Sie sind auf Seite 1von 17

Germana Chaves – Contabilidade

Curso de Contabilidade Geral

Contas

Conceito:
É um título que identifica os diversos elementos patrimoniais ou variações patrimoniais de acordo com
suas semelhanças. Ex: bem, direito, obrigação, PL, receitas e despesas. Subdivide-se em Sintética e
Analítica.

Contas sintéticas ou genéricas


Indicam um conjunto de contas analíticas ao mesmo tempo. Assim, o valor patrimonial de uma conta
sintética é igual a soma dos valores patrimoniais das contas analíticas que a compõem.

Contas analíticas ou específicas


Demandam controle e acompanhamento individual. Assim, para cada fato contábil ocorrido, serão
alterados os valores patrimoniais das respectivas contas analíticas envolvidas.

1 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


Contas Patrimoniais
As contas patrimoniais são utilizadas para controle e apuração do patrimônio, registram os bens, os
direitos, as obrigações e a situação líquida. São consideradas contas permanentes e acumulam-se de
um período para outro.

CONTAS DO ATIVO (bens + direitos):


São organizadas em ordem decrescente do grau de liquidez e dividem-se em Ativo Circulante e Ativo
Não Circulante, sendo este último composto por: Ativo Realizável a Longo Prazo, Investimentos,
Imobilizado e Intangível.

“Ativo é um recurso controlado pela entidade como


resultado de eventos passados e do qual se espera que
resultem futuros benefícios econômicos para a entidade”

CONTAS DO PASSIVO:
São obrigações da entidade para com terceiros ou da mesma para com os sócios. Organizadas em
ordem decrescente do grau de exigibilidade.

“Passivo é uma obrigação presente da entidade, derivada


de eventos já ocorridos, cuja liquidação se espera que
resulte em saída de recursos capazes de gerar benefícios
econômicos;”

CONTAS DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO (PL): riqueza própria da entidade, obtida pela diferença entre o
Ativo e o Passivo.
Ex.: capital social, reserva de capital, reserva de lucro, ajuste de avaliação patrimonial, prejuízos
acumulados e ações em tesouraria.

“PATRIMÔNIO LÍQUIDO é o interesse residual nos ativos


da entidade depois de deduzidos todos os seus
passivos.”

CONTAS REDUTORAS: tem a função de reduzir o saldo de outra conta. Possui natureza inversa a
natureza do grupo ao qual pertencem.
Ex.: depreciação acumulada, capital a integralizar, provisão de devedores duvidosos.

2 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


ATIVO CIRCULANTE
As disponibilidades, os direitos realizáveis no curso do exercício social subseqüente e as aplicações de
recursos em despesas do exercício seguinte.
Ex. caixa, adiantamento a funcionários, despesas antecipadas, adiantamento a fornecedores, impostos
a recuperar, clientes.

ATIVO NÃO CIRCULANTE


Ativo Realizável a Longo Prazo
Os direitos realizáveis após o término do exercício seguinte, assim como os derivados de vendas,
adiantamentos ou empréstimos a sociedades coligadas ou controladas (Art. 243), diretores, acionistas
ou participantes no lucro da companhia, que não constituírem negócios usuais na exploração do objeto
da companhia.
Ex. duplicatas a receber de longo prazo, adiantamento a sócios, empréstimos a coligadas.

Investimento
As participações permanentes em outras sociedades e os direitos de qualquer natureza, não
classificáveis no ativo circulante, e que não se destinem à manutenção da atividade da companhia ou da
empresa.
Ex. obras de arte, participações societárias de caráter permanente.

Imobilizado
Os direitos que tenham por objeto bens corpóreos destinados à manutenção das atividades da
companhia ou da empresa ou exercidos com essa finalidade, inclusive os decorrentes de operações que
transfiram à companhia os benefícios, riscos e controle desses bens.
Ex. imóvel, veículos, móveis e utensílios.
3 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?
Intangível
Os direitos que tenham por objeto bens incorpóreos destinados à manutenção da companhia ou
exercidos com essa finalidade, inclusive o fundo de comércio adquirido.
Ex. marcas e patentes, fundo de comércio.

PASSIVO CIRCULANTE
As obrigações da companhia, inclusive financiamentos para aquisição de direitos do ativo não-
circulante, serão classificadas no passivo circulante, quando se vencerem no exercício seguinte.
Ex. fornecedores, impostos a recolher, salários a pagar, adiantamento de clientes, provisão de férias.

PASSIVO NÃO CIRCULANTE


As obrigações da companhia, inclusive financiamentos para aquisição de direitos do ativo não-
circulante, serão classificadas no passivo não-circulante, se tiverem vencimento em prazo maior.
Ex. duplicatas a pagar em LP, empréstimos de LP.

PATRIMÔNIO LIQUIDO
Capital Social
(-) Capital a Realizar
Reserva de Lucros
Reserva de Capital
+/- Ajuste de Avaliação Patrimonial
(-) Prejuízos Acumulados
(-) Ações em Tesouraria

Obs. 1: MP 449/08
Art. 299-B O saldo existente no resultado de exercício futuro em 31 de dezembro de 2008 deverá ser
reclassificado para o passivo não-circulante em conta representativa de receita diferida.
Parágrafo único. O registro do saldo de que trata o caput deverá evidenciar a receita diferida e o
respectivo custo diferido.” (NR)

Obs. 2:
Para ser registrada como receita diferida no passivo não circulante a receita antecipada deverá atender
as seguintes características:
 Receita líquida e certa, impossibilidade de devolução do dinheiro recebido antecipadamente.
 Não deve gerar a obrigatoriedade futura da entrega de bem ou prestação de serviço.

RESUMO:
Mudanças nos Grupos e Subgrupos do ATIVO e PASSIVO
Lei 11.638/07 (vigente a partir de Jan/2008)
MP 449/08 que virou a Lei 11.941/09

4 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


Contas de Resultado
As contas de resultado são utilizadas para a apuração do resultado do exercício e representam os
ganhos (receitas) e as perdas (despesas).

São consideradas contas transitórias, visto que, seu tempo de vida é limitado a um exercício social, pois,
ao final de cada exercício terão seus saldos zerados (encerrados) a fim de que se possa apurar o
resultado do período.

Conceitos
Conforme o CPC 00– Estrutura Conceitual Básica

Receitas:
São aumentos nos benefícios econômicos durante o período contábil sob a forma de entrada de
recursos ou aumento de ativos ou diminuição de passivos, que resultam em aumentos do PL e que não
sejam provenientes de aporte dos proprietários da entidade.

5 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


Despesas:
São decréscimos nos benefícios econômicos durante o período contábil sob a forma de saída de
recursos ou redução de ativos ou incrementos em passivos, que resultam em decréscimo do PL e que
não sejam provenientes de distribuição aos proprietários da entidade.

Contas de Resultado: Estrutura da DRE


Art. 187, LEI 6.404/76

6 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


Plano do Contas
Conceito:
É o conjunto composto pela relação ordenada e codificada das contas utilizadas pela entidade,
objetivando servir como guia e meio de padronização, a fim de facilitar a análise e elaboração dos
registros e demonstrações contábeis.

Na sua elaboração deverão ser observados os princípios fundamentais de contabilidade, as normas


determinadas na Lei nº 6.404/76, a legislação específica do ramo de atividade da empresa e ainda deve
adaptar-se tanto quanto possível às exigências dos agentes externos à empresa (fornecedores, bancos,
fisco).

Teoria das Contas


Teoria Personalista: vincula a conta à pessoa responsável pelos procedimentos administrativos a ela
relacionados.

Teoria Materialista: relacionam-se com a materialidade, as contas traduzem simples ingressos e saídas
de valores, que evidenciam o ativo, sendo este representado pelos valores positivos, e o passivo
representado pelos valores negativos.

7 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


Teoria Patrimonialista: reconhece o patrimônio, como objeto da contabilidade e distingue as contas
em elementos.

RESUMO: Teorias das Contas

8 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


Situações das Contas: Débitos e Créditos

Razonete e Saldo das Contas


RAZONETE: representação gráfica de uma conta = T, onde o lado esquerdo é o lado dos débitos e o lado
direito dos créditos.

SALDO DAS CONTAS: diferença entre os valores lançados a Débito e a Crédito. Dependendo da
natureza das contas, estas terão saldo devedor ou credor.
 Saldo Credor: total dos créditos > total dos débitos
 Saldo Devedor: total dos créditos < total dos débitos
 Saldo Nulo: total dos créditos = total dos débitos

EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO

1. Ministério do Turismo – CONTADOR - 2014


Estamos no exercício social de 2013 e compulsamos, entre diversas contas e saldos, os seguintes títulos:
Despesas do exercício seguinte R$ 250,00
Despesas do exercício R$ 400,00
Despesas a pagar R$ 520,00
Despesas do exercício anterior R$ 180,00
Despesas a vencer R$ 210,00
Receitas a receber R$ 270,00
Receitas a vencer R$ 145,00
Receitas de exercícios futuros R$ 230,00
Receitas de exercícios anteriores R$ 370,00
Receitas do exercício R$ 720,00

9 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


Após as apurações e classificações levadas a efeito para montagem das demonstrações contábeis do
exercício de 2013, podemos dizer que os elementos acima indicados vão colaborar na equação contábil
com a diferença
a) devedora de R$ 15,00.
b) credora de R$ 175,00.
c) credora de R$ 320,00.
d) credora de R$ 485,00.
e) credora de R$ 675,00

2. Ministério do Turismo – CONTADOR – 2014 ESAF


Observe a seguinte relação de contas e saldos extraída do Razão da firma Escoras e Andaimes S.A. em
31 de dezembro:
Ações de Coligadas R$ 1.100,00
Ações em Tesouraria R$ 200,00
Caixa R$ 1.300,00
Capital a Realizar R$ 3.000,00
Capital Social R$ 15.000,00
Clientes R$ 2.500,00
Custo das Mercadorias Vendidas R$ 2.890,00
Depreciação Acumulada R$ 900,00
Despesas do Exercício Seguinte R$ 600,00
Despesas Operacionais R$ 430,00
Despesas não Operacionais R$ 190,00
Duplicatas a Receber R$ 2.400,00
Fornecedores R$ 5.000,00
Imóveis R$ 11.000,00
Impostos a Recolher R$ 1.300,00
Impostos Faturados R$ 410,00
Mercadorias R$ 2.200,00
Móveis e Utensílios R$ 2.300,00
Receitas de Vendas R$ 4.000,00
Receitas não Operacionais R$ 70,00
Reserva de Capital R$ 300,00
Reserva Legal R$ 350,00
Salários a Pagar R$ 2.000,00
Títulos a Pagar R$ 2.100,00
Títulos a Receber LP R$ 500,00

O Balanço Patrimonial elaborado a partir do rol de contas acima vai evidenciar um Patrimônio Líquido
no valor de
a) R$ 12.450,00
b) R$ 12.600,00
c) R$ 12.650,00
d) R$ 15.450,00
e) R$ 15.600,00

10 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


3. Ministério do Turismo – CONTADOR – 2014 ESAF
O balanço tem por finalidade apresentar a posição financeira e patrimonial da empresa em determinada
data.
Assim fez a empresa Máxima S.A., em 31 de dezembro de 2012, com os elementos abaixo relacionados.
Receitas de Vendas R$ 5.500,00
Caixa R$ 900,00
Ações de Coligadas R$ 2.100,00
Capital Social R$ 14.000,00
Títulos a Pagar R$ 2.100,00
ICMS sobre Vendas R$ 600,00
Clientes R$ 2.200,00
Provisão p/ Perdas em Investimentos R$ 300,00
Capital a Realizar R$ 2.500,00
Fornecedores R$ 2.000,00
Custo das Mercadorias Vendidas R$ 2.720,00
Duplicatas a Receber R$ 2.000,00
Móveis e Utensílios R$ 2.300,00
Reserva Legal R$ 400,00
Impostos a Recolher R$ 1.100,00
Despesas de Alugueis R$ 830,00
Mercadorias R$ 3.200,00
Máquinas e Equipamentos R$ 9.000,00
Reserva de Capital R$ 500,00
Provisão para o Imposto de Renda R$ 790,00
Comissões Passivas R$ 170,00
Despesas do Exercício Seguinte R$ 800,00
Depreciação Acumulada R$ 1.800,00
Ações em Tesouraria R$ 300,00
Contribuições a Recolher R$ 200,00
Receitas Financeiras R$ 110,00
Provisão para Devedores Duvidosos R$ 120,00
Salários a Pagar R$ 1.700,00
Títulos a Receber LP R$ 1.000,00

Na demonstração de contas e saldos acima, uma vez organizado corretamente o Balanço, vamos
encontrar um
a) resultado líquido do exercício de R$ 1.180,00.
b) passivo circulante de R$ 7.690,00.
c) ativo circulante de R$ 9.100,00.
d) patrimônio líquido de R$ 12.100,00.
e) ativo não circulante de R$ 12.300,00.

11 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


4. MF – CONTADOR 2013 ESAF
Considerando que a movimentação contábil sempre ocorre em forma de equação, para que as origens
de recursos sejam iguais à sua aplicação, organize os seguintes elementos segundo os critérios de
débito e crédito.
Aumentos de ativo R$ 1.000,00
Aumentos de passivo R$ 1.200,00
Bens existentes R$ 2.000,00
Consumos realizados R$ 700,00
Direitos a receber R$ 1.500,00
Ganhos e rendas obtidos R$ 950,00
Obrigações a pagar R$ 2.150,00
Reduções de ativo R$ 450,00
Reduções de passivo R$ 800,00
Situação Líquida anterior R$ 1.350,00
Considerando que todo o movimento contábil dessa entidade está expresso na relação acima, pode-se
dizer que o item que a completará será
a) débito no valor de R$ 100,00.
b) crédito no valor de R$ 100,00.
c) débito no valor de R$ 50,00.
d) crédito no valor de R$ 50,00.
e) redução de caixa no valor de R$ 50,00.

5. MF – CONTADOR 2013 ESAF


Na data de encerramento do exercício social, a empresa ABN S.A. apresentou a seguinte relação de
contas e saldos constantes do seu livro Razão:
Contas Saldos
Capital Social 18.000,00
Receitas de Vendas 16.500,00
Duplicatas a Receber 14.000,00
Duplicatas a Pagar 13.000,00
Clientes 12.000,00
Fornecedores 11.000,00
Móveis e Utensílios 10.000,00
Veículos 9.000,00
Bancos c/Movimento 8.500,00
Custo das Vendas 6.800,00
Reserva Legal 6.300,00
Empréstimos Obtidos 6.000,00
Mercadorias 5.000,00
Ações de Coligadas 4.300,00
Salários e Ordenados 4.200,00
Provisão p/Férias 3.500,00
Descontos Concedidos 3.200,00
Depreciação Acumulada 2.900,00
Aluguéis Ativos 2.500,00

12 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


Depreciação 2.100,00
Capital a Realizar 1.800,00
Juros Ativos 1.500,00
Caixa 1.500,00
Provisão p/Devedores Duvidosos 1.100,00
Provisão p/IR 1.000,00
Devedores Duvidosos 900,00

Ao mandar elaborar um balancete geral de verificação a partir dos saldos acima, a empresa encontrará
saldos devedores no valor de
a) R$ 83.300,00.
b) R$ 81.500,00.
c) R$ 80.400,00.
d) R$ 79.300,00.
e) R$ 77.500,00.

6. MF – CONTADOR 2013 ESAF


O Livro Razão da firma Afrescos & Molduras Ltda. demonstra as seguintes contas e respectivos saldos
no fim do exercício social:
Contas Saldos
Ações de Coligadas 860,00
Alugueis Ativos 500,00
Bancos c/Movimento 1.700,00
Caixa 300,00
Capital a Realizar 360,00
Capital Social 3.600,00
Clientes 2.400,00
Custo das Vendas 1.360,00
Depreciação 420,00
Depreciação Acumulada 580,00
Descontos Concedidos 640,00
Devedores Duvidosos 180,00
Duplicatas a Pagar 2.600,00
Duplicatas a Receber 2.800,00
Empréstimos Obtidos 1.200,00
Fornecedores 2.200,00
Juros Ativos 300,00
Mercadorias 1.000,00
Móveis e Utensílios 2.000,00
Provisão p/Devedores Duvidosos 220,00
Provisão p/Férias 700,00
Provisão p/IR 200,00
Receitas de Vendas 3.300,00
Reserva Legal 1.260,00
Salários e Ordenados 840,00

13 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


Elaborando o Balanço Patrimonial, após a apuração do resultado do exercício, cuja única distribuição foi
30% para o imposto de renda, deverá ser ostentado o valor de
a) R$ 4.500,00 de patrimônio líquido.
b) R$ 4.660,00 de ativo não circulante.
c) R$ 4.962,00 de patrimônio líquido.
d) R$ 5.160,00 de patrimônio líquido.
e) R$ 6.900,00 de passivo circulante

7. TCE AM 2013 FCC


Antes de elaborar as suas Demonstrações Contábeis, a Cia. Rio Grande Ltda. apresentava, em 31/12/2012,
em seu balancete de verificação, as seguintes contas e seus respectivos saldos (valores em $):

Com base nessas informações e assumindo que não houve proposta de distribuição de dividendos, o
total do Patrimônio Líquido da Cia. Rio Grande Ltda. apresentado em seu Balanço Patrimonial, em
31/12/2012, foi
a) $ 216.000.
b) $ 140.000.
c) $ 206.000.
d) $ 196.000.
e) $ 150.000.

8. ICMS SP 2013 FCC


Considere as seguintes informações:
I. A Cia. Aeroplana S.A. produz aviões especiais, cujo ciclo operacional é de 20 meses.
II. A Cia. Negociante adquiriu 80% das ações da Cia. A com a finalidade de assegurar o fornecimento de
matéria-prima para seus produtos.
III. A Cia. Voa Bem adquiriu um avião da Cia. Aeroplana para utilizar na prestação de seus serviços.
IV. A Cia. Lucrativa adquiriu ações da Cia. A com a finalidade de negociá-las a qualquer momento.

14 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


Os ativos registrados nos itens I a IV devem ser classificados no Balanço Patrimonial das empresas
Aeroplana S.A., Negociante, Voa Bem e Lucrativa, respectivamente, como
a) circulante, não circulante, não circulante e circulante.
b) não circulante, circulante, não circulante e não circulante.
c) não circulante, não circulante, não circulante e circulante.
d) circulante, circulante, não circulante e circulante.
e) circulante, não circulante, circulante e circulante

9. TRF 2R 2012 FCC


Numa determinada empresa, o valor dos saldos das seguintes contas patrimoniais, após o
encerramento das contas de resultado, era, em R$, de
Disponível ...................................................... 90.000,00
Perdas estimadas em recebíveis no curto prazo ...................25.000,00
Estoques ........................................................ 130.000,00
Móveis e Utensílios ........................................ 50.000,00
Despesas do exercício seguinte..................... 35.000,00
Imóveis........................................................... 220.000,00
Ativos Intangíveis ........................................... 60.000,00
Amortização Acumulada ................................ 25.000,00
Empréstimos de curto prazo a empresas coligadas .......... 105.000,00
Depreciação Acumulada ................................ 40.000,00
Duplicatas a receber (curto prazo) ................. 180.000,00

O total do Ativo Circulante da referida empresa nesse exercício social, correspondia, em R$, a
a) 410.000,00.
b) 375.000,00.
c) 435.000,00.
d) 515.000,00.
e) 540.000,00.

10. ALBA- AUDITOR FGV 2014


A Cia. W, em 31/12/2013, apresentou as informações a seguir:

15 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


Considerando apenas essas informações, o Patrimônio Líquido da Cia. W, em 31/12/2013, era de
a) R$ 123.000,00.
b) R$ 140.000,00.
c) R$ 143.000,00.
d) R$ 146.000,00.
e) R$ 152.000,00.

11. CGE-MA FGV 2014


Em 31/12/2013, o balancete da Cia. Rosa apresentava os seguintes saldos (em reais):

16 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


Com base somente nos dados acima, o Ativo Circulante apresentado no Balanço Patrimonial da Cia.
Rosa em 31/12/2013 era de
a) R$ 179.000,00.
b) R$ 192.000,00.
c) R$ 200.000,00.
d) R$ 204.000,00.
e) R$ 228.000,00.

12. MPE MS CONTADOR 2013 FGV


A corrente de pensamento contábil, que adota como teoria fundamental a personificação das contas,
divide o patrimônio
a) em contas de resultado e contas patrimoniais.
b) em contas integrais e contas diferenciais.
c) em contas de proprietários e contas de agentes consignatários e correspondentes.
d) em contas integrais e contas patrimoniais.
e) em contas de proprietários e contas de resultado.

13. MDIC 2012/ESAF


A evolução do pensamento científico em Contabilidade foi marcada pela contribuição de diversos
pensadores que culminaram no desenvolvimento das chamadas Teorias das Contas, as quais
subdividem as rubricas contábeis em grandes grupos.
A respeito desse assunto, podemos afirmar que
a) a teoria personalista subdivide as contas em Contas do Proprietário e Contas de Agentes
Consignatários.
b) a teoria materialista subdivide as contas em Contas Materiais e Contas de Resultado.
c) a teoria patrimonialista subdivide as contas em Contas Patrimoniais e Contas Diferenciais.
d) a teoria personalista subdivide as contas em Contas do Proprietário e Contas de Agentes
Correspondentes.
e) a teoria materialista subdivide as contas em Contas Integrais e Contas Diferenciais.

14. CESPE - 2012 - TRE-RJ - Analista Judiciário – Contabilidade


Com relação aos tipos, às funções e à estrutura das contas contábeis, julgue os itens a seguir.
As contas devem ser classificadas como estáveis ou instáveis, quando avaliadas pelo critério de variação
na natureza do seu saldo
CERTO ( ) ERRADO ( )

17 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?