Sie sind auf Seite 1von 4

Aspeto gramatical

O aspeto gramatical traduz uma forma de perspetivar uma dada situação a partir de elementos
linguísticos contidos na frase, como os tempos verbais, advérbios e locuções adverbiais temporais,
ou verbos de operação aspetual, verbos auxiliares, modificadores (começar a, deixar de, etc.).

Aspeto perfetivo: apresenta a situação expressa pelo enunciado com concluída, como um todo
completo (o tempo verbal habitual é o pretérito perfeito do indicativo).
* Esta turma fez teste na semana passada.
* O Miguel acabou de fugir da cadeia.

Aspeto imperfetivo: apresenta a situação expressa pelo enunciado como ainda em curso e não
concluída (o tempo verbal habitual é o pretérito imperfeito do indicativo).
* O Ricardo pintava uma aguarela.
* Ando a ler a última obra de José Saramago.
* Vou comer.

Aspeto genérico: a situação expressa pelo enunciado remete para conteúdos aceites como
universais e atemporais (as formas verbais associadas a este valor aspetual são o presente do
indicativo e o infinitivo impessoal).
* Penso, logo existo.
* O cão é o melhor amigo do homem.
* Um ano tem doze meses.
* Quem canta seus males espanta.
* O Guadiana faz fronteira entre Portugal e Espanha.

Aspeto habitual: a situação é apresentada como sendo recorrente (isto é, uma situação que se
repete) num período de tempo ilimitado (o presente do indicativo e o pretérito imperfeito do
indicativo são os tempos mais associados a este valor aspetual).
* Almoço em casa todas as quintas-feiras.
* A Rita e a Catarina costumam estudar juntas.
* O Cristiano Ronaldo treina todos os sábados.

Aspeto iterativo: o enunciado apresenta situações que se repetem num período de tempo
delimitado ou não (o pretérito perfeito composto é o tempo verbal mais associado ao aspeto
iterativo).
* No ano passado, ia ao Estádio da Luz todas as semanas.
* O Jorge espirrou durante toda a manhã.
* A minha avó tem almoçado fora.
Aspeto gramatical

Classifica o aspeto gramatical em cada uma das seguintes frases.

1 - Ando a ler a última obra de José Saramago.

2 - O Jorge espirrou durante toda a manhã.

3 - Almoço em casa todas as quintas-feiras.

4 - O Miguel acabou de fugir da cadeia.

5 – O cão é o melhor amigo do homem.

6- A minha avó tem almoçado fora.

7 – O Ricardo pintava uma aguarela.

8 - Penso, logo existo.

9- No ano passado, ia ao Estádio da Luz todas as semanas.

10 - O Guadiana faz fronteira entre Portugal e Espanha.

11 - Esta turma fez teste na semana passada.

12 - A Rita e a Catarina costumam estudar juntas.


Funções Sintáticas

1. Indica a função sintática constituintes destacados:

1) A minha mãe ofereceu-lhe um perfume.


2) O ator foi entrevistado pelo jornalista.
3) O Rui não gosta de futebol.
4) Nomearam-no capitão de equipa.
5) Eles continuam zangados um com o outro.
6) A Joana leu o livro que a amiga lhe deu.
7) Os amigos achavam-na extremamente competente.
8) O Manuel foi ao Brasil.
9) Já assinou os documentos, senhor Diretor?
10) A fábrica de automóveis encerrou.
11) Não te aconselho a fugir.
12) Duvido disso.
13) Vesti a minha camisola vermelha
14) D. Maria I, a Piedosa, foi a primeira rainha reinante de Portugal.
15) Infelizmente, a pobreza aumentou.
16) Embora estivesse doente, foi fazer o teste.

2. Identifica o complemento oblíquo nas frases seguintes:

1. Eu não gosto dos dias chuvosos.

2. O aluno colocou os livros na pasta.

3. O Presidente falou dos lucros que a empresa teve.

4. Não devias pactuar com essa deslealdade.

5. A Matilde precisa de ir ao psicólogo.

6. O meu irmão já veio da Alemanha.

3. Procura nas frases seguintes os constituintes com função de modificador de frase ou do grupo verbal.

1. Certamente, fizeste o que te pedi.

2. Na Polivalente, os alunos fazem um barulho ensurdecedor.

3. Sem dúvida, o Manuel é o melhor aluno.

4. Ela pegou na criança cuidadosamente.


Orações:

1. Identifica nas frases complexas as orações subordinadas, classifica-as e indica o conector que as liga.

a. Quando chegaram, começaram logo a conversar.

b. Se o António abrisse a porta, esperávamos lá dentro.

c. O filme foi tão divertido que todos o apreciaram.

d. Nada o aborrecia tanto como esperar por alguém.

e. Embora estivesse frio, ele saiu à rua de manga curta.

f. Ela perguntou-me se eu estava bem.

2. Identifica e classifica a oração subordinada nas frases seguintes:

a. O aluno que chegou atrasado não percebe essa matéria.

b. O Ronaldo, que é dos melhores do mundo, ainda quer ser melhor.

c. Quem não tem cão caça como o gato.

d. Esteja onde estiver, encontrá-lo-ei.