterações supervenientes;
III - determinar os diferentes tipos de usuários da SRF e de Órgãos externos que poderão ser
habilitados nos perfis do Sistema, bem como as Unidades nas quais estes deverão estar em efetivo
exercício; e IV - determinar, quando for necessária, a execução de transações do Sistema em locais
específicos.
Art. 5° As formas de acesso ao SISCOMEX são:
I - acesso "on-line", caracterizado por transações em que se utiliza terminal conectado ao
computador central onde residem os dados e são executados os programas do Sistema; ou
II - acesso cooperativo, caracterizado pela transferência direta de informações entre o computador
do usuário e o computador central; ou
III - acesso por transferência de arquivos, caracterizado pela formatação de dados em um
computador e sua transmissão a outro computador.
Art. 6º A autorização para acesso ao SISCOMEX observará as seguintes normas:
I - Administrador do Sistema de Entrada e Habilitação-SENHA, servidor do Serviço Federal de
Processamento de Dados - SERPRO, designado pelo seu Presidente, com as seguintes atribuições:
a) cadastrar o Cadastrador Nível 1 no Sistema SENHA;
b) habilitar ou desabilitar o Cadastrador Nível 1 no SISCOMEX; e
c) exercer as funções relativas a desativação, reativação, desbloqueio e troca das senhas do
Cadastrador Nível 1;
II - Cadastrador Nível 1, servidor em exercício na Coordenação-Geral de Tecnologia e de
Sistemas de Informação-COTEC da SRF, designado pelo Secretário da Receita Federal, com as
seguintes atribuições:
a) cadastrar o SISCOMEX no Sistema SENHA, com as suas respectivas transações, árvores e
perfis, definidos pelo Gestor do SISCOMEX;
b) cadastrar no Sistema SENHA os Cadastradores Nível 2 da SRF, o Cadastrador Nível 2 da
SECEX, bem como o Cadastrador Nível 3 das Unidades Centrais da SRF;
c) habilitar ou desabilitar os Cadastradores elencados na alínea "b", nos perfis estabelecidos pelo
Gestor do SISCOMEX;
d) exercer as funções de desativação, reativação, desbloqueio e troca de senha dos Cadastradores
elencados na alínea "b;
e) orientar os Cadastradores elencados na alínea "b" na execução de suas atividades; e
f) manter atualizado arquivo contendo as solicitações de cadastramento, habilitação, desabilitação,
desativação, reativação, desbloqueio e troca de senha dos cadastradores sob sua supervisão, bem
como os atos formais que os nomearam para exercer suas funções;
III - Cadastrador Nível 2 da SRF, servidor da SRF, designado pelo Superintendente da Receita
Federal, com as seguintes atribuições, no âmbito da sua respectiva Região Fiscal:
a) cadastrar no Sistema SENHA os Cadastradores Nível 3 das Unidades Descentralizadas da SRF
e das Secretarias de Fazenda ou de Finanças dos Estados e do Distrito Federal;
b) habilitar ou desabilitar no SISCOMEX os Cadastradores Nível 3 da sua Região Fiscal e das
Secretarias de Fazenda ou de Finanças dos Estados e do Distrito Federal, nos perfis estabelecidos
pelo Gestor do SISCOMEX;
c) exercer as funções de desativação, reativação, desbloqueio e troca de senha dos Cadastradores
elencados na alínea "a";
d) orientar os Cadastradores elencados na alínea "a" no desempenho de suas atribuições; e
e) manter atualizado arquivo contendo as solicitações de cadastramento, habilitação, desabilitação,
desativação, reativação, desbloqueio e troca de senha dos Cadastradores elencados na alínea "a",
bem como os atos formais que os nomearam para exercer suas funções;
IV - Cadastrador Nível 2 da SECEX, servidor da SECEX, indicado pelo Secretário de Comércio
Exterior para exercer as seguintes atribuições:
a) cadastrar os Cadastradores Nível 3 das Unidades da SECEX e dos Órgãos Anuentes no Sistema
SENHA;
b) habilitar ou desabilitar no SISCOMEX os Cadastradores elencados na alínea "a", nos perfis
estabelecidos pelo Gestor do SISCOMEX;
c) exercer as funções de desativação, reativação, desbloqueio e troca de senha dos Cadastradores
elencados na alínea "a";
d) orientar os Cadastradores Nível 3 na execução de suas atividades; e
e) manter atualizado arquivo contendo as solicitações de cadastramento, habilitação, desabilitação,
desativação, reativação, desbloqueio e troca de senha dos Cadastradores elencados na alínea "a",
bem como os atos formais que os nomearam para exercer suas funções;
V - Cadastrador Nível 3 da SRF, servidor da SRF, designado pelo titular da Unidade, com as
seguintes atribuições, no âmbito da sua respectiva Unidade:
a) cadastrar os servidores da SRF e os representantes legais dos importadores, exportadores,
depositários e transportadores, vinculados a sua Unidade, como usuários no Sistema SENHA;
b) habilitar ou desabilitar no SISCOMEX os usuários elencados na alínea "a", segundo condições
estabelecidas pelo Gestor do SISCOMEX;
c) exercer as funções de desativação, reativação, desbloqueio e troca de senha dos usuários
elencados na alínea "a"; e
d) manter atualizado arquivo contendo as solicitações de cadastramento, habilitação, desabilitação,
desativação, reativação, desbloqueio e troca de senha dos usuários elencados na alínea "a";
VI - Cadastrador Nível 3 da SECEX, servidor da SECEX, indicado pelo Titular do Órgão para
exercer as seguintes atribuições:
a) cadastrar servidores da SECEX e servidores ou empregados de Instituições Financeiras como
usuários no Sistema SENHA;
b) habilitar ou desabilitar os usuários de seu Órgão e das Instituições Financeiras no SISCOMEX,
segundo condições estabelecidas pelo Gestor do SISCOMEX;
c) exercer as funções de desativação, reativação, desbloqueio e troca de senha dos usuários sob
sua supervisão; e
d) manter atualizado arquivo contendo as solicitações de cadastramento, habilitação, desabilitação,
desativação, reativação, desbloqueio e troca de senha dos usuários elencados na alínea "a";
VII - Cadastrador Nível 3 dos Órgãos Anuentes e Secretarias de Fazendas ou de Finanças dos
Estados e do Distrito Federal, servidor indicado pelo Titular do Órgão ou Entidade para exercer as
seguintes atribuições:
a) cadastrar os servidores de seu Órgão ou Entidade como usuários no Sistema SENHA;
b) habilitar ou desabilitar os usuários de seu Órgão ou Entidade no SISCOMEX, segundo
condições estabelecidas pelo Gestor do SISCOMEX;
c) exercer as funções de desativação, reativação, desbloqueio e troca de senha dos usuários de seu
respectivo Órgão ou Entidade; e
d) manter atualizado arquivo contendo as solicitações de cadastramento, habilitação, desabilitação,
desativação, reativação, desbloqueio e troca de senha dos usuários elencados na alínea "a";
VIII - Usuário, pessoa cadastrada no SENHA e habilitada no SISCOMEX para acesso a
informações indispensáveis ao desempenho de suas atividades.
§ 1° Os cadastradores e usuários, quando de seus impedimentos legais, terão suas senhas
desativadas.
§ 2° Na hipótese de inexistência de Cadastrador Nível 3 em uma Unidade, suas atividades deverão
ser exercidas pelo Cadastrador Nível 3 da Unidade de nível hierárquico imediatamente superior.
§ 3° Somente será permitido 1(um) Cadastrador Nível 2 por Região Fiscal.
§ 4° Os usuários da SRF, habilitados nos perfis operacionais, definidos pelo Gestor do
SISCOMEX, somente poderão acessar o Sistema nos terminais ou estações de trabalho instaladas
nas dependências da Unidade de seu efetivo exercício.
§ 5° O Sistema SENHA deverá validar o número de inscrição no CPF e o respectivo nome, do
usuário ou cadastrador do SISCOMEX, em relação ao Cadastro de Pessoas Físicas da SRF.
Art. 7° A produção, homologação, desenvolvimento e treinamento do SISCOMEX utilizarão
ambientes específicos.
Art. 8° Qualquer infringência às regras estabelecidas para o uso do SISCOMEX deverá ser
informada ao titular da Unidade de ocorrência do fato, para fins de apuração de responsabilidade.
Art. 9o O controle de acesso ao SISCOMEX deverá assegurar:
I - a preservação dos dados relativos às transações realizadas no Sistema, com a identificação do
usuário, local e do horário do acesso;
II - a integridade dos dados armazenados no Sistema; e
III - as rotinas de segurança inerentes ao Sistema.
Parágrafo único. Para efeito no disposto neste artigo a Coordenação-Geral de Tecnologia e de
Sistemas de Informação-COTEC e a Coordenação-Geral de Auditoria e Correição-COAUC da
SRF deverão editar, em ato conjunto, normas específicas, bem assim realizar auditorias sobre as
transações efetuadas.
Art. 10 Os cadastradores do SISCOMEX Exportação que se encontrem habilitados na data da
publicação desta Instrução Normativa deverão ser recadastrados nos moldes previstos nesta
Instrução Normativa.
Art. 11 Fica revogada a Instrução Normativa Nº 135, de 16 de dezembro de 1992.
Art. 12 Esta Instrução Normativa entra em vigor na data de sua publicação.
EVERARDO MACIEL
ANEXO I
PROCEDIMENTOS PARA INCLUSÃO/EXCLUSÃO DE CADASTRADORES E USUÁRIOS
DO SISCOMEX
I - DISPOSIÇÕES GERAIS
a) Os pedidos de desabilitação, desativação, reativação, troca de senha e alteração de dados de
cadastradores e usuários do SISCOMEX deverão ser efetuados, respectivamente, pelo Dirigente
da Unidade ou pelo chefe imediato, com o preenchimento do quadro A-SOLICITAÇÃO, dos
formulários dos Anexos II ou III, conforme o caso, os quais, uma vez assinados, deverão ser
encaminhados através de correspondência oficial, via malote, ao Cadastrador competente.
b) Os pedidos de alteração, reativação e de desabilitação de representante legal deverão ser
efetuados mediante o preenchimento do formulário do Anexo IV, até o quadro C-
IDENTIFICAÇÃO DO REPRESENTANTE, com a devida assinatura, o qual deverá ser entregue
na unidade da SRF jurisdicionante.
ANEXO II (VERSO DO FORMULÁRIO)
INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO
Este formulário deverá ser preenchido pelo Dirigente da Entidade ou Unidade SRF solicitante da
inclusão/exclusão de Cadastradores do SISCOMEX, até o quadro B-IDENTIFICAÇÃO DO
CADASTRADOR, o qual deverá ser encaminhado ao Cadastrador competente, através de
correspondência oficial. Caso o novo Cadastrador não seja usuário cadastrado no SENHA, o
preenchimento deverá ser em 2 (duas) vias.
O quadro C-NOTIFICAÇÃO DE ATENDIMENTO DA SOLICITAÇÃO é de responsabilidade do
cadastrador de nível imediatamente superior ao do novo Cadastrador.
O quadro D-CIÊNCIA/TERMO DE RESPONSABILIDADE deverá ser preenchido pelo
Cadastrador solicitante, conforme sua situação em relação ao SENHA.
O preenchimento deverá ser efetuado em letra de forma, sem rasuras e conforme especificações a
seguir:
QUADRO A - SOLICITAÇÃO
OPERAÇÃO: Assinalar com X a opção desejada, sendo:
- HABILITAÇÃO- utilizar para habilitação inicial do Cadastrador;
- DESABILITAÇÃO- utilizar para desautorizar o Cadastrador a acessar o Sistema, com
conseqüente exclusão das opções do SISCOMEX do seu menu do usuário no SENHA;
- DESATIVAÇÃO- utilizar para inibir o acesso do Cadastrador ao SENHA;
- REATIVAÇÃO- utilizar para desbloquear a senha de acesso no SENHA de Cadastrador
anteriormente habilitado no SISCOMEX. Também deverá ser utilizada para restabelecimento de
senha desativada por falta de uso num período superior a 35 dias.
- TROCA DE SENHA- utilizar para trocar a senha de acesso no SENHA.
- ALTERAÇÃO- utilizar para atualizar dados anteriormente informados;
ENTIDADE ou UNIDADE SRF SOLICITANTE: Preencher com a sigla da Entidade ou da
Unidade da SRF solicitante.
CÓDIGO DO ÓRGÃO/LOCAL DE TRABALHO: Preencher com o código do órgão e local de
trabalho constante da Tabela de Órgãos e Locais de Trabalho do SENHA no qual o Dirigente
solicitante está em exercício.
FAX: Preencher com o número do fax da Unidade, contendo o código de área.
NOME COMPLETO DO DIRIGENTE: Anotar o nome do Dirigente solicitante.
CPF: Preencher com o número de inscrição do Dirigente solicitante no Cadastro de Pessoas
Físicas.
TELEFONE: Anotar o número do telefone de contato, com código de área.
ASSINATURA/DATA: O Dirigente da Entidade ou Unidade SRF deverá datar e assinar a
solicitação.
QUADRO B - IDENTIFICAÇÃO DO CADASTRADOR
NOME/CPF/MATRÍCULA: Preencher com o nome completo, CPF e número da matrícula
funcional do Cadastrador que será habilitado.
CARGO: Anotar o cargo do Cadastrador.
NÍVEL: Assinalar com X a opção correspondente ao nível no qual o Cadastrador será habilitado.
SISCOMEX: Assinalar com X a(s) opção(ões) correspondente(s) ao(s) Sistema(s) no(s) qual(ais)
o cadastrador deverá ser hbilitado. No caso de desabilitação, anotar a opção que deverá ser
retirada do menu de cadastrador.
QUADRO C - NOTIFICAÇÃO DE ATENDIMENTO DA SOLICITAÇÃO
Este quadro é para utilização exclusiva do Cadastrador Nível 1 ou Nível 2 competente. Não
preencher.
QUADRO D - CIÊNCIA/TERMO DE RESPONSABILIDADE
SITUAÇÃO 1: CADASTRADOR NÃO CADASTRADO NO SENHA
Na segunda via do formulário, o Cadastrador deverá assinalar com X a declaração de recebimento
da senha, apor o carimbo, datar e assinar o Termo de Responsabilidade, após o recebimento da
senha.
SITUAÇÃO 2: CADASTRADOR JÁ CADASTRADO NO SENHA
O Cadastrador deverá apor carimbo, datar e assinar o Termo de Responsabilidade, quando da
solicitação de habilitação, deixando o campo relativo à declaração de recebimento de senha sem
assinalar.
ANEXO III - (VERSO DO FORMULÁRIO)
INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO
Este formulário deverá ser preenchido pelo chefe imediato do usuário, até o quadro B-
IDENTIFICAÇÃO DO SERVIDOR/EMPREGADO, o qual deverá encaminhá-lo ao Cadastrador
Nível 3 de sua Unidade, através de correspondência oficial. Caso o servidor/empregado não seja
usuário cadastrado no SENHA, o preenchimento deverá ser em 2 (duas) vias.
O quadro C-NOTIFICAÇÃO DE ATENDIMENTO DA SOLICITAÇÃO é de responsabilidade do
Cadastrador Nível 3.
O quadro D-CIÊNCIA/TERMO DE RESPONSABILIDADE deverá ser preenchido pelo usuário,
conforme sua situação em relação ao SENHA.
O preenchimento deverá ser efetuado em letra de forma, sem rasuras e conforme especificações a
seguir:
QUADRO A - SOLICITAÇÃO
OPERAÇÃO: Assinalar com X a opção desejada, sendo:
- HABILITAÇÃO- utilizar para habilitação inicial do servidor/empregado;
- DESABILITAÇÃO- utilizar para desautorizar o servidor/empregado a acessar o Sistema, com
conseqüente exclusão das opções do SISCOMEX do seu menu de usuário no SENHA;
- DESATIVAÇÃO- utilizar para inibir o acesso do servidor/empregado ao SENHA;
- REATIVAÇÃO- utilizar para desbloquear a senha de acesso no SENHA de servidor/empregado
anteriormente habilitado no SISCOMEX. Também deverá ser utilizada para restabelecimento de
senha desativada por falta de uso num período superior a 35 dias.
- TROCA DE SENHA- utilizar para trocar a senha de acesso no SENHA.
- ALTERAÇÃO- utilizar para atualizar dados anteriormente informados;
SIGLA DA UNIDADE, DA DIVISÃO, DO SERVIÇO OU DA SEÇÃO: Preencher com a sigla da
unidade de exercício do servidor/empregado.
CÓDIGO DA UNIDADE: Anotar o código da unidade constante da Tabela de Órgãos e Locais de
Trabalho do SENHA, na qual o usuário está em exercício. No caso de instituições financeiras de
caráter privado, preencher com o código 02400/9999999.
FAX: Preencher com o número do fax da unidade, contendo o código de área.
NOME COMPLETO DO CHEFE IMEDIATO: Anotar o nome do chefe imediato do usuário.
CPF: Preencher com o número de inscrição do chefe imediato no Cadastro de Pessoas Físicas.
TELEFONE: Anotar o número do telefone de contato, com código de área.
ASSINATURA/DATA: O chefe imediato deverá datar e assinar a solicitação.
QUADRO B - IDENTIFICAÇÃO DO SERVIDOR/EMPREGADO
NOME/CPF/MATRÍCULA: Preencher com o nome completo, CPF e número da matrícula
funcional do usuário que será habilitado.
CARGO/PERFIL: Anotar o cargo do usuário e o perfil no qual ele deverá ser habilitado.
SISCOMEX: Assinalar com X a(s) opção(ões) correspondente(s) ao(s) Sistema(s) no(s) qual(ais)
o usuário deverá ser habilitado. No caso de desabilitação, anotar a opção que deverá ser retirada
do seu menu de usuário.
QUADRO C - NOTIFICAÇÃO DE ATENDIMENTO DE SOLICITAÇÃO
Este quadro é para utilização exclusiva do Cadastrador Nível 3 de sua Unidade. Não preencher.
QUADRO D - CIÊNCIA/TERMO DE RESPONSABILIDADE
SITUAÇÃO 1: USUÁRIO NÃO CADASTRADO NO SENHA
Na segunda via do formulário, o usuário deverá assinalar com X a declaração de recebimento da
senha, apor o carimbo, datar e assinar o Termo de Responsabilidade, após o recebimento da senha.
SITUAÇÃO 2: USUÁRIO JÁ CADASTRADO NO SENHA.
O usuário deverá apor carimbo, datar e assinar o Termo de Responsabilidade, quando da
solicitação de habilitação, deixando o campo relativo à declaração de recebimento de senha sem
assinalar.
ANEXO IV (VERSO DO FORMULÁRIO)
INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO
Este formulário deverá ser preenchido pelo representante legal do importador, exportador,
transportador ou depositário, até o quadro C-IDENTIFICAÇÃO DO REPRESENTANTE, o qual
deverá encaminhá-lo à unidade da SRF jurisdicionante, anexando a documentação necessária ao
credenciamento, conforme Decreto no 646/92. Caso o representante legal não seja cadastrado no
SENHA, o preenchimento deverá ser em 2 (duas) vias.
O quadro D-CONFERÊNCIA DO CREDENCIAMENTO deverá ser preenchido por servidor da
SRF, que procederá à conferência da documentação anexada ao formulário.
O quadro E-NOTIFICAÇÃO DE ATENDIMENTO DA SOLICITAÇÃO é de responsabilidade do
Cadastrador Nível 3 da Unidade da SRF jurisdicionante.
O quadro F-CIÊNCIA/TERMO DE RESPONSABILIDADE deverá ser preenchido pelo
representante legal, conforme sua situação em relação ao SENHA.
O preenchimento deverá ser efetuado em letra de forma, sem rasuras e conforme especificações a
seguir:
QUADRO A - SOLICITAÇÃO
OPERAÇÃO: Assinalar com X a opção desejada, sendo:
- HABILITAÇÃO- utilizar para habilitação inicial do representante legal;
- DESABILITAÇÃO- utilizar para desautorizar o representante legal a acessar o Sistema, com
conseqüente exclusão das opções do SISCOMEX do seu menu de usuário no SENHA;
- DESATIVAÇÃO- utilizar para inibir o acesso do representante legal ao SENHA;
- REATIVAÇÃO- utilizar para desbloquear a senha de acesso no SENHA de representante legal
anteriormente habilitado no SISCOMEX. Também deverá ser utilizada para restabelecimento de
senha desativada por falta de uso num período superior a 35 dias.
- TROCA DE SENHA- utilizar para trocar a senha de acesso no SENHA.
- ALTERAÇÃO- utilizar para atualizar dados anteriormente informados;
QUADRO B - IDENTIFICAÇÃO DO REPRESENTADO
NOME COMPLETO/CPF/CGC: Preencher com o nome completo e CGC ou CPF do
representado.
ATIVIDADE DO REPRESENTADO: Assinalar com X a opção ou as opções, correspondente(s)
à(s) categoria(s) do representado.
TELEFONE: Anotar o número do telefone de contato, com código de área.
QUADRO C - IDENTIFICAÇÃO DO REPRESENTANTE
CATEGORIA: Assinalar com X a opção correspondente ao tipo de vínculo com o representado.
NOME/CPF: Preencher com o nome completo e CPF do representante
REGISTRO DESP. ADUANEIRO: Preencher com o número de registro do despachante
aduaneiro. Caso o representante seja dirigente ou empregado, deixar o campo em branco.
SISCOMEX: Assinalar com X a(s) opção(ões) correspondente(s) ao(s) Sistema(s) no(s) qual(ais)
o representante deverá ser habilitado. No caso de desabilitação, assinalar o Sistema que deverá ser
excluído do menu do representante .
TELEFONE: Anotar o número do telefone de contato, com código de área.
ASSINATURA/DATA: O representante legal deverá datar e assinar a solicitação.
QUADRO D - CONFERÊNCIA DO CREDENCIAMENTO
PRAZO DE VALIDADE DA PROCURAÇÃO: Assinalar com X a opção correta, preenchendo,
quando for o caso, o campo com a data final de validade da procuração.
ASSINATURA/DATA: O servidor da SRF responsável pela conferência deverá datar, assinar e
carimbar o formulário.
QUADRO E - NOTIFICAÇÃO DE ATENDIMENTO DE SOLICITAÇÃO
Este quadro é para utilização exclusiva do Cadastrador Nível 3 da Unidade jurisdicionante. Não
preencher.
QUADRO F - CIÊNCIA/TERMO DE RESPONSABILIDADE
SITUAÇÃO 1: REPRESENTANTE LEGAL NÃO CADASTRADO NO SENHA
Na segunda via do formulário, o representante legal deverá assinalar com X a declaração de
recebimento da senha, apor o carimbo, datar e assinar o Termo de Responsabilidade, após o
recebimento da senha.
SITUAÇÃO 2: REPRESENTANTE LEGAL JÁ CADASTRADO NO SENHA.
O representante legal deverá apor carimbo, datar e assinar o Termo de Responsabilidade, quando
da solicitação de habilitação, deixando o campo relativo à declaração de recebimento de senha
sem assinalar.
INSTRUÇÃO NORMATIVA SRF n º 70, de 10 de dezembro de 1996

Instrução Normativa SRF nº 121, de 15 de outubro de 1998


DOU de 16/10/1998, pág. 4

Dispõe sobre o cancelamento de direito de uso de softwares.

O SECRETÁRIO DA RECEITA FEDERAL, no uso de suas atribuições e tendo em vista o


disposto no art. 190, inciso III, da Portaria MF nº 227, de 3 de setembro de 1998, resolve:
Art. 1° Os direitos de uso dos softwares destinados à emulação de terminais e conexão, incluídos
no pacote relativo ao Perfil Importador do Sistema Integrado de Comércio Exterior - Siscomex,
distribuídos a partir da data de entrada em vigor desta Instrução Normativa serão cancelados
sempre que deixarem de ser utilizados por período superior a 90 dias.
Art. 2° Ficam cancelados os direitos de uso dos softwares referidos no artigo anterior distribuídos
e não utilizados no período de 1° de abril a 30 de setembro de 1998.
Art. 3° Esta Instrução Normativa entra em vigor na data de sua publicação.
EVERARDO MACIEL

Instrução Normativa SRF nº 131, de 11 de novembro de 1998


DOU de 13/11/1998, pág. 14
Dispõe sobre o pagamento da Taxa de Utilização do Sistema Integrado de Comércio Exterior
–SISCOMEX

O SECRETÁRIO DA RECEITA FEDERAL, no uso de suas atribuições e tendo em vista o


disposto no art. 3o da Medida Provisória no 1725, de 29 de outubro de 1998, resolve:
Art. 1o A Taxa de Utilização do Sistema Integrado de Comércio Exterior - SISCOMEX será
devida no registro da Declaração de Importação - DI, à razão de:
I - R$ 30,00 (trinta reais) por DI;
II - R$ 10,00 (dez reais) para cada adição de mercadoria à DI, observados os limites fixados no
Anexo Único.
Parágrafo Ùnico. A taxa a que se refere este artigo é devida independentemente da ocorrência de
tributo a recolher.
Art. 2o A taxa referida no artigo anterior será debitada automaticamente na conta, agência e banco
indicados pelo importador na respectiva DI.
Parágrafo Ùnico. Uma vez registrada a DI não caberá restituição do valor pago, mesmo na
hipótese de cancelamento da declaração.
Art. 3o Aplicam-se ao pagamento da taxa em questão os mesmos procedimentos estabelecidos
para o débito em conta dos impostos apurados por ocasião do registro da DI.
Art. 4o Esta Instrução Normativa entra em vigor na data de sua publicação, produzindo efeitos a
partir de 1o de janeiro de 1999.
EVERARDO MACIEL
ANEXO ÚNICO
ADIÇÕES À DI
VALOR DEVIDO POR ADIÇÃO À DI
Até a 2ª
Da 3ª à 5ª
Da 6ª à 10ª
Da 11ª à 20ª
Da 21ª à 50ª
A partir da 51ª
R$ 10,00
R$ 8,00
R$ 6,00
R$ 4,00
R$ 2,00
R$ 1,00

Ato Declaratório COANA nº 006, de 14 de janeiro de 2000

Altera o Ato Declaratório nº 71, de 25 de setembro de 1997, que disciplina a utilização do


Sistema Integrado de Comércio Exterior - SISCOMEX.
O COORDENADOR-GERAL DO SISTEMA ADUANEIRO, no uso das atribuições que lhe são
conferidas pelo art. 18, incisos III e IV do art. 21 e § 3º do art. 23, da Portaria SRF nº 782, de 20
de junho de 1997, e art. 4º da Instrução Normativa nº 70, de 10 de dezembro de 1996, declara:
1. O Ato Declaratório nº 71, de 25 de setembro de 1997, que disciplina a utilização do Sistema
Integrado de Comércio Exterior - SISCOMEX, fica alterado, nos ambientes de produção,
treinamento e homologação, conforme os Anexo I e II deste Ato.
2. Este Ato Declaratório entra em vigor na data de sua publicação.
Clecy Maria Busato Lionço
ANEXO I
1 - Sistema: SISCOMEX - EXPORTAÇÃO (Exclusão e inclusão de transações)
1.7 - Perfil: DIREÇÃO-AD
a) Excluir a transação:
1.7.3.48 - EAD-REXE10 - Registra exigência de trânsito
Permite à unidade de embarque registrar exigência na conclusão de trânsito
b) Incluir a transação:
1.7.3.48 - EAD-REXE12 - Registra baixa exigência na conclusão do trânsito
Permite à unidade de embarque baixar a exigência registrada na conclusão de trânsito.
1.11 - Perfil: FISCAL
a) Excluir a transação:
1.11.3.22 - EAD-REXE10 - Registra exigência de trânsito
Permite à unidade de embarque registrar exigência na conclusão de trânsito
b) Incluir a transação:
1.11.3.22 - EAD-REXE12 - Registra baixa exigência na conclusão do trânsito
Permite à unidade de embarque baixar a exigência registrada na conclusão de trânsito.
1.14 - Perfil: SUPERVISOR
a) Excluir a transação:
1.14.3.38 - EAD-REXE10 - Registra exigência de trânsito
Permite à unidade de embarque registrar exigência na conclusão de trânsito
b) Incluir a transação:
1.14.3.38 - EAD-REXE12 - Registra baixa exigência na conclusão do trânsito
Permite à unidade de embarque baixar a exigência registrada na conclusão de trânsito.
2 - Sistema: SISCOMEX - MANTRA AÉREO (Inclusão de transações)
2.11 - Perfil: MAN-COANA
2.11.3.73 - PRESEN-05 - Consulta quantitativo de carga
Permite consultar o quantitativo de cargas informadas por URF e por RA.
2.12 - Perfil: MAN-DIANA
2.12.3.18 - PRESEN-05 - Consulta quantitativo de carga
Permite consultar o quantitativo de cargas informadas por URF e por RA.
2.16 - Perfil: MAN-TCOANA
2.16.3.18 - PRESEN-05 - Consulta quantitativo de carga
Permite consultar o quantitativo de cargas informadas por URF e por RA.
2.17 - Perfil: MAN-TDIANA
2.17.3.18 - PRESEN-05 - Consulta quantitativo de carga
Permite consultar o quantitativo de cargas informadas por URF e por RA.
2.20 - Perfil: MAN-IMPDEP
2.20.3.3 - PRESEN-06 - Consulta número identificador de carga
Permite consultar a carga através somente do seu número identificador.
3 - Sistema: SISCOMEX - IMPORTAÇÃO (Inclusão de transações)
3.2 - Perfil: DIR-COANA
3.2.4.26 - CONS-NEG - Consulta CNPJ lista negativa
Permite consultar CNPJ incluído na lista negativa.
3.2.4.27 - EXCL-NEG - Exclui CNPJ lista negativa
Permite excluir CNPJ constante da lista negativa.
3.2.4.28 - CH-CNPJVER - Consulta histórico canal verde
Permite consultar o histórico de um CNPJ constante do cadastro do canal verde.
3.2.4.29 - CO-CNPJVER - Consulta CNPJ canal verde
Permite consultar CNPJ constante do cadastro do canal verde.
3.2.4.30 - EX-CNPJVER - Exclusão CNPJ canal verde
Permite excluir CNPJ constante do cadastro do canal verde.
3.2.4.31 - IN-CNPJVER - Inclusão CNPJ canal verde
Permite incluir CNPJ no cadastro do canal verde.
3.12 - Perfil: IMP-DEP
3.12.5.1 - PRESEN-06 - Consulta número identificador de carga
Permite consultar a carga através somente do seu número identificador.
ANEXO II
AMBIENTE DE HOMOLOGAÇÃO
1 - Sistema: SISCOMEXHO - EXPORTAÇÃO
Sistema responsável pelo controle do despacho aduaneiro de exportação no ambiente de
homologação.
1.1 - Perfil: HOMOLOGA-EXP
1.1.1 - Classificação: Operacional.
1.1.2 - Usuários: Servidores designados expressamente pelo Gestor do SISCOMEX.
1.1.3 - Transações correlacionadas: Todas as transações do módulo EXPORTAÇÃO disponíveis
no ambiente de produção acrescidas das transações disponíveis para homologação.
2 - Sistema: SISCOMEXHO - MANTRA
Sistema responsável pelo controle do manifesto, trânsito e armazenamento da carga estrangeira
nos aeroportos nacionais no ambiente de homologação.
2.1 - Perfil: HOMOLOGA-MAN
2.1.1 - Classificação: Operacional.
2.1.2 - Usuários: Servidores designados expressamente pelo Gestor do SISCOMEX.
2.1.3 - Transações correlacionadas: Todas as transações do MANTRA disponíveis no ambiente de
produção acrescidas das transações disponíveis para homologação.
3 - Sistema: SISCOMEXHO - IMPORTAÇÃO
Sistema responsável pelo controle do despacho aduaneiro de importação no ambiente de
homologação.
3.1 - Perfil: HOMOLOGA-IMP
3.1.1 - Classificação: Operacional.
3.1.2 - Usuários: Servidores designados expressamente pelo Gestor do SISCOMEX.
3.1.3 - Transações correlacionadas: Todas as transações da IMPORTAÇÃO disponíveis no
ambiente de produção acrescidas das transações disponíveis para homologação.

Ato Declaratório COANA nº 014, de 27 de janeiro de 2000


Acrescenta perfis e transações ao anexo V, do Ato Declaratório nº 71, de 25 de setembro de
1997, que disciplina a utilização SISCOMEX.

O COORDENADOR-GERAL DO SISTEMA ADUANEIRO, no uso das atribuições que lhe são


conferidas pelos art. 18, art.21, incisos III e IV e art.23, § 3º, da Portaria SRF 782, de 20 de junho
de 1997, e art. 4º da Instrução Normativa 70, de 10 de dezembro de 1996, declara:
2. O anexo V, do Ato Declaratório nº 71, de 25 de setembro de 1997, que disciplina a utilização do
Sistema Integrado de Comércio Exterior - SISCOMEX, fica acrescido dos perfis e transações
relacionados no anexo único deste Ato.
3. Fica revogado o Ato Declaratório n° 8, de 14.01.00.
4. Este Ato entra em vigor na data de sua publicação.
Clecy Maria Busato Lionço
ANEXO ÚNICO
3 - Perfil: BASE-LEG
a) EXCLUIR a transação:
3.3.27 - ATU-RGRDSI - Atualiza/consulta regras da DSI
Permite atualizar ou consultar as regras da DSI
b) INCLUIR as transações:
3.3.27 - INTRAZ-ATU - LEGIS - INTRAZONAL - ALADI - ATUALIZA.
Permite a atualização da legislação tributária referente aos acordos ALADI e Mercosul.
3.3.28 - INTRAZ-CON- LEGIS - INTRAZONAL - ALADI - CONSULT.
Permite consultar a legislação tributária referente aos acordos ALADI e Mercosul.
3.3.29 - LEGCONS - Consulta Legislação NCM.
Permite consultar dados relativos à legislação tributária.
3.3.30 - LETRANBMSH - SISCOMEX - LEGIS - LETRA - NBM - SH -CO.
Permite consultas combinadas à legislação tributária.
3.3.31 - NCM - NCM - Nomenclatura
Permite atualizar a nomenclatura NCM.
7 - Perfil CONS-LEG
7.1.1 - Classificação: Gerencial.
7.1.2 - Usuários: Funcionários da COEST designados pelo Coordenador-Geral da COANA e
servidores da SRF.
7.1.3 - Transações "ON LINE" correlacionadas:
7.1.3.1 - LE-CON-IPI - Consulta imposto sobre produtos industrializados
Permite consultar imposto sobre produtos industrializados.
7.1.3.2 - LE-CON-II - Consulta imposto de importação
Permite consultar imposto de importação.
7.1.3.3 - LEGCONS - Consulta Legislação NCM
Permite consultar dados relativos à legislação tributária.
7.1.3.4 - LETRANBMSH - - SISCOMEX - LEGIS - LETRA - NBM - SH -CO.
Permite consultas combinadas à legislação tributária.
Ato Declaratório COANA nº 048 de 19 de Maio de 2000

Altera o Ato Declaratório nº 71, de 25 de setembro de 1997, que disciplina a utilização do


Sistema Integrado de Comércio Exterior - SISCOMEX.

A COORDENADORA-GERAL DO SISTEMA ADUANEIRO, no uso das atribuições que lhe são


conferidas pelo art. 18, incisos III e IV do art. 21 e § 3º do art. 23, da Portaria SRF nº 782, de 20
de junho de 1997, e art. 4º da Instrução Normativa nº 70, de 10 de dezembro de 1996, declara:
1. O Ato Declaratório nº 71, de 25 de setembro de 1997, que disciplina a utilização do Sistema
Integrado de Comércio Exterior - SISCOMEX, fica alterado conforme o Anexo a este Ato.
2 Este Ato Declaratório entra em vigor na data de sua publicação.
Clecy Maria Busato Lionço
ANEXO I
AMBIENTE DE PRODUÇÃO
1 - Sistema: SISCOMEX - EXPORTAÇÃO
Sistema responsável pelo controle do despacho aduaneiro de exportação.
1.3 - Perfil: CONSUL-EXP
1.3.3.20 - EAD-REOP1 - Consulta/autorização retificação RE BACEN
Permite consulta do Registro de Exportação - RE, completo, no ambiente SISBACEN. A
transação contempla, também, a análise/autorização, pela SRF, de pedidos de retificação de RE
averbado, formulados pelo exportador.
1.3.3.21 - EAD-CONSU6 - Consulta despacho por servidor
Permite consultar despachos por matrícula do servidor responsável.
ANEXO II
AMBIENTE DE TREINAMENTO
1 - Sistema: SISCOMEXTR - EXPORTAÇÃO
Sistema responsável pelo controle do despacho aduaneiro de exportação em ambiente de
treinamento.
1.3 - Perfil: CONSUL-EXP
.1.3.3 - Transações correlacionadas: As mesmas do ambiente de produção (anexo I).

Ato Declaratório COANA nº 049 de 19 de Maio de 2000

Altera perfis e transações estabelecidos no Ato Declaratório nº 71, de 25 de setembro de


1997, que disciplina a utilização do Sistema Integrado de Comércio Exterior - SISCOMEX.

A COORDENADORA-GERAL DO SISTEMA ADUANEIRO, no uso das atribuições que lhe são


conferidas pelo art. 18, incisos III e IV do art. 21 e § 3º do art. 23, da Portaria SRF nº 782, de 20
de junho de 1997, e art. 4º da Instrução Normativa nº 70, de 10 de dezembro de 1996, declara:
1. Os perfis e transações estabelecidos no Ato Declaratório nº 71, de 25 de setembro de 1997, que
disciplina a utilização do Sistema Integrado de Comércio Exterior - SISCOMEX, ficam alterados
e acrescidos na forma relacionada nos anexos I e II.
2. Este Ato Declaratório entra em vigor na data de sua publicação.
Clecy Maria Busato Lionço
ANEXO I
AMBIENTE DE PRODUÇÃO
1 - Sistema: SISCOMEX - EXPORTAÇÃO
1.26 - Perfil: DIANA-EXP
1.26.1 - Classificação: Gerencial.
1.26.2 - Usuários: AFRF em exercício nas DIANA e outros servidores das Superintendências-
Regionais da SRF, conforme determinação do Superintendente.
1.26.3 - Transações "ON LINE" SISCOMEX correlacionadas:
1.26.3.1 - CAD-CGC - Cadastro CGC/CPF - SISCOMEX
Permite consulta ao cadastro de CGC/CPF do SISCOMEX.
1.26.3.2 - DSE71 - Consulta Extrato de DSE
Permite consultar todos os dados da DSE.
1.26.3.3 - DSE75 - Consulta Exigência na DSE
Permite consultar exigência registrada no decurso do despacho da DSE.
1.26.3.4 - DSE314 - Consulta fator de ajuste mínimo
Permite consulta aos fatores de ajuste vigentes da DSE, mínimo e da unidade, para cada unidade
da SRF.
1.26.3.5 - EAD-CONDES - Consulta desempenho sel.param.
Permite consultas gerênciais e estatísticas, a nível nacional, regional e local, para
acompanhamento do desempenho da Seleção Parametrizada.
1.26.3.6 - EAD-CONSU1 - Consulta despacho (comb. variáveis)
Permite consulta a um despacho através de combinação de variáveis.
1.26.3.7 - EAD-CONSU2 - Consulta despacho com divergência/exig.
Permite consulta a despachos com registro de divergência e/ou exigência pela SRF.
1.26.3.8 - EAD-CONSU3 - Consulta histórico despacho
Permite verificar as fases pelas quais passou o despacho e quais as pessoas (servidores ou usuários
externos) responsáveis por cada uma delas.
1.26.3.9 - EAD-CONSU4 - Consulta dados de embarque
Permite consulta a dados de embarque registrados pelo transportador em um despacho.
1.26.3.10 - EAD-CONSU6 - Consulta despacho por servidor
Permite consultar despachos por matrícula do servidor responsável.
1.26.3.11 - EAD-DIST04 - Consulta aloc. despacho/fiscal
Permite consulta de despachos alocados a um AFRF para conferência (física e/ou documental).
1.26.3.12 - EAD-EXTRA1 - Dados globais do despacho
Permite consulta aos dados globais do despacho.
1.26.3.13 - EAD-EXTRA2 - Detalhamento despacho por RE
Permite consulta a dados específicos do despacho, relativos a cada um dos RE que o compõem.
1.26.3.14 - EAD-REOP1 - Consulta/autorização retif. RE BACEN
Permite consulta do Registro de Exportação - RE, completo, no ambiente SISBACEN. A
transação contempla, também, a análise/autorização, pela SRF, de pedidos de retificação de RE
averbado, formulados pelo exportador.
1.26.3.15 - EAD-REOP2 - Consulta RE (vinculação c/DDE)
Permite, a partir do número de um RE, identificar o número de despacho a ele vinculado.
1.26.3.16 - EAD-02-CON - Consulta Retificação
Consulta retificação de dados em despacho averbado.
1.26.3.17 - GER-1-ACDE - Acompanhamento de despachos
Permite o acompanhamento e controle de despachos, durante determinado período, a nível
nacional, regional ou local.
1.26.3.18 - GER-2-ACTR - Acompanhamento de trânsito
Permite o gerenciamento de despachos em trânsito aduaneiro entre unidades da SRF.
1.26.3.19 - GER-3-TOTA - Totais por órgão
Permite consulta a totalizadores de exportação por unidade, por região fiscal ou a nível Brasil
(qtde. despachos X qtde. RE X valor FOB).
1.26.3.20 - LOT-CON - Consulta lotação
Permite consulta ao cadastro de lotação de uma unidade da SRF.
1.26.3.21 - NOTICIA-AD - Notícias - perfil aduana
Permite consulta a notícias do perfil aduana.
1.26.3.22 - REPR-CO-AD - Consulta cadast. representantes
Permite consulta ao cadastro de representantes de usuários externos (exportador, depositário,
transportador).
1.26.3.23 - SERV-CON - Consulta dados do servidor
Permite consulta ao cadastro de servidores lotados em uma unidade da SRF.
1.26.3.24 - TAB-CONS - Consulta tabelas do SISCOMEX
Permite consultar as tabelas utilizadas no SISCOMEX.
3 - Sistema: SISCOMEX - IMPORTAÇÃO
3.28 - Perfil: DIANA-IMP
3.28.1 - Classificação: Gerencial.
3.28.2 - Usuários: AFRF em exercício nas DIANA e outros servidores das Superintendências-
Regionais da SRF, conforme determinação do Superintendente.
3.28.3 - Transações correlacionadas executadas com interação entre o microcomputador e o
computador central:
3.28.3.1 - AD-CON-CAN - Consulta Cancelamento
Permite consultar o cancelamento, mostrando todas as informações preenchidas no ato do
cancelamento (processo, motivo e texto).
3.28.3.2 - AD-CON-DSI - Consulta DSI
Permite consultar a DSI.
3.28.3.3 - AD-CON-HIS - Consulta histórico de despacho
Permite consultar o histórico de despacho relativo a uma DI registrada na Unidade, desde o
registro até a etapa atual, inclusive após o desembaraço aduaneiro.
3.28.3.4 - AD-CON-REC - Consulta Recepção
Permite consultar a recepção de documentos, mostrando todas as observações e alertas no ato do
registro da recepção de documentos.
3.28.3.5 - AD-PERFIL - Recupera setor/perfil usuário
Permite identificar a Unidade da Receita Federal e o recinto do Servidor.
3.28.3.6 - CONS-VALOR - Consulta exame conclusivo
Permite consultar o resultado de exame conclusivo do valor aduaneiro.
3.28.3.7 - DVA-CONS - Consulta DVA
Permite consultar Declaração de Valor Aduaneiro.
3.28.3.8 - GERENC-SRF - Gerencial importação - SRF
Permite consultar quantidade de declarações e valores totais das importações (FOB dólar) por
Unidade da Federação, Unidade da Receita Federal, regime de tributação e importador.
3.28.3.9 - GERENC-SE - Consulta gerencial
Permite consultar as DI de um determinado importador, por Unidade local de despacho.
3.28.3.10 - NOTÍCIAS - Consulta notícias Siscomex-Importação
Permite consultar notícias do Siscomex-Importação relativas a todos os perfis de usuários.
3.28.3.11 - TP-GESTRNF - Consulta tratamento administrativo
Permite consultar as mercadorias ou operações sujeitas a tratamentos administrativos, pelo órgão
licenciador ou por anuente, prévios ao despacho aduaneiro.
3.28.3.12 - TRANSFER - Prepara transferência de dados
Permite transferir arquivos padrão texto entre o microcomputador do usuário e o computador
central.
3.28.4 - Transações "ON LINE" SISCOMEX correlacionadas:
3.28.4.1 - ACOMP-DECL - Acompanhamento DI
Permite fazer o acompanhamento de DI.
3.28.4.2 - ACOMP-LI - Acompanhamento LI
Permite fazer o acompanhamento de LI.
3.28.4.3 - CONS-DADOS - Consulta Dados
Permite rastrear transações com problemas levantados pelos usuários.
3.28.4.4 - LE-CON-II - Consulta legislação do II
Permite consultar a base de legislação utilizada no SISCOMEX, relativa ao Imposto sobre a
Importação.
3.28.4.5 - LE-CON-IPI - Consulta legislação do IPI
Permite consultar a base de legislação utilizada no SISCOMEX, relativa ao Imposto sobre
Produtos Industrializados.
3.28.4.6 - IMP-CONMIN - Consulta fatores de ajuste nacionais
Permite consultar os fatores de ajuste mínimos cadastrados para as unidades locais ou para os seus
recintos.
3.28.5 - Transações correlacionadas executadas entre o microcomputador e o computador central
utilizando a transação TRANSFER:
3.28.5.1 - Consulta declaração registrada
Permite consultar uma declaração de importação registrada.
ANEXO II
AMBIENTE DE TREINAMENTO
1 - Sistema: SISCOMEXTR - EXPORTAÇÃO
1.26 - Perfil: DIANA-EXP
1.26.1 - Classificação: Gerencial.
1.26.2 - Usuários: AFRF em exercício nas DIANA e outros servidores das Superintendências-
Regionais da SRF, conforme determinação do Superintendente.
1.26.3 - Todas as transações do perfil no ambiente de produção.
3 - Sistema: SISCOMEXTR - IMPORTAÇÃO
3.28 - Perfil: DIANA-IMP
3.28.1 - Classificação: Gerencial.
3.28.2 - Usuários: AFRF em exercício nas DIANA e outros servidores das Superintendências-
Regionais da SRF, conforme determinação do Superintendente..
3.28.3 - Todas as transações do perfil no ambiente de produção.

Ato Declaratório COANA nº 054 de 19 de Maio de 2000


Altera o Ato Declaratório nº 71, de 25 de setembro de 1997, que disciplina a utilização do
Sistema Integrado de Comércio Exterior – SISCOMEX

A COORDENADORA-GERAL DO SISTEMA ADUANEIRO, no uso das atribuições que lhe são


conferidas pelo art. 18, incisos III e IV do art. 21 e § 3º do art. 23, da Portaria SRF nº 782, de 20
de junho de 1997, e art. 4º da Instrução Normativa nº 70, de 10 de dezembro de 1996, declara:
1. O Ato Declaratório nº 71, de 25 de setembro de 1997, que disciplina a utilização do Sistema
Integrado de Comércio Exterior - SISCOMEX, fica alterado conforme os Anexos a este Ato.
2. Este Ato Declaratório entra em vigor na data de sua publicação.
Clecy Maria Busato Lionço
ANEXO I
AMBIENTE DE PRODUÇÃO
3 - Sistema: SISCOMEX - IMPORTAÇÃO
3.1- Perfil: DIR-SRF
- Transações "ON LINE" SISCOMEX correlacionadas:
a) incluir as transações:
3.1.4.8 - CNPJREC-CH - Consulta Histórico CNPJ - RECOM
Permite consultar o histórico das empresas habilitadas no RECOM.
3.1.4.9 - CNPJREC-CO - Consulta CNPJ RECOM
Permite consultar o CNPJ das empresas habilitadas no RECOM.
3.2- Perfil: DIR-COANA
3.2.4- Transações "ON LINE" SISCOMEX correlacionadas:
a) incluir as transações:
3.2.4.32 - CNPJREC-CH - Consulta Histórico CNPJ - RECOM
Permite consultar o histórico das empresas habilitadas no RECOM.
3.2.4.33 - CNPJREC-CO - Consulta CNPJ RECOM
Permite consultar o CNPJ das empresas habilitadas no RECOM.
3.2.4.34 - CNPJREC-EX - Exclusão CNPJ RECOM
Permite a exclusão do CNPJ da empresa habilitada no RECOM.
3.2.4.35 - CNPJREC-IN - Inclusão CNPJ RECOM
Permite a inclusão do CNPJ da empresa para se habilitar ao RECOM.
- Perfil: COANA
- Transações "ON LINE" SISCOMEX correlacionadas:
a) incluir as transações:
3.3.4.11 - CNPJREC-CH - Consulta Histórico CNPJ - RECOM
Permite consultar o histórico das empresas habilitadas no RECOM.
3.3.4.12 - CNPJREC-CO - Consulta CNPJ RECOM
Permite consultar o CNPJ das empresas habilitadas no RECOM.
- Perfil: DIR-ADUANA
- Transações "ON LINE" SISCOMEX correlacionadas:
a) incluir as transações:
3.4.4.8 - CNPJREC-CH - Consulta Histórico CNPJ - RECOM
Permite consultar o histórico das empresas habilitadas no RECOM.
3.4.4.9 - CNPJREC-CO - Consulta CNPJ RECOM
Permite consultar o CNPJ das empresas habilitadas no RECOM.
3.26 - Perfil: DESEN-IMP
3.26.4 - Transações "ON LINE" SISCOMEX Correlacionadas:
a) incluir as transações:
3.26.4.17 - CNPJREC-CH - Consulta Histórico CNPJ - RECOM
Permite consultar o histórico das empresas habilitadas no RECOM.
3.26.4.18 - CNPJREC-CO - Consulta CNPJ RECOM
Permite consultar o CNPJ das empresas habilitadas no RECOM.
ANEXO II
AMBIENTE DE TREINAMENTO
3 - Sistema: SISCOMEX - IMPORTAÇÃO
3.1- Perfil: DIR-SRF
- Transações "ON LINE" SISCOMEX correlacionadas:
a) incluir as transações:
3.1.4.8 - CNPJREC-CH - Consulta Histórico CNPJ - RECOM
Permite consultar o histórico das empresas habilitadas no RECOM.
3.1.4.9 - CNPJREC-CO - Consulta CNPJ RECOM
Permite consultar o CNPJ das empresas habilitadas no RECOM.
3.2- Perfil: DIR-COANA
3.2.4- Transações "ON LINE" SISCOMEX correlacionadas:
a) incluir as transações:
3.2.4.32 - CNPJREC-CH - Consulta Histórico CNPJ - RECOM
Permite consultar o histórico das empresas habilitadas no RECOM.
3.2.4.33 - CNPJREC-CO - Consulta CNPJ RECOM
Permite consultar o CNPJ das empresas habilitadas no RECOM.
3.2.4.34 - CNPJREC-EX - Exclusão CNPJ RECOM
Permite a exclusão do CNPJ da empresa habilitada no RECOM.
3.2.4.35 - CNPJREC-IN - Inclusão CNPJ RECOM
Permite a inclusão do CNPJ da empresa para se habilitar ao RECOM.
- Perfil: COANA
- Transações "ON LINE" SISCOMEX correlacionadas:
a) incluir as transações:
3.3.4.11 - CNPJREC-CH - Consulta Histórico CNPJ - RECOM
Permite consultar o histórico das empresas habilitadas no RECOM.
3.3.4.12 - CNPJREC-CO - Consulta CNPJ RECOM
Permite consultar o CNPJ das empresas habilitadas no RECOM.
- Perfil: DIR-ADUANA
- Transações "ON LINE" SISCOMEX correlacionadas:
a) incluir as transações:
3.4.4.8 - CNPJREC-CH - Consulta Histórico CNPJ - RECOM
Permite consultar o histórico das empresas habilitadas no RECOM.
3.4.4.9 - CNPJREC-CO - Consulta CNPJ RECOM
Permite consultar o CNPJ das empresas habilitadas no RECOM.
3.26 - Perfil: DESEN-IMP
3.26.4 - Transações "ON LINE" SISCOMEX Correlacionadas:
a) incluir as transações:
3.26.4.17 - CNPJREC-CH - Consulta Histórico CNPJ - RECOM
Permite consultar o histórico das empresas habilitadas no RECOM.
3.26.4.18 - CNPJREC-CO - Consulta CNPJ RECOM
Permite consultar o CNPJ das empresas habilitadas no RECOM.
Ato Declaratório COANA nº 070 de 20 de junho de 2000
DOU de 23/06/2000, pág. 16

Altera o Ato Declaratório nº 71, de 25 de setembro de 1997, que disciplina a utilização do


Sistema Integrado de Comércio Exterior - SISCOMEX.

O COORDENADOR-GERAL DO SISTEMA ADUANEIRO - SUBSTITUTO, no uso das


atribuições que lhe são conferidas pelo art. 18, incisos III e IV do art. 21 e § 3º do art. 23, da
Portaria SRF nº 782, de 20 de junho de 1997, e art. 4º da Instrução Normativa nº 70, de 10 de
dezembro de 1996, declara:
1.O Ato Declaratório nº 71, de 25 de setembro de 1997, que disciplina a utilização do Sistema
Integrado de Comércio Exterior - SISCOMEX, fica alterado conforme os Anexos a este Ato.
2.Este Ato Declaratório entra em vigor na data de sua publicação.
MANOEL REINALDO MANZANO MARTINS
ANEXO I
AMBIENTE DE PRODUÇÃO
1 - Sistema: SISCOMEX - EXPORTAÇÃO
1.11 - Perfil: FISCAL
...................................................................................
1.11.3 - Transações "ON LINE" SISCOMEX correlacionadas:
...................................................................................
1.11.3.50 EAD-INFO01 Informar Embarque Aéreo
Permite à Aduana informar dados de embarque para despacho desembaraçado, com via de
transporte aérea.
1.11.3.51 EAD-INFO02 Informar Embarque Marítimo
Permite à Aduana informar dados de embarque para despacho desembaraçado, com via de
transporte marítima.
1.11.3.52 EAD-INFO03 Informar Embarque Ferroviário
Permite à Aduana informar dados de embarque para despacho desembaraçado, com via de
transporte ferroviária.
1.11.3.53 EAD-INFO04 Informar Embarque Rodoviário/Fluvial/Lacustre
Permite à Aduana informar dados de embarque para despacho desembaraçado, com via de
transporte rodoviária/fluvial/lacustre.
1.11.3.54 EAD-INFO05 Exclusão Dados de Embarque
Permite à Aduana excluir os dados de embarque informados por ela, para despacho
desembaraçado e com via de transporte aérea/marítima/ferroviária/rodoviária/fluvial/lacustre.
1.14 - Perfil: SUPERVISOR
...................................................................................
1.14.3 - Transações "ON LINE" SISCOMEX correlacionadas:
...................................................................................
1.14.3.84 EAD-INFO01 Informar Embarque Aéreo
Permite à Aduana informar dados de embarque para despacho desembaraçado, com via de
transporte aérea.
1.14.3.85 EAD-INFO02 Informar Embarque Marítimo
Permite à Aduana informar dados de embarque para despacho desembaraçado, com via de
transporte marítima.
1.14.3.86 EAD-INFO03 Informar Embarque Ferroviário
Permite à Aduana informar dados de embarque para despacho desembaraçado, com via de
transporte ferroviária.
1.14.3.87 EAD-INFO04 Informar Embarque Rodoviário/Fluvial/Lacustre
Permite à Aduana informar dados de embarque para despacho desembaraçado, com via de
transporte rodoviária/fluvial/lacustre.
1.14.3.88 EAD-INFO05 Exclusão Dados de Embarque
Permite à Aduana excluir os dados de embarque informados por ela, para despacho
desembaraçado e com via de transporte aérea/marítima/ferroviária/rodoviária/fluvial/lacustre.
ANEXO II
AMBIENTE DE TREINAMENTO
1 - Sistema: SISCOMEXTR - EXPORTAÇÃO
1.11 - Perfil: FISCAL
1.11.1 - Classificação: Operacional.
1.11.2 - Usuários: AFRF em exercício e funcionários do Banco Central do Brasil.
1.11.3 - Transações correlacionadas: As mesmas do ambiente de produção (anexo I), incluindo as
dos perfis SUPERVISOR, EXPORTADOR, DEPOSITÁRIO e TRANSPORTADOR..
1.14 - Perfil: SUPERVISOR
1.14.1 - Classificação: Operacional.
1.14.2 - Usuários: AFRF e funcionários do Banco Central do Brasil.
1.14.3 - Transações correlacionadas: As mesmas do ambiente de produção (anexo I), incluindo as
dos perfis EXPORTADOR, DEPOSITÁRIO e TRANSPORTADOR.

Ato Declaratório COANA nº 095, de 27 de Julho de 2000

Altera o Ato Declaratório nº 71, de 25 de setembro de 1997, que disciplina a utilização do


Sistema Integrado de Comércio Exterior - SISCOMEX.

A COORDENADORA-GERAL DO SISTEMA ADUANEIRO, no uso das atribuições que lhe são


conferidas pelo art. 18, incisos III e IV do art. 21 e § 3º do art. 23, da Portaria SRF nº 782, de 20
de junho de 1997, e art. 4º da Instrução Normativa nº 70, de 10 de dezembro de 1996, declara:
1. O Ato Declaratório nº 71, de 25 de setembro de 1997, que disciplina a utilização do Sistema
Integrado de Comércio Exterior - SISCOMEX, fica alterado conforme o Anexo a este Ato.
2. Este Ato Declaratório entra em vigor na data de sua publicação.
Clecy Maria Busato Lionço
ANEXO ÚNICO
MANUTENÇÃO DE TABELAS
7 - Perfil: CONS-LEG.7.1.3 - Transações "ON LINE" correlacionadas:
a) Incluir a transação:
7.1.3.5 - INTRAZ-CON - LEGIS - INTRAZONAL - ALADI - CONSULT
Permite consultar a legislação tributária referente aos acordos ALADI e Mercosul.

Ato Declaratório Executivo COANA nº 3, de 17 de Janeiro de 2001


DOU de 19.1.2001

Altera o Ato Declaratório nº 71, de 25 de setembro de 1997, que estabelece os perfis e


transações do Siscomex.

A COORDENADORA-GERAL DO SISTEMA ADUANEIRO, no uso das atribuições que lhe são


conferidas pelo art. 18, incisos III e IV do art. 21 e § 3º do art. 23, da Portaria SRF nº 782/97, de
20 de junho de 1997, e art. 4º da Instrução Normativa SRF nº 70/96, de 10 de dezembro de 1996,
declara:
1. O Ato Declaratório nº 71, de 25 de setembro de 1997, que disciplina a utilização do Sistema
Integrado de Comércio Exterior (Siscomex), fica alterado nos ambientes de treinamento e
homologação conforme o Anexo Único a este Ato Declaratório Executivo (ADE).
2. Este ADE entra em vigor na data de sua publicação.
CLECY MARIA BUSATO LIONÇO
ANEXO ÚNICO
Ambientes de treinamento e homologação
1 - Sistema: SISCOMEX - EXPORTAÇÃO
1.10 - Perfil: EXPORTADOR
1.10.3 - Transações "ON LINE" SISCOMEX correlacionadas:
1.10.3.30 - EEX-APL100 - Solicita registro de drawback suspensão
Permite ao exportador solicitar à SECEX a utilização do registro de drawback suspensão.
1.10.3.31 - EEX-APL200 - Consulta diagnósticos e registro de drawback suspensão
Permite ao exportador consultar posicionamento da SECEX quanto a sua solicitação do registro
de drawback suspensão.
1.10.3.32 - EEX-APL250 - Consulta saldo no registro de drawback suspensão
Permite ao exportador consultar o saldo do registro de drawback suspensão.
1.10.3.33 - EEX-APL300 - Solicita alteração/prorrogação de registro de drawback suspensão
Permite ao exportador alterar/prorrogar registro de drawback suspensão.
1.10.3.34 - EEX-APL600 - Baixa de registro de drawback suspensão
Permite ao exportador consultar registro de drawback suspensão baixado.

Related Interests