You are on page 1of 2

O Popular - Organização Jaime Câmara 13/01/09 13:12

Goiânia, 13 de janeiro de 2009

HOME
Pontos polêmicos
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Lista dos novos pontos de cultura de Goiânia divulgada pela Secult
recebe críticas de produtores culturais da cidade. Entidades
EDITORIAS beneficiadas podem receber até R$ 180 mil
Capa
Opinião
Cidades Edson Wander
Política
Economia
Mundo
A Secretaria Municipal de Cultura (Secult) divulgou no dia 30 de dezembro
Esporte a lista dos 30 novos pontos de cultura da capital. A seleção tem recebido
Magazine críticas de agentes culturais da cidade. Os pontos de cultura, uma das
principais políticas do Ministério da Cultura (MinC), são organizações sociais
CIRCUITO GOIANO que promovem atividades culturais, de educação e da chamada economia
solidária em suas respectivas comunidades por meio de convênios com o
COLUNAS MinC.
Giro
Direito e Justiça Pelos convênios, cada ponto de cultura recebe R$ 60 mil por ano, num
Coluna social
Memorandum contrato de três anos (R$ 180 mil no total) para bancar suas atividades. Em
Crônicas e Goiânia, esses novos pontos contarão com uma contrapartida da prefeitura
outras histórias de 33% do investimento total de R$ 5,4 milhões.

SERVIÇOS Produtores culturais e pessoas ligadas a pontos de cultura já existentes na


E-mail
Cartas dos leitores cidade questionam a inclusão de todas as academias de letras da cidade
Assinatura na lista (uma delas, a Academia Feminina de Letras, na reserva técnica) e
Acontece disseram “estranhar” também entidades sem lastro de realizações na área
Na telinha
Cinema cultural ou cujos titulares são instituições consolidadas e, teoricamente,
Horóscopo capazes de bancar seus próprios projetos culturais (referência à
Guia do Assinante Universidade Católica de Goiás, cuja Fundação Aroeira foi contemplada).
Central do Assinante
Efetuar Logout Para os críticos, várias das entidades contempladas (confira lista nesta
página) não atendem aos principais quesitos do edital dos pontos de
CHARGE cultura.

Virgílio Alencar, um dos coordenadores do Pontão de Cultura República do


E SPECIAIS Cerrado/UFG, disse que há entidades não incluídas na lista que vão entrar
Goiânia 75 anos com recurso para tentar reverter a decisão. Segundo Virgílio, que foi
Retrospectiva 2008
contemplado na lista com uma entidade criada para dar guarida legal a
projetos do grupo musical Coró de Pau e grupos de teatro ligados à UFG
SITES (na Ação Brasil Central), não há nenhum precedente de academia de letras
Vrum tornada ponto de cultura no programa do MinC em todo o País. Em
Lugar Certo entrevista ao POPULAR, o secretário municipal de Cultura, Kleber Adorno,
OJC recém-empossado no cargo, defendeu os critérios de seleção dos pontos
Jornal do Tocantins
Tv Anhanguera de cultura feitos ainda na gestão de seu antecessor no cargo, Doracino
Goiasnet Naves (leia entrevista com ele na página 2).
Fundação J. Câmara
Rede Anhanguera
Executiva FM Inclusão cultural
Outras escolhas que os produtores culturais colocam em dúvida são
CONTATOS entidades sem histórico de atendimento a comunidades carentes via
atividades culturais frequentes, como estabelece o Cultura Viva. “Não vejo
ASSINATURAS: ações de inclusão cultural dessas entidades que justifiquem suas escolhas”,
3250-5353 reclama Ana Lúcia da Silva, coordenadora-geral do Ponto de Cultura
CLASSIFICADOS:

http://www.opopular.com.br/ Página 1 de 2
O Popular - Organização Jaime Câmara 13/01/09 13:12

CLASSIFICADOS: Eldorado dos Carajás, um dos pontos de Goiás na primeira leva de


3250-5323
COMERCIAL DE convênios do programa do MinC. Representantes das entidades
INTERNET: selecionadas defendem, por sua vez, os seus projetos.
3250-1323
ATENDIMENTO AO
ASSINANTE: O POPULAR tentou ter acesso aos projetos aprovados, mas a assessora
3250-1220 do ex-secretário de Cultura Doracino Naves dos Santos, Isabel Monteiro,
primeiro disse que a Secult não poderia disponibilizar os documentos, que
EXPEDIENTE são públicos, porque eles estariam em poder do MinC, e depois afirmou
que tinha apenas a lista dos aprovados, que já havia sido publicada no
Diário Oficial do município.

A reportagem apurou que Isabel, que integrou a comissão de seleção,


coordenou o processo, desde a publicação do edital até a divulgação do
resultado. Fizeram parte da comissão que avaliou os projetos, além de
Isabel, Ivanor Florencio, dois representantes do MinC (Alvaro Caetano e
Antonio Ziza) e o próprio Doracino Naves.

¤ LEIA MAIS:

Os selecionados

Selecionados defendem projetos

ENTREVISTA / Kleber Adorno


‘O processo se deu com absoluta isenção’

ENTREVISTA / Célio Turino


‘Não há flexibilização de critérios’

Magazine | Próxima

http://www.opopular.com.br/ Página 2 de 2