Sie sind auf Seite 1von 6

ESTADO DA PARAÍBA

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO


RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL
DEMONSTRATIVO DOS LIMITES
ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL
PERÍODO DE REFERÊNCIA: JAN/2004 A DEZ/2004

LRF, art. 48 - Anexo VII R$ Milhares


DESPESA COM PESSOAL VALOR % SOBRE A RCL
Total da Despesa com Pessoal para fins de apuração do Limite - TDP 20.308 0,88%
Limite Máximo (incisos I, II e III, art. 20 da LRF) 20.812 0,90%
Limite Prudencial (§ único, art. 22 da LRF) 19.771 0,86%

DÍVIDA VALOR % SOBRE A RCL


Dívida Consolidada Líquida
Limite Definido por Resolução do Senado Federal

GARANTIAS DE VALORES VALOR % SOBRE A RCL


Total das Garantias
Limite Definido por Resolução do Senado Federal

OPERAÇÕES DE CRÉDITO VALOR % SOBRE A RCL


Operações de Crédito Internas e Externas
Operações de Crédito por Antecipação da Receita
Limite Definido p/ Senado Federal para Op. de Crédito Internas e Externas
Limite Definido p/ Senado Federal para Op. de Crédito por Antec. da Receita

INSCRIÇÃO EM RESTOS A PAGAR NÃO SUFICIÊNCIA ANTES DA INSCRIÇÃO EM RESTOS


RESTOS A PAGAR
PROCESSADOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS

Valor Apurado nos Demonstrativos respectivos


FONTE: Demonstrativo de execução de despesas do SIAF

João Pessoa, 28 de janeiro de 2005

Conselheiro José Marques Mariz Francisco José Pordeus de Souza Maria da Salete Araújo da Silveira
Presidente do TCE/PB Diretor Executivo Geral Chefe do Deptº. Recursos Humanos e Financeiro
ESTADO DA PARAÍBA
TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO
RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL
DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL
ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL
PERÍODO DE REFERÊNCIA: JANEIRO/2004 a DEZEMBRO/2004

LRF, art. 55, inciso I, alínea "a" - Anexo I R$ Milhares


DESPESA LIQUIDADA
DESPESA COM PESSOAL
jan/2004 a dez/2004
DESPESA LÍQUIDA COM PESSOAL (I)
Pessoal Ativo (*) 20308
Pessoal Inativo e Pensionistas (**)
(-) Despesas não Computadas (art. 19, § 1º da LRF)
Indenizações por Demissão e Incentivos à Demissão Voluntária
Decorrentes de Decisão Judicial
Despesas de Exercícios Anteriores
Inativos e Pensionistas com Recursos Vinculados (**)
OUTRAS DESPESAS DE PESSOAL DECORRENTES DE CONTRATOS DE TERCEIRIZAÇÃO (art. 18, § 1º da LRF) (II)

TOTAL DA DESPESA COM PESSOAL PARA FINS DE APURAÇÃO DO LIMITE - TDP (III) = (I +
II) 20.308

RECEITA CORRENTE LÍQUIDA - RCL (IV)


2.312.438
% do TOTAL DA DESPESA COM PESSOAL PARA FINS DE APURAÇÃO DO LIMITE - TDP sobre
a RCL (V) = [(III / IV)*100] 0,88%

LIMITE MÁXIMO (incisos I, II e III, art. 20 da LRF) - < 0,90%>


20.812

LIMITE PRUDENCIAL (§ único, art. 22 da LRF) - < 0,86%>


19.771
FONTE: SIAFI
Nota: (*) não incluído valor do IR - Parecer Normativo PN TC nº 05/04
(**) não incluídas - Parecer Normativo PN TC nº 77/00
Serão adotadas, para fins de cumprimento do art. 23 da LC nº 101/00, as medidas especificadas no
art. 22 da referida lei.

João Pessoa, 28 de janeiro de 2005

Conselheiro José Marques Mariz Francisco José Pordeus de Souza Maria da Salete Araújo da Silveira
Presidente do TCE/PB Diretor Executivo Geral Chefe Deptº Rec. Humanos e Financeiro
ESTADO DA PARAÍBA
TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO
RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL
DEMONSTRATIVO DA DISPONIBILIDADE DE CAIXA
ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL
PERÍODO DE REFERÊNCIA: JAN/2004 a DEZ/2004

LRF, art. 55, Inciso III, alínea "a" - Anexo V R$ Milhares

ATIVO VALOR PASSIVO VALOR

DISPONIBILIDADE FINANCEIRA OBRIGAÇÕES FINANCEIRAS 1.880


Caixa Depósitos
Bancos Restos a Pagar Processados 1.880
Conta Movimento Do Exercicio 1.880
Contas Vinculadas De Exercícios Anteriores
Aplicações Financeiras Outras Obrigações Financeiras
Outras Disponibilidades Financeiras

SUBTOTAL SUBTOTAL 1.880


INSUFICIÊNCIA ANTES DA INSCRIÇÃO EM SUFICIÊNCIA ANTES DA INSCRIÇÃO
RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS (I)
1.880 EM RESTOS A PAGAR NÃO

TOTAL 1.880 TOTAL 1.880

INSCRIÇÃO EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS (III)

SUFICIÊNCIA APÓS A INSCRIÇÃO EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS (IV) = (II - III)

REGIME PREVIDENCIÁRIO

ATIVO VALOR PASSIVO VALOR

DISPONIBILIDADE FINANCEIRA OBRIGAÇÕES FINANCEIRAS


Caixa Depósitos
Bancos Restos a Pagar Processados
Conta Movimento Do Exercicio
Contas Vinculadas De Exercícios Anteriores
Aplicações Financeiras Outras Obrigações Financeiras
Outras Disponibilidades Financeiras

SUFICIÊNCIA ANTES DA INSCRIÇÃO


INSUFICIÊNCIA ANTES DA INSCRIÇÃO EM
EM RESTOS A PAGAR NÃO
RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS (V)
PROCESSADOS (VI)

TOTAL TOTAL

INSCRIÇÃO EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS DO REGIME PREVIDENCIÁRIO (VII)

SUFICIÊNCIA APÓS A INSCRIÇÃO EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS (VIII) = (VI - VII)

DÉFICIT 1.880 SUPERÁVIT


FONTE: Demonstrativo de execução de despesas do SIAF
Nota: O valor inscrito em restos a pagar corresponde à folha de pagtº dez/2004 e obrigações patronais
João Pessoa, 28 de janeiro de 2005

Conselheiro José Marques Mariz Francisco José Pordeus de Souza Maria da Salete Araújo da Silveira
Presidente do TCE/PB Diretor Executivo Geral Chefe do Deptº. Recursos Humanos e Financeiro
ESTADO DA PARAÍBA
TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DA PARAÍBA
RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL
DEMONSTRATIVO DOS RESTOS A PAGAR
ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL
PERÍODO DE REFERÊNCIA: JAN/2004 a DEZ/2004

LRF, art. 55, inciso III, alínea "b" - Anexo VI R$ Milhares


RESTOS A PAGAR
Inscritos Suficiência antes Não Inscritos
ÓRGÃO Processados Não Processados da Inscrição em por
Restos a Pagar Insuficiência
Exercícios
Do Exercício Do Exercício Não Processados Financeira
Anteriores

ADMINISTRAÇÃO DIRETA
TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO 1.880

ADMINISTRAÇÃO INDIRETA

TOTAL 1.880

RESTOS A PAGAR
Inscritos Suficiência antes Não Inscritos
DESTINAÇÃO DE RECURSOS Processados Não Processados da Inscrição em por
Restos a Pagar Insuficiência
Exercícios
Do Exercício Do Exercício Não Processados Financeira
Anteriores
1.880
Folha de Pagamento dez/04 e obrigações patronais
TOTAL 1.880
FONTE: Demonstrativo de execução de despesas do SIAF
Nota:

João Pessoa, 28 de janeiro de 2005

Conselheiro José Marques Mariz Francisco José Pordeus de Souza Maria da Salete Araújo da Silveira
Presidente do TCE/PB Diretor Executivo Geral Chefe do Deptº. Recursos Humanos e Financeiro

Verwandte Interessen