Sie sind auf Seite 1von 17
Fenômenos de Transporte MÓDULO II 11
Fenômenos de Transporte
MÓDULO II
11
Mecânica dos Fluidos Propriedades dos fluidos Massa Específica: É definida pela razão entre a massa
Mecânica dos Fluidos
Propriedades dos fluidos
Massa Específica: É definida pela razão
entre a massa de uma substância e o volume
que esta massa ocupa.
Usaremos o símbolo (rho)
massa do fluido
=
Volume ocupado
Dimensões: [M]/[L³]
Unidade no SI: kg/m³
Esta propriedade é função da temperatura e da
pressão
=
(T, P)
22
Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Density
Mecânica dos Fluidos Propriedades dos fluidos Peso Específico: É definido pela razão entre o peso
Mecânica dos Fluidos
Propriedades dos fluidos
Peso Específico: É definido pela razão
entre o peso de um fluido e o volume que este
ocupa.
Relação entre Peso Específico e
Massa Específica
peso do fluido
massa do fluido x aceleração gravidade
Usaremos o símbolo (gama)
=
=
Volume ocupado
volume ocupado
peso do fluido
=
Volume ocupado
=
◊g
Dimensões: [F]/[L³]
Unidade no SI: N/m³
33
Mecânica dos Fluidos Propriedades dos fluidos Densidade: É definida pela razão entre o peso específico
Mecânica dos Fluidos
Propriedades dos fluidos
Densidade: É definida pela razão entre o
peso específico ou a massa específica de um
fluido e o peso específico ou a massa
específica de um fluido padrão.
Para os líquidos o fluido padrão normalmente é
a água a 4°C e para os gases o fluido padrão é
o ar na mesma temperatura do fluido
Usaremos o símbolo SG (specific gravity)
ou
fluido
fluido
SG =
ou
fluido padrão
fluido padrão
Dimensões: [1]
Unidade no SI: NA
44
Mecânica dos Fluidos Propriedades dos fluidos Viscosidade: É definida como a propriedade do fluido que
Mecânica dos Fluidos
Propriedades dos fluidos
Viscosidade: É definida como a propriedade do fluido que oferece resistência ao movimento
de uma camada deste fluido em relação a uma outra camada adjacente deste mesmo fluido.
Quando duas camadas de um fluido, separadas de uma distancia dy, movem-se uma em relação
à outra com velocidades diferentes, digamos u e u + du, a viscosidade e as velocidades relativas
fazem surgir uma tensão de cisalhamento que age entre as camadas do fluido
A camada superior provoca uma tensão de cisalhamento na camada adjacente inferior e esta
por sua vez provoca uma tensão de cisalhamento na anterior. Esta tensão de cisalhamento é
proporcional à taxa de variação da velocidade com a posição.
du
µ
dy
du
=
ou
dy
55
Mecânica dos Fluidos Propriedades dos fluidos Onde: = viscosidade dinâmica = tensão de cisalhamento du/dy
Mecânica dos Fluidos
Propriedades dos fluidos
Onde:
= viscosidade dinâmica
= tensão de cisalhamento
du/dy = taxa de deformação ou gradiente de velocidade
Dimensão de viscosidade dinâmica: [M.L -1 .T -1 ]
Unidade no SI: Pa.s
Unidade no CGS: g.cm. -1 s -1 (POISE)
66
Mecânica dos Fluidos Propriedades dos fluidos Viscosidade Cinemática: É definida como a razão entre viscosidade
Mecânica dos Fluidos
Propriedades dos fluidos
Viscosidade Cinemática: É definida como a razão entre viscosidade dinâmica e a
massa específica do fluido.
=
Dimensão de viscosidade cinemática: [L 2 .T]
Unidade no SI: m².s -1
Unidade no CGS: cm. -2 s (STOKE)
77
Mecânica dos Fluidos Propriedades dos fluidos Lei de Newton da Viscosidade: Estabelece que a tensão
Mecânica dos Fluidos
Propriedades dos fluidos
Lei de Newton da Viscosidade: Estabelece que a tensão de cisalhamento em uma
camada elementar de um fluido é diretamente proporcional à taxa de deformação ou o gradiente
de velocidade. E a constante de proporcionalidade é a viscosidade dinâmica. Matematicamente:
du
=
dy
Os fluidos que obedecem esta relação são conhecidos como fluidos newtonianos e os que não
obedecem são conhecidos como fluidos não-newtonianos
88
Mecânica dos Fluidos Propriedades dos fluidos Variação da Viscosidade com a temperatura: A viscosidade dos
Mecânica dos Fluidos
Propriedades dos fluidos
Variação da Viscosidade com a temperatura: A viscosidade dos líquidos diminui
com o aumento da temperatura e a viscosidade dos gases aumenta com o aumento da
temperatura
Para os líquidos:
1
=
0
2
1 +
T
+
T
Para os gases
(
2
)
=
1+ T + T
0
99
Mecânica dos Fluidos Propriedades dos fluidos Tipos de Fluidos: 1010
Mecânica dos Fluidos
Propriedades dos fluidos
Tipos de Fluidos:
1010
Mecânica dos Fluidos Propriedades dos fluidos - exercícios 1- Se a distribuição de velocidade sobre
Mecânica dos Fluidos
Propriedades dos fluidos - exercícios
1- Se a distribuição de velocidade sobre uma placa é dada por u =
2/3*(y) – (y²), onde u é a velocidade (m/s) e y é a distancia acima da
placa em metros, determine a tensão de cisalhamento em y =0 e y =
0,15 m. Assuma a viscosidade dinâmica do fluido como = 8,63 poise
2-Uma placa, distante 0,025 mm de uma placa fixa, se move com uma
velocidade de 60 cm/s e requer uma força de 2 N por unidade de área
isto é 2 N/m² para manter esta velocidade. Determine a viscosidade
do fluido que está entre as placas.
3- Determine a intensidade do cisalhamento de um óleo de
viscosidade 1 poise. Este óleo é usado para lubrificar a folga entre um
eixo de diâmetro 10 cm e seu mancal de rolamento. A folga tem 1,5
mm e o eixo gira a 150 rpm.
1111
Mecânica dos Fluidos Propriedades Termodinâmicas Os gases são mais compressíveis que os líquidos desta forma
Mecânica dos Fluidos
Propriedades Termodinâmicas
Os gases são mais compressíveis que os líquidos desta forma apresentam uma grande variação
da massa específica em função de variações na pressão e na temperatura. A relação entre
massa específica, pressão (absoluta) e temperatura (absoluta) para um gás é dada por uma
equação de estado como por exemplo:
P=
RT
Processo Isotérmico – Se a variação na massa específica ocorre à temperatura constante a
relação com a pressão é dada por:
P =
cons
tan
te
1212
Mecânica dos Fluidos Propriedades Termodinâmicas Processo adiabático – Se a variação ocorre sem troca térmica
Mecânica dos Fluidos
Propriedades Termodinâmicas
Processo adiabático – Se a variação ocorre sem troca térmica a relação com a pressão é dada
por:
P
k
Onde k é o coeficiente adiabático que é a relação entre calor específico a pressão constante e o
calor específico a volume constante
1313
Mecânica dos Fluidos Exercícios 4) Um gás pesa 16 N/m³ a 25°C em uma pressão
Mecânica dos Fluidos
Exercícios
4) Um gás pesa 16 N/m³ a 25°C em uma pressão absoluta de 0,25
N/mm². Determine a massa específica do gás e a constante do gás.
5) Um cilindro de 0,6 m³ contém ar a 50°C e 0,3 N/mm² (abs). O ar é
comprimido até 0,3 m³. Encontre: i) a pressão no interior do cilindro
considerando o processo isotérmico. ii) a pressão e a temperatura
considerando o processo adiabático. Assuma k =1,4.
1414
Mecânica dos Fluidos Propriedades dos fluidos Módulo de Elasticidade Volumétrica e Compressibilidade: O módulo de
Mecânica dos Fluidos
Propriedades dos fluidos
Módulo de Elasticidade Volumétrica e Compressibilidade: O módulo de
elasticidade volumétrico é a razão entre a variação de pressão sofrida pelo fluido e a
consequente variação de volume experimentada pelo fluido:
dP
k=
dV
V
Compressibilidade é o inverso do módulo de elasticidade = 1/K
1515
Mecânica dos Fluidos Exercícios 6) Determine o módulo de elasticidade volumétrico de um líquido, se
Mecânica dos Fluidos
Exercícios
6) Determine o módulo de elasticidade volumétrico de um líquido, se a
pressão é aumentada de 70 N/cm² para 130 N/cm². O volume é
reduzido de 0,15%
7) Qual é o módulo bulk de um líquido, o qual é comprimido em um
cilindro de um volume de 0,0125 m³ na pressão de 80 N/cm² para um
volume de 0,0124 m³ na pressão de 150 N/cm²?
1616
Mecânica dos Fluidos Propriedades dos fluidos Pressão de Vapor: É a pressão na qual um
Mecânica dos Fluidos
Propriedades dos fluidos
Pressão de Vapor: É a pressão na qual um líquido vaporiza em uma determinada
temperatura. É uma propriedade intrínseca do fluido.
De fato um líquido vaporiza quando a pressão externa sobre ele se igual à sua Pressão de Vapor
Um fenômeno relacionado à pressão de vapor é a CAVITAÇÃO:Consiste na formação de bolhas
de vapor em um líquido escoando em uma região deste escoamento onde a pressão do sistema
fica abaixo da pressão de vapor do líquido na temperatura do escoamento. Logo em seguida à
sua formação essas bolhas entram em uma região de alta pressão sofrendo então um colapso e
liberando alta energia contra as paredes do sistema danificando-as.
Este fenômeno pode ocorrer por exemplo na bomba de um sistema de bombeamento.
1717