Sie sind auf Seite 1von 2

JN - Imprimir Artigo 1 de 2

http://jn.sapo.pt/2008/04/11/norte/formacao_profissional_contra_o_aband.html
Formação profissional contra o
abandono escolar
joaquim forte

Experiência facultadas aos visitantes, como forma de


melhor demonstrar o funcionamento de cursos

Joaquim Forte

Osonho de Andreia Mendes, aluna do 12.º ano da


Escola Secundária Martins Sarmento, de Guimarães,
é seguir uma carreira militar. "Gostava de ir para a
Academia Militar e seguir depois para Medicina, mas
não sei se consigo aguentar as provas físicas",
confessa ao JN, junto ao stand do Centro de
Recrutamento do Exército presente na Mostra de
Ofertas Formativas e Educativas, que começou ontem
(termina domingo) no Multiusos.

Vítor Marques, do Centro de Recrutamento de Braga,


esclarece o que é a via militar, regime de contrato ou
através da Academia Militar. "Temos algumas
licenciaturas em Medicina, Veterinária, Engenharia
Militar e Ciências Militares. Não paga propinas, não
paga alojamento e tem condições vantajosas para
ingressar na carreira, médias de acesso mais baixas,
mas exige uma grande aptidão física".

Pelo sonho é que Ana Isabel, de 16 anos, decidiu ir


ver as ofertas formativas, na mira de conseguir uma
adequada ao desejo de ser cabeleireira. "Só tenho o
9.º ano, deixei de estudar para tentar ser cabeleireira,
mas agora quero fazer o 12º ano e depois tentar
realizar o meu sonho", diz a aluna das Caldas das
Taipas.

"Estas iniciativas, que configuram uma aposta na


formação profissional, são essenciais para reduzir as
taxas de abandono e insucesso escolar. São uma
aposta fundamental que o país tem de prosseguir",
salienta Jorge Pedreira, sem esconder a satisfação
pela "variedade de ofertas e dinamismo" da mostra.

"É um exemplo para o país. Muitas vezes, os jovens


não conhecem a variedade de ofertas que existe e
tende a haver um afunilamento nos percursos
escolares. É importante explorar esta variedade,
porque a economia também é mais variada. Não só a
formação ajuda o desenvolvimento da economia como
a economia mais variada apela a uma formação mais
diversa", disse o governante.

António Magalhães, presidente da Câmara

http://jn.sapo.pt/tools/imprimir.html?file=/2008/04/11/norte/formacao_profissional_contra_o_aband.html
JN - Imprimir Artigo 2 de 2

vimaranense, considera que "não há alternativa à


formação e à qualificação", principalmente num
concelho ainda marcado pelo têxtil. Surpreendido pela
adesão à mostra que pretende dar a conhecer o que
se faz na região nas áreas formativa e educativa, o
autarca salientou a "grande potencialidade das ofertas
para a juventude que não podem ser desperdiçadas".

http://jn.sapo.pt/tools/imprimir.html?file=/2008/04/11/norte/formacao_profissional_contra_o_aband.html