Sie sind auf Seite 1von 3

1.

0 INTRODUÇÃO

A grande tecnologia avançada presente nos dias de hoje se deve ao fato do grande
desenvolvimento dos estudos dos circuitos elétricos. Por isso é muito importante entender o que
é, como ele funciona na prática e quais são os elementos que o compõe. Circuito elétrico é um
conjunto formado por um gerador elétrico, um condutor em circuito fechado e um elemento capaz
de utilizar a energia produzida pelo gerador.

Imagem 1.1: Circuito elétrico com Resistor (R), Capacitor (C), Gerador (Vo) e Chave (S)

Fonte: https://www.coladaweb.com/fisica/eletricidade/circuitos-eletricos

Para fazer a análise matemática de circuitos elétricos, é preciso conhecer no mínimo dois
conceitos básicos. A lei das malhas (também chamadas lei de kirchhoff) e a lei de ohm.

O Capacitor é um dispositivo de circuito elétrico que tem como função armazenar cargas
elétricas e consequente energia eletrostática, ou elétrica. Ele é constituído de duas peças
condutoras que são chamadas de armaduras. Entre essas armaduras existe um material que é
chamado de dielétrico. Dielétrico é uma substância isolante que possui alta capacidade de
resistência ao fluxo de corrente elétrica. A capacitância é a propriedade que estes
dispositivos têm de armazenar energia elétrica sob a forma de um campo eletrostático, e pode
ser calculada pela seguinte equação:

𝑄
𝐶=
𝑈
Onde, C é a capacitância (F), Q é a carga elétrica (C) e U é a diferença de potencial (V).

À medida que o capacitor é carregado por cargas, ele acumula energia potencial elétrica.
A expressão matemática utilizada para calcular a quantidade de energia armazenada pelo
capacitor é a seguinte:

𝑄𝑈
𝑊=
2
Onde, W é a energia potencial (J), Q é a carga elétrica (C) e U é a diferença de potencial.

A capacitância de um capacitor de faces paralelas é dada por:


Ɛ𝐴
𝐶=
𝑑
Onde, C é a capacitância (F), Ɛ é a permissividade do meio isolante (F/m), A é a área de
cada placa (𝑚2 ) e d é a distância entre as placas (m).

Os capacitores podem ser associados em um circuito dispostos em série, paralelo ou


misto, assim como os resistores. Em uma associação em série, a armadura positiva é ligada à
armadura negativa, como pode ser visto no esquema abaixo.

O capacitor equivalente de uma associação em série deve possuir a mesma


capacitância de todos os capacitores da associação juntos.
A expressão matemática que determina o capacitor equivalente é dada por:
1 1 1 1 1
= + + + ⋯+
𝐶𝑒𝑞 𝐶1 𝐶2 𝐶3 𝐶𝑛

Em uma associação em paralelo, as armaduras positivas são ligadas entre si, assim
como as negativas, como pode ser visto no esquema abaixo.

A expressão matemática que determina o capacitor equivalente de uma associação em


série é dada por:

𝐶𝑒𝑞 = 𝐶1 + 𝐶2 + ⋯ + 𝐶𝑛
6.0 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

1 – Só Física. <
http://www.sofisica.com.br/conteudos/Eletromagnetismo/Eletrodinamica/capacitores.php > Acesso em
11 de fevereiro de 2018

2 – Brasil Escola. < http://brasilescola.uol.com.br/fisica/capacitores.htm > Acesso em 11 de fevereiro


de 2018

3 – Info Escola. < https://www.infoescola.com/eletronica/capacitores/> Acesso em 11 de fevereiro de


2018

4 – Wikipédia. < https://pt.wikipedia.org/wiki/Capacitor > Acesso em 11 de fevereiro de 2018

5 – Mundo Educação. http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/fisica/associacao-capacitores.htm >


Acesso em 11 de fevereiro de 2018