Sie sind auf Seite 1von 10

UNINASSAU_GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM DESIGN DE INTERIORES

DESENHO GEOMÉTRICO_GLOSSÁRIO DE TERMOS DA GEOMETRIA PLANA

PROF. ANA PAULA COSTA

ÂNGULO Região de um plano determinada pelo encontro de duas semirretas que possuem uma origem em comum, chamada vértice do ângulo. Trata-se de um dos conceitos fundamentais da matemática e é objeto de estudo em Geometria.

APÓTEMA Considerando um círculo e um polígono inscrito de n lados, definimos como apótema de uma figura poligonal o segmento de reta que parte do centro da figura formando com o lado um ângulo de 90º, isto é, podemos dizer que o apótema é perpendicular ao lado do polígono.

ARCO CAPAZ

É o lugar geométrico dos pontos que enxergam um

segmento AB num determinado ângulo. Os pontos A e B não estão incluídos. Ex: a circunferência tem como uma de suas características ser um par de arcos capazes dos pontos que enxergam o seu

diâmetro AB à 90º, excetuando-se os pontos A e B do próprio diâmetro.

ÁREA

É a medida de uma superfície. Pode ser definida

como quantidade de espaço bidimensional, ou seja, de superfície.

de espaço bidimensional, ou seja, de superfície. AXIOMA Premissa considerada necessariamente evidente e
de espaço bidimensional, ou seja, de superfície. AXIOMA Premissa considerada necessariamente evidente e
de espaço bidimensional, ou seja, de superfície. AXIOMA Premissa considerada necessariamente evidente e
de espaço bidimensional, ou seja, de superfície. AXIOMA Premissa considerada necessariamente evidente e

AXIOMA Premissa considerada necessariamente evidente e verdadeira, fundamento de uma demonstração, porém ela mesma é indemonstrável.

UNINASSAU_GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM DESIGN DE INTERIORES

DESENHO GEOMÉTRICO_GLOSSÁRIO DE TERMOS DA GEOMETRIA PLANA

PROF. ANA PAULA COSTA

É uma proposição que se aceita sem comprovação para poder fundamentar uma teoria, isto é, de que se deduzem outras conclusões por raciocínio lógico.

BARICENTRO Nos triângulos é o encontro de suas medianas, o qual define o

centro gravitacional desse triângulo. É um ponto em torno do qual existe um equilíbrio de forças.

O baricentro (do grego - baros "peso", do latim - centrum "centro

de gravidade") de um triângulo é também chamado de centro de gravidade ou centróide.

BISSETRIZ Segmento de reta que, dividindo o ângulo de um triângulo em duas partes iguais, une o vértice desse ângulo ao lado oposto.

É o lugar geométrico dos pontos que equidistam de duas retas

concorrentes e, por consequência, divide um ângulo em dois ângulos congruentes

CEVIANA Segmento de reta que parte do vértice do triângulo para o lado oposto.

Medianas, Alturas e Bissetrizes são casos especiais de cevianas

O nome Ceviana vem do engenheiro italiano Giovanni Ceva, qu

formulou o Teorema de Ceva, que dá condições para que três cevianas sejam concorrentes.

CIRCUNCENTRO

O circuncentro é a interseção das mediatrizes dos lados de

É deste ponto que se pode desenhar uma circunferência

circunscrita ao triângulo que irá tangenciar os seus vértices.

Uma propriedade importante do circuncentro é o fato de que ele é equidistante dos seus vértices.

Uma propriedade importante do circuncentro é o fato de que ele é equidistante dos seus vértices
Uma propriedade importante do circuncentro é o fato de que ele é equidistante dos seus vértices
Uma propriedade importante do circuncentro é o fato de que ele é equidistante dos seus vértices
Uma propriedade importante do circuncentro é o fato de que ele é equidistante dos seus vértices

UNINASSAU_GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM DESIGN DE INTERIORES

DESENHO GEOMÉTRICO_GLOSSÁRIO DE TERMOS DA GEOMETRIA PLANA

PROF. ANA PAULA COSTA

CIRCUNFERÊNCIA

É o lugar geométrico dos pontos de um plano que equidistam

de um ponto fixo.

O ponto fixo é o centro e a equidistância o raio da

circunferência.

CÍRCULO

Superfície plana limitada por uma circunferência.

CONCORDÂNCIA

É a inter-relação entre duas ou mais entidades geométricas

através de tangência(s).

As linhas compostas por tangências também são chamadas de

CONGRUENCIA

Figuras são congruentes se possuírem a mesma forma e tamanho.

Dois ângulos são congruentes se, sobrepostos um sobre

o outro, todos os seus elementos coincidirem.

Ex: Nos paralelogramos, os lados paralelos são congruentes, e os dois ângulos opostos pelo vértice também são. Nos triângulos equiláteros, todos os lados e ângulos são congruentes; nos triângulos isósceles, apenas os lados iguais e os ângulos da base são congruentes.

CORDA

É um segmento de reta cujas extremidades pertencem à

circunferência.

Na figura, os segmentos de reta AC e DE são cordas.

de reta cujas extremidades pertencem à circunferência. Na figura, os segmentos de reta AC e DE
de reta cujas extremidades pertencem à circunferência. Na figura, os segmentos de reta AC e DE
de reta cujas extremidades pertencem à circunferência. Na figura, os segmentos de reta AC e DE
de reta cujas extremidades pertencem à circunferência. Na figura, os segmentos de reta AC e DE
de reta cujas extremidades pertencem à circunferência. Na figura, os segmentos de reta AC e DE
de reta cujas extremidades pertencem à circunferência. Na figura, os segmentos de reta AC e DE

UNINASSAU_GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM DESIGN DE INTERIORES

DESENHO GEOMÉTRICO_GLOSSÁRIO DE TERMOS DA GEOMETRIA PLANA

PROF. ANA PAULA COSTA

CURVA CÔNICA As seções cônicas como são definidas, são curvas geradas pela intersecção de um cone circular reto de duas folhas com um plano. Elipses, Hipérboles, Parábolas

duas folhas com um plano. Elipses, Hipérboles, Parábolas DIÂMETRO É uma corda que passa pelo centro

DIÂMETRO

É uma corda que passa pelo centro da circunferência.

Observamos que o diâmetro é a maior corda da circunferência. O

diâmetro divide um círculo em duas partes iguais. Na figura, o segmento AC é um diâmetro.

INCENTRO

É o ponto de encontro das três bissetrizes de um triângulo.

É também o centro da circunferência inscrita no triângulo.

Será sempre um

lados do triângulo.

ponto interior

do triângulo, e é equidistante aos

ponto interior do triângulo, e é equidistante aos LUGAR GEOMÉTRICO É o conjunto de infinitos pontos
ponto interior do triângulo, e é equidistante aos LUGAR GEOMÉTRICO É o conjunto de infinitos pontos

LUGAR GEOMÉTRICO

É o conjunto de infinitos pontos em um plano que gozam de uma mesma propriedade.

Existem vários lugares geométricos, porém cinco são considerados os mais importantes: circunferências, mediatrizes, bissetrizes, retas paralelas e arcos-capazes.

MEDIANA É o segmento de reta que liga o vértice de um triângulo ao ponto médio do lado oposto a este vértice. As três medianas de um triângulo são concorrentes e se encontram no centro de massa, ou baricentro do triângulo.

medianas de um triângulo são concorrentes e se encontram no centro de massa, ou baricentro do

4 de 10

UNINASSAU_GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM DESIGN DE INTERIORES

DESENHO GEOMÉTRICO_GLOSSÁRIO DE TERMOS DA GEOMETRIA PLANA

PROF. ANA PAULA COSTA

MEDIATRIZ

Reta perpendicular a um segmento de reta que passa pelo seu ponto médio. A mediatriz é o Lugar Geométrico dos pontos do plano que equidistam de dois pontos dados, o que significa que qualquer ponto escolhido da mediatriz irá estar à mesma distância das extremidades do segmento de reta que a motivou.

MEDIATRIZ DE UM TRIÂNGULO É a reta perpendicular a um lado do triângulo, traçada pelo seu ponto médio. As três mediatrizes de um triângulo se encontram em um único ponto, o circuncentro, que é o centro da circunferência circunscrita ao triângulo, que passa pelos três vértices do triângulo.

ORTOCENTRO

É o ponto onde se intersectam as 3 alturas relativas de

um triângulo, isto é, as perpendiculares traçadas dos vértices até aos lados opostos (ou seus prolongamentos). Orto, em grego, que quer dizer reto, e refere-se ao ângulo

formado entre as bases e as alturas.

O ortocentro encontra-se na região interna do triângulo se este

for acutângulo, coincide com o vértice do ângulo reto se for um triângulo retângulo e encontra-se fora do triângulo no caso deste ser obtusângulo.

PERÍMETRO

É a medida do comprimento de um contorno.

fora do triângulo no caso deste ser obtusângulo. PERÍMETRO É a medida do comprimento de um
fora do triângulo no caso deste ser obtusângulo. PERÍMETRO É a medida do comprimento de um
fora do triângulo no caso deste ser obtusângulo. PERÍMETRO É a medida do comprimento de um
fora do triângulo no caso deste ser obtusângulo. PERÍMETRO É a medida do comprimento de um

UNINASSAU_GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM DESIGN DE INTERIORES

DESENHO GEOMÉTRICO_GLOSSÁRIO DE TERMOS DA GEOMETRIA PLANA

PROF. ANA PAULA COSTA

POLÍGONOS São figuras fechadas formadas por segmentos de reta, sendo caracterizados pelos seguintes elementos: ângulos, vértices, diagonais e lados. De acordo com o número de lados a figura é nomeada.

lados. De acordo com o número de lados a figura é nomeada. QUADRILÁTERO É um polígono

QUADRILÁTERO É um polígono de quatro lados. A soma dos seus ângulos internos é igual a 360º , bem como a soma dos seus ângulos externos.

RAIO DA CIRCUNFERÊNCIA (OU CÍRCULO)

É

um segmento de reta com uma extremidade no centro da

circunferência e a outra extremidade num ponto qualquer da

circunferência. Na figura, os segmentos de reta OA, OB e OC

são raios.
são raios.

RETA SECANTE

Uma reta é secante a uma circunferência se essa reta

intercepta a circunferência em dois pontos quaisquer,

podemos dizer também que é a reta que contém uma corda.

RETA TANGENTE Uma reta tangente a uma circunferência é uma reta que intercepta a circunferência em um único ponto P. Este ponto é conhecido como ponto de tangência ou ponto de contato. Na figura ao lado, o ponto P é o ponto de tangência e a reta que passa pelos pontos E e F é uma reta tangente à circunferência

o ponto P é o ponto de tangência e a reta que passa pelos pontos E
o ponto P é o ponto de tangência e a reta que passa pelos pontos E
o ponto P é o ponto de tangência e a reta que passa pelos pontos E
o ponto P é o ponto de tangência e a reta que passa pelos pontos E

UNINASSAU_GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM DESIGN DE INTERIORES

DESENHO GEOMÉTRICO_GLOSSÁRIO DE TERMOS DA GEOMETRIA PLANA

PROF. ANA PAULA COSTA

SISTEMA CARTESIANO

Criado por René Descartes, consiste em dois eixos

perpendiculares, sendo o horizontal chamado de eixo das

abscissas e o vertical de eixo das ordenadas que, por sua

disposição no plano, formam quatro quadrantes.

Sua intenção é permitir localizar pontos no espaço.

Sua intenção é permitir localizar pontos no espaço. TEOREMAS São afirmações que podem ser provadas como

TEOREMAS

São afirmações que podem ser provadas como verdadeiras, por meio de outras afirmações já demonstra

por outros teoremas, ou, por afirmações já aceitas como axiomas.

O processo de demonstração de um teorema é chamado Prova.

TEOREMA DE PITÁGORAS

Estabelece uma relação matemática entre os comprimentos dos lados de qualquer triângulo retângulo afirmando que:

“Em qualquer triângulo retângulo, o quadrado do comprimento da hipotenusa é igual à soma dos quadrados dos comprimentos dos catetos.”

Por definição, a hipotenusa é o lado oposto ao ângulo reto, e os catetos são os outros dois lados que o formam. Este teorema também pode ser enunciado como uma relação entre áreas:

“Em qualquer triângulo retângulo, a área do quadrado cujo lado é a hipotenusa é igual à soma das áreas dos quadrados cujos lados são os catetos.”

Para ambos os enunciados, pode-se equacionar:

os catetos.” Para ambos os enunciados, pode-se equacionar: onde c representa o comprimento da hipotenusa, e

onde c representa o comprimento da hipotenusa, e a e b representam os comprimentos dos outros dois lados.

Teorema de Pitágoras:

 

a soma das áreas dos quadrados

 

construídos sobre os catetos (a e b)

equivale à área do quadrado

 

construído sobre a hipotenusa (c).

 
catetos ( a e b ) equivale à área do quadrado   construído sobre a hipotenusa

UNINASSAU_GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM DESIGN DE INTERIORES

DESENHO GEOMÉTRICO_GLOSSÁRIO DE TERMOS DA GEOMETRIA PLANA

PROF. ANA PAULA COSTA

TEOREMA DE TALES

O Teorema de Tales é utilizado para a melhor compreensão e obtenção de proporcionalidade.

Estabelecido pelo grego Tales de Mileto, afirma que “Feixes de retas paralelas cortadas ou

intersectadas por segmentos transversais formam segmentos de retas proporcionalmente

correspondentes”.

No desenho geométrico o teorema aplica-se às construções

que dividem um segmento em partes iguais ou

proporcionais.

No desenho ao lado, lê-se: O segmento AD está para o DB,

assim como AE está para EC, ou seja,

AD:DB::AE:EC, as razões entre

ambos são iguais

ou seja, AD:DB::AE:EC, as razões entre ambos são iguais Exemplo geral: Pela proporcionalidade a que se

Exemplo geral:

as razões entre ambos são iguais Exemplo geral: Pela proporcionalidade a que se refere o Teorema,

Pela proporcionalidade a que se refere o Teorema, obtem-se a razão:

a que se refere o Teorema, obtem-se a razão: Exemplo aplicado 1: AB = 2x –

Exemplo aplicado 1:

se refere o Teorema, obtem-se a razão: Exemplo aplicado 1: AB = 2x – 3 BC

AB = 2x 3 BC = x + 2 A’B’ = 5 B’C’ = 6

Determinando o valor de x:

UNINASSAU_GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM DESIGN DE INTERIORES

DESENHO GEOMÉTRICO_GLOSSÁRIO DE TERMOS DA GEOMETRIA PLANA

PROF. ANA PAULA COSTA

DE TERMOS DA GEOMETRIA PLANA PROF. ANA PAULA COSTA Logo: Exemplo aplicado 2: AB = 2x

Logo:

Exemplo aplicado 2:

AB = 2x – 3 → 2*4 – 3 = 5

e

Exemplo aplicado 2: AB = 2x – 3 → 2*4 – 3 = 5 e TRIÂNGULO

TRIÂNGULO ACUTÂNGULO

É um triângulo que possui todos os ângulos internos são

agudos, isto é, as medidas dos seus ângulos internos são menores do que 90º.

TRIÂNGULO EQUILÁTERO

É todo triângulo que apresenta os três lados com a mesma medida, ou seja, três lados congruentes.

BC = x + 2 → 4 + 2 = 6

que apresenta os três lados com a mesma medida, ou seja, três lados congruentes. BC =
que apresenta os três lados com a mesma medida, ou seja, três lados congruentes. BC =
que apresenta os três lados com a mesma medida, ou seja, três lados congruentes. BC =

UNINASSAU_GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM DESIGN DE INTERIORES

DESENHO GEOMÉTRICO_GLOSSÁRIO DE TERMOS DA GEOMETRIA PLANA

PROF. ANA PAULA COSTA

TRIÂNGULO ESCALENO

É um triângulo que apresenta os três lados com medidas

diferentes, ou seja, três lados de tamanhos diferentes.

TRIÂNGULO ISÓSCELES

É um triângulo que apresenta dois lados com a mesma medida, ou seja, dois lados congruentes.

TRIÂNGULO OBTUSÂNGULO

É um triângulo que possui um ângulo interno obtuso, isto é, com medida maior do que 90º.

TRIÂNGULO RETÂNGULO É um triângulo que possui um ângulo interno reto, isto é, com medida igual a 90º.

TRIÂNGULO ÓRTICO Ao ligarmos os pontos formados nos lados de um triângulo

acutângulo (onde está o ângulo reto), podemos formar o triângulo órtico, onde o ortocentro passa a ser o incentro do novo triângulo formado (órtico).

O ortocentro existe em qualquer triângulo, seja ele

acutângulo, obtusângulo ou retângulo. No entanto,

o triângulo órtico só existe no triângulo acutângulo e no

obtusângulo, pois no triângulo retângulo os pés das três

alturas se coincidem num mesmo ponto, que é o vértice do triângulo que contém o ângulo reto.

ponto, que é o vértice do triângulo que contém o ângulo reto. Você sabe o que
ponto, que é o vértice do triângulo que contém o ângulo reto. Você sabe o que
ponto, que é o vértice do triângulo que contém o ângulo reto. Você sabe o que
ponto, que é o vértice do triângulo que contém o ângulo reto. Você sabe o que
ponto, que é o vértice do triângulo que contém o ângulo reto. Você sabe o que

Você sabe o que é Proporção Áurea?

10 de 10