Sie sind auf Seite 1von 60

CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª

REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA


PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

AULA 06: ANÁLISE E INTERPRETAÇÃO DAS


DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS: ANÁLISE
HORIZONTAL, VERTICAL E POR INDICADORES,
ELABORAÇÃO E INTERPRETAÇÃO DESTES.

Olá concurseiros (as)!!!


Prontos para mais uma aula?
Este é nosso último encontro. Espero que esse
curso tenha sido de grande valia na conquista do seu
objetivo.

ANÁLISE DAS DEMONASTRAÇÕS CONTÁBEIS OU


ANÁLISE DE BALANÇOS

A análise das demonstrações contábeis, ou como


também é chamada, a análise de balanços é o ramo da
Contabilidade que tem por objetivo a obtenção, comparação e
interpretação de indicadores com a finalidade de fornecer aos
seus usuários o conhecimento do perfil econômico, financeiro,
patrimonial e de desempenho operacional da entidade
geradora das demonstrações.

A análise das demonstrações não é exigida por lei,


porém é imprescindível para diagnosticar a situação
econômica, financeira e patrimonial de uma entidade.

A análise de balanços serve para apontar


problemas a serem investigados e sendo utilizada

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 1 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

convenientemente pode transformar-se em um “painel de


controle” da administração.

Para que seja assim, é necessário atenção aos


seguintes detalhes:

Os registros contábeis devem ser mantidos com


esmero;
Mesmo que o departamento contábil da empresa
mantenha os registros de forma correta, é
importante que os relatórios financeiros sejam
auditados por auditor independente, ou pelo
menos que haja uma auditoria interna;
É preciso o máximo cuidado na utilização de
valores extraídos dos balanços iniciais e finais,
principalmente na área de contas a receber e
estoques, pois muitas vezes tais contas, nas
datas de balanço, não são representativas das
médias reais do período;
Os demonstrativos objetos de análise devem ser
corrigidos tendo em vista as variações do poder
aquisitivo da moeda;
A análise de balanços limitada a apenas um
exercício é muito pouco reveladora, salvo em
casos de quocientes de significação imediata.
Adicionalmente, é necessário comparar os
quocientes e tendências da empresa com os
quocientes dos concorrentes e também com as
metas previamente estabelecidas pela
administração (quocientes padrão).

Os processos de análise mais utilizados são:

Análise Vertical
Análise Horizontal
Análise por Quocientes (por Indicadores)

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 2 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

Vejamos, com mais detalhes, cada uma delas:

ANÁLISE VERTICAL

A análise vertical, também chamada de análise de


estrutura, visa o estudo da estrutura das demonstrações
contábeis, através de coeficientes de participação, os quais
são obtidos pela comparação entre itens homogêneos (ativo
com ativo, passivo com passivo, receita com receita, etc.)
extraídos das demonstrações contábeis.

A análise vertical faz comparação da parte com o


todo. Essa comparação é feita determinando os resultados
obtidos pela operação matemática de divisão entre valores
das partes componentes das demonstrações e totais da
mesma natureza referentes às respectivas demonstrações.

Exemplo:

Suponhamos que os seguintes valores foram


obtidos do balanço patrimonial de uma empresa:

R$ %
ATIVO
Circulante 25.000 12.5
Não Circulante 175.000 87.5
TOTAL 200.000 100
PASSIVO
Circulante 70.000 35
Não Circulante 20.000 10
Patrimônio Líquido 110.000 55
TOTAL 200.000 100

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 3 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

Podemos observar:

Entre outros, o coeficiente de participação do


Patrimônio Líquido foi obtido dividindo-se o seu valor pelo
total do Passivo, ou seja, R$ 110.000/200.000 = 0,55 =
55%. Trata-se de uma empresa em que 55% das origens de
recursos patrimoniais se concentram no seu capital próprio e
45% em capital de terceiros.
O grupo do Ativo com maior participação é o
não circulante, correspondendo este a 87,5% do total do
Ativo.
Apenas 12,5% dos recursos aplicados no
patrimônio constituem aplicações a curto prazo (ativo
circulante).
Os recursos correntes (passivo circulante)
representam 35% das origens dos recursos patrimoniais.

Vejamos agora uma DRE:

Itens R$ %
Receita Bruta 48.000 120
(-) ICMS (8.000) (20)
(=) Receita Líquida 40.000 100
(-) CMV (22.000) (55)
(=) Lucro Bruto 18.000 45
(-) Despesas Comerciais (4.000) (10)
(-) Despesas Financeiras (2.000) (5)
(-) Despesas Administrativas (8.000) (20)
(=) Lucro Operacional 4.000 10
(-) Despesas Não Operacionais (1.000) (2,5)
(=) Lucro antes do IR e CSLL 3.000 (7,5)
(-) IR e CSLL (800) (2)
(=) Lucro Líquido 2.200 (5,5)

A análise vertical da DRE, na maioria dos casos,


parte da fixação da Receita Líquida em 100% (alguns

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 4 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

analistas fixam a Receita Bruta em 100%) A partir daí são


determinados os outros coeficientes.

Na DRE, tendo como base a Receita Líquida


(100%) temos, em síntese:

Participação do Lucro Bruto de 45%.


Participação do Lucro Operacional de 10%.
Participação do Lucro Líquido de 5,5%.

ANÁLISE HORIZONTAL

Aanálise horizontal estuda a evolução dos


elementos componentes das demonstrações contábeis ao
longo dos exercícios sociais, através do cálculo de números
índices obtidos a partir de um exercício social tomado como
base, em que todos os itens componentes das demonstrações
nesse exercício são fixados em 1 ou 100%, e a partir daí, são
determinados os demais índices referentes às demonstrações
dos outros exercícios sociais, normalmente subsequentes ao
exercício tomado como base.

Exemplo:

Se o ativo circulante de uma empresa no balanço


de 31/12/20X0 for de R$ 50.000; no balanço de 31/12/20X1
for de R$ 80.000; e no balanço de 31/12/20X2 for de
R$ 90.000, desconsiderando os efeitos da inflação, e tomando

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 5 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

o exercício de 20X0 com base fixa, podemos determinar os


índices da seguinte forma:

20X0 – Índice = R$ 50.000/R$ 50.000 = 1 ou 100%


20X1 – Índice = R$ 80.000/R$ 50.000 = 1,6 ou 160%
20X2 – Índice = R$ 90.000/R$ 50.000 = 1,8 ou 180%

Conclui-se que o ativo circulante nos exercícios de


20X1 e 20X2 cresceu, respectivamente de 60% e 80% em
relação ao exercício de 20X0.

Existem dois tipos de análise horizontal:

• de Evolução Nominal
ANÁLISE HORIZONTAL
• de Evolução Real

A diferença entre elas está no fato de que na


análise de evolução nominal não são considerados os efeitos
da variação do poder aquisitivo da moeda (inflação ou
deflação), ao passo que na análise de evolução real, são
considerados tais efeitos.

Exemplo:

Observe a receita líquida de uma determinada


empresa nos exercícios sociais de 2010 a 2013:

Receita 2010 2011 2012 2013


Líquida
R$ 50.000 70.000 40.000 90.000

Dessa forma, tomando como base o exercício social


de 2010, teremos os seguintes índices de evolução nominal:

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 6 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

2010 – 50.000/50.000 = 100%


2011 – 70.000/50.000 = 140% (crescimento nominal 40%)
2012 – 40.000/50.000 = 80% (decrescimento nominal 20%)
2013 – 90.000/50.000 = 180% (crescimento nominal 80%)

Supondo que as inflações dos exercícios sociais de


2011 a 2013 foram, respectivamente de 8%, 12% e 9%, os
índices de correção monetária seriam, respectivamente de
1,08; 1,12 e 1,09 e teríamos inflacionado a época base, os
seguintes índices de evolução real:

2010 – 50.000/50.000 = 100% (Base)


2011 – 70.000/(50.000 x 1,08) = 1,30 (crescimento real 30%)
2012 – 40.000/(50.000 x 1,08 x 1,12) = 0,66 (decrescimento real 34%)
2013 – 90.000/(50.000 x 1,08 x 1,12 x 1,09) = 1,37 (crescimento real
37%)
(Os valores utilizados foram arredondados)

Outra forma de encontrarmos os resultados acima


seria ao invés de inflacionarmos a época base, deflacionarmos
as outras épocas. Assim teríamos, por exemplo, o ano de
2013:

Valor deflacionado = 90.000/(1,08 x 1,12 x 1,09) =


68.259,38

Índice = 68.259,38/50.000 = 1,37 (valor arredondado)

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 7 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

ANÁLISE POR QUOCIENTES (POR INDICADORES)

A análise por quociente, por ser mais completa é a


mais utilizada pelas empresas. Ela visa o conhecimento da
sua situação patrimonial, econômica, financeira e de
desempenho da entidade, através do cálculo de quocientes,
também chamados de índices, que são obtidos por
comparação entre os itens de uma mesma demonstração
contábil ou de demonstrações contábeis distintas, porém, na
maioria dos casos, referentes a um mesmo exercício social.

A análise por quociente, ao contrário da vertical e


da horizontal, faz comparação entre elementos heterogêneos.

Por exemplo, poderíamos comparar o valor da


receita líquida com o valor do ativo, a fim de medir o retorno
que aquela deu sobre este investimento. Neste caso,
estaríamos comparando elementos heterogêneos de
demonstrações distintas, visto que ativo é um item do
balanço e receita líquida é item da DRE.

Até aqui vimos a parte teórica da análise das


demonstrações financeiras.

Veremos agora as fórmulas aplicadas nas análises


de balanços e que devem ser memorizadas, pois são muito
mais cobradas em provas de diversos concursos que a parte
teórica.

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 8 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

ÍNDICES ECONÔMICOS/FINANCEIROS UTILIZADOS NA


ANÁLISE DE BALANÇOS

I. LIQUIDEZ
OBJETIVOS E
DENOMINAÇÃO FÓRMULAS
INTERPRETAÇÃO
Objetivo: Avaliar o nível de
recursos que são mantidos para
1. Liquidez imediata Disponibilidades_
cumprimento dos compromissos
Passivo Circulante
mais imediatos.
Interpretação: Quanto maior,
melhor.

Objetivo: indicar ao quanto a


empresa possui de recursos no
2. Liquidez corrente ou Ativo Circulante_
ativo circulante para cobrir os
comum Passivo Circulante
compromissos assumidos a curto
prazo (passivo circulante).
Interpretação: Quanto maior,
melhor.
Objetivo: avaliar a capacidade de
pagamento das obrigações de
3. Liquidez seca (Teste Ativo Circulante - Estoques
curto prazo sem considerar os
ácido) Passivo Circulante
estoques. É um índice adequado
para análise de empresas que
Alguns autores além de operem com estoques de difícil
subtrair os estoques, realização financeira. É o caso
subtraem também a conta das empresas imobiliárias em
despesas antecipadas. que a realização dos estoques é
mais lenta.
Interpretação: Quanto maior,
melhor.
Objetivo: avaliar a capacidade de
pagamento de todas as
4. Liquidez geral Ativo Circulante + ARLP_
obrigações, tento de curto
Passivo Circulante + PNC
quanto de longo prazo.
ARLP = Ativo realizável a Interpretação: Quanto maior,
longo prazo. melhor.
PNC = Passivo não
circulante.

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 9 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

II. ESTRUTURA DE CAPITAIS


OBJETIVOS E
DENOMINAÇÃO FÓRMULAS
INTERPRETAÇÃO
Objetivo: indicar o quanto o
capital de terceiros representa do
1. Participação de Exigível total___
total dos recursos investidos.
capital de terceiros Exigível total + PL
sobre os recursos totais. Interpretação: Quanto menor,
O exigível total é igual ao melhor.
capital de terceiros
(passivo circulante +
passivo não circulante)
PL (patrimônio líquido) =
capital próprio.
No denominador também
pode ser usado o valor
total do ativo, pois Ativo é
igual ao Passivo mais PL.
A = P + PL.
Objetivo: indicar o quanto o
capital de terceiros representa do
2. Participação de Exigível total
capital próprio investido.
capital de terceiros PL
sobre capital próprio ou Interpretação: Quanto menor,
participação de capital melhor.
de terceiros ou grau de
endividamento.
Objetivo: demonstrar o quanto a
empresa possui de obrigações a
3. Composição de
curto prazo em relação às
endividamento ou
Passivo circulante obrigações totais.
participação das dívidas
Exigível total
de curto prazo sobre o Interpretação: Quanto menor,
endividamento total. melhor.

Objetivo: determinar o quanto a


empresa aplicou no imobilizado
4. Imobilização do Imobilizado_____
em relação ao capital próprio
patrimônio líquido Patrimônio líquido
(patrimônio líquido).
Interpretação: Quanto menor,
melhor.

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 10 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

III. RENTABILIDADE
OBJETIVOS E
DENOMINAÇÃO FÓRMULAS
INTERPRETAÇÃO
Objetivo: determinar o quanto a
empresa vendeu em relação ao
1. Giro do ativo médio Vendas Líquidas_
investimento total médio.
Ativo total médio
Interpretação: Quanto maior,
melhor.

Objetivo: demonstrar o quanto a


empresa obtém de lucro em
2. Rentabilidade do Lucro líquido__
relação ao investimento total
ativo Ativo total médio
médio.
Interpretação: Quanto maior,
melhor.
Objetivo: indicar o quanto a
empresa obteve de lucro em
3. Rentabilidade do Lucro líquido
relação ao capital próprio
Patrimônio Líquido ou do P L médio
investido.
capital próprio.
Interpretação: Quanto maior,
melhor.
Objetivo: indicar o quanto a
empresa obteve de lucro
4. Margem operacional Lucro operacional
operacional em relação às vendas
Vendas líquidas
líquidas.
Interpretação: Quanto maior,
melhor.
Objetivo: indicar o quanto a
empresa obteve de lucro líquido
5. Margem líquida Lucro líquido_
em relação às vendas líquidas.
Vendas líquidas
Interpretação: Quanto maior,
melhor.
Objetivo: indicar o quanto a
empresa obteve de lucro bruto
6. Margem bruta Lucro bruto__
em relação às vendas líquidas.
Vendas líquidas
Interpretação: Quanto maior,
melhor.

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 11 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

IV. ROTATIVIDADE
DENOMINAÇÃO FÓRMULAS

1. Prazo médio de CMV_____ = Giro


renovação de estoque Estoque médio
(PMRE)
PMRE = 360/Giro

2. Prazo médio de Compras___ = Giro


pagamento de compras Fornecedor médio

PMPC = 360/Giro

3. Prazo médio de Vendas_________ = Giro


recebimento de vendas Duplicatas a receber média
PMRV = 360/Giro

CICLO OPERACIONAL E CICLO FINANCEIRO

O Ciclo Operacional é o período em que uma


empresa comercial efetua a seguinte sequência:

Compra Vende Recebe

CO = PMRE + PMRV

O Ciclo financeiro é representado pelo Prazo


Médio de Rotação de Estoques (PMRE) somado ao Prazo
Médio de Rotação das Vendas (PMRV) e subtraído do Prazo
Médio de Pagamento das Compras (PMPC).

CF = PMRE + PMRV – PMPC

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 12 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

Veja como cai em prova!!!

01. (FCC – Analista – Contabilidade – TRT 24ª Região – 2011)

Considere:
Companhia X Companhia Y Companhia Z Companhia T Companhia W

ATIVO
CIRCULANTE

Disponível 50.000 55.000 33.000 100.000 200.000

Contas a 190.000 250.000 125.000 380.000 100.000


Receber

Estoques 170.000 230.000 115.000 340.000 30.000

Valores e Bens 110.000 170.000 85.000 220.000 60.000

Despesas 80.000 95.000 42.000 160.000 120.000


Antecipadas

TOTAL 600.000 800.000 400.000 1.200.000 510.000

PASSIVO
CIRCULANTE

Fornecedores 60.000 120.000 30.000 140.000 250.000

Empréstimos 80.000 160.000 40.000 180.000 220.000

Salários 20.000 40.000 10.000 60.000 50.000

Contas a pagar 10.000 20.000 5.000 40.000 20.000

Provisões 30.000 60.000 15.000 80.000 100.000

TOTAL 200.000 400.000 100.000 500.000 640.000

A melhor situação de liquidez corrente da companhia:


(A) Z
(B) W
(C) T
(D) X
(E) Y

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 13 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

COMENTÁRIOS:
Índice de Liquidez corrente = _Ativo Circulante_
Passivo Circulante
Então temos:
Companhia X--------------------600.000 = 3
200.000

Companhia Y--------------------800.000 = 2
400.000

Companhia Z--------------------400.000 = 4
100.000

Companhia T------------------1.200.000 = 2,4


500.000

Companhia W-------------------510.000 = 0,79


640.000

Portanto a Companhia Z tem o melhor índice de


liquidez corrente.
Gabarito: A

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 14 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

02. (CESPE – Contador – FUB – 2011)

Caixa 10.000
Contas a receber 90.000
Capital social 70.000
Juros passivos a transcorrer 5.000
Estoques 15.000
Impostos a recolher 1.500
Fornecedores 15.000
Empréstimos bancários (empréstimos prefixados a 5.000
vencer em até 360 dias)
Reservas de lucro 3.000
Provisão para devedores duvidosos 2.700
Imobilizado 55.000
Financiamentos (financiamentos pós-fixados a vencer 70.000
em mais de 360 dias)
Ações em tesouraria 5.000

A tabela acima apresenta os saldos contábeis, em reais, de


todas as contas patrimoniais de uma companhia, antes da
apuração do resultado do exercício. Considerando os dados
da tabela, julgue o item subsequente.
A liquidez seca é superior à liquidez geral.
COMENTÁRIOS:
Em primeiro lugar, vejamos as fórmulas:

Liquidez seca = Ativo Circulante - Estoques


Passivo Circulante

Liquidez geral = Ativo Circulante + ARLP_


Passivo Circulante + PNC

Em segundo lugar, vejamos as contas que


compõem cada grupo do balanço:

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 15 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

- Ativo Circulante:
Caixa 10.000
Contas a receber 90.000
Estoques 15.000
Provisão para devedores duvidosos (2.700)
Total do Ativo Circulante 112.300

- Passivo Circulante:
Fornecedores 15.000
Impostos a recolher 1.500
Empréstimos bancários (PC) 5.000
Juros passivos a transcorrer (5.000)
Total do Passivo Circulante 16.500
- Ativo Realizável a Longo Prazo = 0

- Passivo Não Circulante


Financiamentos de longo prazo 70.000
Total do Passivo Não Circulante 70.000

Aplicando as fórmulas:

Liquidez seca = Ativo Circulante - Estoques


Passivo Circulante

Liquidez geral = Ativo Circulante + ARLP


Passivo Circulante + PNC

Liquidez seca = 112.300 – 15.000 = 5,9


16.500
Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 16 de 60
CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

Liquidez Geral = 112.300 + 0 = 1,3


16.500 + 70.000

A liquidez seca é igual a 5,9 e a liquidez geral é


igual a 1,3, portanto aquela é maior que esta.
Gabarito: Certo.

03. (FCC – Analista Trainee – Metrô – SP – 2010) Fo-


ram extraídos os seguintes dados, em R$, do Balanço
Patrimonial da Cia. Aguaí, encerrado em 31/12/2009:
Disponível . ...................................................... 113.500,00
Clientes (Curto Prazo). ...................................... 230.000,00
Estoques.......................................................... 400.000,00
Impostos a Recuperar........................................
170.000,00
Passivo Circulante . ........................................... 630.000,00
Passivo Não Circulante....................................... 270.000,00
Apenas com as informações fornecidas, é correto afirmar que
o
(A) índice de liquidez corrente é 1,45.
(B) capital circulante líquido equivale a R$ 183.500,00.
(C) índice de liquidez geral é 1,12.
(D) índice de liquidez imediata é 0,16.
(E) índice de liquidez seca é 0,83.
COMENTÁRIOS:
Alternativa “A”: Correta
Passivo Circulante

- Ativo Circulante:
Disponível 113.500,00
Clientes (Curto Prazo) 230.000,00

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 17 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

Estoques 400.000,00
Impostos a Recuperar 170.000,00
Total do Ativo Circulante 913.500,00

Total do Passivo Circulante 630.000,00

Liquidez corrente = 913.500,00 = 1,45


630.000,00

Alternativa “B”: Incorreta


Capital Circulante Líquido:
CCL = Ativo Circulante – Passivo Circulante
CCL = 283.500,00

Alternativa “C”:
Liquidez geral = Ativo Circulante + ARLP_
Passivo Circulante + PNC
Liquidez geral = 913.500,00 + 0________
630.000,00 + 270.000,00
Liquidez geral = 1,015

Alternativa “D”:

Liquidez imediata = Disponibilidades_


Passivo Circulante

Disponível 113.500,00
Passivo Circulante 630.000,00
Liquidez imediata = 113.500,00 = 0,18
630.000,00

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 18 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

Alternativa “E”:

Liquidez seca = Ativo Circulante - Estoques


Passivo Circulante

- Ativo Circulante:
Disponível 113.500,00
Clientes (Curto Prazo) 230.000,00
Estoques 400.000,00
Impostos a Recuperar 170.000,00
Total do Ativo Circulante 913.500,00

Total do Passivo Circulante 630.000,00

Liquidez seca = 913.500,00 – 400.000,00 = 0,81


630.000,00

Gabarito: A

04. (FCC – Contador – Sergipe Gás – 2010)


O patrimônio de uma empresa possui a seguinte formação:
(Valores em reais):
Ativo Circulante 820.000
Ativo Não Circulante 2.180.000
Passivo Circulante 800.000
Passivo Não Circulante 1.200.000
Patrimônio Líquido 1.000.000

Se essa empresa não possuir estoque inicial ou final, o índice


de liquidez

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 19 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

(A) geral é igual a 2.


(B) seca será igual ao de liquidez corrente.
(C) geral será 0,5.
(D) seca é igual a 1,8.
(E) corrente será igual ao de liquidez geral.
COMENTÁRIOS:
Analisando as alternativas:
“A” - Incorreta
Liquidez geral = Ativo Circulante + ARLP
Passivo Circulante + PNC
Liquidez geral = 82.000 + 2.180.000_
800.000 + 1.200.000
Liquidez geral = 1,13

“B” - Correta
Liquidez seca = Ativo Circulante - Estoque
Passivo Circulante

Liquidez seca = 82.000_ = 0,10


800.000

Liquidez corrente = Ativo Circulante__


Passivo Circulante
Liquidez corrente = 82.000 = 0,10
800.000

Como não possui estoques a liquidez seca é igual à


liquidez corrente.
“C” - Incorreta
Liquidez geral = Ativo Circulante + ARLP
Passivo Circulante + PNC
Liquidez geral = 82.000 + 2.180.000_
800.000 + 1.200.000
Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 20 de 60
CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

Liquidez geral = 1,13

“D” - Incorreta
Liquidez seca = Ativo Circulante - Estoque
Passivo Circulante

Liquidez seca = 82.000_ = 0,10


800.000

“E” – Incorreta
Liquidez geral = 1,13
Liquidez corrente = 0,10
Gabarito: B

05. (ESAF – AFPS – 2002 - adaptada)


Em 31 de dezembro de 2001, a firma Leo, Lea & Cia tinha um
patrimônio composto dos seguintes elementos, com
respectivos valores, em milhares de reais:
Disponibilidades 150
Fornecedores 120
Clientes 250
Duplicatas a pagar 220
Estoques de Mercadorias 300
Títulos a pagar 60
Duplicatas a Receber a longo prazo 200
Duplicatas a pagar a longo prazo 300
Títulos a pagar a longo prazo 100
Investimentos 80
Capital Social 400
Imobilizado 260
Reserva de Capital 140

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 21 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

Intangível 160
Lucros Acumulados 60
O balanço decorrente do patrimônio acima foi submetido a
programa de análise contábil da empresa, tendo revelado, em
termos percentuais, os seguintes quocientes de liquidez:
a) Liquidez geral 175,00%
b) Liquidez corrente 150,00%
c) Liquidez comum 112,50%
d) Liquidez seca 100,00%
e) Liquidez imediata 44,12%
COMENTÁRIOS:
Ativo Circulante
- Disponibilidade 150
- Clientes 250
Estoques 300
Total 700
Ativo Realizável a Longo Prazo
- Duplicatas a receber 200
Total 200
Passivo Circulante
- Fornecedores 120
- Duplicatas a pagar 220
- Títulos a pagar 60
Total 400

Passivo Não Circulante


- Duplicatas a pagar 300
- Títulos a pagar 100
Total 400

Liquidez geral = Ativo Circulante + ARLP


Passivo Circulante + PNC
Liquidez geral = 900 = 1,125 (112,5%)
800
Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 22 de 60
CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

Liquidez corrente = Ativo Circulante


Passivo Circulante
Liquidez corrente =
700 = 1,75 (175%)
400
Observação: Liquidez corrente é conhecida também
como liquidez comum.

Liquidez seca = Ativo Circulante - Estoques


Passivo Circulante
Liquidez seca = 700 – 300 = 1 (100%)
400
Liquidez Imediata = Disponibilidades
Passivo Circulante
Liquidez Imediata = 150 = 0,375 (37,5%)
400
Gabarito: D

(FCC – Assistente Técnico – Sergipe Gás – 2010)


Atenção: Para resolver às questões de números 06 e 07,
considere as informações abaixo.
O patrimônio de uma determinada empresa possui a seguinte
configuração:
Itens Valores em R$
Ativo Circulante 500.000
Imobilizado 1.500.000
Passivo Circulante 600.000
Passivo Não Circulante 400.000
Patrimônio Líquido 1.000.000

06. Observando os dados pode-se dizer que o nível de


participação do capital de terceiros é
(A) 25%.
Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 23 de 60
CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

(B) 30%.
(C) 40%.
(D) 50%.
(E) 75%.
COMENTÁRIOS:
Participação Capital Terceiros = Exigível total____
Exigível total + PL
Participação Capital Terceiros = 1.000.000 = 0,50 (50%)
2.000.000
Gabarito: D

07. A participação do capital fixo é


(A) 25%.
(B) 30%.
(C) 40%.
(D) 50%.
(E) 75%.
COMENTÁRIOS:
Nesta questão devemos comparar o valor do capital
fixo (imobilizado) pelo valor total do ativo. É uma análise
vertical.
A participação do capital fixo = Imobilizado
Ativo total
A participação do capital fixo = 1.500.000 = 0,75 (75%)
2.000.000
Valor total do ativo??
O balanço fecha em 2.000.000,00, pois o passivo
circulante è de R$ 600.000,00; o Passivo não circulante é de
R$ 400.000,00 e o Patrimônio Líquido é de R$ 1.000.000,00,
portanto o valor do ativo total é de R$ 2.000.000,00.
Gabarito: E

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 24 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

08. (FCC – Analista Trainee – Metrô – SP – 2010)


O valor das compras a prazo da Cia. Estrela do Golfo no
exercício de 2009 foi de R$ 486.000,00. Sabendo-se que a
média do saldo da conta Fornecedores no mesmo exercício foi
R$ 121.500,00, é correto afirmar, considerando-se o ano
comercial de 360 dias, que o prazo médio de pagamento a
fornecedores, em número de dias, em 2009, foi de
(A) 85.
(B) 90.
(C) 75.
(D) 98.
(E) 88.
COMENTÁRIOS:
Para calcular o prazo médio de pagamento de
compras:

Giro = Compras___
Fornecedor médio
Giro = 486.000,00 = 4,0
121.500,00

PMPC = 360/Giro
PMPC = 360 = 90 dias
4
Gabarito: B

09. (FCC – Analista Contábil – TRF 4ª Região - 2010)


Dados, em R$:
Estoque Inicial de Mercadorias 200.000,00
Saldo médio conta Estoque de Mercadorias no exercício 120.000,00
Compras 700.000,00
Estoque final de Mercadorias 180.000,00

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 25 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

Supondo-se o ano comercial de 360 dias, o prazo médio de


renovação de estoques foi, em número de dias, igual a
(A) 65.
(B) 60.
(C) 50.
(D) 55.
(E) 70.
COMENTÁRIOS:
Para calcular o prazo médio de renovação de
estoque precisamos dos seguintes dados:
Giro = CMV________
Estoque médio
PMRE = 360/Giro
CMV = EI + Compras – EF
CMV = 200.000 + 700.00 – 180.000
CMV = 720.000
Estoque médio = 120.000
Giro = 720.000 = 6
120.000

PMRE = 360/6 = 60 dias

Gabarito: B

10. (FCC – Analista – Contabilidade – TRT 24ª Região – 2011)

Indica o tempo médio que a empresa leva para produzir,


vender e receber a receita de seus produtos:

(A) Ciclo Financeiro.


(B) Rentabilidade do Ativo Total.
(C) Giro do Ativo.
(D) Ciclo Operacional.
(E) Giro do Estoque.

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 26 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

COMENTÁRIOS:
O Ciclo Operacional é o período em que uma empresa
comercial efetua a seguinte sequência:
Compra Vende Recebe

CO = PMRE + PMRV

Gabarito: D

(FCC – Analista – TRE – Al – 2010)


Atenção: Considere os dados abaixo para responder às
questões de números 11 e 12.
Em um determinado período foram extraídos dos registros
contábeis da Cia. Floresta os seguintes dados:
Bancos . ................................................. R$ 10.000,00
Clientes . ................................................ R$ 35.000,00
Capital Social . ......................................... R$ 120.000,00
Fornecedores . ......................................... R$ 35.000,00
Estoques . ............................................... R$ 25.000,00
Reserva de Lucros . .................................. R$ 25.000,00
Veículos . ................................................ R$ 30.000,00
Intangíveis . ............................................ R$ 45.000,00
Máquinas e Equipamentos . ....................... R$ 85.000,00
Empréstimos de Longo Prazo . ................... R$ 35.000,00

11. A liquidez corrente é de:


(A) 0,5
(B) 1,0
(C) 1,5
(D) 2,0
(E) 2,5

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 27 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

COMENTÁRIOS:
Fórmula da liquidez corrente:
Liquidez corrente = Ativo Circulante_
Passivo Circulante

- Ativo Circulante:
Estoques R$ 25.000,00
Bancos R$ 10.000,00
Clientes R$ 35.000,00
Total do Ativo Circulante 70.00,00

- Passivo Circulante:
Fornecedores 35.000
Total do Passivo Circulante 35.000
Liquidez corrente = 70.000 = 2,0
35.000
Gabarito: D

12. A composição do endividamento é de:


(A) 0,5
(B) 1,5
(C) 1,0
(D) 2,5
(E) 2,0
COMENTÁRIOS:
Composição de endividamento ou participação das
dívidas de curto prazo sobre o endividamento total.
Composição do endividamento = Passivo circulante
Exigível total

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 28 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

- Passivo Circulante:
Fornecedores 35.000
Total do Passivo Circulante 35.000

- Passivo Não Circulante:


Empréstimos de longo prazo 35.000
Total do Passivo Não Circulante 35.000
Exigível total = Passivo circulante + passivo não
circulante.
Exigível total = 35.000 + 35.000 = 70.000
Composição do endividamento = 35.000 = 0,5
70.000
Gabarito: A

13. (FCC – Analista Trainee – Metrô – SP – 2010)


Dados extraídos das demonstrações financeiras de uma
companhia em 31/12/2009 (em R$):
Vendas Líquidas. ............................................. 780.000,00
Despesas Operacionais. .................................... 100.000,00
Custo das Mercadorias Vendidas. . ..................... 420.000,00
IRPJ + CSLL.................................................... 110.000,00
Patrimônio Líquido. . ........................................ 500.000,00
Total do Ativo. ................................................ 950.000,00
Apenas com as informações fornecidas, desprezando-se os al-
garismos a partir da terceira casa decimal depois da vírgula, é
correto afirmar que
(A) a margem bruta sobre vendas foi 48,15%.
(B) o grau de imobilização do capital próprio foi 2,4.
(C) a margem líquida sobre vendas foi 19,23%.
(D) o índice de rentabilidade sobre o capital próprio foi de
25%.
Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 29 de 60
CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

(E) o grau de endividamento da companhia é de 49,37%


sobre o seu ativo.
COMENTÁRIOS:
Alternativa “A”: Incorreta.

Margem bruta = Lucro bruto__


Vendas líquidas
Lucro bruto = Vendas – CMV
Lucro bruto = 780.000 – 420.000
Lucro bruto = 360.000

Margem Bruta = 360.000 = 46,15


780.000

Alternativa “B”: Incorreta.

Fórmula:

Imobilizado_____
Patrimônio líquido

Para calcular o grau de imobilização é necessário


ter o valor do imobilizado, o enunciado não apresenta este
dado.

Alternativa “C”: Correta.

Fórmula da Margem líquida: Lucro líquido__


Vendas líquidas

Cálculo do lucro líquido:

Vendas Líquidas 780.000,00


Custo das Mercadorias Vendidas (420.000,00)
Despesas Operacionais (100.000,00)
IRPJ + CSLL (110.000,00)
Lucro Líquido 150.000,00
Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 30 de 60
CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

Margem Líquida = 150.000,00 = 19,23


780.000,00

Alternativa “D”: Incorreta.

Índice de rentabilidade sobre o capital próprio =


Lucro líquido
P L médio
Índice de Renta. = 150.000,00 = 0,30 (30%)
500.000,00

OBS: A fórmula pede o PL médio, no entanto, se a


questão fornece somente o PL de um exercício, usa–se este
dado, pois não há como se calcular a média.

Alternativa “E”: Incorreta.

O endividamento neste caso é o valor de capital de


terceiros ou exigível total (passivo).
Ativo = Passivo + PL
950.000 = P + 500.000
950.000 – 500.000 = P

Endividamento em relação ao ativo:


500.000_ = 0,4737 (47,37%)
950.000
Em análise de balanço existem algumas fórmulas
básicas, no entanto o examinador pode pedir outros índices
que não estejam entre essas fórmulas.
Esta alternativa é um caso em que se pede o
endividamento em relação ao ativo, poderia ter pedido em
relação ao ativo médio, ao ativo não circulante, etc.
Gabarito: C

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 31 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

14. (FCC – Analista Contábil – TRF 4ª Região - 2010)


Dados extraídos do Balanço Patrimonial e da Demonstração
do Resultado do Exercício da Cia. Horizonte Perdido, relativos
ao exercício encerrado em 31/12/2009, em R$:
Ativo Circulante 180.000,00
Passivo Não Circulante 80.000,00
Total do Ativo 480.000,00
Patrimônio Líquido 240.000,00
Lucro líquido do exercício 120.000,00
Com base nessas informações, é correto afirmar que
(A) o índice de liquidez corrente da sociedade em 31/12/2009
era de 1,125.
(B) a diferença entre o Ativo Circulante e o Passivo
Circulante, na mesma data, era de R$ 40.000,00.
(C) o quociente Passivo/Patrimônio Líquido era 1/3.
(D) a taxa de rentabilidade sobre o capital próprio foi 25%.
(E) o Patrimônio Líquido aumentou 50% em 2009 em relação
a seu valor em 2008.
COMENTÁRIOS:
Alternativa “A”: Correta
Liquidez corrente = Ativo Circulante_
Passivo Circulante

Ativo Circulante 180.000,00


Passivo Circulante (PC) ??
PC + PNC + PL = A
PC + 80.000 + 240.000 = 480.000
PC = 480.000 – 80.000 – 240.000
PC = 160.000
Passivo Circulante 160.000,00

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 32 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

Liquidez corrente = 180.000,00 = 1,125


160.000,00

Alternativa “B”: Incorreta


Ativo Circulante = 180.000,00
Passivo Circulante = 160.000,00
AC – PC = 180.000,00 – 160.000,00 = 20.000,00

Alternativa “C”: Incorreta


Passivo = Passivo Circulante + Passivo não
Circulante.
Passivo = 240.000,00.
Patrimônio Líquido = 240.000,00
Quociente Passivo/PL = 1/2

Alternativa “D”: Incorreta


Rentabilidade PL ou capital próprio = Lucro líquido
P L médio

Rentabilidade do PL = 120.000,00 = 0,50 (50%)


240.000,00
OBS: A fórmula pede o PL médio, no entanto, se a
questão fornece somente o PL de um exercício, usa–se este
dado, pois não há como se calcular a média.

Alternativa “E”: Incorreta


Considerando, exclusivamente, os dados da
questão, podemos inferir que o patrimônio líquido aumentou
em 100%. Valor do PL antes da inclusão do lucro líquido do
exercício = 120.000. Lucro líquido = 120.000. PL final de
2009 = 240.000.

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 33 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

(240.000/120.000 – 1) X 100 = 100%


Gabarito: A

(FCC – Contador – Nossa Caixa – 2011)

Instruções: Para responder às questões de números 15 e 16


utilize as informações a seguir, extraídas das Demonstrações
Contábeis de uma Companhia Aberta.

Receita Líquida de Vendas R$ 625.000,00


Custo das Mercadorias Vendidas R$ 300.000,00
Lucro Líquido do Exercício R$ 120.000,00
Patrimônio Líquido R$ 800.000,00
Estoque Médio do Exercício R$ 125.000,00
Dados adicionais:
Número de ações da Companhia (todas ordinárias) R$ 600.000
Preço da ação da Companhia no encerramento do exercício R$ 0,80

15. O prazo médio de renovação de estoques (considere o


ano comercial de 360 dias) e a margem bruta sobre vendas
são, respectivamente,
(A) 150 dias e 52%.
(B) 180 dias e 45%.
(C) 165 dias e 48,5%.
(D) 120 dias e 56%.
(E) 210 dias e 42%.
COMENTÁRIOS:
Para calcular o prazo médio de renovação de
estoque precisamos dos seguintes dados:
Giro = CMV________
Estoque médio
PMRE = 360/Giro

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 34 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

Giro = 300.000,00 = 2,4


125.000,00
PMRE = 360/2,4 = 150 dias

Para calcular margem bruta, usamos a seguinte


fórmula:
Margem bruta = Lucro bruto__
Vendas líquidas

Receita Líquida de Vendas R$ 625.000,00


Custo das Mercadorias Vendidas (R$ 300.000,00)
Lucro Bruto R$ 325.000,00

Margem bruta = 325.000,00 = 0,52 (52%)


625.000,00
Gabarito: A

16. A taxa de rentabilidade sobre o capital próprio da


Companhia é
(A) 13%
(B) 15%
(C) 10%
(D) 10%
(E) 13%
COMENTÁRIOS:
Para calcular a rentabilidade do capital próprio
temos a seguinte fórmula:
Rentabilidade do PL = Lucro líquido
P L médio
Rentabilidade do PL = 120.000 = 0,15 (15%)
800.000
Gabarito: B
Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 35 de 60
CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

(FCC – Analista Jud. – Contabilidade – TRE – RN – 2011)


Instruções: Considere os dados a seguir, extraídos das
demonstrações contábeis da Cia. São José, relativas ao
exercício de 2009, para responder às questões de números 17
e 18.
Ativo 31/12/09 31/12/08
Disponível . 120.000,00
100.000,00
Duplicatas a Receber . 540.000,00
422.500,00
Estoques . 250.000,00
150.000,00
Realizável a Longo Prazo. 100.000,00
77.500,00
Imobilizado Líquido. 600.000,00
390.000,00
Investimentos. 140.000,00
110.000,00
Total . 1.750.000,00
1.250.000,00

Passivo + PL 31/12/09 31/12/08


Fornecedores. 420.000,00
280.000,00
Contas a Pagar . 190.000,00
170.000,00
Tributos a Pagar . 118.000,00
100.000,00
Passivo Não Circulante . 242.000,00
232.000,00
C
17. Os índices de liquidez seca em 31/12/2008 e de liquidez
corrente em 31/12/2009 são, respectivamente,
(A) 0,90 e 1,30.
(B) 0,95 e 1,28.
(C) 0,90 e 1,20.
(D) 0,95 e 1,25.
(E) 0,98 e 1,20.
COMENTÁRIOS:
Exercício de 2008
Liquidez seca = Ativo Circulante - Estoques
Passivo Circulante

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 36 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

Liquidez seca 672.500 – 150.000 = 0,95


550.000

Exercício de 2009
Liquidez corrente = Ativo Circulante_
Passivo Circulante

Liquidez corrente = 910.000 = 1,25


728.000

Gabarito: D

18. Calculando-se o prazo de rotação de estoques e de


recebimento de clientes com base na média das contas
patrimoniais e considerando-se o ano comercial de 360 dias,
os valores obtidos são, em número de dias, respectivamente,
(A) 180 e 120.
(B) 144 e 136.
(C) 144 e 120.
(D) 120 e 180.
(E) 120 e 136.
COMENTÁRIOS:
Para calcular o prazo médio de renovação de
estoque precisamos dos seguintes dados:
Giro = CMV________
Estoque médio
Giro = 500.000 = 2,5
200.000
PMRE = 360/Giro
PMRE = 360/2,5 = 144 dias
Para calcular o prazo de recebimento de
vendas/clientes, usamos a seguinte fórmula:
Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 37 de 60
CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

Giro = Vendas_________
Duplicatas a receber média
Giro = 1.443.750,00 = 3,0
481.000,00
PMRV = 360/Giro
PMRV = 360/3
PMRV = 120 dias
Gabarito: C

(FCC – Analista Jud. Contabilidade – TJ – SE – 2009)


Atenção: Com base nos dados da tabela a seguir, responda as
questões de números 19 a 21.
Contas Saldo (em R$)
Disponibilidades .......................................... 100.000,00
Aplicações financeiras de Curto Prazo . . ......... 52.000,00
Veículos. . .................................................. 123.000,00
Intangível. ................................................... 13.000,00
Empréstimos adquiridos de Longo Prazo. . ...... 140.000,00
Fornecedores . . .......................................... 130.000,00
Empréstimos de Curto Prazo (concedidos) . ...... 80.000,00
Clientes. .................................................... 128.000,00
Capital Social . . .......................................... 200.000,00
Reserva de Lucros . . ................................... 120.000,00
Salários a Pagar. . ......................................... 38.000,00
Dividendos a Pagar. . ..................................... 12.000,00
Depósitos Judiciais de Longo Prazo. ............... 120.000,00

19. O quociente de Liquidez Corrente é


(A) 0,50
(B) 1,00
(C) 1,50
(D) 2,00
(E) 2,50
Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 38 de 60
CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

COMENTÁRIOS:
Liquidez Corrente = _Ativo Circulante_
Passivo Circulante

Ativo Circulante
Disponibilidades . ......................................... 100.000,00
Aplicações financeiras de Curto Prazo . . ........ 52.000,00
Empréstimos de Curto Prazo (concedidos) . ..... 80.000,00
Clientes. ..................................................... 128.000,00
Total do Ativo Circulante. .............................. 360.000,00

Passivo Circulante
Fornecedores . ............................................. 130.000,00
Salários a Pagar. ......................................... 38.000,00
Dividendos a Pagar. ..................................... 12.000,00
Total do Passivo Circulante . .......................... 180.000,00

Liquidez Corrente = 360.000 = 2,00


180.000

Gabarito: D

20. O quociente de Liquidez Geral é


(A) 0,50
(B) 1,00
(C) 1,50
(D) 2,00
(E) 2,50

COMENTÁRIOS:
Liquidez Geral = _Ativo Circulante + ARLP_
Passivo Circulante + PNC

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 39 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

Ativo Circulante
Disponibilidades. . .................................. 100.000,00
Aplicações financeiras de Curto Prazo........ 52.000,00
Empréstimos de Curto Prazo (concedidos). 80.000,00
Clientes. ............................................... 128.000,00
Total do Ativo Circulante. . ........................... 360.000,00

Ativo Não Circulante


Ativo realizável a Longo Prazo
Depósitos Judiciais de Longo Prazo. ............. 120.000,00
Total do Ativo realizável a Longo Prazo............. 120.000,00

Passivo Circulante
Fornecedores ............................................. 130.000,00
Salários a Pagar. ....................................... 38.000,00
Dividendos a Pagar. ................................... 12.000,00
Total do Passivo Circulante . ............................ 180.000,00

Passivo Não Circulante


Empréstimos adquiridos de Longo Prazo. ......... 140.000,00
Total do Passivo Não Circulante . ...................... 140.000,00

Liquidez geral =_360.000_+ 120.000 = 1,50


180.000 + 140.000

Gabarito: C

21. O grau de endividamento é


(A) 0,50
(B) 1,00
(C) 1,50
(D) 2,00
(E) 2,50
COMENTÁRIOS:
Para resolvermos esta questão precisamos dos
seguintes dados:

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 40 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

Passivo Circulante
Fornecedores . . ........................................... 130.000,00
Salários a Pagar. ......................................... 38.000,00
Dividendos a Pagar. ..................................... 12.000,00
Total do Passivo Circulante . .......................... 180.000,00

Passivo Não Circulante


Empréstimos adquiridos de Longo Prazo. ........... 140.000,00
Total do Passivo Não Circulante . . ................... 140.000,00

Patrimônio Líquido
Capital Social . ............................................... 200.000,00
Reserva de Lucros . ......................................... 120.000,00
Total do Patrimônio Líquido. ........................... 320.0000,00

Grau de endividamento = Exigível total


PL

Exigível total = 180.000 + 140.000 = 320.000

Grau de endividamento = 320.000 = 1,00


320.000

Gabarito: B

22. (FCC–Analista Jud. Administrativo–TRF 4ª Região – 2010)


São dadas as informações abaixo relativas às demonstrações
contábeis da Cia. Horizonte Azul, relativas ao exercício encer-
rado em 31/12/2009:
Índice de Liquidez Corrente (Ativo Circulante/Passivo
Circulante). ............................................. 2
Lucro Líquido do Exercício............................. R$ 200.000,00
Taxa de rentabilidade sobre o Capital Próprio .. 25%
Passivo Não Circulante. .............................. R$ 320.000,00
Ativo Circulante. . ..................................... R$ 260.000,00
Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 41 de 60
CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

O índice de endividamento da companhia, definido como a


razão entre o total do Passivo e o total do Ativo, em
percentagem, é igual a
(A) 25.
(B) 30.
(C) 22.
(D) 36.
(E) 28.
COMENTÁRIOS:
Cálculos:

1. Índice de liquidez corrente é igual AC/PC, como o


enunciado diz que este índice é 2 e deu o valor do AC de
260.000, portanto o valor do PC é 130.000.

2. O índice de rentabilidade do PL (sobre capital próprio) é


encontrado dividindo valor do lucro líquido pelo PL. Como o
enunciado diz que o lucro líquido é 200.000 e equivale a 25%
do capital próprio (PL), faremos uma regra de três:

25% ----------------200.000

100%---------------- X

X = 100 x 200.000/25

X = 800.000

Passivo = PC + PNC

Passivo = 130.000 + 320.000

Passivo = 450.000

Ativo total é igual a 1.250.000, porque ativo é igual passivo +


PL.

450.000/1.250.00 = 0,36 ou 36%

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 42 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

Gabarito: D

23. (FCC – Analista Jud. Contadoria – TRE-AM – 2010)


A análise das demonstrações financeiras da empresa JK
indicou que o quociente de participação de terceiros sobre os
recursos totais é 0,7 e que a composição do endividamento é
55%. Se o ativo total da empresa é de R$ 800.000,00, o seu
passivo não circulante é, em reais,
(A) 252.000,00
(B) 308.000,00
(C) 320.000,00
(D) 440.000,00
(E) 560.000,00
COMENTÁRIOS:
Participação de terceiros sobre recursos totais = 0,7
Part. Cap. Terceiros sobre Recursos Totais =_Exigível total __
Exigível total + PL

Recursos totais = ativo total = R$ 800.000


0,7 = Exigível total
800.000
Exigível total = 800.000 x 0,7
Exigível total = R$ 560.000

Composição do endividamento = 55%


Composição do endividamento = Passivo circulante
Exigível total

0,55 = Passivo circulante


560.000
Passivo Circulante = 560.000 x 0,55
Passivo Circulante = R$ 308.000
Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 43 de 60
CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

Exigível total = Passivo Circulante + Passivo Não Circulante


560.000 = 308.000 + Passivo Não Circulante.
560.000 – 308.000 = Passivo Não Circulante.
Passivo Não Circulante = R$ 252.000
Gabarito: A

24. (Aplicada em Simulado)


Na análise das demonstrações contábeis (financeiras) os
processos mais utilizados são os seguintes:
a) Vertical, por comparação e por quocientes.
b) Vertical, médias móveis e por quocientes.
c) Horizontal, por comparação e vertical.
d) Por quocientes, horizontal e por projeção.
e) Vertical, horizontal e por quocientes.
COMENTÁRIOS:
Os processos de análise de balanços (análise das
demonstrações contábeis) mais utilizados são:

Análise Vertical
Análise Horizontal
Análise por Quocientes (por Indicadores)

Gabarito: E

25. (Aplicada em Simulado)


A finalidade principal da análise horizontal é verificar:
a) A situação específica de uma empresa.
b) Se a empresa obteve lucro satisfatório em relação às
aplicações efetuadas.
c) A participação percentual dos componentes das
demonstrações financeiras.
d) O quociente dos elementos formadores das
demonstrações financeiras.
e) A evolução dos elementos que formam as
demonstrações financeiras.
Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 44 de 60
CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

COMENTÁRIOS:
O objetivo da análise horizontal é analisar a
evolução dos elementos que formam as demonstrações
financeiras (contábeis) ao longo de exercícios sucessivos.
Gabarito: E

26. (Aplicada em Simulado)


A finalidade principal da análise por quocientes é;
a) Verificar a participação de cada conta no valor do grupo
a que pertença a conta.
b) Estabelecer indicadores de situações específicas
referentes aos aspectos econômicos e financeiros de uma
empresa.
c) Verificar a participação percentual de cada elemento no
total da demonstração financeira.
d) Estabelecer indicadores das participações dos grupos de
contas no total da demonstração financeira.
e) Verificar a evolução, ano a ano, dos componentes das
demonstrações financeiras.

COMENTÁRIOS:
A principal finalidade da análise por quocientes é
estabelecer indicadores de situações referentes aos aspectos
econômico, financeiro e patrimonial da entidade, tais como
indicadores de liquidez, endividamento, rentabilidade,
renovação de estoques, prazos médios de clientes e
fornecedores, entre outros.
Gabarito: B

27. (FCC – Auditor de Contas Públicas – TCE – PB – 2006)


O índice em cujo numerador consta o valor dos estoques da
companhia é o índice de liquidez
a) Seca
b) Geral
c) Corrente
Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 45 de 60
CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

d) Imediata
e) Parcial

COMENTÁRIOS:
A liquidez seca é empregada na avaliação da
capacidade de pagamento das obrigações de curto prazo sem
considerar os estoques.
Fórmula:
Liquidez seca = Ativo circulante – estoques
Passivo circulante
Gabarito: A

Agora, vou deixar para vocês uma lista de


sinônimos, pois nem todas estas expressões foram usadas em
aula, e, caso caiam na prova, vocês saberão o significado.

1. Recursos Totais = Patrimônio Bruto = Ativo Total


2. Recursos Próprios = Capitais Próprios = Patrimônio
Líquido = Passivo Não Exigível
3. Recursos de Terceiros = Capitais de Terceiros =
Capitais Alheios = Passivo Exigível = Passivo Total

Bom, minha participação nesse curso termina


aqui!!
Coloco-me à disposição para eventuais dúvidas e
sugestões por meio do fórum ou pelo email:
otavio@pontodosconcursos.com.br
Um grande abraço a todos e EXCELENTE prova!!!

Otávio Souza.

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 46 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

LISTA DAS QUESTÕES COMENTADAS NA AULA

01. (FCC – Analista – Contabilidade – TRT 24ª Região – 2011)

Considere:
Companhia X Companhia Y Companhia Z Companhia T Companhia W

ATIVO
CIRCULANTE

Disponível 50.000 55.000 33.000 100.000 200.000

Contas a 190.000 250.000 125.000 380.000 100.000


Receber

Estoques 170.000 230.000 115.000 340.000 30.000

Valores e Bens 110.000 170.000 85.000 220.000 60.000

Despesas 80.000 95.000 42.000 160.000 120.000


Antecipadas

TOTAL 600.000 800.000 400.000 1.200.000 510.000

PASSIVO
CIRCULANTE

Fornecedores 60.000 120.000 30.000 140.000 250.000

Empréstimos 80.000 160.000 40.000 180.000 220.000

Salários 20.000 40.000 10.000 60.000 50.000

Contas a pagar 10.000 20.000 5.000 40.000 20.000

Provisões 30.000 60.000 15.000 80.000 100.000

TOTAL 200.000 400.000 100.000 500.000 640.000

A melhor situação de liquidez corrente da companhia:


(F) Z
(G) W
(H) T
(I) X
(J) Y

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 47 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

02. (CESPE – Contador – FUB – 2011)

Caixa 10.000
Contas a receber 90.000
Capital social 70.000
Juros passivos a transcorrer 5.000
Estoques 15.000
Impostos a recolher 1.500
Fornecedores 15.000
Empréstimos bancários (empréstimos prefixados a 5.000
vencer em até 360 dias)
Reservas de lucro 3.000
Provisão para devedores duvidosos 2.700
Imobilizado 55.000
Financiamentos (financiamentos pós-fixados a vencer 70.000
em mais de 360 dias)
Ações em tesouraria 5.000

A tabela acima apresenta os saldos contábeis, em reais, de


todas as contas patrimoniais de uma companhia, antes da
apuração do resultado do exercício. Considerando os dados da
tabela, julgue o item subsequente.
A liquidez seca é superior à liquidez geral.

03. (FCC – Analista Trainee – Metrô – SP – 2010) Fo-


ram extraídos os seguintes dados, em R$, do Balanço
Patrimonial da Cia. Aguaí, encerrado em 31/12/2009:
Disponível . ...................................................... 113.500,00
Clientes (Curto Prazo). ...................................... 230.000,00
Estoques.......................................................... 400.000,00
Impostos a Recuperar........................................
170.000,00
Passivo Circulante . ........................................... 630.000,00
Passivo Não Circulante....................................... 270.000,00
Apenas com as informações fornecidas, é correto afirmar que

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 48 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

(A) índice de liquidez corrente é 1,45.


(B) capital circulante líquido equivale a R$ 183.500,00.
(C) índice de liquidez geral é 1,12.
(D) índice de liquidez imediata é 0,16.
(E) índice de liquidez seca é 0,83.

04. (FCC – Contador – Sergipe Gás – 2010)


O patrimônio de uma empresa possui a seguinte formação:
(Valores em reais):
Ativo Circulante 820.000
Ativo Não Circulante 2.180.000
Passivo Circulante 800.000
Passivo Não Circulante 1.200.000
Patrimônio Líquido 1.000.000

Se essa empresa não possuir estoque inicial ou final, o índice


de liquidez
(A) geral é igual a 2.
(B) seca será igual ao de liquidez corrente.
(C) geral será 0,5.
(D) seca é igual a 1,8.
(E) corrente será igual ao de liquidez geral.

05. (ESAF – AFPS – 2002 - adaptada)


Em 31 de dezembro de 2001, a firma Leo, Lea & Cia tinha um
patrimônio composto dos seguintes elementos, com
respectivos valores, em milhares de reais:
Disponibilidades 150
Fornecedores 120
Clientes 250

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 49 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

Duplicatas a pagar 220


Estoques de Mercadorias 300
Títulos a pagar 60
Duplicatas a Receber a longo prazo 200
Duplicatas a pagar a longo prazo 300
Títulos a pagar a longo prazo 100
Investimentos 80
Capital Social 400
Imobilizado 260
Reserva de Capital 140
Intangível 160
Lucros Acumulados 60

O balanço decorrente do patrimônio acima foi submetido a


programa de análise contábil da empresa, tendo revelado, em
termos percentuais, os seguintes quocientes de liquidez:
a) Liquidez geral 175,00%
b) Liquidez corrente 150,00%
c) Liquidez comum 112,50%
d) Liquidez seca 100,00%
e) Liquidez imediata 44,12%

06. Observando os dados pode-se dizer que o nível de


participação do capital de terceiros é
(A) 25%.
(B) 30%.
(C) 40%.
(D) 50%.
(E) 75%.

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 50 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

07. A participação do capital fixo é


(A) 25%.
(B) 30%.
(C) 40%.
(D) 50%.
(E) 75%.

08. (FCC – Analista Trainee – Metrô – SP – 2010)


O valor das compras a prazo da Cia. Estrela do Golfo no
exercício de 2009 foi de R$ 486.000,00. Sabendo-se que a
média do saldo da conta Fornecedores no mesmo exercício foi
R$ 121.500,00, é correto afirmar, considerando-se o ano
comercial de 360 dias, que o prazo médio de pagamento a
fornecedores, em número de dias, em 2009, foi de
(A) 85.
(B) 90.
(C) 75.
(D) 98.
(E) 88.

09. (FCC – Analista Contábil – TRF 4ª Região - 2010)


Dados, em R$:
Estoque Inicial de Mercadorias 200.000,00
Saldo médio conta Estoque de Mercadorias no exercício 120.000,00
Compras 700.000,00
Estoque final de Mercadorias 180.000,00

Supondo-se o ano comercial de 360 dias, o prazo médio de


renovação de estoques foi, em número de dias, igual a
(A) 65.
(B) 60.
(C) 50.
(D) 55.
(E) 70.

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 51 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

10. (FCC – Analista – Contabilidade – TRT 24ª Região – 2011)

Indica o tempo médio que a empresa leva para produzir,


vender e receber a receita de seus produtos:

(A) Ciclo Financeiro.


(B) Rentabilidade do Ativo Total.
(C) Giro do Ativo.
(D) Ciclo Operacional.
(E) Giro do Estoque.

(FCC – Analista – TRE – Al – 2010)


Atenção: Considere os dados abaixo para responder às
questões de números 11 e 12.
Em um determinado período foram extraídos dos registros
contábeis da Cia. Floresta os seguintes dados:
Bancos . ................................................. R$ 10.000,00
Clientes . ................................................ R$ 35.000,00
Capital Social . ......................................... R$ 120.000,00
Fornecedores . ......................................... R$ 35.000,00
Estoques . ............................................... R$ 25.000,00
Reserva de Lucros . .................................. R$ 25.000,00
Veículos . ................................................ R$ 30.000,00
Intangíveis . ............................................ R$ 45.000,00
Máquinas e Equipamentos . ....................... R$ 85.000,00
Empréstimos de Longo Prazo . ................... R$ 35.000,00

11. A liquidez corrente é de:


(A) 0,5
(B) 1,0
(C) 1,5
(D) 2,0

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 52 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

(E) 2,5

12. A composição do endividamento é de:


(A) 0,5
(B) 1,5
(C) 1,0
(D) 2,5
(E) 2,0

13. (FCC – Analista Trainee – Metrô – SP – 2010)


Dados extraídos das demonstrações financeiras de uma
companhia em 31/12/2009 (em R$):

Vendas Líquidas. ............................................. 780.000,00


Despesas Operacionais. .................................... 100.000,00
Custo das Mercadorias Vendidas. . ..................... 420.000,00
IRPJ + CSLL.................................................... 110.000,00
Patrimônio Líquido. . ........................................ 500.000,00
Total do Ativo. ................................................ 950.000,00

Apenas com as informações fornecidas, desprezando-se os al-


garismos a partir da terceira casa decimal depois da vírgula, é
correto afirmar que
(A) a margem bruta sobre vendas foi 48,15%.
(B) o grau de imobilização do capital próprio foi 2,4.
(C) a margem líquida sobre vendas foi 19,23%.
(D) o índice de rentabilidade sobre o capital próprio foi de
25%.
(E) o grau de endividamento da companhia é de 49,37%
sobre o seu ativo.

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 53 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

14. (FCC – Analista Contábil – TRF 4ª Região - 2010)


Dados extraídos do Balanço Patrimonial e da Demonstração
do Resultado do Exercício da Cia. Horizonte Perdido, relativos
ao exercício encerrado em 31/12/2009, em R$:
Ativo Circulante 180.000,00
Passivo Não Circulante 80.000,00
Total do Ativo 480.000,00
Patrimônio Líquido 240.000,00
Lucro líquido do exercício 120.000,00

Com base nessas informações, é correto afirmar que


(A) o índice de liquidez corrente da sociedade em 31/12/2009
era de 1,125.
(B) a diferença entre o Ativo Circulante e o Passivo
Circulante, na mesma data, era de R$ 40.000,00.
(C) o quociente Passivo/Patrimônio Líquido era 1/3.
(D) a taxa de rentabilidade sobre o capital próprio foi 25%.
(E) o Patrimônio Líquido aumentou 50% em 2009 em relação
a seu valor em 2008.

(FCC – Contador – Nossa Caixa – 2011)

Instruções: Para responder às questões de números 15 e 16


utilize as informações a seguir, extraídas das Demonstrações
Contábeis de uma Companhia Aberta.
Receita Líquida de Vendas R$ 625.000,00
Custo das Mercadorias Vendidas R$ 300.000,00
Lucro Líquido do Exercício R$ 120.000,00
Patrimônio Líquido R$ 800.000,00
Estoque Médio do Exercício R$ 125.000,00
Dados adicionais:
Número de ações da Companhia (todas ordinárias) R$ 600.000
Preço da ação da Companhia no encerramento do exercício R$ 0,80

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 54 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

15. O prazo médio de renovação de estoques (considere o


ano comercial de 360 dias) e a margem bruta sobre vendas
são, respectivamente,
(A) 150 dias e 52%.
(B) 180 dias e 45%.
(C) 165 dias e 48,5%.
(D) 120 dias e 56%.
(E) 210 dias e 42%.

16. A taxa de rentabilidade sobre o capital próprio da


Companhia é
(A) 13%
(B) 15%
(C) 10%
(D) 10%
(E) 13%

(FCC – Analista Jud. – Contabilidade – TRE – RN – 2011)


Instruções: Considere os dados a seguir, extraídos das
demonstrações contábeis da Cia. São José, relativas ao
exercício de 2009, para responder às questões de números 17
e 18.
Ativo 31/12/09 31/12/08
Disponível . 120.000,00
100.000,00
Duplicatas a Receber . 540.000,00
422.500,00
Estoques . 250.000,00
150.000,00
Realizável a Longo Prazo. 100.000,00
77.500,00
Imobilizado Líquido. 600.000,00
390.000,00
Investimentos. 140.000,00
110.000,00
Total . 1.750.000,00
1.250.000,00

Profº Otávio Souza


P www.pontodosconcursos.com.br página 55 de 60
CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

Reservas. ............................................... 370.000,00 200.000,00


Total ..................................................... 1.750.000,00 1.250.000,00

Demonstração do Resultado do Exercício − 2009


Vendas a Prazo . ............................................................. 1.443.750,00
(−) Custo das Mercadorias Vendidas . ................................ 500.000,00
(=) Lucro Bruto . ............................................................ 943.750,00
(−) Despesas Operacionais . ............................................ 598.500,00
(−) IRPJ e CSLL. . .......................................................... 180.250,00
(=) Lucro Líquido do Exercício. ......................................... 165.000,00

17. Os índices de liquidez seca em 31/12/2008 e de liquidez


corrente em 31/12/2009 são, respectivamente,
(A) 0,90 e 1,30.
(B) 0,95 e 1,28.
(C) 0,90 e 1,20.
(D) 0,95 e 1,25.
(E) 0,98 e 1,20.

18. Calculando-se o prazo de rotação de estoques e de


recebimento de clientes com base na média das contas patri-
moniais e considerando-se o ano comercial de 360 dias, os
valores obtidos são, em número de dias, respectivamente,
(A) 180 e 120.
(B) 144 e 136.
(C) 144 e 120.
(D) 120 e 180.
(E) 120 e 136.

(FCC – Analista Jud. Contabilidade – TJ – SE – 2009)


Atenção: Com base nos dados da tabela a seguir, responda as
questões de números 19 a 21.
Contas Saldo (em R$)
Disponibilidades .......................................... 100.000,00
Aplicações financeiras de Curto Prazo . . ......... 52.000,00
Veículos. . .................................................. 123.000,00

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 56 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

Intangível. . ................................................. 13.000,00


Empréstimos adquiridos de Longo Prazo. ........ 140.000,00
Fornecedores . ............................................ 130.000,00
Empréstimos de Curto Prazo (concedidos) . ...... 80.000,00
Clientes...................................................... 128.000,00
Capital Social . ............................................ 200.000,00
Reserva de Lucros . ..................................... 120.000,00
Salários a Pagar. ........................................... 38.000,00
Dividendos a Pagar........................................ 12.000,00
Depósitos Judiciais de Longo Prazo. ............... 120.000,00

19. O quociente de Liquidez Corrente é


(A) 0,50
(B) 1,00
(C) 1,50
(D) 2,00
(E) 2,50

20. O quociente de Liquidez Geral é


(A) 0,50
(B) 1,00
(C) 1,50
(D) 2,00
(E) 2,50

21. O grau de endividamento é


(A) 0,50
(B) 1,00
(C) 1,50
(D) 2,00
(E) 2,50

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 57 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

22. (FCC–Analista Jud. Administrativo–TRF 4ª Região – 2010)


São dadas as informações abaixo relativas às demonstrações
contábeis da Cia. Horizonte Azul, relativas ao exercício
encerrado em 31/12/2009:
Índice de Liquidez Corrente (Ativo Circulante/Passivo
Circulante). ............................................. 2
Lucro Líquido do Exercício. ...... R$ 200.000,00
Taxa de rentabilidade sobre o Capital Próprio .. 25%
Passivo Não Circulante. . ............................ R$ 320.000,00
Ativo Circulante. ........................................ R$ 260.000,00

O índice de endividamento da companhia, definido como a


razão entre o total do Passivo e o total do Ativo, em percent-
agem, é igual a
(A) 25.
(B) 30.
(C) 22.
(D) 36.
(E) 28.

23. (FCC – Analista Jud. Contadoria – TRE-AM – 2010)


A análise das demonstrações financeiras da empresa JK
indicou que o quociente de participação de terceiros sobre os
recursos totais é 0,7 e que a composição do endividamento é
55%. Se o ativo total da empresa é de R$ 800.000,00, o seu
passivo não circulante é, em reais,
(A) 252.000,00
(B) 308.000,00
(C) 320.000,00
(D) 440.000,00
(E) 560.000,00

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 58 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

24. (Aplicada em Simulado)


Na análise das demonstrações contábeis (financeiras) os
processos mais utilizados são os seguintes:
a) Vertical, por comparação e por quocientes.
b) Vertical, médias móveis e por quocientes.
c) Horizontal, por comparação e vertical.
d) Por quocientes, horizontal e por projeção.
e) Vertical, horizontal e por quocientes.

25. (Aplicada em Simulado)


A finalidade principal da análise horizontal é verificar:
a) A situação específica de uma empresa.
b) Se a empresa obteve lucro satisfatório em relação às
aplicações efetuadas.
c) A participação percentual dos componentes das
demonstrações financeiras.
d) O quociente dos elementos formadores das
demonstrações financeiras.
e) A evolução dos elementos que formam as
demonstrações financeiras.

26. (Aplicada em Simulado)


A finalidade principal da análise por quocientes é;
a) Verificar a participação de cada conta no valor do grupo a
que pertença a conta.
b) Estabelecer indicadores de situações específicas
referentes aos aspectos econômicos e financeiros de uma
empresa.
c) Verificar a participação percentual de cada elemento no
total da demonstração financeira.
d) Estabelecer indicadores das participações dos grupos de
contas no total da demonstração financeira.
e) Verificar a evolução, ano a ano, dos componentes das
demonstrações financeiras.

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 59 de 60


CURSO ON-LINE – NOÇÕES DE AFO – TEORIA E EXERCÍCIOS TRF 1ª
REGIÃO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA
PROFESSORES: GRACIANO ROCHA E OTÁVIO SOUZA

27. (FCC – Auditor de Contas Públicas – TCE – PB – 2006)


O índice em cujo numerador consta o valor dos estoques da
companhia é o índice de liquidez
a) Seca
b) Geral
c) Corrente
d) Imediata
e) Parcial

GABARITO
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
A Certo A B D D E B B D
11 12 13 14 15 16 17 18 19 20
D A C A A B D C D C
21 22 23 24 25 26 27
B D A E E B A

Profº Otávio Souza www.pontodosconcursos.com.br página 60 de 60