Sie sind auf Seite 1von 1

Crtica

Est definido no Artigo 3, que competncia do Ministrio da Economia e Finanas Granatir a


cobrana e contabilizao de valores gerados pelos financiamentos externos. Contudo se olharmos
para o caso das dvidas ocultas pode-se notar que no houve nem inscrio nem contabilizao
destas dividas, o que faz perceber que no h exerccio. E se olharmos com base na CRM da
repblica competncia do Tribunal Administrativo, fiscalizar os contratos celebrados pela
Administrao, assim sendo era tambm funo do TA verificar se os valores que vem a ttulo de
emprstimo tem cobertura oramental, contudo as Concluses do Relatrio feita pela Kroll
enunciam que no houve fiscalizao, mas tudo derivou da falta da registo contabilstico desses
valores que foram tambm avalizados pelo Estado. conforme est previsto na competncias do
Ministrio da Economia e Finanas.