Sie sind auf Seite 1von 128
"Participação é a palavra de ordem para as mudanças sociais." -- Raul Cutait
"Participação é a palavra de ordem para as mudanças sociais." -- Raul Cutait
"Participação é a palavra de ordem para as mudanças sociais." -- Raul Cutait

"Participação é a palavra de ordem para as mudanças sociais." -- Raul Cutait

"Participação é a palavra de ordem para as mudanças sociais." -- Raul Cutait
INSTRUTOR
INSTRUTOR

Elaborado por:

José Hamilton Marin

"Espetacular é uma pessoa que observa o futuro e age antes

mesmo que ele aconteça." --

Bernard Baruch

RESPONSABILIDADE CIVIL
RESPONSABILIDADE
CIVIL
RESPONSABILIDADE CIVIL “ Aprendi que não posso desistir de um sonho por causa do tempo que

Aprendi que não posso desistir de um sonho por causa do tempo

que levará para concretizá-lo

O

tempo passará de todo jeito

O novo Código Civil, que entrou em vigor no dia 11 de janeiro

de 2003, através da Lei nº. 10.406/2002.

. Com a RESPONSABILIDADE SOLIDÁRIA, o contabilista

assume, juntamente com o seu cliente, a responsabilidade por atos dolosos, perante terceiros

Art. 1.177. Os assentos lançados nos livros ou fichas do preponente, por qualquer dos prepostos
Art. 1.177. Os assentos lançados nos livros ou fichas
do preponente, por qualquer dos prepostos
encarregados de sua escrituração, produzem, salvo se
houver procedido de má-fé, os mesmos efeitos como se
o fossem por aquele.
Parágrafo único. No exercício de suas funções, os
prepostos são pessoalmente responsáveis, perante os
preponentes, pelos atos culposos; e, perante terceiros,
solidariamente com o preponente, pelos atos dolosos.

DICA - SUGESTÃO

REVER CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO
REVER
CONTRATO DE
PRESTAÇÃO DE
SERVIÇO

REESTRUTURANDO DEPARTAMENTO PESSOAL

CULTURA EMPRESARIAL
CULTURA EMPRESARIAL

"Nada do que foi será De novo do jeito que já foi um dia

"

"Como uma onda no mar"

L. Santos N. Motta

PROJETO E-SOCIAL

PROJETO

E-SOCIAL

PROJETO E-SOCIAL
PROJETO E-SOCIAL
Máquinas Escrever; Calculadoras Maquinas Processadoras Eletrônica - Gendata Sistemas Informatizados Computadores -

Máquinas

Escrever;

Calculadoras

Maquinas Processadoras Eletrônica - Gendata

Sistemas Informatizados Computadores - ERP

SEM E-SOCIAL

SEM E-SOCIAL COM E-SOCIAL
COM E-SOCIAL
COM
E-SOCIAL
SEM E-SOCIAL COM E-SOCIAL

E-SOCIAL

O QUE É ISSO ?

Segundo levantamento realizado pela consultoria Paycon com 112 empresas atuantes no país com, em média,
Segundo levantamento realizado pela consultoria Paycon com
112 empresas atuantes no país com, em média, 300 funcionários
apenas 26% das empresas pesquisadas estão preparadas para o eSocial enquanto outros 14% têm algum
apenas 26% das empresas pesquisadas estão
preparadas para o eSocial
enquanto outros 14% têm algum plano de
ação para prevenir ou corrigir eventuais
irregularidades
60% restantes ainda não colocaram as
adequações como uma prioridade

E-SOCIAL

O QUE É ISSO ?

Outro levantamento efetuado pela Thomson Reuters, demonstra o seguinte, que há menos de 06 meses
Outro levantamento efetuado pela Thomson Reuters, demonstra
o seguinte, que há menos de 06 meses 70% das empresas não
estão preparadas para e-social – Pesquisa realizada com
Apenas 7,5% das 2 mil empresas
entrevistadas já têm um planejamento para o
eSocial em andamento
61% dos Gestores dizem que a maior
preocupação é a Integração das informações
de fontes variadas.
41% dizem indicam a mudança cultural, 21%
qualidade do conteúdo.
O GOVERNO ESTA!

O GOVERNO ESTA!

O GOVERNO ESTA!
O GOVERNO ESTA!
VEREMOS T-REX T – REX HARPIA LEÃO
VEREMOS
VEREMOS

T-REX

T – REX HARPIA LEÃO
T – REX
HARPIA
LEÃO
QUANTO TEMPO EXISTE SPED? O que é a Escrituração Fiscal Digital? A EFD – Escrituração
QUANTO TEMPO EXISTE SPED?
QUANTO TEMPO EXISTE SPED?
O que é a Escrituração Fiscal Digital? A EFD – Escrituração Fiscal Digital faz parte
O que é a Escrituração Fiscal Digital?
A EFD – Escrituração Fiscal Digital faz parte do projeto SPED (Sistema
Público de Escrituração Digital – Decreto nº 6.022, de 22 de janeiro de
2007). A EFD foi instituída pelo Ajuste SINIEF n ° 2, de 3 de abril de
2009 e constitui-se num conjunto de informações lançadas em arquivo
digital composto de diversos tipos de registros de interesse dos fiscos
municipais, estaduais e federal, bem como no registro e apuração de
impostos referentes às operações e prestações praticadas pelo
contribuinte em cada esfera de competência tributária.
referentes às operações e prestações praticadas pelo contribuinte em cada esfera de competência tributária.

1.

EFD Escrituração Fiscal Digital

SPED - Sistema Público de Escrituração Digital

CONHECENDO A FAMILIA EFD - FISCAL NF-e dezembro/2006 EFD CONTRIBUIÇÕES IN RFB 1052 outubro/2005 05/07/10
CONHECENDO
A FAMILIA
EFD - FISCAL
NF-e
dezembro/2006
EFD
CONTRIBUIÇÕES
IN RFB 1052
outubro/2005
05/07/10
Ajuste Sinief
Ajuste Sinief 02
- abril/09
Revogada IN 1252
07
Mar/2013
NFS-e
Protocolo
Cooperação
ENAT 02
07/12/07
EFD - IRPJ Portaria MF 203 14/05/12 FCONT IN RFB 949/09
EFD - IRPJ
Portaria MF
203
14/05/12
FCONT
IN RFB
949/09
CT-E Ajuste Sinief 09 25/10/07
CT-E
Ajuste
Sinief 09
25/10/07

ECD IN

RFB 787

19/11/2007

1.

EFD Escrituração Fiscal Digital

SPED - Sistema Público de Escrituração Digital

CONHECENDO A FAMILIA
CONHECENDO
A FAMILIA
EFD SOCIAL X
EFD SOCIAL X
EFD SOCIAL X
EFD SOCIAL X

EFD SOCIAL

X

EFD SOCIAL X
EFD SOCIAL X
EFD SOCIAL X
EFD SOCIAL X
X FOLHA DIGITAL
X FOLHA DIGITAL
X FOLHA DIGITAL
X FOLHA DIGITAL

X

X FOLHA DIGITAL
X FOLHA DIGITAL

FOLHA DIGITAL

X FOLHA DIGITAL
Digita l CONHECENDO A FAMILIA EFD SOCIAL X X FOLHA DIGITAL X SPED FOLHA e-SOCIAL Ato
X SPED FOLHA
X SPED FOLHA
X SPED FOLHA
X SPED FOLHA

X

SPED FOLHA

X SPED FOLHA
X SPED FOLHA
X SPED FOLHA
X SPED FOLHA

e-SOCIAL

Ato Declaratório 05

17/07/2013

Digita l CONHECENDO A FAMILIA EFD SOCIAL X X FOLHA DIGITAL X SPED FOLHA e-SOCIAL Ato
ATO DECLARATÓRIO 5
ATO DECLARATÓRIO 5
ATO DECLARATÓRIO EXECUTIVO No- 5, DE 17 DE JULHO DE 2013
ATO DECLARATÓRIO EXECUTIVO
No- 5, DE 17 DE JULHO DE 2013

Aprova e divulga o leiaute

de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas - eSocial.

do Sistema

ATO DECLARATÓRIO 5
ATO DECLARATÓRIO 5

DOU de 18.7.2013

Aprova e divulga o leiaute do Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas eSocial. O SUBSECRETÁRIO DE FISCALIZAÇÃO, no uso da atribuição que lhe confere o inciso III do art. 311 do Regimento Interno da Secretaria da Receita Federal do Brasil, aprovado pela Portaria MF nº 203, de 14 de maio de 2012, e tendo em vista o disposto no art. 11 do Decreto -lei nº 1.968, de 23 de novembro

de 1982, nos incisos I, III e IV da Lei nº 8.212, de 24 de julho de 1991, e no Decreto nº 6.022, de 22 de

janeiro de 2007, resolve:

Art. 1º Declarar aprovado o leiaute dos arquivos que compõem o Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSocial), que será exigido para os eventos ocorridos a partir da competência de janeiro de 2014. Parágrafo único. O leiaute aprovado nos termos do caput consta no Manual de Orientação do eSocial -

versão 1.0, que está disponível na Internet, no endereço eletrônico <www.esocial.gov.br> .

Art. 2º A escrituração de que trata o art. 1º é composta pelos eventos decorrentes das obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas, cujos arquivos deverão ser transmitidos em meio eletrônico pela empresa, pelo empregador ou por outros obrigados a eles equiparados, nos prazos a serem estipulados em ato específico. Art. 3º Este Ato Declaratório Executivo entra em vigor na data de sua publicação.

CAIO MARCOS CANDIDO

DESAFIOS
DESAFIOS
DESAFIOS
CONSTRUÇÃO COLETIVA
CONSTRUÇÃO COLETIVA
CONSTRUÇÃO COLETIVA Receita Federal Do Brasil MINISTÉRIO DA PREVIDENCIA SOCIAL INSS Justiça do Trabalho TST Tribunal

Receita

Federal

Do

Brasil

CONSTRUÇÃO COLETIVA Receita Federal Do Brasil MINISTÉRIO DA PREVIDENCIA SOCIAL INSS Justiça do Trabalho TST Tribunal

MINISTÉRIO

DA

PREVIDENCIA

SOCIAL

INSS

Federal Do Brasil MINISTÉRIO DA PREVIDENCIA SOCIAL INSS Justiça do Trabalho TST Tribunal Superior do Trabalho

Justiça

do

Trabalho

MINISTÉRIO DA PREVIDENCIA SOCIAL INSS Justiça do Trabalho TST Tribunal Superior do Trabalho CEF Caixa Econômica

TST

Tribunal

Superior

do

Trabalho

INSS Justiça do Trabalho TST Tribunal Superior do Trabalho CEF Caixa Econômica Federal - Conselho Curador

CEF

Caixa

Econômica

Federal

- Conselho

Curador do

FGTS

Superior do Trabalho CEF Caixa Econômica Federal - Conselho Curador do FGTS MTE. MINISTÉRIO DO TRABALHO

MTE.

MINISTÉRIO

DO

TRABALHO

E

EMPREGO

Superior do Trabalho CEF Caixa Econômica Federal - Conselho Curador do FGTS MTE. MINISTÉRIO DO TRABALHO
CONSTRUÇÃO COLETIVA
CONSTRUÇÃO COLETIVA
Classe empresarial (Empresas Piloto)
Classe empresarial
(Empresas Piloto)
Contabilistas
Contabilistas
Entidades Paraestatais (SENAI, SENAC, SENAT, SENAR, ETC )
Entidades
Paraestatais
(SENAI, SENAC,
SENAT, SENAR,
ETC
)
Sindicatos
Sindicatos
Representantes de Pequenos Empregadores
Representantes de
Pequenos
Empregadores
CONSTRUÇÃO COLETIVA
CONSTRUÇÃO COLETIVA
Quais são as empresas Piloto ?
Quais são as empresas Piloto ?
Empresas Piloto 2012 • Lojas Renner • Cia Vale do Rio Doce • Camargo Correa
Empresas Piloto 2012
• Lojas Renner
• Cia Vale do Rio Doce
• Camargo Correa
• Bradesco Administradora de
Consórcios Ltda.
• Brookfield Engenharia
• Petrobras Transporte S.A -
Transpetro
• Grupo Maggi
• Brasil Kirin
• BR Distribuidora
• Unimed
• Femsa
• Net Comunicação
Empresas Piloto 203 • Companhia Industrial de Óleos do Nordeste - CE (Cione) • T&A
Empresas Piloto 203
• Companhia Industrial de Óleos do
Nordeste - CE (Cione)
• T&A Construção Pre Fabricada SA
- Ceará
Objetivo: • Simplificação das Obrigações Tributárias 1. • Prestação de Serviço ao Contribuinte-Cidadão
Objetivo:
• Simplificação das Obrigações Tributárias
1.
• Prestação de Serviço ao Contribuinte-Cidadão
X
2.
• Modelo Tributário Complexo Pacto Federativo
• Combate à Sonegação
3.
VANTAGENS ANUNCIADAS
VANTAGENS ANUNCIADAS
• REDUÇÃO DE CUSTOS – ELIMINAÇÃO DE PAPEL 1. • SIMPLIFICAÇÃO DAS OBRIGAÇÕES 2. •
• REDUÇÃO DE CUSTOS – ELIMINAÇÃO DE PAPEL
1.
• SIMPLIFICAÇÃO DAS OBRIGAÇÕES
2.
• UNIFORMIZAÇÃO DAS INFORMAÇÕES
3.
4. • REDUÇÃO ENVOLVIMENTO PRATICAS FRAUDULENTAS
5. • REDUÇÃO TEMPO COM AUDITORES FISCAIS NAS EMPRESAS
6. • RAPIDEZ NO ACESSO AS INFORMAÇÕES
7. • REDUÇÃO CUSTOS ADMINISTRATIVOS ENTRE OUTROS
LEIAUTE MAIS COMPLEXO

LEIAUTE MAIS COMPLEXO

LEIAUTE MAIS COMPLEXO
QUEM SERA OBRIGATÓRIO

QUEM SERA OBRIGATÓRIO

QUEM SERA OBRIGATÓRIO
O QUE SÃO TRABALHADORES ? TIPOS DE TRABALHADORES EVENTUAL AVULSO AUTÔNOMO VOLUNTÁRIO COOPERADO

O QUE SÃO TRABALHADORES ?

TIPOS DE

TRABALHADORES

EVENTUAL

AVULSO

AUTÔNOMO

VOLUNTÁRIO

COOPERADO

ESTAGIÁRIO

AUTÔNOMO VOLUNTÁRIO COOPERADO ESTAGIÁRIO CLT RURAL TEMPORÁRIO TERCEIRIZADO

CLT

RURAL

TEMPORÁRIO

TERCEIRIZADO

ESTRANGEIRO

APRENDIZ

PNE

PÚBLICO

“NÃO VAI DAR CERTO” TENDO PESADELOS! PROBLEMAS PROBLEMAS PROBLEMAS Prob SPED CONTÁBIL / Organizar a

“NÃO VAI DAR CERTO” TENDO

PESADELOS!

PROBLEMAS PROBLEMAS PROBLEMAS Prob SPED CONTÁBIL / Organizar a empresa Interia com Urgência SPED FISCAL
PROBLEMAS
PROBLEMAS
PROBLEMAS
Prob
SPED
CONTÁBIL /
Organizar a
empresa Interia
com Urgência
SPED FISCAL
ESSE TAL DE E-SOCIAL!! AGORA EM 2014 !!
ESSE TAL
DE
E-SOCIAL!!
AGORA EM
2014
!!

Malha fina , monitoramento das contas bancárias

com Urgência SPED FISCAL ESSE TAL DE E-SOCIAL!! AGORA EM 2014 !! Malha fina , monitoramento

1.

EFD Escrituração Fiscal Digital

SPED - Sistema Público de Escrituração Digital

Fiscal Digital • SPED - Sistema Público de Escrituração Digita l O QUE PRECISO PARA ENVIAR?
O QUE PRECISO PARA ENVIAR?
O QUE PRECISO PARA ENVIAR?
CERTIFICAÇÃO DIGITAL
CERTIFICAÇÃO DIGITAL
Fiscal Digital • SPED - Sistema Público de Escrituração Digita l O QUE PRECISO PARA ENVIAR?
Fiscal Digital • SPED - Sistema Público de Escrituração Digita l O QUE PRECISO PARA ENVIAR?
COMO ENVIAR AS INFORMAÇÕES ? PVA P.V.A - PROGRAMA VALIDADOR E ASSINADOR Não haverá -

COMO ENVIAR AS INFORMAÇÕES ?

COMO ENVIAR AS INFORMAÇÕES ? PVA P.V.A - PROGRAMA VALIDADOR E ASSINADOR Não haverá - Programa

PVA

P.V.A - PROGRAMA VALIDADOR E ASSINADOR

Não

haverá

- Programa Validador Arquivos

VALIDAÇÃO DOS ARQUIVOS

- Programa Validador Arquivos VALIDAÇÃO DOS ARQUIVOS XML - Seu objetivo principal é a facilidade de
XML - Seu objetivo principal é a facilidade de compartilhamento de informações através da Internet.
XML - Seu objetivo principal é a facilidade
de compartilhamento de informações
através da Internet.
em português Linguagem Extensível de Marcação Genérica.
em português Linguagem Extensível de
Marcação Genérica.
COMO ENVIAR AS INFORMAÇÕES ?

COMO ENVIAR AS INFORMAÇÕES ?

COMO ENVIAR AS INFORMAÇÕES ?
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS A folha de Pagamento e as rotinas de um Departamento Pessoal e RH
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS A folha de Pagamento e as rotinas de um Departamento Pessoal e RH
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS
A folha de Pagamento e as rotinas de um Departamento Pessoal e RH não serão
A folha de Pagamento e as rotinas de um
Departamento Pessoal e RH não serão as mesmas
depois deste PROJETO - VAI MUDAR TUDO !
• Eventos Iniciais / Carga Inicial 1. • Eventos Tempestivos 2. • Eventos Mensais 3.
• Eventos Iniciais / Carga Inicial
1.
• Eventos Tempestivos
2.
• Eventos Mensais
3.
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS “Uma nova Era nas Relações Trabalhistas e Previdenciárias” R E T O QUE
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS
“Uma nova Era nas Relações Trabalhistas e Previdenciárias”
“Uma nova Era nas Relações
Trabalhistas e Previdenciárias”
R E T
R
E
T

O QUE É

ESTAS

PEQUENAS 3 LETRAS?

INFORMAÇÕES DIVIDIDAS R E T • Registro de Eventos Trabalhistas Carga • A carga inicial
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS R E T • Registro de Eventos Trabalhistas Carga • A carga inicial
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS R E T • Registro de Eventos Trabalhistas Carga • A carga inicial
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS
R E T
• Registro de Eventos
Trabalhistas
Carga
• A carga inicial irá
alimentar a base do RET
Inicial
Todos os arquivos de eventos trabalhistas, que forem transmitidos pela e-Social, passarão por validação e
Todos os arquivos de eventos trabalhistas, que forem
transmitidos pela e-Social, passarão por validação e somente
serão aceitos se estiverem em conformidade com o RET

O RET também será utilizado para validação da folha de pagamento,

que só será aceita se todos os trabalhadores constantes no RET como

ativos constarem na mesma e, por outro lado, todos os trabalhadores constantes da folha de pagamento constarem no RET.

INFORMAÇÕES DIVIDIDAS
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS CARGA INICIAL O QUE É CARGA INICIAL ? S-2100 - Evento Cadastramento Inicial do
CARGA INICIAL
CARGA
INICIAL

O QUE É CARGA INICIAL ?

S-2100 - Evento Cadastramento Inicial do Vínculo
S-2100 - Evento Cadastramento Inicial do
Vínculo
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS S-2100 - Evento Cadastramento Inicial do Vínculo O Leiaute apresentado nesta tabela refere-se

S-2100 - Evento Cadastramento Inicial do Vínculo

O Leiaute apresentado nesta tabela refere-se ao

arquivo de evento que será enviado pela empresa no início da implantação da e-Social, servindo de base para a Construção do "RET - Registro de Eventos Trabalhistas", o qual será utilizado para validação dos

eventos de folha de pagamento e demais eventos

enviados posteriormente. Para cada vínculo trabalhista existente na empresa na data de implantação da e-Social deverá ser gerado um arquivo correspondente, contendo todas as informações cadastrais e contratuais atualizadas até a data-base

gerado um arquivo correspondente, contendo todas as informações cadastrais e contratuais atualizadas até a data-base
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS EVENTOS TEMPESTIVOS DEVEM SER INFORMANDOS ANTES OU ATÉ A DATA EVENTO. QUAIS SÃO ESTES

EVENTOS TEMPESTIVOS

DEVEM SER INFORMANDOS ANTES OU ATÉ

A DATA EVENTO.

QUAIS SÃO ESTES EVENTOS ?

INFORMAÇÕES DIVIDIDAS EVENTOS TEMPESTIVOS > ADMISSÃO > ALTERAÇÃO CADASTRAL > ALTERAÇÃO CONTRATUAL >
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS

EVENTOS TEMPESTIVOS

> ADMISSÃO

> ALTERAÇÃO CADASTRAL

> ALTERAÇÃO CONTRATUAL

> CAT

> ASO

> AVISO DE FÉRIAS

> AFASTAMENTO

TEMPORÁRIO

> RETORNO AFASTAMENTO

TEMPORÁRIO

> AVISO PREVIO

> CONDIÇÃO DIFERENCIADA DE TRABALHO INICIO E TÉRMINO

Trabalhador s/ Vinculo Emprego Início Trabalhador s/ Vinculo Emprego Alteração Trabalhador s/ Vinculo Emprego
Trabalhador s/ Vinculo
Emprego Início
Trabalhador s/ Vinculo
Emprego Alteração
Trabalhador s/ Vinculo
Emprego Término

> ATIVIDADES DESEMPENHADAS

> ESTABILIDADE INICIO E

TÉRMINO

> CANCELAMENTO AVISO PREVIO

> ALTERAÇÃO AFASTAMENTO TEMPORÁRIO

> DESLIGAMENTOS

> CANCELAMENTO AVISO

FÉRIAS

> REINTEGRAÇÃO POR ORDEM

JUDICIAL

INFORMAÇÕES DIVIDIDAS EVENTOS 1. Este evento destina-se a registrar a admissão do trabalhador 2. Trata-se
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS

EVENTOS

1. Este evento

destina-se a

registrar a

admissão do

trabalhador

2. Trata-se do

primeiro evento relativo a um determinado "vinculo" .

S-2200 Evento de Admissão

3. Pode ocorrer também quando o trabalhador é transferido de uma empresa do mesmo grupo economico ou em decorrencia de uma sucessão, fusão ou incorporação.

4. O EVENTO DE ADMISSÃO DEVE

SER TRANSMITIDO

EM PERIODO

ANTERIOR AO

INÍCIO DA

ATIVIDADE DO

TRABALHADOR

5. O Arquivo somente poderá ser enviado

em data igual ou

posterior a data definida para início da

e-Social

6. Um mesmo trabalhador pode ter mais de um vinculo com o mesmo empregador, inclusive vínculos concomitantes.

7. Neste caso para cada vinculo concomitante deverá haver o envio de um evento de admissão.

EVENTOS
EVENTOS
EVENTOS
EVENTOS
EVENTOS
EVENTOS
EVENTOS
EVENTOS
EVENTOS
EVENTOS
EVENTOS
EVENTOS
EVENTOS
EVENTOS
EVENTOS
EVENTOS
EVENTOS
EVENTOS
EVENTOS
EVENTOS
EVENTOS
EVENTOS
EVENTOS
EVENTOS
EVENTOS
EVENTOS
EVENTOS
EVENTOS
EVENTOS
EVENTOS
EVENTOS
EVENTOS
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS EVENTOS MENSAIS ATÉ QUANDO DEVEM SER INFORMADOS ? QUAIS SÃO ESTES EVENTOS ?

EVENTOS MENSAIS

ATÉ QUANDO DEVEM SER INFORMADOS ?

QUAIS SÃO ESTES EVENTOS ?

INFORMAÇÕES DIVIDIDAS
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS FOLHA MENSAL

FOLHA MENSAL

INFORMAÇÕES DIVIDIDAS FOLHA MENSAL
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS FOLHA MENSAL

FOLHA MENSAL

INFORMAÇÕES DIVIDIDAS FOLHA MENSAL
Abertura da Folha de Pagamento EVENTOS MENSAIS PRAZO Alocação Trabalha dor Simples Remuneração Múltiplos
Abertura da Folha de Pagamento EVENTOS MENSAIS PRAZO Alocação Trabalha dor Simples Remuneração Múltiplos

Abertura da Folha de Pagamento

Abertura da Folha de Pagamento EVENTOS MENSAIS PRAZO Alocação Trabalha dor Simples Remuneração Múltiplos
EVENTOS MENSAIS
EVENTOS MENSAIS

PRAZO

Alocação Trabalha dor Simples Remuneração Múltiplos Dissídios Vínculos Coletivos
Alocação
Trabalha
dor
Simples
Remuneração
Múltiplos
Dissídios
Vínculos
Coletivos
Recursos Recebidos ou Repassados p/ Clube de Futebol
Recursos
Recebidos
ou
Repassados
p/ Clube de
Futebol
Fechamento da Folha de Pagamento
Fechamento
da Folha de
Pagamento
Tomados Aquisição de Produtos Cooperati Prestados SERVIÇOS vas RURAL Comercialização de Produtos
Tomados
Aquisição de
Produtos
Cooperati
Prestados
SERVIÇOS
vas
RURAL
Comercialização
de Produtos

Base de Calculo e Contribuição

Cooperati

vas

EVENTOS MENSAIS
EVENTOS MENSAIS
EVENTOS MENSAIS
EVENTOS MENSAIS
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS: 08 TABELAS • Rubricas da Folha de Pagamento 1. • Lotações e Departamentos
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS:
08 TABELAS
• Rubricas da Folha de Pagamento
1.
• Lotações e Departamentos
2.
• Cargos
3.
4.
• Funções
• Horários de trabalhadores
5.
• Estabelecimentos e obras de construção civil
6.
• Processos Administrativos e judiciais
7.
• Operadores Portuários - OGMO
8.
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS: TABELAS TABELAS Não pode Permitido: Atualização via XML ou Web causar Excluir,
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS:
TABELAS
TABELAS
Não pode
Permitido:
Atualização via
XML ou Web
causar
Excluir, Incluir,
inconsistência
em Folha
ID Contribuinte
- Habilitação
Alterar
SUBSTITUIÇÃO GRADUAL UNIFICAÇÃO DAS OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS Todas as obrigações existentes hoje num clique 1. •
SUBSTITUIÇÃO GRADUAL UNIFICAÇÃO DAS OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS Todas as obrigações existentes hoje num clique 1. •
SUBSTITUIÇÃO GRADUAL
SUBSTITUIÇÃO GRADUAL

UNIFICAÇÃO DAS OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS

Todas as obrigações existentes hoje num clique

1. • Livro Registro Empregados - MTE 2. • Folha de Pagamento 3. • Arquivos
1. • Livro Registro Empregados - MTE
2. • Folha de Pagamento
3. • Arquivos eletrônicos - entregue a fiscalização (MANAD)
4. GFIP (CEF)
5. • RAIS (MTE)
6. • CAGED (MTE)
7. • DIRF (RFB)
8. • CAT (INSS)
9. • PPP (INSS)
FLUXO DAS INFORMAÇÕES Necessário Certificado Digital
FLUXO DAS INFORMAÇÕES
FLUXO DAS INFORMAÇÕES
Necessário Certificado Digital
Necessário Certificado Digital
FLUXO DAS INFORMAÇÕES Necessário Certificado Digital
FLUXO DAS INFORMAÇÕES Necessário Certificado Digital
FLUXO DAS INFORMAÇÕES Necessário Certificado Digital Eventos • Folha de Pagamento Previsão Transmissão •
FLUXO DAS INFORMAÇÕES
FLUXO DAS INFORMAÇÕES
Necessário Certificado Digital
Necessário Certificado Digital
Eventos • Folha de Pagamento
Eventos
Folha de
Pagamento

Previsão

Transmissão

Iniciais

Trabalhistas

Outras

Informações

Síncrona

Eventos e Folha

FLUXO DAS INFORMAÇÕES Eventos Iniciais 1 . • ID do Contribuinte 2. • Tabelas; •
FLUXO DAS INFORMAÇÕES
FLUXO DAS INFORMAÇÕES
Eventos Iniciais
Eventos Iniciais

1.

• ID do Contribuinte
• ID do Contribuinte

2.

• Tabelas; • Rubricas, Lotações, cargos e salários
• Tabelas;
• Rubricas, Lotações, cargos e salários

3.

• Processos Administrativos e Judiciais
• Processos Administrativos e Judiciais

4.

• Cadastramento Inicial de Vínculos
• Cadastramento Inicial de Vínculos
FLUXO DAS INFORMAÇÕES Eventos Trabalhistas Aleatórios 1 . • Admissão do Trabalhador 2 . •
FLUXO DAS INFORMAÇÕES
FLUXO DAS INFORMAÇÕES
Eventos Trabalhistas Aleatórios
Eventos Trabalhistas Aleatórios

1. Admissão do Trabalhador

2. Aviso de Férias

3. Afastamento Temporário

4. Aviso Prévio

5. Desligamentos

6. Etc

• Abertura 1 por mês 1. FLUXO DAS INFORMAÇÕES Eventos Mensais 2. 3. • Folha

Abertura 1 por mês

1.

FLUXO DAS INFORMAÇÕES
FLUXO DAS INFORMAÇÕES
Eventos Mensais
Eventos Mensais

2.

3.

Folha de Pagamento;

Múltiplos vínculos,; Dissídios coletivos; Alocação de trabalhadores no Simples; Desoneração da Folha

Outras Informações BLOCO N;

Cooperativa de trabalho; Produção rural; Cessão de Mão de Obra;

• • Etc

Contribuição Sindical

4.

Encerramento

CONSEQUÊNCIAS CONSEQUÊNCIAS Menor Custo para o Incentivo à Formalização empregador Aumento do Controle
CONSEQUÊNCIAS
CONSEQUÊNCIAS
CONSEQUÊNCIAS Menor Custo para o Incentivo à Formalização empregador Aumento do Controle Otimização de
CONSEQUÊNCIAS
Menor Custo para o
Incentivo à Formalização
empregador
Aumento do Controle
Otimização de Informação
Alocação de recursos
públicos

Inclusão Previdenciária

Detectar

inadiplência

Impedir ocorrência de fraude

Impedir ocorrência de fraude

AUMENTO NA ARRECADAÇÃO

AUMENTO NA ARRECADAÇÃO
GESTÃO DE PESSOAS
GESTÃO DE PESSOAS
GESTÃO DE PESSOAS O empregador terá que investir na área de capacitação profissional e na contratação
GESTÃO DE PESSOAS O empregador terá que investir na área de capacitação profissional e na contratação
O empregador terá que investir na área de capacitação profissional e na contratação de novos
O empregador terá que investir na área de
capacitação profissional e na contratação
de novos colaboradores para atender à
demanda destas obrigações, com certeza,
quando você for enviar essas informações
para o eSocial, essas informações serão
criticadas e vai gerar erros.
GESTÃO DE PESSOAS
GESTÃO DE PESSOAS
GESTÃO DE PESSOAS Sistemática Trabalho de de Cuidados na Mudança forma prestações Trabalho com maior rapidez
GESTÃO DE PESSOAS Sistemática Trabalho de de Cuidados na Mudança forma prestações Trabalho com maior rapidez
Sistemática Trabalho de de Cuidados na Mudança forma prestações Trabalho com maior rapidez descrição de
Sistemática
Trabalho de
de
Cuidados na
Mudança
forma
prestações
Trabalho com
maior rapidez
descrição de
Salário - CBO
Cultural
organizada
de
cargos
informações
GESTÃO DE PESSOAS
GESTÃO DE PESSOAS
GESTÃO DE PESSOAS AUDITORIA DE RUBRICAS DE > PARA
GESTÃO DE PESSOAS AUDITORIA DE RUBRICAS DE > PARA
AUDITORIA DE RUBRICAS DE > PARA
AUDITORIA DE
RUBRICAS
DE > PARA
RUBRICAS S-1010 - Tabela de Rubricas Evento utilizado para inclusão, alteração e exclusão de registros
RUBRICAS
RUBRICAS

S-1010 - Tabela de Rubricas

Evento utilizado para inclusão, alteração e exclusão de registros na tabela de

RUBRICAS do empregador.

As informações consolidades desta tabela são utilizadas para validação do evento

de Remuneração dos trabalhadores.

Para envio deste evento é necessário o envio prévio do evento de Informações Cadastraiss do Contribuinte/Empregador.

D E

PARA

 

SISTEMA

TABELA

Nome

Descrição

 

FOLHA Y

GOVERNO

Rubrica

Rubrica

410

9005

Faltas

Correspondente aos dias em que o empregado tenha faltado ao trabalho

495

9201

Insuficiencia de Saldo

Valor relativo a excesso de descontos em relação a proventos

220

9202

Imposto Sindical

Desconto do valor correspondente a um dia de trabalho, efetuado no mês março cada ano

515

9206

INSS

Desconto da parcela de contribuição do empregado

 

517

9207

INSS s/ 13o

Desconto da parcela de contriubição do empregado sobre 13o salário

330

9212

Pensão Alimenticia

Desconto de valor destinado a pensão alimenticia

 

940

9901

Base Cáculo do FGTS

Valores utilizados total base de cálculo FGTS

9999

RUBRICAS
RUBRICAS
RUBRICAS
RUBRICAS
GESTÃO DE PESSOAS Rescisão X Aso X APT / API Admissão Férias X REVISÃO Aso
GESTÃO DE PESSOAS
GESTÃO DE PESSOAS
GESTÃO DE PESSOAS Rescisão X Aso X APT / API Admissão Férias X REVISÃO Aso X
Rescisão X Aso X APT / API Admissão Férias X REVISÃO Aso X DE X
Rescisão
X
Aso
X
APT / API
Admissão
Férias
X
REVISÃO
Aso
X
DE
X PROCESSOS
Aviso
Cargos
NF Terceiros
X
EFD
X

ECD

X

E-Social

GESTÃO DE PESSOAS
GESTÃO DE PESSOAS
GESTÃO DE PESSOAS DADOS CADASTRAIS EMPREGADOR CNPJ - CEI - CNO
GESTÃO DE PESSOAS DADOS CADASTRAIS EMPREGADOR CNPJ - CEI - CNO

DADOS CADASTRAIS EMPREGADOR

CNPJ - CEI

- CNO

DADOS DO EMPREGADOR
DADOS DO EMPREGADOR
DADOS DO EMPREGADOR
GESTÃO DE PESSOAS
GESTÃO DE PESSOAS
GESTÃO DE PESSOAS DADOS CADASTRAIS DOS TRABALHADORES CAEPF Contribuinte Individual Comparado Empresa Produtor Rural e
GESTÃO DE PESSOAS DADOS CADASTRAIS DOS TRABALHADORES CAEPF Contribuinte Individual Comparado Empresa Produtor Rural e

DADOS CADASTRAIS DOS TRABALHADORES

CAEPF

Contribuinte Individual Comparado Empresa

Produtor Rural e Segurado Especial
Produtor Rural e Segurado Especial

VALIDAÇÃO DO NIS > BASE DO CNIS

NIT
NIT
PIS
PIS
GESTÃO DE PESSOAS
GESTÃO DE PESSOAS
GESTÃO DE PESSOAS
GESTÃO DE PESSOAS
DADOS CADASTRAIS
DADOS CADASTRAIS
DADOS CADASTRAIS
DADOS CADASTRAIS
DADOS CADASTRAIS
DADOS CADASTRAIS
DADOS CADASTRAIS
DADOS CADASTRAIS
DADOS CADASTRAIS PONTOS RELEVANTES EMPREGADO POSSUI CASA PRÓPRIA ( ) SIM ( ) NÃO -
DADOS CADASTRAIS
DADOS CADASTRAIS
PONTOS RELEVANTES
PONTOS RELEVANTES
EMPREGADO POSSUI CASA PRÓPRIA ( ) SIM ( ) NÃO - SE SIM – COM
EMPREGADO POSSUI CASA PRÓPRIA
(
) SIM
( ) NÃO - SE SIM – COM RECURSOS SISTEMA HABITAÇÃO
EMPREGADO ESTRANGEIRO CASADO COM BRASILEIRA ( ) SIM ( ) NÃO - POSSUI FILHOS
EMPREGADO ESTRANGEIRO CASADO COM BRASILEIRA
(
) SIM
( ) NÃO - POSSUI FILHOS
ASPECTOS TÉCNICOS  Transmissão dos eventos trabalhistas desvinculada da transmissão da folha;
ASPECTOS TÉCNICOS
ASPECTOS TÉCNICOS

Transmissão dos eventos trabalhistas desvinculada da transmissão da folha;

S-1000 S-1010 S-1020 S-1030 S-1040 S-1050 S-1060 S-1070 S-1080 EVENTOS - TABELAS • Informações do

S-1000

S-1010

S-1020

S-1030

S-1040

S-1050

S-1060

S-1070

S-1080

EVENTOS - TABELAS
EVENTOS - TABELAS

Informações do Empregador

Tabelas de Rubricas

Tabela de Lotações/Departamentos

Tabela de Cargos

Tabela de Funções

Tabela de Horários/Turnos de Trabalho

Tabela de Estabelecimentos Obras

Tabela de Processos Administrativos/Judiciais

Tabela de Operadores Portuários

S-1100 S-1200 S-1310 S-1320 S-1330 S-1340 S-1350 S-1360 S-1370 EVENTOS - TABELAS • eSocial Mensal

S-1100

S-1200

S-1310

S-1320

S-1330

S-1340

S-1350

S-1360

S-1370

EVENTOS - TABELAS
EVENTOS - TABELAS
• eSocial Mensal - Abertura
• eSocial Mensal - Abertura
• eSocial Mensal - Remuneração do Trabalhador
• eSocial Mensal - Remuneração do Trabalhador

eSocial Mensal - Outras Informações - Serv.Tomados (Cessão de Mão

de Obra)

eSocial Mensal - Outras Informações - Serv.Prestados(Cessão de Mão

de Obra)

eSocial - Mensal Outras informações - Serv. Tomados de Cooperativa

de Trabalho

• eSocial Mensal - Outras informações - Serv.Prestados pela Cooperativa de Trabalho
• eSocial Mensal - Outras informações - Serv.Prestados pela
Cooperativa de Trabalho

eSocial Mensal - Outras informações - Aquisição de Produção

• eSocial Mensal - Outras informações - Comercialização da Produção
• eSocial Mensal - Outras informações - Comercialização da Produção
• eSocial Mensal – Outras Informações – Rec. Recebidos ou Repassados p/ Clube de Futebol
• eSocial Mensal – Outras Informações – Rec. Recebidos ou
Repassados p/ Clube de Futebol
EVENTOS - TABELAS S-1400 S-1500 • eSocial Mensal - Bases, Retenção, Deduções e Contribuições •
EVENTOS - TABELAS
EVENTOS - TABELAS
EVENTOS - TABELAS S-1400 S-1500 • eSocial Mensal - Bases, Retenção, Deduções e Contribuições •

S-1400

S-1500

S-1400 S-1500 • eSocial Mensal - Bases, Retenção, Deduções e Contribuições • eSocial Mensal - Resumo

eSocial Mensal - Bases, Retenção, Deduções e Contribuições

eSocial Mensal - Resumo da Folha e Encerramento das Informações

- Bases, Retenção, Deduções e Contribuições • eSocial Mensal - Resumo da Folha e Encerramento das
S-2100 S-2200 S-2220 S-2240 S-2260 S-2280 EVENTOS - TABELAS • EVENTO – Cadastramento Inicial do

S-2100

S-2200

S-2220

S-2240

S-2260

S-2280

EVENTOS - TABELAS
EVENTOS - TABELAS
• EVENTO – Cadastramento Inicial do Vínculo
• EVENTO – Cadastramento Inicial do Vínculo
• EVENTO – Admissão de Trabalhador
• EVENTO – Admissão de Trabalhador
• EVENTO – Alteração de Dados Cadastrais do Trabalhador
• EVENTO – Alteração de Dados Cadastrais do
Trabalhador
• EVENTO – Alteração de Contrato de Trabalho
• EVENTO – Alteração de Contrato de Trabalho

EVENTO Comunicação de Acidente de Trabalho

• EVENTO – Atestado de Saúde Ocupacional
• EVENTO – Atestado de Saúde Ocupacional
S-2300 S-2320 S-2325 S-2330 S-2340 S-2345 EVENTOS - TABELAS • EVENTO – Aviso de Férias

S-2300

S-2320

S-2325

S-2330

S-2340

S-2345

EVENTOS - TABELAS
EVENTOS - TABELAS
• EVENTO – Aviso de Férias
• EVENTO – Aviso de Férias
• EVENTO – Afastamento Temporário
• EVENTO – Afastamento Temporário
• EVENTO – Alteração de Motivo de Afastamento
• EVENTO – Alteração de Motivo de Afastamento
• EVENTO – Retorno de Afastamento Temporário
• EVENTO – Retorno de Afastamento Temporário
• EVENTO – Estabilidade – Início
• EVENTO – Estabilidade – Início
• EVENTO – Estabilidade - Término
• EVENTO – Estabilidade - Término
S-2360 S-2365 S-2400 S-2405 S-2420 S-2440 EVENTOS - TABELAS • EVENTO – Condição Diferenciada de

S-2360

S-2365

S-2400

S-2405

S-2420

S-2440

EVENTOS - TABELAS
EVENTOS - TABELAS

EVENTO Condição Diferenciada de Trabalho Início

EVENTO Condição Diferenciada de Trabalho Término

EVENTO Aviso Prévio

EVENTO Cancelamento de Aviso Prévio

EVENTO Atividades Desempenhadas pelo Trabalhador

EVENTO Comunicação de Fato Relevante

EVENTOS - TABELAS S-2600 • EVENTO – Trabalhador Sem Vínculo de Emprego – Início S-2620
EVENTOS - TABELAS
EVENTOS - TABELAS
S-2600 • EVENTO – Trabalhador Sem Vínculo de Emprego – Início S-2620 • EVENTO –
S-2600
• EVENTO – Trabalhador Sem Vínculo de Emprego – Início
S-2620
• EVENTO – Trabalhador Sem Vínculo de Emprego – Alt. Contratual
S-2680
• EVENTO – Trabalhador Sem Vínculo de Emprego – Desligamento
S-2800
• EVENTO – Desligamento
S-2820
• EVENTO – Reintegraçaão

S-2900

• EVENTO – Exclusão de Evento Enviado Indevidamente
• EVENTO – Exclusão de Evento Enviado Indevidamente
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS: 44 EVENTOS
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS: 44 EVENTOS
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS: 44 EVENTOS
INFORMAÇÕES DIVIDIDAS:
44 EVENTOS
ALGUNS PONTOS IMPORTANTES CONFERÊNCIA DE TODOS OS DADOS CADASTRAIS Empregado Possui Casa Propria CARGA INICIAL
ALGUNS PONTOS IMPORTANTES
ALGUNS PONTOS IMPORTANTES

CONFERÊNCIA DE TODOS OS DADOS CADASTRAIS

Empregado Possui Casa Propria

CARGA INICIAL

É Financiada ou Não

Afastamentos

Validade dos Asos

Contrato

Experiência

CADASTRO COM MAIS DE UM VINCULO

Empregados

Autonômos

ALGUNS PONTOS IMPORTANTES
ALGUNS PONTOS IMPORTANTES
ALGUNS PONTOS IMPORTANTES
ALGUNS PONTOS IMPORTANTES
ALGUNS PONTOS IMPORTANTES
ALGUNS PONTOS IMPORTANTES
ALGUNS PONTOS IMPORTANTES
ALGUNS PONTOS IMPORTANTES
ALGUNS PONTOS IMPORTANTES
ALGUNS PONTOS IMPORTANTES
ALGUNS PONTOS IMPORTANTES
ALGUNS PONTOS IMPORTANTES
ALGUNS PONTOS IMPORTANTES
ALGUNS PONTOS IMPORTANTES
ALGUNS PONTOS IMPORTANTES
ALGUNS PONTOS IMPORTANTES
Carteira de Trabalho Informatizada e Cartão de Identificação do Trabalhador PREVISÃO Bloco Específico Justiça

Carteira de Trabalho

Informatizada e Cartão de Identificação do Trabalhador

PREVISÃO
PREVISÃO
e Cartão de Identificação do Trabalhador PREVISÃO Bloco Específico Justiça Trabalho DCTF WEB GERAR INSS -
e Cartão de Identificação do Trabalhador PREVISÃO Bloco Específico Justiça Trabalho DCTF WEB GERAR INSS -
e Cartão de Identificação do Trabalhador PREVISÃO Bloco Específico Justiça Trabalho DCTF WEB GERAR INSS -
e Cartão de Identificação do Trabalhador PREVISÃO Bloco Específico Justiça Trabalho DCTF WEB GERAR INSS -
Bloco Específico Justiça Trabalho DCTF WEB
Bloco Específico Justiça Trabalho
DCTF WEB
GERAR INSS - DARF
GERAR INSS - DARF
PREVISÃO • Guia FGTS – Através do e-CAC – e-Social 1. • e-Social > Diretamente
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO • Guia FGTS – Através do e-CAC – e-Social 1. • e-Social > Diretamente no
• Guia FGTS – Através do e-CAC – e-Social 1. • e-Social > Diretamente no
• Guia FGTS – Através do e-CAC – e-Social
1.
e-Social > Diretamente no Portal (sem necessidade sistema Folha)
2. Empresa Simples; Mei; Domésticas e Produtor Rural
3. • Penalidades > Ainda não previsto - Por atraso, erro ou omissão
4. • Data Entrega Folha e-Social - Dia 7 mês subsequente.
5. • Prazo Entrega dos Eventos e-social 48 a 72h
• Obrigatoriedade: Lucro Real JAN-14; Lucro Presumido JUL-14;
6. Simples Nacional 2015 – Revisada
> > > >
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO O trabalhador terá uma base única de informação, a qual poderá consultar na hora
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO O trabalhador terá uma base única de informação, a qual poderá consultar na hora em
PREVISÃO O trabalhador terá uma base única de informação, a qual poderá consultar na hora em
PREVISÃO O trabalhador terá uma base única de informação, a qual poderá consultar na hora em

O trabalhador terá uma base única de informação, a qual poderá consultar na hora em que desejar, evitando movimentações fraudulentas e também o

corre-corre atrás das empresas que fora empregado e, principalmente,

evitando surpresas desagradáveis sobre seus recolhimentos de INSS e FGTS.

PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
PREVISÃO
FISCALIZAÇÃO ELETRÔNICA
FISCALIZAÇÃO ELETRÔNICA
FISCALIZAÇÃO ELETRÔNICA • Atestado Saúde Ocupacional > Evitar contratar 1. 2 . empregado Inapto •

Atestado Saúde Ocupacional > Evitar contratar

1.

2.

empregado Inapto

Certificação Digital > Data e CRM Médico

Comunicado CAT > Emissão 24h; Estabilidade

3.

4.

provisória 12 meses(Ret)

REP - Registro eletrônico de ponto.

FISCALIZAÇÃO ELETRÔNICA
FISCALIZAÇÃO ELETRÔNICA
FISCALIZAÇÃO ELETRÔNICA Resultado de Fiscalizações encerradas no ano 2010 sobre diferença de valores de
Resultado de Fiscalizações encerradas no ano 2010 sobre diferença de valores de contribuições previdenciárias
Resultado de Fiscalizações encerradas
no ano 2010 sobre diferença de valores
de contribuições previdenciárias
devidas que foram informadas em
folha de Pagamento e não foram
declaradas em GFIP
R$ 3.556.082.242,60
Resultado de fiscalizações encerradas em 2010 sobre salários e ordenados pagos a empregados não incluídos
Resultado de fiscalizações
encerradas em 2010 sobre salários
e ordenados pagos a empregados
não incluídos em folha de
pagamento pelas empresas:
R$ 1.743.830.046,93
Para finalizar, apenas mais uma informação: segundo o levantamento da Receita Federal feito em 2012,
Para finalizar, apenas mais uma informação: segundo o levantamento da
Receita Federal feito em 2012, considerando o Brasil inteiro, a diferença de
valores das contribuições previdenciárias devidas, que foram informadas
em folha de pagamento e que não foram declaradas na GFIP, somam mais
de R$ 4 bilhões.
ALTERADO AINDA NÃO OFICIAL.

ALTERADO

AINDA NÃO OFICIAL.

ALTERADO AINDA NÃO OFICIAL.
ALTERADO CRONOGRAMA – ANDA NÃO OFICIAL

ALTERADO CRONOGRAMA ANDA NÃO OFICIAL

ALTERADO CRONOGRAMA – ANDA NÃO OFICIAL
ALTERADO – AGUARDANDO OFICIALIZAÇÃO
ALTERADO
– AGUARDANDO OFICIALIZAÇÃO
CRONOGRAMA ESTIMADO O cronograma do eSocial é ESTIMADO, pode estar sujeitos a alterações, e aguarda-se
CRONOGRAMA ESTIMADO
CRONOGRAMA ESTIMADO
O cronograma do eSocial é ESTIMADO, pode estar sujeitos a alterações, e aguarda-se o ATO
O cronograma do eSocial é ESTIMADO,
pode estar sujeitos a alterações, e
aguarda-se o ATO NORMATIVO:

I A transmissão dos eventos iniciais e tabelas deverá ocorrer:

•Até 30/04/14 - Produtor Rural Pessoa física e Segurado Especial. 1. •Até 30/06/14 - Empresas
•Até 30/04/14 - Produtor Rural Pessoa física e Segurado Especial.
1.
•Até 30/06/14 - Empresas Tributadas pelo Lucro Real
2.
•Até 30/11/14 - Empresas Tributadas pelo Lucro Presumido, Entidades Imunes e Isentas e Optantes pelo Regime
Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições devidos pelas Microempresa e Empresas de Pequeno
Porte - Simples Nacional, MEI, contribuinte Individual equiparado à empresa e outros equiparados à empresa ou a
3.
empregador; e
•Até 31/01/15 - Órgãos da Administração direta da União, Estados, Distrito Federal e Municípios, bem como suas
autarquias e Fundações
4.
CRONOGRAMA ESTIMADO O cronograma do eSocial é ESTIMADO, pode estar sujeitos a alterações, e aguarda-se
CRONOGRAMA ESTIMADO
CRONOGRAMA ESTIMADO
O cronograma do eSocial é ESTIMADO, pode estar sujeitos a alterações, e aguarda-se o ATO
O cronograma do eSocial é ESTIMADO,
pode estar sujeitos a alterações, e
aguarda-se o ATO NORMATIVO:

II A transmissão dos eventos não periódicos deverá ocorrer imediatamente após a inclusão dos eventos iniciais no eSocial, conforme cronograma definido no inciso I

CRONOGRAMA ESTIMADO O cronograma do eSocial é ESTIMADO, pode estar sujeitos a alterações, e aguarda-se
CRONOGRAMA ESTIMADO
CRONOGRAMA ESTIMADO
O cronograma do eSocial é ESTIMADO, pode estar sujeitos a alterações, e aguarda-se o ATO
O cronograma do eSocial é ESTIMADO,
pode estar sujeitos a alterações, e
aguarda-se o ATO NORMATIVO:

III A transmissão dos eventos mensais de folha de pagamento e de

apuração de tributos e encargos trabalhistas deverá ocorrer:

•a) a partir da competência maio de 2014 para os obrigados relacionados na alínea “1”
•a) a partir da competência maio de 2014 para os obrigados relacionados na alínea “1” do inciso I deste artigo;.
1.
•b) a partir da competência julho de 2014 para os obrigados relacionados na alínea “2” do inciso I deste artigo;
2.
•c) a partir da competência novembro de 2014 para os obrigados relacionados na alínea “3” do inciso I deste artigo; e
3.
•d) a partir da competência janeiro de 2015 para os obrigados relacionados na alínea “4” do inciso I deste artigo.
4.
CRONOGRAMA ESTIMADO O cronograma do eSocial é ESTIMADO, pode estar sujeitos a alterações, e aguarda-se
CRONOGRAMA ESTIMADO
CRONOGRAMA ESTIMADO
O cronograma do eSocial é ESTIMADO, pode estar sujeitos a alterações, e aguarda-se o ATO
O cronograma do eSocial é ESTIMADO,
pode estar sujeitos a alterações, e
aguarda-se o ATO NORMATIVO:

Parágrafo único. A transmissão das informações por meio do eSocial substituirá a prestação das informações por meio da Guia de Recolhimento do

Fundo de Garantia por Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social

GFIP, a partir das seguintes competências

•I – a partir de maio de 2014, para os obrigados relacionados na alínea “1”
•I – a partir de maio de 2014, para os obrigados relacionados na alínea “1” do inciso I deste artigo; e
1.
•II – a partir de novembro de 2014, para os obrigados relacionados na alínea “2” do inciso I deste artigo; e
2.
•III - a partir de janeiro de 2015, para os obrigados relacionados na alínea “3” e “4” do inciso I deste artigo.
3.
SUGESTÕES: COMO EVITAR PROBLEMAS Data: Cadastro: Análise: A entrega dos arquivos As empresas devem ter
SUGESTÕES: COMO EVITAR PROBLEMAS Data: Cadastro: Análise: A entrega dos arquivos As empresas devem ter
SUGESTÕES:
SUGESTÕES:

COMO EVITAR

PROBLEMAS

Data: Cadastro: Análise: A entrega dos arquivos As empresas devem ter colaborador responsável devem ser
Data:
Cadastro:
Análise:
A entrega dos
arquivos
As empresas
devem ter
colaborador
responsável
devem ser
planejada com
antecedência.
Após analisar
todos os
cadastros fazer
os respectivos
acertos no
O Prazo para
em analisar os
dados
envio do e-
Social é até
sistema para que
no momento da
geração não seja
enviados dados
inconsistentes
31-dez

Revisão:

Setor Pessoal/RH (Escritório Contábil)

Revisar as rotinas de admissão, férias, aviso

prévio, e se

possivel a integração do PCMSO com a folha

Contábil) Revisar as rotinas de admissão, férias, aviso prévio, e se possivel a integração do PCMSO
ÚLTIMAS NOTICIAS arquivos magnéticos - alteração das multas - LEI No 12.873, DE 24 DE

ÚLTIMAS NOTICIAS

arquivos magnéticos - alteração das multas - LEI No 12.873, DE 24 DE OUTUBRO DE 2013

O art. 57 da Medida Provisória no 2.158-35, de 24 de agosto de 2001, passa
O art. 57 da Medida
Provisória no 2.158-35, de
24
de agosto de 2001, passa a
vigorar com as seguintes
alterações:
"Art. 57. O sujeito passivo
que deixar de cumprir as
obrigações
acessórias exigidas nos
termos do art. 16 da Lei no
9.779,
de 19 de janeiro de 1999, ou
que as cumprir com
incorreções ou
omissões será intimado para
cumpri-las ou para prestar
esclarecimentos
relativos a elas nos prazos
estipulados pela Secretaria
da Receita Federal do Brasil
e sujeitar-se-á às seguintes
multas:
I - a) R$ 500,00 (quinhentos reais) por mês- calendário ou fração, relativamente às pessoas
I -
a) R$ 500,00 (quinhentos
reais) por mês-
calendário ou fração,
relativamente às
pessoas jurídicas que
estiverem em início
de atividade ou que
sejam imunes ou isentas
ou que, na última
declaração apresentada,
tenham apurado lucro
b) R$ 1.500,00 (mil e
quinhentos reais) por
mês-calendário
ou fração, relativamente
às demais pessoas
jurídicas;
presumido ou pelo
Simples Nacional;

c) R$ 100,00 (cem

reais) por mês- calendário ou fração,

relativamente às pessoas físicas;

ÚLTIMAS NOTICIAS arquivos magnéticos - alteração das multas - LEI No 12.873, DE 24 DE

ÚLTIMAS NOTICIAS

arquivos magnéticos - alteração das multas - LEI No 12.873, DE 24 DE OUTUBRO DE 2013

II

-

por

não

cumprimento

à

intimação

da

Secretaria

da

Receita

Federal

do

Brasil

para

cumprir

obrigação

acessória

ou

para

prestar

esclarecimentos

nos

prazos

estipulados

pela

autoridade

fiscal: R$ 500,00 (quinhentos reais) por mês-calendário;

nos prazos estipulados pela autoridade fiscal: R$ 500,00 (quinhentos reais) por mês-calendário;
ÚLTIMAS NOTICIAS arquivos magnéticos - alteração das multas - LEI No 12.873, DE 24 DE

ÚLTIMAS NOTICIAS

arquivos magnéticos - alteração das multas - LEI No 12.873, DE 24 DE OUTUBRO DE 2013

a) 3% (três por cento), não inferior a R$ 100,00 (cem reais), do valor das
a) 3% (três por cento), não
inferior a R$ 100,00 (cem
reais),
do valor das transações
III - por cumprimento de
comerciais ou das operações
obrigação acessória com
informações
inexatas, incompletas ou
omitidas:
financeiras,
próprias da pessoa jurídica ou
de terceiros em relação aos
quais
seja responsável tributário, no
caso de informação omitida,
inexata
ou incompleta;

b) 1,5% (um inteiro e cinco décimos

por cento), não inferior a R$ 50,00 (cinquenta reais), do valor das transações comerciais ou das operações financeiras, próprias da pessoa física ou de terceiros em relação aos quais seja responsável tributário, no caso

de informação omitida, inexata ou incompleta.;

ÚLTIMAS NOTICIAS arquivos magnéticos - alteração das multas - LEI No 12.873, DE 24 DE

ÚLTIMAS NOTICIAS

arquivos magnéticos - alteração das multas - LEI No 12.873, DE 24 DE OUTUBRO DE 2013

§ 3o A multa prevista no inciso I do caput será reduzida à metade, quando
§ 3o A multa prevista no inciso I do caput será
reduzida à
metade, quando a obrigação acessória for
cumprida antes de
qualquer procedimento de ofício.

§ 4o Na hipótese de pessoa jurídica de direito

público, serão aplicadas as multas previstas na alínea a do inciso I, no inciso II e na alínea b do inciso III."(NR)

ÚLTIMAS NOTICIAS

ÚLTIMAS NOTICIAS

ÚLTIMAS NOTICIAS
ÚLTIMAS NOTICIAS Preparativo para o eSocial Qualificação cadastral dos trabalhadores

ÚLTIMAS NOTICIAS

Preparativo para o eSocial Qualificação cadastral dos trabalhadores
Preparativo para o eSocial
Qualificação cadastral dos trabalhadores
ÚLTIMAS NOTICIAS Preparativo para o eSocial Qualificação cadastral dos trabalhadores

ÚLTIMAS NOTICIAS

Preparativo para o eSocial Qualificação cadastral dos trabalhadores
Preparativo para o eSocial
Qualificação cadastral dos trabalhadores
ÚLTIMAS NOTICIAS Preparativo para o eSocial Qualificação cadastral dos trabalhadores
ÚLTIMAS NOTICIAS Preparativo para o eSocial Qualificação cadastral dos trabalhadores

ÚLTIMAS NOTICIAS

Preparativo para o eSocial Qualificação cadastral dos trabalhadores
Preparativo para o eSocial
Qualificação cadastral dos trabalhadores
ÚLTIMAS NOTICIAS Preparativo para o eSocial Qualificação cadastral dos trabalhadores
ÚLTIMAS NOTICIAS Preparativo para o eSocial Qualificação cadastral dos trabalhadores

ÚLTIMAS NOTICIAS

Preparativo para o eSocial Qualificação cadastral dos trabalhadores
Preparativo para o eSocial
Qualificação cadastral dos trabalhadores
ÚLTIMAS NOTICIAS Preparativo para o eSocial Qualificação cadastral dos trabalhadores
ÚLTIMAS NOTICIAS Preparativo para o eSocial Qualificação cadastral dos trabalhadores
Programa BNDES para o Desenvolvimento da Indústria Nacional de Software e Serviços de Tecnologia da
Programa BNDES para o Desenvolvimento da Indústria Nacional de Software e Serviços de Tecnologia da
Programa BNDES para o
Desenvolvimento da Indústria
Nacional de Software e
Serviços de Tecnologia da
Informação - BNDES Prosoft
SERVIÇOS OFERECIDOS PELO PORTAL HMARIN
SERVIÇOS OFERECIDOS PELO
PORTAL HMARIN
SERVIÇOS OFERECIDOS PELO PORTAL HMARIN
SERVIÇOS OFERECIDOS PELO PORTAL HMARIN
SERVIÇOS OFERECIDOS PELO
PORTAL HMARIN
SERVIÇOS OFERECIDOS PELO PORTAL HMARIN Auditoria em sua Folha de Pagamento e procedimentos Dentre outros serviços
SERVIÇOS OFERECIDOS PELO PORTAL HMARIN Auditoria em sua Folha de Pagamento e procedimentos Dentre outros serviços

Auditoria em sua Folha de Pagamento e procedimentos

Dentre outros serviços oferecidos Consulte-nos

PELO PORTAL HMARIN Auditoria em sua Folha de Pagamento e procedimentos Dentre outros serviços oferecidos Consulte-nos
PELO PORTAL HMARIN Auditoria em sua Folha de Pagamento e procedimentos Dentre outros serviços oferecidos Consulte-nos
AGRADECIMENTOS Desejamos a Todos os Participantes Paz, Saúde e muito SUCE$$O! DUVIDAS jhamarin@gmail.com
AGRADECIMENTOS Desejamos a Todos os Participantes Paz, Saúde e muito SUCE$$O! DUVIDAS jhamarin@gmail.com
AGRADECIMENTOS
AGRADECIMENTOS
Desejamos a Todos os Participantes Paz, Saúde e muito SUCE$$O!
Desejamos a Todos
os Participantes
Paz, Saúde e muito
SUCE$$O!
Desejamos a Todos os Participantes Paz, Saúde e muito SUCE$$O! DUVIDAS jhamarin@gmail.com www.portalhmarin.com.br
DUVIDAS jhamarin@gmail.com
DUVIDAS
jhamarin@gmail.com

www.portalhmarin.com.br

Desejamos a Todos os Participantes Paz, Saúde e muito SUCE$$O! DUVIDAS jhamarin@gmail.com www.portalhmarin.com.br