Sie sind auf Seite 1von 65

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina

Departamento Acadêmico de Eletrônica


Projeto de Fontes Chaveadas

Parte 1 – Fontes Lineares


Semicondutores e Componentes
Retificadores e Filtros Capacitivos
Reguladores Lineares
Partida e Inrush

Prof. Clóvis Antônio Petry.

Florianópolis, fevereiro de 2009.


Bibliografia para esta aula

Disciplina de Conversores Estáticos

www.cefetsc.edu.br/~petry
Nesta aula

Parte 1 – Fontes lineares:


1. Semicondutores e componentes;
2. Retificadores e filtros capacitivos;
3. Reguladores lineares;
4. Partida e inrush.
Nesta aula
Semicondutores para eletrônica de potência

Semicondutores utilizados em eletrônica de potência:


Semicondutores para eletrônica de potência
Diodos semicondutores

Exemplo: Diodo SKN20/08


• VRRM = 800 V;
• V(TO) = 0,85 V;
• rT = 11 mΩ;
• IDmed = 20 A;
• IR = 0,15 mA.

Característica estática
Diodos semicondutores

Bloqueio
Diodos semicondutores

Diodos de carbeto de sílicio (silicon carbide):


Diminuem acentuadamente o fenômeno da recuperação reversa.

http://www.infineon.com
Diodos semicondutores

http://www.cree.com/Products/pdf/Power_Article_1.pdf
Perdas nos diodos

Classificação das perdas:


1. Condução;
P  V(TO )  I Dmed  rT  I Def 2

2. Comutação:
• Entrada em condução;

P1  0,5 VFP  VF  I o  trf  f

• Bloqueio.

P2  Qrr  E  f
Características importantes dos diodos

Principais características:
1. Tensão de pico reversa;
2. Queda de tensão direta;
3. Corrente de pico;
4. Corrente média;
5. Corrente eficaz;
6. Tempo de recuperação reversa.
Características de diodos comerciais

Tipos de diodos de potência:


1. Standard and fast recovery;
2. Ultrafast rectifiers;
3. Ultrasoft rectifers;
4. Silicon carbide (zero recovery).

http://www.onsemi.com
Características de diodos comerciais

http://www.onsemi.com
Capacitores

Capacitância depende de:


• Dielétrico (permissividade);
• Área das placas;
• Distância entre as placas.
Capacitores

C RSE LSE

Modelo equivalente do capacitor

Onde:
• C = Capacitância;
• RSE = Resistência série equivalente;
• LSE = Indutância série equivalente.

Perdas devido à RSE:

P  RSE  I ef 2
Capacitores

C RSE LSE

Ondulação da tensão:

V  RSE  I
iL  t 

I

t
Ts
Ts
2
Capacitores

Tecnologias de capacitores:
• Filtro do retificador de entrada – São empregados capacitores eletrolíticos
de alta tensão e grandes capacitâncias;

• Filtro de saída dos conversores – Empregam-se capacitores eletrolíticos


alumínio com baixa RSE;

• Circuitos de grampeamento (snubber) – São utilizados capacitores com


dielétricos de polipropileno para regime intermitente de funcionamento.
Capacitores

Tipos de capacitores: Capacitores de


disco de
cerâmica.
Capacitores

Tipos de capacitores: Capacitores


eletrolíticos.
Capacitores

Tipos de capacitores: Capacitores de


filme de poliéster.
Capacitores

Tipos de capacitores: Super capacitores

3F, 2.3V – 300F, back-up power,


Small capacitance
2.3V on-board UPS, etc.

Medium 300F, 2.3V – peak power, UPS,


capacitance 5000F, 2.7V etc.

peak power, low


5000F, 2.7V – maintenance
Large capacitance
80.000F, 1.8 V energy storage,
etc.

5V- 700V,
Supercapacitor Higher voltage
capacitance on
modules applications
request.
Capacitores

Exemplo: capacitores para UPS

http://www.epcos.com >> Publications


Fusíveis

Fusíveis de ação lenta:


• Vidro;
• Areia;
• Cerâmica.
Fusíveis de ação rápida:
• Vidro;
• Areia;
• Cerâmica.
Resistores fusíveis.
Fusíveis

NR25 – 1 Ω < R < 15 Ω


http://www.vishay.com
Termistores

Termistor:
• Resistor cuja resistência é sensível à variação da
temperatura.
Termistores

Termistor NTC:
• Coeficiente negativo de temperatura;
• Resistência diminui com o aumento da temperatura.

Termistor PTC:
• Coeficiente positivo de temperatura;
• Resistência aumenta com o aumento da temperatura.
Retificadores e filtros capacitivos

Estágio de entrada de uma fonte chaveada


Retificadores e filtros capacitivos

Carga resistiva:

Circuito do retificador

Etapas de operação
Retificadores e filtros capacitivos

Carga resistiva:
Tensão e corrente média na carga:

2 2  V2
VLmed   0,9  V2

2 2  Vo 0,9  Vo
I Lmed  
R R
Retificadores e filtros capacitivos

Análise simplificada:
Retificadores e filtros capacitivos

Análise simplificada:
C1  C2
C  C1 / /C2 
C1  C2

  C  Vpk 2  VC min 2 
Win 1
2 2
Q  I p  tc  C  V
P
Win  in C  V C  Vpk 2  VC min 2 
f Ip  
tc tc
VC min  Vpk  cos  2  f  tc  C  Vpk  VC min
2 2
 f
Pin

V 
cos 1  C min  C
Pin
f  Vpk 2  VC min 2 
 V 
tc 
pk

2  f
Retificadores e filtros capacitivos

Análise simplificada:

I ef  valor eficaz da componente alternada de i;


I med  valor médio de i;
I C1ef  valor eficaz de i.
Retificadores e filtros capacitivos

Análise simplificada:
Pin  I pk  VC min  D
IC1ef 2  I med 2  I ef 2
Ton
I ef  I C1ef  I med
2 2 D
T

2  tc I pk 
Pin
I med  Ip  VC min  D
T
2  tc
I C1ef  I p Pin 
Pout
T 

I ef  I p 2  tc  f   2  tc  f 
2
Retificadores e filtros capacitivos

Análise simplificada:

I Cef  I 2ef 2  I ef 2

Pin
I Dmed 
2  VC min

tc
I Def  I p
T
Retificadores e filtros capacitivos

Análise simplificada (exemplo numérico):

Retificador de entrada de uma fonte chaveada:

VAC  117V VAC min  99V VAC max  135V

f  60 Hz VC min  100V   0,7 Pout  70W

Pout 70
a) Pin    100W
 0,7

b) Vpk  2  VAC min  2  99  140V C1  C2  406  F


V  Vpk  VC min  135  100  35V
Pin 100
C   203  F
f  Vpk  VC min  60  135  100 
2 2 2 2
Retificadores e filtros capacitivos

Análise simplificada:
V 
c)
tc 
cos 1  C min


Vpk 

cos 
1 100

135  1,954 ms
2  f 2  60

C  V 203  35
d) Ip    3,64 A
tc 1,954m

e) 2  tc  f  2 1,954m  60  0,2345

I ef  I p 2  tc  f   2  tc  f   3,64 0,2345   0,2345  1,54 A


2 2
Retificadores e filtros capacitivos

Análise simplificada:
Pin 100
f) I 2ef   1A
VC min 100

g) I Cef  I 2ef 2  I ef 2  12  1,542

tc 1,954m
h) I Def  I p  3,64  1,25 A
T 16,67m

Pin 100
i) I Dmed    0,5 A
2  VC min 2 100

j) VD max  Vpk max  2  VAC max  2 135  191V

k) I Dp  I p  3,64 A
Retificadores e filtros capacitivos

Análise simplificada:
Retificadores e filtros capacitivos

Dobrador de tensão:
Retificadores e filtros capacitivos

Descrição do funcionamento:
Retificadores e filtros capacitivos

Descrição do funcionamento:
Retificadores e filtros capacitivos

Descrição do funcionamento:
Retificadores e filtros capacitivos

Exemplo:
• Projetar um filtro capacitivo, dobrador de tensão para:
• Operação em 110/220 V;
• Frequência da rede de 60 Hz;
• Corrente média na carga de 5 A;
• Ondulação de tensão permitida na carga = 5%.

Tarefa
Reguladores lineares

Princípio da regulação série.


Reguladores lineares

Tensão sem regulação. Tensão regulada.


Reguladores lineares

R2 R1  R2
VBE 2  VZ  V2 
R1  R2
Vo Vo  VZ  VBE 2 
R2
Reguladores lineares

 R1 
Vo  1  VZ
 R2 
Reguladores lineares

Limitação de corrente.
Reguladores lineares
Reguladores lineares
Reguladores lineares

Vref  1,25V

I ADJ  50 ou100  A

 R2 
Vo  Vref 1    I ADJ  R2
 R1 
Reguladores lineares

http://www.fairchildsemi.com
Reguladores lineares

LM7805 = R$ 1,05
KA78R05 = R$ 1,71
Inrush

O problema:
Inrush
400V
vC

200V

0V

200A
iC

100A

0A

0,0ms 1,0ms 2,0ms 3,0ms 4,0ms 5,0ms


Inrush
Inrush

R1=10 Ω

R1=1 Ω
Inrush

Resistores série
Inrush

Resistores série temporariamente


Inrush

Exemplo:
• Projetar um circuito de limitação de corrente para:
• Diodos retificadores 1N4007;
• Capacitor de filtro de 4700 μF;
• Considerar resistência da rede nula.

Tarefa
Circuitos de partida

Circuito resistivo dissipativo


Circuitos de partida

Circuito ativo
Circuitos de partida

Circuito impulsivo
Próxima aula

Parte 1 – Fontes lineares:


1. Projeto de magnéticos;
2. Projeto térmico;
3. PCBs e layout;
4. Proteções.

www.cefetsc.edu.br/~petry