You are on page 1of 4

Nº 116 - Ano 2009

ISSN 0103-8109

A V A L I A Ç Ã O D E P R O J E T O S D E L E I

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº 463 /09


ramita na Câmara o Projeto de mente aguarda parecer das comis-
T Lei Complementar nº 463 /09,
do deputado Renato Molling (PP-
sões de Finanças e Tributação, onde
fora designado relator o Deputado
ANÁLISE

Como ponto de partida para


RS), que institui o Fundo Nacional Antonio Palocci (PT-SP), e de Cons- entender o alcance do PLC nº 463/
de Compensação Tributária (Fun- tituição e Justiça e de Cidadania. O 09 é preciso ter em mente que
cot). Pela proposta, o novo fundo projeto também será votado pelo o governo federal vem atuando
terá a finalidade de compensar Plenário e, por tratar-se de PLC, pelo lado fiscal com o objetivo de
perdas de estados e municípios necessita da maioria absoluta dos estimular a atividade econômica em
decorrentes de desoneração do votos para aprovação. virtude da desaceleração provo-
Imposto de Renda (IR), do IPI e do Encontram-se apensados ao cada pela crise financeira interna-
ICMS promovida pelo governo PLC nº 463/09 o PLC nº 485/ cional. Segundo dados do Minis-
federal. 2009, de autoria do Deputado Leo tério da Fazenda, constam desses
De acordo com o texto, o Alcântara (PR-CE), que dispõe estímulos a expansão dos investi-
fundo será financiado por recursos sobre compensações financeiras mentos do PAC, o Programa Minha
do Fundo Soberano. O repasse de aos estados e aos municípios pelas
verbas aos entes federados será desonerações fiscais concedidas
automático, realizado mensal- pela União ou pelos Estados e o
mente, e corresponderá à receita PLC nº 496/2009, de autoria do
tributária perdida com os be- Deputado Alfredo Kaefer (PSDB-
nefícios fiscais. PR), que altera a Lei Complementar
A proposta determina ainda que nº 101 – Lei de Responsabilidade
isenções de IR e de IPI sejam condi- Fiscal, dando nova redação ao art.
cionadas à avaliação prévia das 14 e acrescentando o art. 14-A.
perdas de recursos do Fundo de
Participação dos Estados (FPE) e
do Fundo de Participação dos
Municípios (FPM). Além disso, re-
duções nas alíquotas do ICMS
dependerão de acordo a ser cele-
brado pela União com os estados
e o Distrito Federal.
A justificativa do projeto é criar
um sistema eficiente de compen-
sações automáticas para os entes
federados afetados negativamente
pelas desonerações.
O Projeto de Lei Comple-
mentar (PLC) foi apresentado em
plenário em14/04/2009, tramita
em regime de prioridade e atual-
Casa Minha Vida: R$ 28 bi em as demais entidades da federação as transferências desses recursos
subsídios e R$ 60 bi em inves- cujas fontes de receita são justa- aos entes federados nos prazos
timentos, o Plano Safra 2009/2010: mente o IR e o IPI. Atualmente, legalmente estabelecidos.
R$ 107 bi (2009-10), a manu- cerca de 21% da receita líquida de Além das transferências relativas
tenção e a expansão dos programas arrecadação (receita bruta – ao FPE e FPM também estão pre-
sociais, como o bolsa família: incentivos fiscais – restituições) de vistas na Constituição transfe-
R$ 12 bi (2009), o reajuste do IPI e IR compõem o fundo de rências pelo Fundo de Compen-
salário mínimo: R$ 20 bilhões participação dos estados, enquanto sação pela Exportação de Produtos
(2009), o LOAS/RMV: R$ 19 bi- 22% vão para o fundo de partici- Industrializados – FPEX; pelo
lhões (2009) e uma série de deso- pação dos municípios. Conforme Fundo de Manutenção e Desen-
nerações tributárias, chamadas de determina a Lei Complementar volvimento da Educação Básica e
medidas anticíclicas. Dentre as de Valorização dos Profissionais da
medidas mais recentes, tivemos a Educação – Fundeb; e pelo Imposto
redução de IR pessoa física (nova sobre a Propriedade Territorial
tabela, R$ 5 bi), a redução tem- “A PROPOSTA DETERMINA Rural - ITR.
porária de IPI para veículos auto- AINDA QUE ISENÇÕES Um primeiro olhar sobre o PLC
motivos, com garantia de emprego, DE IR E DE IPI SEJAM nº 463/09 parece sugerir que sua
a redução temporária de IPI para a CONDICIONADAS À elaboração e seu trâmite em ca-
linha branca e materiais de cons- AVALIAÇÃO PRÉVIA DAS ráter de prioridade buscam reparar
trução, a nulidade da alíquota de PERDAS DE RECURSOS DO
os efeitos negativos sobre as finan-
COFINS para motos, a nulidade da ças estaduais e municipais decor-
alíquota PIS/COFINS sobre trigo,
FUNDO DE PARTICIPAÇÃO rentes das recentes desonerações
farinha e pãozinho. Ainda estão DOS ESTADOS (FPE) E DO fiscais do governo federal. Sob esse
programadas novas desonerações, FUNDO DE PARTICIPAÇÃO aspecto, o PLC busca, mediante
como a redução do IPI incidente DOS MUNICÍPIOS (FPM). compensações financeiras automá-
sobre bens de capital (70 itens da ALÉM DISSO, REDUÇÕES ticas, reduzir ou eliminar uma
NCM, como válvulas industriais, NAS ALÍQUOTAS DO ICMS externalidade negativa produzida
árvores de transmissão, partes de DEPENDERÃO DE ACORDO A por outro ente federado, no caso
aerogeradores (energia eólica), SER CELEBRADO PELA o governo federal.
microscópios eletrônicos, hastes UNIÃO COM OS ESTADOS E O PLC nº 463/09 vem ao
de bombeamento, congeladores encontro da Medida Provisória nº
O DISTRITO FEDERAL.”
industriais, dentre outros, além da 462/2009, editada em 14 de maio
prorrogação do prazo de deso- de 2009, e que dispõe sobre a
neração para automóveis e linha prestação de apoio financeiro pela
branca. nº 62, de 28 de dezembro de União aos entes federados que
1989, do valor total do FPE 85% recebem recursos do Fundo de
O SISTEMA DE REPARTIÇÃO vão para os estados das regiões Participação dos Municípios –
TRIBUTÁRIA: CORTESIA COM Norte/Nordeste/Centro-Oeste e FPM, no exercício de 2009, com
O CHAPÉU ALHEIO? 15% para os estados das regiões o objetivo de superar dificuldades
Sudeste/Sul, segundo o coeficiente financeiras emergenciais. Em
A política de desoneração tri- de participação de cada unidade da resumo, pela MP nº 462/2009 os
butária, quando utilizada na forma federação baseado na população municípios receberão a diferença
de renúncia fiscal de arrecadação calculada pelo IBGE. entre o que foi recebido em 2008
de imposto de renda e de imposto Por determinação constitu- e o valor repassado este ano.
sobre os produtos industrializados, cional, parcela das receitas federais Sob o enfoque exclusivo da
afeta diretamente a situação fiscal arrecadadas pela União é repassada eficiência econômica, o PLC nº
de Estados e Municípios. Isso aos estados, ao Distrito Federal e 463/09 parece ser uma medida
porque, pela Constituição Federal, aos municípios e cabe ao Tesouro apenas paliativa, pois a origem da
o governo federal deve realizar Nacional, em cumprimento aos externalidade financeira surge
transferências constitucionais para dispositivos constitucionais, efetuar devido a direitos de propriedade

2
mal estabelecidos no campo das (FUNCOT), destinado a reparar as fossem feitas em títulos de renda
finanças públicas, em particular na perdas dos estados, Distrito Fe- fixa, líquidos mas com rentabilidade
arrecadação e na distribuição deral e municípios em decorrência reduzida. Adicionalmente, os países
tributária. Uma medida mais efi- da desoneração fiscal do Imposto que possuem fundos soberanos têm
ciente seria justamente corrigir os sobre Renda (IR), Imposto sobre fontes estáveis de geração de
direitos de propriedade da arre- Produtos Industrializados (IPI) e recursos em moeda estrangeira,
cadação tributária no sentido de se Imposto de Circulação de Merca- sejam recursos naturais (petróleo)
reduzir o poder de príncipe do dorias e Serviços (ICMS), enquanto ou superávits estruturais nas tran-
governo federal, ao tempo em que seu parágrafo único diz que o fundo sações correntes do balanço de
forneça aos estados e municípios será administrado pela União. pagamentos. A racionalidade tradi-
mecanismos mais diretos de O Art. 2º estabelece que o cional de fundos soberanos é,
arrecadação e utilização de medidas repasse dos recursos aos entes portanto, simplesmente utilizar o
desoneradoras diante das suas federados será automático, reali- excedente econômico obtido em
próprias realidades financeiras e zado mensalmente, e correspon- moeda estrangeira para obter
fiscais. A reformulação da estrutura derá à receita tributária diferida melhor rentabilidade em investi-
tributária, entretanto, exige mu- com as desonerações concedidas. mentos de longo prazo. O modelo
danças significativas nas responsa- Pelo Art. 3º, o FUNCOT será brasileiro difere dos fundos tradi-
bilidades tributárias dos entes financiado pelos recursos obtidos cionais na medida em que busca
federativos que vão muito além dos com a colocação dos títulos outras funções, como mitigar os
propósitos do PLC nº 463/09. públicos federais destinados à efeitos de ciclos econômicos e
Com efeito, o PLC nº 463/09 formação do Fundo Soberano, fomentar projetos de interesse
disciplina a reparação dos danos, criado pela Lei n° 11.887,de 24 de estratégico localizados no exterior
mas não ataca o problema principal dezembro de 2008. que não necessariamente se coa-
que é a excessiva concentração dos A fim de financiar as trans- dunem com a maximização do
recursos nas mãos do governo ferências para estados, Distrito retorno dos investimentos. Adi-
federal em prejuízo da organização Federal e municípios, o governo cionalmente, a capitalização do
federativa do Estado brasileiro e do deverá aumentar o seu endivi- fundo por recursos orçamentários
princípio da subsidiariedade. A damento mobiliário com títulos também difere da lógica dos fundos
mera existência do PLC nº 463/09 cuja destinação original seria a internacionais na medida em que
mostra o papel cada vez maior assu- formação de um fundo soberano. esta se faz via aumentos na dívida
mido pelo governo central na arre- O fundo soberano foi criado pela pública mobiliária e não por
cadação e no repasse dos recursos. Lei nº 11.887, de 24 de dezembro excedentes econômicos.
Medidas de estímulo fiscal edi- de 2008, com a finalidade de Desse modo, as transferências
tadas pelo governo federal deve- promover investimentos em ativos para estados e municípios decor-
riam ser arcadas com os recursos no Brasil e no exterior, formar rentes de desoneração tributária se
federais para se evitar externa- poupança pública, mitigar os efeitos dariam pelo aumento da dívida
lidades sobre outros entes fede- dos ciclos econômicos e fomentar pública proporcionada pelo fundo
rativos. Adicionalmente, desone- projetos de interesse estratégico soberano, descaracterizando ainda
rações fiscais deveriam ser lineares do país localizados no exterior. mais o objetivo deste último. No
e neutras em relação à distribuição Vale lembrar que, em geral, os atual cenário de queda na arreca-
da renda abdicada de forma a não países que instituíram fundos sobe- dação tributária e expansão acele-
conceder privilégios para grupos ranos têm um fluxo de recursos em rada nos gastos públicos, tal medida
de influência organizados em de- moeda estrangeira muito elevado, torna-se ainda mais preocupante
trimento dos demais setores da com grandes volumes de reservas por estamos em ano que precede
atividade econômica. internacionais acumuladas que as eleições majoritárias, quando os
serviriam, em tese, para a manu- governantes costumam ser bem
O PLC Nº 463/09 tenção do valor da moeda nacional. mais lenientes com o desequilíbrio
A necessidade de liquidez ime- fiscal.
O Art. 1º cria o Fundo Nacio- diata desses recursos praticamente Por outro lado, as futuras deso-
nal de Compensação Tributária determinava que as aplicações nerações do IR e do IPI ficam, pelo

3
Art. 4º, condicionadas à prévia tributário que estimule o inves- federal. Nesse sentido, o PLC nº
avaliação das perdas no montante timento privado e não apenas 463/09 não traz nenhuma inovação,
de recursos que formam o Fundo corrija quedas cíclicas nas vendas. mas busca, com a criação do
de Participação dos Estados (FPE ) Grande parte das medidas FUNCOT, restabelecer o status
e o Fundo de Participação dos anticíclicas adotadas neste ano de quo da situação fiscal dos entes
Municípios (FPM), o que pode 2009 se deu mediante a redução federados afetados pelas desone-
reduzir o incentivo às futuras de impostos, como o imposto de rações federais.
desonerações. renda e o imposto de produção Com o PLC nº 463/09, o custo
Já quanto à desoneração do industrial, ambos sob a respon- fiscal se dará em termos de novas
ICMS, o Art. 5º prevê a necessi- sabilidade da União, mas que emissões de títulos públicos
dade de adesão de cada ente constituem fonte majoritária na federais destinados à formação do
federado a acordo federativo a ser fundo soberano, desviando ainda
celebrado pela União, estados e o mais a sua finalidade precípua.
Distrito Federal, mas não estabe- Altera-se, portanto, a origem do
lece quais são as bases de tal “O PLC Nº 463/09 endividamento sem se mencionar
acordo. Por fim, o Art. 6º estabe- BUSCA, COMO OUTROS um corte de gastos públicos e sem
lece que para efeito de distribuição TANTOS PROJETOS DE LEI, se discutir a questão da divisão das
do ICMS aos municípios os recur- REMENDAR A GRANDE receitas entre União, estados e
sos do FUNCOT destinados a cada COLCHA TRIBUTÁRIA municípios, do pacto federativo e
estado serão incorporados à arre- BRASILEIRA E PERDE A do princípio da subsidiariedade.
cadação do referido imposto. OPORTUNIDADE DE Mais importante seria descen-
PROPOR MUDANÇAS DE
tralizar as ações públicas, dando
CONCLUSÃO maior responsabilidade e auto-
IMPACTO NA VIDA DAS
nomia às unidades da federação e
Desonerações tributárias de- PESSOAS. ENQUANTO
aos municípios.
vem ser incentivadas no Brasil de ISSO, AFOGADO EM UMA O PLC nº 463/09 também não
uma forma geral, principalmente ENXURRADA DE CRISES promove nenhuma mudança sig-
quando lembramos que a carga POLÍTICAS, DORME EM nificativa na questão estrutural da
tributária totalizou 38,45% do PIB ALGUMA GAVETA A reforma tributária, mas de certa
no primeiro trimestre de 2009 e REFORMA TRIBUTÁRIA QUE forma corrige, ao estabelecer as
que os brasileiros trabalharam até O PAÍS TANTO NECESSITA.” transferências automáticas para
o dia 27 de maio do ano de 2009 estados, Distrito Federal e muni-
apenas para o pagamento de cípios, o incentivo para que o
impostos, e que a contrapartida em governo federal, visando à pro-
termos de serviços públicos é composição dos fundos de trans- moção de políticas anticíclicas,
extremamente deficiente. ferências constitucionais para venha a fazer desonerações fiscais
As desonerações, dada a alta estados e municípios. O custo fiscal à custa dos demais entes fede-
carga tributária vigente no país, são das desonerações deu-se essen- rativos. Muda-se o chapéu, mas
importantes e devem ser incenti- cialmente em termos de queda nas continua sendo o alheio.
vadas independentemente do arrecadações estaduais e muni- Concluindo, o PLC nº 463/09
estágio do ciclo econômico, esteja cipais. Para o contribuinte, uma busca, como outros tantos projetos
ele no pico ou no vale. Medidas redução nos impostos é sempre de lei, remendar a grande colcha
fiscais que visem a operar a de- favorável, independentemente do tributária brasileira e perde a opor-
manda agregada como as deso- ente federativo que absorverá o tunidade de propor mudanças de
nerações recentes servem como impacto, mas a questão que se impacto na vida das pessoas. En-
amortecedores, quando preci- coloca é o mau funcionamento do quanto isso, afogado em uma en-
samos, na realidade, de motores, pacto federativo brasileiro e o xurrada de crises políticas, dorme
de propulsores, enfim, de um excesso de concentração de po- em alguma gaveta a reforma tribu-
arcabouço jurídico, institucional e deres discricionários na esfera tária que o país tanto necessita.