Sie sind auf Seite 1von 4

1

Cursos de Engenharia ALGA, Ficha Recta no plano e no espaço

Exercícios:

RECTA NO PLANO

1.

2.

3.

4.

5.

Escreva a equação da recta que passa pelo ponto P e é perpendicular ao vector n , onde:

a)

P(3,-1);

n =(1,2);

b) P(1,-1);

n =(1,-1);

c) P(3,1); n =(0,2);

d)

P(-1,2); n =

(1,0).

Escreva a equação da recta que passa pelo ponto P e é paralela ao vector v , onde:

 

a)

P(3,-1);

v =(1,2);

b) P(1,-1);

v =(1,-1);

c) P(3,1);

v =(0,2);

d)

P(-1,2);

v

=(1,0)

Escreva a equação da recta que passa por dois pontos P e Q onde:

a) P(-1,5);

Q(2,0);

b) P(1,0); Q(0,3);

c) P(0,1);

Q(0,-5);

Escreva a equação da recta que passa pelo ponto P e é paralela à recta r:

a) P(1,-5); r: 2x - y =3;

r

:

x

y

=

=

1

3

+

2

t

t

;

b) P(2,3);

c) P(0,1);

r

:

1

x

2

y + 3

=

3

;

d) P(2,3); Q(-5,3)

d) P(2,-1);

r: x= 3

Determine a equação da recta que passa pelo ponto P e é perpendicular à recta r, onde P e r são dados no exercício anterior.

6.

7.

8.

9.

Complete:

a) A recta

c)

A recta

x +

1

3

x

1

0

=

=

y

+ 1

y

0

3

2

é paralela ao eixo

é paralela ao eixo

;

b) A recta

x

y

= 2

=

2

+

x

y

Determine o ponto da recta r :

=

=

3 a) tem de ordenada 5;

+ t

1

+

t

que:

3

t

é paralela ao eixo

b) tem de abcissa –8.

O ponto A(0;y) pertence à recta determinada pelos pontos P(1;2) e Q(2;3). Determine o ponto A.

Determine o vector direcção, o vector normal, a equação geral, a equação paramétrica, a equação canónica e a equação axial da recta que passa por dois pontos A e B sendo:

a) A(-6,8); B(-1,2);

b) A(4,0); B(0,3).

10. Sejam dadas quatro rectas: 2x + 5y –1 = 0;

2x + 3 = 0;

3y – 2 = 0;

x – y + 3 = 0.

;

a) Construa estas rectas num mesmo sistema de coordenadas;

b) Encontre as coordenadas dos pontos de intersecção destas rectas, duas a duas.

11. Os lados dum triângulo são dados pelas equações: 4x + 3y – 5 = 0; x = 2

e

x – 3y + 10 = 0.

a) Determine as coordenadas dos seus vértices;

b) Calcule as medidas das suas alturas

12.

13.

Determine as coordenadas do ortocentro do triângulo ABC, sendo: A(-8,3); B(8,5) e C(8,-5).

Sejam A(-2,1) e B(3,-4), dois vértices do triângulo ABC. O ponto H(5,-1) é o ortocentro deste triângulo. Determine as coordenadas do vértice C.

14.

Determine as coordenadas do centro de gravidade do triângulo ABC se:

a) A(-2,0); B(0,2) e C(2,0);

b) A(-8,3); B(8,5) e C(8,-5)

2

15.

Calcule a área do paralelogramo ABCD sabendo que: D(6,4); a equação dum lado é: x – 2 y = 0 e a

equação do lado BC é

x – y – 1 = 0.

16.

Ache as coordenadas dos vértices do losango ABCD sabendo que: a equação do lado AB é x + 2y =

4; a equação do lado CD é

x + 2y = 10 e que a equação de uma diagonal é y = x + 2.

17.

Determine os valores de m e n para os quais as rectas

r: mx + 8y + n = 0

e

s: 2x + my – 1 = 0

são: a) Paralelas; Coincidentes.

b) Perpendiculares;

c) Secantes no ponto A(1,-2);

d)

18. Determine a distância do ponto A(2,3) às rectas seguintes: a) 3x + 4y = -2; b) y = 2x – 4;

19.

c) x = 3;

d)

y = 4;

e)

x

y

2

=

=

3

t

+

3

t

;

f)

x

1

2

=

y

+ 3

4

.

Determine a distância entre duas rectas paralelas r e s, onde:

a) r : 2x – y = 0;

d) r : y = 0;

s:

2x – y = 5;

b) r:

e) r:

y = x + 3;

x

y

= 2

=

t

1

t

;

s:

s:

3x – 3y + 4 = 0;

x

y

1

=

=

+

2

2

t

t

;

f)

s:

2y = 8;

r:

c) r:

x

y

= 2

=

t

1

x = 1;

t

;

s :

s:

x = -5;

x + 2y = 3

20.

Determine as coordenadas do ponto Q que é simétrico ao ponto P(-8,12), em relação:

a) ao eixo Ox;

b) ao eixo Oy;

c) à recta

x – y = 0;

d) à recta

2x + y –1 = 0.

21. Ache as coordenadas do ponto P(-8,12) sobre:

a) o eixo OX;

b) o eixo OY;

c) a recta que passa

pelos pontos A(2,-3) e B(-5,1);

+ 1 = 0;

d) a recta que passa pelo ponto A(-3,4) e é paralela à recta 4x – 3y

e) a recta que passa pelo ponto A(-3,4) e é perpendicular à recta 4x – 3y + 1= 0.

22.

23.

Ache as equações das bissectrizes de duas rectas :

a) x – 2y + 1 = 0

e

-2x + y = 0;

b)

–x –2y + 3 = 0

e

2x +3y – 5 = 0.

Ache as equações das bissectrizes e as coordenadas do centro da circunferência inscrita no triângulo ABC se: a ) A(1,-2); B(-2,-2) e C(-2,2); b) A(1,1); B(1,4) e C(4,1)

24.

25.

26.

27.

28.

Escreva a equação axial: a) da recta r :

 

2

y +

3

x

(dada na alínea anterior) em relação ao eixo OY.

6

=

0

; b) da recta s que é simétrica à recta r

Sejam A(-6,-2), B(6,7), C(9,3) e D(1,-3), vértices consecutivos de um quadrilátero convexo. Determine

o ponto de intersecção das suas diagonais.

Determine a área do triângulo limitado pela recta 5x + 8y 40 = 0 e pelos eixos coordenados.

Escreva a equação da recta que passa pelo ponto F e é perpendicular ao vector simétrico ao ponto K(3,-4) em relação ao eixo OX.

Determine o valor de

b para o qual as rectas

x

2

3

=

y

+ 4

5

e

x +

1

b

=

y

6

30

n

= (2;5)

. O ponto F é

sejam paralelas.

29.

30.

Determine o valor de

perpendiculares.

a para o qual as rectas

x

+ 3

2

=

y

3

a

e

x

y + 4

=

3

24

sejam

Pelo ponto de intersecção das rectas 3x + 2 y 13 = 0

à

recta

x

4

+

y

5

= 1

e

x + 3y 9 = 0 foi traçada uma recta r paralela

y

.

Escreva a equação de r. Ache a distância de r à recta

4

+

5

= 1

.

x

3

Respostas:

1. 3. 5.
1.
3.
5.

a) x+2y-1=0; b) –x+y+2=0; c) y=1; d) x+1=0;

a) 5x+3y-10=0; b) 3x+y-3=0; c) x=0; d) y=3;

a) x+2y+9=0; b) 2x-y-1=0; c) 2x-3y+3=0; d) y=-1;

2. 4. 6.
2.
4.
6.

a) 2x-y-7=0; b) x+y=0; c) x=3, d) y=2;

a) OX;

a) 2x-y-7=0; b) x+2y-8=0; c) 3x+2y-2=0; d) x=2;

b) OY; c) OY;

a) P(7;5);2x-y-7=0; b) x+2y-8=0; c) 3x+2y-2=0; d) x=2; b) OY; c) OY; b) Q(- 8;-10); b) v

b) Q(-

8;-10);

b) v

= (4, 3) ;

8.
8.

n

A(0;1);

= (3,4)

;

9. a) v 3x+4y-12=0;
9.
a) v
3x+4y-12=0;
10.
10.

b)

(2x + 5y 1 = 0)

(2x + 3 = 0) = (

3

2

,

= (5, 6)

;

n

= (6,5)

;

6x+5y-4=0;

4

5

)

;

x

y

4

=

=

+

3

t

4

t

;

x

4

y

=

4

3

;

(2x + 5y 1 = 0)

(3y

2 = 0) = (


x

y

=

=

8

6

x

4

+

7

6

,

y

3

2

3

)

= 1

;

+

6

;

5

t

t

;

x +

6 y

8

=

5

6

;

x

2

3

+

y

4

5

= 1

;

 

3

2

3

3

(2x + 5y 1 = 0)

(x

y + 3 = 0) = ( 2,1) ;

(2x + 3 = 0)

(3y

2 = 0) = (

2

,

3

)

;

(2x + 3 = 0)

(x

y + 3 = 0) = (

2

,

2

)

;

(3y

12. 16.
12.
16.

2 = 0)

(x

H(7; 3);

y + 3 = 0) = (

7

3

,

2

3

)

;

13.
13.

C(17/5; -13/5);

A(0,2); B(2,4); C(4,0); D(-2,6)

11. 14. 17.
11.
14.
17.

a) A(-1,3);

B(2, -1); C(2; 4);

e

n π

2 ;

b)

b) G(8/3; 1);

a) G(0; 2/3);

a)

m = 4

m = 4

h

e

3 a = 3; h = 10 ; h c = 3 b 2 15.
3
a = 3;
h
=
10 ;
h
c = 3
b
2
15.
2;
n π 2 ;
b)
m = 0,
n
;

1/2; n = 31/2;

d) m = 4 e n = -2;

m = -4

e n =2;

18.
18.

a) 4;

b)

3 5 ;
3
5
;

5

c) 1;

d) 1;

e)

3 10 ;
3
10 ;

5

f)

;

c) m = 4 5 ; 5
c) m =
4
5
;
5
19.
19.

a)

5 ;
5 ;

b)

5 2 ;
5
2
;

6

c) 6;

d) 4;

e)

5 ;
5 ;

f)

4,14);

x+y-1=0;

b)

21.
21.

(2

a) (-8,0);

b) (0,12);

a) (-8,0); b) (0,12); 5 + 13) x + (3 5 + 2 13) y

5 +

a) (-8,0); b) (0,12); 5 + 13) x + (3 5 + 2 13) y

13)x + (3

a) (-8,0); b) (0,12); 5 + 13) x + (3 5 + 2 13) y

5 + 2

a) (-8,0); b) (0,12); 5 + 13) x + (3 5 + 2 13) y

13) y

23.
23.

a) x+2y+3=0; 3x+y+4=0; x-y=0;

C(-1,-1) ;

5 5 ; c) (-12,5); 5 5 13 = 0
5 5 ;
c) (-12,5);
5
5
13 = 0
20.
20.

a) (-8,-12);

b) (8,12);

c) (12,-8); d) (- 22. a) 3x-3y+1=0 e
c) (12,-8);
d) (-
22.
a) 3x-3y+1=0 e

= 0 ;

d)

e

(

24 1

168

,

25

)

,

e)

(

25 5

(2

5 (1+
5
(1+

13)x + (3

2 )x + y

,

8 )

5

,

5 2 13) y 5 5 + 3 5 2 = 0 4 2 ;
5
2
13) y
5
5 + 3
5
2 = 0
4
2 ;

13

b) x – y = 0;

x + (1+ 2)y 5 2 = 0 ; 27. 2x+5y-26=0;
x + (1+
2)y
5
2 = 0 ;
27.
2x+5y-26=0;
5 + 2 5 + 2     C , 2 + 2
5
+ 2
5
+ 2
 
 
C
,
2
+ 2
2
+ 2
 
 
28.18;
x y ; 24. a) x + y = 1 ; b) + 9 6
x
y
;
24. a) x
+ y
= 1
; b)
+
9
6
9
6
1
29.
;
30.
5x+4y-23=0;
4

=

1 ;

3

. 41
.
41

I =( 3;1);+ 9 6 9 6 1 29. ; 30. 5x+4y-23=0; 4 = 1 ; 3 .

26.
26.

20;

RECTA NO ESPAÇO

1. Escreva as equações paramétricas da recta que passa pelo ponto M(-3,2,4) e cujo vector director

é v

= (2, 5,3)

.

2. Escreva a equação da recta de intersecção de dois planos ( ) e ( ) :

a) ) :

(

2x+y+z=0

e

(

) :

4x-5y+1=0;

b) ) : 3x+y-z+1=0 e ( ) é o plano que passa pelo ponto A(1,1,1) e é perpendicular ao vector

(

n =(2,1,-3)

c) (

ponto C(3,2,-7) e é

) é o plano que passa pelo eixo OX e pelo ponto B(4,-3,-1);

paralelo ao plano XOZ.

3. Escreva a equação da recta r que:

a) passa por M(2,0,-3) e é paralela ao vector (2,-3,5);

b) passa por N(2,1,4) e é paralela ao eixo OY;

c) passa por P(2,1,1) e é paralela à recta

d) passa por A(1,2,3) e B(2,1,5);

x

1

2

y + 3

=

4

=

5

z

;

( ) é o plano que passa pelo

4

4.

5.

6.

7.

8.

9.

10.

11.

Escreva a equação da recta que passa pelos pontos

P(-4,1,-3)

e

Q(-5,0,3).

Sejam dados A(3,6,-7) , B(-5,2,3) e C(4,-7,-2). Escreva :

a) a equação da mediana partindo de A, do triângulo ABC; paralela ao lado BC.

b) a equação da linha média que é

Escreva a equação da recta r que passa pelo ponto A e é paralela à recta , onde:

a) A (2,3,-5) e

:

x

+

x

3

+

3

+

2

y

2

x y

2

z

5

3

y

x y

3

2

z

z

z

+

7

3

=

=

0

0

4

=

0

;

:

2

x

x

3

+

3

5

y

y

+

z

2

z

5

+

=

0

1

=

0

;

b) A(1,1,1) e

:

+

4

=

0

; c)

A(0,1,4)

e

Verifique se as duas rectas

a) r:

x

+

2

3

=

y

1

2

=

z

e

s:

r e s são paralelas:

x

x

+

y

y

= 0

z

5 8

z

=

0

;

b)

r:

x

y

z

=

=

=

5

2

+

7

2

t

+

t

t

e

s:

x

x

+

3

y

y

+

3

z

z

+

2

2

=

=

Ache

m

para que a recta

2

x

x

3

+

3

5

y

y

+

z

mz

+

7

=

0

1

=

0

seja perpendicular à recta

x

2

+

x

2

y

y

+

z

z

+

6

1

=

=

Demonstre que duas rectas

a)

r:


y

z

= 2

t


=

x

=

4

3

3 ;

t

2

t

+

6

s:

x

y

z



5

=

=

= t

+

1

t

4

r

4

t

e

s

intersectam-se ache o ponto de intersecção:

; b)

r:

5 x

4 x

+

3

5

y

y

+

72

11

7

+

z

z

+

26

=

=

0

0

;

s:


x

6

+

11

+

x

y

+

10

y

= 0

3

z +

Determine o ângulo entre as duas rectas seguintes:

a) x

2)

=

z

2
2

x

+

2

=

y

3

=

z + 5 2
z
+ 5
2

;

3

=

(

y +

e

b)

x

2

x

y

+

y

4

z

2

z

5

=

4

0

=

0

x

6

y

e

2

x

+

2

y

6

+

z +

9

z

0

0

66

=

0

2

=

0

1

=

0

0

0

;

Na pirâmide triangular MABC, as arestas MA, MB e MC são perpendiculares entre si e medem, respectivamente, 4, 3 e 6. O ponto D é o ponto médio de MA. Determine o ângulo entre as rectas CA e DB.

12. Escreva a equação da recta que passa pelo ponto A(-1,2,-3) , é perpendicular ao vector

intersecta a recta

x

1

3

=

y

+ 1

2

=

z

3

5

.

a

= (6, 2, 3)

13.

a) Demonstre que as rectas

x

1

2

=

y

+ 2

3

=

z

5

4

e

x

y

z

=

=

=

3

2

1

t

t

+

+

2

7

2

t

estão situadas num mesmo plano.

e

Respostas:

1. 2.
1.
2.

a) x-2y+6z-31=0;

b) 4x+2y-z+3=0;

c) 3x+y+9=0;

d ) y=0;

e) x+2y+3z=0;

2x+6y-3z-38=0;

3 .
3 .

a)

n = (3,2,6) ;

b) n =(1,1,-3); c) n =(3,2,0); d) n =(4,0,-3);

e) n =(0,2,0);

f)

n

=(0,0,3);

b) x+y+2z-13=0;

e) n =(0,2,0); f) n =(0,0,3); b) x+y+2z-13=0; a) 6x-6y+7z-4=0; 7 . b) y-z=0; b)4x-y-2z+14=0; 5.

a) 6x-6y+7z-4=0;

7 .
7 .

b) y-z=0;

b)4x-y-2z+14=0;

5. b) z=0; 8 . 10.
5.
b) z=0;
8 .
10.

15x-5y-6z-16 =0;

6. a) x-2y-2z-6=0; b) –x+y+4z-5=0;
6.
a) x-2y-2z-6=0;
b) –x+y+4z-5=0;

a) 4x+8y+z-17=0;

c) x-y=0;

12.
12.

a) 3x-y+2z-7=0;

9. 11.
9.
11.

a) 5x-2y-3z=0;

a) 4x+4y-3z-9=0; b) 2x+3y-z+2=0;

a) y+4z+2=0; b) 2x+7y+3z=0;

2y-z=0

c) z=1;

d) y=1;