You are on page 1of 13

Elementais, os Espíritos da Natureza | Teoria da Conspiração Page 1 of 13

Teoria da Conspiração
O Que Eles não gostariam que você soubesse…

 rss

 Início
 Marcelo Del Debbio
 Enciclopédia de Mitologia
 Cursos
 Mapas Astrológicos e Sigilos Pessoais
 Bibliografia

Elementais, os Espíritos da Natureza


deldebbio | 10 de agosto de 2008

Na literatura ocultista, a mais compreensível e lúcida exposição sobre a pneumatologia oculta - ramo
dedicado as substâncias espirituais — encontra-se no trabalho de Philippus Aureolus Paracelsus de
Paracelso, príncipe do alquimistas e dos filósofos Herméticos, verdadeiro mestre do Segredo Real -
A Pedra Filosofal e o Elixir da Vida. Paracelso acreditava que cada um dos quatro elementos
primários conhecidos dos antigos — terra, fogo, ar e água, era constituído de um dois princípios: um
sutil, vaporoso e metafísico; outro, de substância corporal grosseira e material.

O Ar possui dois aspectos: sua natureza tangível, atmosférica, e sua natureza intangível, o
substratum, a essência viva volátil que pode ser denominado Ar Espiritual ou, ainda, Espírito do Ar.
O Fogo é visível e invisível, discernível e indiscernível: espiritual, flama etérea manifestando-se
através da chama material, substancial. Seguindo a mesma analogia, a água é, ao mesmo tempo, um
fluido denso e uma potência essencial de natureza fluídica. Também a terra é um Ser fixo, terreno,
imóvel, em um plano inferior da realidade; em plano superior, a terra possui um Espírito rarefeito,
móvel, virtual.

O termo elemento tem sido, então, aplicado aos aspectos inferiores, físicos dos quatro princípios
primários. O termo elemental, é aplicado às essências invisíveis, à constituição espiritual que, de
fato, anima os quatro elementos. Minerais, plantas, animais e homens vivem e experimentam,
normalmente, a realidade mais grosseira, meramente física, tangível dos quatro elementos… e das
várias combinações destes elementos constroem seus organismos físicos.

Henry Drummond, em Natural Law in the Spiritual World, descreve o seguinte processo: “Se
analisarmos o ponto material no qual começa a Vida, encontraremos uma estrutura clara, uma
substância gelatinosa, albuminosa de albumina:proteína de alto valor biológico presente na clara do
ovo, no leite e no sangue, como clara de ovo. Esta substância elementar na formação da vida é feita
de carbono, hidrogênio, oxigênio e nitrogênio.

É o protoplasma; não apenas a unidade estrutural fundamental para o surgimento da vida em todos os
corpos de todos os viventes, mas também, a substância que os constitui em si mesmo. Segundo
Huxley, ‘Protoplasma, simples ou nucleado, é a forma básica de toda a vida. É a argila do vaso’”. O
elemento ao qual os antigos denominavam, genericamente, ÁGUA, a moderna ciência chama de
Hidrogênio; o AR, tornou-se Oxigênio; o FOGO, Nitrogênio e a TERRA, Carbono.

Assim como a Natureza visível é habitada por um infinito número de criaturas vivas, de acordo com
Paracelso, também o Invisível, contraparte espiritual da Natureza Visível composto de tênues

http://www.deldebbio.com.br/index.php/2008/08/10/elementais-os-espiritos-da-nature... 28/09/2009
Elementais, os Espíritos da Natureza | Teoria da Conspiração Page 2 of 13

princípios dos elementos visíveis é habitado por seres peculiares chamados Elementais ou Espíritos
da Natureza. Paracelso divide estes seres em quatro grupos: gnomos — ondinas — silfos e
salamandras. Paracelso assegura que são entidades viventes.

Em suas formas, muitas lembram seres humanos. Seus mundos são distintos do mundo humano,
ainda que coexistentes. O homem não percebe a dimensão existencial destes seres porque seus
sentidos, sua percepção física é insuficiente ou não adequada à percepção da realidade metafísica —
além ou, ainda, outra, que não é a realidade física.

Povos antigos, como os Gregos, Egípcios, Chineses, Indianos, acreditaram na existência de sátiros,
duendes, fadas, demônios. Seus mares eram povoados de sereias; os rios e fontes abrigavam ninfas;
fadas no ar; Lares e Penates no fogo, faunos, dríades e hamadríades* na terra. Espíritos da Natureza
eram tidos em alta conta e rituais propiciatórios eram oferecidos a eles. Ocasionalmente, como
resultado de condições atmosféricas ou pela sensibilidade especial de um devoto, podiam tornar-se
visíveis. Vários estudiosos acham que muitos dos deuses pagãos foram/eram Elementais.

Os gregos davam o nome de dæmon a alguns desses elementais, especialmente de ordens superiores;
estes, eram venerados. Provavelmente, o mais famoso desses dæmons é o misterioso espírito
instrutor de Sócrates, ao qual o grande filósofo se referiu com freqüência. Aqueles que estudam a
constituição invisível do homem acreditam que o dæmon de Sócrates e/ou o anjo de Jacob Böheme
foram, não eram elementais; antes, foram reflexos da natureza divina ou Eu Superior dos próprios
filósofos. …

A idéia de que entidades, seres invisíveis envolvam e interpenetrem o mundo coexistindo com os
seres vivos e inteligentes, pode parecer ridícula para a mente prosaica da contemporaneidade. Ainda
assim, essa doutrina,da existência dos Elementais, é aceita por alguns notáveis intelectos do mundo.
Os silfos de Facius Cardin, o filósofo de Milão; a salamandra observada por Benvenuto Cellini; o
Pan de Santo Antônio; e o Pequeno Homem Vermelho, possivelmente um gnomo, de Napoleão
Bonaparte; são figuras que têm seu lugar nas páginas da História.

A Literatura também tem perpetuado a idéia e a crença nos Espíritos da Natureza. Em


Sheakesppeare, o malígno Puck, personagem de Sonho de uma noite de verão; os Elementais do
poema rosacruciano de Pope, The rape of the lock; as misteriosas criaturas do Zanoni de Lord
Lytton. O folclore e a mitologia de todos os povos possuem suas lendas sobre estas “figurinhas” que
assombram velhos castelos, guardam tesouros nas profundezas da terra e constroem suas casas
embaixo das grandes raízes das árvores e das orelhas de sapo* que brotam largas às margens dos
lagos. As fadas, que encantam as crianças, já seduziram mentes notáveis que acreditaram em sua
existência e ainda está aberta a questão sobre a crenças de Platão, Sócrates e Jâmblico nestas
criaturas mágicas.

Paracelso, descrevendo as substâncias constituintes dos corpos dos elementais, distinguiu duas
qualidades de matéria carnal: a primeira é aquela que todos os seres humanos herdaram de Adão.
Essa é visível, a carne corpórea humana. A segunda qualidade de matéria carnal não procede de
Adão; é mais tênue e não está sujeita às limitações da forma. O corpos dos elementais são feitos de
uma carne trans-substancial. Paracelso diz que existe enorme diferença entre os corpos humanos e os
corpos dos Espíritos da Natureza; tanto quanto diferem a matéria e o espírito.

Ainda, segundo Paracelso, “os Elementais não são espíritos porque eles têm carne, sangue e ossos;
vivem e se reproduzem; eles falam, agem, dormem, acordam e, conseqüentemente não podem ser
chamados, propriamente, espíritos. Estes seres ocupam um lugar entre Homens e Espíritos, são
semelhantes a ambos; lembram homens e mulheres em sua organização e forma e lembram espíritos
na rapidez de sua locomoção” - Philosophia Occulta, traduzido por Franz Hartman.

O ocultista chama essas criaturas de composita, referindo-se à composição, mistura de espírito e

http://www.deldebbio.com.br/index.php/2008/08/10/elementais-os-espiritos-da-nature... 28/09/2009
Elementais, os Espíritos da Natureza | Teoria da Conspiração Page 3 of 13

matéria. Paracelso faz analogia com a mistura de cores para explicar sua idéia. A mistura de azul e
vermelho resulta em violeta ou roxo; o violeta não nem azul nem vermelho. É uma outra cor. No
caso dos Espíritos da Natureza, eles combinam espírito e matéria resultando em um Ser que não é
nem espírito nem matéria. São compostos de uma substância que pode ser chamada matéria
espiritual ou o ether dos ocultistas e dos filósofos.

Paracelso explica, ainda, que enquanto o homem é constituído de diferentes corpos inter-agentes,
cada um pertencente a um plano da Natureza, espírito, alma, mente, corpo — o Elemental possui
apenas um princípio ou corpo, o corpo etérico, feito de éter, no qual ele vive. O éter ou ether, em
ocultismo, é uma essência espiritual; nos quatro Elementos, o ether é a essência. Existem muitos
ethers assim como há distintas famílias de Espíritos da Natureza dos Elementos.

As famílias existem em completo isolamento em seu próprio elemento sem intercurso com os
habitantes de outros ethers; mas, tal como o Homem possui, dentro de seus próprios centros de
consciência, sensibilidade para perceber manifestações e impulsos de todos os outros quatro ethers, é
possível, para qualquer Reino Elemental comunicar-se com o Homem em condições apropriadas.

Os Espíritos da Natureza não podem ser destruídos por elementos físicos, como o fogo material, a
terra, o ar, a água, isto porque sua existência se mantém e se caracteriza por um nível de vibração
superior àquela vibração própria das substância terrenas. Sendo compostos por somente um
elemento, o ether no qual funcionam, eles não têm ou não são espíritos imortais. Ao morrer, seu Ser
simplesmente desintegra-se e retorna ou é reabsorvido no todo do Elemento no qual o Ser havia,
originariamente, tomado uma forma individualizada. Nenhuma consciência individual sobrevive
porque não havia ali consciência nem veículo para abrigar uma.

Sendo feito de uma só substância, o ether, os Elementais não sofrem a fricção e não sofrem de
conflito, atrito, dialética… entre veículos; por isso, em termos práticos, os Elementais sofrem pouco
desgaste do corpo ao longo do tempo; suas funções biológicas têm poucas possibilidades de danos a
sofrer; por isso, vivem muito, alcançam idades avançadas. Os que vivem menos são aqueles
compostos de ether da terra; os mais longevos são os Elementais do Ar.

A média de vida destes Seres está situada entre 300 e 1000 anos. Apesar destas diferenças, Paracelso
afirma que os Elementais vivem em condições ambientais semelhantes àquelas experimentadas no
mundo físico e estão sujeitos a adoecer. Em geral, são considerados incapazes de desenvolvimento
espiritual mas, muitos deles, parecem ter demonstrado um elevado caráter moral.

Observações Gerais
Muitos antigos, diferentes de Paracelso, partilharam a opinião de que havia querelas, batalhas entre
os Reinos Elementais e reconheciam essas batalhas nos fenômenos mais violentos da Natureza, que
seriam o resultado dos conflitos entre os Elementais. Quando um relâmpago incidia em uma rocha,
partindo-a, acreditavam que Salamandras estavam atacando Gnomos. Como os elementais não
podem atacar um ao outro no plano de sua essência etérica peculiar [em seus ambientes], isso,
devido ao fato de que não existe correspondência vibratória entre os quatro ethers dos quais cada um
dos Reinos é composto, eles têm de atacar indiretamente a um denominador comum: a substância
material do universo físico, [essa substância, fundamento atômico-molecular do ar bem como da
pedra/terra, água, fogo/luz/calor], sobre a qual eles [os elementais] podem exercer certo poder.

As guerras também acontecem entre elementais do mesmo elemento, como Gnomos contra Gnomos.
Os pensadores antigos, poder-se-ia dizer, até primitivos, explicaram fenômenos da Natureza
aparentemente inexplicáveis e/ou incontroláveis, individualizando e personalizando as forças
naturais, atribuindo a estas forças humores, temperamento, emoções semelhantes àquelas que
assolam a alma humana.

O quatro signos fixos do Zodíaco eram assinalados pelos quatro Reinos Elementais [tal como os

http://www.deldebbio.com.br/index.php/2008/08/10/elementais-os-espiritos-da-nature... 28/09/2009
Elementais, os Espíritos da Natureza | Teoria da Conspiração Page 4 of 13

pontos cardeais]: aos Gnomos, corresponde o signo de Touro; às Ondinas, a natureza de Escorpião;
às Salamandras, a constituição de Leão; os Silfos, receptores da emanações de Aquário.

A doutrina cristã dos primeiros apóstolos, evangelistas e Papas, reuniu todas as entidades Elementais
sob o título, genérico, demon — demônios. Essa denominação errônea tem conseqüências de longo
alcance, associando para sempre, no ocidente, a palavra demon à idéia de coisa do mal. No entanto,
os Espíritos da Natureza, essencialmente, não são malévolos; não mais ou menos do que os minerais,
as plantas, os animais. Muitos dos primeiros padres da Igreja asseguraram ter encontrado e travado
debates com Elementais.

Já foi estabelecido que os Espíritos da Natureza não são imortais; não obstante, alguns filósofos
afirmam que, em casos isolados, a imortalidade pode ser conferida a um elemental por um Adepto
Iniciado que domine certos princípios sutis do mundo invisível. Tal como a desintegração dos corpos
acontece no mundo físico, processo análogo ocorre no mundo etérico. Em condições normais, na
morte, um Espírito da natureza simplesmente retorna, reabsorvido na primária essência da qual um
dia emergiu individualizado.

Qualquer que seja o desenvolvimento evolucionário do Ser ele pertence unicamente à consciência da
essência primária da qual o ser foi originado. Desprovidos de componentes humanos, veículo
espiritual e veículo material, os Espíritos da Natureza são sub-humanos no aspecto da inteligência
racional mas, por suas funções, limitadas a um elemento, resulta que se especializam em
determinado tipo de inteligência superior à humana no que diz respeito ao Elemento que habita.

Os Espíritos Elementais

Sobre os ethers nos quais vivem os Espíritos da Natureza, escreve Paracelso: “Eles habitam os
quatros elementos:

1. Nymphæ (Ninfas), na água;

2. Silfos, no ar;

3. Pygmies (Anões), da terra;

4. Salamandras, no fogo.

São também chamados respectivamente: Ondinas, Silvestres, Gnomos e Vulcanos. Cada espécie
somente pode habitar [se mover] no Elemento ao qual pertence e nenhum pode subsistir fora do
Elemento apropriado. O Elemento está, para o Elemental, como a atmosfera está para o Homem;
como a água para os peixes e nenhum deles sobrevive em elemento pertencente a outra classe. Para o
Ser Elemental o Elemento no qual ele vive é transparente, invisível e respirável, como a atmosfera
para nós mesmos” - Philophia Occulta, traduzido por Franz Hartman.

É preciso atenção para não confundir os Espíritos da Natureza com as verdadeiras hordas vivas nos
evolvendo nos mundos invisíveis. Enquanto os Elementais são compostos somente de substância
etherica, os anjos, arcanjos e outras entidades superiores e transcendentais possuem organismos
compostos, constituídos de uma natureza espiritual e uma estrutura de veículos que expressam o Ser
destas entidades, diferente daquele Ser dos Homens, porque não inclui o corpo físico e suas
limitações.

A filosofia oculta dos Espíritos da Natureza é considerada um conhecimento de origem Oriental,


mais especificamente Bramânica e, portanto, indiana ou hinduísta. Paracelso assegura que seu
próprio conhecimento sobre os Elementais veio do Oriente; ele os adquiriu durante suas viagens em
busca de conhecimento. Egípcios e Gregos obtiveram suas informações da mesma fonte. Os quatro

http://www.deldebbio.com.br/index.php/2008/08/10/elementais-os-espiritos-da-nature... 28/09/2009
Elementais, os Espíritos da Natureza | Teoria da Conspiração Page 5 of 13

tipos principais de Espíritos da Natureza podem, agora, ser estudados separadamente, de acordo com
os ensinamentos de Paracelso, Abbé de Villars e alguns outros poucos autores, entre os poucos que
tratam deste tema.

por http://mortesubita.org/monstruario/criptozoologia-teorica/elementais-os-espiritos-da-
natureza/view

Tweet This! Plurk This! Delicious This! Digg This! Ping This!

Categorias
Outros Sites
Tags
Alquimia, Astral, Elementais

Comentários RSS

Trackback

Editar

« Os Sete Níveis Os Quatro Grandes Pilares do Conhecimento »

16 repostas

E o duplo-etérico é feito do quê ?

Kk | 11 de agosto de 2008

E o duplo-etérico é feito do quê ?

Marcelo como faço para ver/sentir os elementais?? ATT

Alexandre | 11 de agosto de 2008

Marcelo como faço para ver/sentir os elementais??


ATT

Tio DD Dúvida: um dia vc disse que viu uma salamndra

Eduardo | 11 de agosto de 2008

http://www.deldebbio.com.br/index.php/2008/08/10/elementais-os-espiritos-da-nature... 28/09/2009
Elementais, os Espíritos da Natureza | Teoria da Conspiração Page 6 of 13

Tio DD

Dúvida: um dia vc disse que viu uma salamndra de fogo subiu em vc num ritual wicca (se não me
engano0. pois bem, sei que o homem tem o dom da visualização, mas gostaria de saber uma coisa:

- Faz de conta que eu (que não possua prática iniciática) estivesse junto com você nesse ritual, e
ouvesse a invocação dessa salamndra. eu também veria a mesma, ou só após um “treino”?

agradecido

saci-pererê iara boitatá curupira . . . ^^

thahy | 11 de agosto de 2008

saci-pererê
iara
boitatá
curupira . . . ^^

muito interessante esse site^^ pena ser apenas iniciática. por favor remeta

mu | 11 de agosto de 2008

muito interessante esse site^^


pena ser apenas iniciática. por favor remeta um e-mail posteriormente. há algumas pessoas com
quem acredito que você gostará de conhecer.
abraço e parabéns pela divulgação aos Umanos.

Só fazendo uma ligação com aquele seu texto do Harry

Gabi | 14 de agosto de 2008

Só fazendo uma ligação com aquele seu texto do Harry Potter (no sedentário): lá em Hogwarts
também tem uma estátua do Paraselso!

Olá, tio! quanto ao filme/livros "As Cronicas de Spiderwick".. Da pra

http://www.deldebbio.com.br/index.php/2008/08/10/elementais-os-espiritos-da-nature... 28/09/2009
Elementais, os Espíritos da Natureza | Teoria da Conspiração Page 7 of 13

LH" | 19 de agosto de 2008

Olá, tio!

quanto ao filme/livros “As Cronicas de Spiderwick”.. Da pra notar relaçoes das criaturas com os
seres elementais… O autor, Holly Black, tinha algum conhecimento sobre os elementais?

Tenho aura vibratorie e pode ouvir vozez de pesoas vives

Robi | 21 de agosto de 2008

Tenho aura vibratorie e pode ouvir vozez de pesoas vives e mortes ,todos com pensamentos ,e muito
cansativo,enao sei e uma doença ao pode ser um inimigo roubou a minha aura .Tenho conhecimento
de trabalho em mundo espiritual e de Hartman .Tudo meu trabalho foi para ajudar e para descobrir
doenças escondidas .Trabalei em este medium de muito tempo.Tenho 57 anos nao foi doent , e agora
a minha luta e com um espirito malefico qual quer limpar memoria e mente .Nao pode utilizar os
cinco elementos porque feshou todo .Em cada dia preciza utilizar pensamentos de frequencia
diferende, vontade,conciencia de uma formula nova cada dia.Moru em Faro Portugal ,rua Belchior
Vieira n 6 Faro 8000 ,tel ,968476745.Contacte-me para um conselho.Um abraço para
vosses.Obrigado.

[...] - Pirâmides… pirâmides – parte II - Os Quatro

Teoria da Conspiração na Bienal do Livro | Sedentário & Hiperativo | 27 de agosto de 2008

[...] - Pirâmides… pirâmides – parte II - Os Quatro Grandes Pilares do Conhecimento - Elementais,


os Espíritos da Natureza - Os sete Níveis - Grandes iniciados – Allan Moore - O mito da [...]

Anjos são elementais ?

Varlei | 2 de setembro de 2008

Anjos são elementais ?

[...] - Pirâmides… pirâmides – parte II - Os Quatro

Goécia, Kiumbas e os demônios de verdade | Sedentário & Hiperativo | 3 de setembro de 2008

[...] - Pirâmides… pirâmides – parte II - Os Quatro Grandes Pilares do Conhecimento - Elementais,


os Espíritos da Natureza - Os sete Níveis - Grandes iniciados – Allan Moore - O mito da [...]

[...] - Os Templários e o Baphomet - a Guerra

Se7en, a origem dos Sete Pecados Capitais | Sedentário & Hiperativo | 9 de setembro de 2008

http://www.deldebbio.com.br/index.php/2008/08/10/elementais-os-espiritos-da-nature... 28/09/2009
Elementais, os Espíritos da Natureza | Teoria da Conspiração Page 8 of 13

[...] - Os Templários e o Baphomet - a Guerra dos Roses - Dharma, a base da Vida humana -
Pirâmides parte III - a Câmara do Rei - Mantras de Defesa Psíquica - Thelema e o número 11 -
Grandes Iniciados – Melquisedec - Pirâmides… pirâmides – parte II - Os Quatro Grandes Pilares do
Conhecimento - Elementais, os Espíritos da Natureza [...]

Tio, No colégio diziam que, segundo as descobertas da ciência, a

chain | 10 de outubro de 2008

Tio,

No colégio diziam que, segundo as descobertas da ciência, a atmosfera primordial era composta por
H2O, H2, CH4 e NH3. Agora vc fala que o protoplasma, substância elementar na formação da vida,
é formado de carbono, hidrogênio, oxigênio e nitrogênio… “Coincidência”, ou eu viajei? Explica?

Obrigada!

oie adoro saber, sobre os elementaissss!

vanessa | 27 de outubro de 2008

oie adoro saber, sobre os elementaissss!

[...] Prática - Magia e Mistério no Tibete - Mantras

The Corporation | Sedentário & Hiperativo | 26 de novembro de 2008

[...] Prática - Magia e Mistério no Tibete - Mantras de Defesa Psíquica - Thelema e o número 11 -
Elementais: Os Espíritos da natureza - Os Sete Níveis - Teoria da Magia II – Sistemas Mágicos -
Teoria da Magia – parte I - [...]

[...] Novidades no meu blog e mudanças no blog de

Pirâmides, Pirâmides… - parte II | Sedentário & Hiperativo | 7 de janeiro de 2009

[...] Novidades no meu blog e mudanças no blog de RPG - Os Quatro Grandes Pilares do
Conhecimento - Elementais, os Espíritos da Natureza - Os Sete Níveis - Grandes Iniciados – Alan
Moore - O Mito da [...]

Deixar um comentário

Logado como deldebbio. Sair »

Você pode usar essas TAGS : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite>
<code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

http://www.deldebbio.com.br/index.php/2008/08/10/elementais-os-espiritos-da-nature... 28/09/2009
Elementais, os Espíritos da Natureza | Teoria da Conspiração Page 9 of 13

Enviar Comentários

Busca

Please translate this!

Tradutor
Seleccionar idioma

Gadgets powered by Google

Axis Mundi

Comentários Recentes


Sophie on Prece de Cáritas
De alguns anos pra cá comecei ... »


Marisa Lima on Mapas Astrológicos e Sigilos Pessoais

http://www.deldebbio.com.br/index.php/2008/08/10/elementais-os-espiritos-da-nature... 28/09/2009
Elementais, os Espíritos da Natureza | Teoria da Conspiração Page 10 of 13

Oi Marcelo!Descobri seu site o... »


Julio on O Real Sentido da Meditação
Legal esse post, e realmente é... »


André on O Real Sentido da Meditação
Meditar não é manter a mente v... »


Renato on Entrevista com o Frater Goya no Caxola
Marcelo,acho esse Goya meio pi... »


Paulo on Signo de Libra
Raoul Husson é louco tb, né? -... »


rodrigo on Exercício Prático: Templo Astral
pq vc não bota feitiços mais c... »


kK on O Real Sentido da Meditação
"Mas isto é difícil no começo,... »


rodrigo on Consagrando Objetos Mágicos
qualquer incenso pode ser asse... »


Fabio Romariz on O Real Sentido da Meditação
Ótimo texto!Esclarece algumas ... »


lf on PM de Alagoas invade terreiros de candomblé
Pois é, provavelmente as pesso... »


Rodrigo on O Real Sentido da Meditação
Venho tentando praticar medita... »


Yuki on O Real Sentido da Meditação
As vezes quando medito eu tenh... »


Hounston Santos on A Cruz Cabalística
Quando eu faço esse ritual eu ... »


Fernando Martin on Entrevista com o Frater Goya no Caxola
Olá MDD!Por acaso você estava ... »
 Older »

http://www.deldebbio.com.br/index.php/2008/08/10/elementais-os-espiritos-da-nature... 28/09/2009
Elementais, os Espíritos da Natureza | Teoria da Conspiração Page 11 of 13

Categorias
 Alquimia (9)
 Astrologia (29)
 Biografias (19)
 Blogosfera (25)
 Ceticismo (11)
 Concursos (3)
 Conspirações (3)
 Cursos (19)
 Espiritismo (1)
 hermetismo (60)
 Hospitalaria (7)
 Humor (1)
 Kabbalah (1)
 Left Hand Path (3)
 Maçonaria (19)
 Magia Prática (27)
 Martinismo (4)
 Mitologia (7)
 Outros Sites (24)
 Palestras (5)
 Paranormalidade (5)
 Pessoal (27)
 Pirâmides (1)
 Poemas (4)
 Poesias (2)
 Política (1)
 Religiões (39)
 Rosacruz (8)
 Sedentario e Hiperativo (43)
 Sefirat ha Omer (7)
 Sem categoria (2)
 Tarot (19)
 Templários (6)
 Thelema (8)
 Umbanda/Candomblé (6)
 Videos (17)

Faltam 1180 Dias e...

21:09:15
Para 2012

.'.
Céu do momento
29/09/2009
02:46 UTC
ver mapa
06° 06
07° 43
21° 38 R
10° 28

http://www.deldebbio.com.br/index.php/2008/08/10/elementais-os-espiritos-da-nature... 28/09/2009
Elementais, os Espíritos da Natureza | Teoria da Conspiração Page 12 of 13

20° 40
17° 30 R
26° 24
24° 10 R
24° 03 R
00° 44
26° 36 R
29° 47
21° 45 R
©2009 Sadhana
Use em seu site!
11909039

Lua Hoje:
CURRENT MOON

moon phases

Lista de Links
 Ato ou Efeito Blogs
 Comunidade no Orkut
 Daemon Editora
 Divagações
 Intensidade
 Olhômetro
 RPG Wiki
 RPGQuest
 Skeptical Calvin

 Posts Mais Visitados


 O Grande Computador Celeste - parte I
 O Bode na Maçonaria
 Pai Nosso em Aramaico e Chakras
 Os Illuminati
 A Cruz Cabalística
 Analisando um Mapa Astral
 Faça sua própria moeda da Sorte
 O Escotismo e a Maçonaria
 Luas Desfavoráveis - Ago/Dez 2009
 O Círculo Mágico

http://www.deldebbio.com.br/index.php/2008/08/10/elementais-os-espiritos-da-nature... 28/09/2009
Elementais, os Espíritos da Natureza | Teoria da Conspiração Page 13 of 13

Tweet This! links powered by Tweet This v1.3.9, a WordPress plugin for Twitter.

http://www.deldebbio.com.br/index.php/2008/08/10/elementais-os-espiritos-da-nature... 28/09/2009