Sie sind auf Seite 1von 70

ESOCIAL LINHA RM

Apresentador : Colácio Apoio : Ricardo Hofner Roberto Sabino

Inovação RH Maio/2014

HOJE FALAREMOS SOBRE 1. SANEAMENTO DE DADOS 2. CONSOLIDADOR RM 3. TSS 4. DÚVIDAS (FAQ)

HOJE

FALAREMOS

SOBRE

1.

SANEAMENTO DE DADOS

2.

CONSOLIDADOR RM

3.

TSS

4.

DÚVIDAS (FAQ)

SANEAMENTO DE DADOS

SANEAMENTO DE DADOS

Saneamento de Dados (Minuta 1.1)

Saneamento de Dados (Minuta 1.1) I) Folha de Pagamento  Funcionário  Evento  Seção 

I) Folha de Pagamento

Funcionário

Evento

Seção

Cadastro do Empregador

Cliente e Fornecedor

Validação da base

Portal RH Online

II) Segurança e Saúde Ocupacional (SSO)

Fatores de Risco

CAT

 Validação da base  Portal RH Online II) Segurança e Saúde Ocupacional (SSO)  Fatores
Folha de Pagamento (Labore)

Folha de Pagamento (Labore)

Cadastro de Funcionário- Transferência de Funcionário Ao transferir o funcionário será habilitado o campo

Cadastro de Funcionário- Transferência de Funcionário

Cadastro de Funcionário- Transferência de Funcionário Ao transferir o funcionário será habilitado o campo
Cadastro de Funcionário- Transferência de Funcionário Ao transferir o funcionário será habilitado o campo

Ao transferir o funcionário será habilitado o campo “Sucessão, incorporação, cisão ou fusão. Se marcado, o funcionário entrará como transferência

‘Sucessão’, caso desmarcado

será considerado transferência “Mesmo Grupo Econômico”.

Cadastro de Funcionário- Sucessão de Vínculo A aba sucessão de vínculos será habilitada quando o

Cadastro de Funcionário- Sucessão de Vínculo

Cadastro de Funcionário- Sucessão de Vínculo A aba sucessão de vínculos será habilitada quando o tipo
Cadastro de Funcionário- Sucessão de Vínculo A aba sucessão de vínculos será habilitada quando o tipo

A aba sucessão de vínculos será habilitada quando o tipo de admissão do funcionário for por “Transferência entre empresas do mesmo grupo econômico”, ou sua admissão for proveniente por uma “sucessão, incorporação, cisão ou fusão.”

Cadastro de Funcionário- Sucessão de Vínculo Na aba “Sucessão de Vínculo”, o usuário deverá preencher

Cadastro de Funcionário- Sucessão de Vínculo

Cadastro de Funcionário- Sucessão de Vínculo Na aba “Sucessão de Vínculo”, o usuário deverá preencher os
Cadastro de Funcionário- Sucessão de Vínculo Na aba “Sucessão de Vínculo”, o usuário deverá preencher os

Na aba “Sucessão de Vínculo”, o usuário deverá preencher os dados:

“CNPJ Empregador Anterior”, “Matricula Anterior”, “Data Início do Vínculo”.

Cadastro de Funcionário- Tipo de Regime de Jornada O controle do tipo de Regime de

Cadastro de Funcionário- Tipo de Regime de Jornada

Cadastro de Funcionário- Tipo de Regime de Jornada O controle do tipo de Regime de Jornada
Cadastro de Funcionário- Tipo de Regime de Jornada O controle do tipo de Regime de Jornada

O controle do tipo de Regime de Jornada será realizado utilizando um processo existente pelo TOTVS Automação de Ponto. Quando o

funcionário Usar Cartão de Ponto, para o

eSocial, o Tipo de Regime de Jornada

será considerado como:

“Submetidos a Horário de Trabalho (Cap. II da CLT);”

Quando o funcionário não utilizar o Cartão de Ponto, o controle será realizado pelo usuário, através do processo “Deixar de utilizar o cartão de Ponto”, localizado na tela de visão do cadastro de Funcionários, em “Processos | Deixar de Utilizar cartão de Ponto”:

Cadastro de Funcionário- Tipo de Regime de Jornada Ao abrir a tela do processo “Deixar

Cadastro de Funcionário- Tipo de Regime de Jornada

Cadastro de Funcionário- Tipo de Regime de Jornada Ao abrir a tela do processo “Deixar de
Cadastro de Funcionário- Tipo de Regime de Jornada Ao abrir a tela do processo “Deixar de

Ao abrir a tela do processo “Deixar de utilizar o cartão de Ponto”, o usuário deverá informar no campo “Data de Início” a data de quando o funcionário deixou de utilizar o cartão de ponto e informar um dos dois tipos de Regime de Jornada:

Externa

especificada no Inciso I do Art. 62 da CLT”; ou,

no

“Atividade

“Funções

específicadas

Inciso II do Art. 62 da CLT”;

Cadastro de Funcionário- Tipo de Regime de Jornada

Cadastro de Funcionário- Tipo de Regime de Jornada

Cadastro de Funcionário- Tipo de Regime de Jornada
Cadastro de Funcionário- Tipo de Regime de Jornada
Cadastro de Funcionário- Histórico de Utilização de cartão Exibe o histórico de utilização do cartão

Cadastro de Funcionário- Histórico de Utilização de cartão

de Funcionário- Histórico de Utilização de cartão Exibe o histórico de utilização do cartão de ponto
de Funcionário- Histórico de Utilização de cartão Exibe o histórico de utilização do cartão de ponto

Exibe o histórico de utilização do cartão

de ponto e alterações

no tipo de regime de jornada.

Cadastro de Funcionário- Histórico de Utilização de cartão

Cadastro de Funcionário- Histórico de Utilização de cartão

Cadastro de Funcionário- Histórico de Utilização de cartão
Cadastro de Funcionário- Histórico de Utilização de cartão
Cadastro de Funcionário – Salário Variável  No cadastro de Funcionários, no link “Salário/Jornada”, foi

Cadastro de Funcionário Salário Variável

Cadastro de Funcionário – Salário Variável  No cadastro de Funcionários, no link “Salário/Jornada”, foi

No cadastro de Funcionários, no link “Salário/Jornada”, foi implementado o campo para registrar informações sobre o “Salário Variável”.

Será habilitado quando, o tipo de

funcionário for “F – Temporário/Comissionista”, “M – Misto” ou “O – Comissionista”.

Deverá informar a descrição do

salário variável e como ele é calculado. Ex: Comissões pagas no percentual de 10% sobre as

vendas

Cadastro de Funcionário – Informações de Deficiente Foi incluído no link “RAIS”, o tipo de

Cadastro de Funcionário Informações de Deficiente

Cadastro de Funcionário – Informações de Deficiente Foi incluído no link “RAIS”, o tipo de deficiência
Cadastro de Funcionário – Informações de Deficiente Foi incluído no link “RAIS”, o tipo de deficiência

Foi incluído no

link “RAIS”, o tipo de deficiência

intelectual.

Cadastro de Funcionário- Vínculos empregatícios outras empresas Foi implementado no anexo do cadastro de funcionários,

Cadastro de Funcionário- Vínculos empregatícios outras empresas

de Funcionário- Vínculos empregatícios outras empresas Foi implementado no anexo do cadastro de funcionários, o
de Funcionário- Vínculos empregatícios outras empresas Foi implementado no anexo do cadastro de funcionários, o

Foi implementado no

anexo do cadastro de funcionários, o cadastro para informar “Vínculos

Empregatícios com

outras Empresas (Externo)

Cadastro de Funcionário- Vínculos empregatícios outras empresas No cadastro “Vínculos Empregatícios com outras

Cadastro de Funcionário- Vínculos empregatícios outras empresas

de Funcionário- Vínculos empregatícios outras empresas No cadastro “Vínculos Empregatícios com outras Empresas
de Funcionário- Vínculos empregatícios outras empresas No cadastro “Vínculos Empregatícios com outras Empresas

No cadastro “Vínculos

Empregatícios com outras

Empresas (Externo)”, o usuário deverá informar os

campos “Tipo de Inscrição”,

“Número de Inscrição”, “Mês

Competência”, “Ano Competência”, “Valor da Remuneração” e “Valor do Desconto INSS”.

Somente informativo para o

eSocial, ainda não influencia

no cálculo.

Cadastro de Funcionário- Anexo Carga Inicial Estabilidade Foi implementado um processo para realizar a carga

Cadastro de Funcionário- Anexo Carga Inicial Estabilidade

Cadastro de Funcionário- Anexo Carga Inicial Estabilidade Foi implementado um processo para realizar a carga inicial
Cadastro de Funcionário- Anexo Carga Inicial Estabilidade Foi implementado um processo para realizar a carga inicial

Foi implementado um processo para realizar a carga

inicial das estabilidades, este

processo irá inserir as

estabilidades anteriores a implantação dos recursos do eSocial, o caminho para

executar o processo encontra-

se conforme imagem ao lado.

Cadastro de Funcionário- Carga Inicial Estabilidade Carga Inicial da Estabilidade - Regras Serão inseridas

Cadastro de Funcionário- Carga Inicial Estabilidade

Cadastro de Funcionário- Carga Inicial Estabilidade Carga Inicial da Estabilidade - Regras Serão inseridas

Carga Inicial da Estabilidade - Regras

Serão inseridas automaticamente somente as estabilidades dos seguintes Motivos:

Acidente de Trabalho

o O vinculo será realizado quando o afastamento do funcionário for vinculado ao tipo “T”.

Mandato Sindical

o O vinculo será realizado quando o afastamento do funcionário for vinculado ao tipo “S”.

Mandato Eleitoral

o Afastamento Labore conforme parametrização eSocial.

Prestação de Serviço Militar

o O vinculo será realizado quando o afastamento do funcionário for vinculado ao tipo “M”.

Candidato da CIPA

o Vinculação realizada pelo RM Vitae.

Eleito Titular CIPA

o Vinculação realizada pelo RM Vitae.

Eleito Suplente CIPA

o Vinculação realizada pelo RM Vitae.

Os motivos de estabilidade citados acima, não estarão disponíveis para inserção ou alteração manual.

Cadastro de Funcionário- Portal RH Online Endereço do Funcionário Para informar o “Tipo de Rua”,

Cadastro de Funcionário- Portal RH Online

Cadastro de Funcionário- Portal RH Online Endereço do Funcionário Para informar o “Tipo de Rua”, o
Cadastro de Funcionário- Portal RH Online Endereço do Funcionário Para informar o “Tipo de Rua”, o

Endereço do Funcionário

Para informar o “Tipo de Rua”, o

funcionário deverá clicar em “Alterar

Endereço”, e selecionar a informação pertinente

Observação: De acordo com os parâmetros do RM Portal, esta alteração poderá ser gravada diretamente na base de dados, ou poderá ficar pendente de aprovação, a ser realizada no módulo de “Administração de Pessoal | Aprovações de Alt. Cadastrais” do TOTVS Folha de Pagamento

Cadastro de Funcionário- Portal RH Online Aba Documentos No Portal RM foram incluídos os campos

Cadastro de Funcionário- Portal RH Online

Cadastro de Funcionário- Portal RH Online Aba Documentos No Portal RM foram incluídos os campos para
Cadastro de Funcionário- Portal RH Online Aba Documentos No Portal RM foram incluídos os campos para

Aba Documentos

No Portal RM foram incluídos os campos para que o próprio funcionário preencha os dados de sua CNH:

“Data de Emissão”

“Órgão Emissor”.

Cadastro de Funcionário- Cadastro de Eventos Desativar Eventos No cadastro de eventos, foi incluído o

Cadastro de Funcionário- Cadastro de Eventos

Cadastro de Funcionário- Cadastro de Eventos Desativar Eventos No cadastro de eventos, foi incluído o campo
Cadastro de Funcionário- Cadastro de Eventos Desativar Eventos No cadastro de eventos, foi incluído o campo

Desativar Eventos

No cadastro de eventos, foi incluído o campo “Inativo”. Se o evento possuir este campo marcado, este evento deixa de ser visualizado em módulos do produto onde seria possível associá-lo. Estando o evento desativado, ele não será levado para a Carga Inicial do eSocial.

Caso este evento tenha sido lançado na folha de pagamento,

ele estará visível na ficha

financeira e envelopes de competências passadas.

Cadastro de Funcionário- Cadastro de Seções No cadastro de seções, na aba “Dados p/ INSS”,

Cadastro de Funcionário- Cadastro de Seções

Cadastro de Funcionário- Cadastro de Seções No cadastro de seções, na aba “Dados p/ INSS”, foi
Cadastro de Funcionário- Cadastro de Seções No cadastro de seções, na aba “Dados p/ INSS”, foi

No cadastro de seções, na aba “Dados p/ INSS”, foi

implementado o campo

eSocial - Indicativo de Substituição da Contribuição Patronal da Obra de

Construção Civil”, que deverá

ser preenchido com as opções “Contribuição Patronal Substituída”, ou

Contribuição Patronal Não

Substituída”.

Cadastro de Funcionário- Cadastro do Empregador Informações do Empregador  Classificação Tributária no cadastro

Cadastro de Funcionário- Cadastro do Empregador

Cadastro de Funcionário- Cadastro do Empregador Informações do Empregador  Classificação Tributária no cadastro
Cadastro de Funcionário- Cadastro do Empregador Informações do Empregador  Classificação Tributária no cadastro

Informações do Empregador

Classificação Tributária no cadastro de “Empregador”

Campo “Indicativo Obra” do cadastro de “Empregador”

Cadastro de Funcionário - Endereços Foi incluído o acesso ao cadastro de “Endereços”. Os menus

Cadastro de Funcionário - Endereços

Cadastro de Funcionário - Endereços Foi incluído o acesso ao cadastro de “Endereços”. Os menus estão
Cadastro de Funcionário - Endereços Foi incluído o acesso ao cadastro de “Endereços”. Os menus estão

Foi incluído o acesso ao

cadastro de “Endereços”. Os menus estão disponíveis em “TOTVS

Folha de Pagamento |

eSocial | Endereços

- Municípios

- Nações

- Tipos de Logradouros

Este cadastro tem origem no produto RM Fiscal.

Cadastro de Funcionário- Classificação de Nação A associação de Países às Nações, a partir destas

Cadastro de Funcionário- Classificação de Nação

Cadastro de Funcionário- Classificação de Nação A associação de Países às Nações, a partir destas versões,
Cadastro de Funcionário- Classificação de Nação A associação de Países às Nações, a partir destas versões,

A associação de Países às

Nações, a partir destas versões,

deverão ser realizadas pelo cadastro “Classificação de

Nações”, localizado no “TOTVS Folha de Pagamento | eSocial |

Endereços”.

Observação: A funcionalidade de associação de Países a

Nações das versões anteriores através do Parametrizador foi

descontinuada.

– Brasileira”, por exemplo, no campo “Nome do País”, deverá associar o País “BRA – Brasil”.

Editando a Nação

10

Cadastro de Funcionário- Classificação de Nação

Cadastro de Funcionário- Classificação de Nação

Cadastro de Funcionário- Classificação de Nação
Cadastro de Funcionário- Classificação de Nação
Cadastro de Funcionário – Verificação da base dados O menu Verificação da base de dados,

Cadastro de Funcionário Verificação da base dados

Cadastro de Funcionário – Verificação da base dados O menu Verificação da base de dados, está
Cadastro de Funcionário – Verificação da base dados O menu Verificação da base de dados, está

O menu Verificação da base de dados,

está disponível nas versões 11.82 e superiores.

Para estas versões foi implementado

neste módulo o parâmetro para consistir os dados de funcionários para os campos do eSocial.

Cadastro de Funcionário- Verificação da base de dados • Evento S-2100 Por padrão, as verificações

Cadastro de Funcionário- Verificação da base de dados

Cadastro de Funcionário- Verificação da base de dados • Evento S-2100 Por padrão, as verificações dos

Evento S-2100 Por padrão, as verificações dos campos do eSocial irá validar o preenchimento dos campos definidos como obrigatórios no layout do eSocial, além desta verificação, segue abaixo exemplos de campos que terão validação individuais.

Grupo de Informações do trabalhador

cpfTrab - CPF Trabalhador

o Validação: Deve ser um CPF válido

nisTrab - Número de Inscrição do Segurado

o Validação: Deve ser um NIS válido e pertencente ao trabalhador. O preenchimento é

obrigatório, exceto no caso de estagiário.

Grupo de informações do nascimento do trabalhador

codMunicipio - Código do Município de Nascimento

o Validação: Se informado, deve ser um código existente na tabela do IBGE

Veja maiores detalhes de validação no boletim técnico.

Cadastro de Funcionário- Cliente e Fornecedor No cadastro “Cliente/Fornecedor” foi implementada na aba “Dados

Cadastro de Funcionário- Cliente e Fornecedor

Cadastro de Funcionário- Cliente e Fornecedor No cadastro “Cliente/Fornecedor” foi implementada na aba “Dados
Cadastro de Funcionário- Cliente e Fornecedor No cadastro “Cliente/Fornecedor” foi implementada na aba “Dados

No cadastro “Cliente/Fornecedor” foi implementada na aba “Dados Fiscais” a sub-aba “eSocial”, contendo os campos para classificar o “Tipo de Lotação” e informações complementares.

Os campos implementados são:

“Tipo de Lotação”, se preenchido com os tipos 02 Obra Própria – Pessoa Jurídica” ou 22 Obra Própria Pessoa Física” ou “03 – Obra de Construção Civil (Empreitada Parcial ou Sub-empreitada)”, serão habilitados os campos “CNO da obra própria” e os campos para “Informações do Contratante” e “Informações do Proprietário” que deverão ser preenchidos com os respectivos “CNPJ” ou “CPF”.

Cadastro de Funcionário- Cliente e Fornecedor Se o “Tipo de Lotação” for preenchido com os

Cadastro de Funcionário- Cliente e Fornecedor

Cadastro de Funcionário- Cliente e Fornecedor Se o “Tipo de Lotação” for preenchido com os tipos
Cadastro de Funcionário- Cliente e Fornecedor Se o “Tipo de Lotação” for preenchido com os tipos

Se o “Tipo de Lotação” for preenchido com os tipos 04 - Tomador de Serviço - Cessão de Mão de

Obra, inclusive contratante de cooperativa de

trabalho (PJ)”, ou “05 - Tomador de Serviço - trabalho temporário - substituição de pessoal”, ou “06 - Tomador de Serviço - trabalho temporário - serviços extraordinários”, não serão habilitados os campos referente a obra.

Segurança e Saúde Ocupacional (SSO)

Segurança e Saúde Ocupacional (SSO)

Cadastro de Funcionário- Condições Diferenciadas de Trabalho Condições Diferenciadas – Fatores de Risco/Agentes

Cadastro de Funcionário- Condições Diferenciadas de Trabalho

de Funcionário- Condições Diferenciadas de Trabalho Condições Diferenciadas – Fatores de Risco/Agentes No
de Funcionário- Condições Diferenciadas de Trabalho Condições Diferenciadas – Fatores de Risco/Agentes No

Condições Diferenciadas Fatores de Risco/Agentes

No cadastro “Agentes” do TOTVS SSO foi

implementado o campo “Agente Agrupador eSocial”, onde o usuário irá classificar o tipo de Agente Nocivo, podendo ser :

“B – Biológico”,

“E – Ergométrico”, “F – Físico”, “M Mêcanico/Acidentes” “Q – Químico”;

Cadastro de Funcionário- Condições diferenciadas de trabalho Tipos de Agentes No campo cadastro “Tipo de

Cadastro de Funcionário- Condições diferenciadas de trabalho

de Funcionário- Condições diferenciadas de trabalho Tipos de Agentes No campo cadastro “Tipo de Agentes”,
de Funcionário- Condições diferenciadas de trabalho Tipos de Agentes No campo cadastro “Tipo de Agentes”,

Tipos de Agentes

No campo cadastro “Tipo de Agentes”, foi implementado o campo “Tipo de Agente Nocivo eSocial” onde o

usuário deverá relacionar os

itens da “Tabela 7 - Riscos Ocupacionais Específicos” do manual eSocial.

Cadastro de Funcionário- Condições diferenciadas de trabalho Fonte Geradora Risco No cadastro “Fonte Geradora”,

Cadastro de Funcionário- Condições diferenciadas de trabalho

de Funcionário- Condições diferenciadas de trabalho Fonte Geradora Risco No cadastro “Fonte Geradora”, caso
de Funcionário- Condições diferenciadas de trabalho Fonte Geradora Risco No cadastro “Fonte Geradora”, caso

Fonte Geradora Risco

No cadastro “Fonte Geradora”,

caso possua itens cadastrados antes das implementações do eSocial, a estes itens o usuário poderá associar no campo “Cód. ESocial” o itens que estão

estabelecidos no manual do eSocial.

É importante salientar que todos os itens próprios do eSocial já estão cadastrados e com o campo

“Cód. ESocial” preenchido por

padrão.

Cadastro de Funcionário- Condições diferenciadas de trabalho Reconhecimento/Avaliaç ão de Riscos Foi criado um novo

Cadastro de Funcionário- Condições diferenciadas de trabalho

de Funcionário- Condições diferenciadas de trabalho Reconhecimento/Avaliaç ão de Riscos Foi criado um novo
de Funcionário- Condições diferenciadas de trabalho Reconhecimento/Avaliaç ão de Riscos Foi criado um novo

Reconhecimento/Avaliaç ão de Riscos

Foi criado um novo CheckBox denominado “Utilização de EPI Não

Aplicável” na aba “Identificação”, que irá determinar se a utilização de

EPI não será aplicável para o risco.

Caso o Parametro “Utilização de EPI não Aplicável” estiver DESmaracado, as abas EPI e

Parâmetros de EPI serão exibidas

para o usuário

Cadastro de Funcionário- Condições diferenciadas Reconhecimento/Avaliação de Riscos Na tela de

Cadastro de Funcionário- Condições diferenciadas

Cadastro de Funcionário- Condições diferenciadas Reconhecimento/Avaliação de Riscos Na tela de
Cadastro de Funcionário- Condições diferenciadas Reconhecimento/Avaliação de Riscos Na tela de
Cadastro de Funcionário- Condições diferenciadas Reconhecimento/Avaliação de Riscos Na tela de

Reconhecimento/Avaliação de Riscos

Na tela de Reconhecimento/Avaliação de Riscos foi criada uma nova aba denominada “Parâmetros de EPI” que irá conter 5 CheckBox:

Cadastro de Funcionário- CAT Tipo de Ocorrência de CAT “Sem Lesão” Foi disponibilizado o tipo

Cadastro de Funcionário- CAT

Cadastro de Funcionário- CAT Tipo de Ocorrência de CAT “Sem Lesão” Foi disponibilizado o tipo de
Cadastro de Funcionário- CAT Tipo de Ocorrência de CAT “Sem Lesão” Foi disponibilizado o tipo de

Tipo de Ocorrência de CAT “Sem Lesão” Foi disponibilizado o tipo de ocorrência de CAT “Sem Lesão” para atender exigência do ministério do trabalho, que cobra das empresas relatórios legais de acidentes “sem lesão,” caracterizados como “incidentes”. Tem toda a característica da CAT porém não é enviada para a previdência social e sim para o ministério do trabalho. Deverá editar o “Tipo de Ocorrência de CAT”, e definir com um dos Tipos de Acidente:

“Típico”, “Trajeto”, “Doença” ou Sem Lesão.

As CATs registradas no sistema com o campo

“Cód. Tipo Ocorrência” preenchido com Tipo “Sem lesão”, não serão geradas para o eSocial.

Cadastro de Funcionário- CAT Tipo de Ocorrência “Sem Lesão” Para que uma CAT possa ser

Cadastro de Funcionário- CAT

Cadastro de Funcionário- CAT Tipo de Ocorrência “Sem Lesão” Para que uma CAT possa ser cadastrada
Cadastro de Funcionário- CAT Tipo de Ocorrência “Sem Lesão” Para que uma CAT possa ser cadastrada

Tipo de Ocorrência “Sem Lesão” Para que uma CAT possa ser cadastrada como um “Incidente” quando não há lesão à vítimas, foi criado no cadastro de “Tipo de Ocorrência” o item “Sem Lesão”

para classificar o “Tipo de Acidente”.

O cadastro do “Tipo de Ocorrência” está localizado no “TOTVS

Segurança e Medicina do Trabalho |

CAT | Tipos de Ocorrência”. Neste cadastro, o usuário poderá incluir o

tipo “Sem Lesão.

Cadastro de Funcionário- CAT Reabertura da CAT Foi implementado no cadastro da CAT os campos

Cadastro de Funcionário- CAT

Cadastro de Funcionário- CAT Reabertura da CAT Foi implementado no cadastro da CAT os campos “Data
Cadastro de Funcionário- CAT Reabertura da CAT Foi implementado no cadastro da CAT os campos “Data

Reabertura da CAT

Foi implementado no cadastro da CAT os campos “Data Cat de Origem” e “Número Cat Origem”, que serão habilitados quando o campo “Tipo da CAT” for preenchido com “2 – Reabertura”.

CONSOLIDADOR RM

CONSOLIDADOR RM

Consolidador XML ainda não está disponível ao mercado. O Consolidador está em fase de desenvolvimento
Consolidador XML ainda não está disponível ao mercado. O Consolidador está em fase de desenvolvimento

Consolidador XML ainda não está disponível ao mercado.

O Consolidador está em fase de desenvolvimento e as telas

a seguir são protótipos, podendo sofrer alterações durante o desenvolvimento.

em fase de desenvolvimento e as telas a seguir são protótipos, podendo sofrer alterações durante o
Objetivo do Consolidador XML Unificar as informações entre ERPs e soluções RH de softhouses diferentes,

Objetivo do Consolidador XML

Objetivo do Consolidador XML Unificar as informações entre ERPs e soluções RH de softhouses diferentes, consolidar

Unificar as informações entre ERPs e soluções RH de softhouses diferentes, consolidar a

informação e enviar para o governo.

Exemplo de um cenário.

Folha de Pagamento RM e BackOffice de outro ERP Evento : Pagamento de Autônomos

O usuário do BackOffice outro ERP gera o XML S-1200 (remuneração do trabalhador) no

layout do eSocial com informações complementares dos Autônomos; O Usuário RM importa o arquivo no Consolidador de Eventos.

Ao executar o módulo de Geração de Arquivos, o sistema irá buscar o arquivo na tabela

do consolidador e irá gravar o mesmo no “Monitor de Eventos” junto com os demais

arquivos S-1200 gerados pela folha.

Como vai funcionar (Fluxo) Os XML’s a serem importados devem seguir o layout oficial do

Como vai funcionar (Fluxo)

Como vai funcionar (Fluxo) Os XML’s a serem importados devem seguir o layout oficial do eSocial.

Os XML’s a serem importados devem seguir o

layout oficial do eSocial.

Ao executar o processo, o sistema irá fazer as validações nos arquivos como schema do XML, CNPJ da coligada, entre outros.

Se o arquivo for validado corretamente ele será inserido da tabela PESOCIALCONSOLIDADOR, caso contrário será impresso no log de erros o motivo pelo qual o arquivo não foi importado.

Ao executar o processo de Geração de Arquivos,

o sistema irá buscar os arquivos gravados na tabela PESOCIALCONSOLIDADOR, fará o processamento e irá gravá-los no Monitor de Eventos junto com os demais arquivos.

Caso o XML seja parcial, exemplo do S-2100

onde poderá ser consolidado apenas os registros horContratual e infoAtivDesemp, o sistema irá consultar a tabela de De-Para para identificar a qual Chapa o arquivo se refere.

Através do Monitor de Eventos, o arquivo consolidado será enviado para o TSS que será o responsável em enviar o mesmo para o Governo.

Tela de Parâmetros do Consolidador para Importação dos arquivos XML Será criada uma interface onde

Tela de Parâmetros do Consolidador para Importação dos arquivos XML

do Consolidador para Importação dos arquivos XML Será criada uma interface onde o usuário irá parametrizar
do Consolidador para Importação dos arquivos XML Será criada uma interface onde o usuário irá parametrizar

Será criada uma interface onde o usuário irá parametrizar a importação dos XML’s. Nesta tela o usuário irá selecionar os tipos de arquivos a serem importados e o diretório onde estão localizados os arquivos.

Os XML’s a serem importados

devem seguir o layout oficial do eSocial.

Visão do Consolidador de Arquivos

Visão do Consolidador de Arquivos

Visão do Consolidador de Arquivos
Visão do Consolidador de Arquivos
Visão do Consolidador de Arquivos Resultado em XML , obtido com dados selecionados pela tela

Visão do Consolidador de Arquivos

Visão do Consolidador de Arquivos Resultado em XML , obtido com dados selecionados pela tela de
Visão do Consolidador de Arquivos Resultado em XML , obtido com dados selecionados pela tela de

Resultado em XML, obtido com

dados selecionados pela tela de

eventos; este será o formato usado para envio das informações para o Governo

TSS - CARACTERÍSTICAS

TSS - CARACTERÍSTICAS

TSS Características

TSS – Características Integração através de Webservice na arquitetura SOA ( Síncrona ou Assíncrona ) •
TSS – Características Integração através de Webservice na arquitetura SOA ( Síncrona ou Assíncrona ) •

Integração através de Webservice na arquitetura SOA ( Síncrona ou Assíncrona)

No eSocial será de forma Assíncrona, e posteriormente Síncrona

Segurança

Comunicação HTTPS com SSL/TLS; Certificado digital nos modelos A1 e A3

Certificado Modelo A1

Arquivo armazenado em um computador(servidor). Validade de um ano

Certificado Modelo A3

Portáveis, são armazenados em cartão inteligente, token ou em hardwares fixos

(HSM). A validade de três anos

DÚVIDAS (FAQ)

DÚVIDAS (FAQ)

Dúvidas - FAQ

Dúvidas - FAQ 1 - Quando entrará em vigor o eSocial Conforme divulgado pelo governo através

1 - Quando entrará em vigor o eSocial

Dúvidas - FAQ 1 - Quando entrará em vigor o eSocial Conforme divulgado pelo governo através

Conforme divulgado pelo governo através do seu portal oficial www.esocial.gov.br, o Prazo para implantação do eSocial será contado apenas após publicação da versão definitiva do manual de orientação.

O Comitê Gestor do eSocial informa que o prazo para implantação do eSocial será contado apenas após publicação da versão definitiva do manual de orientação. Seis meses após a divulgação desse manual, as empresas começarão a inserir os eventos iniciais em um ambiente de testes. E, após mais seis meses de testes, entrará em vigor a obrigatoriedade para o primeiro grupo de empregadores, formado por empresas grandes e médias (com faturamento anual superior à R$ 3,6 milhões no ano de 2014). O cronograma de ingresso no sistema para as pequenas e micro empresas está sendo elaborado em conjunto com as entidades representativas desses segmentos.

Dúvidas - FAQ

Dúvidas - FAQ 2 - Como baixar a versão no portal de download do cliente? Resposta
Dúvidas - FAQ 2 - Como baixar a versão no portal de download do cliente? Resposta

2 - Como baixar a versão no portal de download do cliente?

Resposta : No portal do cliente na área de downloads, o cliente deverá “baixar” o arquivo compactado “Pacote2eSocial.rar

.

Boletim técnico 2º pacote

.

Biblioteca de instalação

. Programa eSocial_xxx.exe, no qual xxx representa o sistema de BD ver procedimentos no boletim técnico. (tdn.totvs.com) pesquise por “Boletim técnico esocial

Para versão 11.52 e 11.82 haverá conversor ? Não haverá conversor, somente o programa executor de script.

Quais versões contemplam o eSocial, da minuta 1.1? São as versões 11.52.61, 11.53.74, 11.82.33, 11.83.54.

Dúvidas - FAQ

Dúvidas - FAQ 3 - Para que serve o programa Executor de Script? O programa Executor

3 - Para que serve o programa Executor de Script?

- FAQ 3 - Para que serve o programa Executor de Script? O programa Executor de

O programa Executor de Script deverá ser executado para que os usuários do sistema possam utilizar os novos campos implementados para o eSocial. Na página 24 do boletim técnico publicado no link

e também disponibilizado juntamente com os instaladores, contém as informações de como proceder a atualização da base de dados.

Dúvidas - FAQ

Dúvidas - FAQ 4 - Porque neste segundo pacote de atualização não está sendo liberado a
Dúvidas - FAQ 4 - Porque neste segundo pacote de atualização não está sendo liberado a

4 - Porque neste segundo pacote de atualização não está sendo liberado a carga inicial?

Neste segundo pacote de entrega das implementações do eSocial, o processo “Carga Inicial” estará desabilitado até que o governo libere o manual definitivo do eSocial

Dúvidas - FAQ

Dúvidas - FAQ 5 - Porque ao logar no produto está aparecendo a mensagem abaixo? Ao
Dúvidas - FAQ 5 - Porque ao logar no produto está aparecendo a mensagem abaixo? Ao

5 - Porque ao logar no produto está aparecendo a mensagem abaixo?

ao logar no produto está aparecendo a mensagem abaixo? Ao logar no produto será exibida a

Ao logar no produto será exibida a mensagem abaixo caso o cliente não tenha executado o programa ScriptEsocialBD.exe

Dúvidas - FAQ

Dúvidas - FAQ 6 - Existem cadastros de CIPA no TOTVS Segurança e Medicina do Trabalho,
Dúvidas - FAQ 6 - Existem cadastros de CIPA no TOTVS Segurança e Medicina do Trabalho,

6 - Existem cadastros de CIPA no TOTVS Segurança e Medicina do Trabalho, sendo que

algumas CIPAs estão encerradas e outras em andamento. Como serão

gerados/cadastrados as estabilidades dos membros da CIPA?

Foi implementado o processo “Gerar Carga de Estabilidade”, disponível na visão do cadastro

de Funcionários. Este processo irá gerar os históricos retroativos de estabilidades, para os Candidatos da CIPA e membro Eleito CIPA (titulares ou suplentes), afastamentos gerados por tipos: T Acidente de Trabalho, S-Mandato Sindical e M-Serviço Militar.

Dúvidas - FAQ

Dúvidas - FAQ 7 - Se a empresa não utiliza o TOTVS Automação de Ponto (RM
Dúvidas - FAQ 7 - Se a empresa não utiliza o TOTVS Automação de Ponto (RM

7 - Se a empresa não utiliza o TOTVS Automação de Ponto (RM Chronus), como o

sistema buscará a informação do regime de jornada para o xml?

A informação do regime de jornada deverá ser gerada por um dos processos localizados na

visão de funcionários: “Utilizar Cartão de Ponto“ ou “Deixar de utilizar Cartão de Ponto”. Ambos

os processos inclui registros no Histórico de utilização do Cartão de Ponto.

Então, quem não utiliza o RM Chronus, mas tem o horário cadastrado no Labore. Está ok

para eSocial? Além de apontar quem utiliza e não utiliza o cartão ponto?

Sim, está ok. Dentre o que é exigido no manual do eSocial: informações de horário e tipo de

regime de jornada.

Dúvidas - FAQ

Dúvidas - FAQ 8 - O cadastro de Agente Agrupador no TOTVS Segurança e Medicina do
Dúvidas - FAQ 8 - O cadastro de Agente Agrupador no TOTVS Segurança e Medicina do

8 - O cadastro de Agente Agrupador no TOTVS Segurança e Medicina do Trabalho é

composto pelos itens da TABELA 7 do manual 1.1 do eSocial?

Não. O cadastro de Agente Agrupador contém os itens de tipo de Agentes Nocivos do eSocial:

B Biológico, E Ergométricos, F Físico, M Mecânico/Acidentes, Q Químico.

Os itens da tabela 7 - Agentes Nocivos do eSocial, estão cadastrados internamente no sistema,

e devem ser preenchidos no cadastro “Tipos de Agentes”.

No sistema, os Tipos de Agentes serão informados de acordo com os Agentes Agrupadores. Por exemplo: Agente Agrupador: F Físico.

Tipo de Agente: F1 Eletricidade

Dúvidas - FAQ

Dúvidas - FAQ 9 - Posso usar itens de qualquer nível da tabela? Por exemplo, eu
Dúvidas - FAQ 9 - Posso usar itens de qualquer nível da tabela? Por exemplo, eu

9 - Posso usar itens de qualquer nível da tabela? Por exemplo, eu tenho F8 - Radiação

não ionizante num nível, e F8.2 Ultravioleta, a num sub-nível

risco a radiação não ionizante, ou tenho que usar Ultravioleta?

eu posso vincular um

No manual 1.1, informa apenas que o código do agente deverá ser informado conforme tabela

7, e não poderá haver registros com o mesmo código vinculados aos Riscos (de mesma data).

Dúvidas - FAQ

Dúvidas - FAQ 10 - É relatado por alguns clientes que é difícil fazer o CAT
Dúvidas - FAQ 10 - É relatado por alguns clientes que é difícil fazer o CAT

10 - É relatado por alguns clientes que é difícil fazer o CAT por completo no primeiro dia.

O eSocial permitirá enviar uma CAT inicial, e depois enviar os outros dados? Como

funciona isso?

No manual 1.1 já consta campo para indicar se o CAT é parcial. A geração da CAT no sistema

RH TOTVS tratará esta situação.

Dúvidas - FAQ

Dúvidas - FAQ 11 - CAT Reabertura é o complemento do CAT inicial? Não. A CAT
Dúvidas - FAQ 11 - CAT Reabertura é o complemento do CAT inicial? Não. A CAT

11 - CAT Reabertura é o complemento do CAT inicial?

Não. A CAT Reabertura é para informar o reinicio de tratamento ou afastamento por agravamento de lesão de acidente do trabalho ou doença profissional ou do trabalho, já comunicado anteriormente ao INSS através dao CAT Inicial;

No CAT de reabertura deverão constar as mesmas informações da época do acidente, exceto

quanto ao afastamento, último dia trabalhado, atestado médico e data da emissão, que serão relativos à data da reabertura.

Dúvidas - FAQ

Dúvidas - FAQ 12 - Se o cliente não tiver o TOTVS Segurança e Medicina do
Dúvidas - FAQ 12 - Se o cliente não tiver o TOTVS Segurança e Medicina do

12 - Se o cliente não tiver o TOTVS Segurança e Medicina do trabalho, haverá

possibilidade de incluir no sistema o cadastro de CAT?

Através da nova MDI os usuários têm acesso a todas as funcionalidades do RH. Dessa forma mesmo um cliente que tenha implantando somente a folha de pagamento, ele têm acesso ao

cadastro do CAT.

Dúvidas - FAQ

Dúvidas - FAQ 13 - Caso a empresa tenha o controle de RPA no ERP de
Dúvidas - FAQ 13 - Caso a empresa tenha o controle de RPA no ERP de

13 - Caso a empresa tenha o controle de RPA no ERP de terceiros o RM vai ser capaz de

importar essas informações?

O sistema de Terceiros deverá gerar o XML e importar no RM que irá consolidar as informações de sistemas externos.

Dúvidas - FAQ

Dúvidas - FAQ 14 - Na geração da carga inicial havia algumas consistências, como de horários.
Dúvidas - FAQ 14 - Na geração da carga inicial havia algumas consistências, como de horários.

14 - Na geração da carga inicial havia algumas consistências, como de horários. Onde

ficam estas consistências?

As consistências são internas programadas no código fonte dos produtos.

Dúvidas - FAQ

Dúvidas - FAQ 15 - Teremos um validador do RM para os campos de envio obrigatório
Dúvidas - FAQ 15 - Teremos um validador do RM para os campos de envio obrigatório

15 - Teremos um validador do RM para os campos de envio obrigatório dos eventos?

No TOTVS Folha de Pagamento, nas versões 11.82.33, 11.83.54 e superiores, está liberado

dentro da funcionalidade “Validação da Base de Dados”, a opção para consistir os dados a ser gerados no arquivo S-2100 Cadastramento Inicial de Vínculo.

Naturalmente, a falta de preenchimento de dados obrigatórios também será consistida no

recebimento dos XML pelo governo.

Dúvidas - FAQ

Dúvidas - FAQ 16 - Qual o padrão de arquivo o RM receberá para importação de
Dúvidas - FAQ 16 - Qual o padrão de arquivo o RM receberá para importação de

16 - Qual o padrão de arquivo o RM receberá para importação de arquivos contendo

informações em sistemas de terceiros? Por exemplo, meu sistema de Segurança e

Medicina do Trabalho não é RM.

O RM irá importar arquivos XML que estiver com mesmo layout determinado no manual do

eSocial.

Dúvidas - FAQ

Dúvidas - FAQ 17 - Quando iniciar o envio de arquivos para o governo, na geração
Dúvidas - FAQ 17 - Quando iniciar o envio de arquivos para o governo, na geração

17 - Quando iniciar o envio de arquivos para o governo, na geração da carga inicial

deveremos enviar todos os funcionários, inclusive os demitidos?

Não serão enviados funcionários que possuem data de demissão anterior ao mês de envio da carga inicial. No RM, o processo a ser executado de carga inicial irá eleger todas as

informações necessárias, conforme definido no manual do eSocial. Lembrando que definições

desta questão podem, porventura ser alterada pelo governo.

Dúvidas - FAQ

Dúvidas - FAQ 18 - Já existe alguma expectativa da TOTVS em criptografar os arquivos XMLs
Dúvidas - FAQ 18 - Já existe alguma expectativa da TOTVS em criptografar os arquivos XMLs

18 - Já existe alguma expectativa da TOTVS em criptografar os arquivos XMLs ?

As questões relacionadas a criptografia e comunicação do XML depende de definições do governo.

Dúvidas - FAQ

Dúvidas - FAQ 19 - Há uma estimativa do percentual de adequações cadastrais realizadas no RM
Dúvidas - FAQ 19 - Há uma estimativa do percentual de adequações cadastrais realizadas no RM

19 - Há uma estimativa do percentual de adequações cadastrais realizadas no RM para

atender o eSocial?

De acordo com a minuta 1.1. entendemos que em torno de 92%.

Apresentador Wellington Colácio Apoio Chat Ricardo Peixoto Roberto Sabino Inovação RH Obrigado ;)

Apresentador Wellington Colácio Apoio Chat Ricardo Peixoto Roberto Sabino

Inovação RH

Obrigado ;)