Sie sind auf Seite 1von 93

Ebós

Esta parte do nosso Site é dedicada as pessoas que praticam o nosso culto com seriedade, amor e carinho, pois acredito que as consequências dessas virtudes sejam revertidas em Asé para os que a estas pessoas procuram e depositam confiança. Logo, se alguém ainda não tenha atingido a Maturidade Espiritual , não se aventure a executar os ebós aqui prescritos. Será de bom alvitre aos que passarem por estes ebós se a pessoa disposta a executá-los tenha segurança e tenha mãos de Ire (sorte), caso contrário Outro ponto importante é respeitar os EWÓS de cada divindade, as vezes o que é bom para uma pessoa não será para outra, não funciona como receita, temos que analisar os caminhos atráves do Jogo, e identificarmos junto a Orisá se aquele seria o ebó adequado ao caso desse ou daquele filho. Mas vejam bem, como saber não ocupa espaço, nada os impedem de anotar os ebós que constam nesta página. EBÓ PARA OBTER BOAS OPORTUNIDADES E SER NOTADO NO TRABALHO OU

NOS NEGÓCIOS 12 folhas de Iroko 01 Amalá completo (12 bolas de inhame, 12 akasás, 12 abarás, 12 bicos de papagaio,12 moedas, 12 orobos, 12 acarajés, 12 cocadas brancas, 12 quiabos inteiros, 12 pedaços de peito bovino, 12 pedaços de rabada, 12 folhas da fortuna. 01 quartinha com agua 03 velas de 12 horas 01 gamela redonda 01 tijela com ajebó (cortado em rodelas e cozido rapidamente com agua e banha de ori) Acender 12 pedras de carvão bem grandes, rodar todos os comodos com o carvão aceso, coloca-lo então no lugar onde será arriado o amalá, e por em cima das brasas muito incenso importado, daqueles usados pelos padres em missa. Trazer então o amalá, cantando louvando e pedidndo tudo o que se precisa, peça a Xango para elevar a sua vida, tirar empecilhos e inimigos ocultos e declarados. os orobos serão todos alafiados enquanto se pede as coisas a Xango, esse amalá é entregue a Oba Aganjú. As folhas de iroko serão postas embaixo da gamela, fazendo um circulo com as pontas para fora. Os outros ingredientes todos serão postos em cima do amalá. As moedas não serão despachadas, e sim guardadas no Xango da pessoa, ou em um pote onde se tenha favas de olho de boi e imã com uma figa. As velas serão acesas a casa 12 horas, completando assim 36 horas o amalá arriado dentro de casa, após esse tempo a pessoa

retira as folhas de Iroko quina e toma banho da cabeça aos pés, e leva o amalá para uma pedreira. EBÓ PARA EXÚ ALAKETU TRAZER PARCEIRO DE VOLTA 1 cabaça, 1 miolo de boi, 1 ekodidé, 1 moeda, 1 pimenta dedo de moça, meio litro de dendê. Abrir a cabaça, por o nome da pessoa que se quer dentro, por o miolo por cima, enfincar o ekodidé no miolo, por a moeda por cima do miolo junto com a pimenta dedo de moça e despejar todo o dendê por cima, subir em uma arvore bem alta e por a cabaça na copa desta árvore, faça os pedidos ainda lá no alto, dizendo a alaketu que “assim como ele vigia sua cidade do alto, assim ele vigie a sua pessoa amada também, e a traga de volta para você.” EBÓ PARA AMARRAR UM HOMEM A QUEM SE QUER. 07 bananas d’água, palha da costa, cominho, azougue. Abrir cada banana ao comprido com casca e tudo, por o nome da pessoa que se quer junto ao seu dentro desta banana a comprido, fechar as bananas e amarra-las com a palha da costa. Por em um prato de barro, cobrir com o azougue, salpicar cominho por cima, entregar numa barreira que tenha barro bem vermelho a oxeturá, com uma vela cinza acesa. EBÓ DE OYÁ FUNAN PARA REACENDER AMOR QUE SE ESFRIOU 9 carvões em brasa grandes, 9 acarajés, 9 abarás, 9 moedas de cobre, 9 orobos, 1 amalá bem quente. por cima deste amalá por 18 vezes o nome do casal bem juntos, por cima dos nomes os acarajés e os abarás, enfinque as moedas nos acarajés e os orobos nos abarás, entregue aos pés de xangô pedindo a oyá que em nome da pessoa que ela mais amou (xango) que aquela pessoa que está fria no amor reacenda como no inicio o amor. EBÓ PARA TRAZER BONS VENTOS DENTRO DE SEU ILÊ 1 quartinha de barro; 1 leque de palha; 3 cabaças pequenas cortadas ao meio (igual a um copo); água de poço ou de mina; azeite de dendê; terra de bambuzal. Num canto da porta de entrada da sua casa (do lado de dentro), coloque a quartinha sem nada dentro. Ao lado, ponha as três cabaças cortadas. A primeira, preenchida com a água de poço; a outra, com azeite de dendê; e a última, com terra. Com o leque, bata três vezes na boca da quartinha (que deve estar destampada), pronunciando seu nome três vezes. Neste momento, você deve abanar todo o ambiente com o leque, pedindo para que oyá traga bons ventos para seu lar; que a casa seja sempre positiva; que as pessoas mal intencionadas e espíritos desencarnados sejam afastados; e que todos os que ali habitam tenham prosperidade, fertilidade, harmonia, etc.

Depois disso, coloque a terra, a água e o dendê dentro da quartinha, tampando-a.

Deixe essa quartinha, com as três cabaças, no mesmo local, para proteger sua casa. Ebó de Osalá para tirar Ajé 10 fitas Brancas com 1m 4 m de Morim branco

1 preá branca

1 obi funfun

1 vela branca

Ervas: poejo, cana do brejo, funcho, macaça, folha de goiaba Modo de Fazer:

Dentro do mato, enrolar a pessoa toda no morim branco, jogar as fitas bancas por cima de seus ombros, sendo 5 de um lado e 5 de outro. Esfregar o obi na pessoa e abri-lo, sacrifique-o tirando

o bruto, jogue-o na terra dizendo para ONILE que segure ali todo

o ajé, todo o mal , toda a feitiçaria que se encontrava naquela pessoa. Esfregue a preá das cabeças aos pés, solte-a pedindo a Baba de Osalá que dê vida longa e caminhos abertos para essa pessoa. Passe a vela apagada e jogue longe dentro do mato dizendo “ Estou apagando a força do inimigo, apagando a feitiçaria e apagando Iku.”. Retire as fitas e balance-as ao vento e ponha esticada numa árvore, desenrole a pessoa do morim

e balance o morim ao vento, deixe-o esticando em uma árvore e dê as costas. Retornando para o Ilê. Chegando na roça tomar banho cozido com as ervas acima citadas misturadas com efum africano. Tomar um chá de funcho adocicado.

Comida a Sorte

Uma galinha branca Um peixe vermelho ou sioba Camarão grando fresco Vinho Branco Vinho tinto Vinho moscatel

3 colobos de louça com mel / dendê / água

3 colobôs de louça com efum / osun / wají 7 pratos de louça 7 talhas de flores diferentes Sacrifica-se a galinha para o Ogum do portão, corta-se em 6 partes tempera-se com cebola camarão e azeite doce e distribui cada parte em um prato, o peixe também é preparado com os mesmos temperos, assado na folha de bananeira ocupará o 7°prato. Chegando na praia, estende-se uma toalha branca e arruma-se a mesa como se fosse um banquete e oferece-se a sorte do Yawo. Chama-se Ajè Xaluga, neste momento de um banho no Yawo com a

seguinte mistura: Sementes de girassol, arroz com casca, açúcar cristal e fava de imburana tudo em grande quantidade. Obs: Nos colobôs de dendê, mel e água servir um pouco de vinho branco, vinho tinto e vinho moscatel.

Presente as Águas

Uma talha Grande Colobôs com comidas de todos os orixás Brinquedos de crianças Espelhos Pentes Sabonetes Vinho branco Perfumes Doces Fitas de várias cores Flores 2 galinhas brancas que são sacrificadas na água na hora da

entrega do presente. Estando a talha pronta, coloca-se a mesma na cabeça da yawo, que deverá ficar de joelhos para recebe-la, e assim, a Yawo toda trajada de branco sai com a talha da cabeça. Antes de sair canta-se 3 cantigas para o orixá do yawo ao chegar na beira da praia, canta-se cantigas de Yemanja, Oxum e Nana. Por se tratarem de orixás Odo. Depois então faz-se a entrega do presente. Em seguida a entrega do presente, dá-se de comer a Sorte, tanto o presente as Águas como a comida a Sorte deve ser realizada num sábado ou quarta-feira de lua crescente ou lua Cheia. EBÓ TÓYA KÓSÌ REMOVER DOENÇAS, PRAGAS, FEITIÇARIAS, BAKU E EGUN Material:

1 Vara de bambu que deverá ser partida, ao comprido, em 4, pega- se 1 parte destes 4 e confecciona-se na ponta deste uma espécie de ponta de flecha, lembre-se embora partida em 4 esta vara continuará com seu comprimento que normalmente chega a 2metros, as vezes até 3. Pinta-se 1 alguidar número 05 e 1 quartinha com tampa sem alça de Efun, Ossun e Wají. 1 Galinha D‘Angola

1 Ekuru

1 Acaçá

1 Acarajé 1 Aberém 1 Bola de Canjica 1 Bola de Feijão Preto 1 Bola de Arroz 1 Ovo

1 Bola de Farinha

Tudo isso em Tamanho exagerado, E 1 Bacia de Pipocas. 1 Estoura Balão (Fogos) Modo de Fazer:

Levar o Filho de Santo no mato, no pé de uma Árvore Frondosa. Entregar na mão direita dele a Galinha D’Angola que será segura pelas Patas. Na mão Esquerda a Vara de Bambu, o Alguidar pintado nos Pés da Árvore e Junto a Quartinha sem nada dentro apenas tampada, e pede-se ao Filho de Santo para mentalizar tudo que deseja que saia da Vida dele e do Corpo. E vai se passando todas as comidas começando pelas comidas escuras e terminando com as Pipocas. Ao terminar de passar todas as comidas, o Filho de Santo encosta a Lança de Bambu rente ao Tronco da Árvore, na mão esquerda então, ficará a quartinha. Tira-se a Tampa, pede-se ao Iyawo fale com a boca dentro da quartinha pedindo para sair tudo de ruim da vida dele,tampa-se a Quartinha e manda-se o Iyawo atira-la ao chão para que se quebre. O próprio Iyawo faz um Sarayê com a Galinha em seu Corpo e a Joga bem longe com toda a Força. Neste mometo, dá-se na mão do Filho de Santo o Estoura Balão que será apontado para bem longe botando para correr então todas as mazelas que estavam na vida daquela pessoa. Durante todo o processo deste ebó, canta-se para Omolu. EBÓ ESÚ PARA TRAZER DE VOLTA PESSOA SEQUESTRADA OU PRESA Material:

1 gaiola sem uso; 3 passarinhos; 3 kilos de Canjica cozida 3 cabacinhas cortadas; mel; azeite de dendê; pinga; 1 peça de roupa da pessoa. Modo de fazer:

Trate dos passarinhos em sua casa, por pelo menos 3 dias. Faça essa oferenda na mata, num local onde tenha terra. Antes de entrar na mata, você deve oferecer a Exú as três cabaças (uma com mel, a outra com dendê e a última com pinga). Fale em voz alta, dizendo o que veio fazer, e peça agô, a Exú, para entrar na mata. Feito isso, limpe o local onde você vai fazer a oferenda. Faça um círculo no chão para colocar a gaiola com os passarinhos. Coloque em cima da gaiola a peça de roupa da pessoa. Solte o primeiro passarinho, pedindo para Exú encontrar fulano de tal (pronunciar o nome completo). Solte o segundo pássaro, pedindo que a pessoa seja libertada. Quando soltar o último pássaro,

peça que a pessoa venha a salvo até sua casa (fale em voz alta o endereço). Quebre a gaiola totalmente e cubra com bastante ebô , deixando-a no local. Assim que a pessoa retornar, ela deve usar a peça de roupa que você utilizou na oferenda. Obs.: Em agradecimento pelo regresso do ente querido, deve ser copado um Cabrito calçado para Exú. EBÓ PARA TER ÊXITO E MOVIMENTO EM CASA COMERCIAL E ILE ASÉ

MATERIAL 21 obi 21 orogbo 01 litro de gim 01 garraga de azeite de dendê Ewe Ireke (folha de cana de açúcar) Ewe Epa (folha de amendoim) Ero Osun (solanaceae) Epo Odu (erva moura) Ogede Omini (bananeira) Iyo (sal)

MODO DE FAZER:

Soque num pilão todas as folhas misturando-as aos outros materiais. Em seguida, abra uma fenda no meio da casa comercial e enterre esta massa, enrolada em um pano branco. Cubra a fenda. Esta oferenda deve ser direcionada a Esu, guardião dos templos, casas cidades e pessoas, e intermediário entre os homems e os deuses. EBÓ PARA ATRAIR FORÇAS DAS DIVINDADES AFRICANAS PARA ILÈ ASÉ

MATERIAL

Uma vasilha branca 9 moedas (se for homem) 7 moedas (se for mulher) 20 gotas de azeite de dendê Sal grosso Gim

MODO DE FAZER:

Na vasilha coloque água e as moedas. Acrescente sal grosso, gim e o azeite de dendê. Deixe e vasilha no pé de Esu se o tiver assentado, caso contrário, coloque na sala e deixe de uma dia para o outro. Faça o pedido à Iyá mí entregando esta oferenda em troca de

prosperidade para você e seus filhos de santo. Faça seu pedido saudando a Elá:

Elá Boru!

Elá Boye!!

Elá Bosise!!! ÈBÓ PARA ARRUMAR EMPREGO MATERIAL 2 Inhame Da costa Dendê

1 Obi roxo 2 Pratos Danda da costa em pó 14 Folhas de fortuna 2 Favas de Èsú

1 Alguidar

7 Ovos

Bastante moedas MODO DE FAZER:

Os dois inhames da costa devem ser bem cozidos, e sua água é

para tomar um banho ao fim desta obrigação. Então pegue os dois pratos e coloque um do lado do outro, amasse cada inhame em cada prato, com suas próprias mãos e junte ao inhame, um pouco de dendê, os 2 obi roxo ralados, danda da costa em pó, folhas da fortuna 7 em cada prato triture bem, as 2 favas de Èsú raladas uma em cada prato, então após o banho, ou seja no outro dia de manhã em jejum, passe esta massa em todos os dois pés, entre os dedos enfim passe bem, coloque uma meia, e fique com este ebo nos pés no mínimo por 4 horas, fazendo seus pedidos a Èsú caminhos de emprego rapidamente, passado este período, retire tudo e coloque dentro do alguidar, cubra com bastante dendê e quebre dentro 7 ovos, leve e coloque em uma estrada de grande movimento e que você não veja seu final, jogue por cima de tudo bastante moedas, novamente peça a Èsú dinheiro, e caminhos de emprego. ÈBÓ P/TIRAR QUEIMAÇÃO MATERIAL Panela de barro

9 Ovos

9 Cebolas Dendê Peneira pequena Mel Morim branco MODO DE FAZER:

Pegue uma panela de barro coloque em sua frente, passe em todo o corpo 9 ovos, e as 9 cebolas, coloque dentro desta panela e cubra com dendê, em seguida coloque a peneira na boca desta panela e derrame o mel, e peça as forças da Terra que tire tudo de ruim de sua vida, ebo, feitiços, olho grande e queimação, e que seus inimigos não possam lhe enxergar. Este ebo será feito em local de mato queimado e/ou seco, e que tenha formigueiro perto, então cubra com o morim branco, e ao chegar em casa tome banho com sabão da costa e/ou sabão de coco. Após o Ebó prescrito acima aconselha-se a fazer o seguinte banho abaixo --->> BANHO FORTALECER ORI MODO DE FAZER:

Pegue água de coco verde, quine dentro de uma vasilha com folhas de algodoeiro, elevante, e tome este banho varias vezes sempre ao amanhecer, antes tome banho com sabão da costa e/ou sabão de coco, após feito isto tome banho com as ervas, logo a seguir coloque um akasa em sua cabeça e amarre com um morim branco e fique pôr duas horas, depois leve em um jardim e coloque em baixo de uma arvore.

EBÓS DE ODUS

EJIOKO

2 búzios abertos Respondem: OGUN -IBEJI

EJIOKO

1º) EDA

Ebó

2 mts de morim branco

2

maçãs

2

velas

2

acaçás

2 bananas ouro

2 moedas

1 cabaça mel Procedimento: abrir a cabaça tirando a tampa e colocar tudo dentro menos as velas; mandar o cliente pedir tudo ali; embrulhar após tampar a cabaça com morim branco e entregar na beira de um córrego de cachoeira.

2º) VOIA

Ebó

2

bonecos de pano

2

acaçás

2

pratos brancos 2 gemas de ovo

2 velas

2 fls. De peregun. 2 favas de ogum 2 tiras de papel com nomes do que se quer pedir Procedimento: colocar os bonecos em cima dos pratos: abri-los pelas costas; colocar as gemas, os acaçás, as favas e as tiras com papel e os nomes escritos; embrulhar os bonecos nas folhas de peregun, arriar no mato com as velas acesas.

3º) EDE Ebó

2 pratos de barro

2 atoris de guaximba 2 sapos vivos

2

velas

2

fitas

2

ekurus

2 bruxas de pano

(*) escrever o que deseja em papel Procedimento colocar os prato, os atoris em cima deles, os sapos, cada um em um prato, os ekurus e as bruxas de pano. Bater com vagar nos sapos com os atoris para eles pularem para o mato e pedir que eles encontrem caminhos para resolverem o que se quer. Acender as velas. Ir embora.

4º) NITÁ

Ebó

2 acaçás

2 farofas de mel e azeite

2

espadas madeira

2

potes de barro

2

fls. De peregun.

2

pratos (pires)

2 mts morim branco 2 copinhos Procedimento: colocar os potes em dupla; dar na mão do cliente as duas espadas de madeira; passar nele tudo e colocar tudo dentro dos potes, quebrando as espadas. Despachar no mato.

5º) OLARIN

Ebó

1 panela de barro com tampa

2 facas

2 pedaços de ferro gusa

2 acaçás

2 acarajés

2 velas

2

fls. De jurubeba. mel vinho moscatel

2

velas

2

caixas de fósforo

2 orobôs

Procedimento: passar no dia de Terça-feira no cliente as facas e tudo do ebó: colocar tudo na panela de barro: temperar com mel e

vinho; depositar nos pés de uma mangueira frondosa e pedir ao ODÚ o que deseja para o filho.

6º)

OITÔ

Ebó

2 flechas de bambu com 2 mts cada (ebô de d’Osalá) um pouco 2 punhados de areia do mar 2 conchas

2 búzios

2 saquinhos de morim branco

2

moedas

2

acaçás

2 tiras de palha da costa Procedimento: fixar entre o cliente no mato as duas flechas de bambu no chão; colocar em cada uma a areia; em cima da areia o ebô; o resto colocar nos saquinhos e amarrar em cada ponta de vara com tiras de palha da costa; pedir o que desejar.

7º) NIOSALAN Ebó 2 pombos brancos

2 mts de morim branco

2

velas

2

acaçás

2 favas de cumarú

2 caixas de fósforo

Procedimento: embrulhar o cliente no morim; passar mel tudo; embrulhar os ingredientes no morim com o seu suor e soltar os pombos, pedindo ao ODÚ que tire as pragas do filho e que as aves vão buscar sua felicidade e paz perdida pelos ajés. Este ebó deve ser feito em um dia de sábado, no mar.

8º) ONAN

Ebó

2 bagres

2 mts de morim vermelho

2 acaçás

2 ovos

1 farofa de dendê

1 orobô 1 obi Mel 1 travessa de barro (que dê tudo isto) Procedimento: tirar os ferrões do bagre, enterrar no chão de terra, embrulhar tudo no morim vermelho depois de arrumar tudo na travessa (a travessa é que é embrulhada com o morim). Colocar em uma praça pública e pedir tudo ao ODÚ.

9º)

AJA

Ebó

1 toalha de rosto com suor de 2 semanas da pessoa 2 pedaços de corrente de ferro com 12 cms cada

1 faca

2 acaçás

1 caderno aberto

1 chave de cadeado mel vinho cachaça dendê farofa de mel e dendê Procedimento: esticar a toalha no chão com o sol a pino; colocar sobre ela tudo; fazer uma trouxa e colocar em uma linha férrea onde tiver um desvio. NOTA: se for para pessoa presa, deixar na porta ou próximo a Delegacia ou Tribunal.

10º) KERE

Ebó

2 mts de morim branco, preto e vermelho.

2 acaçás

1 alguidá 2 ferraduras

2 pedaços de imã

2 pedaços de fumo de rolo

2 vintém

1 garrafa de vinho moscatel

1 orobô

Procedimento: colocar os morins em crú no chão. Colocar o alguidá, e dentro dele arrumar tudo; depois embrulhar tudo

passar no cliente de costas e colocar na beira de um rio. Na volta, o cliente toma um banho de água de canjica.

11º) INTÉ

Ebó

 

2

acaçás

2

acarajés

 

2

orobôs

 

2

moedas

2

espelhos

2

figas

2

velas

2

búzios

2 conchas 2 estrelas-do-mar pequena 1 panela de barro

2 mts de morim branco

7 retroz de linha com 7 cores Procedimento: colocar tudo dentro da penal de barro. Embrulhar com o morim e enterrar nos pés de uma árvore seca. Isto é para despachar as pragas e vícios “perigosos” que estejam matando uma pessoa, como: jogo –roubo – bebida – tóxico.

12º) OSSAIN

Ebó

1 saco de estopa 1 kg de pipoca

3

acaçás

3

velas

3

ekurus

3 pedaços de pau seco 3 folhas de peregun 3 retroz de linha nas cores: preto, vermelho e branco. Procedimento: passar tudo na pessoa e colocar dentro do saco com os retroses de linha; enrolar o saco e colocar também dentro do saco a sua roupa velha.

13º) VOIU

Ebó

1

2

3

frango

pardal

acaçás

3 obis

3

moedas

3 punhados canjica e três de deburu Procedimento: passar tudo na pessoa; jogar tudo que for passando no mato; soltar o frango e o passarinho; pedir a VOIU que na

próxima lua cheia lhe traga tudo que lhe tiraram por inveja e desamor.

14º) SIRIM

Ebó

1 curvina

3 farofas, sendo 1 de dendê, 1 de mel e 1 de água.

3 mts morim branco

3 acaçás

3 pedras apanhadas em uma caminho Procedimento: passar tudo no cliente; embrulhar tudo no morim e amarrar no galho de uma árvore frondosa. Não passar neste lugar durante 30 (trinta) dias.

15º) MORUBI

Ebó

1 caixa de fósforos

3 folhas de mamona

3 farofas, sendo 1 de dendê, 1 de mel e 1 de4 água.

3 moedas

3 orobôs

3 pedacinhos de pelo cachorro vadio Mel Procedimento: colocar a pessoa de pé defronte às folhas da mamona’colocar em cada uma das coisas, ou seja, 1 moeda, 1 orobô, 1 farofa (um punhadinho de cada uma); assim que fizer isto, pegue os pelos dos três cachorros e queime-os fazendo com que aquela fumaça leve tudo de ruim da pessoa.

16º) DEJANISSÉ Ebó

1 kg de uva branca

1 bandeira branca com cabo feito com uma vara de algodoeiro 8 palmos de morim branco

8 acaçás

8 moedas

1 obi

1 orobô

1 melão

1 ebô (canjica)

8 ovos

8

búzios

8

conchas

8

bolas de algodão

8

cavalos-marinhos

1 imã

Azougue

Mel –azeite doce 1 travessa branca “grande” 1 inhame cozido (acará) Procedimento: na travessa colocar o melão, o inhame cozido. i ebô em volta de tudo, mas bem arrumado na travessa. Passe a bandeira na pessoa e finque-a no melão que está no centro da travessa. Entregue no mar que tenha mato perto. Derrame o mel e o azeite por cima.

5 búzios abertos

OXE

OSHUN

SANGO

OMULU

YEMANJA

Respondem:

OXE

1º) BEUIM

Ebó

5 palmos de morim branco

5 ovos

5 acaçás

5 bolas de arroz

5 bolas de farinha

5 moedas

Deburu (pipoca) Ebô (canjica) Procedimento: limpar o suor da pessoa com o morim; arria-lo no chão; passar tudo na pessoa e ir colocando no morim fazer uma trouxa e despachar nas águas de um rio.

2º) NILÁ

Ebó

1 panela com tampa (de barro) 5 fitas nas cores: azul, amarelo, rosa, branco e vermelho.

5

acaçás

 

5

obis

5 velas

5 bolas de arroz

Procedimento: em noite de lua cheia e em um dia de quinta-feira, arriar a panela no chão, passar tudo na pessoa e ir colocando dentro da panela. Quando chegar nos obis, em cada um, a e pessoa faz um pedido; leva a panela para o mato, acende em sua volta as 5 velas e no caminho de volta vai jogando fora os obis.

3º) YAPONÃ Ebó

1 saco de estopa

1 bocado de folhas de guandu

1 abano

1 pemba branca

1 espelho

1 moringa de barro

4 acaçás

4 acarajés

4 moedas

Um bocado e deburu (pipocas) 1 mt. Corda de sisal fina. Procedimento: Passar tudo na pessoa e ir colocando tudo dentro do saco, amarrar a boca do saco, bater com ele no chão até quebrar tudo, quando sentir que está tudo quebrado jogue-o em um rio eu tenha muita água. A pessoa deve tomar um banho de ervas: Saião – Bety – Manjericão – Tapete.)

4º) NIOLIGE Ebó 1 figa grande

2 chifres de boi

1 orobô

1 obi

7

7

acaçás

moedas

Procedimento: a pessoa segura a figa nas mãos; o Babalorixa tocando chifres em cima da cabeça da pessoa, coloca dentro dos chifres 1 orobô e no outro 1 obi; coloca 3 moedas e soca 3 acaçás em cada chifre’a figa, 1 acaçá, 1 moeda e os chifres com as coisas dentro coloque em cima de uma árvore frondosa. Peça ao ODÚ o que deseja.

5º) MATALAMBI Ebó

1 bacia de ágata

água de cachoeira

7

búzios

7

argolas

70 moedas corrente

7 gemas de obo 7 obis

7 conchas

7 cavalos-marinhos

Procedimento: encher a bacia com água, colocar tudo dentro arrumado e a pessoa com as suas mãos leva em uma pedreira e deposita lá no alto.

5º) BEKA Ebó

1 cabaça grande

7 acaçás

7 punhados de areia do mar

 

7

favas de Osalá

 

1

pombo branco 7 imãs

 

7

moedas

7

gotas de azougue

1 estrela-do-mar 1 orobô Mel Vinho moscatel Procedimento: colocar tudo e temperar dentro da cabaça; colocar tudo em uma relva no mato. Soltar o pombo e pedir o que deseja ao ODÚ ODI BEKA.

6º) OMINITÁ

Ebó

7 quartinhas de barro

7

argolas douradas

 

7

orobôs

7

moedas

7

choros

7 conchas

7

cavalos-marinhos

1 igbin branco

Procedimento: ir a uma cachoeira bem bonita e na beira d’água encha as quartinhas: faça uma estrela de 6 pontas: coloque tudo dentro das quartinhas com água e tampe. O igbin passe pelo corpo e peça ao ODÚ ODI OMINITÁ que lhe traga tudo de bom e que as águas leve tudo mal. Solte o igbin no meio das quartinhas arrumadas sobre a estrela desenhada no chão.

7º) ERÉ

Ebó

2 mts de morim branco

1 ferradura usada

1 rédea com cabresto e brindo

6 facas punhais

7 acaçás

7 kg de milho cru

70 moedas

1 vela grande de cera

1 cabaça grande

1 bolsa de areia

do mar

Procedimento: levar a pessoa no mato, fazer um quadrado com a areia do mar no chão; colocar em cima a cabaça aberta, em cima, separando a tampa: passar tudo na pessoa e ir colocando dentro da cabaça. Quando terminar tudo, tampe a cabaça e embrulhe no morim: acenda a vela e vá embora.

8º) MURITÓ Ebó

1 pacote de algodão

1

coração de bananeira

7 espigas de milhos

7 moedas

7

acaçás – 7 acarajés 7 atoris de bambu

1 ebô de Osalá

1 caixa de fósforos

1 alguidá grande

Procedimento: fazer 7 buchas de algodão e amarrá-las na ponta das guaximbas, uma por uma, colocar o alguidá no chão: passar tudo na pessoa, acender 2 buchas de cada vez e uma no final cruzar a pessoa; sacudir para apagá-las e colocar nas bordas do alguidá. O coração da bananeira deve ser colocado no centro do alguidá e em volta o ebô de osalá. Entregar no mato ao ODÚ MURITÓ ODI.

9º) YUMILÁ

 

Ebó

70

moedas

1 alguidá grande

1 ebô de osalá

1 milho cozido

7 acaçás

1 vela de 7 dias

1 folhas de amendoeira 1 orobô Mel – azeite doce Procedimento: arrumar no alguidá as 7 folhas da amendoeira:

cerramar o milho cozido, colocar o ebô em forma de morro no meio do alguidá, espalhar as moedas, colocar em volta o acaçá, enrolar na folha de bananeira e no cimo do morro do Ebô, ou seja, em cima colocar o orobô; derramar o mel e o azeite doce. Acender a vela de 7 dias, isto no mato em uma caminho verde.

10º) OANSI

Ebó

7 preás (porquinhos-da-índia

7

orobôs

7

moedas

7

acaçás

Procedimento: levar a pessoa no mato, solta 1 préa, jogar uma moeda, passar um orobô no corpo e jogar também, até completar-se a soltura dos 7 preás. Logo após, passa 7 acaçás no corpo e vem voltando do mato jogando um acaçá de cada vez até sair do mato. Chamar pelo ODÚ e pedir tudo a ele.

11º) KABARA Ebó

1 travessa de barro

1 bagre (tirar o ferrão) 1 farofa de dendê

1

orobô

7

acaçás

7

moedas

7 imãs

7 cajás

7 gotas de azougue

7 velas

7cachimbos de barro Procedimento: arrumar tudo na travessa. Levar em um campo e entregar a ODI –KANBARA. Perdi tudo! Em sol a pino.

12º) ALUSIVARÁ Ebó

1 frango branco

7 acaçás

7 bolas de farinha e 7 de arroz

7 moedas

1 kg de milho cozido

1 saco vazio de pano

½ kg amendoim torrado

7 fitas com 7 cores

1 orobô

1 alguidá grande Procedimento: passar o frango na pessoa junto com tudo, menos o milho, o amendoim e o orobô. Colocar tudo dentro do saco; no alguidá colocar bem arrumado o milho e o amendoim, e por cima do amendoim o orobô. O frango solta-se no mato. Entrega-se o alguidá arrumado em uma praça pública que tenha jardim.

13º) EDU-KANKAN Ebó

1 lata de banha de 20 kg

1 alguidá bem grande

7 brasas bem acesas

7

ekurus

7

ekidis

7

acarajé

7 bolas de farinha

1 farofa de dendê

^1 punhado de deburu

7 palmos de morim vermelho

7 velas

1 pote de pólvora

Procedimento: na beira de uma cachoeira passar tudo na pessoa e ir colocando dentro da lata ou do alguidá; por cima colocar as brasas bem acesas, fazer uma bucha de papel com pólvora, jogar dentro da lata ou do alguidá: quando explodir, dá uma banho na pessoa nas águas.

14º) SALANGÁ Ebó 1 tijela branca 7 tijelinhas 7 obis

6 acaçás

7 búzios

7 cavalos-marinhos

7

conchas

7

moedas

7

velas

Mel –azeite doce 7 raízes de erva pombinha

Procedimento: arriar tudo de “pirose” ou seja, em cada tijela, 1

a tijela maior

fica na mão e as pequeninas em volta; acender em cada uma, uma vela pedir tudo a ODI SALANGÁ, que lhe traga tudo de bom.

acaçá, 1 búzio, 1 cavalo-marinho, 1 moeda etc

15º) EBENEDI Ebó

7 palmos de morim vermelho

7 pedaços de fita com 7 cores (1 mt cada)

7 bolas de farinha

7 acaçás

7 bolas de arroz

7 pembas com 7 cores 1 obi

7 velas

7 búzios

1 cabaça

7 doces brancos Procedimento: colocar tudo na cabaça e a e pessoa leva no mato para oferecer ao ODÚ EBENEDI. A cabaça é enrolada no pano vermelho e amarrada com as fitas.

16º) OSSI Ebó

1 baixela de prata

1 tijela bonita tipo terrina 6 pedras semipreciosas

6 búzios

6 imãs

6 conchas

6

gotas de azougue

6

cavalos-marinhos

1 pedaço de ouro

1 fava de aridan

600 ramos de trigo Mel Procedimento: este ebó faz-se por 12 meses a contar do mês que fizer; a cada ano se renova e se acrescenta alguma coisa de axé de OBARA. Ele fica guardado na casa da pessoa todo tempo em que ela existir.

 

EJIONILE

8 búzios abertos

Responde:

 

OSOGUIAN

EJIONILE

1º) OLANFIM

Ebó

8 palmos de morim 89 bolas de arroz e 8 de inhame

8 moedas brancas

8 ovos

8 folhas de colônia

8 acaçás

Procedimento: passar tudo na pessoa e fazer uma trouxa com tudo

dentro após passar na pessoa. Colocar no mato.

2º) ODOLUÁ

Ebó

1 cabaça

5 cabacinha

8 varas de atori de algodão

8 moedas

8 cavalos-marinhos

8 acaçás

8 bolas de inhame

Um punhado de ebô (canjica) Areia do mar Água do mar Procedimento: fazer uma estrela desenhada no chão: colocar “no centro a cabaça grande aberta, colocar tudo dentro e as 8 cabacinha em volta: encher com água do mar. No desenho no chão cobri-lo com areia do mar também.

3º) KUDIRÉ Ebó

1 mt morim branco 1 ebô

1 tijela de arroz

1 inhame – acará cozido

8

acaçás

8

moedas

1 prato branco

1 pedaço de cristal de rocha Procedimento: passar na pessoa o ebô, o arroz, e limpá-la bem com o morim. Em seguida, coloque no prato o inhame cozido amasiado, coloque os 8 acaçás em volta do inhame e a pedra de cristal cravada no inhame. Colocar em uma cachoeira quando o sol estiver se pondo, seja, vem à tardinha. Pedir tudo ao ODÚ.

4º) SAGRIN

Ebó

8 pombos brancos (erelé)

8 moedas

8 gemas de ovo

8 folhas de peregun Procedimento: colocar nas mãos da pessoa uma gema, em cada mão espalmada. Passar de cada vez os 2 pombos e soltá-los. 2 moedas e jogá-las. 2 folhas de peregun (bata no corpo) e jogar, e as duas gemas que estão nas mão jogue-as também. Renove tudo outra vez até completar tudo, ou seja, 4 vezes. Limpe as mãos e venha embora. NO MATO.

5º) EBUIM

Ebó

1

bacia de ágata

8

pedras brancas

8

búzios

8

moedas

1

estrela-do-mar 8 conchas

8 peixinhos do rio Água limpa Procedimento: deixar em casa em lugar alto (acima da cabeça), durante 8 dias, a contar de um Sábado. Findos os oito dias, levar tudo a uma cachoeira de água limpa e lançar tudo nas águas. Acender uma vela de cera e pedir tudo que desejar ao ODÚ.

6º) SAMANDI Ebó

1

tigela branca

9

argolas brancas

9

acaçás

9 ovos cozidos

 

1

obi

9

folhas de loros

9

bolas de arroz

1 ebô

9 velas Mel – azeite doce Procedimento: arrumar tudo na tijela, levar em uma praça pública que tenha jardim. Acender as 9 velas em volta.

7º) ODÃ

Ebó

1 inhame do norte cozido

9 folhas de mamona 9 ovos

9

acaçás

9

ekurus

1 farofa de dendê

1 frango branco

1 mt de morim vermelho Mel Azeite doce Azeite de dendê Procedimento: amassar o inhame cozido, misturar com azeite doce e de dendê; colocar as 9 folhas de mamona no chão, colocar nelas um pouco de farofa em cada uma, 1 ovo em cada uma, 1 acaçá em cada uma, 1 ekuru em cada uma. As folhas são colocadas em formam de ferradura e a pessoa fica dentro dela, ou seja, dentro do

círculo; embrulha as folhas, vai passando nas pessoas e colocando no morim. O frango é também passado na pessoa e despachado tudo; o frango vivo e o embrulho no morim do ODÚ. Tudo isto vai para o MATO, beira do rio!

8º) LEJÓ

Ebó 1 abóbora de pescoço

9 obesa

9 orobôs

1 imã

1 ferradura

9 búzios

9 conchas

9 acaçás Mel Ebô (canjica) Procedimento: abrir a abóbora ao meio no sentido horizontal:

colocar nela tudo arrumado: jogar por cima mel. NOTA: despachar em um jardim com uma vela acesa.

9º)

OGBO

Ebó

1 pombo branco

1 igbin branco

1 obi

1 orobô

Procedimento: levar a pessoa no mar em noite de lua cheia: olhar

o mar e a

lua levando o obi e o orobô em cada mão; passa-o no

corpo e joga-os nas águas do mar. O igbin e o pombo mostra-os a lua e solta o pombo para o ar e o igbin nas águas. Diga para a lua e para o mar que o que você está entregando possa lhe trazer tudo de bom e progresso.

10º) NEKERENDE Ebó

1 cesto

9 espelhos 9 bolas de arroz

9 espigas de milho

9 acaçás

1 kg de uva branca

9 pêras

9

maçãs

 

1

ebô

Deburu

9 pentes

9 rosas brancas 8 obis Mel 1 mt morim branco Procedimento: arrumar tudo dentro do cesto, levar em uma beira de cachoeira, colocar a toalha no chão e arriar o balaio. Oferecer ao ODÚ ASSA NEKERENDE MEJI. Pedir o que desejar.

11º) NISSEIÓ Ebó 1 rã

1 búzio

1 concha

1 vintém

1 acaçá

9 ovos cozidos Procedimento: levar a pessoa na beira de uma lagoa, conversar com a rã pedir tudo que precisa, solta na água, passa tudo no corpo, o búzio, o concha, o vintém, o acaçá e os ovos, coloque na beira da lagoa e peça tudo que desejar.

12º) MONEANJI Ebó

1 alguidá 7 bonecas de pano 7 fios de palha da costa

13 ekidis

13 vinténs

13 acarajés

13 ekurus

13 obis

13 orobôs

Procedimento: amarrar cada boneca com 1 fio de palha da costa e

1 obi e 1 orobô: colocar em pé na borda do alguidá. Arrumar o restante e oferecer ao ODÚ MONEANJI ODILOBÃ em uma cachoeira.

13º) TAPILEKUN Ebó 1 saco de morim branco

13 varinhas atore de amora

13

moedas

13

búzios

13

acaçás

1

orobô

13 espigas de milho

7 folhas de mostarda 13 ekidis ebô Deburu 7 mts de fita nas cores: branca e roxa (com 1 mt cada0.

Procedimento; passar tudo na pessoa, amarrar as varas atoris com as fitas enfeitando-as; amarrar a boca do saco, atravessando as varinhas na boca do saco, levar e oferecer a EJIOLOBANTAPILEKUN na beira da lagoa. Acender 1 vela.

14º) ONIA

Ebó

1 frango branco Ebô (canjica)

1 deburu

1 mt morim vermelho

9

côcos

9

acaçás

9

velas

9 bolas de farinha e 9 de arroz Procedimento: passar o frango na pessoa e soltá-lo no mato. Arriar no mesmo local o pano. Os 9 côcos abertos e dentro deles colocar um acaçá, 1 bola de arroz. 1 farinha, o deburu e o ebô. Acenda as 9 velas e enfeite e obrigação e venha embora.

15º) OBAKARÓ Ebó

1

gamela 1 ebô

9

búzios

9 conchas Milho cozido 9 imãs

9 moedas

9 fitas com 9 cores Mel Procedimento: arrumar tudo dentro da gamela, enfeitar com as fitas e oferecer no alto de uma árvore na cachoeira.

16º) BONIATÁ Ebó

1 cesto

1 abacaxi

14 bananas da terra

14 acaçás

14 frutas-de-conde

folhas de melão de São Caetano

1 melão

1 mamão

14 ovos cozidos Uvas moscatel e branca 14 mts de fita nas cores Procedimento: forrar o cesto com as folhas do melão de São Caetano e arrumar o restante a gosto. Arriar e oferecer ao ODÚ no mato.

9 búzios abertos

OSSA MEJI

YEMANJA

OYÁ

OSSA MEJI

1º) ISSA

Respondem:

Ebó 1 mt de pano vermelho 1 tijela branca 1 kg de arroz

99 moedas

1 orobô

Procedimento: a pessoa vai a uma praia do oceano que tenha ondas e em lá chegando, mistura, com a mão esquerda, o arroz com as moedas. Logo em seguida, a pessoa já está com o morim às costas, pega o orobô na mão esquerda, oferece a ISSA ODÚ na 9º onda. Jogue o orobô nas águas, balance o pano vermelho e peça tudo que desejar. Logo após jogue o pano nas águas e venha embora.

2º) TERE

Ebó

1

alguidá vidrado

27

moedas

9 ovos

9

maçãs

9 ovos cozidos

9

bolas de farinha

9

bonecos de pano

9

espigas de milho

Procedimento: arrumar tudo bem enfeitado no alguidá, engaçar as espigas e arrumá-las também. Entregar no mato em um caminho.

3º) NISSÓ Ebó 9 palmos de morim vermelho

1

cabaça

9

acaçás

9 bolas de arroz

9 ovos cozidos 1 obi 1 orobô

9 búzios

9 conchas Mel Procedimento: arrumar tudo dentro da cabaça, embrulhar no pano vermelho, levar em uma elevação no mato e levantar bem com as mãos e chamar por NISSÓ OSSA MEJI. Pedir tudo que desejar

4º) BKERI Ebó 1 travessa de louça

1 tainha bonita crua

9

acaçás

9

moedas

9 ovos cozidos

1 arroz cozido 9 camarões Procedimento: arrumar tudo na travessa, o arroz, os camarões, os acaçás, as moedas, os ovos: levá-los em uma lagoa e oferecer ao ODÚ.

5º) TEMONJI

Ebó

1

saco de morim vermelho

9

fitas brancas 9 azuis

9

9

obis

imãs

9 moedas

Deburu (pipoca) Ebô (canjica) 9 folhas de lírio copo-de-leite. Procedimento: colocar tudo dentro do saco, levar em um rio limpo, acender 9 velas e chamar por ODU TEMONJI OSSA.

6º) AKANJI

Ebó

8 palmos de morim branco

8 facas

8 acaçás amarelos 1 bacia com ebô *canjica)

8 fitas de 1 mt branca 8 fitas de 1 mt azul claro

8 velas

Procedimento: deitar o morim no chão, arrumar tudo em cima do morim, NO MATO, e acender as oito velas em volta. Pedir tudo que

quiser.

7º) YALANTI

Ebó

8 pedaços de cipós

8

velas

Mel

8

ovos

8 bolas de arroz, 8 de inhame e 8 de farinha.

8 acaçás

azeite doce 1 curvina doce

1 folha grande de taioba

Procedimento: levar tudo para um mato e em um caminho deste mato colocar a folha no chão; colocar em sentido vertical as 8 varinhas de cipós em cima da folha e arriar em cima dos cipós tudo bem enfeitado. Por cima de tudo a curvina assada. Derramar por cima mel e azeite doce. Peça tudo a YALANTE ODÚ.

8º) EKIO

Ebó

1 moringa

1 alguidá

8 cabacinhas

8

acaçás

8

velas

9 bolas de arroz e 8 de farinha

8 moedas

8 obis

Água limpa Mel – azeite doce Vinho branco Rapadura gengibre ralado

Procedimento: fazer uma mistura com água: a rapadura, o gengibre, a água, o mel e um pouquinho de azeite doce encher as moringas colocar no alguidá a moringa maior. As 8 menores em volta, e nos espaços todos os ingredientes acima, bem arrumadinhos. Entregar NO MATO. Chamar pelo ODÚ.

9º) SILIN

Ebó

1 bagre

8 acaçás

Mel – azeite doce

maçãs

8

pêras

8

8 obis

8

moedas

1 kg de uva branca 1 acará cozido 2 travessa branca Procedimento: o inhame quando estiver bem cozido deve ser descascado e depois bem amassado; misturar com azeite doce e mel; esparramar na travessa, arrumar o bagre cru (sem ferrão) (cortá-lo), arrumar em volta as frutas e tudo; oferecer ao ODÚ em cima de uma árvore frondosa e deixar lá para o tempo consumir.

10º) KOKONISSE

Ebó 8 fitas azul clara e 8 brancas (metro)

1 ebô (canjica)

1 cabaça grande

8 argolas branca 1 obi

1 orobô areia do mar

8 búzios

8 moedas

8 conchas

1 travessa de barro grande

8 acaçás

Mel – azeite doce Procedimento: abrir a cabaça, colocar tudo dentro, desde a areia até os acaçás. Colocar na travessa de barro a canjica preenchendo toda à volta da cabaça e, espalhado em volta às fitas para enfeitar. Despachar em oferecimento ao ODÚ em uma árvore frondosa. NO MATO!

11º) IRÔ

Ebó

8 broas de trigo (pão)

8 moedas

8 acaçás

8 doces brancos

1 travessa de louça branca Mel 8 pedaços de fitas azul e branca Procedimento: arrumar tudo na travessa e esparramar mel por cima. Com as fita faça uma trança e envolva as coisas arrumadas com ela. Entregue em um MATO.

12º) SAKONÃ Ebó

1 SACO DE MORIM BRANCO

8 pedaços de cadarços

8 maçãs

8 batatas doces cozidas 8 obis

9

orobôs

8

búzios

8 bolas de arroz e 8 de farinha 1 acará cozido e descascado 1 vara forte de guaximba procedimento: passar tudo na pessoa, colocar tudo dentro do saco, amarrar sua boca, atravessar o pau (guaximba) na boca do saco através do ombro; a pessoa caminha 8 metros mais ou menos, viras as costas e vir embora. Na volta, tomar banho de macaçá – Saião – Tapete – Elefante – Oniri – Alfavaca.

13º) SOIA-DÃ Ebó

1 travessa de barro 1 peixe agulha cru

1 ebô (canjica)

8 cravos de costa da índia 8 noz-moscada 1 obi

1 orobô

Melão de São Caetano Papel crepom com 7 cores picados Procedimento: Embrulhar a pessoa no morim, passar tudo nela; depois tirar o morim, quebrar os pratos, embrulhar tudo e colocar no mato.

14º) XANAN

Ebó

2 mts de morim branco, vermelho e preto.

2

pacotes de pólvora

2

pedras de fogo

 

2

acaçás

2

fls. De bananeira.

2

caixas de fósforos

1 alguidá

Procedimento: arriar todos os morins no chão: colocar em cima deles o alguidá com a pólvora; passar o resto na pessoa; queimar a pólvora e bater no cliente com as fls. De bananeira. Jogar água, virar as costas e ir embora. Tomar banho de abo e arriar um Ebô D’Osalá.

15º) LESSA

Ebó

2 acarás bem cozidos (inhame)

2 pratos brancos 2 velas 2 mts morim branco Mel Azeite doce

1 paliteiro de ogum

Procedimento: arriar no prato um acará com azeite doce, paliteiro e tempero. No outro prato somente o inhame com tempero e tudo. A pessoa levanta os 2 pratos e oferece ao ODÚ, deposita o paliteiro na estrada do trem e o outro na rodovia.

16º) BENESSÔ Ebó 1 travessa branca

1 inhame acará cozido 9 ovos cozidos Ebô 9 cavalos-marinhos

1 estrela-do-mar

9

acaçás

9

conchas

9

búzios

1 imã

Azougue

Procedimento: arrumar tudo bem enfeitado na travessa e arriar tudo em um morro que fique de frente para o mar. Peça tudo o que desejar ao ODÚ.

 

EJILOSEBORA

12 búzios abertos

Responde: SANGO e 12 OBÁS

 

EJILOSEBORA

1º) OBAMUKUILA Ebó

1 gamela

12 acaçás

12 moedas

12 búzios

12 conchas

12 cavalos-marinhos

1pedra de fogo

1 orobô Mel Procedimento: colocar tudo na gamela, bem enfeitado, e colocar em uma pedreira com 1 vela acesa.

2º) OBA ZANKE Ebó

1 abóbora moranga

1 orobô

Vinho moscatel 120 moedas Mel 1 imã

1 fava de Sango

1 acará

Procedimento: colocar tudo dentro da abóbora. Tampá-la e colocá-

la no mato.

3º) OBA MUKANDE Ebó

1 gamela Areia do mar

12 cavalos-marinhos

12 búzios

12 conchas

120 moedas

12 acaçás

Azougue Vinho moscatel

Mel – azeite doce

12 orobôs

Procedimento; arrumar tudo na gamela, derramar por cima o moscatel, mel, azeite doce e entregar em uma praça pública.

4º) OBÁ ELA Ebó

12 palmos de morim branco

12 mts de fita nas cores branco marro (6 mts de cada)

12 moedas

12 acaçás

12 imãs Canjica (ebô). Procedimento passa no pano na pessoa tirando bem o seu suor, abra o pano no chão, passe tudo na pessoa e embrulho e o pano. Despache em uma ladeira de morro.

5º) OBA AZALUM Ebó 1 quartinha com água 12 mts de cadarço branco

12 fitas com 1 mt nas cores branco marrom

12 moedas

1 imã

1 aberem

12 acarajés

12 doces brancos

1 alguidá

12 varas de galho de café

1 orobô

1 brasa

Procedimento: arrumar tudo no alguidá, colocar em pé na beira do

alguidá as varas do café e colocar a brasa ardente na quartinha com água; levar tudo em um caminho no mato e voltar por outro caminho.

6º) OBA BARÚ Ebó

1 alguidá

6 velas

6 pregos de cumieria

1 marreta pequena

6 pedras apanhadas em estrada num dia de quarta-feira

6 acaçás

6 imãs Azougue

6 quiabos cozidos

1 ebô

6 ramos de trigo

6 moedas douradas

1 pedaço de cobre

1 cristal

12 velas Procedimento: arrumar tudo no alguidá e colocar em cima de uma pedra no morro com o sol a pino, de preferência às 12:00 horas. Chamar por EJILASEBORA OBA BARÚ.

7º) OBA ODUDUWA Ebó Mel Areia do mar 12 bandeirinhas feitas com varinhas algodoeiro ou café nas

cores: vermelha, branca, marrom, azul, verde, amarelo, sendo duas de cada. 12 cavalos-marinhos

12 búzios

12 conchas

1 imã

12 acaçás

12 acarajés em azeite doce 12 quiabos cozidos Canjica

1

gamela

12

orobôs

Procedimento: arrumar bem enfeitado tudo na gamela derramando em primeiro lugar a areia dentro dela, em seguida todo o restante, derramando o mel. As bandeirinhas são fixadas em volta da gamela na areia, os quiabos ficam de pé entre as bandeirinhas. Entregar tudo isto em uma montanha da qual se aviste o mar. Chamar pelo ODÚ.

8º) OBA KARENTE Ebó

1 gamela

1 kg de uva branca

1 canjica

1 orobô

1 cristal de rocha

Procedimento: derramar nba gamela o ebô (canjica), por cima o cacho de uvas, o orobô e o cristal. Colocar o ebó em cima de um pé de caju ou jaqueira, ou ainda uma gameleira.

9 o ) OBA MUKUILAODI Ebó 1 preá

12 moedas

3 orobôs Procedimento: passar o preá na pessoa levá-la na entrada de um mato, segurar um orobô com cada mão, fazer seus pedido, jogar os orobôs no mato, soltar o preá, passar as 12 moedas no corpo e jogá-las no mato. Pedir ao ODÚ o que desejar.

10º) OBA ZANKE ODI 2 mts de morim branco

1 alguidá

1 abóbora moranga

1 orobô

Mel Vinho moscatel

12 moedas

6 argolas de cobre

1 imã

1 cristal

6 gemas Ebô Milho Procedimento: colocar no alguidá a moranga. Tirar uma tampa, colocar tudo dentro dela, tampá-la, embrulha no morim com laço e pendurá-la no galho de uma árvore frondosa. O alguidá quebre-o bem, atirando-o longe.

11º) OBA MUKANDE ODI Ebó

12 acaçás

1 imã

1 travessa de barro 1 amalá com azeite doce

1 amalá com azeite de dendê com 6 quiabos (carne não leva)

6 quiabos

1 tijelinha de barro

12 moedas

12 orobôs

12 cavalos-marinhos

12 búzios

1 bandeira branca com haste de guaximba Procedimento: dividir na travessa de um lado o amalá de azeite doce com 6 quiabos, na outra metade o amalá com o azeite de dendê, no meio a tijelinha; dentro da tijelinha ponha o imã, as 12 moedas, os 12 búzios. Em volta da travessa ponha de cada lados os 6 orobôs e 6 acaçás e os cavalos-marinhos no centro, dentro da travessa finque a bandeirinha branca. Entregue no mato em uma elevação. Chame pelo ODÚ.

12º) OBA ELA ODI Ebó

12 moedas

2 mts de morim branco, 1 foguete de vara 1 alguidá

12

maçãs

12

pêras

12

acaçás

12 acarajés

12

velas

12

orobôs

12 mts de fita nas cores branco, marrom, verde, azul, amarelo e vermelho. Canjica Milho cozido Uva branca 12 doces brancos 12 caju 12 goiabas 12 caixas de fósforo Procedimento: arrumar tudo bem arrumado dentro do alguidá, colocar sobre a pessoa o morim branco; finque o foguete na terra para ser soltado. A pessoa faz uma carta pedindo tudo que está desejando, amarre na haste do foguete com linha e 1 retroz branco. NOTA: Esta obrigação deverá ser feita em um morro que dê para o oceano: tire o pano da pessoa, ponha-o, coloque a obrigação em cima e solte o foguete para o mar (do monte para o mar). Quando estourar grite o nome do ODÚ e peça tudo.

13º) OBA AZALUM ODI Ebó

2 preás 9ou porquinhos-da-índia)

2 orobôs

12 moedas

12 búzios

1 canjica

1 amalá nos dois azeite (sem carne com 12 quiabos) Procedimento: levar tudo para uma cachoeira. Na beira d’água arrie o ebó e o amalá, passe as moedas no corpo, segure a seguir os 2 orobôs, um em cada mão, converse com eles, solte-os na águas. Segure 1 preá em cada mão, converse com eles também e solte-os no mato próximo às águas. Lave a cabeça na cachoeira e venha embora.

14º) OBA BARÚ ODI Ebó

2 gamela 12 moringuinhas Açúcar mascavo Gengibre Moscatel

12

argolas de cobre

12 búzios

12 conchas

1 pedra

Areia do mar

12

cavalos-marinhos

12 acaçás

120 moedas 12 quiabos cozidos Procedimento: colocar na gamela a areia domar: arrumar tudo bem enfeitado dentro da gamela. Diluir o açúcar mascavo com o gengibre ralado, o moscatel e água. Encha as moringuinhas e arrie em u7m mato.

15º) OBA ODUDUWÁ Ebó

1 gamela redonda 1 folha da fortuna

1 orobô

1 canjica

12 camarões

12

moedas

12

acaçás

12 cavalos-marinhos

Procedimento: colocar o ebô dentro da gamela em forma de morro, enfiar os 12 camarões em volta de enfeitando, os 12 acaçás e os 12 cavalos-marinhos e as moedas. Em cima de tudo, no pico do morro feito com o ebô na gamela, finque o orobô e por cima do orobô cubra-o com a folha da fortuna. Ofereça tudo no alto de uma montanha, da qual se veja o oceano. Peça tudo que desejar.

16º) OBA KARENTE Ebó

1 gamela

12 argolas de cobre

1 cristal de rocha

1 acaçá

1 oxê (ferramenta de Sango)

12 búzios

12 moedas

1 fava de Aridã (pedaço) 1 estrela-do-mar (pequena) azougue

1 imã Mel Moscatel Água Procedimento: arruma tudo na gamela, temperar tudo e colocar em oferecimento em uma montanha ou serra.

15 búzios abertos

OBEOGUNDA

Respondem: OBÁ – EWÁ – OSUMARE – OMULU

1º) JAVIBORÉ Ebó

1 cabaça 7 cabacinhas

15 acaçás

15 acarajés

1 azougue

1 imã

1

orobô

15

búzios

15 conchas

1 fava de omulu

1 folha da fortuna

1 fava de aridã

Mel e moscatel Procedimento: arrumar tudo dentro da cabaça, cobrir tudo com a folha da fortuna, e tampara cabaça e oferecer ao ODU OBEOGUNDA JAVIBORÉ pedir o que desejar.

2º) NIBAJI

Ebó

1 cabaça

1 topázio

15 caroços de milho 15 caroços de feijão fradinho 1 acaçá

1 acarajé 1 imã azougue 1 pombo branco Procedimento: a pessoa segura o topázio em uma das mãos, o pombo na outra; mostra a pedra preciosa ao sol; peça tudo que desejar, solte o pombo e arrie a cabaça com tudo dentro nos pés de uma árvore frondosa. NOTA: com o topázio a pessoa façá um cordão breve ou anel e use- o como talismã.

3º) KUKA-TI

Ebó

1 alguidá

1 obi (faca) Milho cozido Deburu Canjica

7 folhas de mamona

7 acaçás

15 moedas

Procedimento: fazer nas 7 folhas da mamona um amarradinho com as farofas; arrumar os embrulhadinhos alguidá, atravessar a faca em

cima, por

ima de tudo passe na pessoa o deburu, o milho e a

canjica, coloque em cima das farofas embrulhadas e da faca. Os acaçás, as moedas e os búzios também passe na pessoa, porém deposite-os nos pés de uma jaqueira com 1 vela acesa. O alguidá ponha no mato.

4º) ELETÁ

Ebó

2 bandeirinhas brancas acima da altura da pessoa ( arranje as varas no mato para fazê-las) 1 pote sem asa

15 moedas

15 acaçás

15 acarajés

15 ovos 15 velas

1 orobô 1 obi 1 espada simbólica feita de vara do mato Azeites Mel Vinho Água Procedimento: coloque a pessoa de frente ao pote segurando as duas bandeiras com as mãos (uma em cada), destampe o pote e vá passando tudo nela e colocando no pote; terminado, quebre a espada, ponha no pote, mande entregar no mato com as bandeiras que ficarão fincadas no chão ladeando o pote.

5º) TOMO ORÚ Ebó

1 cabaça 15 argolas de cobre

1

orobô

15

búzios

15 conchas 1 pedra apanhada no mar Areia do mar 1 estrela-do-mar pequena Mel Moscatel Procedimento; arrumar tudo. Na pessoa passe a cabaça com tudo arrumado e ofereça no tronco de uma jaqueira frondosa.

6º) GIDOGON

Ebó

7 punhais pequenos

15 moedas

15 acaçás

15 acarajés

15 maçãs

15 pêras

15 cajus

Milho cozido Mel 1 travessa de barro Procedimento: arrumar tudo na travessa colocando os punhadinhos separados por 1 acaçás; arrume as frutas em cima do milho e ofereça no mato em uma caminho. Volte por outro caminho.

7º) YAKESSA Ebó

1 mt de morim branco

1 curvina (peixe) cru 1 farofa de mel

1 farofa de dendê

1 farofa de água

15 maçãs

1 acaçás

1 obi

1 orobô 7 mts de cadarço branco Procedimento: arrumar tudo no morim. Embrulhar tudo e amarrar bem com o cadarço. Oferecer no mato.

8º) TOKO EFUN Ebó

1 abóbora de pescoço 1 canjica

7 pembas brancas 15 acaçás 15 acarajés

1 imã

azougue

1 toalha de morim Mel Procedimento: abrir a abóbora no meio no sentido horizontal; colocar tudo dentro, fechar a abóbora, enrolar toda ela com o morim e ofereça em um pé de árvore no tronco alto ao ODÚ.

9º) EWI KORÉ Ebó

1 bacia de ágata

1 obi

1 ebô (canjica

15 moedas

15 acaçás

Mel Azeite doce 1 ojá de morim com renda Procedimento: oferecer assim: coloque o ebô na bacia, os 15 acaçás rodando, as moedas espalhadas, o obi no meio do ebô. Amarrar a bacia com o ojá dando-lhe um laço bonito. Oferecer em uma cachoeira ao ODÚ EWI KORÉ OBEOGUNDÁ.

10º) EWI FON Ebó 1 bandeira branca da altura da pessoa de vara do pau do mato 1 quartinha com 1 orobô e água Procedimento: a pessoa segura a bandeira em uma das mãos e a quartinha na outra; anda 15 passos para frente, crava a bandeira no chão e a quartinha em seu pé (da bandeira); oferece ao ODÚ FON OBEOGUNDÁ. Isto deve ser feito na beira d’água de um córrego ou cachoeira.

11º) EWI TION Ebó 1 faca (obi)

1 telha de cumieria antiga (tipo das de canal)

1 Ossun

1 acaçá

1 acarajé

1 quartinha com água

16 moedas

1 punhado (bom) de areia do mar 15 pregos grandes (maior que puder) 1 bandeira pequena branca

1 orobô

Procedimento: fazer um quadrado no chão, no mato, com a areia do mar; deitar a telha canal, amolecer o Ossun com água e dar efun na telha em pontinhos e rabiscos: pregue no chão em volta da telha os 15 pregos, coloque a quartinha, as moedas, o orobô e finque a bandeirinha e a faca (obi). Ofereça ao ODÚ.

12º) EWI ETA Ebó 1 panela com tampa (barro) 15 tijelinhas de barro 15 favas d’obaluaye

15

moedas

15

imãs

15

obis

15

orobôs

15

acaçás

15 gotas de azougue 15 grãos de pimenta da costa Mel – Vinho moscatel – água Azeite doce e de dendê 1 acará cozido Procedimento: na panela colocar o acará cozido e temperado com azeite doce, azeite de dendê e mel. Nas tijelinhas, em cada uma, colocar: 1 faca, 1 obi, 1 orobô, 1 acaçá, 1 gota de azougue, 1 grão de pimenta da costa, azeites, água, mel e vinho. NOTA: levar tudo arrumado e oferecer no campo ao ODÚ com 15 velas acesas em uma terça-feira.

13º) EWI ORÚ Ebó

1 folha da costa (saião) – das grandes

1 orobô

1 moeda

15 caroços de feijão preto Mel Procedimento: abrir a folha na mão esquerda, colocar em cima dela a moeda, orobô, os 15 caroços de feijão preto e juntar com mel. Pedir olhando para o céu tudo o que desejar ao ODÚ.

14º) EWI AGON Ebó

15 bananas figo

15 acaçás

1 folha de taioba 1 canjica

1 orobô

Mel –azeite doce 15 fitas com 1 mt varias cores Procedimento: abrir a folha da bananeira e nela colocar tudo, embrulhar e amarrar com as fitas e depositar em um pé de cajá oferecendo ao ODÚ.

15º) EWI ESSÁ Ebó 1 cabaça

1 acaçá

150 moedas

150 caroços de milho 150 caroços de feijão fradinho

1 kg de arroz cru

Procedimento: colocar tudo na cabaça, levar a pessoa em uma campo, andar 150 passos sacudindo a cabaça misturando tudo lá dentro e fazendo seus pedidos. Após tudo isto, arrie mansamente a cabaça no chão, destampe-a acenda uma vela e deixe lá no tempo.

16º) EWI EFUN Ebó

1 cristal

1 travessa de louça

1 canjica

15 acaçás

1 orobô 1 obi 15 pembas brancas Azeite doce

Procedimento: arrumar tudo na travessa, o ebô, o orobô, o obi, as 15 pembas e o cristal no meio. Oferecer em um caminho aberto ao ODÚ OBEOGUNDÁ EWI EFUN

16 Búzios Abertos

ALAFIA ONAN

Respondem: Tosos os OSHALAS

ALAFIA ONAN

1º OSO OFUN Ebó 1 cabaça

16 búzios

16 conchas

16 favas D’Osalá

16 moedas

1 pedaço de prata

Mel e azeite doce 2 morim branco Procedimento: arrumar tudo na cabaça, embrulhar com o morim e pendurar em uma árvore frondosa.

2º) Oso Ofan Ebó

1 tigela branca

16 argolas brancas

16 búzios

16 conchas

1 pedra branca

1 acaçá

1 pemba branca azougue

1 imã

Procedimento: arrumar tudo na tijela e oferecer ao ODÚ no alto de uma serra.

3º) OSO DEBUI Ebó

1 metal 1 cesto

1

cesto

 

1

obi

16

acaçás

uvas brancas

16

pêras

16

maçãs

Procedimento: arrumar tudo no cesto e oferecer ao ODÚ e colocar no tronco de uma árvore no alto.

4º) OSO MORÍ Ebó

1 travessa branca pequena 1 ebô canjica 1 bandeira branca

1 obi

Procedimento: colocar na travessa o ebó, fincar a bandeira no meio e colocar o bi: oferecer ao ODÚ na cachoeira em lugar alto.

5º) OSO GBJA Ebó

1 bacia de ágata

1 ebô (canjica)

1 Igbin (caramujo branco vivo) Procedimento: arriar nas águas limpas de uma cachoeira e colocar o igbin em cima do ebô vivo.

6º) OSO LUFÃ Ebó

1 gamela redonda 1 canjica

16 acaçás

16 moedas

16 búzios

1 obi

1 toalha branca com renda

Procedimento: enfeitar a gamela com tudo: levar em uma serra, arriar no pé de uma árvore. A toalha depositar ali na obrigação.

7º) OSO PEONDA Ebó

1 estrela-do-mar (grande)

16 búzios

16 moedas

16 conchas

1 imã

1 obi

1 acaçá Canjica Azougue Procedimento: arrumar tudo dentro da estrela-do-mar em noite de lua cheia e oferecer ao ODÚ em campo limpo.

8º) OSO GBELÉ Ebó 1 mt de morim branco

16 varinhas de atori de café 16 mts de fita branca 16 cará cozido

16 acaçás

Mel Procedimento: enrolar tudo no morim e amarrar em sentido lateral por fora do ebó as 10 varas com as fitas brancas, oferecer nos pés de uma palmeira.

9º) OFU

Ebó

1 folha de taioba 1 inhame cozido

16 acaçás

Canjica

Azeite doce

16 moedas

1 obi

Procedimento: arrumar tudo na folha da taioba e oferecer ao ODÚ na beira d’água em rio limpo ou cachoeira.

10º) OFANTÓ

Ebó

1

Igbin (caramujo 1 búzios

 

1

obi

 

1

moeda

16

ramos de trigo

1

tijela com ebó

Procedimento: arrumar o ebó na tijela. Colocar o búzio. Obi, a moeda e fincar em volta os 16 ramos de trigo. Colocar o Igbin em cima do ebô. Oferecer ao ODÚ no mato que tenha rio ou cachoeira.

11º) BEBUÉ Ebó

16 cocos verdes

16

mamões pequenos

16

acaçás

16

molas de inhame

16 moedas

16 bananas ouro

16 moringuinhas com água

16 bolas de arroz 16 velas

16 rosas brancas 2 mts de morim branco

1 bandeira branca

Procedimento: no mar, colocar a toalha na areia, arrumar uma mesa bem bonita com este material e fixar na areia a bandeira branca e oferecer ao ODÚ.

12º) MORI GITA Ebó

2 pombos brancos

1 obi

1 moeda

1 champagne

Procedimento: solte os dois pombos, abra a champagne, jogue o obi e a moeda na águas da cachoeira.

13º) GBIÃ

Ebó 1 travessa de louça branca 1 curvina (peixe) crua 16 ovos cozidos Ebô

1 obi

16

moedas

16

acaçás

Procedimento: arrumar tudo na travessa e oferecer no mato nos pés de uma árvore frondosa.

14º) LUFÃ ANI Ebó 1 galinha branca

1 mt de morim branco

1 obi

16 moedas

Ebô

Deburu

1 gamela

Procedimento: arrumar tudo na gamela, levá-la no mato e soltar a galinha em oferenda ao ODÚ ALAFIA LUFÃ ANI.

15º) PEONDA OGBI Ebó

1 abóbora de pescoço

16

acaçás

16

búzios

16

moedas

16 conchas Ebô Azeite doce Mel Procedimento: abrir a abóbora, colocar tudo dentro, temperar e oferecer nos pés de uma árvore no mato.

16º) GBELÉ

Ebó

1 pombo

2 moedas

1 obi

1 vela

1 igbin

Procedimento: acender a vela, colocar no chão, segurar o pombo e soltá-lo; jogar águas as moedas: passar em sim o obi e soltar o igbin na beira d’água, na cachoeira.

Ebos de odus EJI-OKO - no caminho de Ogun

7 cocadas brancas 7 akaçás 7 bolinhos de farinha 1 pàdé de mel ou azeite doce 7 velas de anivers á rio 7 copos de guaraná

7 moedas corrente 1 obi Colocar numa praça aberta EJI-OKO - no caminho de Ogun 1 oberó n. ° 06 Caruru no meio de todas as comidas de santo em volta com 2 velas, 1 cesta de fruta. Coloca-se nos pés de Ibeji. OGUM

Dar-se um Aj á para Ogum e alu á , se n ã o souber dar, enfeite- o com fitas e oj á s e apresente a ogun, soltar vivo em uma estrada e ap ó s dar comida a Ogum da prefer ê ncia um bode e dar os banhos na pessoa 1 banho de milho vermelho 1 feij ã o fradinho torrado 1 banho de canjica EBÓ PARA UM CASO DE PRIS Ã O Escreve o nome do preso em 21 ovos Quebrar em volta da delegacia ou pres í dio chamando por ex ú e pedindo. Depois fazer um caruru para 7 crian ç as e fa ç a com que as crian ç as coma com as m ã os e despache na cachoeira, dar um banho com á gua de cachoeira. ETAOGUNDA - PARA ABRIR CAMINHOS 1 oberó n ° 5 1 quilo de arroz cosido 3 rodelas de inhame

3 chaves de ferro

3 velas

Dend ê Bilhete com o pedido, por um pouco de arroz no ober ó , por o bilhete e resto de arroz, as chaves, regar com dend ê e por ú

ltimo por as tr ê s rodelas de inhame; colocar em uma estrada de subida com bastante movimento ou embaixo de uma á rvore oferecendo à Et á ogund á com as velas. EBÓ ETAOGUNDA 1 prato com arroz branco bem cozido 3 rodelas de inhame

3

chaves

3

akaçás

3

velas

1 bandeira branca Arriar para Esu evocando este Orixá com muita fé. IOROSSUN - com a finalidade de acalmar fofocas, intrigas e traições para a casa Miolo de boi Farofa de mel ou água Milho vermelho 7 moedas correntes

7

akaçás

7

velas

1 quilo de arroz com casca maneira de fazer:

Deixar por 4 dias nos 4 cantos da casa um pouco de arroz com

casca, no 3º dia arrumar todos os outros igredientes num oberó deixá-lo na porta de casa, no 4º dia levar esses igredintes pra mata como os nomes de uma parte das pessoas que estejam provocando intrigas e o arroz com casca levar para o mar com o nome das possíveis vítimas da intriga. Yorossun no caminho de Oyá

4

ekurus

4

velas

4

torcida de algodão

4

peda ç os de morim

Passar tudo no corpo da pessoa depois colocar os acuras dentro de peda ç os de morim e vai batendo com elas pelo quintal at é o port ã o para mostrar a Oya o caminho da rua, levar tudo no bambuzal. Amarra-se tudo na ponta de um bambu e acende 4 velas em volta do bambuzal. OSE - CAMINHO E PROSPERIDADE 1 estrela do mar com 5 pontas

5 velas

Milho vermelho Feij ã o fradinho Camar ã o seco 5 ovos 1 prato raso de dend ê Mel Azeite doce

OSE - com a finalidade para properidade no caminho desse Odu 5 punhados de deburu • folha de pelegun • velas para Oss ã e e Omulu OSE - com

5

bonecos

5

alianças

5

espelho

5

pentes

5

ma çã s

5 sabonetes

5v

Vidros de perfume Mel Fita branca e amarela Cesta de vime 1 Omolocum com 5 ovos

Arriar no pé do santo após trê s dias colocar na cachoeira. OSE - para tirar negatividade

5 ovos cozidos - descasca-se a metade

5 charutos

5 inhames cozido

5 punhados de canjica cozida

1

miolo

5

moedas

1 panela de barro n ° 5 EBÓ PARA O ESÚ DO ODU OBARÁ

6 qualidades de legumes, cortado em 6

6

akaçás

6

velas

6 palmos de morim branco

6 punhados de milho vermelho

6

punhados de milho branco

6

bolas de farinha com mel

Passar pelo corpo e despachar em casa comercial ou banco em movimento. EBÓ PARA DESPACHAR NEGATIVO

7 palmos de morim branco

7 akass á s branco

7 acaraj é s frito no azeite doce

7

folhas de pelegun

7

bolas de arroz

7

punhados de eb ô

Passe o murim no corpo, depois o restante arrumar no muram e despachar. Em seguida passe pelo corpo:

2 ma çã s 2 p ê ras • mel ã o

• bananas 2 uvas It á lia 2 velas 2 moedas

Coloque em uma pra ç a e regue com mel e p õ e-se as moedas e entregue a MEGI MEGI nos caminhos de (OBAR Á MEGI), pedir tudo de bom acompanhado de duas crianças. EBÓ PARA A PARTE NEGATIVA DO ODÚ ODI 7 saquinhos de pano vermelho

7 padês de dendê

7 pimenta da costa

7 nomes

passar em 7 encruzilhadas Em cada encruzilhada deixar um saquinho e dizendo; Odi que fique

com fulano. Ao voltar fazer para um Odu bom, para ficar num lugar do que se afastou , um mal vai parir um bom. EBÓ PRA QUEBRA DIFICULDADES

1 peixe vermelho

7 carretéis de linha preta, vermelha, roxa e branca P à d é de azeite doce

7 quartinhas pequena

7 velas

1 prato de papel ã o

Colocar o p à d é num prato, por o peixe por cima, depois de

passado no corpo da pessoa, pegar as quartinhas e mandar a pessoa desenrolar os carreteis colocar em cima do peixe, e falar ODI estou lhe quebrando assim como todas as dificuldades e falta de dinheiro. Obs.: Quebrar as quartinhas uma a uma e depois agradar a um Odu de prosperidade passando tamb é m na pessoa. EBÓ ODÍ LADO POSITIVO

7

cocadas branca

7 velas

7 ovos

7

pad ê s de mel

7 moedas corrente 7 akass á s 7 copos d' á gua com a çú car

Arriar este eb ô numa pra ç a aberta ou num p é de á rvore, n ã o olhar para tr á s de jeito nenhum, ap ó s fazer agrado para outro od ú passando tamb é m na pessoa, odú bom. EBÓ EJIONILE (SAÚDE E GUERRA ) 1 cesta de vime 1 espada de madeira

1

bandeira 1 boneco

8

ekur ú s

8 bolos de farinha

8 bolas de arroz

3 velas 8 akass á s

8

punhados de eb ô

8

frutas diferente

Passar tudo pelo corpo da pessoa, ir arrumando na cesta. Colocar em alto mar ou na praia. Obs ao se escolher as frutas tem que entrar goiaba nessa lista. EBÓ PARA SUBIR NA VIDA 1 gamela 2 qui los de quiabo (cortado fino) 1 Litro de mel 1 quilo de a çú car 1 pemba vermelha ralada

3 vidros de azougue 12 velas

1 caixa de f ó sforo

Bater tudo e passar no corpo. Colocar na gamela e após numa pedreira com a s velas e oferecer a Xangô . EBÓ PARA TIRAR VÍCIO DE BEBIDA 7 garrafas de cacha ç a da pior qualidade 7 garrafas de á gua mineral sem g á s 7 velas vermelha Levar a pessoa na porta de sete bares, por uma garrafa de cachaça uma vela vermelha e uma garrafa de á gua mineral sem gás em cada bar e entregue a Esú Z é Pilintra. EBÓ D'OSALÁ - finalidade trazer a paz 1 casaca de ibi 1 akass á branco

O nome dentro do akass á enfiado dentro do igbi , colocar dentro de uma tigela, por canjica em volta e cobrir com bastante açúcar, oferecer a Obatalá . EBÓ PARA LIVRAR FEITIÇO

1 galo 5 obis Dend ê

Passar no corpo e colocar no ober ó , por na encruza com 5 velas de madrugada

Ebos de odus

EJI-OKO - no caminho de Ogun

7 cocadas brancas 7 akaçás 7 bolinhos de farinha 1 pàdé de mel ou azeite doce 7 velas de anivers á rio 7 copos de guaraná

7 moedas corrente 1 obi Colocar numa praça aberta EJI-OKO - no caminho de Ogun

1 oberó n. ° 06 Caruru no meio de todas as comidas de santo em volta com 2 velas, 1 cesta de fruta. Coloca-se nos pés de Ibeji. OGUM Dar-se um Aj á para Ogum e alu á , se n ã o souber dar, enfeite-o com fitas e oj á s e apresente a ogun, soltar vivo em uma estrada e ap ó s dar comida a Ogum da prefer ê ncia um bode e dar os banhos na pessoa 1 banho de milho vermelho 1 feij ã o fradinho torrado 1 banho de canjica EBÓ PARA UM CASO DE PRIS Ã O Escreve o nome do preso em 21 ovos Quebrar em volta da delegacia ou pres í dio chamando por ex ú e pedindo.

Depois fazer um caruru para 7 crian ç as e fa ç a com que as crian ç as coma com as m ã os

e

despache na cachoeira, dar um banho com á gua de cachoeira. ETAOGUNDA - PARA ABRIR CAMINHOS

1 oberó n ° 5 1 quilo de arroz cosido

3 rodelas de inhame

3 chaves de ferro

3 velas

Dend ê Bilhete com o pedido, por um pouco de arroz no ober ó , por o bilhete e resto de arroz, as chaves, regar com dend ê e por ú ltimo por as tr ê s rodelas de inhame; colocar em uma estrada de subida com bastante movimento ou embaixo de uma á rvore oferecendo à Et á ogund á com as velas. EBÓ ETAOGUNDA 1 prato com arroz branco bem cozido

3 rodelas de inhame

3

3

chaves

akaçás

3 velas

1 bandeira branca Arriar para Esu evocando este Orixá com muita fé.

IOROSSUN - com a finalidade de acalmar fofocas, intrigas e traições para a casa Miolo de boi Farofa de mel ou água Milho vermelho 7 moedas correntes

7 akaçás

7 velas

1 quilo de arroz com casca

maneira de fazer:

Deixar por 4 dias nos 4 cantos da casa um pouco de arroz com casca, no 3º dia arrumar todos os outros igredientes num oberó deixá-lo na porta de casa, no 4º dia levar esses igredintes pra mata como os nomes de uma parte das pessoas que estejam provocando intrigas e o arroz com casca levar para o mar com o nome das possíveis vítimas da intriga. Yorossun no caminho de Oyá

4 ekurus

4 velas

4 torcida de algodão 4 peda ç os de morim

Passar tudo no corpo da pessoa depois colocar os acuras dentro de peda ç os de morim e vai batendo com elas pelo quintal at é o port ã o para mostrar a Oya o caminho da rua, levar tudo no bambuzal. Amarra-se tudo na ponta de um bambu e acende 4 velas em volta do bambuzal. OSE - CAMINHO E PROSPERIDADE

1 estrela do mar com 5 pontas

5 velas

Milho vermelho Feij ã o fradinho

Camar ã o seco

5 ovos

1 prato raso de dend ê Mel Azeite doce

OSE - com a finalidade para properidade no caminho desse Odu

5 punhados de deburu

• folha de pelegun • velas para Oss ã e e Omulu OSE - com

5

5

5

bonecos

alianças

espelho

5 pentes

5

ma çã s

5 sabonetes

5v

Vidros de perfume Mel Fita branca e amarela Cesta de vime 1 Omolocum com 5 ovos

Arriar no pé do santo após trê s dias colocar na cachoeira. OSE - para tirar negatividade 5 ovos cozidos - descasca-se a metade

5 charutos

5 inhames cozido

5 punhados de canjica cozida

1 miolo

5 moedas 1 panela de barro n ° 5 EBÓ PARA O ESÚ DO ODU OBARÁ

6 qualidades de legumes, cortado em 6

6 akaçás

6 velas

6 palmos de morim branco

6 punhados de milho vermelho

6 punhados de milho branco

6 bolas de farinha com mel

Passar pelo corpo e despachar em casa comercial ou banco em movimento. EBÓ PARA DESPACHAR NEGATIVO

7 palmos de morim branco

7 akass á s branco

7 acaraj é s frito no azeite doce

7

folhas de pelegun 7 bolas de arroz

7

punhados de eb ô

Passe o murim no corpo, depois o restante arrumar no muram e despachar. Em seguida

passe pelo corpo:

2 ma çã s 2 p ê ras • mel ã o • bananas

2 uvas It á lia 2 velas 2 moedas

Coloque em uma pra ç a e regue com mel e p õ e-se as moedas e entregue a MEGI MEGI nos caminhos de (OBAR Á MEGI), pedir tudo de bom acompanhado de duas crianças. EBÓ PARA A PARTE NEGATIVA DO ODÚ ODI

7 saquinhos de pano vermelho

7 padês de dendê

7 pimenta da costa

7 nomes

passar em 7 encruzilhadas

Em cada encruzilhada deixar um saquinho e dizendo; Odi que fique com fulano. Ao voltar fazer para um Odu bom, para ficar num lugar do que se afastou , um mal vai parir um bom. EBÓ PRA QUEBRA DIFICULDADES

1 peixe vermelho

7 carretéis de linha preta, vermelha, roxa e branca P à d é de azeite doce 7 quartinhas pequena

7 velas

1 prato de papel ã o

Colocar o p à d é num prato, por o peixe por cima, depois de passado no corpo da pessoa, pegar as quartinhas e mandar a pessoa desenrolar os carreteis colocar em cima do peixe, e falar ODI estou lhe quebrando assim como todas as dificuldades e falta de dinheiro.

Obs.: Quebrar as quartinhas uma a uma e depois agradar a um Odu de prosperidade passando tamb é m na pessoa. EBÓ ODÍ LADO POSITIVO

7

cocadas branca

 

7

velas

7

ovos

7

pad ê s de mel

7 moedas corrente

7 akass á s

7 copos d' á gua com a çú car Arriar este eb ô numa pra ç a aberta ou num p é de á rvore, n ã o olhar para tr á s de jeito nenhum, ap ó s fazer agrado para outro od ú passando tamb é m na pessoa, odú bom. EBÓ EJIONILE (SAÚDE E GUERRA ) 1 cesta de vime

1 espada de madeira

1 bandeira

1

boneco

8

ekur ú s

8 bolos de farinha

8 bolas de arroz

3 velas

8 akass á s

8 punhados de eb ô

8 frutas diferente

Passar tudo pelo corpo da pessoa, ir arrumando na cesta. Colocar em alto mar ou na praia.

Obs ao se escolher as frutas tem que entrar goiaba nessa lista. EBÓ PARA SUBIR NA VIDA

1 gamela

2 qui los de quiabo (cortado fino) 1 Litro de mel

1 quilo de a çú car 1 pemba vermelha ralada

3 vidros de azougue 12 velas

1 caixa de f ó sforo

Bater tudo e passar no corpo. Colocar na gamela e após numa pedreira com a s velas e oferecer a Xangô . EBÓ PARA TIRAR VÍCIO DE BEBIDA 7 garrafas de cacha ç a da pior qualidade 7 garrafas de á gua mineral sem g á s 7 velas vermelha Levar a pessoa na porta de sete bares, por uma garrafa de cachaça uma vela vermelha e uma garrafa de á gua mineral sem gás em cada bar e entregue a Esú Z é Pilintra. EBÓ D'OSALÁ - finalidade trazer a paz 1 casaca de ibi 1 akass á branco O nome dentro do akass á enfiado dentro do igbi , colocar dentro de uma tigela, por canjica em volta e cobrir com bastante açúcar, oferecer a Obatalá .

EBÓ PARA LIVRAR FEITIÇO 1 galo 5 obis Dend ê Passar no corpo e colocar no ober ó , por na encruza com 5 velas de madrugada

“PARA TIRAR A MÃO DE EGÚN ,FEITOR (A), OU EGÚN”

Antigamente, na região onde eu morava era comum se utilizar deste trabalho para se afastar um egún, seja ele de um “Feitor

(a)”ou sofredor. Hoje, já nem vejo mais ser realizado, trata-se de um trabalho simples e eficaz, inclusive para tirar a mão de um “Feitor (a), quando mudar de “bacia”ou de “Mão”, veja:

A princípio, devo dizer o seguinte: Quanto o “feitor” for homem devemos utilizar um prato branco raso e quando for mulher usar um prato branco fundo, ambos virgens. Caso seja um egún sofredor, veja através dos búzios se ele é homem ou mulher, e usar o prato de acordo com o sexo. E neste caso, no papel das mãos, vai em branco, sem nome! Quando se tratar de um “feitor (a)”, devemos fazer as duas mão

em papel branco e escrever dentro de cada mão, na palma e que o nome de fundos para os dedos da mão, o nome de batismo, uma vez em cada mão.

A pessoa deve ir até beira de um rio e levar junto uma folha de

isopor, o suficiente para colocar um prato em cima. No local, colocar as duas mãos de papel dentro do prato e em cima do nome nas mãos fazer um montinho de pólvora em cada mão e o terceiro montinho nos dedos entre as mãos. Após isso, o prato é colocado sobre a cabeça da pessoa que será descarregada e de frente para o rio. Quem for colocar fogo segura firme o prato sobre a cabeça da pessoa. Os três montinhos dão uma pequena explosão, logo após, a pessoa vira-se de costa para o rio e retira-se o prato pela as costa da pessoa, coloca-se sobre a folha de isopor e larga-se rio abaixo, afaste-se sem olhar para trás. Limpe-se com galhos verdes, depois quebre-os e jogue para trás, ambas as pessoas. Observação: Quando só for para descarrego, não utilize as mãos de papel, faça direto no prato. O local à ser realizado será indicado pelos búzios. Nunca realize serviços com pólvora à outros, dentro de sua residência, faça sempre na rua e lugar determinado pelos Òrìsàs, através dos búzios.

“PARA AFASTAR INIMIGOS” Antes de mais nada, desejo dizer que não é intenção minha prejudicar quem quer que seja ou de ensinar pessoas não qualificadas, esse trabalho com pólvora, serve com uma grande

defesa, ou seja, para neutralizar as forças do(s) inimigo(s). De posse do(s) nome (s) escrito em papel de cor do(s) desafeto(s); 2 pembas: 1 preta e 1 vermelha; 1 garrafa de cachaça; de 3 velas pretas, 3 velas vermelhas. 3 velas cinzas ou roxas ou a cor que a pessoa deseja usar para sua entidade de fé; pólvora em boa quantidade (7 cartuchos); 1 charuto de boa qualidade; 1 caixa de fósforos. Vá à uma encruzilhada aberta, com o material acima descrito, junto com a pessoa necessitada de tal trabalho. Em uma das pernas da encruzilhada, acenda uma vela branca, solicitando licença ao Òrìsà Ògún, para trabalhar em tal encruzilhada, tire agò ao Óbara e salve aos Exus das encruzilhadas. Diga, porque está fazendo tal serviço e peça à eles o seu objetivo. E vá desenhando no centro da encruzilhada com as duas pembas juntas um triângulo grande, sendo que sua ponta fica dirigida para o ponto cardeal Sul, ou seja, as costas da pessoa necessitada, coloque a mesma dentro do triângulo. Cubra o traçado com pólvora. Em cada canto do triângulo, coloque o(s) nome(s) do(s) desafeto(s) e faça em cima do(s) nome(s) um montinho de pólvora. Ao lado de cada montinho, acenda com cuidado e coloque uma vela preta uma vermelha e uma cinza ou de sua preferência. A posição das velas podem ser deitadas, viradas (cabeça para baixo) ou até mesmo em pé (cabeça para cima), conforme o seu objetivo e sua ira. Caso, ainda, seja necessário, faça um ponto riscado de Exus Coroados e de encruzilhadas em cada ponto do triângulo. Faça a pessoa entrar descalço e que fique de frente para o ponto cardeal Norte. Faça na base do triângulo e no centro do risco um rastilho, para colocar o fogo. Quando começar a queimar, borrife a pessoa com cachaça, após jogue a cachaça no traçado de pólvora, sempre no sentido dos ponteiros do relógio. Retire a pessoa do local (triângulo) e acenda as velas que apagaram e colocando um pouco de cachaça em cada canto ao lado das velas. Logo após, acenda um charuto, em forma de agradecimento, colocando junto com a caixa de fósforos em um dos cantos de saída, ou seja, ponto cardeal Norte. Na encruzilhada, entra-se pelo ponto cardeal Sul e sai-se pelo ponto cardeal Norte.

EBÓS

sobre os Ebós e Oferendas

Os ebós são oferendas feitas para Orixás, Odù, Eguns e outras divindades para diversas finalidade, sejam elas feitas para apaziguar algum problema, sejam feitas em forma de agradecimento de alguma graça atingida, por alcançar algum objetivo ou simplesmente como forma de agradar as divindades que ora está

sendo cultuado. O princípio do Candomblé se baseia no ebó, nas oferendas propiciatórias obtendo a redistribuição do Axé e mantendo seu equilíbrio vital.

Através da hierárquica, todo ebó a ser ofertado, para que o Orixá tome conhecimento, devemos invocar a energia de outros Orixá, que tem o papel especifico de servirem de interligação entre nós e as divindades, sendo que sem a aceitação desses, os Orixá a qual estamos ofertando os ebós não saberão de sua existência.

Gostaríamos de salientar que na sempre ao fazer tais oferendas ou Ebós, se faz necessária a presença ou orientação de um zelador(a) para que seja colocado o Axé necessário para cada ato, se alguém ainda não tenha atingido a Maturidade Espiritual , não se aventure a executar os ebós aqui prescritos.

Será de bom alvitre aos que passarem por estes ebós se a pessoa disposta a executá-los tenha segurança e tenha mãos de Ire (sorte), caso contrário

Outro ponto importante é respeitar os EWÓS de cada divindade, as vezes o que é bom para uma pessoa não será para outra, não funciona como receita, temos que analisar os caminhos atráves do Jogo, e identificarmos junto a Orisá se aquele seria o ebó adequado ao caso desse ou daquele filho.

Mas vejam bem, como saber não ocupa espaço, nada os impedem de anotar os ebós que constam nesta página.

EBÓ PARA OBTER BOAS OPORTUNIDADES E SER NOTADO NO TRABALHO OU

NOS NEGÓCIOS

12 folhas de Iroko

01 Amalá completo (12 bolas de inhame, 12 akasás, 12 abarás, 12 bicos de papagaio,12 moedas, 12 orobos, 12 acarajés, 12 cocadas brancas, 12 quiabos inteiros, 12 pedaços de peito bovino, 12 pedaços de rabada, 12 folhas da fortuna.

01 quartinha com agua

03 velas de 12 horas

01 gamela redonda

01 tijela com ajebó (cortado em rodelas e cozido rapidamente com agua e banha de ori)

Acender 12 pedras de carvão bem grandes, rodar todos os comodos com o carvão aceso, coloca-lo então no lugar onde será arriado o

amalá, e por em cima das brasas muito incenso importado, daqueles usados pelos padres em missa.

Trazer então o amalá, cantando louvando e pedidndo tudo o que se precisa, peça a Xango para elevar a sua vida, tirar empecilhos e inimigos ocultos e declarados.

os orobos serão todos alafiados enquanto se pede as coisas a Xango, esse amalá é entregue a Oba Aganjú.

As folhas de iroko serão postas embaixo da gamela, fazendo um circulo com as pontas para fora.

Os outros ingredientes todos serão postos em cima do amalá.

As moedas não serão despachadas, e sim guardadas no Xango da pessoa, ou em um pote onde se tenha favas de olho de boi e imã com uma figa.

As velas serão acesas a casa 12 horas, completando assim 36 horas o amalá arriado dentro de casa, após esse tempo a pessoa retira as folhas de Iroko quina e toma banho da cabeça aos pés, e leva o amalá para uma pedreira.

EBÓ PARA EXÚ ALAKETU TRAZER PARCEIRO DE VOLTA

1 cabaça, 1 miolo de boi, 1 ekodidé, 1 moeda, 1 pimenta dedo de moça, meio litro de dendê.

Abrir a cabaça, por o nome da pessoa que se quer

dentro, por o

miolo por cima, enfincar o ekodidé no miolo, por a moeda por cima do miolo junto com a pimenta dedo de moça e despejar todo o dendê por cima, subir em uma arvore bem alta e por a cabaça na copa desta árvore, faça os pedidos ainda lá no alto, dizendo a alaketu que “assim como ele vigia sua cidade do alto, assim ele vigie a sua pessoa amada também, e a traga de volta para você.”

EBÓ PARA AMARRAR UM HOMEM A QUEM SE QUER.

07 bananas d’água, palha da costa, cominho, azougue.

Abrir cada banana ao comprido com casca e tudo, por o nome da pessoa que se quer junto ao seu dentro desta banana a comprido, fechar as bananas e amarra-las com a palha da costa.

Por em um prato de barro, cobrir com o azougue, salpicar cominho por cima, entregar numa barreira que tenha barro bem vermelho a oxeturá, com uma vela cinza acesa.

EBÓ DE OYÁ FUNAN PARA REACENDER AMOR QUE SE ESFRIOU

9 carvões em brasa grandes, 9 acarajés, 9 abarás, 9 moedas de cobre, 9 orobos, 1 amalá bem quente.

por cima deste amalá por 18 vezes o nome do casal bem juntos, por cima dos nomes os acarajés e os abarás, enfinque as moedas nos acarajés e os orobos nos abarás, entregue aos pés de xangô pedindo a oyá que em nome da pessoa que ela mais amou (xango) que aquela pessoa que está fria no amor reacenda como no inicio o amor.

EBÓ PARA TRAZER BONS VENTOS DENTRO DE SEU ILÊ

1 quartinha de barro; 1 leque de palha; 3 cabaças pequenas cortadas ao meio (igual a um copo); água de poço ou de mina; azeite de dendê; terra de bambuzal.

Num canto da porta de entrada da sua casa (do lado de dentro), coloque a quartinha sem nada dentro. Ao lado, ponha as três cabaças cortadas. A primeira, preenchida com a água de poço; a outra, com azeite de dendê; e a última, com terra. Com o leque, bata três vezes na boca da quartinha (que deve estar destampada), pronunciando seu nome três vezes. Neste momento, você deve abanar todo o ambiente com o leque, pedindo para que oyá traga bons ventos para seu lar; que a casa seja sempre positiva; que as pessoas mal intencionadas e espíritos desencarnados sejam afastados; e que todos os que ali habitam tenham prosperidade, fertilidade, harmonia, etc.

Depois disso, coloque a terra, a água e o dendê dentro da quartinha, tampando-a.

Deixe essa quartinha, com as três cabaças, no mesmo local, para proteger sua casa.

Ebó de Osalá para tirar Ajé

10 fitas Brancas com 1m

4 m de Morim branco

1 preá branca

1 obi funfun

1 vela branca

Ervas: poejo, cana do brejo, funcho, macaça, folha de goiaba

Modo de Fazer:

Dentro do mato, enrolar a pessoa toda no morim branco, jogar as

fitas bancas por cima de seus

outro. Esfregar o obi na pessoa e abri-lo, sacrifique-o tirando

o bruto, jogue-o na terra dizendo para ONILE que segure ali todo

o ajé, todo o mal , toda a feitiçaria que se encontrava naquela

pessoa. Esfregue a preá das cabeças aos pés, solte-a pedindo a Baba de Osalá que dê vida longa e caminhos abertos para essa pessoa. Passe a vela apagada e jogue longe dentro do mato dizendo Estou apagando a força do inimigo, apagando a

ombros, sendo 5 de um lado e 5 de

feitiçaria e apagando Iku.. Retire as fitas e balance-as ao vento e ponha esticada numa árvore, desenrole a pessoa do morim

e balance o morim ao vento, deixe-o esticando em uma árvore e dê as costas. Retornando para o Ilê. Chegando na roça tomar banho cozido com as ervas acima citadas misturadas com efum africano. Tomar um chá de funcho adocicado.

Comida a Sorte

Uma galinha branca

Um peixe vermelho ou sioba

Camarão grando fresco

Vinho Branco

Vinho tinto

Vinho moscatel

3

colobos de louça com mel / dendê / água

3

colobôs de louça com efum / osun / wají

7 pratos de louça

7 talhas de flores diferentes

Sacrifica-se a galinha para o Ogum do portão, corta-se em 6 partes tempera-se com cebola camarão e azeite doce e distribui cada parte em um prato, o peixe também é preparado com os mesmos

temperos, assado na folha de bananeira ocupará o 7°prato. Chegando na praia, estende-se uma toalha branca e arruma-se a mesa como se fosse um banquete e oferece-se a sorte do Yawo. Chama-se Ajè Xaluga, neste momento de um banho no Yawo com a seguinte mistura: Sementes de girassol, arroz com casca, açúcar cristal e fava de imburana tudo em grande quantidade.

Obs: Nos colobôs de dendê, mel e água servir um pouco de vinho branco, vinho tinto e vinho moscatel.

Presente as Águas

Uma talha Grande

Colobôs com comidas de todos os orixás

Brinquedos de crianças

Espelhos

Pentes

Sabonetes

Vinho branco

Perfumes

Doces

Fitas de várias cores

Flores

2 galinhas brancas que são sacrificadas na água na hora da entrega do presente.

Estando a talha pronta, coloca-se a mesma na cabeça da yawo, que deverá ficar de joelhos para recebe-la, e assim, a Yawo toda trajada de branco sai com a talha da cabeça. Antes de sair canta-se 3 cantigas para o orixá do yawo ao chegar na beira da praia, canta-se cantigas de Yemanja, Oxum e Nana. Por se tratarem de orixás Odo. Depois então faz-se a entrega do presente. Em seguida a entrega do presente, dá-se de comer a Sorte, tanto o presente as Águas como a comida a Sorte deve ser realizada num sábado ou quarta-feira de lua crescente ou lua Cheia.

EBÓ TÓYA KÓSÌ REMOVER DOENÇAS, PRAGAS, FEITIÇARIAS, BAKU E EGUN

Material:

1 Vara de bambu que deverá ser partida, ao comprido, em 4, pega- se 1 parte destes 4 e confecciona-se na ponta deste uma espécie de ponta de flecha, lembre-se embora partida em 4 esta vara continuará com seu comprimento que normalmente chega a 2metros, as vezes até 3.

Pinta-se 1 alguidar número 05 e 1 quartinha com tampa sem alça de Efun, Ossun e Wají.

1 Galinha DAngola

1 Ekuru

1 Acaçá

1 Acarajé

1 Aberém

1 Bola de Canjica

1 Bola de Feijão Preto

1 Bola de Arroz

1 Ovo

1 Bola de Farinha

Tudo isso em Tamanho exagerado,

E 1 Bacia de Pipocas.

1 Estoura Balão (Fogos)

Modo de Fazer:

Levar o Filho de Santo no mato, no pé de uma Árvore Frondosa. Entregar na mão direita dele a Galinha D’Angola que será segura pelas Patas. Na mão Esquerda a Vara de Bambu, o Alguidar pintado nos Pés da Árvore e Junto a Quartinha sem nada dentro apenas tampada, e pede-se ao Filho de Santo para mentalizar tudo que deseja que saia da Vida dele e do Corpo. E vai se passando todas as comidas começando pelas comidas escuras e terminando com as Pipocas. Ao terminar de passar todas as comidas, o Filho de Santo encosta a Lança de Bambu rente ao Tronco da Árvore, na mão esquerda então, ficará a quartinha. Tira-se a Tampa, pede-se ao Iyawo fale com a boca dentro da quartinha pedindo para sair tudo de ruim da vida dele,tampa-se a Quartinha e manda-se o Iyawo atira-la ao chão para que se quebre. O próprio Iyawo faz um

Sarayê com a Galinha em seu Corpo e a Joga bem longe com toda a Força. Neste mometo, dá-se na mão do Filho de Santo o Estoura Balão que será apontado para bem longe botando para correr então todas as mazelas que estavam na vida daquela pessoa. Durante todo o processo deste ebó, canta-se para Omolu.

EBÓ ESÚ PARA TRAZER DE VOLTA PESSOA SEQUESTRADA OU PRESA

Material:

1 gaiola sem uso;

3 passarinhos;

3 kilos de Canjica cozida

3 cabacinhas cortadas;

mel;

azeite de dendê;

pinga;

1 peça de roupa da pessoa.

Modo de fazer:

Trate dos passarinhos em sua casa, por pelo menos 3 dias.

Faça essa oferenda na mata, num local onde tenha terra. Antes de entrar na mata, você deve oferecer a Exú as três cabaças (uma com mel, a outra com dendê e a última com pinga). Fale em voz alta, dizendo o que veio fazer, e peça agô, a Exú, para entrar na mata.

Feito isso, limpe o local onde você vai fazer a oferenda. Faça um círculo no chão para colocar a gaiola com os passarinhos. Coloque em cima da gaiola a peça de roupa da pessoa. Solte o primeiro passarinho, pedindo para Exú encontrar fulano de tal (pronunciar o nome completo). Solte o segundo pássaro, pedindo que a pessoa seja libertada. Quando soltar o último pássaro, peça que a pessoa venha a salvo até sua casa (fale em voz alta o endereço).

Quebre a gaiola totalmente e cubra com bastante ebô , deixando-a no local.

Assim que a pessoa retornar, ela deve usar a peça de roupa que você utilizou na oferenda.

Obs.: Em agradecimento pelo regresso do ente querido, deve ser copado um Cabrito calçado para Exú.

EBÓ PARA TER ÊXITO E MOVIMENTO EM CASA COMERCIAL E ILE ASÉ

MATERIAL 21 obi 21 orogbo 01 litro de gim 01 garraga de azeite de dendê Ewe Ireke (folha de cana de açúcar) Ewe Epa (folha de amendoim) Ero Osun (solanaceae) Epo Odu (erva moura) Ogede Omini (bananeira) Iyo (sal)

MODO DE FAZER:

Soque num pilão todas as folhas misturando-as aos outros materiais. Em seguida, abra uma fenda no meio da casa comercial e enterre esta massa, enrolada em um pano branco. Cubra a fenda. Esta oferenda deve ser direcionada a Esu, guardião dos templos, casas cidades e pessoas, e intermediário entre os homems e os deuses.

EBÓ PARA ATRAIR FORÇAS DAS DIVINDADES AFRICANAS PARA ILÈ ASÉ

MATERIAL

Uma vasilha branca 9 moedas (se for homem) 7 moedas (se for mulher) 20 gotas de azeite de dendê Sal grosso Gim

MODO DE FAZER:

Na vasilha coloque água e as moedas. Acrescente sal grosso, gim e o azeite de dendê. Deixe e vasilha no pé de Esu se o tiver assentado, caso contrário, coloque na sala e deixe de uma dia para o outro. Faça o pedido à Iyá mí entregando esta oferenda em troca de prosperidade para você e seus filhos de santo. Faça seu pedido saudando a Elá:

Elá Boru!

Elá Boye!!

Elá Bosise!!!

ÈBÓÈBÓ PARAPARA ARRUMARARRUMAR EMPREGOEMPREGO

MATERIALMATERIAL

2 Inhame Da costa

Dendê

1 Obi roxo

2 Pratos

Danda da costa em pó

14 Folhas de fortuna

2 Favas de Èsú

1

Alguidar

7 Ovos

Bastante moedas

MODOMODO DEDE FAZERFAZER::

Os dois inhames da costa devem ser bem cozidos, e sua água é

Então pegue os

para tomar um banho ao fim desta obrigação.

dois pratos e coloque um do lado do outro, amasse cada inhame em cada prato, com suas próprias mãos e junte ao inhame, um pouco de dendê, os 2 obi roxo ralados, danda da costa em pó, folhas da fortuna 7 em cada prato triture bem, as 2 favas de Èsú raladas uma em cada prato, então após o banho, ou seja no outro dia de manhã em jejum, passe esta massa em todos os dois pés, entre os dedos enfim passe bem, coloque uma meia, e fique com este ebo nos pés no mínimo por 4 horas, fazendo seus pedidos a Èsú caminhos de emprego rapidamente, passado este período, retire tudo e coloque dentro do alguidar, cubra com bastante dendê e quebre dentro 7 ovos, leve e coloque em uma estrada de grande movimento e que você não veja seu final, jogue por cima de tudo bastante moedas, novamente peça a Èsú dinheiro, e caminhos de emprego.

ÈBÓÈBÓ P/TIRARP/TIRAR QUEIMAÇÃOQUEIMAÇÃO

MATERIALMATERIAL

Panela de barro

9 Ovos

9 Cebolas

Dendê

Peneira pequena

Mel

Morim branco

MODOMODO DEDE FAZER:FAZER:

Pegue uma panela de barro coloque em sua frente, passe em todo o corpo 9 ovos, e as 9 cebolas, coloque dentro desta panela e cubra com dendê, em seguida coloque a peneira na boca desta panela e derrame o mel, e peça as forças da Terra que tire tudo de ruim de sua vida, ebo, feitiços, olho grande e queimação, e que seus inimigos não possam lhe enxergar. Este ebo será feito em local de mato queimado e/ou seco, e que tenha formigueiro perto, então cubra com o morim branco, e ao chegar em casa tome banho com sabão da costa e/ou sabão de coco.

ApósApós oo EbóEbó prescritoprescrito acimaacima aconselha-seaconselha-se aa fazerfazer oo seguinteseguinte banhobanho abaixoabaixo --->>--->>

BANHOBANHO FORTALECERFORTALECER ORIORI

MODOMODO DEDE FAZER:FAZER:

Pegue água de coco verde, quine dentro de uma vasilha com folhas de algodoeiro, elevante, e tome este banho varias vezes sempre ao amanhecer, antes tome banho com sabão da costa e/ou sabão de coco, após feito isto tome banho com as ervas, logo a seguir coloque um akasa em sua cabeça e amarre com um morim branco e fique pôr duas horas, depois leve em um jardim e coloque em baixo de uma arvore.

Ebó para Ògún

Para abrir caminhos, trazer dinheiro, prosperidade

1 inhame do norte assado, 1 alguidar médio, 21 moedas correntes, 21 taliscas de mariwô (folha de palmeira), 1 acaçá branco

(bolinho de milho branco misturado com água, envolto em folha de bananeira), 1 acaçá vermelho (igual acaçá branco, porém com farinha de milho amarela), azeite de dendê e mel.

Como Preparar: Asse o inhame na brasa. Se necessário, raspe um pouco para eliminar o excesso de negrume. Colocar dentro do alguidar. Vá enterrando os talos de mariwô e chamando por Ògún, Faça o mesmo com as moedas. Coloque os acaçás, um em cada ponta do inhame. Regue com um pouco de dendê e mel, 1 pitada de sal. acenda uma vela e faça seus pedidos a Ògún. Deve-se colocar no muro, ao lado do portão, ou no chão, na entrada do portão. se você morar em apartamento, coloque dentro de sua casa, atrás da porta de entrada. Deixe 7 dias e após, despachar aos pés de uma árvore frondosa.

Presente a Oxun

Para acalmar a pessoa amada

5 batatas inglesas, mel, azeite doce, açúcar mascavo, 2 velas. Como Preparar: Cozinhe as 5 batatas inglesas sem casca. Deixe esfriarem. Coloque um pouco de mel, azeite doce e açúcar mascavo em um prato de louça, vá amassando as batatas com as mãos e misturando tudo. Faça isso pensando na pessoa amada. Dê um formato de coração à massa. Acenda 2 velas amarelas de 30 cm ao lado. Ofereça a Òsún Àpáàrà.

Oferendas a Ogun

Material: 1 inhame; Azeite de dendê; Mel de abelhas; 1 palma de dendezeiro (mariwo), pode ser de coqueiro caso não ache o dendezeiro; 1 vela branca.

Modo de fazer: Asse o inhame. Retire os talinhos das folhinhas da palma do dendezeiro. Depois que o inhame esfriar monte-o enfiando os talinhos em toda o corpo do inhame, escreva o nome da pessoa que se deseja ajudar em um prato branco e coloque o inhame em pé sobre o nome, coloque o mel e um pouco de dendê sobre o inhame e os talinhos . Pede-se o desejado à Ogum. Coloque próximo ao portão da casa que se fez a oferenda.

Ebó para Èsù Lonan

Abrir Seus Caminhos, para tirar feitiço, olho-grande, inveja.

1 metro de morim vermelho, 1 alguidar médio, 7 velas brancas, 1

bife de boi cru, 7 moedas atuais, 7 búzios abertos, 1 farofa de dendê, com uma pitada de sal, 7 limões, 7 acaçás vermelhos, 7

ovos vermelhos, 1 obi.

Como Preparar: Abra o morim em sua frente. Acenda as velas. Passe o alguidar pelo seu corpo e coloque-o em cima do pano. Passe os ingredientes no corpo, pela ordem acima. Por último, abra o obi, e leve-o até a sua boca, fazendo seus pedidos. Deixe-o em cima do ebó. Feche o morim. Este ebó tem que ser despachado em rua de muito movimento, onde tenha muitas casas comerciais.

Oferendas a Exú

Material: Farinha; Azeite de dendê; Mel de abelhas; Farinha de milho branco; Fígado, coração e bofe de boi; Cebola; Camarão seco socado; Um alguidar.

Modo de fazer: Faça uma farofa com dendê, uma com mel e uma com água, separadamente. Faça o acaçá branco cozinhando a farinha de milho em água, deixe a massa bem consistente, depois coloque em um pedaço de folha de bananeira e enrole. Deixe esfriar. Corte os miúdos de boi em pedaços pequenos e coloque para refogar com dendê, cebola, um pouco de sal, o camarão e rodelas de cebolas. Coloque as farofas no alguidar sem misturar muito, ponha o refogado de miúdos sobre a farofa e coloque o acaçá no centro. Oferece-se para Exú pedindo o que se quer. Coloque em uma praça bem movimentada.

Ebó Para Caso de Prisão

Escrever o nome do preso em 21 ovos. Quebrar ao redor da delegacia ou presídio, chamando por Exu Tiriri e pedindo o que quer.

Fazer um caruru para sete crianças. Limpar as mãos na roupa da pessoa e despachar na cachoeira.

Se a pessoa ainda não tiver sido presa, limpe as mãos das crianças na roupa e no corpo da pessoa. Depois, despachar a roupa na cachoeira e dar um banho de cachoeira na pessoa.

Ebó Para Yansã - Oyá Onirá

Material Necessário:1 Abóbora moranga4 Búzios abertos4 Noz moscada4 Moedas4 Acarajés4 Metros de fitas vermelha / Branca1 Saco de morim

Maneira de Fazer: Fazer um buraco na abóbora, colocar o resto das coisas, depois de passadas no corpo. Tapar a abóbora, amarrar com fitas. Entregar a OYÁ ONIRA no alto de um morro, às 18:00 ou 24:00 horas, acender e pedir tudo de bom.

Ebó Para Resolver Problemas Difíceis

Material Necessário:2 Acaçás Brancos 2 Ovos Brancos 2 Quiabos 2 Moedas 2 Conchas 1 Oberó

Maneira de Fazer: Passa-se tudo no corpo e coloca-se num Oberó, colocar bastante mel e arriar numa praça e pedir a MEGE ou MEGIOKO que traga tudo de bom e em dobro. Este Ebó tem que ser feito com 2 pessoas, acompanhadas de duas crianças.

Nota: Este Ebó só pode ser feito nas terças-feiras.

Ebó de União

Colocar o nome das duas pessoas dentro de um Obi e enterrar em um pé de planta sem espinhos, colocar bastante mel e fazer os pedidos.

Ebó Para Deixar de Beber

1. Escrever os pedidos na fronha do travesseiro e depois despachar no mar.

2.

Sacudir a pessoa com pipocas e um frango numa cova abandonada do cemitério, fazer pedidos e deixar tudo aquilo ali.

3. Torrar a maça de vaca e fazer o pó. Esse pó deverá ser colocado na bebida que a pessoa mais gosta ou comida.

4.

Fazer uma infusão de cachaça, camarão pitu e restos das fezes do beberrão. Quando ele beber fará vômitos. Quando vomitar, junte o vômito e enterre numa cova abandonada, acendendo uma vela e fazendo pedidos.

Para Descobrir Um Orixá Que Não Aparece no Jogo

Colocar um Obi com uma moeda corrente dentro de uma folha da costa ( saião ) e colocar 3 noites debaixo do travesseiro da pessoa. Retirar e colocar no meio do jogo de búzios, pedindo à IFÁ e ORUMILA que apresente o Orixá.

Ebó Para Afastar Egun

Material Necessário:9 Ovos Brancos 9 Ecurus 9 Acaçás Brancos Canjica Branca Escaldada 9 Velas Brancas Morim Branco

Maneira de Fazer: Passar tudo pelo corpo e pedir à OYÁ EGUNITÁ para afastar todos os males e Eguns. Em seguida, tomar um banho de Abô e acender 7 velas para Omolu, fazendo os pedidos.

Depois, passa-se um pombo pelo corpo da pessoa e solta-se. Em seguida, a pessoa deverá tomar 7 banhos durante 7 dias seguidos, cumprindo preceito.

Ervas Necessárias:Dandá-da-costa - ralado Saco-Saco Erva D'Oshóssi Aroeira Branca Funcho

Oferendas Para Oxalá - Prosperidade

Local: Dentro de Casa Horário: Diurno Dia da Semana: Sexta-Feira

Material Necessário:

01 Tijela branca e 16 Acaçás

Modo de Fazer: Colocar na tijela branca 16 acaçás, pedindo a OXALÁ ajuda e melhoria de vida, colocar em cima do telhado, pedindo que OXALÁ o ajude e leve-o o alto AXÉ.

Ebó Para Atrair Clientes

Local: Terreiro de Candomblé. Horário: O que lhe melhor lhe convir. Dia da Semana: Terça, Quarta ou Quinta-Feira.

Material Necessário:

02 kilos de Milho Vermelho - 07 Moedas - 01 Omolocum - 09 Acarajés e 01 Ajebó.

Modo de Fazer: Colocar dois quilos de milho no fundo de uma panela. Colocar sete moedas. Sair pela manhã antes do sol nascer, fazer a volta jogando pela rua, e gritar por OGUN, entrar no,portão, tirar as moedas e colocar no jogo. Arriar um Omolocum para OXUN e nove acarajés para YANSAN, após vinte e um dias dar um Ajebó para XANGÔ, dentro de casa, com nove moedas, colocar no canto do quintal, as moedas colocar no jogo.

Oferenda a Obaluaiê ( Inveja e Olho Gordo )

Local: Terreiro de Candomblé. Horário: Diurno Dia da Semana: Sexta-Feira.

Material Necessário:

01 quilo de milho alho 10 orogbôs, 10 moedas correntes e 10 favas de olho de boi.

Modo de Fazer: Fazer do milho alho, pipoca ( flores do velho ), colocar dentro de um Oberó ( aguidá ), colocar 10 orogbô, passando um a um pelo corpo, passar em seguida as 10 moedas, uma uma pelo corpo, em seguida passar as favas de olho de boi, pelo corpo pedindo tudo o que quiser. Colocar tudo dentro do Oberó, em cima as pipocas.

Obs: Esta obrigação tem por finalidade segurar sua casa do mal, dos inimigos e dos invejosos. Afastando-se de sua casa e mais quem estiver prejudicando ou perturbando seu lar.

Oferenda a Oyá Onirá ( Bons Negócios )

Local: Alto de um morro Horário: Diurno Dia da Semana: Quarta-Feira.

Material Necessário:

01 abóbora, 04 búzios abertos, 04 nóz moscada, 04 moedas correntes, 04 metros de fita branca, 04 metros de fita vermelha, 01 papel com seu nome e da pessoa com quem quer realizar o negócio e mel de abelha.

Modo de Fazer: Corta-se a abóbora moranga em cima e, coloca tudo dentro do saco, colocando em seguida o saco dentro da abóbora, fecha-se a abóbora e amarra-se com fitas brancas e vermelhas, coloca no alto de um morro e entrega a Yansán Onirá.

Obs: Entrega-se a Yansán pelos caminhos de Obará.

Ebó Para Limpeza da Casa ( Moradia )

Local: Dentro de Casa Horário: Qualquer um Dia da Semana: Segunda-Feira.

Material Necessário:

01 Pombo branco e 01 metro de fita branca.

Modo de Fazer: Cava-se um buraco e coloca-se uma tigela com ovos gôros, cobrindo-os com prato branco, cobre-se o buraco com uma tampa. Sempre olhar os ovos, para ver se estouram, remove-los e substituí-los.

Obs: Despachar na encruzilhada. Por dentro do barracão em um canto, uma tigela com 07 ovos bons e água com sal grosso. Quando fizer sete dias, despacha-los em uma encruzilhada aberta, fica- se no meio da encruzilhada e joga-se os ovos para trás de si e sai sem olhar para trás, em seguida, coloca-se novos ovos no local.

Para Conseguir Um Bom Emprego

Um Galo Para Xangô Airá

Local: Pedreira Horário: 18:00 horas Dia da Semana: Quarta-Feira.

Material Necessário:

01 frango branco novo, 12 quiabos, 01 cebola, camarão seco, azeite doce e 06 acaçás brancos.

Modo de Fazer: Sacrificar o frango, tirar as tripas e limpar bem o frango com os Axés, depois colocar os miúdos dentro da barriga do frango, junto com os quiabos e a cebola e, bastante camarão. Fazer uns espetos e fechar o frango com eles. Colocar para cozinhar, depois de cozido, passar azeite doce até ficar dourado. Oferecer o galo e os acaçás.

Obs: Para que este trabalho saia, é necessário que se leve um fogareiro para a pedreira e as panelas.

Vinho Para Impotência Sexual

Local: Quintal de Casa Horário: Qualquer um Dia da Semana: Qualquer um

Material Necessário:

Mel de abelha, vinho mosacatel, gengibre e raiz de jurubeba.

Modo de Fazer: Ralar a raiz de gengibre e, misturar a raiz de jurubeba, também ralada, adicionar o vinho moscatel e o mel de abelhas, deixar tudo em infusão durante sete dias. Enterrar no fundo do quintal, deixando enterrado durante três meses. Após os três meses retirar o litro e começar a beber um cálice por dia, antes das refeições, mas antes fazer um Ebó.

EBÓ

Material Necessário:

10 Velas brancas, 10 acaçás brancos, 10 acarajés, 10 carretéis de linha branco, 02 metros de morim branco, 01 saco de estopa ( linha ) e 04 metros de cadarço

Obs: Passar o Ebó no corpo da pessoa e depois despachar no mar.

Ebó Para Impedir Que Uma Pessoa Faça Mal a Outra

Local: Dentro de Casa Horário: Qualquer Um Dia da Semana: Segunda-Feira.

Material Necessário:

Nome da pessoa que quer fazer o mal - 01 cebola, 02 pires virgens e 01 garrafa de pinga.

Modo de Fazer: Coloca-se o nome da pessoa dentro do pires, e em cima do nome coloca-se a cebola, joga-se a pinga em cima e

cobre-se com o outro pires, pedindo para que a pessoa esqueça que você existe.

Ebó Para Ocultar Trabalhos e Não Serem Vistos Através dos Búzios

Quando estiver o trabalho, cobre-se a pessoa e o trabalho com 1 metro de morim branco virgem, enquanto o faz. Depois pode aproveitar o pano para outro trabalho qualquer.

Ebó de União de Casal

Local: Quarto do Orixá Horário: 2 Horas da manhã Dia da Semana: Segunda-Feira.

Material Necessário:

02 corações frescos, mel de abelha, 04 velas brancas, palha da costa, 02 palitos grandes ( suficientes para atravessar os corações ) e 01 oberó, nome do casal

Modo de Fazer: Abre-se uma das artérias de um coração por cima e, coloca-se o nome dentro. O outro coração fica intacto, junta- se os dois corações dentro do oberó e atravesse-os com os dois palitos separados um mais em cima que o outro. Prepara-se duas cordinhas com palha da costa, amarra-se os dois corações, dando um laço de cada lado, a entrada dos palitos e nas saídas, coloca-se este trabalho no mesmo dia na mata, ao pé de uma árvore, acende-se as três velas e fa-se o pedido ao entregar. Quando estiver fazendo este trabalho acender uma vela no ronkó, além disso, vai tirando as cantigas de Oxóssi.

Ebó de União

Local: Terreiro de Candomblé Horário: Diurno Dia da Semana: Sexta-Feira

Material Necessário:

Canjica cozida, 01 tigela branca, mel de abelha, 02 pombos brancos, 16 bolinhos de inhame e os nomes do casal.

Modo de Fazer: Cozinhar a canjica, por na tigela branca, colocar por cima o mel de abelha mais 16 bolinhos de inhame, dentro da canjica os nomes do casal. Matar um casal de pombo, mais mel, acender uma vela de 7 dias.

Ebó Para Resoluções Rápidas

Local: Entrada Horário: Noturno Dia da Semana: Segunda-feira

Modo de Fazer: Torrar feijão fradinho no azeite de dendê, colocar em um alguidar ou em folha de mamona, arriar em estrada de barro.

Ebó Para Trazer Uma Pessoa

Local: Casa da Pessoa Horário: Diurno Dia da Semana: Segunda-feira

Material Necessário:

01 Pinto novo sem asa, o nome da pessoa que deseja que volte, mel de abelha e uma panela de barro.

Modo de Fazer: Falar no ouvido do pinto o nome da pessoa sete vezes. Colocar no bico o nome da pessoa com bastante mel de abelha, enterrar tudo na panela de barro no quintal de casa e oferecer a Exú. Depois tomar um banho de Erva Doce, alfazema, açúcar Cristal, Nome da Pessoa. Do pescoço para baixo.

Ebó Para Tirar Influências Negativas ( Exú )

Local: Casa da Casa Horário: Qualquer Um Dia da Semana: Qualquer um, exceto Sexta-feira

Material Necessário:

03 Ovos, 01 cebola e 02 garrafas de água.