Sie sind auf Seite 1von 73

Tecladosonline@hotmail.

com
Índice
1 - Concepção básica...................................................................................................................1
1.1 - Keyboard Window / Tempo Window.................................................................................4
1.2 - Arquivos do Encore e MIDI Files ......................................................................................4
2 - Primeiros passos.....................................................................................................................6
2.1 - Trazendo uma música do disco........................................................................................6
2.1.1 - Visualização...............................................................................................................7
2.1.2 - Edição básica com o mouse ......................................................................................7
2.1.3 - Entrando com as notas via MIDI ................................................................................8
2.2 - Encerrando a sessão........................................................................................................9
3 - File ........................................................................................................................................10
3.1 - New ................................................................................................................................10
3.2 - Open...............................................................................................................................11
3.3 - Close ..............................................................................................................................11
3.4 - Save ...............................................................................................................................11
3.5 - Save as...........................................................................................................................12
3.6 - Revert to saved ..............................................................................................................12
3.7 - Extract part .....................................................................................................................12
3.8 - Print / Print Selection ......................................................................................................13
3.9 - Score Settings ................................................................................................................14
3.10 - Print Setup....................................................................................................................14
3.11 - Exit ...............................................................................................................................14
4 - Técnicas de edição ...............................................................................................................15
4.1 - Seleção...........................................................................................................................15
4.1.1 - Selecionando notas e pausas individualmente ........................................................15
4.1.2 - Selecionando compassos. .......................................................................................15
4.1.3 - Selecionando pautas ...............................................................................................16
4.1.4 - Movendo símbolos...................................................................................................16
5 - Paletas de Símbolos .............................................................................................................17
5.1 - Notes ..............................................................................................................................17
5.2 - Clefs ...............................................................................................................................18
5.3 - Graphics .........................................................................................................................18
5.3.1 - Texto .................................................................................................................. ......19
5.3.2 - Letra da música .......................................................................................................19
5.3.3 - Cifras........................................................................................................................20
5.3.4 - Figuras geométricas.................................................................................................21
5.4 - Tools...............................................................................................................................21
5.4.1 - Arcos........................................................................................................................21
5.4.2 - Andamento...............................................................................................................21
5.4.3 - Dinâmica ..................................................................................................................22
5.4.4 - Trinado.....................................................................................................................23
5.4.5 - Arpejo.......................................................................................................................23
5.4.6 - Parênteses...............................................................................................................23
5.4.7 - Colchetes .................................................................................................................23
5.4.8 - Pedal........................................................................................................................23
5.4.9 - Oitava.......................................................................................................................24
5.4.10 - MIDI .......................................................................................................................24
5.5 - Guitar..............................................................................................................................26
5.6 - Symbols..........................................................................................................................27
5.7 - Expressions ....................................................................................................................27
5.8 - Color...............................................................................................................................28
6 - Edit........................................................................................................................................29
6.1 - Undo/Redo .....................................................................................................................29
6.2 - Cut..................................................................................................................................29
6.3 - Copy...............................................................................................................................29
6.4 - Paste ..............................................................................................................................29
6.5 - Clear...............................................................................................................................30
6.6 - Select All.........................................................................................................................30
6.7 - Nudge left / Right / Up / Down ........................................................................................30
7 - Notes.....................................................................................................................................31
7.1 - Attributes ........................................................................................................................31
7.1.1 - Notes........................................................................................................................31
7.1.3 - Rests........................................................................................................................31
7.1.2 - Beams......................................................................................................................32
7.2 - Voice ..............................................................................................................................32
7.2.1 - Estrutura da vozes ...................................................................................................32
7.3 - Accidentals to .................................................................................................................33
7.4 - Stem ...............................................................................................................................33
7.5 - Tie Notes ........................................................................................................................34
7.6 - Slur Notes.......................................................................................................................34
7.7 - Beam Notes....................................................................................................................34
7.8 - Change Pitch / Change Drum.........................................................................................34
7.8.1 - Change Pitch ...........................................................................................................34
7.8.2 - Change Drum...........................................................................................................35
7.9 - Change Duration ............................................................................................................35
7.10 - Change velocity............................................................................................................35
7.11 - Make Chord ..................................................................................................................36
7.12 - Make tab.......................................................................................................................36
7.13 - Make Grace / Cue ........................................................................................................36
7.14 - Revert to raw ................................................................................................................37
7.15 - Guess Durations...........................................................................................................37
8 - Text ....................................................................................................................... ................38
8.1 - Font ................................................................................................................................38
8.2 - Align left / Middle / Right .................................................................................................38
9 - Measures ..............................................................................................................................39
9.1 - Add Measure ..................................................................................................................39
9.2 - Delete Measure ..............................................................................................................39
9.3 - Tempo .................................................................................................................... ........40
9.4 - Time signature................................................................................................................40
9.5 - Key signature..................................................................................................................41
9.6 - Barline types...................................................................................................................42
9.7 - Endings...........................................................................................................................43
9.8 - Coda phrases .................................................................................................................43
9.9 - Measures Numbers ........................................................................................................44
9.10 - Compressed Rests .......................................................................................................44
9.11 - Align spacing ........................................................................................................... .....45
9.12 - Align Playback ..............................................................................................................45
9.13 - Swing playback.............................................................................................................46
10 - Score...................................................................................................................................47
10.1 - Text elements ........................................................................................................... ....47
10.2 - Add page ......................................................................................................................48
10.3 - Delete page ..................................................................................................................49
10.4 - Add staff .......................................................................................................................49
10.5 - Delete Staff...................................................................................................................50
10.6 - Split This Staff ........................................................................................................ ......50
10.7 - Tablature Staff ......................................................................................................... .....51
10.8 - Percussion Staff ...........................................................................................................51
10.9 - Connect Staves ............................................................................................................53
10.10 - Center Staves.............................................................................................................54
10.11 - Center Systems ..........................................................................................................54
10.12 - Measures per System.................................................................................................54
10.13 - Systems per page.......................................................................................................54
11 - View ...................................................................................................................... ..............55
11.1 - Show / Hide ..................................................................................................................55
11.2 - Score Colors.................................................................................................................56
11.3 - Guitar Frets............................................................................................................ .......57
11.4 - Show Staves.................................................................................................................57
11.5 - Hide Staves ............................................................................................................. .....57
11.6 - Linear View............................................................................................................. ......57
11.7 - Hide / Show Floating Windows .....................................................................................57
12 - Windows .............................................................................................................................58
12.1 - Palette ..........................................................................................................................58
12.2 - Keyboard ......................................................................................................................58
12.3 - Tempo ................................................................................................................... .......59
12.4 - Toolbar ................................................................................................................. ........59
12.5 - Tile................................................................................................................................59
12.6 - Cascade .......................................................................................................................59
12.7 - Arrange lcons ...............................................................................................................59
12.8 - Close All .......................................................................................................................60
12.9 - Staff Sheet....................................................................................................................60
13 - Setup...................................................................................................................................62
13.1 - MIDI Setup....................................................................................................................62
13.2 - Record Setup................................................................................................................62
13.3 - Transcription Setup ......................................................................................................63
13.4 - Spacing Defaults ..........................................................................................................63
13.5 - Click Setup ...................................................................................................................64
13.6 - Toolbar Setup ........................................................................................................... ....64
13.7 - Click on.........................................................................................................................65
13.8 - Follow playback ............................................................................................................65
13.9 - Auto Guess/Beam ........................................................................................................65
13.10 - Auto space..................................................................................................................65
13.11 - Save preferences ....................................................................................................... 66
14 - Help.....................................................................................................................................67
14.1 - Contents .......................................................................................................................67
14.2 - Search for Help On.......................................................................................................67
14.3 - Current Topic........................................................................................................... .....67
14.4 - Help on Help.................................................................................................................67
14.5 - About Encore................................................................................................................67
Referências Bibliográficas..........................................................................................................68
1 - Concepção básica
Conceitos fundamentais sobre o software
O Encore é um software dedicado à criação e edição de música impressa, e para isso possui
recursos gráficos sofisticados, embora também possa operar satisfatoriamente em nível de MIDI.

E possível escrever uma partitura a partir de três modos:


Manualmente, quando se escreve com o mouse cada símbolo da partitura ou toca-
se o teclado virtual;
Via MIDI, quando se grava a música a partir de um instrumento MIDI;
Por meio de um arquivo MIDI, quando se carrega para o Encore, através de um ar-
quivo Standard MIDI File as notas e demais execuções de uma música criada em
outro software (em geral, um seqüenciador).
Sendo um software para edição gráfica, o Encore oferece recursos poderosos de manipu-
lação de objetos gráficos e por isso como também usa procedimentos típicos de softwares des-
ta natureza.
Uma página escrita com música no Encore é composta de sistemas, que grupam uma ou
mais pautas (pentagramas), e é possível, na maioria dos casos, definir-se tamanhos e posições
de acordo com a necessidade.
Acima da janela principal do Encore há uma barra de ícones, onde se pode selecionar as
ferramentas que se quer usar, bem como controlar a gravação e a execução MIDI da música
escrita na pauta e virar páginas da música.
As ferramentas usadas nas operações de escrita e edição são a seta (para apontar e se-
lecionar), o lápis (para inserir e desenhar símbolos) e a borracha (para apagar símbolos).

Manual Básico Ilustrado do Encore 1


Podem-se escolher estas ferramentas clicando com o mouse sobre o ícone especifico, ou
então pressionando as seguintes teclas do computador:
A – para selecionar seta (Arrow)
E – para selecionar borracha (Eraser)
P – para selecionar o lápis (Pencil).
O ícone Voice permite escolher quais as vozes da pauta que serão habilitadas para edi-
ção, execução e gravação. O Encore permite ter-se até oito vozes em cada pauta, de forma
que se pode trabalhar independentemente com apenas uma delas, sem alterar as demais de
um mesmo pentagrama. Esse recurso é muito interessante em arranjos para naipes ou corais,
onde se pode ter uma pauta com todas as vozes (ideal para regente) ou então extrair cada
uma delas separadamente, para distribuir aos instrumentistas ou cantores.
A primeira opção da lista aberta pelo ícone Voice indica All Voices, isto é, todas as vozes
da pauta estão selecionadas (para edição, escrita e gravação). Podemos também selecionar
apenas uma das oito, de forma que a escrita, edição e gravação só atue sobre aquela determi-
nada voz que esta selecionada.
O ícone Record (circulo vermelho) permite que se grave uma música via MIDI e o ícone
play (triangulo verde) que se toque a música que está escrita na partitura, desde que se tenha
todos os recursos MIDI (interface, instrumento) disponíveis ao computador.
O ícone Stop (quadrado preto) permite que se pare a execução da música. O ícone Thru
ativa ou não a retransmissão pela saída MIDI Out dos dados recebidos pela entrada MIDI in,
conforme configurado no quadro MIDI setup, e no próprio ícone e mostrada a letra da porta e o
numero do canal que esta sendo usado para o Thru (veja seção especifica sobre o menu setup).
O ícone M indica o numero do compasso
que se está apontando, e permite saltar (jump)
imediatamente para determinado compasso da
música. No quadro, indica-se em Measure o nu-
mero do compasso para onde se quer ir (podemos
ir direto para o último compasso clicando-se no
ícone com o símbolo de duplo travessão).
O ícone com o símbolo de uma placa de “transito proibido” quando clicado transmite uma
mensagem de “All notes of”, que desliga quaisquer notas presas que estema ocorrendo no ins-
trumento MIDI.
Ao se clicar com o mouse sobre o ícone de zoom (lente de aumento), a seta do cursor se
transforma em uma lente de aumento, e apontada para o objeto ou a região central do local
que se deseja ampliar, clicando com o mouse, faz com que o trecho ou objeto apontado seja
mostrado ampliado. Para restaurar a imagem à sua dimensão normal, clica-se novamente no
ícone de zoom. Podemos também ativar e desativar a função Zoom pressionando a tecla Z.

Manual Básico Ilustrado do Encore 2


Podemos definir a intensidade do zoom, clicando no pe-
queno ícone de seta, localizado a direita do ícone zoom. Fa-
zendo-se isso, abre um submenu de opções dividida em duas
partes. Na parte superior estão as opções de restauração de
dimensões (Restore Level), isto é, as dimensões que a imagem
retornará ao se desativar o zoom.
Fit page: ajusta as dimensões da imagem de forma que a
partitura caiba inteira na tela;
Fit Width: ajusta as dimensões da imagem de forma que a largura total da partitura caiba
na largura total da tela;
Actual Size: mostra a partitura no tamanho que será impressa, levando em consideração
as eventuais reduções ou ampliações definidas em Page Settings;
Constant Scale: mostra todas as pautas com as mesmas dimensões, desconsiderando as
alterações efetuadas em Score Settings, mas preservando o tamanho (Size) individual de cada
pauta definido em Staff Sheet.
Na parte inferior do quadro de opções, estão os níveis de aproximação (Zoom Level):
X2: aumenta duas vezes o tamanho da imagem
X3: aumenta três vezes o tamanho da imagem
X4: aumenta quatro vezes o tamanho da imagem.
Custom...: aumenta o tamanho da imagem na proporção definida pelo usuário, permitindo
valores de 25% até 400%.
Para ampliar a imagem (zoom in) em um nível, pressione juntas as teclas Shift Z, para re-
duzir a imagem (zoom out) em um nível, pressiona Shift Crtl Z.
Alem da barra de ícones, o Encore permite também que o usuário crie uma barra de fer-
ramentas, que pode ter uma infinidade de ícones, um para cada função. O usuário pode esco-
lher quais ícones que deseja na barra de ferramentas. Veja mais adiante, na seção sobre o
menu Windows, item Toolbar, os detalhes sobre como criar e configurar a barra de ferramentas.

Os ícones de seta e numéricos permitem virar as paginas da música. As setas permitem


visualizar os números das demais paginas que não estejam cabendo na barra de ícones. Para
ir para determinada pagina, basta clicar no ícone com o numero correspondente.
A escrita de notas, pausas e demais símbolos é efetuada com o lápis, e pelas paletas.
Seleciona-se o tipo de símbolo que se quer desenhar na pauta. Há uma imensa variedade des-
ses símbolos, inclusive símbolos não musicais como retângulos, círculos e outras figuras geo-
métricas que possam ser úteis à elaboração de material musical impresso.

Manual Básico Ilustrado do Encore 3


Para se abrir a paleta de símbolos, vai ao menu Window e então seleciona Palette, esco-
lhendo qual das paletas se quer abrir. Uma vez aberta a janela de paleta, podemos posicioná-
la em qualquer lugar da tela, movendo-a com o mouse, clicando no quadro azul do alto da ja-
nela e arrastando-a para onde se quiser. Para selecionar outra paleta, basta clicar sucessiva-
mente com o mouse sobre o nome da paleta, que serão alternadas as diversas paletas dispo-
níveis (Notes, Clefs, Graphic, etc).
É possível ter-se mais do que um trabalho simultaneamente no Encore. Diversas janelas de
edição podem ser abertas, e também se pode copiar trechos de um trabalho para outro (veja tam-
bém a seção sobre o menu Windows, para mais detalhes sobre o posicionamento de janelas).
Se você não tiver necessidade de estar com mais de um trabalho aberto, feche os demais.
Isso faz com que mais memória do computador fique disponível e, conseqüentemente, melhore o
desempenho (velocidade) do processamento.

1.1 - Keyboard Window / Tempo Window


A janela Keyboard Window permite que se toque MIDI virtualmente, através do teclado do
computador ou pejo mouse, usando como referência um teclado gráfico. Já a janela Tempo
Window permite ao usuário alterar o andamento da música em tempo real. Esses recursos es-
tão detalhados mais adiante, na seção específica sobre o menu Window.

1.2 - Arquivos do Encore e MIDI Files


Embora seja um software para música, o Encore é um software de edição gráfica, isto é,
sua finalidade é a apresentação visual da notação musical. Para mostrar os diversos símbolos
musicais, o Encore (assim como todos os outros softwares editores de partituras) utiliza parâ-
metros próprios. Isso quer dizer que, ao se salvar a partitura de uma música feita no Encore,
diversos dados têm que ser adicionados ao arquivo, além das informações padronizadas de

Manual Básico Ilustrado do Encore 4


notas e demais eventos "puramente MIDI”. Para isso, o Encore usa um formato de arquivo pró-
prio, extensão ENC, que preserva todas as informações necessárias á notação musical.
O Encore pode carregar e salvar arquivos em formato universal Standard MIDI Files (ex-
tensão MID), mas, a não ser que se queira transferir trabalhos do Encore para outros softwares
(seqüenciadores, por exemplo), deve-se sempre salvar os arquivos no formato próprio do En-
core (extensão ENC), pois os arquivos Standard MIDI Files não preservam qualquer símbolo
gráfico, mas apenas dados dos eventos MIDI e algumas informações adicionais (voltadas para
o MIDI). Dessa forma, ao se salvar uma música do Encore em formato MID, este não terá mais
qualquer dos detalhes puramente gráficos.
Por outro lado, como os demais softwares não podem usar o formato próprio do Encore
(ENC), a única maneira de se transferir uma música entre eles é usando o padrão Standard
MIDI File. Assim, quando se quer escrever pelo Encore a partitura de uma música composta
em um seqüenciador, basta salvar essa música pelo seqüenciador em formato MID e carregá-
la no Encore. A partir dai, a música pode ser editada graficamente, e então deverá ser usado o
formato ENC, para preservar os símbolos gráficos que foram adicionados aos eventos MIDI do
arquivo original.
O Encore também pode carregar e salvar arquivos no formato MTS, usado pelos seqüen-
ciadores Master Tracks Pro e Trax da Passport, e arquivos com extensão MUS, usado pelo
software Music Time, também da Passport.
Infelizmente, como não há ainda um padrão de arquivo de notação musical uma partitura
editada no Encore não pode ser aproveitada em outros softwares editores de partitura, que uti-
lizam seus próprios formatos de arquivos gráficos.

Manual Básico Ilustrado do Encore 5


2 - Primeiros passos
Experimentando o software pela primeira vez.

2.1 - Trazendo uma música do disco.


Como primeiro exemplo de
operação do Encore vamos carre-
gar e editar uma das músicas que
acompanham o software. Para
carregar uma música na janela de
trabalho, entre no menu File e en-
tão selecione a opção open.
A janela que aparece é idên-
tica a de outros softwares. No
quadro Directories, aponte para o
diretório SAMPLES, que se encontra dentro do dire-
tório de instalação do Encore, e então surgirá uma
lista de arquivos de música disponíveis naquele dire-
tório. Selecione a música desejada, e clique no íco-
ne OK. Se a partitura da música que se quer carre-
gar utilizar alguma fonte de letra que não esteja ins-
talada no windows, então será solicitado indicar uma
fonte alternativa para substituí-la.
Uma vez carregada no Encore, a música pode
ser executada via MIDI ou então editada. Para tocar a música, basta clicar no ícone Play (des-
de que os parâmetros de MIDI tenham sido devidamente configurados em MIDI Setup veja se-
ção anterior). Ao tocar a música, o Encore aponta para o compasso que está tocando mostran-
do um pequeno triângulo no tempo que está executando. Se for ouvida uma nota indesejável
soando repetidamente, marcando o andamento do metrônomo, podemos desativá-lo entrando no
menu Setup e desmarcando o Box da opção Click On (para mais detalhes sobre a configuração
do metrônomo, veja a seção sobre o menu Setup).

Manual Básico Ilustrado do Encore 6


Para inserir ou alterar o nome de uma pauta, bem como silenciar (mute) pautas para, que
não toquem na execução, basta abrir a janela Staff Sheet (menu Windows).
Nessa janela, é possível não só nomear as pautas, como também definir os tamanhos
dos pentagramas, transpor pautas (na execução), selecionar canal de MIDI de cada uma, indi-
car o timbre a ser usado no instrumento MIDI e ajustar volume (veja mais detalhes sobre a
Staff Sheet na seção que aborda o menu Windows).

2.1.1 - Visualização
Podemos ajustar o tamanho da partitura na tela. Se ela não estiver cabendo na largura,
basta selecionar a opção Fit Width, da lista disponível no ícone ao lado do ícone de lente de
aumento, na barra de ferramentas (reveja figura no item sobre zoom).
Se a partitura tiver partes escritas como vozes diferentes, para visualizar separadamente
cada uma delas, basta clicar no ícone Voice e escolher qual das vozes se quer visualizar em
primeiro plano.
Na figura 1 mostra um trecho de uma partitura em que há três vozes, mas em Voice está
selecionado AlI Voices.

Figura 1

Figura 2

Já a figura 2 mostra o mesmo trecho após selecionar-se em Voice a opção 1. Podemos


ver em preto somente as notas da voz 1, enquanto as notas das demais vozes estão em cinza
e não podem ser editadas (alteradas) nem ouvidas por Play.

2.1.2 - Edição básica com o mouse


Pode alterar notas e símbolos diretamente com o mouse. Para mudar a altura ou uma no-
ta, basta selecionar o ícone de seta (teclar A), e com o mouse clicar e arrastar verticalmente a
cabeça da nota até a nova altura desejada, e então soltá-la.
Podemos também mover qualquer outro objeto gráfico de posição, clicando sobre ele ar-
rastando-o até a posição desejada. No caso de notas de um acorde, ao se clicar em uma delas
e arrastá-la para a direita ou esquerda, todas as notas do acorde serão arrastadas juntas.

Manual Básico Ilustrado do Encore 7


Pode arrastar todas as notas de um mesmo compasso, teclando Ctrl e clicando com o bo-
tão da direita do mouse e arrastando uma das notas do compasso, quando então todas serão
arrastadas juntas. Podemos também arrastar todas as notas de toda as pautas (do sistema in-
teiro) de um mesmo compasso, teclando Ctrl e Shift, clicando com o botão da direita do mouse
e arrastando uma das notas do compasso quando então todas as notas da música daquele
compasso serão arrastadas juntas.
Para apagar um símbolo (nota, pausa, texto, etc), basta selecionar o ícone de borracha
(teclar E) e clicar com o mouse no meio do símbolo que se quer apagar.
Para se escrever uma nota basta selecionar o ícone do lápis (teclar P), abrir a paleta das
notas (menu Windows), e selecionar a figura da nota que se quer inserir (se quiser inseri uma
pausa daquela figura, basta teclar R). A seta do mouse se transformará na figura da nota sele-
cionada (ou da pausa, se tiver sido teclado R). Então, posicione a nota ou pausa onde deseja,
clique o mouse e a figura será inserida na pauta. Se o compasso já estiver completo (não há
mais tempos vazios) ou o tempo vazio for menor do que a figura que se quer incluir, não será
possível inserir a nota ou pausa, sendo necessário apaga alguma nota ou pausa, para fazer
espaço. Para poder incluir notas ou pausas além da capacidade de tempos do compasso, é
preciso desativar a opção Auto Setup (menu Setup).
Veja mais detalhes sobre o manuseio de notas e símbolos na seção Técnicas de: Edição.

2.1.3 - Entrando com as notas via MIDI


Podemos entrar com as notas no Encore usando um teclado MIDI, onde se pode executar
a música em tempo real (no metrônomo) ou então teclar uma a uma.
Para gravar uma música, em primeiro lugar deve-se selecionar um trabalho novo, o que é
feito pela opção New do menu File (use as opções básicas do quadro Choose Page Layout, ve-
ja detalhes na seção especifica sobre o menu File). Em seguida, configure adequadamente o
metrônomo (veja mais na seção Setup).
Como se optou pela configuração básica, a música terá compasso 4/4 e tonalidade Dó
Maior. O Encore mostrará um cursor vertical piscando no primeiro tempo do primeiro compas-
so, onde a música deverá começar.
Clique no ícone Record, e o Encore contará um compasso (no caso quatro tempos) antes
de iniciar a gravação. Á medida que as notas são tocadas no teclado MIDI, suas cabeças são
posicionadas no pentagrama (sem as durações) Chegando ao fim da música, clique novamen-
te o ícone Record (ou tecle barra espaço), e então o Encore ia escrever as notas com as res-
pectivas durações. Caso queira apagar o material gravado para refazer toda a gravação, basta
selecionar a opção Undo, no menu Edit. Veja como usar o teclado virtual para entrar com as no-
tas, na seção windows, item Keyboard.
Se quiser usar um andamento diferente do padrão (100bpm), entre na função Tempo
(menu Measures), e na janela Change Tempo selecione todos os compassos (de um até o fim),

Manual Básico Ilustrado do Encore 8


marque a opção Set all tempos to, e indique o novo valor para o andamento (veja mais deta-
lhes sobre esta função na seção específica sobre o menu Measures).
Para entrar com as notas via MIDI passo a
passo, sem ter que tocá-las no andamento, basta
selecionar o ícone de seta (A) e apontar para o tem-
po e compasso no qual se quer entrar com as notas.
Em seguida, selecione o ícone do lápis (p), para ha-
bilitar a escrita da pauta, selecione na paleta de No-
tes a figura da nota que se quer inserir no tempo
apontado e então toque no teclado MIDI a nota (na
altura correta) que quer inserir. Para inserir outra no-
ta com a figura diferente, selecione-a na paleta (se
quiser inserir uma pausa, selecione-a na paleta).
Quando o ícone lápis (P) está selecionado,
qualquer nota tocada no teclado MIDI será inserida
na pauta, na posição corrente.

2.2 - Encerrando a sessão


Concluído o traba-
lho e antes de se encer-
rar a sessão no Encore,
é necessário salvá-lo no
disco, para que possa
ser usado outras vezes.
Para isso, se o arquivo
for novo ou tiver sido cri-
ado a partir de outro,
usa-se a função Save
as (que permite dar um
novo nome ao arquivo),
do menu File.
Indique o nome a ser dado ao arquivo, bem como o diretório onde ele deverá ser salvo.
Usando a função Save, ao invés da função Save As, o trabalho será salvo com o mesmo nome
que possuía, apagando o arquivo de onde ele se originou. Se o trabalho continua sendo o
mesmo, isso não tem problema, mas se o trabalho atual é uma variação do original, e este
também deve ser preservado, então se deve usar a função Save as, de forma que será criado
um novo arquivo sem apagar o original.
Para encerrar a sessão do Encore, selecione a função Exit e o software será fechado.

Manual Básico Ilustrado do Encore 9


3 - File
Manipulando arquivos de disco
O menu File contém diversas funções para a manipulação de arquivos do disco e configu-
ração e controle da impressão da partitura em papel.

3.1 - New
Esta função permite iniciar uma nova música no Enco-
re, abrindo, uma nova janela de trabalho. Ao se entrar na
função New (Crtl N), abre-se um quadro, onde devem ser
definidas algumas características da partitura.
O Encore pode trabalhar com quatro formatos diferen-
tes de pautas:
Piano: é o tipo de pauta que combina dois penta-
gramas; esse é o único tipo de pauta que permite
a uma haste unir notas nos dois pentagramas.
Piano Vocal: usa a pauta de piano (descrita aci-
ma) com mais um pentagrama da clave de Fá, a-
cima da pauta de piano.
Single Staves: usa um único pentagrama; podem ser criados até 64 pautas dessas.
Template: essa opção só está disponível se houver um arquivo com nome TEM-
PLATE no diretório do Encore
O arquivo template serve como ponto de partida para o Encare. Se seus trabalhos nor-
malmente são diferentes das condições iniciais padronizadas do Encare (compasso 4/4, tonali-
dade de Dó, pauta de piano, etc) crie uma partitura vazia com as características que você usa
e salve-a no diretório do Encare com o nome de TEMPLATE.ENC. Assim, toda vez que você
abrir o Encore, ele usará este arquivo como básico.
Staves per system (pautas por sistema): indica quantos pentagramas haverá em ca-
da sistema. Este parâmetro só atua quando se usa Single Staves.
Systems per page (sistemas por página): indica quantos grupos (sistemas) de pen-
tagramas haverá em cada página.
Measures per system (compassos por sistema): indica quantos compassos haverá
em cada sistema, isto é, quantos compassos haverá em cada "linha" da partitura.
Um sistema é um grupo de pautas de instrumentos diferentes. Esses instrumentos estão
listados nas linhas do Staff Sheet (menu Windows). O número de sistemas por página ("sys-
tems per page") multiplicado pelo número de pautas por sistema ("staves per system") não po-
de exceder 64.

Manual Básico Ilustrado do Encore 10


3.2 - Open
Esta função permite carregar uma música na janela de trabalho do Encore. Ao chamar
Open (o que também pode ser feito teclando-se Ctrl O), é aberto um quadro (padrão do ambi-
ente Windows) onde se deve selecionar o arquivo desejado, bem como a unidade de disco e o
diretório onde ele se encontra.
Como já foi dito na seção anterior, o Encore pode carregar músicas de arquivos de alguns
formatos diferentes:
Scores: arquivos de partitura formato Encore (ENC) e Music Time (MUS),
MIDI File: arquivos de seqüência em formato universal Standard MIDI File,
MT Pro: arquivos de seqüência criados no Master Tracks Pro e no Trax.
Desses formatos, apenas os arquivos em formato do próprio ENC contêm todas as infor-
mações gráficas usadas pelo Encore. Os demais possuem apenas as informações de execu-
ção musical MIDI e são convertidos pelo Encore.
Ao carregar um arquivo Standard MIDI File, o Encore o converte para seu formato próprio
de trabalho, o que pode ser uma operação demorada, dependendo do tamanho do arquivo. Nas
versões mais antigas do Encore, para se carregar um MIDI File deve ser usada a opção Import.
O Encore permite que abra mais de um arquivo de forma que se pode ter diversas janelas
de trabalho abertas, simultaneamente. Isso é útil quando se quer copiar trechos de uma música
para outra, ou mesmo consultar uma música enquanto se edita outra. Entretanto, quanto mais
janelas estiverem abertas, menos memória estará disponível no computador, o que pode redu-
zir seu desempenho. Você pode abrir diversos arquivos em uma mesma ação de open, na ja-
nela de arquivos selecione todos os que quer abrir, clique em OK e cada um ocupará uma
janela de trabalho do Encore.

3.3 - Close
Esta função permite fechar a janela de trabalho que está ativa (onde se está trabalhando), Se
a música tiver sido alterada, será questionado se ela deve ser salva ou não. Se o trabalho que se
está fechando tiver sido trazido de um arquivo que não seja formato ENC, será questionado se ele
deve ser salvo nesse formato. A função também pode ser chamada teclando-se Ctrl W.

3.4 - Save
Esta função permite salvar no disco o trabalho da janela ativa. Se for um trabalho novo, o usuá-
rio deverá dar um nome ao arquivo em que ele será salvo. Se o trabalho tiver sido trazido de um ar-
quivo do disco, o trabalho atual será salvo com o mesmo nome do arquivo de origem, no mesmo
disco e diretório, substituindo-o. Esta função também pode ser chamada teclando-se Ctrl S.
Quando estiver editando a partitura de uma música que foi carregada a partir de um ar-
quivo Standard MIDI file ou do Master Tracks, é necessário salvá-la como arquivo do Encore,
para não perder os objetos gráficos inseridos pelo editor. No caso contrario, quando quiser
passar uma música feita pelo Encore para outro software, salve-o como Standard MIDI file ou
Máster Tracks ou o Trax.
Manual Básico Ilustrado do Encore 11
3.5 - Save as
Esta função serve também para salvar o trabalho da janela ativa, mas permite ao usuário
dar um nome ao mesmo. Deve ser usada somente quando se quiser salvar um trabalho com
outro nome e/ou em outro disco ou diretório do trabalho original. Essa função também permite
salvar a música em outro formato deferente do Encore, como o formato MID, MTS.

3.6 - Revert to saved


Esta função permite restaurar o trabalho à condição em que estava quando foi salvo pela
ultima vez, descartando todas as edições efetuadas a partir de então. E uma maneira mais rá-
pida de se trazer de volta o arquivo que foi salvo no disco, quando não se quer mais as altera-
ções feitas na edição, funciona como um Undo de todas as operações de edição feitas desde
que o trabalho foi salvo. Esta função também pode ser chamada teclando Ctrl R

3.7 - Extract part


Esta função permite extrair uma ou mais pau-
tas de um trabalho e salvá-las como um novo traba-
lho.
Antes de se chamar à função Extract Part, é
necessário selecionar os trechos e pautas que se
quer extrair (veja como selecionar na seção Técni-
cas de Edição). Em seguida, indicar no quadro quais
as pautas que se quer extrair da música (From Staff
to). Se for marcado com X o item Auto-compress
rests, todos os compassos vazios serão representa-
dos compactados, com símbolo de abreviação de
pausa (veja mais detalhes da função Compressed
Rests, na seção sobre o menu Measures).
Marcando-se um X na opção Extract AlI Text Boxes, serão copiados para o novo arquivo
todos os textos do trabalho original. Caso contrário, serão apenas copiados os textos que esti-
verem acima e abaixo das pautas selecionadas para extração.
Marcando-se um X na opção Extract AlI Lyrics, a letra da música será copiada para o no-
vo arquivo.
Marcando-se um X na opção Extract Text From Top Staff permitirá que se extraia, junto
com as pautas selecionadas, também o texto existente na pauta superior, que muitas vezes
contém instruções ou indicações importantes para todas as pautas da grade.
Podemos ainda indicar se, no novo trabalho, a letra da música e os textos que estão sen-
do extraídos serão posicionados na pauta de cima (Top Staff) ou na de baixo (Bottom Staff).

Manual Básico Ilustrado do Encore 12


3.8 - Print / Print Selection
Esta função permite imprimir a partitura na impressora que está definida como padrão no
micro. Cada impressora terá uma tela diferente e configurações diferentes, portanto deve-se
observas os limites da sua impressora. Podemos também ativá-la teclando-se Ctrl P. Quando
existe na partitura algum trecho selecionado, a função aparece como Imprimir Seleção; caso
contrário, a função é Imprimir.

Marcando a opção Tudo, será impressa em papel toda a partitura. Quando há um trecho
selecionado na partitura, marcando-se Seleção, será impresso em papel apenas aquele trecho.
Marcando-se Paginas, podemos determinar a faixa de páginas a serem impressas. A qua-
lidade da impressão irá depender da impressora instalada, lembramos que quanto maior for a
resolução da impressora, melhor será a imagem. Podemos também definir o número de cópias
a serem impressas.
A opção Imprimir para arquivo permite que, ao invés do trabalho ser impresso na impres-
sora, ele é armazenado em um arquivo do tipo EPS (PostScript), que pode ser impresso poste-
riormente por um outro aplicativo (um editor de texto, por exemplo) que suporte este tipo de ar-
quivo. Ao selecionar esta opção, é requisitado um nome ao arquivo.

Manual Básico Ilustrado do Encore 13


Para definir o título e outras informações escritas que aparecem na página impressa, use
a função Text Elements, no menu Score.

3.9 - Score Settings


Esta função permite definir uma
série de parâmetros de impressão da
partitura. Em Score Window Title po-
demos definir o titulo desejado para a
música, para ser indicado no topo da
janela de trabalho. Se nada for indi-
cado neste campo, no topo da janela
será mostrado o nome do arquivo.
Esse nome é usado apenas no topo
da janela de trabalho. O título da par-
titura é definido na função Text Ele-
ments, no menu Score.
Na opção Enlarge or Reduce Score by podemos indicar o aumento ou redução percentual
de tamanho da partitura na tela do vídeo, as pautas aparecerão do mesmo tamanho. Valores
maiores do que 100% ampliam a imagem da partitura na página, enquanto valores menores
reduzem a imagem. Use a função Print Preview para ter uma idéia mais precisa de como a par-
titura ficará no papel.
No quadro Margin Setting, podemos definir as dimensões das margens de impressão no
papel. A opção Printer Default estabelece as dimensões mais adequadas á impressora em uso.

3.10 - Print Setup


Esta função permite configurar a impressora em uso. Na realidade, é uma função do pró-
prio Windows e não do Encore. Nela, podemos determinar a resolução da imagem impressa
(conforme a característica da impressora), o tamanho do papel usado, como ele é alimentado à
impressora (origem) e a orientação da imagem impressa.
Para mais detalhes sobre a configuração da impressão e os parâmetros da impressora,
consulte a documentação do Windows e o manual da impressora que está sendo usada.

3.11 - Exit
Esta função permite encerrar o trabalho no Encore, fechando-o. Se houver uma ou mais
janelas de trabalho com partituras que ainda não foram salvas no disco, será questionado ao
usuário se elas devem ser salvas ou não.

Manual Básico Ilustrado do Encore 14


4 - Técnicas de edição
Marcando trechos e manipulando símbolos.
Como todo software gráfico, o Encore também possui técnicas e procedimentos específi-
cos para a manipulação dos símbolos e objetos que compõe a notação musical da partitura.
Basicamente, podemos atuar sobre as notas, compassos, pautas e símbolos gráficos. Nesta
seção são apresentados os detalhes de como efetuar uma seleção de trechos, marcação de
objetos, inserção, deleção e alteração de símbolos.

4.1 - Seleção
Na maioria das vezes, para se efetuar uma edição é necessário primeiramente selecionar
o trecho que se quer editar. Para efetuar a seleção de qualquer trecho, nota, compasso ou pau-
ta, é necessário que esteja selecionada a seta (A), e não a borracha (E) ou lápis (P).

4.1.1 - Selecionando notas e pausas individualmente


Para selecionar uma única nota ou pausa, há duas
maneiras diferentes. A primeira é pressionando a tecla
Shift e em seguida, clicando sobre a cabeça da nota ou
pausa, o que fará surgir um pequeno quadrado escuro
sobre ela. A segunda maneira é clicando e arrastando a
seta de forma que o retângulo preto cubra a cabeça da
nota ou pausa.
A primeira maneira é indicada quando quer selecionar diversas notas ou pausas não ad-
jacentes, individualmente. Nesse caso, a tecla Shift deve ser mantida pressionada enquanto se
clica sobre as cabeças das notas ou pausas. Para desfazer a seleção, basta clicar fora da área
selecionada.

4.1.2 - Selecionando compassos.


Em alguns casos, podemos querer efetuar al-
gum tipo de edição em todo um compasso. Para
selecionar um compasso inteiro, basta clicar duas
vezes sobre algum ponto do mesmo (sem clicar
sobre uma nota). O compasso inteiro será envolvi-
do por um retângulo preto.
Para selecionar diversos compassos, contíguos ou não, basta manter a tecla Shift pres-
sionada e selecionar cada compasso desejado (clicando duas vezes). Os compassos selecio-
nados serão envolvidos por retângulos pretos. Sempre que quiser selecionar mais do que uma
nota individual ou mais do que um compasso, use o recurso da tecla Shift, mantendo-a pressio-
nada enquanto seleciona. Mesmo depois de já ter feito as seleções, querendo selecionar mais i-
tens, basta pressionar Shift e selecionar.

Manual Básico Ilustrado do Encore 15


4.1.3 - Selecionando pautas
Para selecionar uma única linha de uma pauta, aponta-se para um ponto fora do penta-
grama, Pa esquerda da pauta, e então se dá um clique com o mouse. Com isso, toda aquela li-
nha daquela pauta ficará selecionada.
Para selecionar todas as linhas de uma pauta, a partir de
determinada linha (inclusive), basta apontar à esquerda da pri-
meira linha que se quer selecionar.
Para mover as sílabas da letra da música, é usado procedimento semelhante, mas só é
possível movê-las na horizontal (veja na próxima seção, Paletas de símbolos, como editar a le-
tra da música).

4.1.4 - Movendo símbolos


Além de notas, pausas, barras de compasso, pautas e textos, outros símbolos também
podem ter suas posições alteradas usando-se o mouse. O procedimento é sempre muito seme-
lhante ao que já foi apresentado até aqui.
Para mover ou ajustar a inclinação do colchete de quiálteras,
barra de união de notas (colcheias, semicolcheias, fusa, semifusas),
basta posicionar a seta em cima da linha de união e arrastar do jeito
que quiser. Podemos mover na horizontal as cifras da harmonia, com
o mouse, da mesma forma que foi descrito anteriormente para mover
as silabas da letra da música.
Na próxima seção, paletas de símbolos, há uma descrição completa de cada uma dessas
paletas e como usá-las.

Manual Básico Ilustrado do Encore 16


5 - Paletas de Símbolos
Selecionando as figuras da partitura
O Encore oferece uma enorme variedade de símbolos para serem usados na notação
musical. Estes símbolos estão organizados em grupos, e cada grupo pode ser acessado por
meio de uma paleta própria. Uma paleta, na realidade, nada mais é do que uma janela onde
estão dispostos ícones com os símbolos correspondentes. Para se escolher um determinado
símbolo, basta abrir a paleta em que ele se encontra, e clicar sobre o ícone correspondente.
Para abrir as janelas de paleta deve-se chamar a função Palette (menu Windows) e sele-
cionar a desejada dentre as dez disponível. Uma vez aberta a janela de paletas (não importa
com qual paleta), podemos "virar" todas elas, clicando-se com o mouse uma vez sobre o nome
da paleta.
A janela de paletas pode ser posicionada em qualquer lugar da tela, bastando arrastá-la
clicando no quadrado azul, no alto á direita. Para fechá-la, basta clicar duas vezes no quadrado
de "gaveta", no alto à esquerda.

5.1 - Notes
A paleta Notes contém os símbolos de notas musicais e respectivas pausas, a-
lém dos sinais de alteração ou acidentes (sustenido, bemol, dobrado sustenido, do-
brado bemol, bequadro) e dos pontos de aumento e colchetes de quiálteras.
Para selecionar uma figura da paleta, basta clicar com o mouse sobre o ícone
respectivo (que mudará de cor, indicando que está ativo). Com isso, a seta do mouse
se transformará na figura correspondente ao ícone clicado e podemos então inserir
aquela figura onde se deseja, na pauta.
Para selecionar uma nota pontuada, é necessário clicar no ícone da figura da nota
e em seguida no ícone com o ponto de aumento desejado (um ponto ou dois pontos).
Para selecionar quiálteras (triplets), é necessário clicar no ícone da figura da
nota e em seguida no ícone que mostra o colchete de quiáltera. O padrão de quiálte-
ra é 3:2 (três notas no lugar de duas), mas é possível definir outras proporções, bas-
tando para isso clicar duas vezes, rapidamente, no ícone com o colchete de quiálte-
ra, o que fará abrir um pequeno quadro (Choose Tuplets) onde devem ser definidas
“quantas notas no lugar de quantas" (5:4, 7:6, etc).
Para agrupar ou desagrupar quiálteras num mesmo travessão use a função No-
tes / Beam Notes.
Para se inserir os sinais de alteração, é necessário selecioná-los na paleta (a seta do ou-
se se transformará no sinal selecionado) e em seguida clicar o sinal sobre as notas desejadas,
que ele será grafada com aquele sinal. É importante atentar para o fato de que uma nota ou
pausa só poderá ser inserida em determinado compasso se houver "espaço rítmico" para ela
Manual Básico Ilustrado do Encore 17
isto é, se todos os tempos já estão completos (ou o tempo da figura que se quer inserir não ca-
be no tempo que falta), nota ou pausa não poderá ser inserida naquele compasso a não ser
que seja eliminada com a borracha algumas outras notas ou pausas, para dar espaço.

5.2 - Clefs
A paleta Clef contém os símbolos de claves. Para selecionar uma clave da pale-
ta, basta clicar com o mouse sobre o ícone respectivo (que mudará de cor, indicando
que está ativo). Com isso, a seta do mouse se transformará na clave correspondente
ao ícone clicado e podemos então inserir aquela clave no local onde se desejar alterar
a clave de referência, em qualquer ponto de qualquer compasso, o que fará mudar to-
das as claves naquela pauta daquele ponto em diante, a não ser que já haja alguma
outra clave inserida na pauta. As claves têm as seguintes características:

Clave de Sol (treble) – referencia = Sol3 (nota MIDI 67)

Clave de Fá (bass) – referencia = Fá 2 (nota MIDI 53)

Clave de Dó (alto) – referencia = Dó 3 na 3ª linha (nota MIDI 60)

Clave de Dó (alto) – referencia = Dó 3 na 4ª linha (nota MIDI 60)

Clave de Sol (oitavada acima) – referencia = Sol 2 (nota MIDI 79)

Clave de Sol (oitavada abaixo) – referencia = Sol 2 (nota MIDI 55)

Clave de Sol (oitavada abaixo) – referencia = Sol 2 (nota MIDI 55)

Clave de percussão sem referencia fixa.

5.3 - Graphics
A paleta Graphics permite a escrita da letra da música testos diversos, cifras de
acorde, posições dos dedos no violão e também símbolos gráficos para criar marca-
ções úteis com finalidade didática. Para selecionar um tipo de símbolo gráfico ou de
texto da paleta, basta clicar com o mouse sobre o ícone respectivo (que mudara de cor,
indicando que está ativo). Com isso, a seta do mouse se transformará no símbolo cor-
respondente ao ícone clicado e podemos então inserir aquele símbolo ou texto na parti-
tura. Vejamos então como proceder para cada caso.
Manual Básico Ilustrado do Encore 18
5.3.1 - Texto
O ícone T permite que se escreva qualquer texto
na partitura. Daí então, basta apontar e clicar com o
mouse no local onde se quer iniciar o texto, o que fará
surgir uma pequena caixa de texto, com um cursor ver-
tical piscante.
Para aumentar a caixa de texto, basta clicar no
pequeno quadrado existente em sua extremidade direi-
ta inferior e arrastá-lo até a posição onde se quer que
vá o texto. Feito isso, escreve-se o texto normalmente.
Para alterar a fonte (formato) de letra usada no
texto, é preciso selecionar o texto que se quer editar (a-
ponte o cursor para após a última letra do texto e arras-
te o mouse da direita para a esquerda).
Chame então a função Font (no menu
Text) e no quadro das fontes, escolha o
tipo, tamanho e demais características
para as letras.
Algumas fontes são maiores do que outras, de forma que poderão não caber na caixa de
texto, que deverá ser aumentada. Para redimensionar a caixa de texto, basta habilitar a visuali-
zação dos pontos de controle (função Show / Hide, no menu View) e mover qualquer desses
pontos, conforme desejar.

5.3.2 - Letra da música


O ícone L permite que se escreva a letra da
música (lyrics) na partitura. Ao pressioná-lo, será
mostrada uma seta à direita e abaixo da primeira
pauta. Com o mouse, podemos arrastar essa seta
verticalmente, para definir a posição vertical (linha)
onde a letra será escrita, que pode estar acima ou abaixo da pauta.
Uma vez escolhida essa posição, basta clicar
com a seta do mouse sobre a nota onde se quer i-
niciar a letra, e o Encore ira posicionar o cursor (li-
nha vertical) abaixo da mesma, mostrando que a
letra pode ser digitada naquele ponto.
Digita-se então a letra sendo que ao se digitar um hífen ou espaço, o cursor avança para
a próxima nota da pauta (acima). Dessa forma, podemos separar perfeitamente as sílabas das
palavras. Para corrigir qualquer silaba ou palavra já digitada, basta apontar com o mouse para
a mesma que o cursor será posicionado nela, permitindo alterá-la.

Manual Básico Ilustrado do Encore 19


Para cada pauta, pode haver até oito linhas de letra, cada linha usando uma voz diferente,
independente da voz usada pelas notas na pauta. É importante atentar para o fato de que, para
cada pauta, a linha de letra que usa a voz 1 estará sempre acima da linha de letra que usa a
voz 2, que estará acima da linha de letra da voz 3, etc...
Se uma nota estiver ligada à ante-
rior, ela será automaticamente saltada,
isto é, a próxima sílaba ou palavra não
poderá ser escrita sob ela, a não ser
que se pressione Shift e barra de espa-
ço, o que fará o cursor parar embaixo da
nota ligada. Para escrever mais linhas
de letra, sob a mesma pauta, selecione uma outra voz (clique no ícone Voice).
Para poder usar o espaço ou o hífen entre palavras sem avançar para a próxima nota,
pressione Ctrl enquanto tecla a barra de espaço ou a tecla de hífen.
Para alterar a fonte (formato) de letra usada na letra da música, clique no ícone do lápis
(P) e chame a função Font (no menu Text, que só aparece quando o ícone do lápis está sele-
cionado). No quadro das fontes, escolha o tipo, tamanho e demais características para as le-
tras. Se quiser mudar apenas uma sílaba, selecione-a (aponte o cursor para ela, e arraste o
mouse da direita para a esquerda), e então chame a função font (que só atuará sobre a sílaba
selecionada).

5.3.3 - Cifras
Os ícones C e G permitem
que se escrevam cifras de acor-
des na partitura. O ícone permite
indicara cifra somente, enquanto
o ícone G permite não só indica-
ra cifra, mas também um dese-
nho com a posição do acorde no
braço do violão. Ao clicar no íco-
ne C ou G, é mostrada uma seta
que indica a posição vertical on-
de será escrita a cifra (mesmo
procedimento para inserção da
letra da música).
Basta então apontar e clicar com o mouse no local onde
se quer inserir a cifra, quando então será mostrado um quadro
(Choose Chord) onde é possível definir o tipo de acorde.
Em Root, deve-se definir a tônica do acorde. Se for mar-
cada com X a opção Bass podemos definir um baixo alternativo
para o acorde (se não for marcada, o baixo será a tônica).

Manual Básico Ilustrado do Encore 20


Em Type, seleciona-se o tipo de acorde. Se o acorde desejado não estiver nas opções,
deve-se marcar com X a opção Custom, e escrever sua cifra no campo correspondente.

5.3.4 - Figuras geométricas


Os cinco ícones inferiores da paleta Graphics possibilitam desenhar figuras geométricas
de retângulos, retas, retângulos com vértices arredondados e círculos ou elipses. No último í-
cone de baixo, podemos selecionar o tipo de linha a ser usado nessas figuras (tracejada ou
contínua de diversas espessuras).
A utilidade dessas figuras é muito grande, principalmente para marcar trechos ou partes
interessantes, para efeitos didáticos, por exemplo.

5.4 - Tools
Esta paleta contém diversos símbolos de notação musical que representam con-
dições especiais ou técnicas de execução da música. Algumas dessas indicações afe-
tam a execução musical, como é o caso da indicação de andamento e as variações de
dinâmica.

5.4.1 - Arcos
Os dois primeiros ícones de cima selecionam figuras de arcos (slurs), normalmen-
te usadas para indicar que as notas sob eles devem ser executadas ligeiramente liga-
das. Para desenhar um arco, após clicar no ícone correspondente e selecionar o ícone
do lápis (P), deve-se definir os três pontos básicos do arco. Primeiro os dois da extremidade
(indicados por pequenas cruzes). E depois o ponto que posiciona o pico do arco.

5.4.2 - Andamento
O segundo ícone da primeira coluna permite indicar alterações de andamento (tempo) no
decorrer da música (essa indicação pode atuar na execução MIDI). Para inserir uma indicação
de andamento, é necessário selecionar o ícone correspondente (quando então a seta do mou-
se se transforma em cruz), apontar e clicar na posição da partitura onde se quer inseri-Ia. Nes-
se momento, será apresentado uma janela (Set Tempo Marking) com diversos parâmetros que
definirão a representação visual da alteração de andamento.
Neste quadro, os seis ícones da esquerda permitem definir qual é a figura de tempo para
referência de andamento. Selecionando-se a opção Tempo Value, significa que o valor indica-
do no respectivo campo será usado como andamento (da figura de referência) na música, a
partir da posição em que for inserida a mudança de andamento.

Manual Básico Ilustrado do Encore 21


Selecionando-se a opção Listesso,
significa que o valor da figura cujo ícone
estiver ativado será usado como nova
referência para o andamento da música,
a partir da posição em que for inserida a
mudança de andamento, o que quer di-
zer que o andamento não deverá mu-
dar, mesmo que haja uma mudança de
(métrica de) compasso.
Se a opção Change Playback estiver marcada com X, a
execução MIDI obedecerá às variações de andamento defini-
das com esta função. O ícone Font permite escolher o tipo de
letra a ser usado na indicação de andamento.

5.4.3 - Dinâmica
O ícone com o símbolo de crescendo (<) permite indicar altera-
ções de dinâmica na pauta. (essa indicação pode atuar também na e-
xecução MIDI). Para inserir uma indicação de dinâmica, é necessário
selecionar o ícone correspondente (quando então a seta do mouse se
transforma em cruz). Em seguida, para se indicar um crescendo, deve-se apontar e clicar na
posição da partitura onde se quer iniciá-lo e arrastar o símbolo para a direita, abrindo-o para ter
um formato de <. Para se indicar um diminuendo, deve-se apontar e clicar na posição da parti-
tura onde se quer terminar o símbolo e arrastá-lo para a esquerda, abrindo-o de forma que te-
nha um formato de >.
Para se definir as características da variação
de dinâmica na execução MIDI, deve-se abrir uma
janela de parâmetros (Set Dynamic Range), o que
é feito clicando-se duas vezes, rapidamente, no
ícone <.
Na opção Hairpins Change Velocities by po-
demos indicara variação de intensidade (em key
velocity) que ocorrerá na execução MIDI ao ser
executado um trecho com um sinal de crescendo
ou diminuendo. Essa variação só ocorrerá se a
opção Play Hairpins estiver marcada com um X.
A indicação de dinâmica está vinculada ã pauta em que ela está representada. Em algu-
mas partituras de conjunto de cordas, é comum grafar estas variações em apenas uma das
pautas, de forma que, num caso desses, se forem extraídas pautas individuais, deve-se antes
copiar os símbolos de dinâmica para cada uma delas, caso contrario somente uma das pautas
extraídas ficara com tais indicações.

Manual Básico Ilustrado do Encore 22


5.4.4 - Trinado
Há dois ícones que permitem a inserção de símbolo de trinado (tr).
Para criar este símbolo, basta clicar em um dos ícones (a seta do mouse se transformará
em uma pequena cruz) e então apontar para a posição em que se quer inserir o símbolo. Nes-
se ponto, deve-se clicar o mouse (surgirá o símbolo tr) e, sem soltar o ícone, arrastá-lo horizon-
talmente para a direita, criando a linha ondulada no comprimento que se quiser. Este símbolo
não afeta a execução MIDI.

5.4.5 - Arpejo
Há dois ícones que permitem a inserção de símbolo de arpejo (linha ondulada,
normalmente na ver1ical).
Para criar este símbolo, basta clicar em um dos ícones (a seta do mouse se
transformará em uma pequena cruz) e então apontar para a posição em que se quer
inserir o símbolo. Nesse ponto, deve-se clicar o mouse (surgirá o símbolo tr) e, sem
soltar o ícone, arraste na direção em que se quer gerar a linha ondulada, desenhando-a com-
primento que se quiser (a linha ondulada pode ser desenhada em qualquer direção). Este sím-
bolo não afeta a execução MIDI.

5.4.6 - Parênteses
O ícone de parênteses ( ) permite que se envolva qualquer objeto (nota, símbolo, texto)
com eles. Para criar os parênteses, basta clicar naquele ícone, apontar para a extremidade su-
perior esquerda da área que deseja envolver, clicar e sem soltar o ícone do mouse, arrastá-lo
até a extremidade inferior direita da área que deseja envolver, e então soltar o ícone do mouse.
Os parênteses serão representados em dimensões proporcionais à área envolvida.

5.4.7 - Colchetes
O ícone de colchete [ ] permite que este símbolo seja inserido em qualquer lugar da pau-
ta. Para isso, basta clicar naquele ícone, apontar para a extremidade superior de onde se quer
posicioná-lo, clicar e sem soltar o ícone do mouse., arrastá-lo verticalmente até a extremidade
inferior, e então soltar o ícone do mouse.

5.4.8 - Pedal
Há quatro ícones para inserção de símbolos de pedal, que permitem que estes símbolos
sejam inseridos em qualquer lugar da pauta, para indicar os momentos em que se deve pres-
sionar e soltar o pedal (sustaín ou abafador). Para inserir os símbolos de Ped e *, basta clicar
no ícone correspondente, apontar onde quer posicioná-lo e clicar.
Para que as indicações de ação do pedal da partitura influam também na execução MIDI
é necessário abrir o quadro Play Pedal Marks, o que é feito clicando-se com o mouse duas ve-
zes, rapidamente, em qualquer dos ícones de inserção de pedal, e responder que sim (Yes) á

Manual Básico Ilustrado do Encore 23


pergunta "Would you like to hear the pedal marks?". Dessa forma, serão geradas mensagens
MIDI de controle 64 com valor 127 (pedal de sustain pressionado) para a indicação Ped, e
mensagens MIDI de controle 64 com valor 0 (pedal de sustain solto) para a indicação *.
Os dois ícones debaixo são usados de forma especial.
O que tem um símbolo semelhante a
um pequeno "W, serve para indicar que o
pedal deve ficar pressionado, mas em cer-
tos momentos deve ser solto parcialmente.
Para desenhar este símbolo, basta clicar no ícone correspondente, apontar para a extre-
midade esquerda de onde quer posicioná-lo, clicar e sem soltar o ícone do mouse, arrastá-lo
horizontalmente até o ponto desejado e então soltar o ícone do mouse, criando uma linha do ti-
po LJ. Para marcar as indicações onde o pedal é solto parcialmente, basta apontar sobre a li-
nha desenhada e clicar, formando então um ^.
O outro ícone, semelhante a um N ao contrário, serve para indi-
car pressionamentos rápidos do pedal. Para inserir este símbolo,
basta apontar onde se quer posicioná-lo, clicar e, sem soltar o ícone
do mouse, arrastá-lo para a direita e para baixo, de forma a dimensionar o símbolo na altura e
largura desejadas, e então soltar o ícone do mouse.

5.4.9 - Oitava
Os quatro ícones seguintes servem para inserir indicaç5es
de "uma oitava acima" e "uma oitava abaixo". Para inserir essas
indicações, seleciona-se o botão desejado (8va, para oitava acima
e 8vb oitava abaixo), aponta-se e clica-se onde inicia o trecho oita-
vado e o Encore então indicará oitavado a partir deste ponto.
Para delimitar o fim do trecho oitavado, basta selecionar o ícone de ¬ ou o contrário. (fecham
8va e 8vb, respectivamente) e clicar no ponto onde encerra o trecho em questão.

5.4.10 - MIDI
Este ícone permite que sejam inseridos eventos MIDI do tipo program change (mudança
de timbre) e controller (controles de volume, pan, etc).
Para inserir um evento MIDI, basta clicar
neste ícone, apontar para o ponto da música onde
se quer inseri-lo e clicar. Nesse instante, será
mostrada a janela MIDI Graphic Item, onde é pos-
sível escolher o tipo de evento (Controller ou Pro-
gram Change).
Deve-se indicar o número (do program change ou do controller) e o valor do controller,
nos campos correspondentes. O nome do controle ou programa selecionado será mostrado a-

Manual Básico Ilustrado do Encore 24


cima (ex: Volume = controle 7). O ícone Font permite escolher o tipo de letra que será usado
para indicar o evento MIDI na partitura.
Para quem não sabe os números dos controles e dos timbres dos instrumentos, basta cli-
car no ícone Choose, que será mostrada uma lista dos mesmos, com seus respectivos núme-
ros. No caso dos controles (comandos de control change), o quadro Choose Controller mostra
os nomes dos que já têm definição na especificação MIDI. Basta clicar na planilha no nome do
controle desejado, que seu número será automaticamente preenchido em Number. Depois é só
fechar o quadro, e confirmar o evento na janela MIDI Graphic Item.

No caso dos timbres (comandos de program


change), o quadro Choose Instrument mostra os
nomes dos disponíveis no equipamento seleciona-
do no quadro (em Device). Há diversos equipamen-
tos na lista de Device, mas pode adicionar outros,
caso seja necessário (abrindo uma nova lista por
meio da opção Add New Device ou então carre-
gando uma lista de um arquivos por meio da opção
Load Device File). Qualquer lista de timbres de um
equipamento (Device) também pode ser salva indi-
vidualmente como um arquivo no disco.
As marcas da paleta Marks 2 podem atuar sobre a execução MIDI executadas pelo Encore.
Para isso, é necessário abrir o quadro Set Note Marks, o que é feito clicando-se duas vezes, rapi-
damente, sobre qualquer dos ícones daquela paleta, e então marcando com X a opção Play Them.

Manual Básico Ilustrado do Encore 25


Nesse quadro podemos indicar os valores que devem ser adicionados à intensidade das
notas (add), para as marcas de acentuação (Accents), bem como os valores para a duração das
notas (em percentuais das durações originais), para as marcas de articulação (Articulations).
Quando se escreve notas na partitura com o mouse, suas intensidades são iguais a 64,
(numa faixa de 0 a 127). Quando as notas são geradas via MIDI (em tempo real ou passo a
passo), suas intensidades dependem da força com que foram tecladas. Os recursos de marcas
de acentuação podem não só ser úteis para indicar visualmente as acentuações do instrumen-
tista, como também ajudar a dar um efeito mais real caso a música seja executada via MIDI pe-
lo Encore.

5.5 - Guitar
Nesta paleta estão os símbolos necessários para se criar notações especiais
para execução de violão e guitarra, usadas em uma pauta específica para tablatura
(veja função Make Tab, na seção sobre o menu Notes).
Os oito primeiros símbolos servem para indicar dedilhados e técnicas específicas:
p - dedo polegar
i - dedo indicador
m - dedo médio
a - dedo anelar
c - dedo mínimo
P, H e T são usados para assinalar técnicas de dedilhado puxado, marte-
lado ou batido, respectivamente.
Os números de 1 a 8 servem para indicar números de cordas.
Para escrever as letras e números, basta apontar e clicar onde quer Inseri-los.
O símbolo B permite indicar que determinada parte da música deve ser execu-
tada em um traste mais alto.
Para escrevê-lo, basta apontar e clicar na posição onde se quer inseri-lo e, sem soltar o
ícone do mouse, arrastar para a direita, quando serão mostrados os números romanos de I a
XII, designando os trastes, Uma vez definido o traste, sem ainda soltar o ícone do mouse, po-
demos definir o número das cordas envolvidas, arrastando o mouse para baixo (1/6, 1/3, 1/2,
etc). Com essa ferramenta podemos descrever 22 trastes e 6 cordas.
Os quatro símbolos de setas permitem indicar notas portadas (bends). Para desenhar as
setas dos ícones da esquerda, basta clicar onde se quer iniciar a seta, e então arrastar o mou-
se até a posição desejada onde se quer a ponta da flecha. Para desenhar as setas dos ícones
da direita, é necessário clicar três pontos: o primeiro ponto indica o inicio da flecha; o segundo
ponto indica a alteração de curvatura: e o terceiro indica a posição da ponta da flecha.
Para desenhar o símbolo de V, basta clicar seus três pontos. Os demais símbolos servem
para indicar trinado, vibrato, tremolo, etc, para desenhá-los basta clicar, e sem soltar o botão
do mouse, arrastá-lo na horizontal, até a posição que se quer a linha ondulada.
Manual Básico Ilustrado do Encore 26
5.6 - Symbols
Esta paleta contém mais 27 símbolos musicais, sendo que os 22 primeiros (a-
cima da linha de divisão na pateta) também podem ser vinculados a notas. Os pro-
cedimentos para inserir ou mudar a posição dos 22 primeiros símbolos são iguais
ao já descrito para as marcas da paleta Marks 2.
Os oito símbolos de baquetas podem ser usados vinculados a notas ou então
inseridos livremente na partitura, como os demais símbolos. Isso é muito útil quando
quer especificar detalhes da execução de prato de condução, como ilustra o exem-
plo abaixo. Os outros cinco não podem ser vinculados a notas, e são inseridos li-
vremente na pauta, apontando e clicando na posição desejada.
Embora os símbolos de Dal Segno e Coda não atuem sobre a execução MIDI,
podemos fazer com que trechos da música sejam repetidos, usando-se os recursos
existentes na função Coda Phrases (menu Measures). Nenhum desses símbolos
tem qualquer atuação sobre a execução MIDI da música.
O Encore instala automaticamente as fontes de símbolos, mas se você tiver
uma versão anterior já instalada, pode acontecer das novas fontes não serem inclu-
ídas, o que fará aparecerem quadrados brancos no lugar do símbolo.

5.7 - Expressions
Nesta paleta contem uma lista com diversas expressões. Para passar a lista
com todas as expressões disponíveis, basta rolar a lista usando os ícones, podem ter
até 256 expressões, sendo que para editar qualquer uma basta clicar duas vezes,
rapidamente, sobre seu respectivo ícone e alterar seu conteúdo no quadro Edit user
expression. Para criar uma nova expressão, basta rolar a lista das expressões com o
boato até surgir o ultimo ícone vazio e então escrever a nova expressão.
No quadro Edit user expression podemos definir também o tipo de letra (font) a
ser usada para a expressão que esta sendo editada.
Para inserir uma das expressões na pauta, basta clicar sobre seu botão e então
contar e clicar na posição desejada da pauta.

Manual Básico Ilustrado do Encore 27


5.8 - Color
A paleta Color permite ao usuário escolher rapidamente a cor que deseja pin-
tar determinado objeto. Esse recurso do Encore possibilita a utilização de cores di-
ferentes em objetos ou símbolos da partitura, para facilitar a visualização dos mes-
mos durante o processo de edição da partitura.
Os objetos coloridos serão impressos dessa forma se a opaco Color on print
out (menu View, item show / Hide) estiver marcada com X. veja mais detalhes sobre
cores, na seção sobre o menu View.
Com exceção das cores preto e branco, podemos personalizar qualquer uma
das outras 14 cores, bastando para isso clicar duas vezes sobre a cor que deseja
alterar, e então criar a nova tonalidade.
Para colorir objetos, basta selecioná-los normalmente e então escolher paleta a cor que
deseja para eles. Isso não altera os padrões básicos de cores pré-determinados na opção Sco-
re Clolors (menu Score), mas somente os itens (objetos) selecionados.

Manual Básico Ilustrado do Encore 28


6 - Edit
Alterando e corrigindo a escrita na pauta
No menu Edit há uma série de funções que permitem efetuar alterações sobre um trecho
previamente marcado.

6.1 - Undo/Redo
Algumas operações de edição do Encore podem ser desfeitas através da função Undo.
Uma vez desfeita a edição, esta função passa a funcionar como Redo, que possibilita refazer a
edição desfeita por Undo. A função undo também pode ser executada pressionando-se conjun-
tamente a tecla Alt e a tecla de backspace ( ), enquanto a função Redo também pode ser e-
xecutada pressionando-se conjuntamente a tecla Ctrl e a tecla de backspace.

6.2 - Cut
Esta função permite apagar (eliminar da pauta) uma ou mais notas e/ou símbolos. Para se
usar a função Cut é necessário marcar previamente as regiões de onde se quer apagar obje-
tos. Os objetos apagados por Cut são copiados no Clipboard (área temporária de memória), e
podem ser colados novamente na pauta usando-se o comando Paste. Esta função também
pode ser executada pressionando-se juntas as teclas Shift e Del.
As funções de edição atuam sobre o trecho selecionado, considerando qual a voz que es-
tá ativa para edição. Dessa forma, se está ativa a voz 2 e é efetuada uma operação de Cut,
Copy ou Clear só as notas e símbolos daquela VOZ serão manipulados.

6.3 - Copy
Esta função permite copiar (sem eliminar da pauta) uma ou mais notas e/ou símbolos. Pa-
ra se usar a função Copy é necessário marcar previamente as regiões de onde se quer copiar
objetos. Os objetos são então copiados (duplicados) no Clipboard (área temporária de memó-
ria). e podem ser "colados” novamente na pauta usando-se o comando Paste. Esta função
também pode ser executada pressionando-se juntas as teclas Ctrl e Ins.
As funções Cut, Copy e Paste manipulam notas, textos, letra da música e demais indica-
ções gráficas, exceto as claves e alterações de andamento, compasso e tom. O Clipboard
mantém armazenados esses objetos até que outra operação de Cut ou Copy seja efetuada, is-
to é, ele só armazena os objetos copiados pela última operação.

6.4 - Paste
Esta função permite colar na pauta os objetos que estão no Clipboard (que tenha sido co-
piados para lá pelas funções Cut ou Copy). A função paste cola os objetos na posição atual
onde se encontra o cursor. Esta função também pode ser executa pressionando-se juntas as
teclas Shift e Ins.
Manual Básico Ilustrado do Encore 29
Ao usar a função Paste para colar notas na pauta, se a função Auto Space (menu Setup)
estiver ativada as notas serão coladas e automaticamente terão seus espaçamentos alinhados,
e se Paste não estiver substituindo as notas já existentes trecho, as notas antigas também se-
rão alinhadas automaticamente. Se a função Auto Space não estiver ativada, as notas coladas
não serão alinhadas e as notas antigas terão seu espaçamento mantido.

6.5 - Clear
Esta função permite apagar (eliminar da pauta) uma ou mais notas e/ou símbolo Para se
usar a função Clear é necessário marcar previamente as regiões de onde quer apagar objetos.
A diferença dessa função para a função Cut é que os objetos apagados por Clear não são co-
piados no Clipboard e, portanto, não podem ser colados novamente na pauta usando-se o co-
mando Paste. Esta função também pode ser executada teclando-se Del.

6.6 - Select All


Esta função permite marcar (para edição) todas as pautas da música (toda a partitura),
mas somente da voz selecionada por Voice. Esta função também pode ser executa pressio-
nando-se juntas as teclas Ctrl A.

6.7 - Nudge left / Right / Up / Down


Estas quatro funções permitem, respectivamente, ajustar a posição de toda uma região
marcada para a esquerda, direita, acima e abaixo. Os movimentos para cima e para baixo fa-
zem as notas serem movidas meio-tom.
Quando usando Nudge Up ou Nudge Down em uma pauta de tablatura (Tab), indicação
do traste da corda é alterada para a posição adequada à corda seguinte. Estas funções podem
ser executadas pelas seguintes combinações de teclas:
Nudge left: Ctrl [
Nudge right: Ctrl ]
Nudge up: Ctrl +
Nudge down: Ctrl -

Manual Básico Ilustrado do Encore 30


7 - Notes
Manipulando notas e pausas
Neste menu estão funções que atuam especificamente sobre símbolos de notas e nas
bandeirolas (quando for o caso) e também símbolos de pausas. Para que essas funções te-
nham efeito, é necessário marcar (selecionar) previamente um ou mais trechos contendo notas
e/ou pausas.

7.1 - Attributes
Esta função permite alterar características estéticas da representação de notas, barras de
união entre notas e pausas.

7.1.1 - Notes
Os atributos de figuras de
notas são definidos no quadro
Change Note Attribute. Para usar
as alterações desse quadro, é ne-
cessário marcar com X cada item
desejado:
Set stem height determina a
altura das hastes, de 1 a 63 (o pa-
drão é 7). Se for invertida a dire-
ção das hastes, suas alturas volta-
rão para o valor padrão;
Shift accidental left: desloca os sinais de alteração para a esquerda, em valores de 0 a 7.
Set Play State: permite habilitar (play) ou desabilitar (mute) a execução MIDI das notas
marcadas;
Set head type: permite escolher o tipo de símbolo para a cabeça das notas.
É possível definir o tipo de cabeça de nota a ser usado por cada instrumento de percus-
são, e estabelecer a posição da nota na pauta independentemente da nota real MIDI corres-
pondente à execução daquele instrumento de percussão. No equipamento musical. Veja mais
detalhes sobre pautas de percussão no item Percussion Staff, na seção sobre o menu Score.

7.1.3 - Rests
No quadro Change Rest Attribute, podemos de-
terminar o tipo de representação de pausas.

Manual Básico Ilustrado do Encore 31


7.1.2 - Beams
Os atributos dos traços de união das no-
tas são definidos no quadro Change Beam At-
tribut. Para usar as alterações desse quadro, é
necessário marcar com X cada item desejado:
Hide Bracket: quando marcada com X de-
termina que não será mostrada a chave de in-
dicação de grupo de quiálteras em notas me-
nores do que semínimas.
Hide Tuplet: quando marcada com um X
determina que não será mostrada a indicação
numérica de Quiálteras.
Set half beam length: determina o tamanho da bandei-
rola de notas de menor valor grupadas com outras de maior
valor (ex: uma semicolcheia grupadas com colcheias). Os
valores vão de 0 a 63, em passos de 1/72 de polegada.
Grow beam height by: altera a altura de 0 a 63 da haste das notas. Se a direção faz has-
tes for alterada, a sua altura retornará ao valor padrão.

7.2 - Voice
Esta função permite endereçar para uma determinada voz as notas e pausas selecionadas.
Há oito opções (Set to Voice 1 ...Set to Voice 8), que endereçam as notas e pausas sele-
cionadas para as vozes 1 a 8. Podemos também usar a tecla Ctrl junto com a tecla do número
(1 a 8) da voz a que se deseja endereçar as notas. Ao mudar a voz de notas com bandeirolas
grupadas, essas são desagrupadas.

7.2.1 - Estrutura da vozes


O Encore usa o recurso das vozes
para facilitar a escrita de duas ou mais li-
nhas melódicas ou rítmicas em uma
mesma pauta. Isso é muito útil quando se
quer escrever, por exemplo, uma pauta
com as notas de duas flautas. Com o re-
curso da separação de vozes, podemos
trabalhar escrever e editar a melodia de
cada flauta, separada e independente-
mente, usando uma voz diferente para

Manual Básico Ilustrado do Encore 32


cada uma (o Encore oferece uma estrutura para a notação de até oito vozes em cada pauta).
Nas ilustrações a seguir, temos a representação conjunta (o ícone Voice foi selecionado all voi-
ce, depois a representação apenas da voz 1 e por fim a representação apenas da voz 2.
Para visualizar individualmente uma determinada voz, basta clicar no ícone Voice e sele-
cioná-la na lista (a opção AlI Voices ativa todas as oito), Podemos também fazer esta seleção
por meio de combinação de teclas, pressionando a tecla V e a tecla do número da voz deseja-
da (1 a 8). Para selecionar AlI Voices, pressiona-se V e A, ou V e -.
Quando AlI Voices está selecionado, todas as vozes serão afetadas pelas funções de se-
leção e edição. Nesse caso, ao se escrever (inserir) notas ou pausas, elas serão endereçadas
á voz 1, exceto se essas notas estiverem sendo inseridas na pauta da mão esquerda do piano,
em que a voz padrão é a voz 5 (se forem criadas até duas pautas adicionais para o piano, es-
tas assumirão as vozes 7 e 8 como seus padrões).
O Encore usa algumas regras de grafia no que diz respeito á estrutura de vozes:
1) Somente podem ter suas bandeirolas unidas as notas de uma mesma voz:
2) Para que notas de pautas diferentes tenham suas bandeirolas unidas elas devem
pertencer às pautas de piano;
3) Na voz 1, as hastes das notas acima da terceira linha da pauta são direcionadas
para baixo; nas demais vozes, as hastes são viradas para cima.
Ao usar o recurso de separação de vozes, pode acontecer que você queira suprimir pau-
sas da segunda voz, por exemplo, para que não apareçam na pauta. Para fazer isso, use a fa-
cilidade de esconder as pausas que quiser, através da função Show / Hide, no meu View.

7.3 - Accidentals to
Essas três funções permitem editar os sinais de alteração das notas selecionadas.
Pela função Enharmonics, podemos representar uma nota por sua enarmônica (ex: Fá
bemol por Mi), de forma a facilitar a visualização das notas de um acorde, por exemplo (esta
função também pode ser executada teclando-se juntas Ctrl E).
A função Sharp força o sinal de alteração a ser um sustenido (#).
A função Flat força o sinal de alteração a ser um bemol ( ).

7.4 - Stem
Esta função permite alterar a direção da haste das notas selecionadas.
Stems Up: vira as hastes para cima (teclar Ctrl U).
Stems Down: vira as hastes para baixo (teclar Ctrl D).
Normalize: altera as hastes (stems) das notas de forma que assumam um posicionamento
mais estético, virando para baixo as hastes de notas acima da terceira linha, e para cima as
hastes de notas abaixo dela.
Manual Básico Ilustrado do Encore 33
7.5 - Tie Notes
Esta função permite ligar duas notas (de mesma altura) selecionadas. Essa ligadura atuará
também na execução MIDI (teclar Ctrl T). Podemos ajustar posteriormente com o mouse o for-
mato do arco de ligadura, movendo seus pontos de controle (veja seção Técnicas de Edição).

7.6 - Slur Notes


Esta função permite criar um arco de ligadura entre duas ou mais notas de altura diferen-
tes. Podemos ajustar posteriormente com o mouse o formato do arco da ligadura, movendo
seu pontos de controle. Esta função também pode ser executada teclando Ctrl L.

7.7 - Beam Notes


Esta função permite unir as bandeirolas de notas vizinhas. Podemos ajustar posteriormen-
te com o mouse a inclinação da barra de união, movendo seus pontos de controle (veja seção
Técnicas de Edição).
Beam Group) permite unir com uma mesma barra todas as notas selecionadas; se as no-
tas já estiverem unidas, serão separadas. Esta função também pode ser executada teclando-se
Ctrl M.

No exemplo da ilustração acima, foi usada a função Beam Group separadamente em ca-
da grupo de oito semicolcheias.
Beam on Beat permite unir com uma mesma barra todas as notas selecionadas,
grupando-as em cada tempo; se as notas já estiverem unidas, serão separadas. Es-
ta função também pode ser executada teclando-se juntas Ctrl B.
Sub group: permite criar um subgrupo de notas, conforme a ilustração abaixo.

7.8 - Change Pitch / Change Drum


7.8.1 - Change Pitch
Esta função permite alterar a altura (pitch) de
uma ou mais notas selecionadas. Ao executá-la, é a-
berto o quadro Change Pitch, com as opções para a
alteração. Podemos subir ou descer a altura das no-
tas, em diferentes intervalos. As notas alteradas serão
grafadas com sinais de alteração (# ou b), caso ne-
cessário, dependendo da tonalidade e intervalo a que
foram alteradas. No quadro Change Pitch, deve-se in-
dicar se a alteração será para cima (Up) ou para bai-
xo(Dowm), e os intervalos possíveis para alteração
são designados pelos seus nomes e respectivos valo-
res em semitons, entre parênteses.
Manual Básico Ilustrado do Encore 34
7.8.2 - Change Drum
Quando se selecionam notas em uma pauta de percussão, a opção Change Pitch se
transforma em Change Drum, pois nos equipamentos MIDI, os diversos instrumentos de per-
cussão são designados pela altura (pitch) da nota ou tecla.
Para alterar uma nota de percussão, de um instrumento para outro (ex: mudar um pandei-
ro para um cow-bell), o usuário não precisa saber qual é o número da nota MIDI que executa o
pandeiro, para então alterá-la para a nota MIDI que executa o cow-bell. Simplesmente, marca a
nota que quer mudar (o pandeiro) e então seleciona o pandeiro (Tambourine) na coluna From
do quadro Change Drum, e indica, na coluna To, o instrumento (Cowbell) que quer colocar no
lugar do pandeiro. A altura das notas também é mostrada (no caso, F#2 e G#2, respectivamen-
te). Os nomes dos instrumentos mostrados nas listas From e Thru do quadro Change Drum en-
tão definidos na tabela selecionada no quadro Percussion Brum Map, opção Percussion Staff,
no meu Score. Veja mais detalhes na seção especifica sobre o menu Score.

7.9 - Change Duration


Esta função permite alterar a duração de uma ou
mais notas selecionadas. Ao executá-la, é aberto o
quadro Change Duration, com as opções para a alte-
ração. Para efetivar a alteração gráfica das figuras no-
tas selecionadas, deve-se marcar com a um X a opção
Set face values to, indicar a nova figura (duração) de-
sejada clicando no ícone correspondente e indicar se a
nova duração será a figura normal (Plain), pontuada
(Dotted), duplamente pontuada (Double Dotted) ou
quiáltera (Tuplet). No caso da quiáltera. é necessário
indicar o número de notas por tempos. A opção Set
play duration to % of face value permite determinar
qual o valor percentual da duração que as notas terão
ao serem executadas via MIDI.

7.10 - Change velocity


Esta função permite alterar a intensidade (key velocity)
de uma ou mais notas selecionadas, para efeito de execução
via MIDI. Ao entrar nesta função, é aberto o quadro Change
Velocity, com as opções para a alteração. No quadro podemos
indicar qual o tipo de intensidade que se quer alterar: Key on
velocities (intensidade com que as teclas são pressionadas)
ou Key Off velocities (intensidade com que as teclas são sol-
tas). Em seguida, há quatro opções de como alterar os valores
de intensidade:
Manual Básico Ilustrado do Encore 35
Set alI values to: ajusta todas as intensidades para um valor fixo.
Change to % of current values: altera percentualmente os valores de intensidade,
Change smoothly from ...to ...: altera gradualmente os valores de intensidade das
notas de um trecho, de um valor inicial até um final, podendo assim criar efeitos de
crescendo ou diminuendo;
Add... to alI values: incrementa de um valor fixo todos os valores atuais de intensi-
dade.
Os valores efetivos de intensidade (key velocity) vão de 1 a 127. Somente os instrumen-
tos com sensibilidade a key velocity podem usufruir dessas diferenças.

7.11 - Make Chord


Esta função combina em um acorde duas ou mais notas de mesma duração e pode ser ú-
til para juntar em um acorde notas que foram gravadas ligeiramente arpejadas.

7.12 - Make tab


Esta função permite redefinir o traste (fret) mais baixo para a representação da execução
de notas no violão/guitarra em uma pauta de tablatura. Ao se criar uma pauta de tablatura (veja
função Tablature Staff, no menu Score), o traste mais baixo e o traste 0 (Lowest Fret), mas es-
sa condição pode ser modificada pela função Make Tab. Não é obrigatório redefinir o traste
mais baixo para toda a tablatura, sendo possível redefinir somente para trechos desejados.
Uma vez criada a pauta de tablatura (função Tablature Staff), para se redefinir o traste
mais baixo, marca-se o trecho desejado na pauta normal (de onde foi criada a tablatura), e in-
dicando-o no quadro Lowest Fret da função Make Tab.

7.13 - Make Grace / Cue


Permite transformar as notas selecionadas em uma
passagem de cadência melódica. As durações dessas no-
tas não contam efetivamente para o cálculo do número de
tempos do compasso.
As notas em cadencia melódica são escritas i-
nicialmente como notas comuns, sendo depois con-
vertidas pela função Make Grace / Cue. Para poder
escrevê-las, portanto, é necessário desativar as fun-
ções auto space e auto guess / beam, no menu Se-
tup. No quadro Grace/Cue Note, podemos escolher
entre três tipos de notas:
Cue notes: reduz as notas, arcos e demais
marcações selecionadas a 70% do tamanho origi-
nal. As notas são silenciadas, mas, podem ser ati-
Manual Básico Ilustrado do Encore 36
vadas novamente, selecionando-as e usando a opção Play na função atributes (menu notes).
Grace Note transforma em cadência melódica as notas selecionadas, sendo que a opção
Scale duration by....% determina o novo valor da duração da nota da cadência, em relação ao
seu valor original. Caso as notas ocorram antes das notas comuns do compasso, deve-se mar-
car a opção Play before the beat, para que as notas transformadas sejam executadas antes do
tempo normal da nota seguinte. Alternativamente, podemos marcar a opção No slash, que faz
com que as notas sejam executadas como apogiatura (veja ilustração abaixo).
Para transformar as notas novamente em notas comuns basta selecionar a opção Stan-
dard Note.

7.14 - Revert to raw


Esta função retorna a pauta selecionada a sua si-
tuação primitiva onde há apenas as informações refe-
rentes aos dados MIDI das notas, removendo as has-
tes, bandeirolas, traços de união de notas, marcações e
preservando apenas a altura das notas.
Ela é útil se quer refazer a transcrição das notas MIDI para a notação gráfica, reconfigu-
rando os valores de transcrição e usando então a função Guess Durations.

7.15 - Guess Durations


Esta função aplica sobre o trecho selecionado (que esteja em sua situação primitiva - raw)
os critérios de transcrição determinados pela função Transcription Setup (menu Setup).
Uma música que tenha sido gravada por execução MIDI pode conter notas ligeiramente
fora do tempo correto e com duração imprecisa (ilustração acima). Ao efetuar esta função, o
Encore quantiza as notas de forma que sua representação gráfica fique coerente com a nota-
ção convencional (ilustração abaixo).
Na função Transcription Notes (menu Setup), use uma figura de quantização igual ou me-
nor do que a menor figura de tempo que existe na música, caso contrario as notas serão ajus-
tadas para tempos errados.

Manual Básico Ilustrado do Encore 37


8 - Text
Formatando textos na partitura
O menu Text fica disponível somente quando se está trabalhando com as opções T
(Text), L (Lyrics), C (Choros) e G (Guitar Choros) da paleta Graphics, ocupando o lugar do me-
nu Notes, na barra de menu.

8.1 - Font
Esta função permite que se escolha o tipo de letra a ser usado no texto em questão. O
procedimento para seleção da fonte é igual ao de outros aplicativos para Windows.
Font: indica o formato da fonte a ser usada no texto, dentre as disponíveis no Win-
dows.
Font Style: indica o estilo (normal, itálico, negrito, etc)
Size: indica o tamanho da fonte
Effects: indica se as letras serão sublinhadas (Underline).
Sample: mostra exemplos da fonte com as características selecionadas.

8.2 - Align left / Middle / Right


Estas funções permitem alinhar à esquerda, centralizar ou alinhar a direita, respectiva-
mente, o texto criado com a opção T (Text) da paleta Graphics.
Para restaurar a opção de menu notes, basta selecionar qualquer outra função de qual-
quer paleta de símbolo que não seja T, L, C ou G, ou então, clicar na seta (A).

Manual Básico Ilustrado do Encore 38


9 - Measures
Editando compassos inteiros
Neste menu estão as funções que manipulam um ou mais compasso (measures).

9.1 - Add Measure


Permite inserir um ou mais compassos (va-
zios) em algum lugar da música. Pode definir as
condições para essa inserção.
No campo Add ...measures deve-se indicar
quantos compassos se quer inserir, definindo
também se os compassos será inseridos) antes
(before) ou depois (after) do compasso cujo nú-
mero é indicado no campo measure.
Podemos inserir compassos em todas as pautas da música (AlI staves} ou apenas em
uma pauta, definida no campo Only on staff.
Esta função não pode ser desfeita pela função undo mas caso se queira retornar a situa-
ção anterior, basta eliminar os compassos inseridos, usando a função Delete Measures, descri-
ta a seguir.

9.2 - Delete Measure


Permite eliminar um ou mais compas-
sos de algum lugar da música. Podemos
definir as condições para essa eliminação.
Nos campos From measure.. to ...deve in-
dicar o intervalo de compassos (inclusive)
que se quer eliminar. O ícone com o símbo-
lo de compasso final permite indicar auto-
maticamente que o trecho a ser eliminado
vai até o último compasso.
O campo which totaIs ...measures é uma alternativa para a definição do trecho a ser eli-
minado. Se o usuário preferir referir-se por quantos compassos devem ser
eliminados a partir de um determinado compasso, então basta indicar o primeiro compas-
so no primeiro campo de From measure.. to ...e em seguida indicar quantos compassos devem
ser eliminados, no campo which totais ...measures.
Podemos eliminar compassos de todas as pautas da música (From alI staves) ou apenas
de uma pauta, definida no campo Only from Staff.
Esta função não pode ser desfeita, por isso tenha bastante cuidado ao usá-la.

Manual Básico Ilustrado do Encore 39


9.3 - Tempo
Esta função permite efetuar alterações de anda-
mento em um ou mais compassos. No quadro Change
Tempo, é possível definir como e onde serão alterados
os valores do andamento. Nos campos From measure
...to ...é indicada a faixa de compassos cujo andamen-
to será alterado (o ícone com o símbolo de compasso
final permite indicar automaticamente que o trecho vai
até o último compasso).
Há quatro opções para alteração de andamento:
Set alI Tempos to..: determina que em toda a
faixa de compassos marcados, andamento
será alterado para o valor indicado no cam-
po.
Change to ...% of current values: determina que em toda a faixa de compasso mar-
cados, o andamento será alterado percentualmente conforme o valor indicado no
campo.
Change smoothly from.. to..: determina que em toda a faixa de compasso marcados,
o andamento será alterado, sendo gerada uma variação gradual do mesmo desde
um valor inicial até um final, indicados nos campo respectivos.
Add.. to alI values: determina que em toda a faixa de compassos marcados, o an-
damento será aumentado do valor indicado no campo (se for usado um valor negati-
vo, o andamento será diminuído)
Para criar efeitos de ralentando ou accelerando, use a quarta opção, indicando quanto a
quanto o andamento deve variar, na faixa de compassos.

9.4 - Time signature


Esta função permite alterar a métrica em
um ou mais compasso. No quadro Set Time
Signature, é possível definir como e onde essa
alteração será efetuada.
Nos campos From measure ...to ...é indi-
cada a faixa de compassos onde a métrica será
alterada (o ícone com o símbolo de compasso
final permite indicar automaticamente que o tre-
cho vai até o último compasso).
Os seis ícones (c, c, 2/4, 3/4, 4/4 e 6/8) permitem indicar as métricas de compasso mais
usuais, mas se outro valor de compasso for desejado. deve-se selecionar a opção Other e indi-
car a nova métrica nos quadros correspondentes a numerador e denominador.
Manual Básico Ilustrado do Encore 40
Em Click ... times per measure deve-se indicar quantas batidas do metrônomo deverá e-
xistir para cada compasso (assim, podemos ter, por exemplo. oito batidas de metrônomo em
cada compasso 4/4).
Se a opção Hide Meter for marcada com um X, os algarismos que indicam a métrica do
compasso não serão mostrados na pauta.
Quando há uma alteração de métrica de compasso no início de uma linha (sistema) da
partitura, o último compasso da linha anterior indica um aviso dessa alteração. Para que esse
aviso não seja mostrado, basta desmarcar a opção Reminder Time Signature, na função Show
/ Hide (menu View).
A opção Pickup Bar permite criar um compasso de anacruza, com uma métrica diferente
dos demais compassos. Nesse caso especial, embora este compasso tenha outra métrica, nele
será indicada a métrica real da música.
No exemplo a seguir, a música possui no primei-
ro compasso apenas duas colcheias (o que corres-
ponde a apenas um tempo em um compasso 3/4).
Para que a notação possa ser feita corretamente, é
necessário alterar a métrica apenas no primeiro com-
passo para 2/8, por exemplo, de forma que ele fique
preenchido, mas se só isso for feito, o Encore coloca-
rá uma indicação 2/8 nele, e no segundo colocará
uma indicação 3/4.
Com o recurso do Pickup Bar, altera-se a métrica do primeiro compasso para 2/8, mas
mantém-se a indicação da métrica do próximo compasso (3/4).
A opção Pickup Bar do quadro Set Time Signature está ligada à opção First Bar is Pickup
do quadro Measure Numbers (que será abordado adiante), de forma que ao se marcar a pri-
meira, a outra será automaticamente marcada também.

9.5 - Key signature


Esta função permite efetuar uma transposição ou
alterar a tonalidade em um ou mais compassos. No
quadro Change Kev Sig / transpose, é possível definir
como e onde a alteração será efetuada.
Nos campos From measure ...to... é indicada a fai-
xa de compassos onde será feita a transposição ou on-
de a tonalidade será alterada (o ícone com o símbolo
de compasso final permite indicar automaticamente que
o trecho vai até o último compasso). Na janela onde há
um pentagrama e uma clave de sol, podemos escolher
o tom movendo-se o ícone verticalmente, para cima ou
Manual Básico Ilustrado do Encore 41
para baixo (os ícones movem o tom de um em um). A medida que o tom é alterado, seu nome
e o de seu relativo menor são mostrados á direita (podemos escolher qualquer uma das 12 to-
nalidades maiores e menores).
Marcando a opção Move notes faz-se não só alterar a tonalidade do(s) compasso(s) mar-
cados como também transpor a altura das notas para cima (Up) ou para baixo (down). Essa
opção altera também as cifras e símbolos de acordes.
Marcando a opção Move Endings and Symbols faz com que os símbolos associados às
notas transpostas sejam movidos verticalmente na mesma proporção.
Marcando a opção Just delete the current Kev Signature faz com que sejam removidas
todas as indicações de tom existentes no trecho marcado, de forma que a tonalidade do trecho
marcado será a mesma do compasso anterior ao trecho.
Marcando a opção Just this staff faz com que a alteração ocorra somente nos compassos
da pauta selecionada.
Se você quiser alterar a tonalidade da execução MIDI sem alterar a tonalidade na pauta,
basta efetuar a transposição pela janela Staff Sheet (menu Window), alterando o parâmetro
Key da pauta desejada.
Quando há uma alteração de tonalidade no início de uma linha (sistema) da partitura, o úl-
timo compasso da linha anterior indica um aviso dessa alteração. Para que esse aviso não seja
mostrado, basta desmarcar a opção Reminder Key Signature, na função Show / Hide (menu
View).

9.6 - Barline types


Esta função permite escolher o tipo de barra de
divisão do compasso. Nos campos from measure
...to... é indicada a faixa de compassos onde será fei-
ta a transposição ou onde a tonalidade será alterada
(o ícone com o símbolo de compasso final permite in-
dicar automaticamente que o trecho vai até o último
compasso).
Os seis ícones em Left e Right permitem definir,
respectivamente, qual o tipo de barra a ser usado nos
limites à esquerda e à direita do trecho selecionado.
Marcando com o X a opção Play Repeats faz
com as repetições indicadas nas barras de compasso
sejam consideradas ao ser executada a música.
O trecho a ser executado após a repetição de-
penderá dos ajustes eventualmente efetuados nas
funções Endings e Coda phrases.
Manual Básico Ilustrado do Encore 42
9.7 - Endings
Esta função permite que sejam criados trechos de
finalização na música, que podem ser interpretados du-
rante a execução.
Nos campos From measure ...to ... é indi-
cada a faixa de compassos que será usada pa-
ra finalização (o ícone com o símbolo de com-
passo final permite indicar automaticamente
que o trecho vai até o último compasso).
O ícone Font permite escolher o tipo de le-
tra / número a ser usado na indicação das fina-
lizações (a fonte escolhida será usada em todos
os casos). As opções First, Second, third, four-
th, fifth e sixth permitem indicar em que passa-
gem (1, 2, 3, 4, 5 ou 6) deve ser executado o
trecho marcado.
Em Custom Text Box podemos escrever o texto que se deseja na indicação ria passagem
daquele trecho substituindo-se as convencionais 1, 2, etc... As opções Close e open determi-
nam se o trecho será fechado ou aberto, isto é, se terá ou não uma barra dupla à direita. A op-
ção Lock Ending, quando marcada, evita que a condição de aberto ou fechado do trecho seja
alterada ao se mudar a barra de divisão. Marcando com o X a opção Play Them faz com as in-
dicações sejam consideradas ao ser executada a música.
As posições verticais das linhas de marcação dos trechos de passagem e respectivos tex-
tos podem ser alteradas, bastando clicar e arrastar seus pontos de controle. Para visualizar os
pontos de controle, deve ser marcada a opção Show Control Points, na função Show / Hide
(menu View). Movendo os pontos de controle com a tecla Ctrl pressionada faz com que as li-
nhas de marcação de todos os trechos daquele sistema se movam conjuntamente.

9.8 - Coda phrases


Esta função permite incluir, no trecho
selecionado, a indicação de salto de um
trecho para outro. O ícone Font permite
escolher o tipo de letra a ser usado nas
indicações (a fonte escolhida será usada
em todos os casos). Em Select a Phrase
podemos selecionar qual o tipo de indica-
ção que se deseja no trecho selecionado
(para não haver nenhuma indicação deve
selecionar None).
Manual Básico Ilustrado do Encore 43
Marcando com o X a opção Play Phrases faz com as indicações sejam consideradas ao
ser executada a música.

9.9 - Measures Numbers


Esta função permite numerar os compassos
da música. As condições para essa numeração
são determinadas pelos parâmetros descritos a
seguir. Para que os compassos sejam numera-
dos, é necessário marcar a opção Add Numbers.
Dai então, podemos indicar de quantos em quan-
tos compassos devem ser mostrados os núme-
ros, indicando este valor no campo Every ... me-
asures. Alternativamente, podemos determinar
que a numeração só seja mostrada no primeiro
compasso de cada sistema (Each System).
Em geral não se numera o primeiro compasso, mas se for desejado o contrário, basta
marcar com um X a opção Start with First Measure.
Se o primeiro compasso for uma anacruza, então ele não deverá ser numerado, e deve
ser marcada com um X a opção First Bar is Pickup Bar (veja explicação sobre esse assunto no
tópico que aborda a função Time Signature).
A opção Enclose Number in Box, quando marcada com X, emoldura os números de com-
passo em pequenos quadrados. O ícone Font permite escolher o tipo de número a ser usado
na numeração dos compassos. A posição ver1ical em relação à pauta onde os números dos
compassos serão escritos é indica da em Place ...Spaces (valores de 1 a 15). Os números po-
dem ser escritos acima (above staff) ou abaixo (below staff) da pauta.

9.10 - Compressed Rests


Esta função permite representar de forma con-
densada uma série de compassos vazios (com pau-
sas) usando o símbolo de travessão horizontal.
Uma vez marcados os compassos
que devem ser condensados para a nova
representação (todas as pautas da partitu-
ra serão condensadas), entra-se na fun-
ção Compressed Rests, que mostrará um
quadro de opções. Quando quiser con-
densar os compassos vazios, deve-se
marcar com X a opção Make compressed
rest of ...measures.

Manual Básico Ilustrado do Encore 44


Para efetuar o procedimento inverso (descondensar), deve-se marcar a opção Expand
compressed rest.
Na janela Settings, podemos definir o tamanho do travessão horizontal por um valor per-
centual do tamanho do compasso, na opção Compressed Rest fills ...% of measure.
O ícone Set Font permite escolher o tipo de número a ser usado na indicação da quanti-
dade de compassos vazios (a fonte será usada em todas essas indicações). Marcando com o
X a opção Play Them faz com todos os compassos vazios indicados sejam considerados ao
ser executada a música.

9.11 - Align spacing


Esta função permite ajustar o espaçamento entre as
notas do trecho selecionado, e pode ser ativada também pe-
las teclas Ctrl J. Nos campos From measure ... to ... é indi-
cada a faixa de compassos que terão as notas alinhadas (o
ícone com o símbolo de compasso final permite indicar au-
tomaticamente que o trecho vai até o último compasso).
A opção Engraver's Spacing usa o padrão de espa-
çamento utilizado convencionalmente pelos copistas, que
equilibra o posicionamento dentro do compasso de acordo
com a duração das notas e a necessidade de clareza sem
sobrepor notas ou sinais de alteração.
A opção Mathematically Perfect posiciona as notas de
acordo com suas durações. Os sinais de alteração não são
considerados e portanto podem sobrepor-se às notas.
A opção Adjust Measure Widths faz ajustar as larguras dos compassos de forma adequa-
da a acomodar os símbolos.
A opção Adjust Measure Per System faz ajustar as larguras dos compassos de acordo
com a densidade de notas em cada sistema.
A opção Adjust for Lyrics faz o ajuste de larguras dos compassos levando em conta a le-
tra da música, de forma a evitar que as silabas desta sejam superpostas.
A opção AlI Staves faz com que o ajuste de larguras dos compassos seja feito em todas
as pautas.

9.12 - Align Playback


Esta função altera os valores originais da posição das notas MIDI do trecho selecionado
da música para que fiquem exatamente iguais à representação da pauta (quantizados), toman-
do a execução MIDI mais correta. As durações das notas não são alteradas.

Manual Básico Ilustrado do Encore 45


9.13 - Swing playback
Esta função permite criar um efeito
mais humano para a execução da músi-
ca via MIDI, alterando a posição e a du-
ração das notas (sem afetar a notação
na partitura). A função só atuará sobre o
trecho selecionado. Podemos determi-
nar a quantidade desse efeito, indican-
do na opção Amount of Swing o percen-
tual em que as notas serão deslocadas
adiante, tendo como referência a distância entre tempos. Podemos usar valores entre 50%
(não há alteração) até 75%.
Na opção Longest Note to Swing deve ser indicado a figura de tempo a ser usada como
referência para o deslocamento.

Manual Básico Ilustrado do Encore 46


10 - Score
Editando parâmetros globais da partitura
Neste menu estão diversas funções que permitem manipular e editar parâmetros globais
da partitura da música.

10.1 - Text elements


Esta função permite definir o título, o autor e outras informações que devem ser escritas
nas páginas da partitura.

O título é definido na opção Sco-


re Title e é posicionado centralizado
ao alto, apenas na primeira página da
partitura. Há três campos para o títu-
lo, e para cada um podemos usar
uma fonte diferente de letra, selecio-
nada através do ícone Set Font.
Na opção Instructions podemos
escrever informações necessárias ao
instrumentista. São três campos (li-
nhas) que são posicionadas ao alto á
esquerda da partitura, apenas na pri-
meira página. Também é possível u-
sar uma fonte diferente de letra para
cada campo, selecionada através do
ícone Set Font.
Os textos em Score title, instruc-
tions, composer, etc, são centraliza-
dos, mas é possível alinhá-los para a
esquerda ou para a direita, inserindo-
se espaços em branco adequada-
mente.

Manual Básico Ilustrado do Encore 47


Na opção Composer deve-se
escrever o nome do autor e even-
tualmente a data e a qual a partitu-
ra faz parte. São quatro campos
que são posicionadas ao alto à es-
querda da partitura, apenas na pri-
meira página. Também é possível
usar uma fonte diferente de letra
para cada campo, selecionada a-
través do ícone Set Font.
Os campos de cabeçalho He-
ader 1 e Header 2 são impressos
no alto das páginas, enquanto que rodapé Footer 1 e Footer 2 são impressos na base das pá-
ginas. Cada um contém uma linha de texto.
Na opção Justify, podemos determinar o tipo de alinhamento a ser usado para o cabeça-
lho ou rodapé:
Left - alinhado à esquerda,
Center - centralizada,
Right - alinhado à direita.
A opção Flip on Even / Odd Pages permite que se tenha um alinhamento espelhado do
cabeçalho ou rodapé, de forma que um texto de rodapé que na pagina 1 é alinhado à direita,
na pagina 2 será alinhado à esquerda.
Na opção Start on page ..., podemos determinar a partir de que página será impresso o
cabeçalho ou rodapé. A opção Page offset possibilita que a numeração das paginas comece a
partir de um valor diferente de 1. Os ícones #P, #D e #T permitem que sejam inseridos, auto-
maticamente, os valores respectivos de número de pagina, data e hora, no cabeçalho / rodapé
de cada página.
Você não precisa numerar as páginas individualmente. Para que o número da página apa-
reça em todas elas, basta incluir o parâmetro #P em um cabeçalho ou rodapé, que o Encore
imprimirá o número de página correto, em cada página. Se você quiser que a primeira página
da partitura não comece em 1, indique o novo valor inicial no campo page offset. No campo
Copyright podemos incluir a mensagem desejada relativa a direitos autorais, que é impressa na
base da primeira página da partitura. São cinco linhas para o texto do copyright, que podem
usar fontes diferentes de letras.

10.2 - Add page


Esta função permite inserir uma ou mais paginas vazias antes ou depois da pagina atual.
A pagina inserida possui compassos vazios, mas tem o mesmo numero de sistemas e a mes-
ma disposição das demais paginas da partitura.

Manual Básico Ilustrado do Encore 48


Na opção Add pages podemos indicar quantas paginas devem ser inseridas. Podemos
escolher se a pagina será inserida antes ou depois da pagina atual, selecionando a opção be-
fore page ou after page.
Esta função não pode ser desfeita pela função undo, mas podemos eliminar a pagina in-
serida usando-se a função Delete page, descrita a seguir.

10.3 - Delete page


Esta função eliminar uma ou mais
páginas da partitura. Nos campos From
page to é indicada a faixa de páginas que
serão deletadas (o ícone com o símbolo
de compasso final permite indicar automa-
ticamente que o trecho vai até a última
página). No campo which totais pages é
mostrado o número total de páginas a se-
rem deletadas.
Esta função não pode ser desfeita pela função Undo, tenha bastante cuidado ao usá-la,

10.4 - Add staff


Esta função permite inserir uma ou mais pau-
tas vazias à partitura.
A opção Add ...Regular Staves permite que seja
inserida uma ou mais pautas simples (no total, Enco-
re pode ter até 64 pautas). A opção Add a Piano Staff
permite que seja inserida uma pauta de piano, com-
posta de dois pentagramas (o superior para a mão di-
reita, na clave de sol, e o inferior para a mão esquer-
da, na clave de fá). A opção Change This to Piano
Staff permite que seja inserida um pentagrama acima
ou abaixo do atual, formando uma pauta de piano,
composta de dois pentagramas. Se a nova pauta for
criada abaixo da pauta atual, ela será uma pauta na
clave de fá, mas se for criada acima, será na clave
sol. Esta função não efetua uma divisão das notas o-
riginais para a nova pauta (para isso, deve ser usada
a função Split This Staves.
A opção Add a Staff to this Piano Staff permite que sejam inseridas mais pautas à pauta
de piano. A terceira pauta usará a voz 7 e a quarta usará a voz 8. O uso de mais de uma pauta
para piano pode ser necessário quando escrevendo peças para quatro mãos ou partituras para
órgão.

Manual Básico Ilustrado do Encore 49


O posicionamento das novas pautas é definido no campo Placement, para inserir acima
da pauta atual, seleciona-se Add Above, enquanto que para inserir abaixo da pauta atual, sele-
ciona-se Add Below.
O tipo das novas pautas é ,definido no campo Type, para inserir pautas de notas, selecio-
na-se Notes, para inserir linha de ritmo, seleciona-se Rhythm, para inserir pautas de tablatura,
seleciona-se Tab, e para inserir pautas de percussão, seleciona-se Percussion (veja mais deta-
lhes sobre as pautas de tablatura e percussão mais adiante).
A opção Rhythm permite criar uma pauta de uma única linha, onde a altura das notas não
é relevante, mas apenas suas posições e durações. Isso é útil para a notação detalhada ape-
nas do ritmo de uma melodia, por exemplo.
A função Add Staff não pode ser desfeita pela função Undo, mas podemos eliminar as
pautas inseridas usando-se a função Delete Staff, descrita a seguir.

10.5 - Delete Staff


Esta função permite eliminar da partitura uma ou mais pautas selecionadas.
Esta função não pode ser desfeita pela função undo, portanto tenha bastante cuidado ao
usá-la. Se você quiser que uma pauta não seja impressa, mas não quer eliminá-la, então use a
função Hide Staves (menu View)

10.6 - Split This Staff


Esta função permite que uma pauta simples
seja transformada em duas, o que possibilita criar
uma pauta dupla. No quadro de opções, há dois
critérios possíveis para destinar as notas da pauta
original para as duas novas pautas. Selecionando-
se Notes below, e indicando no respectivo campo
uma nota de referência, as notas abaixo daquela
nota serão posicionadas na nova pauta, enquanto
as notas acima da nota de referência permanece-
rão na pauta original. A outra opção, Notes from
Voices, permite especificar quais as vozes cujas
notas serão posicionadas na nova pauta.
A opção Set clef to permite que se indique qual a clave da nova pauta: Treble (sol), Bass
(fá), Alto (dó) e Tenor.
Se a opção Keep notes in a Piano Staff estiver marcada com X, a nova pauta será uma
pauta de piano (clave de fá e clave de sol).

Manual Básico Ilustrado do Encore 50


10.7 - Tablature Staff
O recurso da tablatura é de muita utilidade para passar músicas para violonistas e guitar-
ristas, pois transcreve uma pauta convencional para uma simbologia mais prática onde estão
representadas as cordas, e as notas executadas são indicadas por números que representam
em que trastes elas são executadas, em cada corda. Outros símbolos referentes a técnicas es-
pecíficas (bend, palhetas. etc) podem ser incorporados à pauta de tablatura, por meio da paleta
Guitar (veja seção Paletas de Símbolos).
No quadro Setup Tablature, podemos
indicar as condições para a indicação de no-
tas na pauta de tablatura. Em Number of S-
trings deve ser indicado o número de cordas
da tablatura (até 8). Pelo ícone Set Font po-
demos escolher o tipo de letra e número que
será usado nas pautas de tablaturas. Nos
quadros 1 a 8 da opção String Pitches de-
vem ser indicadas as notas de afinação das
cordas da tablatura (da mais baixa para a
mais alta).
A tablatura é criada assumindo que o traste mais baixo a ser usado na execução é o tras-
te 0, mas é possível modificar essa condição, para toda a tablatura ou partes dela, usando-se a
função Make Tab no menu Notes.

10.8 - Percussion Staff


Esta função permite ao usuário selecionar e também criar o mapeamento de notas a se-
rem usados pelo Encore para executar os instrumentos de percussão no equipamento MIDI.
Este novo recurso é extremamente útil, pois permite ao usuário definir a posição na pauta
de cada instrumento de percussão, independente da posição real que a nota MIDI, que aciona
aquele instrumento, possui.
Por exemplo, um padrão de ritmo usando bumbo (no mapeamento General MIDI é a nota
C1), a caixa (D1) e o contra-tempo (F#1). Entretanto, com a possibilidade de se realocar livre-
mente os instrumentos de percussão em qualquer ponto da pausa, podemos ter então uma re-
presentação gráfica que atenda a convenção de notação de percussão e, ao mesmo tempo
executar corretamente aqueles instrumentos via notas MIDI.
Dessa forma, usando o exemplo anterior, o usuário pode escrever o padrão rítmico na no-
tação convencional, e ainda assim ao executar a música o som que aquelas notas dispararão
no equipamento MIDI serão realmente o bumbo (C1), caixa (D1) e contra- tempo (F#1):
Para que isso seja possível, é necessário usar o recurso do mapeamento (Drum Map),
onde o usuário pode definir em que notas MIDI estão os instrumentos de percussão de seu e-

Manual Básico Ilustrado do Encore 51


quipamento MIDI, e a representação na pauta (formato e posição) que ele deseja para cada um
desses instrumentos.
Quando se está escrevendo uma partitura nova, podemos criar uma pauta para percus-
são a partir de uma pauta simples normal: insira a pauta simples (função add staff, do menu
Score), e escolha a opção Percussion Staff, para o tipo de pauta. No caso de uma música im-
portada via arquivo, Standard MIDI File, é necessário indicar a pauta de percussão. Para isso,
selecione-a e então a converta em pauta de percussão usando a função Percussion Staff, tam-
bém no menu Score.
Para criar um mapeamento de percussão em uma pauta de percussão, em primeiro lugar
é necessário selecionar a pauta. Em seguida, entra-se na opção percussion staff, existente no
menu Score, e será aberto o quadro Choose drum map. É nesse quadro que se pode fazer to-
das as definições necessárias para o mapeamento de notas e instrumentos de percussão (os
mapeamentos são armazenados no disco, do diretório c:\Encore\devices, com os nomes de
drmapn.ini, onde n é o numero do mapa, conforme a lista existente em outro arquivo, drum-
maps.ini)
Na tabela com os nomes das notas musicais (ou dos instrumentos de percussão), as célu-
las na cor cinza são as notas não usadas naquele mapeamento (não selecionadas com X no
campo Show Drum as. Isso significa que essas notas não poderão ser usadas na pauta. Quan-
do se tenta inserir ou mover na pauta de percussão uma nota em uma posição não definida
previamente no mapa que está sendo usado, esta não poderá ser inserida ou movida, sendo
mostrado um X sobre sua figura na pauta.
Vejamos então os itens de configuração disponíveis no quadro choose drum map.

Manual Básico Ilustrado do Encore 52


Drum map: neste campo seleciona-se o mapeamento que se deseja para a pauta de per-
cussão. O Encore já oferece pelo menos dois prontos: o do padrão general MIDI (GM) e o do
módulo de percussão Alesis D4. Se o usuário estiver usando um equipamento diferente des-
ses, então terá que criar um novo mapeamento, o que pode ser feito optando por add new
drum map. Se o mapeamento a ser criado difere pouco do General MIDI, então se pode ganhar
tempo copiando um desses e só alterando as poucas notas diferentes. Isso pode ser feito atra-
vés da opção clone GM Standard.
Show drum as: se o campo estiver marcado
com um X, então indica qual o símbolo a ser usado
na pauta para representar a nota (selecionada em
pitch e name). Para escolher o símbolo da figura,
basta clicar sobre o ícone e surgirá uma lista gráfi-
ca com oito opções. Escolhendo um dos símbolos,
este passara a ser usado pela nota em questão.
Position: determina a posição da nota na pauta, isto é, em que linha ou espaço do penta-
grama ela será grafada. Para escolher a posição, basta clicar com o mouse nos ícones XXX ou
XXX (à direita da representação da nota), para, respectivamente, fazê-la subir ou descer uma
linha/pauta. A pauta de percussão está limitada em 16 posições.
Stem Direction: determina se a haste da figura será representada voltada para cima (Up)
ou para baixo (Down). Default: quando este item é marcado com um X, a posição da pauta u-
sada pela nota atual será reservada somente para esta nota ou instrumento, desabilitando
qualquer outra nota ou instrumento previamente estabelecido na mesma posição. Não é possí-
vel usar o mesmo símbolo mais do que uma vez na mesma posição da pauta.
Pitch: indica o nome da nota musical que esta sendo editada no mapeamento, uma vez
que na tabela de mapeamento, muitas notas são designadas pelos nomes dos instrumentos de
percussão aos quais estão associadas. A nota C1 é o dó de número MIDI 36 (o lá central - Lá 4
- é a nota MIDI 69. Name: é onde se pode determinar o nome do instrumento de percussão as-
sociado a nota selecionada na tabela (e identificada em Pitch)
Como é possível haver dois ou mais instrumentos de percussão com símbolos diferentes
na mesma posição (linha/espaço) da pauta, quando se vai inserir uma nota para uma posição
dessas é necessário escolher qual instrumento ou símbolo se deseja grafar. Para isso, usa-se
a tecla Ctrl do teclado do computador: selecione o lápis na barra de ícones, pressione Ctrl e en-
tão clique com o mouse na posição desejada; escolha então o símbolo de cabeça desejada pa-
ra a nota, a partir da lista que é apresentada.

10.9 - Connect Staves


Esta função permite unir ou separar duas ou mais pautas selecionadas.
A opção break barline, quando marcada com X, separa as barras de compasso da pauta
superior e da inferior.

Manual Básico Ilustrado do Encore 53


A opção bracket quando marcada com X, une
a extremidade esquerda das pautas com uma chave
do tipo [. A opção Brace, quando marcada com X,
une a extremidade esquerda das pautas com uma
chave tipo {.

10.10 - Center Staves


Esta função permite ajustar as pautas de uma ou mais páginas, de forma a ficarem eqüi-
distantes umas das outras.Para que as pautas de todas as páginas sejam igualmente ajusta-
das, selecione previamente todas elas, usando a função Select AlI (menu Edit).
Esta função não pode ser desfeita pela função undo, tenha bastante cuidado ao usá-la.

10.11 - Center Systems


Esta função permite ajustar os sistemas de uma ou mais páginas, de forma a ficarem e-
qüidistantes uns dos outras, mas sem alterar a posição individual das pautas dentro dos siste-
mas. Para que os sistemas de todas as páginas sejam igualmente ajustados, selecione previ-
amente todas elas, usando a função Select AIl (menu Edit).
Esta função não pode ser desfeita pela função undo, tenha bastante cuidado ao usá-la.

10.12 - Measures per System


Esta função permite definir quantos com-
passos deve haver em cada sistema. Na op-
ção Set measures per system to... pode indicar
o número de compassos deve haver nos sis-
temas. Selecionando-se a opção Only this sys-
tem faz com que a definição da opção anterior
só ocorra no sistema que se está apontando;
selecionando-se a opção AlI remaining systems faz com que a definição da opção anterior o-
corra no sistema que se está apontando e em todos os seguintes.

10.13 - Systems per page


Esta função permite definir quantos sistemas deve haver em cada página.
Na opção Set systems on page ...to podemos indicar o número de sistemas que deve ha-
ver na página em que se está apontando.
Selecionando-se a opção Only this page faz com que a definição da opção anterior só o-
corra na página que se está apontando, selecionando-se a opção All remaining pages faz com
que a definição da opção anterior ocorra tanto na página que se está apontando quanto em to-
das as seguintes.

Manual Básico Ilustrado do Encore 54


11 - View
Visualizando o trabalho
Neste menu tem várias funções e recursos para visualizar de formas diferentes o trabalho
em edição no Encore.

11.1 - Show / Hide


Esta função permite determinar a forma como certos itens devem ser mostrados.
Podemos acessar esta função pressionando-se
conjuntamente as teclas Ctrl H. Marcando-se a opção
Rulers, serão mostradas duas réguas (vertical e hori-
zontal), para referencia de medidas no trabalho. Po-
demos também determinar qual a unidade de medida
para alinhamento: polegadas (inches) ou centímetros
(Centimeters).
Marcando-se a opção Staff Names, serão mos-
trados os nomes das pautas, à esquerda delas, po-
demos também determinar se os nomes serão mos-
trados apenas na primeira pagina (First page only) ou
em todas as páginas (AlI Staves). Marcando-se a op-
ção Control Points, serão mostrados os pontos de
controle que delimitam os objetos desenhados no
Encore (também podemos ativar ou desativar a vi-
sualização desses pontos pressionando-se as teclas
Ctrl ').
A visualização desses pontos é
útil quando se quer mover algum ob-
jeto. Para mais detalhes sobre como
mover objetos usando os pontos de
controle reveja a seção Técnicas de
Edição. Marcando-se a opção Page
Margin, será mostrada em torno da
partitura uma linha tracejada delimi-
tando a área de impressão. Marcan-
do-se a opção MIDl ltems, serão
mostradas as indicações dos even-
tos MIDI de program change e con-
trol change existentes na música.
Para mais detalhe sobre eventos MIDI, reveja o tópico MIDI na seção Paletas de Símbolos.

Manual Básico Ilustrado do Encore 55


Marcando-se a opção Cancellation Keys, ao haver uma mudança de tom no meio da mú-
sica, serão mostrados na pauta sinais de bequadro que cancelam os sinais de alteração que
estavam atuando no tom vigente até o compasso anterior.
Nos campos de Reminders, podemos selecionar se devem ser mostrados no último com-
passo do sistema anterior os sinais de aviso de que há uma alteração de compasso (Time Sig-
nature) e/ou de tonalidade (Key Signature) no próximo sistema. Na ilustração abaixo, temos um
exemplo dos sinais de aviso de mudança de tonalidade no compasso do sistema seguinte.
No item color, se a opção On Screen estiver marcada com X significa que os objetos pre-
viamente coloridos serão mostrados com suas respectivas cores na tela; já no caso da opção
On Printout, se estiver marcada com X significa que os objetos previamente coloridos serão
impressos com suas respectivas cores.
A opção Rests in Voice permite indicar quais as vozes cujas pausas se deseja mostrar
(quando marcadas com X). Isso é útil quando há duas ou mais vozes escritas na pauta, mas,
por uma questão de clareza, só se quer mostrar as pausas de uma delas.

11.2 - Score Colors


Esta opção permite ao usuário colorir
objetos grafados na partitura, de forma a
destacá-los na edição, e até mesmo na im-
pressão. As cores de cada tipo de objeto
são previamente definidos no quadro Chan-
ge Colors, mas também é possível alterar
posteriormente a cor de qualquer objeto. Pa-
ra selecionar a cor básica de uma categoria
de objetos, basta selecionar a categoria no
quadro, e então escolher a cor desejada, a
partir da paleta de cores que se abre ao cli-
car sobre o ícone designado por Choose the
color of the selected item. Os objetos que
podem ser coloridos são:
Notes/Rests in Voice: neste item podemos determinar as cores de todas as figuras de no-
tas e pausas, para cada voz (Voice) da partitura; seleciona-se a voz (ícones 1 a 8) que se quer
mudar a cor, e então indica-se a cor na paleta.
Inactive Voices: neste item determina-se a cor das vozes inativas.
Other Symbols: neste item determina-se a cor dos demais símbolos usados na partitura
(fermatas, pedais, oitavas, cifras, etc).
Background: neste item determina-se a cor de fundo da partitura.
Staff Lines: neste item determina-se a cor das linhas dos pentagramas.
Manual Básico Ilustrado do Encore 56
Clicando-se o ícone Use Prefs Colors faz com que o quadro Change Colors assuma au-
tomaticamente as cores básicas salvas com as preferências do usuário (veja tópico Setup, item
Save Preferences). Se forem salvas as preferências após uma alteração de cores, então essas
novas opções passarão a ser os padrões de cores para o Encore.

11.3 - Guitar Frets


Esta função permite escolher se devem ser ou não mostrados os símbolos de posição de
acordes no violão.
Selecionando-se a opção Show Freis, os símbolos serão mostrados junto com as cifras
dos acordes (como ilustrado acima); selecionando-se a opção Hide Frets, serão mostradas a-
penas as cifras.

11.4 - Show Staves


Esta função permite que sejam mostradas as pautas que tenham sido eventualmente es-
condidas por meio da função Hide Staves. Para mostrar as pautas é necessário selecionar os
sistemas onde se quer mostrá-las.

11.5 - Hide Staves


Esta função permite que sejam escondidas as pautas selecionadas.

11.6 - Linear View


Esta função permite ver a partitura em um formato horizontal, isto é, as pautas são mos-
tradas cada uma em sua linha (um único sistema), como se fosse um papel de largura infinita.
Esta função não afeta as dimensões reais do trabalho, mas somente as dimensões de sua vi-
sualização na tela, e também pode ser ativada pressionando-se as teclas Ctrl Y.
Estando a tela em modo Linear View, se for usada a função Hide Staves para esconder
pautas, essas serão mostradas novamente ao voltar a tela para o modo Page View (modo
normal). O inverso também ocorre: ao usar a função Hide Staves no modo Page View, elas se-
rão mostradas no modo Linear View.

11.7 - Hide / Show Floating Windows


Esta opção permite esconder (Hide) ou mostrar (Show) as janelas auxiliares (barra de í-
cones de ferramentas, teclado virtual, paletas de símbolos e controle de andamento). Podemos
usá-la também por meio do teclado do computador, pressionando-se as teclas Ctrl K.

Manual Básico Ilustrado do Encore 57


12 - Windows
Visualizando janelas
Neste menu estão as funções que permitem abrir as paletas de símbolos e a planilha de
pautas, alem de outras que permitem posicionar as janelas nba tela.

12.1 - Palette
Esta função permite abrir as pale-
tas de símbolos, a partir de um subme-
nu com a lista das 11 paletas. Veja de-
talhes sobre este assunto na seção es-
pecífica paletas de símbolos.

12.2 - Keyboard
Este recurso permite ao usuário entrar com as notas pelo teclado do computador, como
se fosse um teclado MIDI, ou também ser tocado pelo mouse.

Para tocar o teclado pelo mouse, basta clicar sobre a nota


desejada. O som ouvido será o do instrumento instalado no Enco-
re, de acordo com a seleção feita na janela Staff Sheet. Para to-
car o teclado virtual pelo teclado do computador (teclado
QWERTY), basta selecionar com X a opção QWERTY Keyboard
Note Entry. As teclas do teclado do computador que controlam as
notas musicais são mostradas ao lado.
O processo de escrita ou entrada de notas musicais no Encore usando o teclado virtual é
exatamente igual ao processo utilizando um teclado ou instrumento MIDI externo. Para se tocar
acordes, entretanto, é necessário um procedimento especial: mantendo-se pressionada a tecla
Shift do teclado do computador, clique com o mouse (ou no teclado do computador) as notas
desejadas no acorde; ao soltar a tecla Shift, o acorde será efetivado.
Como o teclado do computador só atinge uma região pequena do teclado virtual, pode-
mos transpor o mesmo, de forma que se pode tocar em oitavas acima ou abaixo da básica. Pa-
ra isso, basta usar as teclas + e - do teclado do computador, que fazem com que este suba ou
desça, respectivamente, uma oitava no teclado virtual.

Manual Básico Ilustrado do Encore 58


Na janela do teclado virtual, O ícone Watch Staves permite definir de quais pautas (staff 1,
staff 2, etc) da partitura serão mostradas as notas no teclado, durante a execução da música.

12.3 - Tempo
A janela Tempo Window permite visualizar e ajustar o andamento da execu-
ção da música. O ajuste efetuado nesta janela altera proporcionalmente todas as
informações de andamento existentes na música, isto é, a alteração percentual e-
fetuada servirá para todas as demais informações de andamento porventura exis-
tentes na música.
Por exemplo, se no primeiro compasso da música, o andamento inicial é 100,
e no décimo compasso ele é 120. Então, se com o cursor posicionado em qualquer
compasso entre o primeiro e o nono compassos alterarmos o andamento pelo
Tempo Window para 110 (aumento de 10%), isso quer dizer que automaticamente
do compasso 10 em diante a música será executada com andamento 132 (tam-
bém 10% mais rápido).
Há três formas de se ajustar o andamento: movendo o controle deslizante com o mouse;
clicando-se com o mouse nos ícones + e -, localizados na base da janela Tempo Window,
quando então podemos incrementar ou decrementar o valor do andamento de um em um; e a-
inda indicando o valor numericamente, clicando com o mouse no topo da janela (onde está es-
crito o valor do andamento). Clicando no ícone Reset faz retornar todos os valores de anda-
mento da música armazenados no arquivo da seqüência pela última vez.

12.4 - Toolbar
Essa opção permite mostrar ou esconder a barra de ferramentas, onde estão localizados
diversos ícones que permitem acionar funções do Encore diretamente, sem ter que abrir os
menus de opções. Esta barra de ferramentas é configurável (veja detalhes na seção que des-
creve a opção Toolbar Setup), (no menu Setup).

12.5 - Tile
Esta função permite posicionar lado a lado as janelas de trabalho abertas. Ela também
pode ser ativada pressionando-se as teclas Shift F4.

12.6 - Cascade
Esta função permite posicionar as janelas de trabalho uma a trás da outra. Ela também
pode ser ativada pressionando-se as teclas Shift F5.

12.7 - Arrange lcons


Esta função permite organizar esteticamente na tela os ícones das janelas minimizadas.

Manual Básico Ilustrado do Encore 59


12.8 - Close All
Esta função fecha todas as janelas de trabalho em uso no Encore, que são mostradas em
uma lista, abaixo do título dessa função, no menu Window.

12.9 - Staff Sheet


Esta função permite abrir a janela com a planilha de pautas, contendo informações adi-
cionais sobre as mesmas. Podemos abri-Ia também pressionando as teclas Ctrl /.

Na planilha há nove colunas, cada uma com os valores ou status dos parâmetros de cada
pauta. A coluna Inst mostra o número de ordem da pauta na partitura.
Podemos alterar a ordem das pautas no sistema através da planilha Staff Sheet. Para is-
so, basta clicar e arrastar o número da coluna Inst para as posições desejadas, que a alteração
de ordem ocorrerá também na partitura. Por exemplo: na ilustração acima, para passar a pauta
de Bass para o primeiro lugar, basta clicar no número 4 e arrastá-lo até a primeira linha.
A coluna play, quando há um triângulo escuro, mostra que a pauta está habilitada a exe-
cutar as notas via MIDI (playback). Para ativar ou desativar cada pauta, basta clicar sobre o tri-
ângulo correspondente.
A coluna Size permite
que se escolha o tamanho
do pentagrama de cada
pauta

Manual Básico Ilustrado do Encore 60


A coluna Solo, quando há um losango, mostra que a pauta está em modo solo, de forma
que as demais são silenciadas (mute) e só ela toca. Entretanto, podemos colocar mais do que
uma pauta em solo, fazendo com que apenas as que estiverem nesse estado irão executar no-
tas MIDI.
A coluna Name contém o nome da pauta (que aparece na partitura, se a opção Staff Na-
mes estiver marcada na função Show / Hide). Para escrever o nome da pauta, basta clicar na
coluna Name da pauta desejada, e indicar o nome no quadro Staff Name. O ícone Font permite
selecionar a fonte de letra para os nomes de todas as pautas.
A coluna Key indica se na execução MIDI haverá transposição, em semitons. Ao se clicar
nessa coluna, é apresentado um quadro Change Pitch idêntico ao já abordado na seção sobre
o menu notes.
Como a opção Key só altera a execução MIDI, mantendo a notação inalterada, ela pode
ser de grande utilidade quando se quer ouvir uma determinada pauta em outra oitava, por e-
xemplo, bastando para isso indicar +12 (uma oitava acima) ou –12 (uma oitava abaixo).
A coluna Chnl indica a porta e o canal de
MIDI que estão sendo usados por cada pauta, pa-
ra a execução MIDI. A porta é designada por uma
letra e o canal por um número. Ao se clicar
naquela coluna, é mostrado um quadro onde se
pode selecionar as portas da interface e os canais
de MIDI para cada voz da pauta. Para selecionar
a porta e o canal de cada voz, basta clicar no pe-
queno ícone que corresponda à seleção desejada
de porta e canal (os 16 canais de cada porta são
mostrados na horizontal). Marcando-se a opção
Change Together fará com que a seleção de uma
voz seja acompanhada por todas as demais.
A coluna Program Name indica o timbre (patch) que está sendo usado por cada pauta. O
timbre do instrumento só será mudado pelo Encore se o instrumento estiver habilitado a rece-
ber mensagens de program change.
Ao se clicar na coluna Program Name é apresentado o quadro Choose Instrument, quase
idêntico ao já visto no tópico sobre o item MIDI, na seção Paletas de Símbolos, com a exceção
de que há duas opções adicionais: uma de Voice, que permite selecionar um timbre para cada
voz da pauta (desde que usem canais de MIDI diferentes) e outra Copy Device to AlI Staves,
que quando marcada faz com que o equipamento (device) seja o mesmo para todas as pautas
(e a lista de timbres será a mesma).
A coluna Volume contém faders (controles deslizantes) que permitem ajustar os volumes
de cada pauta. O controle de volume só atuará se o instrumento MIDI reconhecer a mensagem
de coltrol change no7.

Manual Básico Ilustrado do Encore 61


13 - Setup
Configurando o sistema
Neste menu estão as funções de configuração de interface MIDI, metrônomo e outros pa-
râmetros de ambiente do software.

13.1 - MIDI Setup


Esta função permite selecionar e configurar a interface MIDI.
No quadro MIDI Setup, deve-se sele-
cionar em Port A e Port B quais os disposi-
tivos MIDI disponíveis no Windows que se-
rão usados pelo Encore como portas A e B,
respectivamente. Para cada porta, deve-se
indicar em Transmit Sync se os comandos
MIDI de sincronização (MIDI clocks, start,
stop) serão transmitidos.Se só houver uma
única porta física de saída MIDI Out dispo-
nível no computador, marque a opção
Transmit Sync em apenas uma das portas
A ou B. Na opção Record Port deve ser se-
lecionado por qual dispositivo MIDI o Enco-
re receberá as notas, isto é, por qual porta
MIDI de entrada será efetuada a gravação
no Encore.
Na opção Receive Sync Port deve ser selecionado por qual dispositivo MIDI o Encore re-
ceberá as mensagens de sincronismo MIDI (MIDI clocks, start. stop). quando operando sincro-
nizado a outro equipamento tal como um outro seqüenciador ou um teclado arranjador.
Na opção MIDI Thru, podemos optar entre duas alternativas para a retransmissão dos
comandos MIDI que chegam ao Encore. Selecionando-se Follow Current Staff faz com que as
notas recebidas pela Record Port sejam retransmitidas pela porta e canal em uso pela pauta
que se está apontando. Selecionando-se Always send out faz com que as notas recebidas pela
Record Port sejam retransmitidas pela porta e canal indicados pela matriz abaixo desta opção.
A opção Sync Source permite definir se o Encore irá operar sincronizado via MIDI por outro
equipamento externo (External) ou sem sincronismo, usando seu próprio andamento (Internal).

13.2 - Record Setup


Esta função contém diversas opções que determinam quais tipos de mensagens MIDI de-
vem ser gravados pelo Encore.

Manual Básico Ilustrado do Encore 62


A opção Split notes below ...on to the bottom
staff, quando marcada com X, permite que as notas
gravadas sejam alocadas nas pautas superior e infe-
rior de acordo com uma referência (indicada no
campo da opção). Usando-se uma pauta de piano
ou duas pautas separadas, as notas abaixo da nota
de referência (ex: C3) seriam escritas na pauta infe-
rior.
Na opção Record Only deve-se indicar quais
os eventos MIDI que se quer gravar.
Notes: notas musicais
Program Change: comandos de mudança de timbre (patch);
Pitch Bend: comandos gerados pela alavanca / roda de pitchbend;
Channel Pressure: comandos gerados ao se fazer pressão sobre o teclado;
Controllers. comandos gerados pelos controles de volume, pan, pedais, etc;
Modulation comandos gerados pela alavanca/roda de modulation.

13.3 - Transcription Setup


Esta função permite determinar a figura de resolução
(medida mínima) a ser adotada na transcrição de uma músi-
ca para a escrita no Encore (por arquivo ou gravação). Para
determinar a figura desejada, basta clicar em um dos seis
ícones do quadro Transcription Options. A opção Ignore Tri-
plets, quando marcada com X, faz com que o Encore não in-
terprete como quiálteras as notas gravadas via MIDI. Se a
música gravada tiver quiálteras, essa opção deverá ser de-
sativada. Esta configuração é salva como preferência.
Para obter um resultado correto, deve-se quantizar pela menor figura existente na música.
Dessa forma, se uma música possui passagens em semicolcheias, deve ser selecionada reso-
lução de semicolcheia.

13.4 - Spacing Defaults


Esta função permite determinar os valores-padrão uma série de parâmetros relativos ao
espaçamento de símbolos e objetos na partitura.
Beam Stem Length determina o comprimento da haste das notas com bandeirolas unidas
(medido em half space). Beam Thickness determina a espessura do traço que une as bandeiro-
las das notas (medida em % de half space)

Manual Básico Ilustrado do Encore 63


Horizontal Tie Offset determina o afas-
tamento horizontal entre arco de ligadura e as
notas (medido em quarter space). Vertical Tie
Offset determina o afastamento vertical entre
arco de ligadura e as notas (medido em quar-
ter space). Em Measure Spacing, podemos
indicar as distâncias (em half space) da clave,
da armadura de clave e da indicação de
compasso. As medidas do quadro Set Spa-
cing Defaults são referidas em half space,
que equivale à metade da distancia entre du-
as linhas do pentagrama e quarter space, que
equivale a um quarto.da distancia entre duas
linhas do pentagrama.

13.5 - Click Setup


Esta função permite configurar o metrônomo (click) usado para referência de andamento
para gravação ou execução da música.
No quadro Click Settings podemos escolher
se o som do metrônomo será produzido pelo al-
to-falante do computador (lntemal) ou por um ins-
trumento externo. No caso de se gerar o metrô-
nomo via MIDI, podemos definir independente-
mente os sons do tempo forte (Bar click) e dos
demais tempos (Beat click) do compasso.
Deve-se indicar a porta de MIDI (Port A ou Port B) onde está conectado o instrumento que
tocará as duas batidas do click, bem como por que canal de MIDI (Chan) elas serão transmiti-
das, as notas (pitch) usadas para cada uma, suas respectivas intensidades (Vel) e durações
(durt).
Normalmente se usa um patch de percussão para produzir o som do metrônomo. Por is-
so, as notas do metrônomo devem ser transmitidas pelo canal de MIDI no 10, que é o padrão
universal para bateria. Um bom timbre para o metrônomo é a castanholas, que os instrumentos
de percussão compatíveis com o padrão GM é disparado pela nota MIDI no 85, que correspon-
de ao C#5 no Encore. Para se obter uma boa percepção do tempo forte, podemos usar Vel =
127 no Bar Click e Vel = 80 no Beat Click

13.6 - Toolbar Setup


É nesta opção que se pode configurar a barra de ferramentas (toolbar). A coluna On To-
olbar lista as funções do Encore disponíveis como ícones na barra de ferramentas, enquanto a
coluna Available lista as demais funções do Encore. A barra pode ter máximo duas carreiras
horizontais completas com ícones de funções.

Manual Básico Ilustrado do Encore 64


Para incluir uma função na barra
de ferramentas, basta selecioná-la na
lista Available e clicar o ícone Add; ela
será automaticamente transferida para
a lista On Toolbar. Para retirar um ícone
da barra de ferramentas, basta selecio-
nar pela sua função na lista On Toolbar
e clicar o ícone Remove; a função cor-
respondente será automaticamente
transferida para a lista Available. Para
incluir ou remover funções da barra de
ferramentas, basta clicar dobrado sobre
o seu nome na lista Available ou On
Toolbar, respectivamente.
Os espaços vazios porventura existentes na barra são listados com nome de (Blank Space).

13.7 - Click on
Esta função permite ativar (quando marcada com ) ou desativar o som do metrônomo, e
pode ser usada pressionando-se as teclas Ctrl F.

13.8 - Follow playback


Esta função, quando ativada (marcada com ), indica o compasso que está tocando por
meio do símbolo .

13.9 - Auto Guess/Beam


Quando esta função está ativada (marcada com ), faz com que sejam aplicadas automa-
ticamente as funções Guess Durations e Beam on Beat nas notas escritas passo a passo gra-
vadas via MIDI ou carregadas via arquivos Standard MIDI File ou em formato do Master Tracks.
Para mais informações sobre estas duas funções, veja a seção sobre o menu Notes.

13.10 - Auto space


Quando esta função esta ativada (marcada com y), faz com que seja aplicado automati-
camente o espaçamento de copista nas notas escritas passo a passo, bem como não permite
que seja inserida uma nota ou pausa em um compasso quando todos os tempos já estiverem
preenchidos. Para mais informações sobre espaçamento, seja a função aling spacing, na seção
sobre o menu measures.

Manual Básico Ilustrado do Encore 65


13.11 - Save preferences
Esta função salva no disco diversos parâmetros configurados pelos usuários de forma que
sempre que o Encore for inicializado (no inicio da sessão ou por meio da função New, do menu
File) essas preferências serão preservadas (exceto quando se optar por um novo arquivo do ti-
po Template).
Os seguintes parâmetros são memorizados como preferências:
-o estado da janela da planilha Staff Sheet (aberta ou fechada):
-a posição da janela de trabalho:
-o estado do MIDI Thru;
-a posição das paletas de símbolos abertas;
-o tipo de letra (fonte) da indicação de andamento da paleta tools,
-a habilitação ou não de execução MIDI do pedal de sustain (paleta tools);
-a habilitação ou não de execução MIDI dos símbolos de dinâmica (paleta tools);
-a habilitação ou não de execução MIDI das indicações de acentuação (paleta
Marks),
-o tipo de letra (fonte) da indicação da tablatura (função Make Tab, menu Notes):
-o tipo de letra (fonte) e a habilitação ou não de execução MIDI das indicações de
frases das funções Measure Endings e Coda Phrases, do menu Measures;
-as configurações e o tipo de letra dos números de compassos (função Measure
Numbers, menu Measures);
-o tipo de letra (fonte) das indicações de pausas condensadas (função Compressed
rests, menu Measures);
-os tipos de letra (fontes) dos textos configurados na função Text Elements. Menu
Score);
-a visualização ou não dos pontos de controle, margem de página, símbolos de alte-
ração de tonalidade e pausas das vozes;
-o tipo de letra (fonte) da planilha Staff Sheet;
-as configurações de portas MIDI, sincronismo MIDI Thru e dispositivo (interface)
MIDI da função MIDI Setup, menu Setup;
-as configurações de gravação da função Record Setup
-as configurações de transcrição da função Transcription Setup;
-os ajustes de espaçamento da função Spacing Defaults;
-os ajustes do metrônomo (Click Setup, C/ick On / Off) do menu Setup;
-os ajustes de Follow Playback, Auto Guess / Beam e Auto Space, no menu Setup.
Os dados das preferências são salvos no arquivo ENCORE.INI, que fica localizado no
mesmo diretório do Encore. Para mais detalhes sobre arquivo Template, veja o tópico New, na
seção que aborda o menu File.

Manual Básico Ilustrado do Encore 66


14 - Help
Obtendo ajuda
O Encore possui um texto ilustrado para ajudar ao usuário a compreender a operação de
todas as suas funções. Para acioná-lo, basta teclar F1, em qualquer local do software, que será
mostrado o texto explicativo relativo ao tópico onde se está. Entrando pelo menu Help, têm-se
as seguintes opções:

14.1 - Contents
Traz um índice dos tópicos disponíveis no texto de ajuda. Os textos escritos em verde po-
dem ser detalhados, quando clicando sobre eles. Para voltar ao tópico que se estava antes,
basta clicar com o mouse no ícone Voltar.

14.2 - Search for Help On


É um recurso que facilita a procura de determinado tópico. Basta digitar o tópico deseja-
do, que será mostrado aqueles que mais se aproximam dele. Dai então, clicar sobre o ícone Ir
para.

14.3 - Current Topic


Mostra o mesmo quadro sobre os tópicos disponíveis no texto de ajuda.

14.4 - Help on Help


Contém instruções de como utilizar o sistema de texto de ajuda no Windows.

14.5 - About Encore


Mostra o copyright do programa, número da versão, etc.

Manual Básico Ilustrado do Encore 67


Referências Bibliográficas
Internet
Informus – centro de informática musical
Help do Encore

Produzido por teclados online.

Manual Básico Ilustrado do Encore 68