You are on page 1of 4

Art. 18 CF.

Repartição de competências – Estado Federal Três níveis de entes políticos: União, Estados membros, Distrito federal e o municípios. União: pessoa jurídica de direito interno. Podem ter uma legislação própria, auto legislação, decidem o seu destino (auto-governo),

• União

República Federativa do Brasil é composta:

Estados Membros(DF) Municípios

Federação
Forma de estado: Federal, formado por vários entes políticos Forma de Governo: Republicano Sistema de Governo: Presidencialismo de coalizão parlamentarismo uma vez que este é dependente daquele) (parece um

Presidente da República: Estado, governo, e ADM pública. Art. 84 Formação: Federalismo quanto à origem pode ser por : Agregação ou Centrípeto: existem vários entes políticos soberanos, que por algum motivo decidiram se unir e formar um novo país Estado soberano (EUA e as 13 colônias) a prerrogativa é a autonomia. Os vários estados passaram a ser autônomos, cada estado com sua própria legislação e autonomia adm. Segregação ou Centrífugo: existe um estado unitário, onde o poder é centralizado, a partir de um determinado momento ele cria outros entes políticos com autonomia “estados membros”, como exemplo Brasil Monárquico – Brasil Republicano. Amo você!! Bom semestre ! Os entes que compõe o Estado federal possuem autonomia, Característica do estado federal é ele possuir soberania, e os entes possuem autonomia.

4 – indissolubilidade do vinculo federativo. auto governo) os entes políticos podem fazer suas constituições. repartição de dinheiro]. Ex: IPVA – é pago para o estado membro. 34. dentro da ordem constitucional vigente. Significa que não se pode criar um novo país. P: quais são os limites da auto organização¿¿ • Limites são princípios constitucionais. 6 – participação dos entes federados na elaboração legislativa acontece através do Senado Federal (casa de representação dos estados membros. a reorganização interna é possível. 2 – possibilidade de auto-organização. cada um pode ter uma constituição própria. o valor não fica todo para o estado. poder constituinte derivado decorrente art. cada estado com 3 representantes 81 senadores). 8 – possibilidade de intervenção federal. 11 ADCT. cada um tem sua competência. a constituição tem que ser rígida. os entes que compõe a federação podem se auto-organizar. divididos em: .36 CF. 7 – Existência de uma corte constitucional. mas existe a possibilidade de intervenção art. o ente político maior intervir (anular atos ou afastar ocupantes do cargo e colocar um interventor) nos estados membros. Autonomia Auto-organização (alguns autores: auto legislação. Federação clausula pétrea! 5 – existências de autonomia para os entes federados e soberania para o estado federal. A regra é cada ente político é autônoma. 3 – rigidez constitucional. O município e o DF têm uma constituição própria chamada de lei orgânica. 35. disso decorre a proibição de secessão. tem um processo de alteração mais complexo do que qualquer outra norma jurídica. STF.Elementos essenciais de uma Federação: 1 – para que seja considerado federal repartição de competências e rendas [ a federação tem vários entes políticos. Auto organizar-se significa fazer suas constituições e posteriormente reformar suas constituições. a regra é a não intervenção. sendo que as mesmas são repartidas. metade é convertido para o município.

Atribuição de prerrogativa. X. será feito no TJ/TRE/TRF. para gerenciar é criado “agencias”. responde como qualquer outro individuo perante o juiz da comarca.4º CF. significa que os vereadores têm a inviolabilidade das suas opiniões palavras e votos. X – o julgamento do prefeito. Ação Civil Pública (qualquer associação ou MP) e Ação de Improbidade (*responde só perante a câmara de vereadores – juízo de primeira instância*) Regiões de Desenvolvimento Art.. de estende aos entes políticos. uma imunidade material aos vereadores(parlamentar = parlar). 21. art.43 CF *República Federativa do Brasil: direito público externo A união poderá articular e estipular uma área física onde haverá uma política comum.Princípios estabelecidos: (expressos) se dividem em dois – 1 normas e competências: o que cada um pode art.VII CF) – os estados membros devem observar a forma republicana. 5º. para a organização do Estado federal e também do estado membro.Princípios extensíveis: (implícitos) ex.. no exercício do mandado. Podem criar outras pessoas jurídicas. descentralizando o seu poder. ex: SUDENE SUDAM. estando em exercício do mandato (atuando como vereador)! Não possui prerrogativa processual.Princípios sensíveis (34. Ele não responde pelo crime estando na circunscrição do município. o sistema representativo e o regime tem que ser democrático. Com exceção de três ações: Ação Popular art. mas não com autonomia.. 24. 1º. . 29 a. art. 29. 2 normas de pré-ordenação: organizam previamente os estados e municípios.CF VIII . Autarquia: pessoa jurídica criada pela união para cuidar de assunto específico. 22.b. Desconcentração: SDR . ex: INSS tem natureza jurídica de autarquia. 23. . Autonomia municipal art. VIII. mas possui uma imunidade formal porque responde os processos no tribunal de justiça. responde por suas opiniões palavras e votos.

Microrregiões .