Sie sind auf Seite 1von 14
SECRETARIA GOVERNO DE DO ESTADO DISTRITO DE FEDERAL EDUCAÇÃO CENTRO DE ENSINO DIRETORIA MEDIO REGIONAL

SECRETARIA GOVERNO DE DO ESTADO DISTRITO DE FEDERAL EDUCAÇÃO CENTRO DE ENSINO DIRETORIA MEDIO REGIONAL INTEGRADO DE ENSINO À EDUCAÇÃO DO GAMA PROFISSIONAL

Portaria nº 94 de 15/03/2006 DODF Nº 053 DE 16/03/2006

Portaria nº 94 de 15/03/2006 DODF Nº 053 DE 16/03/2006 PROVAS CLASSIFICATÓRIAS PARA O INGRESSO NO

PROVAS CLASSIFICATÓRIAS PARA O INGRESSO NO

Centro de Ensino Médio Integrado à Educação Profissional Técnica do Gama CEMI

2012

Provas aplicadas em 18/12/2011

CADERNO DE QUESTÕES

INSTRUÇÕES

Leia com atenção as instruções aqui contidas para que você alcance o melhor resultado!

1. Você recebeu o Caderno de Questões. Espere a ordem do examinador para iniciar.

2. Ao iniciar verifique seu Caderno de Questões, caso esteja incompleto ou apresente qualquer defeito, solicite ao examinador que tome as providências cabíveis.

3. O tempo máximo para realização da prova é de três horas, incluindo o tempo para preenchimento do Cartão de Respostas.

4. A prova consta de trinta questões, abordando Língua Portuguesa, Matemática e Conhecimentos Gerais (Ciências Naturais, Geografia e História).

5. Leia atentamente os textos para responder as questões.

6. Nas questões do TIPO A, de acordo com o comando agrupador de cada um deles, marque para cada item o campo designado com o código C, caso julgue o item CERTO; ou o campo designado com o código E, caso julgue o item ERRADO. Nas questões do TIPO C, marque a única opção correta de acordo com o respectivo comando.

7. As Questões de números: 12, 21, 22, 23, 24, 25, 26, 27, 28 e 29 são consideradas do TIPO A, já as questões de números: 01, 02, 03, 04, 05, 06, 07, 08, 09, 10, 11, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20 e 30 são consideradas do TIPO C

8. Marque as respostas no próprio Caderno de Questões e só transcreva para o Cartão de Respostas depois de resolvidas todas as questões.

9. Confira seus dados pessoais no Cartão de Respostas: nome, número de inscrição, bem como outras informações do cabeçalho. Em caso de dúvidas, chame o examinador.

10. Não deixe de marcar as opções no Cartão de Respostas, pois o cartão sem marcação será eliminado.

11. Não dobre, não amasse e não rasure o Cartão de Respostas, pois ele é o único documento válido para a correção da sua prova.

12. Para marcar as respostas no Cartão de Respostas utilize caneta esferográfica AZUL ou PRETA,

preenchendo INTEIRAMENTE o espaço correspondente, conforme exemplo ao lado.

o espaço correspondente, conforme exemplo ao lado. 13. O Caderno de Questões contém espaço para rascunho

13. O Caderno de Questões contém espaço para rascunho e poderá ser levado consigo após o término da prova.

14. ATENÇÃO! Não se deve utilizar durante a prova: máquina de calcular, agendas, telefone celular, bip, telemensagem, aparelhos eletrônicos e similares. O seu uso implicará a desclassificação imediata do candidato.

15. Ao terminar o preenchimento do Cartão de Respostas, entregue-o ao examinador.

CEMI / SEDF / DRE GAMA

1/14

PROVA CLASSIFICATÓRIA DO CEMI 2011/2012

Violência na escola: o grande desafio dos novos tempos

“A atenção precisa ser diferenciada para aquele adolescente tido como indisciplinado ou que tem dificuldade de aprendizagem. Ao invés de rotular e propor a expulsão, o colégio deve investir pedagogicamente no aluno”, acredita Olympio de Sá Sotto Maior Neto, Procurador de Justiça.

Fonte: (Tribuna do Paraná, p.5; O Estado do Paraná, p.8; Joyce Carvalho 18/10)

Violência e drogas nas escolas

A violência na escola é assunto antigo das conversas sobre educação. Em 2000, a UDEMO

realizou uma pesquisa com quase 500 escolas públicas de todo o estado de São Paulo, 44% afirmaram que a violência aumentara em relação aos anos anteriores.

importante ressaltar que a violência escolar não vem desacompanhada de outros fatores. Não é

algo que surge e termina dentro da sala de aula. É apenas uma das facetas dos variados tipos de violência que acercam o jovem diariamente: a violência familiar, social, estatal, verbal, física,

comportamental, entre tantas outras. O aluno influenciado por tipos de violência em casa ou na rua é meio de transporte para que esta violência adentre as escolas.

O assunto é vasto e merece muitas discussões e reflexões. Contudo, para o professor, além de

combater as causas, é de imediata importância também entender e tentar controlar suas consequências. Para isso, muitas possíveis soluções estão sendo apontadas a fim de que esse sério problema seja resolvido. Uma das ações que melhores resultados tem mostrado é a boa gestão da escola. Ou seja, a vontade dos diretores e dos professores de mudar o quadro depredado da escola. Bons exemplos encontramos em escolas como a da Vila Prete e a Professor José Negri, ambas no estado de São Paulo. Essas escolas conseguiram ótimas notas em exames nacionais, e o segredo está na boa gestão. Uma gestão de qualidade inclui projetos que tragam os professores, pais e voluntários para perto dos alunos, dentro da escola. Projetos como atividades internas nos períodos em que não se tenham aulas, aos fins de semana etc, assim como o conhecido Amigos da Escola, ou mesmo outros de iniciativa

própria nas comunidades.

O importante é acreditar no aluno. Não se pode desistir daquele aluno que não consegue aprender

e tem dificuldades dentro e fora da escola. Sentindo-se intimidado com a frustração, ele pode reagir com violência. A professora Mabel Victorino, 30 anos, deixa isso claro quando fala sobre o assunto, “A gente

tem de usar todas as formas possíveis para fazer o aluno aprender… Se não dá de um jeito, aprende de outro.”

É

A vontade de se empenhar na pacificação da escola já é bem antiga, em 1999, uma reportagem

da ISTOÉ que tratava da violência escolar coloca um comentário do pedagogo Roberto Leme, presidente da UDEMO na época, “Sem conseguir sobressair, os jovens se juntam em grupos e partem para a violência”, explicitando a importância das atividades extracurriculares na rotina do jovem.

As Drogas Um dos principais motivos da violência escolar está no uso e no tráfico de drogas (ilícitas ou não). Muitos alunos usam e comercializam drogas dentro e nas proximidades da escola. Isso também atrai maus elementos para os arredores das instituições. Na mesma pesquisa da UDEMO, “27% das escolas pesquisadas relataram que alunos portavam e consumiam bebidas alcoólicas durante as aulas. 19% das

escolas foram invadidas por estranhos, com objetivo de furto, roubo, estupro, tráfico, de drogas. 18% acusaram porte ilegal de armas, por parte dos alunos.”

A solicitação de um bom policiamento às autoridades, como se já não fosse um dever, pode

ajudar. Às vezes, apenas a presença de uma viatura da Guarda Municipal já é o suficiente para intimidar

possíveis problemas nas saídas das escolas e o comércio de drogas pelo menos em frente aos portões. Um levantamento publicado pelo jornal argentino Clarín, no ano passado, mostra que o Brasil é o 3º em uso de cocaína na América do Sul, “1,7% dos brasileiros matriculados no ensino médio já consumiram a droga.”

O Brasil perde apenas para a Argentina e para o Chile. Isso pode nos dar uma idéia de como o

problema é grande. Sem contar o uso de bebidas alcoólicas e de cigarro comum. A criança com muito tempo livre ocioso acaba por assistir a muitos programas violentos e que incentivam o uso de álcool, por exemplo. Aída Maria Monteiro Silvia trata, em seu texto, A Violência na Escola: A Percepção dos Alunos e Professores, entre outras coisas, a influência que a programação pouco educativa da televisão causa às crianças. Campanhas e projetos que dão seminários sobre o uso e o efeito das drogas no organismo podem ajudar no combate a esse uso indevido na rua e nas salas de aula.

CEMI / SEDF / DRE GAMA

2/14

PROVA CLASSIFICATÓRIA DO CEMI 2011/2012

E o que fazer? Inadmissível é adiar providências enquanto se buscam as causas da violência escolar e nos

perdemos em um labirinto de "achismos". De um lado, muitos creem que as escolas são autoritárias, sufocam os alunos e favorecem sua agressividade. Outros acham que falta mais disciplina. De que lado você está?

O problema se alastra pelo mundo, mas no Brasil, embora o governo admita sua existência, ele

não é prioritário dentro das políticas educacionais. Iniciativas para combatê-lo geralmente partem de entidades como Unesco, pesquisadores e secretarias de Educação. O MEC as apóia, mas elas contemplam um número reduzido entre os mais de 200 mil estabelecimentos e não há diretrizes para um combate efetivo à violência escolar. As discussões são estéreis e as soluções apontadas abarcam desde munir escolas com modernos aparatos de segurança até a implementação de projetos que visam à oferta de atividades culturais e esportivas para os alunos, passando pelo treinamento de professores em mediação de conflitos. Todas têm seu lado positivo e devem ser tentadas em conjunto, desde que não se caia em exageros: nem podemos transformar escolas em fortalezas, onde olhos eletrônicos vigiam qualquer movimento, e (no outro extremo), tampouco podemos nutrir a ilusão de que um jogo de bola nos fins de semana demoverá jovens infratores do hábito de portar armas e drogas e ameaçar a integridade física e mental de professores e colegas. Há dois problemas em um. O primeiro, segundo especialistas americanos que têm como marco a tragédia de Columbine, é o fato de as escolas não estarem preparadas para detectar alunos com problemas emocionais graves. O Centro Nacional de Segurança nas Escolas (National School Safety Center - NSSC) elaborou até uma lista de características dos "alunos-problema" que beiram a patologia para que sejam identificados antes de causarem uma desgraça. Esses casos bárbaros, no entanto, desvelam o segundo problema: um cotidiano de violências em vários graus, com a qual os alunos

compactuam ou da qual temem falar.

A Unesco alerta que nas escolas impera a lei do silêncio e não há confiança entre professores,

alunos e pais. O instituto de prevenção de violência na escola dos EUA entrevistou alunos e pais e constatou que 2/3 dos alunos participam de grupos que intimidam colegas; só 1/3 acha que a escola penaliza os intimidadores; entre as vítimas, apenas 16% pediriam ajuda a um professor e, entre recorrer aos pais ou a um amigo, 78% escolheriam o amigo. Na Alemanha, pesquisa entre jovens das 7ª e 8ª séries apontava que 60% já tinham batido em colegas nos últimos seis meses; 5% os intimidam

regularmente e 8% os ameaçaram com facas e pistolas. Na França, 23,9% dos alunos já foram agredidos; 72,4% sofreram insultos e 45,1% foram roubados. Mas esses percentuais não "batem" com dados oficiais. Denúncias não são levadas à polícia: lá como cá, os alunos não crêem que ela vá protegê-los de represálias.

E que ações distintos países vêm promovendo para amenizar o fenômeno que fez do magistério

profissão de risco e dividiu alunos em opressores e vítimas? Nos EUA, os estabelecimentos se equipam, contratam seguranças e milhares deles estão recompensando alunos que informam, via "disque- denúncia", atividades suspeitas. Na Inglaterra, crianças de dez anos respondem por seus crimes e podem ser expulsas da rede escolar. A Argentina desenvolve um trabalho pioneiro na América Latina, treinando professores para mediar conflitos. No México, implantou-se o programa "Contra la violencia, eduquemos para la paz. Por ti, por mí y por todo el mundo". A Unesco propôs o Programa Abrindo Espaços: Educação e Cultura para a Paz, nascido da observação de experiências nos Estados Unidos, França, Espanha e países onde o trabalho com jovens nas dimensões artísticas, culturais e esportivas funcionou como prevenção à violência. No Brasil, além do reforço de policiamento no entorno, as escolas também devem perder o escrúpulo de adotar medidas de segurança. Além disso, deve ser efetiva a integração famílias/escola, para que esta seja gerida de modo democrático e ofereça aos alunos oportunidades de expressarem seus talentos, não sua crueldade. A violência é um problema social que está presente nas ações dentro das escolas, e se manifesta de diversas formas entre todos os envolvidos no processo educativo. Isso não deveria acontecer, pois escola é lugar de formação da ética e da moral dos sujeitos ali inseridos, sejam eles alunos, professores ou demais funcionários. Porém, o que vemos são ações coercitivas, representadas pelo poder e autoritarismo dos professores, coordenação e direção, numa escala hierárquica, estando os alunos no meio dos conflitos profissionais que acabam por refletir dentro da sala de aula. Além disso, a violência estampada nas ruas das cidades, a violência doméstica, os latrocínios, os contrabandos, os crimes de colarinho branco têm levado jovens a perder a credibilidade quanto a uma sociedade justa e igualitária, capaz de promover o desenvolvimento social em iguais condições para todos, tornando-os violentos, conforme esses modelos sociais. Nas escolas, as relações do dia a dia deveriam traduzir respeito ao próximo, através de atitudes que levassem à amizade, harmonia e integração das pessoas, visando atingir os objetivos propostos no projeto político pedagógico da instituição.

CEMI / SEDF / DRE GAMA

3/14

PROVA CLASSIFICATÓRIA DO CEMI 2011/2012

Muito se diz sobre o combate à violência, porém, levando ao pé da letra, combater significa guerrear, bombardear, batalhar, o que não traz um conceito correto para se revogar a mesma. As próprias instituições públicas se utilizam desse conceito errôneo, princípio que deve ser o motivador para a falta de engajamento dessas ações. Levar esse tema para a sala de aula desde as séries iniciais é uma forma de trabalhar com um tema controverso e presente em nossas vidas, oportunizando momentos de reflexão que auxiliarão na transformação social. Com recortes de jornais e revistas, pesquisas, filmes, músicas, desenhos animados, notícias televisivas, dentre outros, os professores podem levantar discussões acerca do tema numa possível forma de criar um ambiente de respeito ao próximo, considerando que todos os envolvidos no processo educativo devem participar e se engajar nessa ação, para que a mesma não se torne contraditória. E muito além das discussões e momentos de reflexão, os professores devem propor soluções e análises críticas acerca dos problemas a fim de que os alunos se percebam capacitados para agir como cidadãos. Afinal, a credibilidade e a confiança são as melhores formas de mostrar para crianças e jovens que é possível vencer os desafios e problemas que a vida apresenta.

Por Jussara de Barros

http://www.brasilescola.com/educacao/escola-x-violencia.htm

http://www.brasilescola.com/educacao/escola-x-violencia.htm “Nas escolas, as relações do dia a dia deveriam

“Nas escolas, as relações do dia a dia deveriam traduzir respeito ao próximo, através de atitudes que levassem à amizade, harmonia e integração das pessoas, visando atingir os objetivos propostos no projeto político pedagógico da instituição.Marque o item correto em relação à morfossintaxe:

A (

Nas escolas; funciona como o sujeito da oração.

)

B (

)

respeito,

atitudes,

amizade

e

harmonia

são

exemplos

de

substantivos

concretos.

C (

O verbo atingir é um verbo transitivo direto e o seu complemento: os objetivos propostos é o objeto direto.

)

D (

ao próximo é um adjunto adverbial de companhia.

)

complemento nominal de levassem.

adverbial de companhia. ) complemento nominal de levassem . “Um dos principais motivos da violência escolar

“Um dos principais motivos da violência escolar está no uso e no tráfico de drogas (ilícitas ou não). Muitos alunos usam e comercializam drogas dentro e nas proximidades da escola. Isso também atrai maus elementos para os arredores das instituições.” Marque o item correto em relação à ortografia:

A (

são

acentuadas pela mesma regra de acordo com as normas de acentuação gráfica.

)

Violência, está, ilícitas e tráfico

B (

Muitos alunos é o mesmo sujeito dos verbos usar e comercializar.

)

C (

Drogas é o objeto indireto do verbo comercializar.

)

D (

Na oração em análise: o verbo estar poderia conjugar na forma do plural estão sem alterar as normas estabelecidas quanto à concordância verbal.

)

E (

)

A palavra Isso é resumitivo da

citada

expressão

anteriormente.

violência

escolar,

da citada expressão anteriormente. violência escolar, “Muito se diz sobre o combate à violência, porém,

“Muito se diz sobre o combate à violência, porém, levando ao pé da letra, combater significa guerrear, bombardear, batalhar, o que não traz um conceito correto para se revogar a mesma. As próprias instituições públicas se utilizam desse conceito errôneo, princípio que deve ser o motivador para a falta de engajamento dessas ações.”

Com base nos fatos acima, pode se afirmar que:

A (

As instituições precisam compreender que no mundo atual a produção de sentido é intensa, descontínua e incerta, com uma infinidade de linguagens e de formas de se viver o mundo.

)

B (

Apostar nesta lógica da invenção talvez seja a saída para os labirintos de verdade das instituições que construímos.

)

C (

As instituições públicas e privadas, escola, religião, família, justiça, dentre outras, que no nosso modo cristalizado de pensar deveriam „salvar‟ os jovens de rua de sua selvageria.

)

CEMI / SEDF / DRE GAMA

4/14

PROVA CLASSIFICATÓRIA DO CEMI 2011/2012

E (

)

À

amizade

leva

crase

porque

é

D (

Nesse caso, tais instituições acabam por não entender as diversas manifestações juvenis e ao negar a luminosidade e as potencialidades dessas manifestações, negam sua própria crueldade.

)

E (

O fato de se estabelecer erroneamente o conceito de combate à violência é que deturpa o engajamento da sociedade.

)

à violência é que deturpa o engajamento da sociedade. ) Leia os textos e julgue os

Leia os textos e julgue os itens abaixo em certos (C) ou errados (E):

i.( ) Segundo o texto, uma pesquisa com quase 500 escolas públicas de todo o país

comprovou o que a sociedade brasileira já sabia:

o aumento da violência aumentou em 44% em relação aos anos anteriores.

o texto, a violência

familiar,

comportamental, entre tantas outras passa a acontecer no ambiente do jovem, depois das primeiras manifestações de violência nas escolas. iii.( ) Segundo o texto, tem sido a boa vontade de gestores e professores um dos principais meios de combate à violência no ambiente escolar. Através da realização de projetos como o “Amigos da Escola” os gestores têm contribuído para diminuir a depredação dentro da escola e alavancado a melhoria das notas em exames nacionais. iv.( ) Segundo as idéias do texto, todo aluno que não consegue aprender e tem dificuldades dentro e fora da escola, sente-se intimidado com a frustração da não-aprendizagem e, para compensar tal deficiência, reage com violência. v.( ) Segundo o texto, a vontade de se empenhar na pacificação da escola começou no ano de 1999, com uma reportagem da ISTOÉ que tratava da violência escolar colocava um comentário do pedagogo Roberto Leme, presidente da UDEMO na época.

estatal, verbal, física,

ii.(

)

De

acordo

social,

com

A sequência correta é?

A (

)

E

E E C C.

B (

)

C

E E C E.

C (

)

E

E C E E.

D (

)

C

C C E E.

E (

)

E

C C E C.

– E. E ( ) E – C – C – E – C. Assinale a

Assinale a alternativa em que o verbo em negrito seja transitivo indireto.

A (

)

“A gente tem de usar todas as formas

possíveis

B (

“ Não se pode desistir daquele aluno que não consegue aprender.”

)

C (

A UNESCO alerta que nas escolas impera a lei do silêncio.”

)

D (

E (

“A violência não é algo que surge e termina dentro da sala de aula.”

“Essas escolas conseguiram ótimas notas em exames nacionais, e o segredo está na boa gestão.”

)

)

exames nacionais, e o segredo está na boa gestão.” ) ) Em um estudo realizado numa

Em um estudo realizado numa população de jovens em situação de risco em relação ao consumo de entorpecentes, a razão do número de mulheres para o número de homens é de 11 para 10. A idade média das mulheres é de 34 e a idade média dos homens é 32. Nestas condições, podemos concluir que a idade média da população considerada é de aproximadamente:

A (

)

32,9 anos.

B (

)

32,95 anos.

C (

)

33,05 anos.

D (

)

33,10 anos.

E (

)

33,95 anos.

RASCUNHO

CEMI / SEDF / DRE GAMA

5/14

PROVA CLASSIFICATÓRIA DO CEMI 2011/2012

Numa campanha de conscientização sobre bullying junto às escolas públicas de um município, o secretário

Numa campanha de conscientização sobre bullying junto às escolas públicas de um município, o secretário de educação mandou confeccionar cinquenta mil folhetos, via licitação. A gráfica vencedora realizou o serviço em cinco dias, utilizando duas máquinas de mesmo rendimento, oito horas por dia. O secretário precisou fazer nova encomenda, desta vez, com sessenta mil folhetos. Nessa ocasião, uma das máquinas estava quebrada. Para atender o pedido, a gráfica prontificou-se a trabalhar doze horas por dia, executando o serviço em:

A (

)

5

dias.

B (

)

8

dias.

C (

)

10

dias.

D (

)

12

dias.

E (

)

15

dias.

D ( ) 12 dias. E ( ) 15 dias. Cidadãos de grandes centros urbanos como

Cidadãos de grandes centros urbanos como Rio de Janeiro e São Paulo, sofrem com vários tipos de violência. As “balas perdidas” fazem vítimas todos os anos. Em uma reportagem de jornal lê-se: “Jovem morre após ser atingido por bala perdida. Os médicos disseram que o motivo da morte foi uma grave lesão no sistema nervoso central (SNC).” Faz parte do sistema nervoso central (SNC), apenas:

A cérebro e medula espinhal.

(

)

B cérebro, cerebelo e medula espinhal.

(

)

C encéfalo e medula espinhal.

(

)

D cérebro e cerebelo.

(

)

E encéfalo.

(

)

espinhal. ( ) D cérebro e cerebelo. ( ) E encéfalo. ( ) Para tentar, muitas

Para tentar, muitas vezes em vão, proteger- se da violência, o cidadão gasta parte de sua renda com a segurança que não é dada pelo Estado. Uma pessoa fez um orçamento para instalação de câmeras em sua casa. No total ela irá gastar R$ 4.375,00. Essa pessoa aplica R$ 50.000,00 à taxa de 2,5% ao mês, visando obter o valor que será gasto no sistema de segurança (R$ 4.375,00). Para obter esse rendimento, quanto tempo esse capital deverá permanecer aplicado?

A (

)

2

meses.

B (

)

2,5 meses.

C (

)

2,8 meses.

D (

)

3

meses.

E 3,5 meses.

(

)

meses. D ( ) 3 meses. E 3,5 meses. ( ) Considere o parágrafo a se

Considere o parágrafo a seguir sobre o texto: “As Drogas”

“27% das escolas pesquisadas relataram que alunos portavam e consumiam bebidas alcoólicas durante as aulas. 19% das escolas foram invadidas por estranhos, com objetivo de furto, roubo, estupro, tráfico, de drogas. 18% acusaram porte ilegal de armas, por parte dos alunos.”

Com base nestes dados foram feitas as

seguintes indagações:

I Em um universo de 50 escolas de ensino médio, número hipoteticamente considerado, apenas 1/4 apresentaram problemas com porte e consumo de bebidas alcoólicas. II Cerca de nove escolas enfrentaram situações de alunos portando armas em suas dependências.

III Ainda sobre os dados apresentados no item

anterior, em uma análise específica de uma instituição de ensino com um contingente de 700 alunos, entre 1/6 a 1/5 de seus alunos acusariam

haver portado armas ilegais na escola.

IV

Os casos de invasões por estranhos neste

universo de escolas consideradas neste estudo,

só não representariam riscos a um número inferior a 5 escolas (10% do total).

Após a análise das indagações acima, podemos afirmar que estão corretas:

A (

)

nenhuma delas.

B (

)

apenas uma.

C (

)

apenas duas.

D (

)

apenas três.

E (

)

todas.

CEMI / SEDF / DRE GAMA

6/14

PROVA CLASSIFICATÓRIA DO CEMI 2011/2012

HOMEM X NATUREZA

Todas as pessoas que vivem hoje descendem de sobreviventes das grandes catástrofes naturais, que deixaram marcas na história humana

A saga do homem e de seus ancestrais na Terra, iniciada seis milhões de anos atrás, costuma ser narrada do ponto de vista de suas grandes conquistas, da descoberta do fogo e da invenção da roda até a tecnologia impressionante que move o mundo de hoje. Regozijamo-nos por nossa racionalidade, única entre os animais, e nos enxergamos como heróis do universo. Ao levar em conta o cenário em que essa aventura transcorre, chega-se à conclusão de que a verdadeira proeza do homem foi ter sobrevivido às forças da natureza. Há 30.000 anos, a era glacial varreu do planeta espécies como o mamute e o tigre-de- dente-de-sabre, mas o Homo sapiens prosseguiu em seu processo evolutivo. Desde então, é surpreendido por catástrofes cujo poder de destruição é infinitamente superior a sua capacidade de reagir a elas. Diante dos grandes furacões, terremotos, vulcões e avalanches, evidenciam-se ao mesmo tempo a fragilidade do ser humano e sua capacidade de superar as tragédias impostas pela natureza. A seguir temos alguns exemplos de grandes catástrofes naturais.

Evento

Data

Tipo

Local

Mortes

       

>175.000.000

       
       
       

Shaanxi, China

830.000

       
       
       

Lisboa, Portugal

100.000

       
     

>40.000.000

     
       

1.000.000 a

     

2.000.000

     
 
     

300.000 a

     

500.000

     
       
       

Tangshan, China

255.000

       
       
       

295.000

       
       
       

1.833

       
       
       

86.000

       
     

78.000 a

     

124.000

     
       
       

2010

> 200.000

       
       

2011

> 902

       
       

2011

Japão, Japão

> 27 856

       

Os milhares de mortos e desabrigados pelo tsunami na Ásia, em 2004, e pelo furacão Katrina e o terremoto na Caxemira, em 2005, podem representar apenas um saldo inicial. Catástrofes como essa, depois de contabilizadas as vítimas e calculados os estragos, costumam ganhar uma dimensão muito mais

CEMI / SEDF / DRE GAMA

7/14

PROVA CLASSIFICATÓRIA DO CEMI 2011/2012

ampla à medida que a história avança. Muitas delas influenciam de maneira decisiva o destino do planeta e da humanidade. O movimento das monumentais placas tectônicas da crosta terrestre, que causam os vulcões e terremotos, definiu o formato dos continentes e oceanos como hoje os conhecemos, e continuará definindo nos milênios que virão. A América do Sul se afasta da África à velocidade constante de 5

centímetros por ano. No século XIV, a peste negra, facilmente transmitida pelos ratos nos burgos fechados

e fétidos da Europa, dizimou um terço da população do continente. Em 1400, os vikings tiveram de

abandonar a Groelândia quando uma pequena idade do gelo tornou a vida na região inviável. Fragmentos da erupção do vulcão Krakatoa, na Indonésia, em 1883, atingiram regiões tão altas da atmosfera que permaneceram suspensos por quase cinco anos, causando uma diminuição de 1 grau na temperatura do globo por obstruir parte dos raios solares e modificando as cores do pôr-do-sol na Europa, na Ásia e na África.

Os desastres naturais também costumam ter grande influência na vida política e social dos países.

O historiador francês Fernand Braudel sustentava que a monarquia francesa teria mais chance de ter

sobrevivido se as forças na natureza no caso, uma série de invernos extremamente rigorosos que se abateu sobre a Europa no fim do século XVIII não houvessem destruído as colheitas, espalhando a fome

e a miséria entre a população. Para Braudel, a monarquia de Luís XVI poderia ter resistido à Revolução

Francesa de 1789 se a França vivesse uma época de climas amenos e boas safras. Calcula-se que o fim da civilização mocha, que floresceu no primeiro século da Era Cristã na região que hoje abriga o Peru, tenha sido precipitado por uma combinação de terremotos e tempestades que destruíram sua malha de canais de irrigação para a agricultura, que desciam da Cordilheira dos Andes. Mais recentemente, em 1999, dois desastres naturais foram responsáveis pela reaproximação entre a Turquia e a Grécia, países que havia tempos travavam renhidas disputas territoriais por ilhas do Mar Egeu, ricas em petróleo. Um terremoto na Turquia matou 15.000 pessoas e devastou parte do parque industrial do país. Os gregos enviaram ajuda

humanitária e, um mês depois, quando outro terremoto vitimou a Grécia, os turcos retribuíram. Os geólogos e cientistas que estudam as catástrofes naturais temem que elas façam cada vez mais vítimas. Isso porque cada vez mais pessoas habitam áreas ameaçadas por furacões, terremotos, vulcões, inundações e desabamentos. Nas regiões ricas do planeta, os riscos são minimizados por meio de obras de infra-estrutura adequadas. A principal preocupação é com os países pobres, com densidade populacional cada vez maior e casas erguidas com argila, taipa e outros materiais frágeis. É uma realidade estatística que as fatalidades que se abatem sobre os países menos desenvolvidos

costumam produzir mais vítimas do que aquelas que ocorrem nas nações do Primeiro Mundo. Isso se dá pela falta de recursos para evitá-las, pela falta de infra-estrutura para minimizar suas consequências ou simplesmente por aspectos culturais ignorância da população ou descaso das autoridades. No terremoto que soterrou a cidade iraniana de Bam, em 2003, a maioria das 40.000 vítimas fatais morreu esmagada pelo telhado da própria casa. Segundo um estudo da Universidade do Arizona, no início da década de 60 ocorriam no mundo 100 desastres naturais com vítimas por ano. Na década atual, são 500 por ano. Isso significa que os desastres naturais vitimam cinco vezes mais pessoas que há 40 anos. Que fatores teriam contribuído para esse aumento? O aquecimento global, talvez? Seria a natureza vingando árvores derrubadas, animais extintos e rios poluídos? Ou simplesmente as consequências do crescimento desordenado e insustentável de uma

espécie que se diz superior às demais?

Texto adaptado de VEJA on-line Desastres Naturais

Queimadas se alastram em Brasília; há suspeita de incêndios criminosos

Incêndio na Floresta Nacional de Brasília já é o maior da história. Destruição atingiu 85% da mata.

Em Brasília, equipes do corpo de bombeiros se revezam para combater as queimadas. Há suspeitas de

incêndios criminosos. São muitas áreas ocupadas por lotes irregulares, por isso, o Instituto Chico Mendes, ligado

ao Ministério do Meio Ambiente, não descarta a possibilidade de incêndios criminosos. Já são mais de 3,2 mil

focos. A seca já dura 94 dias e domingo (11/09) foi o dia mais quente do ano, com 33°C e umidade em 13%. A

previsão mais otimista é que a chuva em Brasília venha no início de outubro. Um fim de semana sem descanso para os bombeiros que combatem as queimadas no Distrito Federal. O

Hercules C-130, da Força Aérea, também foi usado na luta contra o fogo. Foram 16 sobrevôos. Em cada um, 12

mil litros de água eram despejados.

Os incêndios começaram na quinta-feira (08/09). Até agora, as labaredas já queimaram uma área equivalente a 20 mil campos de futebol. Uma das regiões mais atingidas é a Floresta Nacional de Brasília, que teve uma destruição de 85% da mata. Na floresta, a principal preocupação é impedir que as chamas avancem sobre o parque nacional, uma área de preservação ambiental.

CEMI / SEDF / DRE GAMA

8/14

PROVA CLASSIFICATÓRIA DO CEMI 2011/2012

“Temos a preocupação com a proximidade com o parque nacional. Se passar para lá, vai ser uma tragédia maior. Estamos concentrando esforços nessas áreas para que isso não aconteça”, afirmou o major Mauro Sérgio de Oliveira, do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal. De uma sala o Corpo de Bombeiros comanda as ações de combate aos novos focos de incêndio, que

surgem a todo o momento. Os focos aparecem na tela como pontos amarelos. O Instituto Chico Mendes, vinculado ao Ministério do Meio Ambiente, vai pedir que a Polícia Federal investigue a origem dessas queimadas. Segundo um boletim do instituto, o fogo que atinge parques e reservas ambientais não é uma fatalidade, seria resultado de ações criminosas. Uma das suspeitas para o incêndio na Floresta Nacional, conhecida como “Flona”, vem da chefe do local. A floresta seria alvo de grileiros. “É simplesmente desolador ver a situação que a Flona está hoje por causa do incêndio. Nós temos vários grileiros envolvidos, pessoas que anunciam no jornal a venda de lotes na Flona que a gente sabe que têm interesse em bagunçar e em tumultuar nossa situação.”, apontou a chefe da Flona, Miriam Ferreira. De acordo com a chefe da Floresta Nacional de Brasília, esse incêndio foi o maior já registrado. O

cerrado de Brasília nunca foi tão castigado.

Portal G1

O cerrado de Brasília nunca foi tão castigado. Portal G1 A crase presente no trecho: ,

A

crase

presente

no

trecho:

,

Costumam

à

tem a mesma

ganhar uma dimensão muito mais ampla

medida que a história avança função que na seguinte frase:

.

A (

)

Chega-se

à

conclusão

verdadeira proeza (2º§).

de

que

a

B (

A América do Sul se afasta da África à

velocidade constante de 5 centímetros por ano.

)

C (

Para Braudel, a monarquia de Luís XVI poderia ter resistido à Revolução Francesa de 1789.

)

D (

e

insustentável de uma espécie que se diz superior às demais?

)

Crescimento

desordenado

E (

)

A verdadeira proeza do homem foi ter

sobrevivido às forças da natureza.

do homem foi ter sobrevivido às forças da natureza. Com relação ao texto e ao assunto

Com relação ao texto e ao assunto nele abordado, julgue os itens seguintes em certos ou errados:

abordado, julgue os itens seguintes em certos ou errados: No primeiro parágrafo do texto homem X

No primeiro parágrafo do texto homem X natureza, podemos substituir a expressão negritada em “Regozijamo-nos por nossa

por Desperdiçamos, com

racionalidade

as devidas adaptações, sem prejudicar o sentido do que se diz.

adaptações, sem prejudicar o sentido do que se diz. O último parágrafo começa concluindo assim o

O último parágrafo começa concluindo

assim o texto: “Segundo um estudo da Universidade do Arizona, no início da década de 60 ocorriam no mundo 100 desastres

Se

naturais com vítimas por ano

verbo

haver devemos fazer também a adaptação de plural tendo em vista que para este uso ele será um verbo impessoal.

O 4º parágrafo inicia com um exemplo

substituirmos

o

verbo

ocorrer

pelo

inicia com um exemplo substituirmos o verbo ocorrer pelo de discurso direto. O sujeito do verbo

de discurso direto.

O sujeito do verbo investigar , linha 18, é o mesmo da locução verbal vai pedir , ou seja, investigar, linha 18, é o mesmo da locução verbal vai pedir, ou seja, o Instituto Chico Mendes.

verbal vai pedir , ou seja, o Instituto Chico Mendes. Sobre a média aritmética do número

Sobre a média aritmética do número de mortes nas seguintes catástrofes ambientais:

Sismo de Shaanxi (1956) 830.000 mortos, Terremoto de (1755) 100.000 mortos, Ciclone de Bhola (1970) 400.000 mortos, Chuvas na região serrana do Rio de Janeiro (2011) 900 mortos e considerando a tabela do texto, Homem x Natureza, é correto afirmar que:

A (

)

É

maior

que

ocorrido em 1956.

de

B (

É menor que o Sismo do Paquistão ocorrido em 2005.

)

número de mortos no

Furação Katrina ocorrido em 2005.

D (

Está compreendida na faixa do número de mortos do Ciclone de Bhola ocorrido em

1970.

)

E (

ao número de

mortos com a Gripe Espanhola ocorrida de 1915 a 1919.

)

É ligeiramente inferior

CEMI / SEDF / DRE GAMA

9/14

PROVA CLASSIFICATÓRIA DO CEMI 2011/2012

C (

)

É

igual ao

Uma das consequências de algumas catástrofes é a falta de alimentos para as populações atingidas.

Uma das consequências de algumas catástrofes é a falta de alimentos para as populações atingidas. Em relação à questão da fome do mundo atual, marque a alternativa INCORRETA:

A (

A fome é, nos dias de hoje, uma

criação humana, ou seja, ela é um fenômeno sociopolítico e não um fenômeno natural.

)

B (

E inacreditável que no atual século, grande parte da população mundial não tenha o que comer, sendo que, se a revolução tecnológica na agricultura viesse acompanhada de vontade política, nenhum ser humano sofreria as conseqüências da fome.

)

C (

O problema da fome deve-se somente

ao baixo nível tecnológico da atividade agrícola ainda existente em grande parte do globo.

)

D (

A solução para o grave problema da

fome no mundo, depende mais da vontade política do que de fatores naturais, até pouco

tempo, limitadores da atividade agrícola.

A fome é uma realidade que está

presente

calamidade silenciosa.

globo como uma

)

E (

)

em

todo

o

calamidade silenciosa. globo como uma ) E ( ) em todo o De acordo com o

De acordo com o texto “Homem X Natureza”, o processo evolutivo do ser humano apresentou várias catástrofes que poderiam ter impedido a consolidação da nossa espécie. Diante desta afirmação, podemos assinalar como opção correta:

A (

O ser humano é frágil e não tem como

resirtir aos constantes transtornos causados pela natureza.

)

B (

humano e todas as outras

espécies não são afetados pelas transformações ocorridas na natureza.

)

O

ser

C (

Entre as regiões menos afetadas pelas catástrofes naturais podemos incluir a Ásia.

)

D (

E (

O desenvolvimento tecnológico e o

conhecimento histórico auxiliaram o ser humano a sobreviver aos acidentes naturais.

Catástrofes naturais são parte do

)

)

passado, já que nos dias atuais elas pouco influenciam a vida dos seres humanos.

dias atuais elas pouco influenciam a vida dos seres humanos. Um exemplo de degradação ambiental é

Um exemplo de degradação ambiental é a erosão existente em Planaltina de Goiás, que tem uma extensão aproximada de 3km, com 40m de profundidade e 30m de largura. Considerando um pequeno trecho de 10m de comprimento em forma de paralelepípedo retângulo, quantos caminhões caçamba com dimensões de 4m de comprimento, 1,5m de largura por 2,0m de comprimento, serão necessários para recuperar esse trecho?

A (

)

110.

B (

)

1100.

C (

)

1000.

D (

)

10000.

E (

)

110000.

) 1000. D ( ) 10000. E ( ) 110000. Uma gigantesca pedra de formato cilíndrico

Uma gigantesca pedra de formato cilíndrico esta disposta no cume de um morro da região serrana do Rio de Janeiro. Considerando que neste dia choveu o equivalente a 32% do previsto para o mês, fez com que esta pedra rola-se morro a baixo até a base. Levando em consideração que este morro tenha altura de 75 metros e a pedra comece este movimento do repouso. Supondo que 40% de energia mecânica é dissipada nesse trajeto, então a velocidade da pedra ao chegar ao solo é de: (Considere g = 10 m/s²);

A (

)

10

m/s.

B (

)

30

m/s.

C (

)

32

m/s.

D (

)

40

m/s.

E (

)

75

m/s.

CEMI / SEDF / DRE GAMA

10/14

PROVA CLASSIFICATÓRIA DO CEMI 2011/2012

Os incêndios ocorridos na Floresta Nacional de Brasília provocaram a mortalidade de grande quantidade de

Os incêndios ocorridos na Floresta Nacional de Brasília provocaram a mortalidade de grande quantidade de seres vivos. Essa intensa mortalidade provoca grave desequilíbrio aos ciclos da matéria desse ecossistema. O esquema a seguir representa o ciclo da matéria e o fluxo da energia na biosfera atual, sem alteração do homem.

da energia na biosfera atual, sem alteração do homem. Considerando-se o esquema, qual é a afirmação

Considerando-se o esquema, qual é a afirmação ERRADA?

A (

A transformação de 2 em 1 pode ser realizada através da fotossíntese.

)

B (

)

A transformação de 1 em 2 é realizada

por seres heterótrofos.

C (

)

A transformação de 2 em 1 é feita por

seres produtores.

D (

E (

Na transformação de 2 em 1, pode ocorrer absorção de energia representada por I.

Para que o ciclo 1-2 se mantenha, a existência de seres heterótrofos é suficiente.

)

)

a existência de seres heterótrofos é suficiente. ) ) Em dezembro de 2004 um terremoto no

Em dezembro de 2004 um terremoto no fundo do oceano, próximo à costa oeste da ilha de Sumatra, foi a perturbação necessária para a geração de uma onda gigante, uma "tsunami". A onda arrasou várias ilhas e localidades costeiras na Índia, no Sri Lanka, na Indonésia, na Malásia, na Tailândia, dentre outras.

na Indonésia, na Malásia, na Tailândia, dentre outras. Uma "tsunami" de comprimento de onda 150

Uma "tsunami" de comprimento de onda 150 quilômetros pode se deslocar com velocidade de 750 km/h. Quando a profundidade das águas é grande, a amplitude da onda não atinge mais do que 1 metro, de maneira que um barco nessa região praticamente não percebe a passagem da onda. Quanto tempo demora para um comprimento de onda dessa "tsunami" passar pelo barco?

A (

)

0,5 min.

B (

)

2 min.

C (

)

12

min.

D (

)

30

min.

E (

)

60

min.

min. D ( ) 30 min. E ( ) 60 min. A globalização da economia e

A globalização da economia e da sociedade, baseada na expansão sem precedentes do capitalismo e comandada pelo crescente domínio das corporações trans-nacionais, está levando ao desenvolvimento de uma nova ordem mundial. Essa nova ordem tem como características principais o fim da Guerra Fria, o incremento da guerra comercial entre empresas e países e a formação de grandes blocos econômicos regionais. No mapa abaixo podemos identificar alguns desses blocos:

No mapa abaixo podemos identificar alguns desses blocos: Os respectivamente: números 1, 2, 3 e 4

Os

respectivamente:

números

1,

2,

3

e

4

representam

A (

NAFTA, Mercosul, União Européia, Bloco Asiático.

)

B (

União NAFTA, Mercosul.

)

Européia,

Bloco

Asiático,

C (

União Européia, NAFTA, Mercosul, Bloco Asiático.

)

D (

E (

NAFTA, Européia, Mercosul.

NAFTA,

União Européia.

)

)

Bloco

Asiático,

União

Mercosul, Bloco Asiático,

CEMI / SEDF / DRE GAMA

11/14

PROVA CLASSIFICATÓRIA DO CEMI 2011/2012

atual empresas transnacionais: No quadro de globalização, as Atuam em vários países. Compram a melhor

atual

empresas transnacionais:

No

quadro

de

globalização,

as

empresas transnacionais: No quadro de globalização, as Atuam em vários países. Compram a melhor matéria-prima ao

Atuam em vários países.

Compram a melhor matéria-prima ao menor preço em qualquer lugar do mundo.No quadro de globalização, as Atuam em vários países. Instalam-se onde os governos oferecem mais vantagens

Instalam-se onde os governos oferecem mais vantagens (infraestrutora, isenção de impostos etc.) e a mão-de-obra é mais barata.

Fazem uma intensa publicidade, convencendo-nos da necessidade de adquirir seus produtos, criando necessidades humanas inimagináveis.

seus produtos, criando necessidades humanas inimagináveis. Considere o número de vítimas dos seguintes desastres
seus produtos, criando necessidades humanas inimagináveis. Considere o número de vítimas dos seguintes desastres
seus produtos, criando necessidades humanas inimagináveis. Considere o número de vítimas dos seguintes desastres

Considere o número de vítimas dos seguintes desastres ambientais. Ciclone de Bhola (1970) 350000 mortos, Sismo de Tangshan (1976) 260.000 mortos, Terremoto do Indico (2004) 295.000 mortos, Sismo do Haiti(2010) 200.000 e Sismo e Tsunami de Sendai (2011) 28.000 mortos.

200.000 e Sismo e Tsunami de Sendai (2011) 28.000 mortos. De acordo com os dados e

De acordo com os dados e a representação gráfica acima, Julgue os itens abaixo:

e a representação gráfica acima, Julgue os itens abaixo: A grandeza Ciclone de Bhola – 1970

A grandeza Ciclone de Bhola 1970 ocupa uma área do gráfico maior que 110 0 .

– 1970 ocupa uma área do gráfico maior que 110 0 . Terremoto do Índico -

Terremoto do Índico - 2004 e Ciclone de Bhola 1970 ocupam a mesma área.

- 2004 e Ciclone de Bhola – 1970 ocupam a mesma área. A grandeza Sismo de

A grandeza Sismo de Tangshan ocupa

mais de 22% da área do gráfico.

Sismo e Tsunami de Sendai – 2011 ocupa menos de 2,5% do gráfico. 2011 ocupa menos de 2,5% do gráfico.

de Sendai – 2011 ocupa menos de 2,5% do gráfico. As enchentes que “castigam” os estados

As enchentes que “castigam” os estados do Rio de Janeiro e São Paulo todos os anos, trazem várias problemas de saúde para a população. Um desses problemas é o aumento nos casos de leptospirose, uma doença bacteriana, transmitida, principalmente, pelo contato com a urina contamina de ratos. Sobre esse assunto julgue os itens seguintes:

de ratos. Sobre esse assunto julgue os itens seguintes: O agente causador da leptospirose é um

O agente causador da leptospirose é um ser vivo eucarionte e unicelular.

da leptospirose é um ser vivo eucarionte e unicelular. é baseado no uso de antibióticos, não
da leptospirose é um ser vivo eucarionte e unicelular. é baseado no uso de antibióticos, não

é

baseado no uso de antibióticos, não existindo uma vacina para seres humanos.

São também doenças causadas por bactérias: pneumonia, tuberculose e poliomielite.

O

tratamento

para

leptospirose

tuberculose e poliomielite. O tratamento para leptospirose Os ratos são mamíferos vivíparos. Uma gigantesca pedra de

Os ratos são mamíferos vivíparos.

para leptospirose Os ratos são mamíferos vivíparos. Uma gigantesca pedra de formato cilíndrico com 1000 kg

Uma gigantesca pedra de formato cilíndrico com 1000 kg está rolando morro abaixo. Quando esta chega à uma região plana sua velocidade é de 60 km/h. O choque com as árvores no caminho reduz sua energia cinético em 50 KJ. Sobre o enunciando no texto julgue os itens seguintes:

KJ. Sobre o enunciando no texto julgue os itens seguintes: A energia potencial da pedra na

A energia potencial da pedra na região

plana é zero.

A energia potencial da pedra na região plana é zero. 60 km/h é maior que 17m/s.

60 km/h é maior que 17m/s.

pedra na região plana é zero. 60 km/h é maior que 17m/s. Depois da pedra colidir
pedra na região plana é zero. 60 km/h é maior que 17m/s. Depois da pedra colidir

Depois da pedra colidir com as árvores a energia mecânica é igual a 50 kJ.

A velocidade final da pedra, após a colisão com as árvores é maior que 40 km/h.

CEMI / SEDF / DRE GAMA

12/14

PROVA CLASSIFICATÓRIA DO CEMI 2011/2012

A mudança climática pode ser tanto um efeito de processos naturais como decorrentes da ação

A mudança climática pode ser tanto um

efeito de processos naturais como decorrentes da ação humana. Chama-se amplitude térmica o módulo da diferença entre a temperatura máxima e a temperatura mínima registrada num determinado período. Sabe-se que as temperaturas, na cidade de São Joaquim (RS), registradas no dia 25/06/2011 foram, às 11h30 -

2,5 e às 18h30 4,8 . Julgue os itens abaixo:

11h30 - 2,5 e às 18h30 – 4,8 . Julgue os itens abaixo: A temperatura às

A temperatura às 11h30 foi menor que às 18h20.

abaixo: A temperatura às 11h30 foi menor que às 18h20. A amplitude térmica é menor que

A amplitude térmica é menor que 2 .

menor que às 18h20. A amplitude térmica é menor que 2 . A temperatura média considerado

A temperatura média considerado é igual a - 3,65 .

no

período

média considerado é igual a - 3,65 . no período A amplitude térmica é de exatamente

A amplitude térmica é de exatamente

2,3

.

. no período A amplitude térmica é de exatamente 2,3 . Sobre os assuntos abordados no

Sobre os assuntos abordados no texto e baseado no estudo das Ciências Naturais, julgue os itens abaixo:

no estudo das Ciências Naturais, julgue os itens abaixo: uma substância possui temperatura de fusão igual

uma substância possui

temperatura de fusão igual a 117,3 °C e temperatura de ebulição igual a 78,5 °C, é correto afirmar que essa substância estará sólida a 25 °C.

Se

afirmar que essa substância estará sólida a 25 °C. Se A molécula CaCO 3 apresenta apenas
afirmar que essa substância estará sólida a 25 °C. Se A molécula CaCO 3 apresenta apenas
afirmar que essa substância estará sólida a 25 °C. Se A molécula CaCO 3 apresenta apenas

A molécula CaCO 3 apresenta apenas três elementos químicos e um total de cinco átomos.

Todas as epidemias citadas na tabela da página 7 foram causadas por micro- organismos unicelulares.

Sabendo que a equação de conversão da escala Celsius para a escala Fahrenheit é T F = 1,8.T C + 32, onde T F é temperatura Fahrenheit e T C é a temperatura em Celsius. Podemos dizer que

no dia mais quente do ano domingo, 11/09

(1º parágrafo, texto Queimadas se alastram em Brasília) a temperatura foi superior a 90°F.

em Brasília ) – a temperatura foi superior a 90°F. Na oração “ Uma das regiões

Na oração “Uma das regiões mais atingidas é a Floresta Nacional de Brasília, que teve uma destruição de 85% da mata.Sobre a palavra destacada julgue os itens a seguir:

Pode ter a função de uma conjunção integrante, pois introduz uma oração subordinada substantiva;” Sobre a palavra destacada julgue os itens a seguir: Pode ter a função de um

Pode ter a função de um pronome indefinido já que relaciona uma idéia sem certeza acerca do percentual tratado; um pronome indefinido já que relaciona uma idéia sem certeza acerca do percentual tratado;

Pode ser um pronome relativo;uma idéia sem certeza acerca do percentual tratado; Pode ser substituída pela locução pronominal as

Pode ser substituída pela locução ser substituída pela locução

pronominal

as

quais

sem

alteração

de

sentido.

as quais sem alteração de sentido. Acredita-se que a Cratera do Meteoro, no Arizona, tenha sido

Acredita-se que a Cratera do Meteoro, no Arizona, tenha sido formada pelo impacto de um meteoro com a Terra há cerca de 20.000 anos. Estima-se a massa do meteoro em kg e sua velocidade em 7200 m/s. Considere a massa da Terra igual a kg. Julgue os itens abaixo:

A velocidade que esse meteoro assim transmitiria a Terra numa colisão frontal é superior a 2 m/s.a massa da Terra igual a kg. Julgue os itens abaixo: Multiplicando a velocidade que esse

Multiplicando a velocidade que esse meteoro transmite a Terra numa colisão frontal por dias do ano (365), horas do dia (24) e segundos da hora (3600), teremos uma velocidade inferior a 10 mm/ano.a Terra numa colisão frontal é superior a 2 m/s. 7200 m/s é igual a 25920

7200 m/s é igual a 25920 km/h.da hora (3600), teremos uma velocidade inferior a 10 mm/ano. kg é igual a g. CEMI

kg é igual ainferior a 10 mm/ano. 7200 m/s é igual a 25920 km/h. g. CEMI / SEDF /

g.

CEMI / SEDF / DRE GAMA

2011/2012

13/14

PROVA CLASSIFICATÓRIA DO CEMI

Em relação as características da atual globalização julgue os itens abaixo: Do confronto ideológico (Capitalismo

Em

relação

as

características

da

atual

globalização julgue os itens abaixo:

da atual globalização julgue os itens abaixo: Do confronto ideológico (Capitalismo X Socialismo)

Do confronto ideológico (Capitalismo

X Socialismo) passou-se para a disputa

econômica entre países e blocos de países.

Há um grande movimento migratóriopara a disputa econômica entre países e blocos de países. do Sul para o Norte. A

do Sul para o Norte.

A questão ambiental sobretudo no que se refere ao desenvolvimento

sustentável não tem nenhuma importância

no cenário global.

o

mundo

sucesso

Tecnologias, baixos

mão-de-obra

global. o mundo sucesso Tecnologias, baixos mão-de-obra São requisitos das essenciais no para empresas e
global. o mundo sucesso Tecnologias, baixos mão-de-obra São requisitos das essenciais no para empresas e

São

requisitos

das

essenciais

no

para

empresas

e

globalizado: Novas

custos

de

produção

qualificada.

e globalizado: Novas custos de produção qualificada. As relações políticas e econômicas que se desenvolveram

As relações políticas e econômicas que se desenvolveram entre as nações podem apresentar influência das características naturais de cada região. Desta forma, podemos assinalar como opção correta:

A (

Durante os séculos XIV e XV, a peste negra reforçou uma antiga característica da Europa medieval, ou seja, incentivou ainda mais o contato entre feudos.

)

B (

A erupção do vulcão Krakatoa, na

Indonésia, foi uma das possíveis causas para o aquecimento ocorrido no continente

europeu entre os anos de 1884 e 1885.

)

C (

A Revolução Francesa, ocorrida no

final do século XVIII, pode estar associada a mudanças climáticas que diminuíram a

oferta de alimentos na Europa.

)

D (

São raros os exemplos de sociedades que foram afetadas por transformações climáticas.

)

E (

Nos dias atuais, apenas os países europeus estão protegidos das ações da natureza, como terremotos e inundações.

)

RASCUNHO

CEMI / SEDF / DRE GAMA

2011/2012

14/14

PROVA CLASSIFICATÓRIA DO CEMI