You are on page 1of 6

ASBESTO SÍLICA CARVÃO BERÍLIO

Lobo pulmonar Lobos inferiores (única) Lobos superiores Lobos superiores Lobos superiores

4 quadros clínicos possíveis:


- Fibrose pulmonar Pneumoconiose CRÓNICA do
2 quadros clínicos possíveis:
(asbestose) trabalhador de carvão (PTC): Doença CRÓNICA do berílio
- Silicose aguda
- Fibrose pleural (indica - PTC simples (é uma doença granulomatosa
Clínica - Silicose crónica (simples,
apenas exposição) - PTC complicada crónica semelhante a
complicada e fibrosa
- Cancro do pulmão (+++) - Fibrose Massiva sarcoidose)
massiva progressiva)
- Mesotelioma pleural e Progressiva (FMP)
peritoneal
- Asbestose: 10 anos - Silicose aguda: 10 meses
- PTC simples: 15-20 anos
- Cancro do pulmão: 15-19 (exposição pesada)
(semelhante à silicose
Tempo de exposição anos - Silicose simples (forma
simples)
- Mesotelioma: exposição crónica): 15-20 anos
curta (<1-2 anos) (exposição menos intensa)
- Asbestose: opacidades
- Silicose aguda: padrão de
lineares (campos
pavimentação louca (TAC
pulmonares inferiores)
AR)
- Fibrose pleural: placas - PTC simples: opacidade - Fase inicial: normal
- Silicose simples:
Imagiologia pleurais espessadas ou redondas (semelhante à - RX: nódulos ao longo de
opacidades redondas (TAC
calcificação do folheto silicose simples) linhas septais (~sarcoidose)
AR) e calcificações nódulos
parietal da pleura (apenas
hilares (20%) com padrão
indica exposição ao
“casca de ovo”
asbesto)

José Marques
ASBESTO SÍLICA CARVÃO BERÍLIO

RX pode sobrestimar a RX pode sobrestimar a


RX pode subestimar a gravidade da doença (RX gravidade da doença (RX
Relação clínica/imagiologia
gravidade da doença grave mesmo com função grave mesmo com função
pulmonar pouco alterada) pulmonar pouco alterada)
- Fase inicial: normal
- Padrão restritivo - Padrão obstrutivo - Padrão obstrutivo
PFR - Padrão restritivo
- Obstrução ligeira - Padrão restritivo - Padrão restritivo
- Padrão obstrutivo
- Biópsia transbrônquica
(broncoscopia) é necessária
para o diagnóstico
Biópsia - Granulomas não
caseosos (linfócitos T
CD4+ contra o berílio)
- Infiltrado monocítico

- Teste de proliferação
Outros testes Dx linfocítica do berílio - BeLPT
(hipersensibilidade tardia)
- Silicose simples: não tem - PTC simples: não existe
incapacidade funcional limitação funcional
Incapacidade funcional
- FMP: limitação funcional - FMP: limitação funcional
obstrutiva e restritiva obstrutiva e restritiva

José Marques
ASBESTO SÍLICA CARVÃO BERÍLIO

Efeito sinérgico no cancro


do pulmão
Associação ao tabagismo (MAS, o mesotelioma pleural Efeito aditivo
e peritoneal não têm
associação ao tabagismo)
- A FMP está associada a
- Asbestose: não existe tx - Silicose aguda: Lavagem
mortalidade prematura
específico (apenas medidas pulmonar total (alivio
Tratamento - A poeira do carvão além
de suporte para a fibrose sintomático e atrasa
de PTC pode causar: DPOC
pulmonar) progressão da doença)
e bronquite crónica

José Marques
ASBESTO SÍLICA CARVÃO BERÍLIO
- A exposição a asbestos não está
limitada a quem contacta
- A sílica livre é uma causa
directamente com os asbestos major de doença pulmonar
- A asbestose (fibrose pulmonar) - Silicose AGUDA é semelhante
está directamente relacionada com à Proteinose Alveolar Pulmonar
a duração e a intensidade da (PAP)
exposição - Silicose CRÓNICA é
- Quanto maior é a exposição ao
semelhante à Pneumoconiose
asbesto, maior é o risco de cancro
do Carvão (Antracose)
do pulmão
-
- A sílica é citotóxica para os
O cancro do pulmão é a
neoplasia mais comum associada macrófagos alveolares e por

aos asbestos (e não o esse motivo a silicose aumenta - Altamente associado a


mesotelioma) o risco de infecções que alelos HLA-DP com ácido
Comentários - >80% dos mesoteliomas podem dependem da defesa destas glutâmico na posição 69
estar associados a asbestos (e não células (M. tuberculosis, da cadeia beta
ao tabagismo) micobactérias atípicas)
- Na asbestose (fibrose pulmonar) - A sílica tem propriedades
podem ocorrer derrames plurais
imunoadjuvantes pelo que se
benignos, serosos ou exsudados
encontra associada a DTC
sanguinolentos (resolvem
como a AR e a Esclerodermia
espontaneamente)
- - A sílica é um provável
Na ausência de outras
manifestações clínicas as placas carcinogénio pulmonar
pleurais indicam apenas exposição - Síndrome de Caplan: nódulos
ao asbesto (e pneumoconióticos (silicose e
- não comprometimento pulmonar, carvão) + Artrite Reumatóide
i.e asbestose)

José Marques
- 15-20% da asma e DPOC no adulto é devida a factores ocupacionais
- A variação do FEV1 antes e após o trabalho é útil para determinar a resposta broncoconstritora AGUDA
- A radiografia é útil para determinar e monitorizar a resposta pulmonar a POEIRAS e METAIS
- TC convencional é mais sensível para detectar espessamento plural
- TC alta resolução melhora a detecção de ASBESTOSE (fibrose pulmonar)
- Se o diagnóstico for sarcoidose deve-se sempre considerar doença CRÓNICA do berílio
- A exposição ocupacional contribui para 10% de todos os casos de cancro do pulmão
- Sintomas e doenças associadas à poluição EXTERIOR são os mesmos do TABAGISMO
- Estudos de poluição em cidades revelam MAIOR mortalidade e utilização de cuidados de saúde (por asma e distúrbios cardiopulmonares)
- O tabagismo PASSIVO aumenta em 25% o risco de cancro do pulmão e doenças cardiopulmonares
- Existe uma associação consistente entre fumo da BIOMASSA e DPOC ou BRONQUITE CRÓNICA

José Marques
Bissinose (síndrome tipo asma; aperto torácico com o chegar do fim do primeiro dia de
ALGODÃO
trabalho “aperto torácico de 2ª feira”)

NYLON NYLon -> Bronquiolite LYNfocítica

DIACETIL DiaceTIL -> Bronquiolite ObLITerante

- Fumo biomassa (+++ mulheres)


- Berílio
- Sílica
CANCRO DO PULMÃO - Talco
- Asbestos
- Hidrocarbonetos aromáticos policíclicos
- Fumo tabaco passivo (aumento do risco em 25%)
- Bissinose
- Poluição interior (filhos de pais fumadores)
- Poluição interior (bioaerossóis com material antigénico - fungos, baratas, ácaros, pó e
ASMA pêlos animais)
- Diisocianatos
- Anidridos de ácidos
- Aminas aromáticas
- Carvão
- Poeiras inorgânicas
DPOC/BRONQUITE CRÓNICA - Poeiras orgânicas (poeira do grão)
- Poluição exterior
- Fumo biomassa (+++ DPOC em mulheres) - existe uma associação consistente
- Infecções respiratórias baixas (+++ crianças)
- DPOC (+++ mulheres)
BIOMASSA - Cancro pulmão (+++ mulheres)
- Doença cardiovascular (+++ homens)
- Diisocianatos
PNEUMONITE HIPERSENSIBILIDADE-LIKE - Anidridos de ácidos
- Exposição a feno com fungos (Pulmão do fazendeiro)
- Poluição exterior com matéria particulada fina
- Fumo biomassa (+++ homens)
MORTALIDADE CARDIOVASCULAR - Inalação de fumo (causa importante de insuf. cardiorespiratória aguda)
- Ozono

José Marques