Sie sind auf Seite 1von 50

Certificações JP Verithas

Registro Nº 458
ISO9001:2008

Curso
Interpretação da ISO9001:2008

1
Escritório: (11) 3711-4010 – SP
(21) 3717-1030 – RJ www.jpverithas.com.br
(41) 3941-9695 – PR jpverithas@jpverithas.com.br
Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Interpretação da ISO9001:2000

Curso de Interpretação

NBR ISO 9001:2008

30/07/2009 JP Verithas Consulting 1


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Pontos Centrais
Abordagem no processo: Qual a grande vantagem???

Neste sistema, podemos:


•Entender bem como atender aos requisitos do clientes;
•Necessidade de considerar os processos em termos de valor agregado a
eles;
•Obtenção de resultados de
desempenho e eficácia dos
processos;
•Melhoria contínua de
processos baseada em
medições objetivas.

30/07/2009 JP Verithas Consulting 2


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

O ciclo PDCA:

30/07/2009 JP Verithas Consulting 3


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

O ciclo PDCA na ISO9001

30/07/2009 JP Verithas Consulting 4


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Objetivos e campo de aplicações:

Três tipos de publicações:


•ISO9000:2005- Vocabulário
•ISO9001:2008 – Norma de gestão
•ISO9004:2000 – Manual de aplicações para a ISO9001

A coletânea tem por objetivo:

•Necessidade de demonstrar sua capacidade para


fornecer de forma coerente produtos que atendam aos
requisitos do cliente e reculamentares;
•Pretende aumentar a satisfação do cliente por meio da
aplicação de um sistema de melhoria contínua e
processos de garantia da qualidade.

30/07/2009 JP Verithas Consulting 5


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Requisitos Gerais:

A organização deve:

1. Identificar processos necessários para o sistema de gestão da


qualidade e suas aplicações;
2. Determinar a seqüência e interação destes processos;
3. Determinar critérios e métodos necessários para assegurar que
a operação e controle destes processos seja eficaz;
4. Disponibilizar necessidades de recursos e informações
necessárias para apoiar as operações e o monitoramento
destes processos;
5. Monitorar, medir e analisar estes processos;
6. Implementar ações necessárias para atingir resultados
planejados e melhoria dos processos.

30/07/2009 JP Verithas Consulting 6


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Requisitos de documentação - Geral:

•Política da Qualidade e Objetivos da Qualidade;


•Manual da Qualidade;
•Procedimentos documentados;
•Registros para suporte ao sistema de gestão.

30/07/2009 JP Verithas Consulting 7


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Requisitos de documentação – Manual da Qualidade:

•Escopo do sistema de gestão da qualidade


•Detalhes e justificativas para exclusões de aplicações;
•Procedimentos documentados ou referências a eles;
•Descrição da interação dos processos do sistema de gestão da
qualidade;

30/07/2009 JP Verithas Consulting 8


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Controle de documentos:

a) aprova documentos quanto à sua adequação, antes da sua


emissão,
b) analisa criticamente e atualizar, quando necessário, e reaprovar
documentos,
c) assegurar que alterações e a situação da revisão atual dos
documentos sejam identificadas,
d) assegura que as versões pertinentes de documentos aplicáveis
estejam disponíveis nos locais de uso,
e) assegura que os documentos permaneçam legíveis e
prontamente identificáveis,
f) assegura que documentos de origem externa sejam identificados
e que sua distribuição seja controlada
g) evita o uso não intencional de documentos obsoletos e aplicar
identificação adequada nos casos em que forem retidos por
qualquer propósito
30/07/2009 JP Verithas Consulting 9
Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Controle de registros:

• Devem ser estabelecidos e mantidos


• Legíveis, identificáveis e recuperáveis
• Procedimento para tratativa do registro

30/07/2009 JP Verithas Consulting 10


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Responsabilidade da direção – Comprometimento:

a) a comunicação à organização da importância em atender aos


requisitos dos clientes,
como também aos requisitos regulamentares e estatutários,
b) o estabelecimento da política da qualidade,
c) a garantia de que são estabelecidos os objetivos da qualidade,
d) a condução de análises críticas pela Alta Direção
e) a garantia da disponibilidade de recursos

30/07/2009 JP Verithas Consulting 11


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Responsabilidade da Direção – Foco no cliente

Tudo com o objetivo de aumentar a satisfação do cliente.

30/07/2009 JP Verithas Consulting 12


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Política da Qualidade:

a) é apropriada ao propósito da
organização
b) inclui um comprometimento com o
atendimento aos requisitos e com a
melhoria contínua da eficácia do sistema
de gestão da qualidade,
c) proporciona uma estrutura para
estabelecimento e análise crítica dos
objetivos da qualidade,
d) é comunicada e entendida por toda a
organização
e) é analisada criticamente para
manutenção de sua adequação

30/07/2009 JP Verithas Consulting 13


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Planejamento – Objetivos da Qualidade:

• São estabelecidos pela organização


• São mensuráveis (só consigo melhorar aquilo que consigo medir)
• Obedecem a política da qualidade da empresa

30/07/2009 JP Verithas Consulting 14


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Planejamento do sistema de gestão da qualidade:

a) o planejamento do
sistema de gestão da
qualidade é realizado de
forma a satisfazer aos
requisitos citados em 4.1,
bem como aos objetivos da
qualidade
b) a integridade do sistema
de gestão da qualidade é
mantida quando mudanças
no sistema de gestão da
qualidade são planejadas e
implementadas.

30/07/2009 JP Verithas Consulting 15


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Responsabilidades e Autoridades:

• Organograma da empresa
• Organograma de cargos
• Quem faz o que?
• Competências necessárias

30/07/2009 JP Verithas Consulting 16


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Representante da direção – RD:

a) assegurar que os processos necessários para o sistema de


gestão da qualidade sejam estabelecidos, implementados e
mantidos
b) relatar à Alta Direção o desempenho do sistema de gestão da
qualidade e qualquer necessidade de melhoria
c) assegurar a promoção da conscientização sobre os requisitos do
cliente em toda a organização.

30/07/2009 JP Verithas Consulting 17


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Comunicação Interna:

• Deve ser estabelecido e mantido


• Deve ser apropriado
• Utilizado para manter a eficácia do sistema de gestão

30/07/2009 JP Verithas Consulting 18


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Análise crítica da direção – Generalidades:

• Com intervalos planejados


• Assegura pertinência, adequação e eficácia
• Avalia oportunidades de melhoria

30/07/2009 JP Verithas Consulting 19


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Entradas para análise crítica da alta direção:

a) resultados de auditorias
b) realimentação de cliente,
c) desempenho de processo e conformidade de produto,
d) situação das ações preventivas e corretivas,
d) acompanhamento das ações oriundas de análises críticas
anteriores pela direção
e) mudanças que possam afetar o sistema de gestão
f) recomendações para melhoria.

30/07/2009 JP Verithas Consulting 20


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Saídas das análises críticas da alta direção:

a) melhoria da eficácia do sistema de gestão da qualidade e de seus


processos,
b) melhoria do produto em relação aos requisitos do cliente
c) necessidade de recursos.

30/07/2009 JP Verithas Consulting 21


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Gestão de recursos – Provisão:

a) implementar e manter o sistema de gestão da qualidade e


melhorar continuamente sua eficácia
b) aumentar a satisfação de clientes mediante o atendimento
aos seus requisitos

30/07/2009 JP Verithas Consulting 22


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Recursos humanos:
a) Educação
b) Treinamento
c) Habilidade
d) Experiência

a) determinar as competências necessárias para o pessoal que


executa trabalhos que afetam a qualidade do produto
b) fornecer treinamento ou tomar outras ações para satisfazer
essas necessidades de competência
c) avaliar a eficácia das ações executadas
d) assegurar que o seu pessoal está consciente quanto à
pertinência e importância de suas atividades e de como elas
contribuem para atingir os objetivos da qualidade
e) manter registros apropriados de educação, treinamento,
habilidade e experiência.

30/07/2009 JP Verithas Consulting 23


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Recursos – Infra-estrutura:

a) edifícios, espaço de trabalho e instalações associadas


b) equipamentos de processo (tanto materiais e equipamentos
quanto programas de computador)
c) serviços de apoio (tais como transporte e comunicação).

a) Condições necessárias
b) Conformidade com o produto

30/07/2009 JP Verithas Consulting 24


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Realização do produto – Planejamento:


a) objetivos da qualidade e requisitos para o produto
b) a necessidade de estabelecer processos e documentos e
prover recursos específicos para o produto
c) verificação, validação,
monitoramento, inspeção
e atividades de ensaio
requeridos específicos
para o produto, bem como
os critérios para a
aceitação do produto
d) registros necessários
para fornecer evidência de
que os processos de
realização e o produto
resultante atendem aos
requisitos.
30/07/2009 JP Verithas Consulting 25
Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Processos relacionados a clientes – Requisitos dos


clientes:
a) os requisitos especificados pelo cliente, incluindo os requisitos
para entrega e para atividades de pós-entrega
b) os requisitos não declarados pelo cliente, mas necessários
para o uso especificado ou intencional, onde conhecido
c) requisitos estatutários e
regulamentares relacionados ao
produto
d) qualquer requisito adicional
determinado pela organização

30/07/2009 JP Verithas Consulting 26


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Análise crítica dos requisitos relacionados ao produto:

a) os requisitos do produto estão definidos


b) os requisitos de contrato ou de pedido que difiram daqueles
previamente manifestados estão resolvidos
c) a organização tem a capacidade para atender aos requisitos
definidos

30/07/2009 JP Verithas Consulting 27


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Análise crítica dos requisitos relacionados ao produto:

30/07/2009 JP Verithas Consulting 28


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Comunicação com o cliente:

a) informações sobre o produto


b) tratamento de consultas, contratos ou pedidos, incluindo
emendas
c) realimentação do cliente, incluindo suas reclamações

30/07/2009 JP Verithas Consulting 29


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Projeto e desenvolvimento – Planejamento:

a) os estágios do projeto e desenvolvimento


b) a análise critica, verificação e validação que sejam
apropriadas para cada fase do projeto e desenvolvimento
c) as responsabilidades e autoridades para projeto e
desenvolvimento

30/07/2009 JP Verithas Consulting 30


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Projeto e desenvolvimento – Entradas:

a) requisitos de funcionamento e de desempenho


b) requisitos estatutários e regulamentares aplicáveis
c) onde aplicável, informações originadas de projetos anteriores
semelhantes
d) outros requisitos essenciais para projeto e desenvolvimento.

30/07/2009 JP Verithas Consulting 31


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Projeto e desenvolvimento – Saídas:


a) atender aos requisitos de entrada para projeto e desenvolvimento
b) fornecer informações apropriadas para aquisição, produção e
para fornecimento de serviço
c) conter ou referenciar critérios de aceitação do produto
d) especificar as características do produto que são essenciais para
seu uso seguro e adequado

30/07/2009 JP Verithas Consulting 32


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Análise crítica de projeto e desenvolvimento:

a) atender aos requisitos de entrada para projeto e


desenvolvimento
b) fornecer informações apropriadas para aquisição, produção e
para fornecimento de serviço
c) conter ou referenciar critérios de aceitação do produto
d) especificar as características do produto que são essenciais
para seu uso seguro e adequado

30/07/2009 JP Verithas Consulting 33


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Verificação e Validação do projeto:

Verificação:
a) Disposições planejadas
b) Saídas atendem especificações do cliente
Validação:
a) Executada conforme
disposições planejadas
b) O produto resultante atende
as especificações
c) Validação antes da entrega
do produto

30/07/2009 JP Verithas Consulting 34


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Controle de alteração de projetos:


a) Devem ser analisadas criticamente
b) Verificadas, validadas e aprovadas antes de seu uso
c) Avaliação de alterações em partes componentes e no produto
entregue

30/07/2009 JP Verithas Consulting 35


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Aquisição:

Processo de Aquisição:

a) Produto conforme requisitos


b) Controle dependendo do efeito do produto adquirido
c) Avaliação e seleção de fornecedores
d) Definir critérios para seleção e avaliação

Informações de Aquisição:

a) aprovação de produto, procedimentos, processos e equipamento


b) qualificação de pessoal
c) sistema de gestão da qualidade.

30/07/2009 JP Verithas Consulting 36


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Verificação dos itens adquiridos:

a) inspeção do produto
b) deve atender os requisitos
c) verificações nas instalações
do fornecedor devem ter os
métodos de verificação
validados pelo cliente

30/07/2009 JP Verithas Consulting 37


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Produto e fornecimento de serviços:

Controle de produção e desenvolvimento de serviços:

a) a disponibilidade de informações que descrevam as


características do produto
b) a disponibilidade de instruções de trabalho, quando necessário
c) o uso de equipamento adequado
d) a disponibilidade e uso de dispositivos para monitoramento e
medição
e) a implementação de medição e monitoramento
f) a implementação da liberação, entrega e atividades pós-
entrega.

30/07/2009 JP Verithas Consulting 38


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Produto e fornecimento de serviços:

Validação dos processos de produção e fornecimento de serviços:

a) critérios definidos para análise critica e aprovação dos processos


b) aprovação de equipamento e qualificação de pessoal
c) uso de métodos e procedimentos específicos
d) requisitos para registros
e) revalidação.

30/07/2009 JP Verithas Consulting 39


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Identificação e Rastreabilidade:

a) identificar o produto por meios adequados


b) Identificar ao longo de sua realização
c) Identifica seu status de monitoramento e medição
Propriedade do cliente:

a) Identificar, verificar, proteger e salvaguardar


b) Informar ao cliente se sua propriedade for perdida, danificada
ou considerada inadequada

Preservação do produto:

a) Identificação, manuseio, embalagem, armazenamento e proteção


b) Preservação também para partes de um produto

30/07/2009 JP Verithas Consulting 40


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Controle de dispositivos de medição e monitoramento:

a) calibrado ou verificado a intervalos especificados ou antes do


uso, contra padrões de medição rastreáveis a padrões de medição
internacionais ou nacionais; quando esse padrão não existir, a
base usada para calibração ou verificação deve ser registrada
b) ajustado ou reajustado, quando necessário
c) identificado para possibilitar que a situação da calibração seja
determinada
d) protegido contra ajustes que possam invalidar o resultado da
medição
e) protegido de dano e deterioração durante o manuseio,
manutenção e armazenamento.

30/07/2009 JP Verithas Consulting 41


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Medição, análise e melhoria:

a) demonstrar a conformidade do produto


b) assegurar a conformidade do sistema de gestão da qualidade
c) melhorar continuamente a eficácia do sistema de gestão da
qualidade.

Satisfação do cliente:

a) monitorar informações relativas à percepção do cliente


b) Se a organização atendeu aos requisitos
c) Determinar os métodos de obtenção das informações

30/07/2009 JP Verithas Consulting 42


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Medição, análise e melhoria:


Auditorias Internas:

a) está conforme com as disposições planejadas , com os


requisitos desta Norma
e com os requisitos do sistema de gestão da qualidade
estabelecidos pela organização
b) está mantido e implementado eficazmente.

Medição e monitoramento dos processos:

a) determinar métodos para medição do desempenho do sistema


de gestão
b) Deve ser medida a capacidade do sistema de gestão de
alcançar resultados
planejados
c) Implementar ações corretivas e preventivas quando as metas
não são alcançadas 30/07/2009 JP Verithas Consulting 43
Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Medição, análise e melhoria:


Controle de produto não conforme:

a) execução de ações para eliminar a não-conformidade


detectada
b) autorização do seu uso, liberação ou aceitação sob concessão
por uma autoridade
pertinente e, onde aplicável, pelo cliente
c) execução de ação para impedir o seu uso pretendido ou
aplicação originais.

30/07/2009 JP Verithas Consulting 44


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Medição, análise e melhoria

Análise de dados:

a) satisfação de clientes
b) conformidade com os requisitos do produto
c) características e tendências dos processos e produtos,
incluindo oportunidades para ações preventivas
d) fornecedores.

30/07/2009 JP Verithas Consulting 45


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Melhorias:
a) Usando a política da qualidade
b) Usando objetivos da qualidade
c) Usando resultados de auditorias
d) Analisando dados
e) Ações corretivas e preventivas
f) Análises críticas da direção

30/07/2009 JP Verithas Consulting 46


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Ação corretiva:
a) análise critica de não-conformidades (incluindo reclamações
de clientes)
b) determinação das causas de não-conformidades
c) avaliação da necessidade de ações para assegurar que
aquelas não-conformidades não ocorrerão novamente
d) determinação e implementação de ações necessárias
e) registro dos resultados de ações executadas.
f) análise critica de ações corretivas executadas.

30/07/2009 JP Verithas Consulting 47


Interpretação da NBR ISO 9001:2008

Ação preventiva:
a) definição de não-conformidades potenciais e de suas causas
b) avaliação da necessidade de ações para evitar a ocorrência de
não conformidades
c) definição e implementação de ações necessárias
d) registros de resultados de ações executadas
e) análise critica de ações preventivas executadas.

30/07/2009 JP Verithas Consulting 48


Certificações JP Verithas

Registro Nº 458
ISO9001:2008

Endereço Telefone Website

JP Digitally signed by JP Verithas


DN: cn=JP Verithas, o=JP
Verithas Consulting, ou=SP,

Verithas
email=jpverithas@jpverithas.co
m.br, c=BR
Date: 2009.07.30 10:34:16 -03'00'

1
Escritório: (11) 3711-4010 – SP
(21) 3717-1030 – RJ www.jpverithas.com.br
(41) 3941-9695 – PR jpverithas@jpverithas.com.br