You are on page 1of 3

INTRODUÇÃO

No domínio de referência de Equipamentos e Sistemas Técnicos, decidimos


abordar como tema a TELEVISAO, como apareceu no Mundo e em Portugal.
Quanto à evolução, vamos tentar verificar se nos telespectadores, ganhamos
com a concorrência ou se pelo contrário perdemos qualidade.

DESENVOLVIMENTO

Quanto à evolução da TV como sistema técnico è interessante, que desde o


inicio do século XIX que os cientistas estavam preocupado na transmissão de
imagens a distancia e foi em 1842 que Alexandre Bain, conseguiu a primeira
transmissão telegráfica de imagem o fac-símile que actualmente e chamado de fax.
Só em 1906 Arbwehenelt desenvolveu um sistema de televisão por raios, o
sistema empregava a exploração mecânica de um espelho somada a um tubo de
raios catódicos, só em 1924 John Logie Birde conseguiu transmitir contornos de
objectos a distancia e no ano seguinte fisionomias de pessoas, mas foi ainda preciso
esperar ate Março de 1935 para ser emitida oficialmente televisão, que aconteceu
na Alemanha.
Agora já sabemos onde e como começou as transmissões mas falta saber
como funciona a televisão e de maneira simples e de fácil compreensão vamos
tentar explicar:
A câmara capta a imagem decompondo-a em sinais eléctricos que são
mandados para um aparelho chamado modelador.
Como funciona o modelador?
Modula as ondas em um oscilador. Os sinais são enviados em formas de
ondas por uma grande antena transmissora que a encaminhada ao aparelho
receptor que desfaz os sinais, recompondo-os na posição original reproduzindo a
imagem transmitida.
A primeira transmissão via satélite é feita em 23 de Julho de 1962, através do
satélite artificial Telstar, lançado pela NASA, e que as transmissões regulares a cores
nos Estados Unidos são a partir de 1954.
Em Portugal são feitos os primeiros estudos para uma rede de televisão
nacional no ano de 1954 para 1955, e nesse mesmo ano é fundada a RTP. Em 1956
são feitas as primeiras emissões experimentais a partir da Feira Popular em Lisboa.
Em 1957 as emissões passaram a ser regulares, sendo feitas a partir dos estúdios
Lumiar em Lisboa.
A RTP logo em 1968 começa a transmitir o segundo canal, mais tarde havia a
necessidade de chegar as ilhas e em 1972 nasce a RTP Madeira e três anos mais
tarde a RTP Açores.
Com o 25 de Abril a RTP e nacionalizada, sendo pertencente ao Estado
Portugues.
Em 1977 que ganha maior audiência com o aparecer das primeiras
telenovelas e nomeadamente a “Gabriela, cravo e canela”.
No dia do 23º aniversário a 07 de Março de 1980 a melhor prenda dada à
televisão Portuguesa foi ser vista a cores e o programa escolhido, ter sido o Festival
RTP da Canção, que era programa de muito peso e tradição.
Nos anos 90 aparecem as televisões privadas que acabaram com o
monopólio que RTP detinha, mais propriamente no dia 06 de Outubro de 1992 que
se vê a primeira emissão da SIC e meses mais tarde, dia 20 de Fevereiro de 1993 a
TVI.
E muito cedo a RTP sente a forte aposta das televisões privadas que em
apenas três anos a SIC passa a líder de audiências, a RTP passa para segundo
plano e a TVI mal se fazia notar.
A RTP em 1994 começou a transmitir para quase todo o mundo, contratando
figuras acarinhadas pelos portugueses para apresentar programas, como exemplo
Marco Paulo, Luís Represas, António Vitorino de Almeida entre muitos outros,
fazendo contratos milionários.
A SIC tinha uma grelha muito diversificada e conseguia cativar todas as faixas
etárias e todo o tipo de telespectadores com programas de informação, reportagens,
documentários, programas infantis e juvenis, series, comedias, cinema, e
entretimento geral, com gente nova muito profissional e com vontade de vencer, e
logo em 1996 a jornalista Cândida Pinto ganha um prémio com “Os Meninos de
Angola” no FIGRA (“Festival International du Grand Reportage et du Document
d’Actualité”), e em 1997, a SIC ganharia mais seis prémios ainda na área de Grande
Reportagem a SIC foi investindo e crescendo e em 1997 lança a SIC Internacional e
a partir do ano 2000 aposta forte nos canais por cabo e nesse mesmo ano lança o
SIC Gold, em 2001 SIC Noticia e SIC Radical e Passa a ter Presença na Internet
com SIC Online, 2003 a 8 de Março dia Internacional da mulher e lançado um canal
dedicado a mesma a SIC Mulher, e também varias empresas, em 1998 a SIC-
Filmes, em 2005 a SIC-Portatil é a área de negócio da SIC Multimédia que gere a
plataforma e os conteúdos móveis, em 2006 GMTS (Global Media Technology
Systems) substituiu a SIC Serviços como prestadora de serviços técnicos e no final
de 2006 a SIC entrou no capital da Adtech – Advertising Technologies,
Comunicação, Multimédia SA, empresa que tem por objecto a criação,
implementação e gestão de canais multimédia, a SIC está forte mas já não e a líder
de audiências, foi destronada pela TVI, que durante anos pouca importância tinha no
panorama do audiovisual, era dirigida inicialmente por identidades ligadas a Igreja
Católica e as emissões começaram por estar associadas aquela, sendo a
informação dirigida pelo padre António Rego.
O Grupo Media Capital é que gere a TVI ate Abril de 1998, quando o grupo
Sonae liderado por Belmiro de Azevedo associado a Lusomundo e a Stanley HO
consegue um lugar de destaque nas assembleias-gerais e em Junho do mesmo ano
passa a ser liderada pela Sonae, Cisneros e Lusomundo e Belmiro de Azevedo
coloca como director-geral José Eduardo Moniz que foi o grande responsável pela
reviravolta, e que em 2001 começaria a ser líder de audiências no horário nobre
muito por culpa dos reality shows, e em 2004 torna-se líder, por ser um canal que
transmite muita ficção nacional e tem dado oportunidade a muitos jovens
portugueses de mostrar o que valem como actores.
Em 2005 nova mudança de “dono” agora era a vez do grupo espanhol Prisa a
lançar uma OPA sobre a TVI e hoje e totalmente controlado pelo maior grupo de
comunicação espanhol, mas depois de ter um lugar estável no plano de audiovisual
em Portugal é que a TVI entra na TV por cabo e em Setembro deste ano é que
começa a ser transmitido, mas as negociações já vinha sendo efectuadas desde a
oito anos, e com a possibilidade de ainda ser lançado outro canal na TV por cabo.
Mas de volta a “velha nova” RTP, que contabilizou 5 Administrações e 12
Direcções de Programas e Informação entre 1995 e 2002, chega as “mãos” de
Almerindo Marques, e o cenário não podia ser mais negro, um dos relatórios dando
conta da falência técnica da RTP e da sua situação financeira desastrosa.
Avançou o alargamento do serviço público ao cabo, à Internet e à TV digital o
primeiro destes objectivos foram a negociação com a PTM, que cedeu à RTP a
maioria do capital da NTV a RTP já detinha 25%, e rapidamente dá lugar a RTN e
meses mais tarde è lançada a RTP Memoria, já tinha a RTP Internacional e RTP
África.
A 31 de Março de 2004 a Rádio e Televisão de Portugal inauguravam a sua
sede na Avenida Marechal Gomes da Costa, em Lisboa.
Não esta em primeiro lugar nas audiências ainda se encontra em último mas
não muito longe da SIC e da TVI, mas a população em geral teve mais acesso a
televisão por cabo tem mais oferta e muita qualidade e por isso cada vês mais os
canais de sinal aberto têm uma preocupação constante com o telespectadores, e
ultimamente temos visto um crescimento da qualidade da programação, porque a
“guerra” das audiências assim o exige.

CONCLUSÃO
A conclusão a que chegamos foi, a RTP durante muitos anos “reinou” sozinha
não havendo concorrência, quando não há concorrência não há evolução e quase
deixou de haver televisão pública, porque a SIC começou com muita qualidade. A
TVI começou mal mas aprendeu depressa, que tinha tudo para ser a melhor pois já
estava ca há muitos anos, não conseguindo acompanhar a evolução.
Agora estão todas ao mesmo nível e isso è bom pois a qualidade aumenta e
nós TELESPECTADORES è que ganhamos.