You are on page 1of 1

Ana Sofia Duarte subturma 8 aluna n23168

Caso 29
Ponto 6
Alnea iii) Felisberto indica penhora um bem sobre o qual detm reserva de propriedade
Em primeiro lugar convm referir que pelas dvidas de execuo respondem apenas os bens
compreendidos no patrimnio do executado de acordo com o artigo 601 do Cdigo Civil e o
artigo 821 do Cdigo de Processo Civil.
Tendo isto em conta, a questo que se coloca como proceder sempre que a coisa indicada
penhora objeto de reserva de propriedade, existindo por isso um problema de
incompatibilidade entre a permanncia da coisa na propriedade do exequente e a sua execuo.
Analisando a posio do professor Ral Ventura, este defende que a clusula de reserva de
propriedade no pode ser objeto de renncia, pois foi estipulada por ambas as partes num
contrato, sendo um diferimento contratual de um efeito do contrato.

Enquanto que a professora Isabel Meneres Campos admite a possibilidade de renncia,


mas no a renncia tcita, pois na sua opinio o credor, ao indicar penhora coisa
reservada deve manifestar expressamente a renncia ao seu direito. Neste mesmo sentido
aponta o professor Rui Pinto que admite a existncia de renncia, mas apenas expressa,
nunca tcita, no seu entender deve ser proposta uma ao declarativa de condenao pela
qual se proponha ao executiva de entrega de coisa certa de forma a que a coisa seja
devolvida, no entanto se no caso de existncia de contrato que estipule que se o credor
no for pago, este pode ir buscar o bem, no necessria a sentena.1
Alguma jurisprudncia admite que a nomeao penhora constitua uma renncia tcita,
ou seja, quando o credor nomeia penhora a coisa, renuncia a uma situao privilegiada
que lhe concedida pela reserva de propriedade, visto que a renncia a direitos reais
admissvel (pense-se, por exemplo, nos arts. 1411 e 730/d do Cdigo Civil). O art. 217
diz-nos que a declarao negocial tanto pode ser expressa como tcita. A leitura
conjugada destas normas aponta para a admissibilidade da renncia tcita reserva de
propriedade. O professor Pedro Caetano Nunes partilha esta posio, pronunciando-se
pela admissibilidade da renncia reserva de propriedade, podendo a nomeao
penhora do bem constituir uma declarao tcita de renncia.

1
Exige-se sempre a prova do no cumprimento da obrigao.