Sie sind auf Seite 1von 6
BIOLOGIA TD 08 - BIOLOGIA - ECOLOGIA - Fluxos de Energia e Matéria - Cadeias

BIOLOGIA

TD 08 - BIOLOGIA - ECOLOGIA - Fluxos de Energia e Matéria - Cadeias Alimentares

1. (Unesp 2016) Em uma área, as aves de uma certa espécie alimentavam-se dos insetos que atacavam

uma plantação. As aves também consumiam cerca de

evitar tal perda, o proprietário obteve autorização para a caça às aves (momento A) em sua área de plantio, mas o resultado, ao longo do tempo, foi uma queda na produção de grãos. A caça às aves foi proibida (momento B) e a produção de grãos aumentou a partir de então, mas não chegou aos níveis anteriores. Ao longo de todo esse processo, a população do único predador natural dessas aves também foi afetada. No gráfico estão representados os momentos A e B e as linhas representam a variação das populações de aves, de insetos que atacam a plantação e de predadores das aves, bem como a produção de grãos, ao longo do tempo.

10%

da produção de grãos dessa lavoura. Para

No gráfico, as linhas a) 2, 3 e 4 representam, respectivamente, a população de insetos,
No gráfico, as linhas
a) 2, 3 e 4 representam, respectivamente, a população de insetos, a população das aves e a população de
seu predador.
b) 1, 3 e 4 representam, respectivamente, a população das aves, os grãos produzidos pela agricultura e a
população de insetos.
c) 2, 3 e 4 representam, respectivamente, os grãos produzidos pela agricultura, a população do predador
das aves e a população das aves.
d) 1, 2 e 3 representam, respectivamente, os grãos produzidos pela agricultura, a população de insetos e a
população das aves.
e) 1, 2 e 3 representam, respectivamente, os grãos produzidos pela agricultura, a população das aves e a
população de seu predador.
2. (G1 - ifpe 2016) Observe o poema abaixo.
O capim nasce da terra / Tão viçoso tão verdinho /
Tem no solo minerais / Que alimentam ele todinho
Depois vira um alimento / Vem os bichos no momento
Comem o capim no caminho
Um alegre veadinho / Vem ali para pastar
Aparece é um leão / Com uma fome de matar
O leão vem e detona / É assim que funciona
A cadeia alimentar

SALES, Allan. Disponível em: <http://allancordelista.blogspot.com.br/2008/02/cadeia-alimentar-letra-de msica-dapea.html>. Acesso em: 21 set. 2015.

No texto acima, o capim, o veado e o leão, respectivamente, são exemplos de

a) produtor, consumidor primário e consumidor secundário.

BIOLOGIA b) consumidor primário, consumidor secundário e produtor. c) produtor, consumidor secundário e

BIOLOGIA

b)

consumidor primário, consumidor secundário e produtor.

c)

produtor, consumidor secundário e decompositor.

d)

produtor, consumidor primário e consumidor terciário.

e)

decompositor, produtor e consumidor primário.

3.

(Fuvest 2016) Em relação ao fluxo de energia na biosfera, considere que

A B - representa a energia captada pelos produtores; C - representa a energia liberada
A
B
- representa a energia captada pelos produtores;
C
- representa a energia liberada (perdida) pelos seres vivos;
- representa a energia retida (incorporada) pelos seres vivos.
A,B
A relação entre
A  B  C.
e
C na biosfera está representada em:
A  C  B.
a)
A  B
 C.
b)
A  B  C.
c)
A  C  B.
d)
e)
4.
(Fuvest 2015) Num determinado lago, a quantidade dos organismos do fitoplâncton é controlada por um
crustáceo do gênero Artemia, presente no zooplâncton. Graças a esse equilíbrio, a água permanece
transparente. Depois de um ano muito chuvoso, a salinidade do lago diminuiu, o que permitiu o crescimento
do número de insetos do gênero Trichocorixa, predadores de Artemia. A transparência da água do lago
diminuiu.
Considere as afirmações:
I. A predação provocou o aumento da população dos produtores.
II. A predação provocou a diminuição da população dos consumidores secundários.
III. A predação provocou a diminuição da população dos consumidores primários.
Está correto o que se afirma apenas em
a)
I.
b)
II.
c)
III.
d)
I e III.
e)
II e III.
5.
(Ufsm 2015) Independentemente de cultura, os vegetais fornecem alimentos para todos. Nos versos que
seguem, o autor tenta demonstrar essa condição.
Nem todo o Rei tem Reinado
Andei uns tempos pensando
No porque dos animais.
Mesmo que não haja duvida,
Perguntar nunca é demais:

1 O que seria dos bichos 2 Se não fossem os vegetais? [ ] Animal da mais ibope Nos programas de TV Da movimento ao cinema Faz a gente se entreter. 3 Mas todo bicho depende

BIOLOGIA 4 Das plantas para viver. [ ] 5 − Ah, se planta não soubesse

BIOLOGIA

4 Das plantas para viver.

[ ] 5 Ah, se planta não soubesse 6 Transformar a luz solar

o vasto reino animal

Deixaria de se fartar 7 Nem sequer papel teria 8 Pra estes versos eu botar.

Fonte: SOUZA, P. R. de. Síntese de Poesia. 2006. Analise as seguintes afirmativas: I. Os
Fonte: SOUZA, P. R. de. Síntese de Poesia. 2006.
Analise as seguintes afirmativas:
I. Os versos assinalados com as referências 1, 2, 3 e 4 salientam a dependência dos animais, em especial,
quanto ao oxigênio produzido pelos vegetais por meio da respiração celular.
II. Os versos assinalados com as referências 5 e 6 dizem respeito ao processo de fotossíntese que ocorre
nos cloroplastos.
III. Os versos assinalados com as referências 7 e 8 remetem a produção de matéria orgânica resultante da
fotossíntese.
Está(ão) correta(s)
a) apenas I.
b) apenas II.
c) apenas I e II.
d) apenas I e III.
e) apenas II e III.
6. (Ufrgs 2015) Analise o quadro abaixo que apresenta os componentes de uma cadeia alimentar aquática
e de uma terrestre.
Ecossistema
aguapé
caramujo
peixe
garça
aquático
Ecossistema
milho
rato
cobra
gavião
terrestre
Sobre as cadeias alimentares acima citadas, assinale a afirmativa correta.
a) O caramujo, o peixe, o rato e a cobra formam o segundo nível trófico.
b) A garça e a cobra são consumidores terciários.
c) Uma onça-pintada pode ocupar o lugar do rato na cadeia acima.
d) A garça e o gavião ocupam o quarto nível trófico.
e) Uma planta carnívora pode ocupar o lugar da cobra.

7. (G1 - cps 2015) A introdução de espécies exóticas em ambientes naturais nos quais elas não existiam é, geralmente, mediada pela atividade humana e pode afetar tanto a biodiversidade quanto as atividades econômicas. O peixe-leão (Pterois volitans), por exemplo, nativo dos oceanos Pacífico e Índico, introduzido no litoral leste dos Estados Unidos, chegou à América Central e à América do Sul. Essa espécie se reproduz facilmente, não tem predadores nessas novas regiões e se alimenta vorazmente.

BIOLOGIA A presença do peixe-leão no Caribe é muito preocupante, pois ele reduziu a população

BIOLOGIA

A presença do peixe-leão no Caribe é muito preocupante, pois ele reduziu a população do
A presença do peixe-leão no Caribe é muito preocupante, pois ele reduziu a população do peixe-papagaio
(Sparisoma abilgardi), um herbívoro fundamental para o controle da quantidade das algas, as quais em
excesso podem invadir os espaços dos corais, causando um desequilíbrio ecológico nessa região.
Na cadeia alimentar descrita no texto, o peixe-leão comporta-se como
a) produtor.
b) decompositor.
c) consumidor primário.
d) consumidor secundário.
e) consumidor primário e secundário.
8. (Fuvest 2015) A energia entra na biosfera majoritariamente pela fotossíntese. Por esse processo,
a) é produzido açúcar, que pode ser transformado em várias substâncias orgânicas, armazenado como
amido ou, ainda, utilizado na transferência de energia.
b) é produzido açúcar, que pode ser transformado em várias substâncias orgânicas, unido a aminoácidos e
armazenado como proteínas ou, ainda, utilizado na geração de energia.
c) é produzido açúcar, que pode ser transformado em substâncias catalisadoras de processos, armazenado
como glicogênio ou, ainda, utilizado na geração de energia.
d) é produzida energia, que pode ser transformada em várias substâncias orgânicas, armazenada como
açúcar ou, ainda, transferida a diferentes níveis tróficos.
e) é produzida energia, que pode ser transformada em substâncias catalisadoras de processos, armazenada
em diferentes níveis tróficos ou, ainda, transferida a outros organismos.
9. (G1 - col.naval 2015) Observe o gráfico a seguir que apresenta as quantidades relativas de três
categorias de organismos diferentes (A, B e C) em três ambientes distintos.

As quantidades relativas A, B e C, apresentadas no gráfico acima, também representam a quantidade de energia disponível para o nível trófico imediatamente superior na cadeia alimentar.

BIOLOGIA Sendo assim, assinale a opção que apresenta o ambiente em equilíbrio ecológico e descreve

BIOLOGIA

Sendo assim, assinale a opção que apresenta o ambiente em equilíbrio ecológico e descreve corretamente
Sendo assim, assinale a opção que apresenta o ambiente em equilíbrio ecológico e descreve corretamente
as relações entre as categorias de organismos.
c)
d)
a) 1º ambiente, pois apresenta quantidades relativas equivalentes para os consumidores primários e
consumidores terciários.
b) 1º ambiente, pois, dentre os produtores primários, as lagartas e os coelhos são mais numerosos que as
cobras e as raposas.
2º ambiente, pois apresenta quantidades relativas maiores de produtores e menores de consumidores
carnívoros.
2º ambiente, pois apresenta quantidades ideais para as categorias A, B e C (consumidores primários,
secundários e terciários).
3º ambiente, pois representa corretamente a transferência de energia para o segundo e o terceiro nível
tráfico.
e)
10. (Ufpr 2015) O processo de desaparecimento de animais em um ambiente, conhecido por defaunação,
pode causar um dano profundo aos ecossistemas. Em florestas tropicais, muitas árvores dependem de
animais como macacos e antas. Na agricultura, a produção de muitas culturas depende das abelhas, que
estão desaparecendo.
Os animais citados no texto, mamíferos e abelhas, atuam, respectivamente,
a) na dispersão das sementes e na polinização.
b) na dispersão das sementes e no controle de pragas.
c) na polinização e na dispersão das sementes.
d) no controle de pragas e na dispersão das sementes.
e) no controle de pragas e na polinização.
Gabarito:
Resposta da questão 1:
[D]
Após a caça às aves (momento A) a produção de grão diminuiu (curva 1) e o número de insetos aumentou
(curva 2).
Resposta da questão 2:
[A]
Na cadeia alimentar, o capim ocupa o primeiro nível trófico como produtor. O veado ocupa o segundo nível
trófico, sendo o consumidor primário, e o leão ocupa o terceiro nível trófico como consumidor secundário.
Resposta da questão 3:
[D]
Nos ecossistemas terrestres a quantidade total de energia captada pelos produtores (A) é igual à soma da
energia liberada pelos seres vivos (B) mais a energia incorporada na forma de matéria orgânica (C).
Resposta da questão 4:
[D]

[II] Falso. A predação provocou o aumento da população dos consumidores secundários, representados pelos insetos que se alimentam do crustáceo Artemia.

Resposta da questão 5:

[E]

BIOLOGIA [I] Falsa. O oxigênio utilizado pelos animais na respiração celular é produzido pelos organismos

BIOLOGIA

[I] Falsa. O oxigênio utilizado pelos animais na respiração celular é produzido pelos organismos autótrofos fotossintetizantes, tais como os vegetais.

Resposta da questão 6:

[D]

A garça e o gavião são animais carnívoros, consumidores terciários que ocupam o quarto nível
A garça e o gavião são animais carnívoros, consumidores terciários que ocupam o quarto nível trófico das
cadeias alimentares de que participam.
Resposta da questão 7:
[D]
O peixe-leão se comporta na cadeia alimentar como um consumidor secundário (carnívoro), pois alimenta-
se do peixe papagaio, um consumidor primário.
Resposta da questão 8:
[A]
A energia que entra na biosfera, principalmente pela ação dos organismos fotossintetizantes é utilizada na
produção de açúcares, que pode ser transformado em diversas substâncias orgânicas, tais como o amido,
ou utilizada como combustível nos processos de transferência energética.
Resposta da questão 9:
[C]
O segundo ambiente expressa melhor as quantidades relativas maiores dos produtores (vegetação) em
relação aos consumidores carnívoros (cobras e raposas).
Resposta da questão 10:
[A]
Mamíferos como macacos e antas, ao comerem frutos, contribuem com a dispersão das sementes das
plantas angiospermas. As abelhas, ao visitarem as flores para coletar néctar e pólen, garantem a
polinização cruzada dos vegetais em sua área de atuação.