Sie sind auf Seite 1von 25

04

SEJA BEM-VINDO AO CALABOUÇO DA THEXUGA!


Lok’tar. Eu me chamo Iracema Doge, conhecida como Thexuga e sou mestra veterana
de rpg, já narro algum tempo em mesas presenciais e online. Em minha jornada de
vida sempre busco trazer diversos conteúdos para a mesa e solucionar o problema
de quem tenta iniciar nesse universo que é o rpg de mesa, também apresento um
canal chamado Calabouço da Thexuga na qual abordo temas como star trek, Rpg,
Gameplay & Ciência. Vou estar deixando o link no final do texto.

Agora vamos falar sobre essa revista. Tenho com fundamento espalhar o conteúdo sobre
rpg, tirar dúvidas, trazer novidades, compartilhar experiência & divulgar o trabalho de outras
pessoas que também se dedica diariamente para estar presente na mesa. Mas não estou
sozinha nessa jornada! Em cada revista tenho a colaboração de pessoas com o mesmo
propósito de compartilhar informações a todos e ajudar com esse projeto, ao final de toda
revista terá o nome de cada colaborador e aliado que aceitou de bom grado participar
dessa aventura, levando até você conteúdos novos sobre rpg de mesa.

O QUE É RPG?

RPG de mesa ou role playing game é um jogo de interpretação na qual os jogadores


assumem papeis dos seus personagens e criam historias, a condução dessa história
é feita pelo mestre que utiliza regras para determinar as funções dos jogadores,
as escolhas feitas ao longo da campanha determina a direção de todo o jogo. Vale
ressaltar que nesse jogo não existe ganhadores ou perdedores, o jogo consiste
principalmente em fazer uma história com interatividade social, isso ocorre devido a
funcionalidade de cada participante que torna essencial para uma mesa de sucesso.
Embarque nessa jornada.

Acesse nosso canal: youtube.com/c/thexugaduquesa


Acesse nosso site: thexuga.wixsite.com/calaboucodathexuga
ÍNDICE

4 O VAULONGÍNQUO

OS 10 MANDAMENTOS DO RPG - GOSTAR DO MESTRE E AJUDÁ-LO


6
SOBRE TODAS AS COISAS

7 DICA DE LEITURA - ORIGEM DA ALMA

8 DICA DE LEITURA - PERSONA

9 NEM SÓ DE PRESENCIAL VIVE O RPG

11 TALES FROM THE LOOP

13 O CÉU RECEBE MAIS UM HERÓI

14 GRIDS DE BATALHA: SÃO REALMENTE ÚTEIS?

16 SOMBRAS URBANAS

17 BELREGARD

DICA DE MESTRE - CONJURANDO COM FEITICEIRO, BARDO E BRUXO:


18
EMOÇÃO = MAGIA CANALIZADA²

21 RPG HOMENAGEADO - MUTANTES E MALFEITORES

DE FRENTE COM A MESTRA - CRIANDO CAMINHOS PARA O


23
DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA, CENÁRIO & REGRAS

24 PERGAMINHOS (QUASE) MÁGICOS - DOBRADINHA COMICS


O VAULONGÍNQUO
Thiago Guaxinim

Que tal algumas ideias para uma aventura? “Como... Como eu vim parar aqui?” — Se perguntava. Mal
conseguia respirar. O medo havia tomado conta de seu corpo.
“O pequeno Yugo não conseguia dormir. Há algumas semanas
o jovem estava sendo atormentado por uma voz em seus O Dragão abriu sua boca de ossos, lá do fundo veio uma brisa
sonhos. A voz o chamava, atraia-o para as montanhas geladas fria, que tomou conta do lugar. Em um surto por sobrevivência
que ficavam próximas ao vilarejo onde o escudeiro vivia. o garoto tentou correr, mas sua energia estava sendo sugada
pela criatura. Não pode fazer nada, a não ser observar o
Certa noite Yugo Baldrun, tomado por um transe, ignorou Dragão, aos poucos sugar sua vida. Seu corpo fora congelado,
completamente as lendas acerca da montanha, juntou seus enquanto o do Dragão ganhava um pouco mais de carne. Em
pertences e partiu rumo ao breu que era o lugar. breve estaria forte outra vez.”

A caminhada fora difícil, a montanha era fria, escura e traiçoeira, O VAULONGÍNQUO


mas de algum modo à criança sabia exatamente para onde ir.
Caminhou por horas a fio, escalou paredões de gelo com mãos Ao adentrar o vilarejo, é notável o clima de desconfiança. Da
nuas, sem sentir dor. Enfrentou o vento e a neve, até chegar à janela das casas há sempre um morador de olhar desconfiado
entrada do que parecia ser uma caverna. buscando algo pelas ruas cobertas de neve.

“Entre!” — Ordenou a voz que vinha de lugar algum, e ao Vaulongínquo é um vilarejo nortenho de difícil acesso,
mesmo tempo, de todos os lugares. O sonambulo obedeceu. isolado entre picos gélidos e florestas congeladas. O povoado
Adentrou a caverna. De olhos fechados, o jovem percorreu um sobrevive da caça, da pesca e dos cereais trazidos de outras
labirinto de tuneis congelados até finalmente chegar a sala regiões. Apesar da distância, o regente de Vaulongínquo está
onde o cheiro da morte o despertou. em constante contato com a capital, pois o pequeno vilarejo
comercializa armas e objetos produzidos com a madeira de um
— Dro... Droga! — Balbuciou a criança esquálida, enquanto seu raro tipo de freixo, que só cresce nesta região.
corpo despencava cansado sobre o chão congelado da caverna.
Olhou em volta, estava em mais um daqueles pesadelos. MORADORES DE DESTAQUE

Haviam corpos congelados por todo o salão, mas o que Yugo, O Escudeiro Desaparecido: Yugo é um jovem de doze
realmente lhe prendera a atenção fora o machado preso a anos de idade, querido por muitos no vilarejo, pois deis de
parede de gelo. Yugo levantou-se com certa dificuldade, suas novo demonstrou um grande interesse em ajudar seu povo.
mãos estavam queimadas, seu corpo estava exausto. O menino Fora adotado como escudeiro por Sir Hadrin há alguns meses
caminhou na direção da arma com cautela. O fascínio que o antes de seu desaparecimento.
Machado de Gelo lhe causava era tão grande, que o jovem não
reparou a coisa morta logo atrás. Tocou o Machado, mas não Papamon, O Sacerdote: Um velho gordo e calvo, de barba
conseguiu ergue-lo, estava preso. Ao fundo, os olhos antes longa salpicada pelo branco da idade. Vive no templo onde
mortos que o observavam, agora eram dois globos rubros de realiza suas tarefas e presta serviços de cura para a população.
puro terror. Os ossos, há pouco inertes, estavam agora tão Papamon é um homem sério e de poucas palavras, ninguém
vivos quanto o garoto. O Dragão Morto despertou. sabe ao certo quando ele chegou ao vilarejo, mas é sabido que
ele não nascera aqui.
— Ah... — Era o Dragão. Falava em muitas línguas ao mesmo
tempo. Sua voz soara familiar para o jovem, então finalmente Talus, O Estalajadeiro: Dono da única estalagem da região.
ele entendeu: Isso não era mais um daqueles pesadelos, era real. Talus é um homem vivido, de fala mansa e sorriso fácil,
conhece grande parte dos frequentadores de sua estalagem.
— Tão faminto — Rosnou o Dragão em muitas línguas, enquanto
se aproximava da criança incrédula. Sir Hadrin Walk: Um velho cavaleiro que escolhera Vaulongínquo

4
para viver o resto de seus dias, fora o criador da milícia do perambulando pela aldeia depois do anoitecer.
vilarejo, e além dos pais de Yugo, é um dos mais preocupados
com os desaparecimentos que tem ocorrido. • Talus diz ter recebido em sua estalagem um misterioso
forasteiro que pagou adiantado dez dias de hospedagem e
ALGUNS FATOS pediu para não ser incomodado. O forasteiro nunca mais fora
visto, o quarto permanece trancado por dentro, Talus só vai
• Ao longo dos anos alguns desaparecimentos de aldeões abri-lo depois que os dez dias se passarem.
foram relatados, e as buscas não levaram a lugar algum.
Mas nos últimos meses três pessoas desapareceram, a mais • Um lenhador afirma ter visto uma criatura alada nas
recente fora Yugo. proximidades da floresta.

• O regente de Vaulongínquo, preocupado com a agitação no • Algumas pessoas comentam que Hadrin Walk sabe mais
vilarejo, mandou uma carta com um pedido de ajuda a capital, do que diz saber sobre a atual situação do vilarejo, algumas
este pedido de ajuda até o momento não fora respondido. pessoas alegam ter ouvido o cavaleiro comentar sobre um
antigo machado perdido nas montanhas.
• Um toque de recolher fora sancionado para garantir que
ninguém mais desapareça. Até o momento tem funcionado. • Alguns aldeões estão sofrendo de pesadelos constantes, mas
não se recordam ao certo do que se trata, apenas mencionam
• Qualquer item feito com a madeira do Freixo desta região a voz chamando-os.
tem um bônus de +1.
Como levar o grupo até Vaulongínquo? O regente do vilarejo
ALGUNS BOATOS mandou uma carta para capital relatando o caso, então os
aventureiros podem ser contratados para ajudar. Sir Hadrin
• Alguns aldeões afirmam ter visto luzes estranhas saindo também está buscando ajuda, os aventureiros podem ser
do interior do templo, outros alegam ter visto Papamon abordados por ele em algum canto.

5
OS 10 MANDAMENTOS
DO RPG

GOSTAR DO MESTRE E AJUDÁ-LO


SOBRE TODAS AS COISAS
Luis Eduardo Caraça Tavares

Muitas mesas iniciantes têm problemas no seu começo. Em atacados por vampiros com o defeito Criança. Caso não saiba, é
especial, com relação ao mestre. Notem se isso não aconteceu uma desvantagem de Vampiro em que você foi abraçado quando
com alguma mesa de vocês: todo mundo quer jogar RPG. Mas criança. Imagine um cainita com forma de uma menina de oito
ninguém quer narrar a aventura. Então, normalmente, pegam o anos te fazendo tremer de medo pois ela começa a cantar uma
mais CDF dos jogadores para narrar. Pois só ele vai ter paciência canção infantil com um teor macabro? Os jogadores se borram
para ler toneladas de livros de um sistema. Só para se der um nas calças, é óbvio.
exemplo, ele vai ter que ver mais de 200 páginas em três livros
se for começar uma campanha de Dungeons & Dragons. E isso Por isso quando for um jogador e começar uma aventura, seja
quase que em qualquer edição do sistema! com iniciantes ou veteranos, colabore com o mestre. Não seja
chato com o cara jogando regras e mais regras para ele. Às vezes
Ou seja, o mestre é o cara que vai ser o mais dedicado entre os ele não se lembra de tudo, afinal, é ele quem lê o livro todo para
jogadores. montar a campanha. Diferente dos outros, que procuram combos
e mais combos em seu personagem.
Podemos falar disso em sistemas mais interpretativos como
Vampiro A Máscara. Um mestre desse estilo de jogo lida mais com Quantas vezes eu não vi jogadores reclamando que “segundo a
o terror, para tanto, ele precisa ser... Profundo se me entendem. regra X o mestre não poderia fazer aquilo”. Agora, quando ele
Uso como exemplo uma sessão desse jogo em que participei: se tornava o mestre, ele cometia um erro parecido. Mas nunca
em determinada parte do jogo, o mestre pediu que apagassem admitia. É fácil pensar em um narrador como alguém que tem
as luzes, assim como ocorria na história. Deixando só lanternas a semana inteira liberada e só precisa se concentrar nisso. Mas
acessas, para ver as jogadas. Enquanto isso, o narrador trouxe trabalhando ou não, uma pessoa pode estar ocupada fazendo
sons de criança para deixar o pessoal aflito, (quem assistiu A algo no seu dia-a-dia. Além de escrever um roteiro de seu RPG.
Bruxa de Blair, sabe do que estou falando) pois estávamos sendo
DICA DE LEITURA

ORIGEM DA ALMA
Eduardo Heldt Urban

SOBRE O AUTOR apenas doze corajosos guerreiros. São eles: Áries,


Touro, Gêmeos, Câncer, Leão, Virgem, Libra, Escorpião,
Eduardo Heldt Urban, também conhecido como Evezel, Sagitário, Capricórnio, Aquário e Peixes. Está nas mãos
nasceu em Capão da Canoa, Rio Grande do Sul, onde vive da, agora nomeada, Armada do Sol lutar contra o Caos
atualmente. Formado em Música pela Unisinos. Além de para impedir que o planeta, e mais tarde o Sistema todo,
escritor é compositor, músico, filósofo e artista marcial. seja envolto de escuridão. Mas antes da guerra começar,
terão de guerrear contra si mesmos, em uma batalha
Seus contos e poemas são lembrados por tratarem de interior para provar que estão preparados.
temas pouco comuns a esse universo, como mitologia,
morte, astrologia, ocultismo e psicologia, sem subestimar Adquira o livro em: http://evezel.azo.com.vc/
a inteligência de seus leitores.

Origem do Além, seu primeiro livro, foi lançado no final


do mês de abril, em 2016. O livro foi lançado de forma
independente, em parceria com sua agencia literária
AZO e já é um sucesso de vendas, tendo esgotado sua
primeira tiragem em menos de duas semanas após o
lançamento do livro e entrado para os best sellers da
Amazon com sua versão digital também em menos de
duas semanas após o lançamento. O livro já vendeu mais
de mil exemplares.

SINOPSE

O Sol e o Caos travam uma incessante batalha pela


liderança do novo Sistema que surgiu em uma nova
Galáxia, chamada Via Láctea. Tudo está sob o controle do
Sol até que a sucumbência de um planeta, imeditamente
envolto de trevas que nem o mais brilhante dos
brilhantes consegue iluminar, acontece. Cabe a este
recrutar as forças do Sistema Solar. Apresentam-se

7
DICA DE LEITURA

PERSONA
Jorge Valpaços

Rasga a pele, duvida E presas em sangue


Experimenta a dor Grita em desespero!
Arfa em êxtase
Violência, descaminho Acorda, a rotina insiste
Descarinha-se Lembra da sua miséria
Desfigur(a)ção A mão segue úmida
Suor frio, porém
Abraça o que nega Anseia por mais tempo
Irreal, antinatural No terror dos sonhos
Teu refúgio Liberta-se, enfim
Descobre-se pesadelo
Trôpegos, errantes,
Partilham segredos
Sobrevivem como você
Fogem de quem se alimenta
De pecados e medos
Rubra é a mão da menina
Assassina em pesadelos
Torpe, pesar de culpa?
Necessidade ou desespero?

Justifica, pueril ser


Esta poesia dialoga com a experiência de Pesadelos Terríveis,
Se engana a cada trauma
um RPG de terror psicológico. Pesadelos Terríveis é uma
Dança a dança da loucura
publicação de Lampião Game Studio & Avec Editora. Saiba
Repousa no colo da mentira
mais sobre o jogo aqui:

Domínios de pesadelos
aveceditora.com.br/produto/pesadelos-terriveis-beladona-rpg/
Lar de ódio, luxúria, desejos
E teu, criança
De olhos em nuvens

8
NEM SÓ DE PRESENCIAL VIVE O RPG
Dani Easton

É indiscutível a preferência ao rpg de mesa. Gostamos do calor ação descrita. Feito totalmente por escrita, no fórum, costuma-
humano, de dividir o mesmo ambiente com nossos amigos, se se a usar imagens, links de vídeos, e vasta descrição das ações,
sentir próximo. Rimos e temos várias outras emoções com as pensamentos e fala dos personagens. Cada fórum, quase sempre,
pessoas que sentam em nosso torno à mesa. Porém, nem todos é um tema, como por exemplo, um fórum para vampire, um para
possuem a mesma sorte, por conta disso, outras formas de jogar demônio, a queda, etc. Há áreas livres para conversa e interação. O
rpg surgiram, desde muito tempo atrás e continuam aparecendo lado ruim, é que alguns jogadores podem não levar a sério e assim
com a ajuda da tecnologia. sair da aventura sem maiores explicações (No entanto, é raro).

Nos primórdios da internet, quando tudo era mato (eu sei, pois FACEBOOK
estava lá), o Mirc, fora uma das primeiras plataformas a agarrar
o rpg para si, utilizando a forma escrita para jogar. Pouco tempo Pela facilidade, criar um grupo e colocar os jogadores nele
depois, no falecido Orkut, inúmeras comunidades surgiram onde é realmente simples. Geralmente o grupo junta as pessoas
jogadores e mestres se encontravam e em tópicos, criavam suas interessadas e cada post é uma cena ou um campanha. Algumas
aventuras. Hoje em dia, temos outras redes sociais que nos pessoas, acabam fazendo seus personagens como perfil do
acompanham e facilitam o encontro entre os players e campanhas. facebook, usando uma foto que representa seu personagem
e seu nome próprio. É mais fácil encontrar grupos de pessoas
FÓRUM interessadas em rpg do que alguma campanha em si, mas existem
e geralmente são grupos fechados.
Os fóruns existem a muitos anos, sua plataforma é mais simples
de organizar, o que faz com que qualquer possa criar. Hoje em WHATSAPP E TELEGRAM
dia existem em menor número do que já existiu, mas resistem.
Geralmente, o tempo de postagem é mais longo assim como a Ainda usando a escrita, esse rpg de bolso, está com os jogadores

9
o tempo inteiro. Não necessariamente é preciso postar uma personagem, na escrita, fica mais ou menos assim:
resposta/ação a todo momento, fica a critério das pessoas
envolvidas, porém, a facilidade de resposta acaba atraindo os “Empurrou a porta com a mão direita e fez questão de colocar
jogadores mais atarefados. É criado um grupo entre os jogadores e primeiro o pé direito, naquele estabelecimento. Ao passar o
um grupo para a campanha, em que com a ajuda de alguns códigos restante do corpo ergueu a cabeça com ar de superioridade,
específicos, as pessoas se comunicam e separação suas ações, sabia que a primeira impressão que causava aos outros era mais
falas e pensamentos. É possível, pelo telegram, até mesmo apagar importante do que qualquer verdade sobre si. Deixou a porta se
a mensagem já enviada, caso tenha enviado erroneamente. fechar sozinha e sem fixar o olhar em ninguém, apenas deu uma
rápida olhada ao seu redor. Nunca achava nada que pudesse lhe
PLATAFORMA ESPECÍFICA (RRPG E ROLL20) tirar a atenção. Passou pelo balcão e levantou a mão de leve, mas
se dirigiu à uma mesa no canto, iluminada. Sentou de costas para
Apesar de serem diferente, há muita similaridade nos dois a parede, um sorriso no rosto e a mão sempre sobre sua espada.
programas, em ambos os jogadores podem usar a voz, imagens, Não era uma pessoa de guerra, no entanto não era tolo. Alguns
mapa, música e possuem roladores. Funciona da mesma forma simplesmente não gostam de forasteiro, havia aprendido isso em
dos outros, é criada uma ‘sala’ para a campanha e os jogadores suas viagens.”
selecionados podem entrar para jogar. Há como fazer a ficha que
fica no perfil do jogador, as fichas, no geral, são fáceis de editar. Não necessariamente você precisa fazer uma descrição longa, o
Porém, todos os jogadores precisam estar online ao mesmo importante é salientar as atitudes que o personagem está tomando
momento, pois é um jogo semi-presencial. O lado bom é que e qual o motivo, se puder, insira maneirismos ao personagens,
os programas costumam ser leves, o que facilita para algumas tiques, gestos, dará mais personalidade. Em casos de ação, é a
pessoas. A maneira como se joga é de escolha dos jogadores, mesma coisa:
quase sempre, no rrpg se joga por escrita e no roll20 por voz.
“Pelo canto de seu olho avistou um homem se movendo de forma
DISCORD (SKYPE E AFINS) estranha. Sentiu que seria atacado. Recuou o corpo com velocidade
e assim fez sua cadeira cair. A fúria invadiu seu rosto, odiava ter de
Um dos substitutos mais fiéis ao rpg de mesa, os jogadores se brigar em uma taverna sem nem ter provado uma gota de álcool
comunicam através da voz e muitas vezes também por câmera, ou comido algo delicioso. A mão que estava na espada puxou-a da
podendo assim ver a reação dos outros jogadores como se bainha com destreza enquanto o corpo se inclinou para a direção
estivessem lado a lado. Nesse caso, é a interação rápida se do atacante e investiu contra ele com convicção”
sobressai, diferente do rpg escrito, por voz a dinâmica é muito mais
fluída, motivo pelo qual muitas pessoas preferem jogar por essas O mestre irá ler suas ações e rolar os dados para saber se acerta.
plataformas. A facilidade, também, de criar um grupo e conseguir No caso poderia ocorrer algumas opções, assim como na mesa, a
unificar os horários e a distância dos jogadores, é o maior atrativo. única diferente é o ritmo escrito em comparação com o ritmo do
presencial.No caso de jogos por voz, é igual a mesa, a diferença
Ainda há pessoas que nunca jogaram usando o sistema escrito, na é que talvez seja preciso contar ao mestre as ações corporais e
maioria das vezes se questiona o sistema, mas a verdade é que se do rosto do personagem, pois talvez não conseguirão fazer isso
pode jogar utilizando qualquer sistema já existente, geralmente apenas ouvindo sua voz.
utilizando dados online ou aplicativos (algumas das plataformas
citadas tem seus próprios roladores) Não importa como você jogue, o importante é que continue
jogando e não deixando o rpg morrer nunca. Bons jogos e divirta-
No caso das descrições, vale sempre buscar inspiração na literatura, se!
descrevendo tanto o que se passa no interior do personagem
quanto sua ação e interação com o mundo. Por exemplo, seu
personagem entra em uma taverna, ele não conhece ninguém,
na mesa, você descreveria a ação para o mestre e a feição do

10
TALES FROM THE LOOP
Jean “Jaguar”

Um universo alternativo dos anos 80 criado pelo artista de ficção espalharam como incêndios na Internet. Um plano de fundo de
científica Simon Stålenhag. carros e macacões antigos da Volvo, combinado com máquinas
estranhas e místicas, cria uma atmosfera única e, ao mesmo
Stanger Things um seriado americano que estreou em Julho/2016 tempo, reconhecível e totalmente estranha.
de gênero Ficção Científica/Terror terá a sua segunda temporada,
estreia prevista, para o dia 27 de Outubro na Netflix, também Esse jogo é o terceiro RPG internacional da Fria Ligan, após o
produtora. aclamado Mutant: Year Zero (publicado no Brasil pela editora
Pensamento Coletivo) e Coriolis - The Third Horizon. O escritor
Mas qual a relação do seriado com o RPG? Bom, se você gostou principal é Nils Hintze, apoiado por toda a equipe da Fria Ligan.
do seriado com certeza amará o RPG que trago nesta matéria.
Publicado pela editora sueca Fria Ligan (Free League, em inglês)
Tales From the Loop foi financiado através de uma campanha na
Kickstarter com mais de 5 mil apoiadores.

Vencedor do Ennie Award Gold 2017 (Oscar dos RPGs) em cinco


categorias Best Game, Best Interior Art, Best Setting, Best
Writing e Product of the Year.

SOBRE O JOGO

Em 1954, o governo sueco ordenou a construção do maior


acelerador de partículas do mundo. A instalação foi completa em
1969, localizada bem abaixo do campo pastoral de Mälaröarna,
Suécia. A população local chamou essa maravilha da tecnologia
The Loop.

Toda a arte no jogo é feita pelo Simon Stålenhag. A maior parte


da arte será desenhada a partir das páginas dos Tales From the
Loop Artbook – também financiado através do Kickstarter – mas
o RPG possui algumas novas obras originais, incluindo a imagem
da capa.

O livro tem aproximadamente 200 páginas, capa dura e consta


em dois idiomas sueco e inglês (US).

SISTEMA E CENÁRIO
As pinturas de Simon Stålenhag dos subúrbios suecos dos anos
80, povoados por máquinas fantásticas e animais estranhos, se Neste jogo você interpretará um(a) adolescente no fim dos anos

11
80, resolvendo mistérios conectados ao Loop. Escolha entre O livro de regras contem vários mistérios para jogar uma
tipos de personagens, como o Bookworm (uma pessoa fissurada campanha completa, com base nas ilhas Mälaröarna, fora de
por livros), Computer Geek (o amante de ciência da computação), Estocolmo. Além disso, inclui uma campanha alternativa em um
o Troublemaker (o famoso encrenquero), o Popular Kid (aquela local dos EUA, com base em Boulder City, Nevada.
pessoa famosa e elegante da escola) e o Weirdo (aquele(a)
garoto(a) com roupas e comportamentos estranhos...), que bela O livro na versão dos EUA foi escrito pelo escritor de jogos e autor
referência ao filme Clube dos Cinco, não!? Continuando... a vida Matt Forbeck (The Lord of the Rings: Roleplaying Game).
cotidiana está repleta de pais irritantes, inacabáveis tarefas aos
fins de semana e colegas de classe sendo intimidados e sofrendo O sistema utilizado é o mesmo do Mutant: Ano Zero, onde são
bullying. utilizados dados de seis faces (D6) e para fazer um teste de
habibilidade você pega diversos dados conforme sua pontuação
de atributos, nível de habilidade e equipamento e rola todos
juntos. Você precisa de pelo menos um seis para ter sucesso, e
caso tenha seis extras eles podem dar efeitos extras, ou seja,
melhorar o seu desempenho no teste. As regras se concentram
menos no conflito e no combate e mais na exploração, nos
relacionamentos e nas necessidades dos personagens para
equilibrar a resolução de mistérios com a vida cotidiana como
colegiais.

Facebook: facebook.com/teatrodemesa
Os Mistérios deixam os personagens encontrarem máquinas Twitter: twitter.com/teatrodemesa
estranhas e criaturas estranhas que passaram a assombrar o Website: teatrodemesa.com.br
campo depois que o Loop foi construído. As crianças conseguem
escapar de seus problemas cotidianos e fazer parte de algo
significativo e mágico, mas também, perigoso.

12
O CÉU RECEBE MAIS UM HERÓI
Gabriel Cellone (Lobo)

Constantemente, nos últimos 20 anos, o Brasil se mostra como o país da América latina que mais se destaca na pesquisa, produção e
consumo de RPG. Para ter chegado nesse estado, muitos heróis suaram a camisa para fazer o RPG brasileiro realmente grande.

O Falecimento de Douglas Reis na sexta-feira 13 de Outubro, fez com que percebêssemos como ele mudou e ajudou a mudar a história
do RPG no Brasil e nossas histórias como jogadores, influenciando a vida de milhares de pessoas por meio da Editora Devir, trouxe os
grandes RPGS ao pais, plantou sementes que irão criar um novo Devir.

Douglas Reis apostou em um novo mundo, investiu tudo nesse mundo maravilhoso que conhecemos sobre a fantasia de modo geral:
Quadrinhos, RPG, Card Games, BoardGames ou seja. Douglas Reis é o símbolo que nossos sonhos são possíveis desde que acreditemos
e colocamos a ideias para funcionar, há diversas entrevistas dele circulando por onde, onde ele explica detalhadamente como chegou
o RPG no brasil, e como era trabalhosa toda a edição para se ter cópia acessíveis em todo território nacional, entre outras alianças boas
da Devir em outros países, de fato, Douglas Reis foi um ícone e sempre será.! Quem teve a chance de conhecer a pessoa que ele era e
aprender com ele, teve todo um privilégio para aprender um pouco desse mundo.!

Douglas Reis com certeza incentivou toda uma geração geek no brasil, e para que continuem seu legado, para onde forem.! A equipe
do Calabouço da Thexuga deixa nossos sinceros obrigado pelo vosso trabalho mestre Dougla Reis, e por tornar nossa vida de aventura
e fantasia melhor!

13
GRIDS DE BATALHA:
SÃO REALMENTE ÚTEIS?
Jean Rodrigo

Eu ainda me lembro daquele dia. Era 11 de novembro de 2011,


estava chovendo e eu estava em casa com um amigo esperando
qualquer notícia sobre o lançamento de um dos melhores jogos
que já joguei na vida. Sim, eu me refiro a The Elder Scrolls V:
Skyrim. Um jogo de RPG altamente premiado e muito, mas muito
imersivo. Dali em diante já se passaram mais de cinco anos e
mesmo assim ainda consigo me divertir com Skyrim. Mas o que
afinal fez eu me apegar tanto a esse jogo? A ambientação.

No jogo eletrônico é muito simples você apresentar um cenário Todo mestre sabe do que eu estou falando. Independente
interessante ao jogador e fazer com que ele entre no mundo do do sistema, seja o clássico Dungeons&Dragons até os mais
jogo. Mas no RPG de mesa eu sempre tive uma dificuldade que se modernos como o Sétimo Mar esses probleminhas sempre vão
repetia a cada mesa que eu mestrava: A descrição das batalhas. aparecer. E como eu resolvi isso: Desenhando (literalmente) pros
jogadores aonde diabos eles estavam em relação aos inimigos!
Enquanto um ou dois estavam entendendo o fluxo dos
acontecimentos, havia sempre um que voltava a perguntar de Algo simples e óbvio, não é? Mesmo assim foi crucial. Desde então
novo: _” Mas minha espada alcança fulano?” _ “Eu estou perto eu sempre me utilizo de ir além do descritivo, eu implemento
de sicrano?” _” O que tem ao meu redor mesmo?” (Pela 3 vez na minhas aventuras com o visual. Nunca mais eu tive tanta
mesma batalha ¬¬). dificuldade para descrever um cenário ou narrar uma batalha.

14
Claro não se resume apenas ao que está desenhado no grid, mas sim na narrativa aprofundada sobre a cena. O grid serve para eu
marcar PV’s (pontos de vida) dos inimigos (quando me convém mostrar isso aos jogadores), desenhar o mapa da dungeon ou do reino
da aventura ou ainda desenvolver a batalha com as iniciativas e miniaturas todas na minha frente. Eu digo isso de verdade, minhas
batalhas nunca mais foram as mesmas. Elas melhoraram muito com o uso de um simples grid e algumas miniaturas improvisadas.

Como todo bom mestre de RPG, meu primeiro grid era algo bem improvisado (uma tampa de caixa de pizza com papel quadriculado
colado no verso, pra dizer a verdade :3). Mas dai eu evoluí, passando para um lindo grid de cartolina! Claro que deu um grande trabalho
desenhá-lo e não ficou aquelas coisas, mas quebrou um galho. Hoje em dia, junto com minha equipe da Dice&Dragons, produzimos grids
para RPG de vários tamanhos e formatos diferentes, enviando para todos os cantos do Brasil materiais de qualidade (com miniaturas de
papel de brinde) para aqueles que como eu não querem ter mais tanta dificuldade para narrar uma simples batalha.

Para finalizar eu sei que nem todos os sistemas são próprios para o uso de miniaturas e grids e que em muitos casos isso mais atrapalha
a narrativa do que ajuda, mas mesmo em casos como Storytellers no estilo Lobisomem: Apocalipse ou em situações dinâmicas demais
como um Dog Fight de X-wing vs Tie Fighter entre a Aliança Rebelde e o Império em Star Wars: Fronteiras do Império os grids são úteis
para pelo menos duas coisas: Desenhar mapas descritivos e marcar a iniciativa das batalhas, principalmente por serem desenháveis e
facilmente apagáveis! No final você pode até duvidar, mas eu te garanto: “Com os grids da Dice&Dragons suas batalhas NUNCA mais
serão as mesmas!”. Até mais e tenham ótimas aventuras!

Facebook: facebook.com/dicendragons

15
SOMBRAS URBANAS
Lampião Game Studio

A Cidade é uma entidade, a protagonista. Você, alguém que Vampira, enquanto aquele jovem atleta é, na verdade, um
disputa poder e conhecimento nela. De alguma forma você se Lobo. Tudo pode fazer parte de sua experiência de jogo.
encaixa em uma das 4 facções que se aliam e duelam pelo
controle dos guetos, dos locais de poder. Se você curte fantasia Junto a elementos específicos de cada arquétipo há mecânicas
urbana, com jogos de poder, dívidas e serviços arriscados, imersivas como o sistema de dívidas que faz as personagens
Sombras Urbanas é o seu jogo. dos jogadores e as do Mestre de Cerimônias cobrarem favores
e desejarem que os outros comam na sua mão. E, além disso,
Seja como um Caçador de monstros, um Ciente das coisas do há a Corrupção, que é a lenta descida em um espiral contrário
submundo ou um Veterano que tem muita experiência de à sua natureza, até que você se torne uma ameaça à Cidade.
campo, os Mortais mostram que não são simples marionetes. Você consegue resistir ao poder que se abre por meio da
Já as crias das trevas como Espectros, Vampiros e Lobisomem Corrupção?
representam os Noturnos. Aqueles que abandonam a simples
mortalidade pelo poder são os Potentes, como Magos urbanos Sombras Urbanas está em financiamento coletivo pela Aster
com seus rituais e Oráculos com suas nefastas premonições. Editora até 8 de dezembro e é a sua chance de garantir esse
Já há aqueles que não são exatamente daqui. Estes são os premiado título em sua versão nacional, com artes novas
Selvagens, como os Maculados que tratam com demônios e os criadas pelo talentoso Bruno Prosaiko e materiais exclusivos
Fae, que vieram de uma corte feérica. desenvolvidos pelo Lampião Game Studio.

Cada arquétipo de jogo possui Manobras próprias e o jogo Confira mais textos sobre o projeto no blog do Lampião! Nosso
possui uma grande facilidade de ser aprendido. Pensem em financiamento coletivo foi um sucesso, com 140% da meta
colocar a sua cidade em jogo com todas as lendas urbanas atingidos! www.catarse.me/sombrasurbanas
e elementos fantásticos. A dona da padaria pode ser uma

16
BELREGARD
Lampião Game Studio

Deus está morto e a Sombra venceu. Essas são as máximas de Mergulhe em um mundo fraturado em distintas castelanias.
Belregard, cinzas de um mundo derrotado, lançamento New Desde a insana Latza à comercial Varning, passando pelos
Order Editora & Lampião Game Studio em financiamento até o campos de Parlouma e intrigas de salão nos Principados de
dia 09 de dezembro (www.catarse.me/belregard). Rastov. Cada localidade possui um tempero único para suas
aventuras e campanhas. Por seu turno, temos várias etnias com
Imagine um cenário cru, com alta letalidade em um mundo aspectos culturais próprios que atestam a diversidade étnica e
dominado por fanatismo, isolamento e medo. Aqui não temos cultural do mundo, mostrando que é possível criar um cenário
alta magia, raças exóticas ou um sobrenatural evidente. É na complexo focado apenas em humanos. E cada um dos povos
vilania humana que há o caminho para a ação da Mentira, ardil possui elementos bem específicos e povos menores, a fim de dar
da Sombra Viva que se alimenta pelos bolsões pustulentos da mais particularidade a cada personagem de jogo.
maldade, os Ventres Negros.
Faça parte desse mundo derrotado e sobreviva respirando o
Em mais de 300 páginas de desenvolvimento autoral, Belregard miasma de Belregard! Saiba mais sobre o projeto por meio dos
é um RPG maduro e completo para jogar. No livro básico você vídeos que se encontram na página do financiamento coletivo e
terá tudo que necessita, inclusive havendo sessões exclusivas dos textos de apoio do blog do Lampião!
a iniciantes tanto na temática de terro, quanto no próprio RPG
em si. Página do Lampião facebook.com/lampiaogamestudio
Grupo do Lampião facebook.com/groups/lampiaogamestudio

17
DICA DE MESTRE

CONJURANDO COM FEITICEIRO, BARDO E BRUXO:


EMOÇÃO = MAGIA CANALIZADA²
Nattan S. Viscardi

Eis que você está lendo o Livro do Jogador de Dungeons OK, MAS O CARISMA É SUA HABILIDADE SOCIAL, CERTO?
& Dragons 5ª edição e resolve fazer um personagem ALGO LIGADO À SUA APARÊNCIA?
feiticeiro. Você lê um pouco sobre a classe e seu poder inato
de conjurar magias vindas de algum poder interior e, então, Antes é importante quebrar esse mito de que o carisma
parte para as características raciais e segue anotando em mede a beleza do seu personagem. Se isto fosse verdade,
sua ficha. Quando chega na parte de conjuração, você se além do fato do carisma ser utilizado para intimidação não
depara com algo intrigante. fazer sentido, Você deveria ter um atributo de carisma
diferente para cada raça com a qual você contracenar, pois
“Carisma é a sua habilidade de conjuração para suas magias o conceito de beleza, por exemplo, dos anões, pode ser
de feiticeiro, já que o poder da sua magia depende da sua extremamente diferente do que os elfos consideram belo.
capacidade de projetar sua vontade no mundo.”
O carisma é sua capacidade de moldar e influenciar
Mas já parou para pensar que, se fosse exatamente assim, o pensamento e emoções das pessoas utilizando sua
seria como se o feiticeiro tivesse a capacidade de convencer eloquência, beleza ou, até mesmo, a falta desta. Você usa-a
a realidade de que o que ele quer realizar é possível? Essa para Atuar, persuadir, apavorar ou enganar alguém... mas
linha de raciocino é bem interessante, mas será que não também é utilizada para resistir a efeitos que o expulsem
existiria uma maneira mais convincente de se interpretar de algum lugar ou que tentam controlar suas emoções.
isso? A série de Textos “Conjurando com” vem o com intuito
de lhe apresentar maneiras aprofundadas de entender E O QUE TUDO ISSO TEM EM COMUM?
como é feita a conjuração de magias em D&D 5.0 além de
apresentar algumas regras opcionais e ideias de tramas Em resumo, as perícias para as quais você utiliza carisma
originadas dessa interpretação. É necessário ressaltar que são para você convencer alguém de algo. Convencer que sua
este não é um material oficial, mas sim uma interpretação ideia é melhor, que você é ameaçador, que aquela cena que
das regras feita por um DM pensativo. está sendo feita parece ser de verdade... E para convencer
alguém de algo, você também deve parecer convencido
MAS ENTÃO... POR QUE CARISMA? daquilo. Uma pessoa não parece intimidadora se aparentar
que ela mesma esteja em dúvidas sobre o quão ameaçadora
Esta é uma pergunta a ser respondida mais afrente, pois é, isto é, para convencer alguém tu mesmo precisas estar
devemos entender primeiro o que realmente é o atributo convencido em algum grau daquilo. Sendo assim, pode-
Carisma para termos entendido por completo a sua se definir a habilidade Carisma como a tua capacidade
utilização como uma habilidade de conjuração. de convencer-se se algo para passar credibilidade para a

18
pessoa com quem fala, sendo isto uma verdade ou não (ou, E O QUE ISTO QUER DIZER?
como diria George Orwell, sua capacidade de duplipensar).
Esse controle sobre os próprios pensamentos e emoções Quer dizer que existe a possibilidade de se interpretar
também explica o porquê de um teste de resistência de que as classes que tem como habilidade de conjuração o
carisma ser utilizado contra magias como Acalmar Emoções. carisma utilizam emoções para dar forma às suas magias, ou
seja, dos que conjuram desta maneira, quem melhor tiver a
CERTO, E QUAL A LIGAÇÃO ENTRE ISTO E A CAPACIDADE capacidade de controlar as próprias emoções, conjurará de
DE CONJURAR UMA MAGIA? maneira mais eficiente e poderosa.

Pode ser feito uma análise deste dilema recordando Também, com esta linha de raciocínio pode-se explicar
uma icônica cena do filme X-Men: Primeira Classe onde a existência dos espaços de magia de uma maneira
Xavier diz a Max (Magneto) que, para melhor conjurar interessante. Se for interpretado que a energia proveniente
seus poderes mutantes, ele deve estar sentindo fortes da magia é retirada do poder das próprias emoções, então
emoções. No filme, Xavier usa seu poder psíquico para é possível que exista um limite para o quanto poder que
ativar uma memória de magneto que o leva a chorar e, com um conjurador de carisma pode retirar de seus próprios
isso, ele consegue “conjurar” seu poder com intensidade sentimentos antes que ele acabe perdendo um pouco de
o suficiente para rotacionar sozinho uma antena de metal sua própria sanidade.
que pesava toneladas.
E COMO ISSO PODE ME AJUDAR A MELHORAR MINHA
É possível fazer um paralelo entre o conceito dos mutantes INTERPRETAÇÃO OU MINHA NARRAÇÃO?
e do feiticeiro, pois ambos são baseados nessa ideia de que
nasceram com um grande poder e estão sempre em busca Descrever uma ação, tendo ela sido realizada por um jogador
de aprender como usá-lo e, portanto, é possível considerar ou um NPC, é um detalhe no RPG que faz a diferença entre
que algumas regras que se apliquem a um também se um aglomerado de números aleatórios convertidos em dano
apliquem a outro. e um embate mortal e emocionante. Quanto mais nuanças
entre um resumo do que foi feito e uma descrição elaborada

19
de como tal foi efetuado, mais interessante ficará o jogo. O Bruxo então brandiu seu cajado apontando-o para
Esta variação de humor que um bardo, bruxo ou feiticeiro o feiticeiro e sua família. Um estrondo ritmado pelo berro
devem ter para conjurar pode ser utilizada para enriquecer carregado de puro ódio do êmulo foi sucedido do brilho
a descrição de suas conjurações. vermelho da bola de fogo que se disparou de algum ponto
poucos centímetros afrente do cajado de galhos negros
Além disso, a nova visão sobre os espaços de magias pode retorcidos.
gerar cenas muito interessantes ou, até mesmo, campanhas
e personagens inteiros baseados em um acontecimento Logar juntou suas mãos afrente de seu peito em um
relacionado a alguém ter excedido seu limite. movimento rápido e duro e, então, as separou abrindo os
braços e berrando com lágrimas enegrecidas pela sujeira da
Logar já estava exausto. Sua túnica negra estava batalha escorrendo em seu rosto. Para conjurar um escudo
repleta de rasgos e parcialmente queimada, seu pulmão poderoso o suficiente para refletir a magia do bruxo, o
mal tinha forças para puxar o pouco ar que restava em meio feiticeiro havia utilizado seu sentimento mais poderoso: o
a toda aquela fumaça e a única coisa que o mantinha de pé amor. Porém, ele não deveria ter feito isso. Conjurar tantas
era o choro de sua filha que, aos seus pés, se debruçava magias e de maneira tão intensa estava muito além de seus
sobre a mãe desacordada e gravemente ferida. Ele também limites e havia um preço a ser pago pelo uso inconsequente
ouvia calado as risadas e provocações do bruxo que estava de seus poderes.
destruindo o vilarejo. Mal lhe sobrara ódio para sentir de
seu inimigo, já que havia usado tudo que pôde na batalha e E foi assim que Logar, o tão zeloso pai e marido, em
não lhe sobrara mais energia para conjurar nem um mísero uma noite obscura, perdeu, talvez de maneira irreversível,
raio de gelo, mas, mesmo assim, continuava de pé entre sua capacidade de amar.
aquela vil cria da maldade e sua esposa e filha.
RPG HOMENAGEADO

AVANTE, JOGADORES!
Gláucio “Kratzar” Schueler

Salve galera! Quem nunca pensou em ser um super-herói? 2007 já como segunda edição. Agora recentemente, foi
Com capa e tudo? Pois é, imagina poder fazer isso na sua lançado uma terceira edição ainda não traduzida, mas com
mesa de RPG? Agora você pode! suplementos incríveis incluindo o DC Adventures.

O RPG homenageado dessa edição é uma grande sacada: Sucesso de crítica e de público já recebeu prêmios, entre
Mutantes e Malfeitores ou M&M como muitos se referem eles o ENnie (o Oscar do RPG), GenCon EM World RPG Award,
à ele (não, não é o chocolate). É um sistema totalmente por melhor jogo e o Peer Award por produto mais inovador.
direcionado ao mundo dos super-heróis. Isso fez com que M&M seja o único RPG licenciado para uso
da DC com um módulo totalmente direcionado aos heróis do
Não é o máximo? selo. Portanto poderá sim ter uma mesa da Liga da Justiça
rolando na sua casa.
Sabe aquela HQ que você comprou semana passada do
Homem-Morcego? Ou dos Filhos do Átomo? Por que não dar Além disso, também possui módulos atualizados para
uma continuação à história na sua mesa de RPG? Melhor aventuras usando estilo mangá (Mecha & Mangá), portanto
ainda, Por que não misturar Gotham City e Nova York em Os Cavaleiros de Athena são uma opção totalmente viável.
um só universo? O sistema de criação do personagem é baseado em
pontos que podem ser usados para os poderes, perícias
O sistema M&M permite vivenciar as histórias que você vê e habilidades que mesclados de forma precisa, geram um
na TV, nas séries, nos filmes e nas HQ’s. Genial! herói único para sua aventura.

Você pode ser o herói mais conhecido assim como o vilão Há também muito material adaptado e traduzido com
mais perigoso. Por que não? heróis conhecidos que podem facilitar o início de um jogo
imediato.
Com regras rápidas e equilibradas, você pode criar um herói
do nada, com poderes mesclados e únicos ou adaptar seu In suma, jogadores e mestres terão nas mãos uma infinidade
herói favorito para a sua planilha de jogo. de combinações de poderes e habilidades para construção
de seus personagens. Esse jogo não tem mistério, ele foi
As regras não vão assustar, pois M&M usa o sistema D20 feito para ser ágil e rápido.
que é um velho conhecido nosso. Assim como as histórias das HQ’s, tudo é direcionado para
ser objetivo e cheio de ação.
O sistema é inovador, foi criado nos Estados Unidos em
2002. No Brasil, foi publicado pela editora Jambô em Isso faz com que possa se focar em atuações míticas do

21
tipo amarrar uma capa no pescoço e gritar: “Para o alto e Tudo isso para evitar o surgimento de seres “overpowers” e
avante!” atrapalhar a condução do jogo.

O legal desse sistema, Mutantes & Malfeitores, é que ele A ideia é sentir como é ter o poder em suas mãos e como
proporciona diversão extrema. Pois assim como é fácil criar usá-lo. Sempre lembrando que, grandes poderes geram
os personagens para iniciar um jogo, também é simples grandes responsabilidades.
criar as aventuras e a narrativa. Então os mestres não tem
que se preocupar tanto. São tantas frases célebres e momentos épicos que podem
surgir numa mesa, que não dará vontade de parar de jogar.
Somos a geração bombardeada pela cultura pop dos Mutantes & Malfeitores foi feito para ser um sucesso e já
heróis, portanto, não precisamos criar muita coisa só dar colhe esses frutos com maestria.
continuidade a algo que já existe.
Avante jogadores! Preparem-se pois a aventura já começou.
Dica para os mestres: antes de iniciar uma campanha ou Boa diversão e Hasta La Vista, Baby!
aventura dentro do sistema M&M, converse com os seus
jogadores e tente controlar um pouco o hippie que vai surgir. Até a próxima.

22
DE FRENTE COM A MESTRA

CRIANDO CAMINHOS PARA O DESENVOLVIMENTO


DE UM SISTEMA, CENÁRIO & REGRAS
Iracema “Mestra Thexuga” Doge

Seja bem-vindo ao espaço de frente com a mestra, eu humanidade tornando os seres humanos zumbis, um caos
me chamo mestra Thexuga e hoje vou te guiar durante a econômico afetou o mundo, etc.…), literalmente diversas
jornada de criação de um sistema, cenário & regras. escolhas para se fazer.
Inicialmente tudo que você precisa saber ou ter A parte mais importante vem agora com a escolha
em mente para se criar um sistema independente é que de regras, você pode começar a escolher qual será o tipo
se trata de um mundo de rpg, onde a base dele quem vai de dado prioritário para se usar tanto na ficha quanto
determinar é você e isso não inclui os famosos clichês de nas ações dentro do jogo, após fazer essas escolhas você
regras autoritárias e padrões que se vê por aí, para a criação precisa determinar algumas regras que podem afetar
de um sistema próprio isso vai além de ter apenas o obvio ou não na hora de criar uma ficha e claro após fazer isso
como por exemplo um sistema medieval, no obvio você vai desenvolver a ficha é previsivelmente o próximo passo.
ter dragões, feiticeiros, castelos e monarquia. Para se criar Para fazer a ficha você pode utilizar algumas
algo único a exigência vai além disso, más calma vamos por características que determina o personagem, como
partes (igual Jack estripador, rs). distribuição de pontos em habilidades, criação da fisionomia,
Agora que a ideia básica foi apresentada vamos pericias, atributos, defesa e até mesmo personalidade
percorrer alguns passos que realmente são essenciais ou defeitos. Feito isso está quase tudo pronto, más falta
para estimular essa criação de sistema, sem ter o famoso finalizar alguns pequenos pontos que será feito por
bloqueio de escritor ou ficar perdido. O primeiro passo você, como o desenvolvimento da campanha,
para isso é escolher um cenário base e isso você pode ambientação, raças, classes, etc...
fazer tranquilamente, alguns exemplos de cenário básico E pronto você tem aqui todas as
(medieval, pós-apocalíptico, futurístico, renascentista e dicas necessárias para prosseguir
alternativo). com a criação do seu sistema, basta
Após escolher a base de cenário, vamos para o lembrar que isso pode levar tempo e
segundo passo que é determinar quais funções designou trabalho, então não precisa apressar
o acontecimento do cenário ou como o cenário está tudo, afinal toda criação tem
determinada segundo a função histórica, como por seu processo de finalização.
exemplo escolhemos o cenário pós-apocalíptico, o que vai Espero que tenha ti ajudado
determinar a ação que desencadeou isso? A partir daqui nessa longa jornada, até a
você tem bastante opção para escolher e desenvolver (um próxima dica do de frente
meteoro pode ter atingido a terra, um vírus infectou a com a mestra, LLAP.

23
PERGAMINHOS ( QUASE) MÁGICOS

A tirinha dessa edição é da Dobradinha Comics! Curta a página!


facebook.com/dobradinhacomics/

24
E X P E D I E N T E E CO L A B O R AÇ ÃO

EDITORA CHEFE
IRACEMA “MESTRA THEXUGA” DOGE DE FRENTE COM A MESTRA - CRIANDO CAMINHOS
De frente com a Mestra PARA O DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA, CENÁRIO
youtube.com/c/thexugaduquesa & REGRAS
mestrathexuga.blogspot.com.br IRACEMA “MESTRA THEXUGA” DOGE
facebook.com/MestraThexuga
thexuga.wixsite.com/calaboucodathexuga DICA DE MESTRE - CONJURANDO COM FEITICEIRO,
BARDO E BRUXO: EMOÇÃO = MAGIA CANALIZADA²
DESIGN E DIAGRAMAÇÃO NATTAN S. VISCARDI
MATEUS PEGORARO
artstation.com/mateuspegoraro MAPA
behance.net/mateuspegoraro RAPHAEL DOS ANJOS
behalence.net/ajnadeisgn facebook.com/blackwolfren27
facebook.com/mateuspegoraro starraven.deviantart.com/art/Sketchy-Cartography-
facebook.com/ajnadesignbr Brushes-198264358
youtube.com/watch?v=W5silzfr_88&index=1&list=
ARTE DA CAPA PLYqbjkk8T-1PFIKjK-uBVk9t7Ohz93T2h
VINICIUS BORTOLETTO
artstation.com/artist/vinnybortoletto PERGAMINHOS (QUASE) MÁGICOS
instagram.com/vbortolettoart JROL LIMA
dobradinhacomics.com
O CÉU RECEBE MAIS UM HERÓI colecionadordequadrinhos.com.br
GABRIEL CELLONE (LOBO)
O VAULONGÍNQUO
OS 10 MANDAMENTOS DO RPG THIAGO GUAXINIM
LUIS EDUARDO CARAÇA TAVARES
NEM SÓ DE PRESENCIAL VIVE O RPG
TALES FROM THE LOOP DANI EASTON
JEAN “JAGUAR”
PARCEIROS DE DIVULGAÇÃO
O HABITANTE DO UMBRAL facebook.com/Rpgcom
THADEU FAYÃO bibliotecaelfica.com
blog.levelmaster.com.br
RPG HOMENAGEADO - MUTANTES E MALFEITORES facebook.com/TabernaDoDragao
GLAUCIO “KRATZAR” SCHUELER helprpg.wordpress.com/revistas
facebook.com/tavernadoelfo
INDICAÇÃO DE LEITURA - ORIGEM DO ALÉM facebook.com/helprpg.br
EDUARDO HELDT URBAN helprpg.wordpress.com
evezel.azo.com.vc/ helprpg.uphero.com
facebook.com/eduardohurban instagram.com/cromaestilos
facebook.com/cromaestilos
INDICAÇÃO DE LEITURA - PERSONA behance.net/feliperbrasil
JORGE VALPAÇOS facebook.com/pensandoded
facebook.com/groups/721894341313478/
SOMBRAS URBANAS facebook.com/dicendragons
BELREGARD elo7.com.br/dicendragons
facebook.com/lampiaogamestudio facebook.com/CronicasdemesaRPG/
facebook.com/groups/lampiaogamestudio facebook.com/teatrodemesa
twitter.com/teatrodemesa
GRIDS DE BATALHA: SÃO REALMENTE ÚTEIS? teatrodemesa.com.br
JEAN RODRIGO facebook.com/dicendragons
facebook.com/dicendragons elo7.com.br/
elo7.com.br

Verwandte Interessen