Sie sind auf Seite 1von 10
NNNOOOTTTÍÍÍCCCIIIAAASSS DDDAAA AAANNNVVVFFFEEEBBB Boletim Informativo – Ano III – N°. 02 – 08 mai 2011
NNNOOOTTTÍÍÍCCCIIIAAASSS DDDAAA AAANNNVVVFFFEEEBBB
Boletim Informativo – Ano III – N°. 02 – 08 mai 2011
ttt
AAS
A
SSS
SSO
OOC
CCI IIA AAÇ ÇÇÃ ÃÃO OO NNA
N
AAC
CCI IIO OON NNA AAL LL DDO
D
OOS
SS VVE
V
EET
TTE
EER
RRA
AAN
NNO
OOS
SS DDA
D
AA FFO
F
OOR
RRÇ
ÇÇA
AA
EEX
E
XXP
PPE
EED
DDI IIC CCI IIO OON NNÁ ÁÁR RRI IIA AA BBR
B
RRA
AAS
SSI IIL LLE EEI IIR RRA AA --
-
““C CCA AAS SSA AA DDA AA FFE EEB BB” ””
D
F
Fundada em 16 de julho de 1963
Presidente da ANVFEB: Veterano Tenente Dalvaro José de Oliveira
Presidente do Conselho Deliberativo: Veterano Tenente Israel Rosenthal
Rua das Marrecas 35 – Lapa – Rio de Janeiro / RJ - BRASIL – 20031-040
- Tel / Fax: (21) 2532-1933
http://www.veteranos.org.br ----- e-mail: anvfeb@uol.com.br
Colaboradores
Enviem seus textos via correio ou
email: anvfeb@uol.com.br
Artigos e opiniões são de exclusiva
responsabilidade dos autores, não
expressando necessariamente posições
da ANVFEB
Fale com a CASA DA FEB
Secretaria - 2531-1933
Comunicação Social - 8114-2817
Editor – Prof. Israel Blajberg
(Sócio Especial)

66 Anos do Dia da Vitória

08 de maio de 1945 08 de maio de 2011

Ao comemorarmos mais um 8 de maio, a homenagem da Casa da FEB a todos que lutaram pela causa da liberdade e Da Democracia, em especial aos nossos Veteranos.

Brasil

Acima

de

Tudo !

a todos que lutaram pela causa da liberdade e D a Democracia, em especial aos nossos
Inaugurado Ciclo de Encontros FEBianos 2011 Foram realizados dois encontros, em março e abril, com

Inaugurado Ciclo de Encontros FEBianos 2011

Foram realizados dois encontros, em março e abril, com expressiva participação do público interessado.

1°. Encontro FEBiano

A Casa da FEB viveu sexta feira 24 mar 2011 um grande momento, com a abertura do Ciclo

de Encontros FEBianos 2011, um Fórum sobre a FEB - Força Expedicionária Brasileira e a

Participação do Brasil na 2ª. Guerra Mundial, previsto para contar com 9 palestras, de março

a novembro no Auditório da Casa da FEB, Rua das Marrecas, Rio de Janeiro, coincidindo com a inauguração de nova Fase do Projeto Casa da FEB, onde se inclui o Museu.

São os primeiro eventos da Nova Casa da FEB reformada e modernizada, organizados por um Grupo de Trabalho de Coordenação Permanente dos Encontros FEBianos, composto por Ex-Combatentes, representantes da área acadêmica, militar, cultural e empresarial, com apoio da Secretaria da ANVFEB.

Após a visita guiada ao Museu da Casa da FEB, orientada pelo 2°. VP João Henrique Barone,

e pela Professora Eulália Parolini, museólogo, o Veterano Ten DALVARO JOSE DE OLIVEIRA,

Presidente da Direção Central da Associação Nacional dos Veteranos da Força Expedicionária Brasileira, deu início aos trabalhos, fazendo entrega ao ilustre palestrante Gen Paulo Cesar de Castro da sua carteira de Sócio da ANVFEB.

A palestra do Gen CASTRO, intitulada NOSSA VITÓRIA FINAL, O PRECIOSO LEGADO DA FEB! prendeu a atenção do publico durante mais de 1 hora, quando relatou de forma altamente didática e compreensiva o percurso da FEB na Itália, ilustrando com material colhido durante viagem de estudos que realizou a região em 2009.

O Gen Ruy Leal Campello, 93, Detentor do Bastão de Comando da FEB, fez um pronunciamento, que muito emocionou os presentes.

vibrante

Compareceram quase uma centena de interessados, entre Veteranos e familiares, Oficiais e Praças da Ativa e da Reserva, representantes de Unidades FEBianas, Autoridades, Associados, e representantes de entidades co-irmãs, entre os quais poderíamos citar:

Veteranos Gen Bda Ruy Leal Campello, Detentor do Bastão de Comando da FEB, Ten Dalvaro Jose de Oliveira, Presidente da ANVFEB, Ten Dr Israel Rosenthal e esposa, Presidente do Conselho Deliberativo da ANVFEB, Maj Antonio Andre, Diretor, Antonio Cruchaki, Presidente da Regional de São Bernardo do Campo, com esposa e filha, Cel Amerino Raposo, Cap Osias (Senta-a-Pua), Helio Gomes, Maximo, Adão, Lanzilotte, Candinho, Vet Genival (Paraíba), Da. Maria de Fátima Martinelli, Da. Gilda Mendes, Ten Melchisedech, Diretor de RP da Ass Ex-Comb do Brasil, Vet Nelson Botelho, Presidente Ass Ex-Comb São Gonçalo, Gen Ex Pedro Luiz de Araujo Braga, Brig Helio Gonçalves, Presidente da ADESG, Cel Med Dr Haroldo de Freitas Bezerra, Diretor do HGeRJ da Vila Militar, Cel Eng Mil Pegado, Diretor do AGR, Cel Armando, Diretor do Parque Regional de Manutenção, Cel Germano Américo dos Santos, novo Diretor do Monumento, acompanhado da esposa Da. Clélia Maria e filha Priscila, Cel Herbert de Andrade Seixas, Diretor da ANVFEB (filho do saudoso Veterano Cel Seixas), Cel Roberto Mascarenhas, neto do insigne Marechal Mascarenhas, Cmt da FEB, Cel Arthur, filho do saudoso Gen Montagna, Cel Hiram Câmara, Presidente do THEMAS, Representantes dos Cmts do CML, AD/1, BAAp da 1ª. RM, EsSEx, 1°. BPE, 1°. BG, Cel Brum, Diretor do MMCL, Ten Cel Esteves, Cmt do 11°. GAC - Grupo MONTESE, Ten Cel Caldas, Diretor do CHC do CBMERJ, Comte Francisco Gondar, Diretor do Clube dos Capitães de Longo Curso da MM, Representantes da DPHCEX, CEPHIMEX, Acadêmicos do IGHMB e AHIMTB, Presidentes do CNOR, Ten Monteiro e AORE, Ten Mergulhão, Integrantes do MNMSGM, AHEx, BIBLIEX e NTV-IME, Paulo Eurico, Vice Presidente do CVMARJ, Professores do Colégio Militar e Fundação Osório, Veteranos Luiz Carlos, Diretor Social, e Francisco Alves Diretor Cultural da AVCFN e Professores e Estudantes de Historia.

O evento foi patrocinado pela empresa Tecnolach de Curitiba - PR cujo apoio foi decisivo para a continuidade da Casa da FEB, e contou com a parceria da AHIMTB. Ao final, o Veterano Ten Dalvaro em nome da Casa da FEB procedeu a entrega de uma menção de agradecimento ao Gen Castro, por ter honrado a entidade com tão esclarecedora aula sobre a atuação da FEB no TO italiano. O General fez uma doação de um livro para a Biblioteca.

Encerrando, o publico cantou as duas primeiras estrofes e o refrão da "Canção do Expedicionário", letra do Príncipe dos Poetas Brasileiros GUILHERME DE ALMEIDA e música de SPÁRTACO ROSSI, prestando em seguida a tradicional homenagem a todos companheiros Veteranos da FEB já falecidos, com alguns momentos de reflexão e silêncio, seguindo-se animada confraternização no salão nobre do 2°. Andar, quando foram servidos Queijos & Vinhos pela empresa Marcelo Simões, com apoio de O LIDADOR.

Aspecto do Auditório Gen CASTRO
Aspecto do Auditório
Gen CASTRO

2°. Encontro FEBiano

O 2°. Encontro FEBiano teve como tema Testemunho do Holocausto, aos 28 de abril com o

Palestrante: Sr Aleksander Laks, Sobrevivente da 2ª. Guerra Mundial e a Mini-Expo Memória da Intolerância. O Sr Laks foi prisioneiro do Gueto durante quase toda a II Guerra Mundial, executando trabalho escravo infantil. Em agosto de 1944 com 17 anos foi deportado para o Campo de Extermínio de Auschwitz, tendo sobrevivido milagrosamente até 27 de janeiro de 1945, data em que o Campo foi libertado.

Nos tempos atuais, quando lamentavelmente o nazismo ainda não desapareceu completamente nas sombras do passado, a presença dos nossos ex-combatentes e do Sr Laks nesta Casa é muito importante, para juntos levantarmos a bandeira contra a agressão, a intolerância, o racismo, os preconceitos, que foi a mesma bandeira da FEB na Itália.

O Tem Dalvaro recebeu um presente em homenagem ao seu aniversario, tendo sido cantado o Parabéns durante a confraternização com os Veteranos no Salão Nobre.

Sr Laks e Cel Herbert Seixas Ten Paes (Fund. Osório), Prof. Israel, Maj Ignacy, Ten
Sr Laks e Cel Herbert Seixas
Ten Paes (Fund. Osório), Prof. Israel,
Maj Ignacy, Ten Dr Rosenthal e Sr Laks

II GUERRA MUNDIAL - A FEB CONQUISTA LA SERRA

Há 66 anos - na madrugada de 24 de fevereiro de 1945 - um pelotão do Regimento Sampaio escreveu, nos campos de batalha da Itália, páginas gloriosas da história da Força Expedicionária Brasileira. Atuando em apoio à 10ª Divisão de Montanha dos Estados Unidos no ataque a La Serra - Cota 958, o pelotão comandado pelo 1º Ten R/2 Inf Apollo Miguel Rezk (6ª Cia, II Btl), após ultrapassar um extenso campo minado, atacou as posições fortificadas alemães. Apesar do intenso fogo inimigo - artilharia, metralhadoras e morteiros - o pelotão alcança o objetivo, investe contra a posição e nela se instala, conquistando-a e fazendo prisioneiros. Ferido, o Tenente Apollo manteve o comando e repeliu três contra-ataques, infligindo pesadas perdas ao inimigo. Por esta missão, ele foi condecorado pelo governo americano com a Distinguished-Service Cross”, por “extraordinário heroísmo em ação, distinção máxima somente concedida a este combatente brasileiro”. Anteriormente, graças ao seu desempenho no ataque a Monte Castelo, em 12 de dezembro de 1944, o Tenente Apollo já tinha sido agraciado pelos Estados Unidos com a “Silver Star”. Do governo brasileiro recebeu a Cruz de Combate de 1ª Classe, a Medalha de Sangue, a Medalha de Campanha e a Medalha de Guerra. Os feitos do Tenente Apollo ultrapassaram os limites de sua existência física. Na verdade, já não mais lhe pertenciam quando, na madrugada de 21 de janeiro de 1999, aos 81 anos, foi vencido pelo inexorável. São episódios gloriosos da história militar de um país que teima em não cultuar seus heróis.

A Força Expedicionária Brasileira - e seus heróis - não pode ser esquecida. Ela simboliza a pujança e o valor de um povo. A Nação lhe deve eterno respeito e imorredoura gratidão.

“Assim atua a Reserva Atenta e Forte”

Sérgio Pinto Monteiro - 2º Ten R/2 Art - Tu 1961 - CPOR/RJ - Presidente do CNOR - Vice Presidente do Conselho Deliberativo da ANVFEB

Monteiro - 2º Ten R/2 Art - Tu 1961 - CPOR/RJ - Presidente do CNOR -

Palestra DECEX

Os irmãos João Alberto Barone baterista da Banda os Para lamas do Sucesso e João Henrique Barone realizaram em 24 de fevereiro uma palestra sobre a viagem do GHFEB à Itália em 2009, intitulada “Reflexões nos dias de hoje, sobre a campanha da FEB na Itália”. No auditório do Comando Militar Leste, no Palácio Duque de Caxias, dando início ao ciclo de palestras de 2011 da DECEX. A palestra prendeu a atenção de todos durante mais de 1 hora, com um relato da viagem e foco na lembrança da FEB pela população local e da presença do GHFEB e homenagens realizadas em Monte Castelo. O palestrante também deixou clara a necessidade da valorização do tema Brasil na II Guerra Mundial, ainda tocou no assunto da participação do Brasil nas guerras do Haiti e Timor Leste. Estiveram presentes diversas autoridades, entre as quais o Gen Juarez, Diretor da DPHCEx, Gen Jonas, antigo Chefe da EMFA, Vice-Almirante (Refo EN) Armando de Senna Bittencourt, Diretoria do Patrimônio Histórico e Documentação da Marinha, que ao final fez referencias sobre a atuação da FEB e da Marinha, e dos Veteranos Major Andre e Tem Rosenthal.

Marinha, que ao final fez referencias sobre a atuação da FEB e da Marinha, e dos

Livro Os Heróis que vieram do Brasil

Estudiosos da FEB estão executando o projeto do livro Os Heróis que Vieram do Brasil, que recebeu acolhida oficial do Exercito. O livro será um marco da História FEBiana, grande destaque de 2011, a prova de que ainda há muito a pesquisar sobre as glórias DA FEB. Os autores João Henrique

Barone, Marcos Renault e Cel Claudio Rosty realizaram viagem de estudos e captação de imagens de acervos nas regiões por onde a Força Expedicionária Brasileira libertou diversas cidades durante a Campanha da Itália. O roteiro foi cumprido durante as comemorações da libertação da Itália pelos Aliados no dia 25 de abril. Com o apoio da aditância militar brasileira em Roma, e por intermédio do 2o Vice Presidente da Associação Nacional do Veteranos da FEB (ANVFEB), João Henrique Barone e do Vice Presidente da Regional de Belo Horizonte da ANVFEB, Marcos Renault, os autores encontraram o colega Giovanni Sulla e o tradutor oficial Mario Pereira, respectivamente de Montese e Pistoia, visitando cidades e locais pouco conhecidos, mas de grande importância na história da Força Expedicionária Brasileira, como a região do vale do Rio Serchio, onde a FEB cumpriu sua primeira missão na Itália, em setembro de 1944.

FAHIMTB/RIO fecha parceria com a Casa da FEB

O Conselho Deliberativo aprovou em reunião de 22 fev 2011 a parceira da Academia de Historia Militar Terrestre do Brasil / Rio de Janeiro com a Casa da FEB, iniciando-se com os Encontros FEBianos, quando a Academia colaborará na organização, programação e elaboração dos Anais. O Presidente da FAHIMTB, Cel Claudio Moreira Bento realizará uma das palestras, no segundo semestre. A Academia disponibilizará para a Biblioteca Casa da FEB um conjunto completo dos seus livros e demais publicações editadas, como o Informativo GUARARAPES. Em contrapartida, a ANVFEB autoriza a AHIMTB a utilizar formalmente o endereço da Casa da FEB (parte) em sua correspondência e estatutos, e a realizar sessões em seu auditório.

e estatutos, e a realizar sessões em seu auditório. Governos Estadual e Municipal se Preocupam com
e estatutos, e a realizar sessões em seu auditório. Governos Estadual e Municipal se Preocupam com

Governos Estadual e Municipal se Preocupam com a Casa da FEB

A manchete poderia ser alvissareira. Mas não é. Após longo período sem

qualquer resposta a sucessivos pedidos de apoio, Prefeitura e Estado ameaçam a

Casa da FEB com taxas e multas. A Prefeitura intimou a Casa da FEB a regularizar

o letreiro colocado na fachada. Tivemos que oculta-lo com um plástico preto, sob pena de pesada multa diária imposta pela Região Administrativa,

Já o Governo do Estado, através da Subsecretária de Patrimônio do Estado do Rio de Janeiro nos enviou cobrança de taxa de ocupação provisória de quase 9 mil reais mensais, já que por força da Lei 1.085 de 22 de setembro de 1966 o governo estadual cedeu, com encargos, o uso do imóvel situado na Rua das Marrecas 35, para que ali se instalasse a sede do antigo Clube dos Veteranos da Campanha da Itália. Isto porque a Casa da FEB foi construída em terreno cedido pelo Estado na década de 70, o que agora se transforma em bomba de efeito retardado. Sucessivas administrações da Casa da FEB tentaram sem sucesso ao longo das décadas sanar a armadilha legal, sem sucesso. Propôs inclusive que os quartéis e terrenos cedidos pelo Exercito ao Estado servissem de contrapartida, áreas de grande valor no mercado imobiliário, como

o antigo 8°. GMAC no Leblon, onde hoje se situa o 23°. BPM, e o Complexo dos

Bombeiros em Guadalupe, sem falar em outros quartéis que foram cedidos mais recentemente, como o antigo BIB que deu lugar ao BOPE.

A Casa da FEB requereu a suspensão da cobrança da ocupação do imóvel situado

na Rua das Marrecas 35 e a isenção total do pagamento da taxa de ocupação ou outra de qualquer natureza, referente ao mesmo endereço.

Escola de Sargentos das Armas - 21 fev 2011

Foi realizada, na Escola de Sargentos das Armas, no Pátio Sargento Max Wolf Filho, a solenidade comemorativa da Tomada de Monte Castelo. A cerimônia contou com a participação de nosso ilustre Sócio Especial Gen Ex R1 Paulo César de CASTRO, acompanhado do Gen Bda R1 José OLIVEIRA SOUZA, ex-comandante da Escola, Gen Fernando Vasconcellos Pereira, atual Comandante da EsSA e dos Veteranos da FEB José Santana Filho e Nascime Bacha, residentes em Três Corações. Após a formatura o Gen CASTRO proferiu palestra para o Corpo de Alunos, futuros Sargentos Combatentes.

Três Corações. Após a formatura o Gen CASTRO proferiu palestra para o Corpo de Alunos, futuros
Três Corações. Após a formatura o Gen CASTRO proferiu palestra para o Corpo de Alunos, futuros
Diversos Boletins da ANVFEB podem ser consultados na INTERNET, pelo Google:

Diversos Boletins da ANVFEB podem ser consultados na INTERNET, pelo Google:

Colabore com a Casa da FEB Colabore com a preservação da

Colabore com a Casa da FEB

Colabore com a preservação da memória de nossa pátria e prestigie aqueles que deram o sangue pela liberdade das gerações futuras: nossos pracinhas! O atendimento ao público é realizado as terças e quintas- feiras, das 13h às 17h. Para mais informações, acesse a página eletrônica http://www.veteranos.org.br ou envie uma mensagem para anvfeb@uol.com.br. Conheça a casa da FEB e contribua com a sua manutenção!

Banco Bradesco 237 Agência 3176-3 (Cinelândia) C/C 84.692-9 CNPJ 33.856.758/0001-85

Novos Sócios Colaboradores

Enviar duas fotos 3x4 e R$ 10,00 (Taxa de expediente e Carteirinha de associado). Mensalidade: R$ 20,00

Contas para depósito

Banco Bradesco 237 Agência 3176-3 (Cinelândia) C/C 84.692-9

Banco do Brasil 001 Agência 0392-1 C/C 702.585-8 CNPJ 33.856.758/0001-85

Agência 0392-1 – C/C 702.585-8 CNPJ 33.856.758/0001-85 NOTÍCIAS DA ANVFEB – Ano III – Nº 02
NOTÍCIAS DA ANVFEB – Ano III – Nº 02 – 08 mai 2011 Publicações Recebidas
NOTÍCIAS DA ANVFEB – Ano III – Nº 02 – 08 mai 2011
Publicações Recebidas
O Montese, da ANVFEB-MG
O Adesguiano
Jornal Inconfidência
Informativo ANVFEB – Seção Regional de Belo
Horizonte
ORDEM DE ALERTA!!!
CASA DA FEB, GUARNECER!!!
VOLUNTÁRIOS!!!
Informativo da SIP/2 – Seção de Iinativos e
Pensionistas
Junte-se a nós como sócio Especial ou Voluntário.
Precisamos de WEBMASTER para alimentar o nosso site,
que está desatualizado (www.veteranos.org.br)
Mais Informações – anvfeb@uol.com.br
http://www.2rm.eb.mil.br/novo
Sepultamento no MAUSOLÉU DA FEB
CEMITÉRIO SÃO JOÃO BATISTA
Concessão de Pensão Militar
Informar ao SERVIÇO SOCIAL DA CASA DA FEB – Sr
Benedito, 3462-9963 (res.) e 8529-1924 (cel.) ou a Srª Fátima
(SECRETÁRIA DA PRESIDÊNCIA DA CASA DA FEB)
2417-2845 e 2442-4313 (res.) ou na Casa da FEB, às
TERÇAS E QUINTAS DAS 13h AS 17h – 2262-3609 e
ASSISTÊNCIA SOCIAL – 1ª REGIÃO MILITAR –
PRAÇA DUQUE DE CAXIAS, 25 (ao lado da Central do
Brasil) – Centro – RJ. TELS: 2519-5493 e 22532881
Levar CONTRACHEQUE E IDENTIDADE MILITAR
2532-1933
NOTÍCIAS DA ANVFEB – Ano III – Nº 02 – 08 mai 2011
*******************************************************************
ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS VETERANOS DA FEB - ANVFEB FEB
Casa da FEB - Rua das Marrecas, 35 - Lapa - Rio de Janeiro - RJ 20031-040
Tel e FAX: 021 - 2532-1933 Tel: 2262-3609
Atendimento ao Público: TER e QUI de 13 - 17 h
www.veteranos.org.br e-mail: anvfeb@uol.com.br
Biblioteca - para consulta agendar atendimento via e-mail ou telefone
Museu - Visitas Técnicas Agendadas
****************************************************************