Sie sind auf Seite 1von 6
Ágape Reconciliação Ministério de Libertação | PREPARO DE SEMINÁRIOS 1 Preparo de Seminários Este documento

Ágape Reconciliação Ministério de Libertação | PREPARO DE SEMINÁRIOS

1

Preparo de Seminários

Este documento tem por objetivo estabelecer as condições pelas quais o Ministério Ágape Reconciliação (a seguir referido simplesmente como Ministério Ágape Reconciliação.) estará promovendo o Seminário de Batalha Espiritual com a Igreja / Ministério abaixo discriminado (a seguir referido simplesmente como Igreja).

Igreja:

Local:

Pastor:

Tels.: (

)

Data do Seminário:

Número Mínimo de Inscrições:

Seminário de :

1.

ObjetivOs dO semináriO

1.1

Despertar a Igreja para a batalha espiritual de modo que seus membros sejam engajados nessa luta, considerando-se que o ambiente espiritual em que vivemos acha-se envolvido em grande parte com a idolatria, com o espiritismo, com o esoterismo, estando a Nova Era invadindo cada vez mais a nossa sociedade.

1.2

Contribuir para que a Igreja possa capacitar-se melhor para atender os casos de pessoas que, sendo convertidas, tendo vindo de envolvimentos pesados com o reino da trevas, necessitem de libertação e cura interior.

1.3

Levar à Igreja a visão de que o crente tem direitos, autoridade e privilégios em Cristo, e que, apesar disso, muitos ainda estão tendo uma vida com perturbações e opressões, achando-se amarrados às suas práticas do passado, não tendo se apropriado da libertação que Jesus proporcionou na cruz.

1.4

Transmitir à Igreja a necessidade, portanto, de fazer com que os novos convertidos, ao tomarem a decisão de receber o Senhor Jesus como Senhor e Salvador, renunciem também o antigo senhor de sua vida, e também os usos e práticas do passado.

1.5

Encorajar a Igreja a desenvolver localmente um ministério de libertação e cura interior, formando equipes que atuem nesse ministério.

1.6

Como resultado da libertação e da visão de batalha espiritual, possibilitar que a Igreja seja atuante mais eficazmente na evangelização e em missões.

2. PreParO da igreja Para O semináriO

2.1 A Igreja deverá preparar-se espiritualmente para a realização do Seminário, uma vez que ela entrará numa batalha espiritual naqueles dias. Assim, os crentes deverão ser estimulados a terem o coração quebrantado, a confessarem seus pecados, a se reconciliarem entre si, e a participarem do relógio de oração, conforme o item seguinte.

2.2 É super importante. A Igreja deverá manter um relógio de oração durante os quarenta dias que antecederem a data do Seminário, isto é, a Igreja se dividirá em equipes de intercessão (uma equipe normalmente é constituída pelas pessoas de uma mesma família), assumindo cada equipe um horário (normalmente de meia hora), de forma que durante as vinte e quatro horas do dia haja pelo menos uma equipe em oração.

2.3 As equipes que participarão do relógio de oração deverão orar pelos seguintes pontos, dentre outros:

Pela Igreja: que ela seja quebrantada, edificada e amadureça diante do Senhor.

Pela proteção espiritual dos pastores, da liderança e dos membros da Igreja, proibindo que sua vida, pertences e propriedades sejam retaliados por Satanás.

Resistir aos espíritos que estejam querendo impedir a realização do Seminário, proibindo que atuem no sentido de impedir a participação dos membros da igreja e de visitantes de outras igrejas.

Ágape Reconciliação Ministério de Libertação | PREPARO DE SEMINÁRIOS

2

Ministério de Libertação | PREPARO DE SEMINÁRIOS 2  Que as pessoas que participarão do Seminário

Que as pessoas que participarão do Seminário venham com o coração preparado para ouvir, assimilar e assim possam ser abençoadas, libertas e curadas pelo Senhor. Que até mesmo possíveis “casos difíceis” venham a ser solucionados.

R

Pelos palestrantes do Seminário: pela Pra. Neuza Itioka e pelos demais membros do Ministério

Ágape Reconciliação que transmitirão a palavra. Que as mensagens sejam ungidas pelo Espírito Santo e que assim atinja o coração das pessoas. E que a palavra seja adaptada à situação específica da Igreja.

Pela equipe de ministração que estará trabalhando durante o seminário no acompanhamento da intercessão, na escolha das pessoas a serem ministradas individualmente, na condução das ministrações individuais, para que em tudo haja unção do Espírito Santo e em tudo a ação do inimigo seja barrada.

Para que todo o preparo administrativo e logístico ocorra de forma correta e organizada:

preparo dos crachás, registro dos participantes, organização da hospedagem e transporte da equipe do Ministério Ágape Reconciliação, e tudo o mais que será necessário preparar.

Para que os lanches e alimentos fornecidos, durante o Seminário, aos participantes e à equipe não sejam em nada contaminados pelo inimigo.

Pela equipe de intercessores da Igreja que estará atuando nos dias do Seminário.

Se o local do Seminário não for as próprias instalações da Igreja, que o Senhor esteja limpando espiritualmente aquele local.

Para que, durante o Seminário, não haja, por parte do inimigo, roubo de tempo, roubo de palavra, troca de palavras, perturbações com sono, distrações, manifestações com o fim de perturbar, etc.

Proibir qualquer tipo de retaliação pelo inimigo antes, durante e após a execução do Seminário. Proibir a ação do espírito de engano sobre a Igreja, com o objetivo de desfazer o ensino ministrado.

Que o Senhor permita a identificação dos principais principados e potestades que estão atuando no bairro e na cidade da Igreja, para que a luta se concentre contra eles.

Para que durante o Seminário haja um espírito de arrependimento, de quebrantamento, de confissão de pecados e de reconciliação.

Para que a Igreja possa contribuir para a unidade do corpo de Cristo na sua região, promovendo

a união dos pastores da localidade de forma a tomarem posições conjuntas na batalha espiritual

a nível estratégico em sua cidade.

 

Para que a cidade seja alcançada pelo evangelho, e tomada para o Senhor Jesus Cristo.

2.4

A Igreja deverá escolher com muito cuidado uma equipe de intercessores que estará atuando

durante o Seminário. Ela deverá ser composta de no mínimo

(25

– no caso do Japão ou

USA, vamos ter de nos adaptar com a situação local) pessoas sérias, que estejam com uma vida íntegra, e preferencialmente composta por aqueles que têm um chamado de intercessor.

Esses intercessores estarão orando durante todo o tempo das palestras durante os dias do Seminário, divididos em equipes de três pessoas cada uma, que se revezarão em períodos de quinze minutos de cada vez.

A

família, em especial o cônjuge de cada intercessor, deve ser informada pelo mesmo quanto à

sua participação no Seminário. Nos casos em que o marido de uma intercessora não é crente,

ela deverá pedir-lhe permissão especial para acompanhar os aconselhamentos, devido ao tempo necessário e à exigência da responsabilidade dessa função.

Os intercessores deverão estar debaixo da benção do pastor da Igreja.

 

A lista dos nomes dos intercessores deverá ser enviada ao Ministério Ágape Reconciliação, antes do Seminário.

Ágape Reconciliação Ministério de Libertação | PREPARO DE SEMINÁRIOS 3. Preparo Administrativo da Igreja 3

Ágape Reconciliação Ministério de Libertação | PREPARO DE SEMINÁRIOS

3. Preparo Administrativo da Igreja

3

3.1 Inscrições: a igreja deverá designar uma comissão encarregada da parte administrativa, que cuidará das inscrições e cobrará uma taxa de cada participante.

A taxa de inscrição será para cobrir os gastos administrativos, a viagem da equipe até o local do Seminário, os materiais, o custo da apostila, os lanches e as refeições (quando vier a ser fornecida pela Igreja). (Normalmente essa taxa tem sido de no mínimo R$ 40,00, para cobrir a apostila – 15,00 e as demais despesas.)

Receber reservas por telefone até no máximo uma semana antes do início do Seminário; após, somente mediante o pagamento da taxa de inscrição.

As inscrições para o Seminário deverão ser feitas até 5 dias antes do seu início (por exemplo, começando numa sexta-feira, as inscrições deverão ser feitas até o domingo anterior). Após esse prazo, havendo vagas, a Igreja poderá aceitar novas inscrições, desde que a taxa cobrada seja acrescida em 30 %. Esse procedimento visa impedir que as pessoas deixem tudo para a última hora, deixando a Igreja e o Ministério.Ágape Reconciliação sem saber quantos serão os participantes, ou tomando vagas que depois não são preenchidas, por desistência.

O Ministério Ágape Reconciliação deverá ser informado sobre o número de pessoas inscritas, para poder enviar ou levar as apostilas em número necessário e suficiente, bem como os outros materiais.

3.2 A igreja providenciará as cópias das Fichas de Aconselhamento, conforme o modelo fornecido pelo Ministério Ágape Reconciliação, na quantidade necessária a atender os participantes. A igreja providenciará crachás para os participantes do Seminário. Os crachás serão diferenciados pela cor, atendendo a seguinte convenção: para pastores:

verde; para líderes da Igreja: azul; para a equipe de intercessores: amarelo; para os membros da Igreja: branco; para visitantes de outras igrejas: rosa. Não será necessário providenciar para a equipe do Ministério Ágape Reconciliação, uma vez que ela já possui um crachá próprio. Atenção! Atenção!! Observem os crachás tem que ser diferenciados: A equipe tem que logo identificar quem é que, de longe :pastores de todas as denominações (verde), líderes da igreja (azul), equipe de intercessão (amarelo), os membros da igreja (branco), membros de outras igrejas (rosa) (Cuidado com os espiões. Favor observar esta recomendação. Isto é para facilitar o nosso trabalho)

4.

resPOnsabilidades da igreja

4.1

A Igreja será responsável por toda a organização do Seminário, pelos seus custos e por sua divulgação. O Seminário poderá ser realizado nas instalações da própria Igreja, ou em outro local.

4.2

O Ministério Ágape Reconciliação fornecerá uma apostila – Batalha Espiritual I ou II – em

4.3

quantidade a atender os participantes inscritos no Seminário. A Igreja reembolsará o Ministério Ágape Reconciliação pelas apostilas, ao custo de R$ 15,00 por apostila. A Igreja se responsabilizará pelo número mínimo de inscrições, conforme discriminado no

4.4

início deste documento, que não poderá ser inferior a 250 pessoas. No caso de o número efetivo de inscrições não atingir aquele mínimo, a Igreja cobrirá o custo total das apostilas correspondente àquele número. O Ministério Ágape Reconciliação levantará uma oferta no sábado à noite A Igreja reembolsará ainda os custos de viagem dos membros da equipe do Ministério

Ágape Reconciliação

caso).

(passagens, táxis e eventuais despesas de lanche, quando for o

Ágape Reconciliação Ministério de Libertação | PREPARO DE SEMINÁRIOS

4

Ministério de Libertação | PREPARO DE SEMINÁRIOS 4 todo transporte posterior deverá ser providenciado pela

todo transporte posterior deverá ser providenciado pela Igreja, até o momento de deixar a equipe na rodoviária ou aeroporto no seu retorno.

4.6

A

Igreja providenciará a hospedagem da equipe do Ministério Ágape Reconciliação destacada

R

para o Seminário. (A nossa equipe é constituída de pessoas voluntárias. Deixam uma série de

interesses pessoais para servir o Senhor neste Ministério, nos fins de semana. Portanto, eles

devem ser bem recebidos e hospedados. Eles trabalham bastante durante todo o tempo do Seminário: na intercessão, no aconselhamento e no acompanhamento das atividades.)

4.7

Não exigimos Hotel para a nossa hospedagem. Mas, gostaríamos que houvesse conforto mínimo para poder descansar. Lembramos que a nossa equipe tem um trabalho intenso, cada fim de semana. Pedimos que cuidem da cama com bom colchão; quartos para cada casal – muitas vezes podemos viajar com três casais. Pedimos que cuidem que os quartos tenham porta, os banheiros tenha chuveiro que funciona. Algumas vezes, vamos estar com um irmão avulso, viajando só, sem a esposa, ele precisa de um quarto independente.

4.8

Não hospedar os membros da equipe em casas problemáticas, ou de pessoas com problemas espirituais (por exemplo, na casa de uma ex-mãe-de-santo que ainda não tenha passado por libertação); ou de pessoas com bebês que possivelmente estejam chorando à noite inteira; ou de pessoas que não estejam participando do Seminário (como não estão no Espírito do Seminário, poderão até mesmo atrapalhar); ou ainda em casas de pessoas muito idosas, que não tenham sensibilidade para as necessidades de quem hospedam.

4.9

Orientar os hospedeiros quanto ao que eles deverão dar aos membros da equipe que estiverem hospedando: normalmente só o café da manhã, e eventualmente alguma coisa antes de dormir.

4.10 Providenciar a alimentação para a equipe. De preferência que seja servida no local do Seminário, para evitar o tempo gasto com locomoções, não fazendo uso, porém, de almoço servido em marmitex: um bom almoço. No jantar pode ser um lanche ou uma sopa. A refeição do almoço deverá ser uma comida equilibrada (carnes, legumes e verduras) evitando comidas pesadas, tais como a feijoada. Por favor, vamos evitar comida com creme de leite ( como strognoff). Saladas e frutas são sempre bem vindas. Por favor, providencie tudo que é light e que a comida tenha pouco sal, pois muitos não podem comer sal, pelo problema de pressão alta.

4.11

A

Igreja destacará uma sala para o trabalho da equipe, onde ela estará analisando as Fichas

de Ministração, orando, e se preparando para as palestras e ministrações. Nesta sala deverá

haver, portanto, uma mesa central grande, para as reuniões da equipe e para usá-la em

seus trabalhos. A sala deverá ainda ter água, café, chá, biscoitos, suco de frutas (evitar

o

de maracujá) uma cesta de frutas à disposição da equipe. A equipe estará trabalhando

constantemente. (desde 8h até á noite)

4.12

Providenciar água para os que falam no púlpito.

4.13

Providenciar caixas de lenços de papel para uso durante todo o Seminário, tanto nas reuniões coletivas como nas ministrações individuais (eventualmente papel higiênico para ser usado como lenço).

4.14

A

Igreja deverá fornecer aos participantes, nos intervalos, um cafezinho e chá, acompanhado

de biscoitos, e eventualmente refrescos (não de maracujá).

4.15

Preparar um local adequado para a exposição e venda de livros, vídeos e outros materiais trazidos pelo Ministério Ágape Reconciliação, e destacar uma pessoa responsável para trabalhar nas vendas e prestar contas no final do Seminário. A banca de livros deverá estar aberta durante todo o tempo em que estiver havendo as palestras, abrindo pelo menos meia hora antes do horário de início e somente fechando depois de pelo menos meia hora após o encerramento das palestras e ministrações coletivas.

Ágape Reconciliação Ministério de Libertação | PREPARO DE SEMINÁRIOS 5 4.17 Em caso de desistência,

Ágape Reconciliação Ministério de Libertação | PREPARO DE SEMINÁRIOS

5

4.17 Em caso de desistência, a Igreja deverá avisar por escrito o Ministério Ágape Reconciliação. com três meses de antecedência, caso contrário dará uma oferta correspondente a 250 inscrições, no valor de R$ 15,00 por pessoa, para o Ministério Ágape Reconciliação.

4.18 Se a Igreja não realizar o relógio de oração, da forma prevista neste documento, o Seminário poderá ser cancelado, a critério do Ministério Ágape Reconciliação, ficando a Igreja com a responsabilidade de dar a oferta referida no item anterior.

4.19 Após o término do Seminário, a Igreja deverá continuar com o relógio de oração durante pelo menos mais quinze dias, e até intensificar as orações, e deverá ainda trabalhar para que a oração contínua transforme-se em um estilo de vida da Igreja.

5. HOráriO e PrOgrama básicO dO semináriO

5.1 Na sexta-feira:

A comissão destacada pela Igreja deverá começar a trabalhar com antecedência para receber

as pessoas, distribuir as apostilas e os crachás. A programação deste dia será:

A equipe Ágape Reconciliação estará no local da ministração já orando ás 18:30hs.

Assim ela necessitará de uma sala pronta ás 18:30hs

Pedimos que ás 19hs seja servida o lanche ou sopa ou comida leve.

O programa constará de:

20:00 hs : Louvor com cânticos de adoração.

20:30 hs : Palestra

22:00 hs : Ministração Geral

22:30 hs : Reunião com os intercessores locais.

5.2No sábado:

7:30 hs. : Oração dos intercessores locais.

08:00 hs : Louvor da igreja

08:30 hs. : Palestra

10:00 hs. : Intervalo

10:15 hs. : Palestra

11:45 hs. : Oração da Grande Renúncia

12:30 hs. : Almoço

14:00 hs. : Ministrações Individuais (até as 19:00 hs)

19:00 hs. : Sopa ou lanche para a equipe ministradora

19:00 hs. : Louvor (início da reunião da noite)

19:30 hs. : Primeira Palestra

20:45hs. : Segunda Palestra - Guerra contra Mamon – tiraremos a oferta para o ministério

22:00 hs. : Oração de cura interior

5.3No domingo:

07:30 hs. : Intercessão

08:00 hs. : Louvor com músicas de adoração e guerra

08:30 hs. : Palestra

10:00 hs. : Intervalo

10:30 hs. : Palestra: Cura da Igreja

12:30 hs. : Ministração da Cura da Igreja ou Louvor de Palmas

13:30 hs. : Almoço

14:30 hs. : Início das Ministrações individuais

19:00 hs. : Lanche para a equipe ministradora

Ágape Reconciliação Ministério de Libertação | PREPARO DE SEMINÁRIOS

6

Ministério de Libertação | PREPARO DE SEMINÁRIOS 6 A equipe ministradora que pode se constituir de

A equipe ministradora que pode se constituir de 10 pessoas serão transportados em diferentes horários. Até há pouco o povo trabalhava quase 18h. Agora, com cuidado no sábado estamos trabalhando 12h.

Assim, terão de providenciar carros em diferentes horários.

R

6. OutrOs assuntOs

6.1 Mapeamento e Pesquisa sobre a Cidade (não é obrigatório, mas é recomendável) O propósito final da batalha espiritual é missionário. Queremos o nosso bairro, a cidade e as nações para o Senhor. Para conquistá-los precisamos conhecer os principados e potestades que estejam atuando. Os meios para identificá-los são: além da revelação direta pelo Espírito Santo, conhecer a história da cidade, sua fundação e o seu desenvolvimento; identificar quem

é o santo da igreja matriz católica, as igrejas, os centros espíritas, as lojas maçônicas, a

Nova Era, a Pró Vida, e as atividades religiosas da cidade. Devemos identificar onde ficam as

danceterias, as boates, a zona de prostituição. O Pastor é a pessoa mais importante para levar

a visão da guerra e da batalha espiritual para a sua igreja. E terá de ser equipado como um

guerreiro. Para isso ele tem de ser cuidado como pessoa nas necessidades básicas espirituais. Como parte do preparo, deve-se orar e tentar identificar os principados da região: eles estão geralmente ligados ao padroeiro ou padroeira da cidade, sincretizado com entidades espíritas. Identificar os problemas sociais e políticos da cidade, que podem ser, por exemplo:

prostituição (ligada a Diana, Iemanjá, Nanã Buruquê); religiosidade (a Belzebu); feitiçaria (a Jezabel, Iemanjá e outras entidades). Procurar conhecer a história da cidade, sua fundação

e o seu desenvolvimento; e conhecer, além das igrejas católicas, a localização dos centros

espíritas, lojas maçônicas, cemitérios, locais de atividades da Nova Era, da Pró Vida, de outras atividades religiosas da cidade. Os locais de sacrifícios, pontos de fumo, de prostituição, boates, danceterias, etc. são locais em que há concentração de entidades espirituais. Identificar os portais da cidade: Prefeitura, Câmara dos Vereadores, universidades, rádios, antenas de TV,

teatro, aeroportos, rodoviária, portos, etc.

6.2

Para Curar a Igreja Fazer um levantamento de onde vêm os membros da Igreja. Que tipo de ambiente espiritual apresentam os bairros de onde procedem os membros? Que seções da cidade são representadas? Quais as características dos bairros? Existem nestes bairros centros, igrejas, terreiros? Quem são os moradores desses bairros? Como a igreja poderia orar pela cidade ou pelos bairros da cidade? Traçar o perfil da Igreja. Quem fundou a Igreja? Com que motivação foi ela fundada? Quais os problemas que se repetem de tempos em tempos na Igreja? Quais os grandes acontecimentos, pecados e quedas que a Igreja sofreu? Fazer um levantamento do histórico dos pastores que ministraram na Igreja. Se o seu ministério ou se a Igreja é fruto de uma divisão, procure reconciliar-se com a igreja de onde veio, fazendo isso, se possível, antes do Seminário. Se a igreja foi vítima de divisão, libere o perdão aos que saíram. Isso tem de ser feito audível e oficialmente, com testemunhas. Orem pela restauração e cura da igreja local.

6.3

Não será permitida a gravação das palestras, a menos de acerto prévio por escrito.

6.4

Em casos de necessidade de esclarecimentos adicionais e de dúvidas, contatar Maristela Pirolla

- mpoliveira@agapereconciliacao.com.br

Estando de acordo com as condições deste documento:

Data:

Pela Igreja

Nome: