Sie sind auf Seite 1von 73

CONCURSO PETROBRAS

ENGENHEIRO(A) DE PRODUÇÃO JÚNIOR

ENGENHEIRO(A) JÚNIOR - ÁREA: PRODUÇÃO

Ergonomia, Gestão de
Pessoas e Ambiental
Questões Resolvidas

QUESTÕES RETIRADAS DE PROVAS DA BANCA CESGRANRIO

Produzido por Exatas Concursos


www.exatas.com.br

rev.2a
Introdução

Recomendamos que o candidato primeiro estude a teoria referente a este assunto, e só depois
utilize esta apostila. Recomendamos também que o candidato primeiro tente resolver cada questão,
sem olhar a resolução, e só depois observe como nós a resolvemos. Deste modo acreditamos que este
material será de muito bom proveito.

Não será dado nenhum tipo de assistência pós-venda para compradores deste material, ou
seja, qualquer dúvida referente às resoluções deve ser sanada por iniciativa própria do comprador, seja
consultando docentes da área ou a bibliografia. Apenas serão considerados casos em que o leitor
encontrar algum erro (conceitual ou de digitação) e desejar informar ao autor tal erro a fim de ser
corrigido.

As resoluções aqui apresentadas foram elaboradas pela Exatas Concursos, única responsável
pelo conteúdo deste material. Todos nossos autores foram aprovados, dentre os primeiros lugares, em
concursos públicos relativos ao material elaborado. A organização, edição e revisão desta apostila é
responsabilidade de nossa equipe. A Exatas Concursos e todos seus autores não possuem nenhum
tipo de vínculo com a empresa CESGRANRIO, CESPE ou qualquer outra banca examinadora.

Este material é de uso exclusivo do(a) comprador(a). Sendo vedada, por quaisquer meios e a
qualquer título, a sua reprodução, cópia, divulgação e distribuição. Sujeitando-se o infrator à responsa-
bilização civil e criminal.

Faça um bom uso do material, e que ele possa ser muito útil na conquista da sua vaga.
Índice de Questões

Prova: Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2014/2

Q25 (pág. 1), Q28 (pág. 2), Q30 (pág. 4), Q56 (pág. 6), Q64 (pág. 7),
Q65 (pág. 9).

Prova: Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2014/1

Q40 (pág. 8), Q48 (pág. 10), Q58 (pág. 11), Q59 (pág. 13), Q60 (pág. 12),
Q61 (pág. 14), Q62 (pág. 15), Q65 (pág. 16).

Prova: Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2012/1

Q22 (pág. 17), Q26 (pág. 21), Q32 (pág. 19), Q43 (pág. 20), Q47 (pág. 22),
Q57 (pág. 24), Q61 (pág. 25), Q62 (pág. 26), Q65 (pág. 27).

Prova: Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2011/1

Q31 (pág. 28), Q61 (pág. 29), Q69 (pág. 29), Q70 (pág. 30).

Prova: Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2010/2

Q56 (pág. 31), Q57 (pág. 32), Q58 (pág. 33), Q70 (pág. 34).

Prova: Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2010/1

Q13 (pág. 35), Q17 (pág. 36), Q18 (pág. 38), Q19 (pág. 39), Q50 (pág. 41),
Q51 (pág. 42).

Prova: Engenheiro(a) de Produção Júnior Petrobras 2008

Q28 (pág. 43), Q29 (pág. 44), Q35 (pág. 45), Q36 (pág. 47), Q50 (pág. 48).
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br

Prova: Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2005

Q23 (pág. 50), Q49 (pág. 50), Q50 (pág. 52), Q51 (pág. 53), Q57 (pág. 54),
Q72 (pág. 55).

Prova: Engenheiro(a) Júnior - Área: Produção - Transpetro 2011

Q33 (pág. 56), Q35 (pág. 57), Q40 (pág. 59), Q56 (pág. 61), Q57 (pág. 62),
Q58 (pág. 63), Q59 (pág. 64), Q61 (pág. 65).

Prova: Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras Biocombustíveis 2010

Q21 (pág. 67), Q22 (pág. 66), Q33 (pág. 69).

Número total de questões resolvidas nesta apostila: 59


Ergonomia, Gestão de Pessoas
e Ambiental

Questão 1
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2014/2)
O conceito que enfatiza a análise sistêmica do impacto
das decisões de negócios das organizações, dando im-
portância a uma gestão eficaz e eficiente das empresas
parceiras da cadeia de suprimentos sustentável, atenden-
do às necessidades do presente sem comprometer as ge-
rações futuras, é denominado
(A) globalização
(B) triple bottom line
(C) produtividade
(D) global sourcing
(E) benchmarking

Resolução:

Quando a questão fala em cadeia de suprimentos sustentável, atendendo


as necessidades do presente sem comprometer as gerações futuras, ela refere-se
ao desenvolvimento sustentável. Uma definição mais conhecida para o desen-
volvimento sustentável é: desenvolvimento capaz de suprir as necessidades da
geração atual, sem comprometer a capacidade de atender as necessidades das
futuras gerações. É o desenvolvimento que não esgota os recursos para o futuro.

Analisando cada uma das alternativas:

(A) INCORRETA. A globalização surgiu para atender ao capitalismo e, principal-


mente, os países desenvolvidos, na busca de novos mercados;

(B) CORRETA. É o tripé da sustentabilidade, formado por conceitos sociais, am-


bientais e econômicos. É também conhecido por People, Planet, Profit, em
português: Pessoas, Planeta e Lucro;

(C) INCORRETA. A produtividade é a relação entre as saídas e os insumos de


alguma empresa. Quanto maior a produtividade, melhor, pois significa que
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 2

a empresa está gerando mais com menos recursos. Para aumentar a pro-
dutividade deve-se aumentar a saída de produtos, ou reduzir a entrada de
insumos;

(D) INCORRETA. Global Sourcing significa a compra no mercado internacional. É


muito utilizado atualmente pelas grandes corporações para reduzir os custos
e, consequentemente, aumentar os lucros;

(E) INCORRETA. Benchmarking é a comparação de algo. Podem existir vários ti-


pos de benchmarking como por exemplo: entre empresas concorrentes, entre
empresas não concorrentes, entre processos e etc. , ,
Alternativa (B) r
z

Questão 2
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2014/2)
Um consultor, ao analisar o desempenho operacional de
uma empresa que se destina à condução de projetos me-
cânicos, sugeriu que se adotasse a estrutura organizacio-
nal mostrada abaixo.

CEO

Divisão de Divisão de Divisão de Divisão de


PROJETOS MARKETING ADMINISTRAÇÃO FABRICAÇÃO

Gerentes
Recursos Recursos Recursos
de Projeto

A sugestão do analista compreende a adoção de um mo-


delo de estrutura
(A) funcional, caracterizada pela centralização das deci-
sões e na existência de apenas um superior para cada
subordinado, o que facilitará o seu desempenho como
empresa de projetos.
(B) celular, que tem como característica o autogerencia-
mento, perfazendo verdadeiras empresas dentro de
empresas.
(C) matricial, caracterizada por uma dupla subordinação
eventual, onde a autoridade sobre um dado recurso
é dividida entre o gerente funcional e o de projetos,
favorecendo o desempenho da empresa na condução
de seus projetos.
(D) por projetos, caracterizada por um processo tempo-
rário e com seus membros diretamente alocados aos
gerentes de projeto, facilitando o desempenho da em-
presa na condução dos projetos.
(E) em rede, que tem como foco a desagregação de fun-
ções sob coordenação de um diretor central, o que
facilita, sobremaneira, a condução de projetos.
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 3

Resolução:

A questão aborda o tema de estruturas organizacionais, que são as possí-


veis formas de uma empresa se organizar. As estruturas organizais mais co-
muns são:

Funcional: Os cargos são organizados a partir de diferente especializações. Uma


das vantagens desse tipo de estrutura é que cada funcionário possui um su-
perior claro e bem definido, além da alta especialização das funções;

Projetos: A empresa é organizada a partir dos diferentes projetos existentes. A


principal vantagem desse tipo de estrutura é que todos os funcionários traba-
lhando no projeto possuem o mesmo objetivo, o que não ocorre na estrutura
funcional;

Celular: Nessa estrutura existe pouca hierarquia entre os funcionários. Em geral,


é utilizada com equipes de alto desempenho para a resolução de problemas
complexos;

Em rede: A estrutura em rede é muito utilizada em grandes empresas multinaci-


onais, como por exemplo a Nike. A vantagem desse tipo de organização é o
baixo capital imobilizado nas operações;

Matricial: A estrutura matricial une as vantagens da funcional com a de projetos.


Os funcionários são agrupados em funções, como na estrutura funcional, e
atuam como prestadores de serviço nos projetos. A desvantagem desse tipo
de estrutura é a duplicidade de chefias;

Analisando o diagrama da questão, percebe-se a duplicidade de chefias,


onde os recursos possuem ligações tanto com o gerente de projetos, como com
a divisão funcional. Portanto, a resposta é letra (C). Analisando cada uma das
alternativas:

(A) INCORRETA. Não são nas empresas de projetos, e sim nas funcionais.

(B) INCORRETA. Empresas dentro de empresas subentende-se estrutura por


projetos, onde cada projeto é totalmente independente dos outros.

(C) CORRETA.

(D) INCORRETA. A definição está correta, porém, como explicado, o organo-


grama refere-se a uma estrutura matricial.
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 4

(E) INCORRETA. A estrutura que facilita a execução de projetos é a estrutura por


projetos.

, ,
Alternativa (C) r
z

Questão 3
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2014/2)
Uma das teorias motivacionais mais conhecidas na atu-
alidade estabelece que as necessidades humanas estão
arranjadas numa pirâmide de importância e de influencia-
ção do comportamento, conforme representado na Pirâ-
mide de Maslow, a seguir.

Autorrealização

Estima

Sociais

Segurança

Fisiológicas

Sobre essa teoria, verifica-se que as necessidades


(A) fisiológicas têm como característica principal sua pre-
mência, pois dominam a direção do comportamento
humano, enquanto alguma delas não for satisfeita.
(B) sociais surgem no comportamento depois que as ne-
cessidades de estima e autorrealização estão satisfei-
tas.
(C) de segurança são as que surgem pela presença de
antagonismo, hostilidade e resistência ao relaciona-
mento das pessoas que cercam o indivíduo.
(D) de estima são aquelas que levam a pessoa a realizar
seu próprio potencial.
(E) de autorrealização estão relacionadas com a maneira
pela qual a pessoa se enxerga e se autoavalia.

Resolução:

A questão aborda a teoria motivacional das necessidades humanas, repre-


sentadas na Pirâmide de Maslow.

Segundo Maslow, as necessidades humanas podem ser divididas em cinco,


onde as necessidades mais elementares são representadas na base. Na medida
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 5

em que as necessidades básicas são realizadas, outras necessidades tornam-


se norteadoras no comportamento humano. Quando uma necessidade da parte
inferior da pirâmide não está satisfeita, ela lidera no comportamento do homem.
As cinco necessidade, segundo Maslow, são:

1. Fisiológicas: são as necessidades mais elementares como fome, sono e


sede;

2. Segurança: é a necessidade que os homens tem de se sentir seguro, tanto a


segurança física, como a segurança no emprego;

3. Sociais: são as necessidades de amor, afeto, amizade e de pertencer a de-


terminado grupo social;

4. Estima: são as necessidades ligadas ao status como o respeito dos outros e


a autoestima;

5. Autorrealização: é quando o homem atingiu a sua plena realização pessoal;

Analisando cada uma das alternativas:

(A) CORRETA. Quando uma necessidade inferior na pirâmide não está satisfeita,
ela vira a necessidade principal para o homem. Como as necessidades fi-
siológicas são as mais baixas na pirâmide, quando ela está insatisfeita, ela
domina a direção do comportamento.

(B) INCORRETA. A necessidade social surge no comportamento quando as ne-


cessidades fisiológicas e de segurança forem satisfeitas.

(C) INCORRETA. A necessidade de segurança é a necessidade de abrigo, de um


emprego estável.

(D) INCORRETA. A necessidade que leva o indivíduo a realizar todo o seu poten-
cial é a necessidade de autorrealização.

(E) INCORRETA. A necessidade relacionada ao modo como o homem se enxerga


é a de estima.

, ,
Alternativa (A) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 6

Questão 4
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2014/2)
Trabalhos que são muito especializados tendem a gerar
insatisfação.
Uma técnica motivacional que atua sobre a duração do
trabalho e que procura torná-lo mais atraente é conhecida
como
(A) ampliação do trabalho
(B) enriquecimento do trabalho
(C) rotação do trabalho
(D) tempo flexível do trabalho
(E) turnover do trabalho

Resolução:

Em geral, quanto mais especializado o trabalho, menor é a satisfação dos


funcionários em trabalhar. Isto deve-se ao fato de que quanto mais especializado,
mais repetitivo é o trabalho. Quanto mais diversificado é o trabalho, mais ele é
atraente para os trabalhadores.

Analisando as alternativas:

(A) INCORRETA. A ampliação do trabalho também conhecida como alargamento


do trabalho, consiste em incluir tarefas diferentes, no mesmo nível de respon-
sabilidade, para os trabalhadores. Ela atua na quantidade de trabalho que
deve ser realizado, e não no seu tempo de duração.

(B) INCORRETA. O enriquecimento do trabalho consiste na inclusão de mais ta-


refas, de responsabilidade maior, para os trabalhadores. Aumentam a auto-
nomia e o poder de tomada de decisão dos funcionários. Também atua na
quantidade de trabalho que deve ser realizado, e não no seu tempo de dura-
ção.

(C) INCORRETA. A rotação do trabalho, também conhecido como job rotation,


consiste em treinar e alternar os trabalhadores nos diversos postos de traba-
lho. O objetivo do método é a redução da monotonia e o tédio no trabalho
causado principalmente pelo excesso de especialização. Atua na quantidade
de trabalho que deve ser realizado, e não no seu tempo de duração.

(D) CORRETA. Gerenciar a oferta de funcionários com a demanda por seus tra-
balhos é o objetivo dos sistemas de trabalho com tempo flexível. Estes sis-
temas podem definir um horário de trabalho para cada membro da equipe de
funcionários e permitir que outros horários sejam acumulados flexivelmente.
Torna o trabalho mais atraente para os funcionários atuando sobre a duração
do trabalho.
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 7

(E) INCORRETA. Turnover do trabalho, ou rotatividade, mede a taxa de substitui-


ção de trabalhadores antigos por novos. Não é uma técnica motivacional e
sim um indicador.

Portanto, a técnica motivacional que atua sobre a duração do trabalho e que


procura torná-lo mais atraente é o tempo flexível do trabalho.
, ,
Alternativa (D) r
z

Questão 5
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2014/2)
O Relatório Brundtland de 1987 propõe o conceito de de-
senvolvimento sustentável como sendo o(a)
(A) desenvolvimento que atende às necessidades do pre-
sente sem comprometer a habilidade das futuras ge-
rações de atender às suas próprias necessidades.
(B) desenvolvimento onde a prioridade são as relações
de trabalho justas, e sem prejudicar a camada de ozô-
nio e outros elementos ambientais no presente.
(C) desenvolvimento onde a biodiversidade deve ser pre-
servada a todo custo.
(D) forma pela qual a sociedade se organiza, consideran-
do, essencialmente, os meios de produção e as rela-
ções trabalhistas.
(E) forma de relacionamento entre o homem e o meio am-
biente, considerando a maximização do uso dos re-
cursos no presente.

Resolução:

O conceito de desenvolvimento sustentável foi originado no Relatório Brund-


tland, documento intitulado “ “Nosso Futuro Comum” de 1987. Este relatório é
baseado no princípio de que os homens devem usufruir dos recursos naturais de
acordo com a capacidade de renovação dos recursos com o intuito de evitar o
seu esgotamento. Para uma utilização sustentável dos recursos naturais, é essen-
cial que todos sejam consumidores responsáveis, comprometidos em minimizar o
desperdício para poupar os recursos em escala macro ambiental.

A definição de conceito sustentável mais amplamente conhecida é aquele


que satisfaz as necessidades das sociedades atuais sem sacrificar a habilidade
das sociedades futuras de satisfazer as suas necessidades. Portanto, a resposta
é a letra (A).

Candidato, em questões relacionadas a desenvolvimento sustentável, esse


é o conceito cobrado em praticamente todas as provas e é essencial o seu com-
pleto entendimento. , ,
Alternativa (A) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 8

Questão 6
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2014/1)
Empresas podem adotar diferentes abordagens com rela-
ção à sua gestão ambiental. Dependendo de como atuem
frente aos problemas ambientais decorrentes de suas ati-
vidades, essas abordagens podem-se dar de três formas:
controle de poluição, prevenção da poluição e estratégica.
No caso de a empresa adotar a abordagem estratégica,
sua atuação deverá apresentar, dentre outras, as seguin-
tes características:
(A) postura típica reativa; envolvimento esporádico da
alta administração; preocupação básica com a com-
petitividade
(B) postura típica reativa; envolvimento permanente e sis-
temático da alta administração; preocupação básica
com o uso eficiente dos insumos
(C) postura típica reativa e proativa; envolvimento periódi-
co da alta administração; preocupação básica com as
pressões da comunidade
(D) postura típica reativa e proativa; envolvimento perma-
nente e sistemático da alta administração; preocupa-
ção básica com a competitividade
(E) postura típica reativa e proativa; envolvimento periódi-
co da alta administração; preocupação básica com o
cumprimento da legislação

Resolução:

Existem três abordagens amplamente conhecidas que as empresas usam


para enfrentar os problemas ambientais causados pelas suas atividades: o con-
trole da poluição, a prevenção da poluição e a abordagem estratégica.

O controle da poluição consiste em realizar o tratamento da poluição após


ela ser gerada. É uma abordagem reativa e, em geral, busca a adequação da
poluição gerada a níveis legalmente aceitáveis. É a abordagem mais antiquada
para enfrentar os problemas ambientais.

A prevenção da poluição consiste em buscar evitar a geração da poluição.


Exemplos de abordagens para a prevenção da poluição são: redução de fontes
poluidoras, alteração do processo produtivo, uso eficiente dos recursos e substitui-
ção da energia utilizada por outras menos poluentes. É uma abordagem reativa e
proativa.

A abordagem estratégica ambiental busca a obtenção de vantagem com-


petitiva para a empresa no modo como ela trata seus problemas ambientais. Busca
o aumento da competitividade da empresa e uma melhor imagem corporativa
frente os seus clientes. A abordagem é proativa com envolvimento permanente
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 9

da mais alta diretoria da empresa.

Portanto, em uma abordagem estratégica, a empresa deve ter uma postura


reativa a problemas inesperados que ocorram e uma postura proativa para sempre
buscar a melhoria e o aumento da competitividade contando sempre com o apoio
permanente e sistemático da alta direção. Logo, a resposta é a letra (D).

, ,
Alternativa (D) r
z

Questão 7
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2014/2)
Em se tratando de estudos de ergonomia, transporte ma-
nual de cargas designa todo transporte no qual o peso da
carga é suportado
(A) por um grupo de trabalho manual, compreendendo o
levantamento e a deposição da carga.
(B) por um grupo de trabalho manual, excetuando-se o
levantamento e a deposição da carga.
(C) inteiramente por um só trabalhador, compreendendo o
levantamento e a deposição da carga.
(D) inteiramente por um só trabalhador, excetuando-se o
levantamento e a deposição da carga.
(E) parcialmente por um só trabalhador, compreendendo
o levantamento e a deposição da carga.

Resolução:

Essa questão é tirada da NR 17 - Ergonomia. É recorrente nos concursos


que possuem ergonomia no edital questões sobre a NR 17, por isso, é fundamental
a leitura completa e entendimento da norma.

Segundo a NR 17:

17.2.1.1. Transporte manual de cargas designa todo transporte no qual o peso da


carga é suportado inteiramente por um só trabalhador, compreendendo o levanta-
mento e a deposição da carga.

Portanto, a resposta é a letra (C).

, ,
Alternativa (C) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 10

Questão 8
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2014/1)
Uma determinada empresa possui como principal fonte
de fornecimento o produto do plantio de agricultores fami-
liares. Os gestores dessa empresa decidem criar um pro-
grama de investimentos de longo prazo, a fundo perdido,
visando à melhoria da qualidade da terra desses fornece-
dores. Os principais resultados esperados, a partir da apli-
cação desse programa, são: o aumento da produtividade
e da renda por parte dos agricultores e a redução do risco
e do custo no fornecimento.
Nesse caso, tal empresa demonstra desenvolver uma
ação relacionada à(ao)
(A) cidadania empresarial
(B) responsabilidade social empresarial
(C) filantropia empresarial
(D) voluntariado empresarial
(E) assistencialismo empresarial

Resolução:

Deve-se atentar pelos dados da questão, que a empresa não está fazendo
caridade com a população. Ela está investindo para que as terras dos agricultores
se tornem mais produtivas e com isso a empresa possa comprar o produto a um
menor custo e a um menor risco. Portanto, a empresa tanto está ajudando a
população, como está se ajudando. Por isso, temos um caso de responsabilidade
social empresarial.

Responsabilidade Social Empresarial são ações das empresas que be-


neficiam a sociedade. São causas sociais relevantes para as comunidades, con-
tribuindo com a política social. É uma forma de gestão que pretende diminuir os
impactos negativos no meio ambiente e comunidades, preservando recursos am-
bientais e culturais, respeitando a diversidade e reduzindo a desigualdade social.

Analisando as alternativas:

(A) INCORRETA. A Cidadania Empresarial é a forma de gestão que se define


pela relação ética e transparente da empresa com todos os públicos com os
quais se relaciona.

(B) CORRETA. A empresa está sendo socialmente responsável, ajudando a so-


ciedade e ainda obterá retorno com a melhoria das condições da população.

(C) INCORRETA. A filantropia empresarial está relacionada a e assistencialismo


e possui uma conotação negativa pois não trazem transformações sociais e
econômicas efetivas para o desenvolvimento das comunidades.
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 11

(D) INCORRETA. O voluntariado empresarial é a prática de apoiar e incentivar o


envolvimento dos funcionários em atividades voluntarias na comunidade.

(E) INCORRETA. No assistencialismo empresarial temos uma atitude menos


transformadora da situação atual, onde a assistência é apenas temporária.

, ,
Alternativa (B) r
z

Questão 9
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2014/1)
Em relação aos equipamentos dos postos de trabalho, o
gestor deve assessorar os agentes da administração de
modo que
(A) todos os equipamentos que compõem um posto de
trabalho estejam adequados somente às característi-
cas físicas dos trabalhadores e à natureza do trabalho
a ser executado.
(B) os equipamentos utilizados no processamento eletrô-
nico de dados com terminais de vídeo observem que
apenas o monitor de vídeo seja posicionado, tendo-se
controle da distância tela-olho.
(C) nas atividades que envolvam leitura de documentos
para digitação, datilografia ou mecanografia, haja ilu-
minação mínima de 60 lux, conforme os preceitos da
NR 17.
(D) nas atividades que envolvam leitura de documentos
para digitação, datilografia ou mecanografia sejam uti-
lizados documentos de fácil legibilidade, sempre que
possível, sem restrição ao tipo de papel usado.
(E) nos equipamentos utilizados no processamento ele-
trônico de dados com terminais de vídeo, o teclado
seja independente e tenha mobilidade.

Resolução:

A questão aborda amplamente conceitos de ergonomia, principalmente os


ligados a NR 17. É recorrente nos concursos que possuem ergonomia no edital
questões sobre a NR 17, por isso, é fundamental a leitura completa e entendimento
da norma.

Analisando as alternativas:

(A) INCORRETA. Segundo a norma: 7.4.1. Todos os equipamentos que com-


põem um posto de trabalho devem estar adequados às características psi-
cofisiológicas dos trabalhadores e à natureza do trabalho a ser executado.
Portanto, os equipamentos não devem estar adequados apenas às caracte-
rísticas físicas dos trabalhadores e à natureza do trabalho a ser executado.
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 12

(B) INCORRETA. Segundo a norma: 17.4.4.c a tela, o teclado e o suporte para


documentos devem ser colocados de maneira que as distancias olho-tela,
olho-teclado e olho-documento sejam aproximadamente iguais. Portanto, não
é apenas o monitor, e sim o monitor, o teclado e o documento.

(C) INCORRETA. A NR 17 não discorre sobre iluminação mínima para atividades.

(D) INCORRETA. Segundo a norma: 17.4.2.b deve ser utilizado documento de


fácil legibilidade sempre que possível, sendo vedada a utilização do papel
brilhante, ou de qualquer outro tipo que provoque ofuscamento. Portanto,
existe restrição ao tipo de papel utilizado.

(E) CORRETA. Segundo a norma: 17.4.3.b o teclado deve ser independente e


ter mobilidade, permitindo ao trabalhador ajustá-lo de acordo com as tarefas
a serem executadas.

, ,
Alternativa (E) r
z

Questão 10
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2014/1)
O estudo ergonômico visa a estabelecer parâmetros que
permitam a adaptação das condições de trabalho às ca-
racterísticas psicofisiológicas dos trabalhadores, de modo
a proporcionar um máximo de conforto. Dentre as ativida-
des de interesse da ergonomia, destacam-se o levanta-
mento, o transporte e a descarga individual de materiais.
Nesse contexto, entende-se por trabalhador jovem, aque-
le cuja idade se situa entre
(A) 21 anos e 25 anos
(B) 18 anos e 21 anos
(C) 16 anos e 18 anos
(D) 14 anos e 21 anos
(E) 14 anos e 18 anos

Resolução:

Essa questão é tirada da NR 17 - Ergonomia. É recorrente nos concursos


que possuem ergonomia no edital questões sobre a NR 17, por isso, é fundamental
a leitura completa e entendimento da norma.

Segundo a NR 17:

17.2.1.3. Trabalhador jovem designa todo trabalhador com idade inferior a dezoito
anos e maior de quatorze anos.

, ,
Alternativa (E) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 13

Questão 11
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2014/1)
Segundo normas internacionais, o processo de gestão de
riscos consagrado na literatura é composto de 4 etapas
fundamentais, que são:
(A) identificação, análise, avaliação e tratamento
(B) identificação, avaliação, priorização e mitigação
(C) identificação, estudo, simulação e mitigação
(D) reconhecimento, estudo, avaliação e mitigação
(E) reconhecimento, análise, simulação e tratamento

Resolução:

A questão trata sobre gestão de riscos na ótica da ISO 31000. Segundo a


norma, o processo de avaliação de riscos é dividido em quatro etapas: identifica-
ção, análise, avaliação e tratamento.

A fase de identificação é onde um conjunto de riscos devem ser identifica-


dos. O objetivo é gerar uma lista abrangente de riscos que possam criar, aumentar,
evitar, reduzir, acelerar ou atrasar a realização dos objetivos.

A fase de análise fornece uma compreensão sobre os riscos. Envolve a


apreciação das causas e das fontes de risco, suas consequências positivas e ne-
gativas, e a probabilidade de que essas consequências possam ocorrer. A análise
de riscos pode ser realizada com diversos graus de detalhe, dependendo do risco,
da finalidade da análise e das informações, dados e recursos disponíveis.

A fase de avaliação envolve comparar o nível de risco encontrado durante


o processo de análise com os critérios de risco estabelecidos quando o contexto
foi considerado. Com base nesta comparação, a necessidade de tratamento pode
ser considerada.

A fase de tratamento envolve a seleção de uma ou mais opções para mo-


dificar os riscos e a implementação dessas opções. Uma vez implementado, o
tratamento fornece novos controles ou modifica os existentes. É nessa fase onde
são implementados os planos de ação para tratamento dos riscos.

Logo, a resposta é a letra (A).

, ,
Alternativa (A) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 14

Questão 12
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2014/1)
Desenvolvimento sustentável é uma necessidade real das
empresas. Existem várias nuances nas definições formais
de desenvolvimento sustentável, dentre as quais destaca-
se o conceito original apresentado no relatório Brundtland,
que define desenvolvimento sustentável como aquele
(A) que satisfaz as necessidades globais sem sacrificar a
habilidade do indivíduo de satisfazer as suas necessi-
dades.
(B) que satisfaz as necessidades das sociedades atuais
sem sacrificar a habilidade das sociedades futuras de
satisfazer as suas necessidades.
(C) que utiliza somente os recursos ambientais renová-
veis, não sacrificando a habilidade do futuro de satis-
fazer as suas necessidades.
(D) que ocorre sem o uso de recursos naturais, de forma
a preservá-los para as gerações futuras.
(E) onde as atividades da geração presente ocorrem de
tal forma que o meio ambiente é preservado intocado
para as gerações futuras.

Resolução:

O conceito de desenvolvimento sustentável foi originado no Relatório Brund-


tland, documento intitulado “Nosso Futuro Comum” de 1987. Este relatório é ba-
seado no princípio de que os homens devem usufruir dos recursos naturais de
acordo com a capacidade de renovação dos recursos com o intuito de evitar o
seu esgotamento. Para uma utilização sustentável dos recursos naturais, é essen-
cial que todos sejam consumidores responsáveis, comprometidos em minimizar o
desperdício para poupar os recursos em escala macro ambiental.

A definição de conceito sustentável mais amplamente conhecida é aquele


que satisfaz as necessidades das sociedades atuais sem sacrificar a habilidade
das sociedades futuras de satisfazer as suas necessidades. Portanto, a resposta
é a letra (B).

Candidato, em questões relacionadas a desenvolvimento sustentável, esse


é o conceito cobrado em praticamente todas as provas e é essencial o seu com-
pleto entendimento.

, ,
Alternativa (B) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 15

Questão 13
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2014/1)
Dentre as atribuições dos gestores está a administração e
controle dos espaços e das instalações sob suas respon-
sabilidades.
Nesse sentido, é importante considerar determinadas re-
gras e normas de segurança, EXCETO a seguinte:
(A) Os inventários das máquinas e equipamentos devem
ser mantidos, necessariamente, atualizados, com
identificação por tipo, capacidade, sistemas de segu-
rança e localização em planta baixa.
(B) As ferramentas e materiais utilizados nas intervenções em máquinas e
equipamentos devem ser adequadas às operações realizadas.
(C) As ferramentas manuais podem ser portadas em bol-
sos e sacolas ou em quaisquer locais adequados a
essa finalidade.
(D) As operações de engate devem ser realizadas em lo-
cais apropriados e com o equipamento tracionado e
imobilizado de forma segura com calço ou similar.
(E) Todas as documentações previstas em normas, in-
clusive os inventários, devem ficar disponíveis para o
SESMT, CIPA/CIPAMIN, sindicatos e fiscalizações.

Resolução:

A questão aborda a NR 12 - Segurança do Trabalho em Maquinas e Equipa-


mentos. Segundo a norma: a NR 12 e seus anexos definem referências técnicas,
princípios fundamentais e medidas de proteção para garantir a saúde e a inte-
gridade física dos trabalhadores. Também estabelece requisitos mínimos para a
prevenção de acidentes e doenças do trabalho nas fases de projeto e de utilização
de máquinas e equipamentos de todos os tipos, e ainda à sua fabricação, importa-
ção, comercialização, exposição e cessão a qualquer título, em todas as atividades
econômicas.

Analisando as alternativas:

(A) CORRETA. Segundo o artigo 12.153: O empregador deve manter inventário


atualizado das máquinas e equipamentos com identificação por tipo, capaci-
dade, sistemas de segurança e localização em planta baixa, elaborado por
profissional qualificado ou legalmente habilitado.

(B) CORRETA. Segundo o artigo 12.148: As ferramentas e materiais utilizados


nas intervenções em máquinas e equipamentos devem ser adequados às
operações realizadas.

(C) INCORRETA. Segundo o artigo 12.150: É proibido o porte de ferramentas


manuais em bolsos ou locais não apropriados a essa finalidade.
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 16

(D) CORRETA. Segundo o artigo 12.151.3: A operação de engate deve ser feita
em local apropriado e com o equipamento tracionado imobilizado de forma
segura com calço ou similar.

(E) CORRETA. Segundo o artigo 12.154: Toda a documentação referida nesta


norma, inclusive o inventário previsto no item 12.153, deve ficar disponível
para o SESMT, CIPA ou Comissão Interna de Prevenção de Acidentes na
Mineração - CIPAMIN, sindicatos representantes da categoria profissional e
fiscalização do Ministério do Trabalho e Emprego.

, ,
Alternativa (C) r
z

Questão 14
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2014/1)
Cada uma das diferentes abordagens do projeto do traba-
lho implica, para o tomador de decisão, um trade-off entre
controle gerencial e comprometimento dos trabalhadores.
A abordagem que possui mais ênfase no controle geren-
cial é conhecida como
(A) abordagem comportamental
(B) intraempreendedorismo
(C) divisão de trabalho
(D) empowerment
(E) ergonomia

Resolução:

O projeto de trabalho engloba as atividades que influenciam o relaciona-


mento entre pessoas, a tecnologia que elas usam e os métodos de trabalho em-
pregados. Define a forma como as pessoas agem em relação ao trabalho, as
expectativas do que é requerido delas e influencia suas percepções de como con-
tribuem para a organização. Define também suas atividades em relação aos seus
colegas de trabalho e canaliza os fluxos de comunicação entre diferentes partes
da operação.

As abordagens do projeto de trabalho devem ser balanceadas em relação


ao nível de controle gerencial para que possa ocorrer maior comprometimento dos
trabalhadores. Quanto maior o controle gerencial, menor é o comprometimento.

Analisando as alternativas:

(A) INCORRETA. As abordagens comportamentais concentram-se no compro-


metimento do pessoal com seu trabalho, colocando o engajamento e a moti-
vação como tema central do projeto do trabalho.
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 17

(B) INCORRETA. O intraempreendedorismo é uma modalidade do empreende-


dorismo que é praticada por funcionários de uma empresa, seja ela grande
ou pequena. O intraempreendedorismo não possui nenhuma ligação com o
controle gerencial.

(C) CORRETA. A divisão do trabalho é totalmente preocupada em controlar o


trabalho feito pelos funcionários para que eles o executem da maneira mais
rápida possível, sendo mais eficiente, e gerando mais lucros para a empresa.

(D) INCORRETA. Empowerment significa dar ao pessoal a autoridade para fazer


mudanças no trabalho em si, assim como na forma como ele é desempe-
nhado. Portanto, menor controle gerencial.

(E) INCORRETA. A ergonomia preocupa-se primariamente com os aspectos fisi-


ológicos do projeto do trabalho, isto é, com o corpo humano e como ele se
ajusta ao ambiente. A ergonomia busca melhorar o local de trabalho para o
trabalhador. O foco da ergonomia não é o controle gerencial.

, ,
Alternativa (C) r
z

Questão 15
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2012/1)

Um ponto fraco do processo de avaliação de desempenho


é a(o)
(A) avaliação crítica do desempenho passado.
(B) noção da avaliação como forma de melhor produtivi-
dade.
(C) percepção de recompensa ou de punição por desem-
penho passado.
(D) conhecimento entre as pessoas, que gere aconselha-
mentos.
(E) julgamento de desempenho para fundamentar ações
da empresa.

Resolução:

A avaliação de desempenho, segundo Chiavenato (2010), é uma aprecia-


ção sistemática do desempenho de cada pessoa. É um processo que serve para
julgar ou estimar o valor, a excelência e as competências de uma pessoa e, sobre-
tudo, qual é a sua contribuição para o negócio da organização. Ela constitui um
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 18

poderoso meio de resolver problemas de desempenho e melhorar a qualidade do


trabalho e a qualidade de vida dentro das organizações. Ela fundamenta decisões
gerenciais relacionadas a:

• Recompensas: proporciona um julgamento sistemático para fundamentar sa-


lários, promoções, transferências e, até mesmo, demissões;

• Retroação (feedback ): permite apoiar o funcionário com um feedback sobre


seu trabalho e orientá-lo sobre como melhorar seu desempenho.

Ela também auxilia o colaborador em questões de:

• Desempenho: permite que saiba quais são seus pontos fortes e frágeis;

• Relacionamento: permite que o colaborador melhore seu relacionamento com


as pessoas ao seu redor.

e auxilia ainda na definição de programas de treinamento e desenvolvimento


(T&D), planejamento de carreiras etc.

São pontos fracos da avaliação de desempenho:

• Quando a avaliação é percebida como uma situação de recompensa ou puni-


ção (alternativa C);

• Quando a ênfase repousa sobre o preenchimento de formulários;

• Quando as pessoas avaliadas percebem o processo como injusto ou tenden-


cioso;

• Quando os comentários desfavoráveis do avaliador conduzem a uma reação


negativa e de não aceitação por parte do avaliado;

• Quando a avaliação está centrada em aspectos que não agregam valor a


ninguém.

Fonte: CHIAVENATO, I. Gestão de Pessoas. 3a Ed.. Rio de Janeiro: Elsevier,


2010.

, ,
Alternativa (C) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 19

Questão 16
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2012/1)

A avaliação de desempenho deve proporcionar benefícios


não só para as pessoas, como também para as organi-
zações.
Entre as funções listadas a seguir, aquela que NÃO se
aplica à avaliação de desempenho é
(A) destacar fatos recentes da performance do indivíduo.
(B) cobrir o alcance de metas.
(C) enfatizar o indivíduo no cargo.
(D) utilizá-la para a melhoria da produtividade.
(E) atingir os objetivos organizacionais.

Resolução:

A avaliação de desempenho deve proporcionar benefícios para a organiza-


ção e para as pessoas. Vamos analisar as alternativas:

(A) INCORRETA. A avaliação não pode ser percebida como uma situação de re-
compensa ou punição.

(B) CORRETA. A avaliação não deve cobrir apenas o desempenho dentro do


cargo, mas também o alcance de metas e objetivos;

(C) CORRETA. A avaliação deve estar focalizada sobre o indivíduo no cargo e não
na impressão a respeito dos hábitos pessoais observados no sujeito;

(D) CORRETA. A avaliação deve servir como aporte para que o funcionário me-
lhore seu desempenho, sua produtividade;

(E) CORRETA. A avaliação deve ser aceita por ambas as partes, o avaliado e o
avaliador. Ambos devem estar de acordo em relação aos seus benefícios.

, ,
Alternativa (A) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 20

Questão 17
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2012/1)

A SA 8000 é uma norma internacional de avaliação de


Responsabilidade Social.
Dentre os seus nove requisitos básicos, incluem-se
(A) inventário de carbono e remuneração salarial acima
da média setorial
(B) plano de saúde para os empregados e carga horária
máxima de 30 horas semanais
(C) canal de comunicação e hierarquia
(D) sistemas de gestão e eliminação do trabalho infantil
(E) impactos ambientais e filantropia

Resolução:

A SA8000 (Social Accountability 8000) é a primeira certificação internacional


da responsabilidade social. Com base em normas internacionais sobre direitos
humanos e no cumprimento da legislação local referente, a SA8000 busca garantir
direitos básicos dos trabalhadores envolvidos em processos produtivos.

A norma é basicamente composta por nove requisitos:

1. Trabalho infantil: não utilizar ou apoiar o trabalho infantil em seus negócios;

2. Trabalho forçado: não utilizar ou apoiar qualquer tipo de trabalho forçado ou


compulsório, ou qualquer condição que assim o caracterize;

3. Saúde e segurança: adotar medidas adequadas para prevenir acidentes e


danos à saúde, de forma a proporcionar um ambiente seguro e saudável.

4. Liberdade de associação e negociação coletiva: respeitar o direito de todos


os colaboradores com relação à formação e associação a sindicatos de traba-
lhadores de sua escolha e de negociar coletivamente;

5. Discriminação: não se envolver ou apoiar a discriminação em suas atividades


e naquelas relacionadas ao seu negócio;

6. Práticas disciplinares: não se envolver ou apoiar a utilização de punição cor-


poral, mental ou coerção física e abuso verbal;

7. Horário de trabalho: cumprir com os requisitos das leis nacionais aplicá-


veis e a SA8000. Não deve ultrapassar 48horas/semana, além de 12horas-
extra/semana;

8. Remuneração: satisfazer aos padrões mínimos e ser suficiente para atender


às necessidades básicas e de lazer dos colaboradores,
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 21

9. Sistemas de gestão: deve garantir o efetivo cumprimento de todos os requisi-


tos contidos nesta norma.

Fonte: Cartilha SA 8000. Empresa Franik.


Disponível em: http://www.franik.com.br/pdf/CartilhaSA8000.pdf

A alternativa correta é a (D) que contém os itens 1 e 9.

, ,
Alternativa (D) r
z

Questão 18
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2012/1)

Na última década, grandes avanços foram feitos na área


de gestão, principalmente em relação ao meio ambiente.
Entre os avanços, está a adoção de estratégias P+L por
parte de algumas empresas.
O significado do termo P+L é
(A) pesquisa e legislação
(B) proteção e limpeza
(C) poluição mais leve
(D) produção mais limpa
(E) população mais longe

Resolução:

Produção Mais Limpa (ou P+L) é um conceito que significa a aplicação con-
tínua de uma estratégia econômica, ambiental e tecnológica integrada aos proces-
sos produtivos e produtos. A intenção é aumentar a eficiência no uso de matérias-
primas, água e energia por meio da diminuição ou eliminação do uso de resíduos,
ou ainda com reciclagem. A iniciativa traz benefícios ambientais e econômicos
para os processos produtivos, pois trabalha com tecnologias limpas.

Fonte:
http://www.facadiferente.sebrae.com.br/2009/06/15/producao-mais-limpa/

, ,
Alternativa (D) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 22

Questão 19
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2012/1)

Programas de bem-estar são normalmente adotados


nas empresas para a prevenção de problemas de saúde
entre seus funcionários. Programas de Qualidade de Vida
no Trabalho (QVT) preocupam-se com esse processo
para que os funcionários possam cumprir suas tarefas a
contento.
Um dos modelos conhecidos é o da Walton, que listou
como um dos fatores de QVT a “utilização e desenvolvi-
mento de capacidades” do trabalhador.
Tal fator compreende a(o)
(A) autonomia
(B) imagem da empresa
(C) jornada de trabalho
(D) igualdade de oportunidades
(E) crescimento profissional

Resolução:

O Modelo de QVT de Walton se basea em 8 condições:

1. Compensação justa e adequada: corresponde à adequação e honestidade na


remuneração recebida.

2. Condições de trabalho: horários razoáveis com um período normal de trabalho


padronizado. Condições físicas que reduzam ao mínimo o risco de doenças e
danos. Critérios para idade, estrutura física e maternidade.

3. Uso e desenvolvimento de capacidades pessoais: refere-se às oportunidades


que o trabalhador tem de aplicar seu saber e suas aptidões, desenvolver sua
autonomia, obter informações sobre o processo total de trabalho e de feed-
back sobre o seu desempenho.

4. Oportunidade de crescimento e segurança: o quanto se cresce como pessoa


no exercício de determinada função. Refere-se à evolução e segurança no
desenvolvimento pessoal-profissional.

5. Integração social na organização: ausência de preconceitos de raça, sexo,


religião, nacionalidade, estilo de vida e aparência física. Ausência de estratifi-
cação e mobilidade, garantindo senso de comunidade nas organizações.

6. Cidadania (constitucionalismo): atendimento pela empresa e pelos funcioná-


rios dos direitos e deveres legais e cidadãos, incluindo desde privacidade, di-
reito de posicionamento pessoal, por meio de diálogo livre e tratamento justo
de todos os assuntos.
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 23

7. Trabalho e espaço total de vida: os efeitos positivos sobre as outras esferas


da vida de cada pessoa, tais como suas relações familiares, de lazer, de in-
teresses específicos comunitários ou religiosos. Reflete-se no equilíbrio entre
os esquemas de trabalho, expectativa de carreira, progresso e promoção.

8. Relevância social do trabalho: refere-se à responsabilidade social da orga-


nização junto à comunidade. São as ações referentes à preservação do
meio ambiente, oportunidade de emprego, atendimento das necessidades so-
ciais de saúde, transporte, comunicação, educação, higiene. Estas ações
desdobram-se na imagem da empresa na comunidade.

Fonte: Rechziegel, W. e Vanalle, R. M. Qualidade de vida no trabalho e a Gestão


da Qualidade Total. Anais do ENEGEP 1998.
Disponível em: http://www.abepro.org.br/biblioteca/ENEGEP1998_ART348.pdf

O enunciado se refere ao fator 3 (uso e desenvolvimento de capacidades


pessoais). Vamos analisar as alternativas:

(A) CORRETA. Esse fator que permite o trabalhador desenvolver sua autonomia.

(B) INCORRETA. Não é citado em nenhuma condição;

(C) INCORRETA. Condição 2 (condições de trabalho);

(D) INCORRETA. Condição 5 (integração social na organização);

(E) INCORRETA. Condição 4 (oportunidade de crescimento e segurança).

, ,
Alternativa (A) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 24

Questão 20
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2012/1)

Em Ergonomia, há sempre a preocupação com a perda de audição causada pela exposição ao ruído.
Em relação aos problemas causados pela exposição ao ruído, constata-se que a(o)
(A) perda auditiva é menor nas frequências da faixa entre 2.400 e 4.800 Hz.
(B) exposição contínua e demorada a níveis de ruído superiores a 90 dB tem forte relação com a perda de sensibilidade
auditiva.
(C) perda pode ser definitiva, havendo evidências de que, com a redução da exposição, há cada vez menor possibilidade
de recuperação.
(D) montante de perda auditiva está ligado ao nível de ruído a que o indivíduo se expõe, sendo que, quanto menor a
intensidade, maior a perda auditiva.
(E) tempo de exposição ao ruído está inversamente associado à perda de audição para altos níveis de ruído.

Resolução:

A Poluição Sonora hoje é tratada como uma contaminação atmosférica atra-


vés da energia (mecânica ou acústica). Tem reflexos em todo o organismo e não
apenas no aparelho auditivo. Ruídos intensos e permanentes podem causar vários
distúrbios, alterando significativamente o humor e a capacidade de concentração
nas ações humanas. Provoca interferências no metabolismo de todo o organismo
com riscos de distúrbios cardiovasculares, inclusive tornando a perda auditiva.
Quando induzida pelo ruído esta perda é irreversível.

As Normas Regulamentadoras (NR) brasileiras indicam como prejudicial o


ruído de 85 dB (decibéis) para uma exposição máxima de 8 horas por dia de traba-
lho. Sabe-se que sons acima dos 65 dB podem contribuir para aumentar os casos
de insônia, estresse, comportamento agressivo e irritabilidade, entre outros. Ní-
veis superiores a 75 dB podem gerar problemas de surdez e provocar hipertensão
arterial.

, ,
Alternativa (B) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 25

Questão 21
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2012/1)

Atualmente, o mundo globalizado gera maior competitividade por parte das empresas, e a maneira como os funcionários
produzem influencia no posicionamento dessas empresas no mercado. Nesse aspecto, a ergonomia cumpre um papel
primordial no que diz respeito à produtividade do trabalhador.
Em relação a esse ramo, considere as afirmativas abaixo.

I - A antropometria é um dos objetos de estudo da ergonomia física.


II - A ergonomia organizacional é a responsável por promover melhores condições de trabalho aos funcionários.
III - A ergonomia cognitiva desenvolve novas habilidades e novos processos mentais nos trabalhadores de uma empresa.

É correto o que se afirma em


(A) I, apenas. (B) III, apenas. (C) I e III, apenas. (D) II e III, apenas. (E) I, II e III.

Resolução:

Vamos analisar as afirmativas:

I - VERDADEIRA. A Ergonomia física está relacionada com às características da


anatomia humana, antropometria, fisiologia e biomecânica em sua relação a
atividade física. Os tópicos relevantes incluem, por exemplo o estudo da pos-
tura no trabalho, manuseio de materiais, movimentos repetitivos, distúrbios
músculo-esqueletais relacionados ao trabalho, projeto de posto de trabalho,
segurança e saúde.

II - FALSA. A Ergonomia organizacional concerne à otimização dos sistemas so-


ciotécnicos, incluindo suas estruturas organizacionais, políticas e de proces-
sos. Os tópicos relevantes incluem dentre outros a comunicação, cultura or-
ganizacional, projeto de trabalho, trabalho em grupo, projeto participativo e
trabalho cooperativo.

III - VERDADEIRA. A Ergonomia cognitiva refere-se aos processos mentais, tais


como percepção, memória, raciocínio e resposta motora conforme afetem as
interações entre seres humanos e outros elementos de um sistema. Os tópi-
cos relevantes incluem por exemplo o estudo da carga mental de trabalho, to-
mada de decisão, desempenho especializado, interação homem computador,
stress e treinamento conforme esses se relacionem a projetos envolvendo
seres humanos e sistemas.

, ,
Alternativa (C) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 26

Questão 22
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2012/1)

O Mercado de Carbono ganhou relevância no cenário mundial durante a última década. Esse mercado tem influenciado
nas decisões de investimentos, já que busca alternativas ambientalmente sustentáveis. Alguns projetos podem ser
desenvolvidos no Brasil e ser potencialmente convertidos em ativos ambientais.
Nos projetos de REDD, que são um dos maiores potenciais do Brasil, ocorre a redução de emissão dos gases de efeito
estufa, pois há
(A) produção de biocombustíveis, o que permite a substituição do consumo de derivados de petróleo.
(B) captura e destruição do metano em aterros sanitários.
(C) redução do desmatamento em áreas de pressão.
(D) geração de energia por fontes como a solar e a eólica.
(E) aumento da eficiência no setor de transporte e logística.

Resolução:

O REDD (Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação Evita-


dos) é um mecanismo criado pela ONU que contabiliza as reduções de emissões
de gases de efeito estufa também no caso do desmatamento que venha a ser evi-
tado. Por meio do mecanismo, países podem receber compensações pela redução
do desmate, de acordo com a Convenção da ONU para as Mudanças Climáticas
(UNFCC). O Brasil detém a maior floresta tropical do mundo e pode ser um dos
beneficiados pelo mecanismo.

Criado em 2005, o REDD foi idealizado para remunerar quem promover re-
dução da emissão de gases de efeito estufa, causadores do aquecimento global.
Mais tarde, o mecanismo foi ampliado (rebatizado para REDD+) à proteção das flo-
restas capazes de absorver esses gases, agregando valor de mercado à preserva-
ção ambiental de forma a evitar os desmatamentos. Por meio desse instrumento,
países ricos podem transferir recursos para países mais pobres, que precisam de
apoio na preservação ambiental.

A alternativa (C) é a correta pois é única que menciona a redução do des-


matamento.

, ,
Alternativa (C) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 27

Questão 23
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2012/1)

“A partir do planejamento segue-se a organização da ação empresarial” (Chiavenato, 2007).


O termo organização, no que tange a uma unidade ou entidade social, compreende a organização formal, que, por sua
vez,
(A) emerge espontânea e naturalmente entre os ocupantes de uma posição.
(B) nasce a partir de relacionamentos entre os ocupantes dos cargos na empresa.
(C) se baseia na divisão do trabalho racional, na diferenciação e na integração dos participantes.
(D) se forma com base nas relações de grupos de amizade e de grupos informais.
(E) se constitui de interações e de relacionamentos sociais entre as pessoas.

Resolução:

Segundo Chiavenato, as organizações são unidades sociais (ou agrupa-


mentos humanos) intencionalmente construídas a fim de atingir objetivos espe-
cíficos. Uma organização nunca constitui uma unidade pronta e acabada, mas um
organismo social vivo e sujeito a mudanças.

A organização formal tem um caráter essencialmente lógico e extremamente


racional. Entretanto, as relações informais entre os membros da organização as-
sumem uma importância fundamental, pois elas influem no ambiente de trabalho.
Este, por sua vez, constitui uma das mais importantes condicionantes da motiva-
ção e dos níveis de produtividade dos trabalhadores.

A própria organização formal tem uma forte influência quer quantitativa, quer
qualitativa sobre a organização informal, daí que a estrutura organizacional assim
como as regras políticas e procedimentos devam ser definidos por uma forma de
facilitar e incentivar as relações informais e assim proporcionarem um melhor am-
biente de trabalho e uma maior motivação dos trabalhadores.

Fonte: CHIAVENATO, I. Introdução à teoria da Administração: uma visão abran-


gente da moderna administração das organizações. 7a Ed. Rio de janeior; Elsivier,
2003.

Vamos analisar as afirmações sobre a organização formal:

(A) INCORRETA. A organização formal é intencionalmente criada para algum fim


e não surge como algo espontâneo.

(B) INCORRETA. Pela mesma razão acima.

(C) CORRETA. Pois possui um caráter essencialmente lógico e racional.

(D) INCORRETA. Os grupos informais são importantes mas a formação da orga-


nização formal se dá para atingir objetivos específicos.
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 28

(E) INCORRETA. Os relacionamentos sociais constituem a organização informal.

, ,
Alternativa (C) r
z

Questão 24
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2011/1)

A organização que busca minimizar os efeitos nocivos


de atuação das empresas sobre o meio ambiente e de-
senvolver padrões de sustentabilidade ambiental está de
acordo com os padrões da
(A) ISO 9000
(B) ISO 14000
(C) ISO 26000
(D) ISO 31000
(E) ISO 50001

Resolução:

Vamos analisar as opções:

(A) INCORRETA. ISO 9000 é um conjunto de normas desenvolvidas pela ISO que
estabelecem um modelo de gestão da qualidade para organizações em geral.

(B) CORRETA. ISO 14000 é um conjunto de normas que estabelecem diretrizes


sobre a área de gestão ambiental dentro de empresas. O objetivo é a padroni-
zação dos processos de empresas que utilizem recursos tirados da natureza
e/ou causem algum dano ambiental decorrente de suas atividades.

(C) INCORRETA. ISO 26000 é uma norma relativa à responsabilidade social das
organizações.

(D) INCORRETA. ISO 31000 é um conjunto de normas de gestão de riscos.

(E) INCORRETA. ISO 50001 é uma norma que visa a melhora da eficiência ener-
gética das organizações.

, ,
Alternativa (B) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 29

Questão 25
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2011/1)

O conjunto completo de preocupações inerentes ao de-


senvolvimento sustentável abrange, de forma mais am-
pla, os aspectos
(A) econômicos e ambientais
(B) ambientais e sociais
(C) sociais e políticos
(D) econômicos, ambientais e políticos
(E) econômicos, ambientais, políticos, sociais e culturais

Resolução:

A definição mais usada para o desenvolvimento sustentável é:

O desenvolvimento que procura satisfazer as necessidades da geração atu-


al, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazerem as suas
próprias necessidades, significa possibilitar que as pessoas, agora e no futuro,
atinjam um nível satisfatório de desenvolvimento social e econômico e de realiza-
ção humana e cultural, fazendo, ao mesmo tempo, um uso razoável dos recursos
da terra e preservando as espécies e os habitats naturais.

A alternativa (E) é a mais abrangente e logo é a correta.

Fonte: Relatório Brundtland, 1987.


Disponível em: http://www.cm-amadora.pt/PageGen.aspx?WMCM_PaginaId=42786

, ,
Alternativa (E) r
z

Questão 26
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2011/1)

Para ambientes de trabalho em que exista solicitação inte-


lectual e atenção constantes e que não estejam relaciona-
dos na NBR 10152:1987, é recomendável que o nível de
ruído aceitável, em dB(A), para efeito de conforto, seja de
até
(A) 45
(B) 55
(C) 65
(D) 75
(E) 85

Resolução:

As Normas Regulamentadoras (NR) brasileiras indicam como prejudicial o


ruído de 85 dB (decibéis) para uma exposição máxima de 8 horas por dia de traba-
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 30

lho. Sons acima dos 65 dB podem contribuir para aumentar os casos de insônia,
estresse, comportamento agressivo e irritabilidade, entre outros. Níveis superiores
a 75 dB podem gerar problemas de surdez e provocar hipertensão arterial.

, ,
Alternativa (C) r
z

Questão 27
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2011/1)

O uso adequado da iluminação zenital em áreas de traba-


lho é conveniente porque
(A) propicia menor nível de iluminância sobre o plano de
trabalho.
(B) permite que ocorra ofuscamento no ambiente de tra-
balho.
(C) distribui a luz natural uniformemente no espaço laboral.
(D) define bem as zonas de sombra ao ser combinada
com a luz artificial.
(E) aumenta a difusão da luz, quando combinada ao uso
de piso rugoso em cor escura.

Resolução:

A iluminação zenital é um recurso (abertura) que deixa a luz natural penetrar


no ambiente através de aberturas situadas na cobertura de uma edificação, por
meio de clarabóias, domos ou cúpulas que podem ser de vidro, plástico ou de
acrílico. É o saída perfeita para ambientes que não tenham janelas ou que pelo
projeto (desenho) sejam locais parcialmente ou totalmente fechado (sem janelas).
É uma das formas de iluminar naturalmente e obter uma boa distribuição da luz no
ambiente.

Vamos analisar as alternativas:

(A) INCORRETA. É o contrário.

(B) INCORRETA. Aumentar a iluminação não ofusca o ambiente.

(C) CORRETA.

(D) INCORRETA. Deseja-se não ter zonas de sombra.

(E) INCORRETA. A cor do piso não influi.

, ,
Alternativa (C) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 31

Questão 28
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2010/2)

Seguindo o esforço global de promover a saúde do tra-


balhador, o Ministério do Trabalho e Emprego brasileiro
o
editou, em 1978, a Norma Regulamentadora n 17. Essa
norma “visa a estabelecer parâmetros que permitam a
adaptação das condições de trabalho às características
psicofisiológicas dos trabalhadores, de modo a proporcio-
nar um máximo de conforto, segurança e desempenho
eficiente”.
Em locais de trabalho onde se executam atividades que
exijam solicitação intelectual e atenção constantes (salas
de controle, laboratórios, escritórios, salas de desenvolvi-
mento ou análise de projetos), analise os requisitos enu-
merados abaixo sobre as condições ambientais de con-
forto recomendadas.

I - Índice de temperatura efetiva entre 20 ºC e 23 ºC.


II - Velocidade do ar não superior a 1,0 m/s
III - Níveis de ruído de até 80 dB
IV - Umidade relativa do ar não inferior a 40%

Considerando-se os conceitos fundamentais de ciências


ergonômicas, assim como as disposições da NR MTE
o
n 17 (com as alterações posteriores), estão corretos
APENAS os requisitos previstos em
(A) I e II. (B) I e IV.
(C) II e III. (D) I, II e IV.
(E) II, III e IV.

Resolução:

Segundo a norma, nos locais de trabalho onde sejam executadas atividades


que exijam solicitação intelectual e atenção constantes, tais como: sala de con-
trole, laboratórios, escritórios, salas de desenvolvimento ou analise de projetos,
dentre outros, são recomendadas as seguintes condições de conforto:

(a) Níveis de ruído de acordo com o estabelecido na NBR 1052, norma brasileira
registrada no INMETRO (limite: 65 dB);

(b) Índice de temperatura efetiva entre 20 ◦C e 23 ◦C;

(c) Velocidade do ar não superior a 0,75 m/s,

(d) Umidade relativa do ar não inferior a 40%.

Fonte: NR-17 - Ergonomia. Disponível em: http://portal.mte.gov.br/data/


files/FF8080812BE914E6012BEFBAD7064803/nr_17.pdf

Logo, a alternativa (B) (afirmações I e IV) é a correta.


, ,
Alternativa (B) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 32

Questão 29
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2010/2)

Conforme a definição da International Ergonomics


Association, ergonomia é “a disciplina científica que trata
da compreensão das interações entre os seres humanos e
outros elementos de um sistema, é a profissão que aplica
teorias, princípios, dados e métodos a projetos que visam
a otimizar o bem-estar humano e a performance global
dos sistemas”. Considerando-se as disposições da Norma
o
Regulamentadora MTE n 17 sobre os requisitos mínimos
de conforto para os assentos utilizados nos postos de
trabalho, considere as características abaixo.

I - Pouca ou nenhuma conformação na base do as-


sento.
II - Altura ajustável à estatura do trabalhador e à natu-
reza da função exercida.
III - Borda frontal arredondada.
IV - Encosto com forma levemente adaptada ao corpo
para proteção da região lombar.

São corretas as características apresentadas em


(A) II e III, apenas.
(B) I, II e III, apenas.
(C) I, II e IV, apenas.
(D) II, III e IV, apenas.
(E) I, II, III e IV.

Resolução:

Segundo a norma, os assentos utilizados nos postos de trabalho devem


atender aos seguintes requisitos mínimos de conforto:

(a) Altura ajustável à estatura do trabalhador e à natureza da função exercida;

(b) Características de pouca ou nenhuma conformação na base do assento;

(c) Borda frontal arredondada;

(d) Encosto com forma levemente adaptada ao corpo para proteção da região lom-
bar.

Fonte: NR-17 - Ergonomia.


Disponível em: http://portal.mte.gov.br/data/files/
FF8080812BE914E6012BEFBAD7064803/nr_17.pdf

Logo, todas as afirmações estão corretas.

, ,
Alternativa (E) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 33

Questão 30
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2010/2)

Dentre as etapas do processo de flexibilização do traba-


lho, destacam-se: o comprometimento da alta administra-
ção, a análise da força de trabalho, o grau de flexibiliza-
ção ao qual a empresa se permite e a consulta a todos os
funcionários.
A partir dessa perspectiva, analise os aspectos abaixo.

I - Padrões de trabalho adaptáveis a novas condições


de mercado
II - Maior retorno sobre os investimentos (ROI) em re-
lação ao treinamento
III - Igualdade de oportunidades
IV - Melhor planejamento do expediente

São vantagens do trabalho flexível APENAS os aspectos


apresentados em
(A) I e II. (B) II e IV.
(C) III e IV. (D) I, II e III.
(E) II, III e IV.

Resolução:

Dentre as maiores vantagens do trabalho flexível na opinião das empresas,


está a melhoria na qualidade de vida dos funcionários, a redução de custos fixos,
aumento da produtividade e retenção de talentos.

Vamos analisar as afirmações:

I - VERDADEIRA. Em termos do mercado de trabalho, aumenta o número de in-


teressados em trabalhar numa empresa que lhes oferece condições de exer-
cício de uma atividade profissional em harmonia com as suas atividades pes-
soais;

II - VERDADEIRA. A flexibilização ajuda a reduzir os custos com processos de


formação na medida em que contribui para a fixação de recursos humanos
qualificados;

III - VERDADEIRA. Além do item I, a diversificação de funcionários cria uma maior


variedade de recursos, de capacidades e de perspectivas;

IV - FALSA. Embora o planejamento mais ajustado às necessidades dos trabalha-


dores ajuda a evitar absenteísmos imprevistos, os horários não padronizados
dos funcionários dificultam o planejamento do trabalho.

, ,
Alternativa (D) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 34

Questão 31
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2010/2)

No transporte de produtos perigosos, existem parâmetros que devem ser seguidos. A Portaria n o 204, de 1997, que
tomou como base um livro da ONU conhecido como Orange Book, normatiza a forma de operacionalizar o transporte, a
embalagem e a armazenagem de produtos perigosos. Segundo a referida Portaria, os gases inflamáveis são enquadrados
na classe
(A) 9
(B) 7
(C) 5
(D) 4
(E) 2

Resolução:

O termo “produtos perigosos” é utilizado internacionalmente para descrever


os produtos listados pelo United Nations Recommendations on the Transport of
Dangerous Goods, o chamado Orange Book, desenvolvido pela Organização das
Nações Unidas (ONU). Os produtos perigosos são assim classificados em nove
classes de riscos e respectivas subclasses, conforme apresentado:

• Classe 1: Explosivos

• Classe 2: Gases

• Classe 3: Líquidos Inflamáveis

• Classe 4: Sólidos Inflamáveis

• Classe 5: Substâncias Oxidantes e Peróxidos Orgânicos

• Classe 6: Substâncias Tóxicas e Substâncias Infectantes

• Classe 7: Material radioativo

• Classe 8: Substâncias Corrosivas

• Classe 9: Substâncias e Artigos Perigosos Diversos

Fonte: Manual de Produtos Perigosos. DER/SP.


Disponível em: http://200.144.30.103/siipp/arquivos/manuais/

, ,
Alternativa (E) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 35

Questão 32
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2010/1)

Os estilos de direção estão relacionados à maneira como


os gestores percebem o comportamento humano nas or-
ganizações. McGregor distingue duas concepções opos-
tas de estilo de direção, expressas nas Teorias X e Y. Con-
sidere os argumentos abaixo relacionados a essas teorias.

I – As pessoas são criativas e podem ser automotivadas.


II – O salário é tratado como recompensa.
III – O ambiente é de desconfiança, vigilância e controle.
IV – O salário é tratado como punição.
V – O ser humano não gosta de trabalhar, faz o mínimo
possível.

A classificação das características acima listadas de acordo


com o estilo de direção é

Teoria X Teoria Y
(A) II IV e V
(B) I e III V
(C) I e IV II
(D) III e IV II
(E) IV e V I

Resolução:

A Teoria X/Y, de McGregor (1960), propôs duas visões ou pressupostos dis-


tintos acerca da natureza dos seres humanos: uma, basicamente negativa, rotu-
lada Teoria X, e outra basicamente positiva, rotulada Teoria Y. De acordo com a
Teoria X:

• Empregados naturalmente não gostam de trabalhar;

• Visto que os empregados não gostam de trabalhar, eles devem ser coagidos,
controlados ou ameaçados;

• Empregados evitarão responsabilidades e buscarão orientação formal sempre


que possível;

• A maioria dos trabalhadores coloca segurança acima de todos os outros fato-


res associados ao trabalho e exibe pouca ambição.

Em contraste com estas visões negativas sobre a natureza dos seres huma-
nos, McGregor enumerou o que ele chamou de Teoria Y:

• Empregados podem encarar o trabalho como sendo tão natural quanto des-
canso o lazer;
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 36

• Pessoas exercitarão a auto-orientarão e autocontrole se estiverem compro-


metidas com seus objetivos;

• A pessoa pode aprender e, até mesmo, procurar responsabilidades;

• A pessoa possui a habilidade de tomar decisões inovadoras.

A Teoria X supõe que necessidades de baixa ordem dominam os


indivíduos. A Teoria Y supõe que as necessidades de alta ordem dominam os
indivíduos, trazendo ideias como tomada de decisão participativa, cargos de
responsabilidade e desafiadores e boas relações de grupo enquanto abordagens
que maximizariam a motivação do empregado no trabalho.

Associamos as afirmações a uma teoria, I: Teoria Y. Demais: Teoria X.

, ,
Alternativa (E) r
z

Questão 33
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2010/1)

Testar amostras de circuito


e atualizar gráficos de
controle
Y
Selecionar amostras para
controle de qualidade

Tarefa #1 Tarefa #2 (atual do cargo) Tarefa #3


Fixar placa de circuito Inserir e soldar seis Fixar etiquetas na placa
impresso no chassis resistores na placa de de circuito impresso
circuito impresso
FLUXO DA LINHA DE MONTAGEM

X
HEIZER, J.; RENDER, B. Administração de Operações: Bens e Servi-
ços. 5 a ed. Rio de Janeiro: LTC, 2001. p.270. (Adaptado)

Com intuito de melhorar a qualidade de vida no trabalho,


muitas empresas estão estudando formas de sair da tradici-
onal especialização do trabalho para um projeto que utilize
as habilidades do trabalhador de forma mais completa. Con-
siderando a figura acima que apresenta duas estratégias
comuns do projeto do trabalho para redução da monotonia
e repetitividade de atividades no cargo, afirma-se que
(A) X representa a formação de equipes autogerenciadas.
(B) X indica o empowerment dos operários da linha de mon-
tagem.
(C) X ilustra a estratégia de enriquecimento de tarefas.
(D) Y exemplifica a estratégia de ampliação de cargos.
(E) Y representa a estratégia de enriquecimento de cargos.
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 37

Resolução:

O enriquecimento de cargos ou tarefas consiste na reorganização e ampli-


ação das atividades desempenhadas pelo ocupante, no sentido de aumentar sua
satisfação através do acréscimo de variedade, maior participação nas decisões e
autonomia para desenvolver suas atividades.

• O enriquecimento vertical (Y na figura) consiste em atribuir tarefas de cargos


superiores ao ocupante, a fim de proporcionar mais conteúdo e responsabi-
lidade ao seu trabalho. Isto dá mais importância ao trabalho e aumenta o
grau de realização pessoal. Ao mesmo tempo, ajuda a prepará-lo para uma
possível promoção dentro da empresa. É conhecido como Empowerment (de-
legação de autoridade).

• O alargamento horizontal (X na figura) adiciona tarefas variadas, com a


mesma complexidade das atuais tarefas, com o intuito de não submeter o ocu-
pante às mesmas tarefas repetitivas e rotineiras. Para Herzberg, não trata-se
de enriquecimento mas sim de alargamento do cargo ou ampliação de ta-
refas. Para haver enriquecimento de cargos, deve haver a incorporação de
fatores motivadores, para que se crie a possibilidade de realização pessoal
no trabalho.

Vamos analisar as alternativas:

(A) INCORRETA.

(B) INCORRETA. Empowerment é Y (enriquecimento vertical);

(C) INCORRETA. X é alargamento ou ampliação do cargo;

(D) INCORRETA.

(E) CORRETA.

, ,
Alternativa (E) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 38

Questão 34
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2010/1)

Associe os tipos de riscos dos ambientes de trabalho iden-


tificados na coluna da esquerda com exemplos de potenci-
ais agentes causadores, indicados na coluna da direita.

Tipos de Riscos Exemplos de agentes


I - Riscos de acidentes P - Ritmo excessivo de trabalho, mono-
II - Riscos ergonômicos tonia, repetitividade, postura inade-
III - Riscos físicos quada de trabalho
Q - Calor, frio, pressão, umidade, radi-
ações ionizantes e não ionizantes,
vibração
R - Poeiras, fumos, gases, neblinas,
névoas ou vapores
S - Máquinas e equipamentos sem pro-
teção, probabilidade de incêndio e
explosão
A associação correta é
(A) I -P, II - Q, III - S.
(B) I -Q, II - S, III - R.
(C) I -Q, II - P, III - S.
(D) I -R, II - S, III - Q.
(E) I -S, II - P, III - Q.

Resolução:

Os tipos de riscos e seus agentes são:

(I) Riscos de acidentes: Qualquer fator que coloque o trabalhador em situação


vulnerável e possa afetar sua integridade, e seu bem estar físico e psíquico.
Exemplos: as máquinas e equipamentos sem proteção, probabilidade de in-
cêndio e explosão, arranjo físico inadequado, armazenamento inadequado,
etc.

(II) Riscos ergonômicos: Qualquer fator que possa interferir nas característi-
cas psicofisiológicas do trabalhador, causando desconforto ou afetando sua
saúde. Exemplos: o levantamento de peso, ritmo excessivo de trabalho, mo-
notonia, repetitividade, postura inadequada de trabalho, etc.

(III) Riscos físicos: Consideram-se agentes de risco físico as diversas formas de


energia a que possam estar expostos os trabalhadores, tais como: ruído,
calor, frio, pressão, umidade, radiações ionizantes e não-ionizantes, vibração,
etc.

(I) químicos: Consideram-se agentes de risco químico as substâncias,


compostos ou produtos que possam penetrar no organismo do trabalhador
pela via respiratória, nas formas de poeiras, fumos gases, neblinas, névoas
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 39

ou vapores, ou que seja, pela natureza da atividade, de exposição, possam


ter contato ou ser absorvido pelo organismo através da pele ou por ingestão.

(V) Riscos biológicos: Consideram-se como agentes de risco biológico as bacté-


rias, vírus, fungos, parasitos, entre outros.

Analisando apenas o tipo de risco I (riscos de acidentes) concluímos que a


alternativa correta é a (E).

, ,
Alternativa (E) r
z

Questão 35
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2010/1)

Z Z
Z Z

Y
X
Y

100cm

160cm

MARTINS, P. G.; LAUGENI, F. P. Administração da Produção. 2a ed.


São Paulo: Saraiva, 2005. p.106. (Adaptado)

A figura acima ilustra as áreas de alcance de um trabalhador


sentado diante de uma mesa de trabalho. Com relação às
áreas assinaladas, tem-se que
(A) ta a área de trabalho não adequada para
ferramentas cortantes.
(B) ta a área de trabalho adequada para opera- ções com
as duas mãos simultaneamente.
(C) ta os locais de alcance máximo para opera- ções com
as duas mãos simultaneamente.
(D) ta os limites para localização de materiais químicos a
serem utilizados em operações manuais.
(E) ta a área de alcance ótimo para movimen- tos com
uma das mãos.

Resolução:

A figura abaixo facilita nosso entendimento:


Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 40

Fonte: Ergonomia aplicada ao projeto. Disponível em:


http://www.lugli.com.br/2010/01/ergonomia-aplicada-ao-projeto/

Vamos analisar as alternativas:

(A) INCORRETA. Ferramentas cortantes devem ser manuseadas com cuidado in-
dependente da localização.

(B) CORRETA. Ver figura acima.

(C) INCORRETA. O alcance da mão direita é limitado.

(D) INCORRETA. Não há orientação a respeito.

(E) INCORRETA. A área ótima para movimentos está entre as duas linhas (35-45
cm e 55-65 cm).

, ,
Alternativa (B) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 41

Questão 36
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2010/1)

A Avaliação de Impacto Ambiental (AIA) tem como objetivo


avaliar as consequências negativas de empreendimentos
e atividades humanas sobre o meio ambiente. A descrição
do meio ambiente, na área de influência do projeto, envol-
ve três aspectos principais: os meios físico, biológico e
antrópico. Relacione os aspectos apresentados na 1 a co-
luna com os itens a serem detalhados no relatório de AIA
listados na 2a coluna.

Aspecto Item
I - Físico P - Ecossistemas de transição
II - Biológico Q - Uso e ocupação do solo
III - Antrópico R - Dinâmica populacional
S - Ecossistemas terrestres
T - Clima e condições meteo-
rológicas
U - Geologia

São corretas as associações:


(A) I - Q , II - P , III - U.
(B) I - R , II - Q , III - S.
(C) I - S , II - R , III - P.
(D) I - T , II - S , III - Q.
(E) I - U , II - T , III - P.

Resolução:

Os aspectos principais são:

(I) Meio físico: subsolo, as águas, o ar e o clima: condições meteorológicas e o


clima; qualidade do ar; nível de ruído; caracterização geológica e geomorfo-
lógica; usos e aptidões dos solos e recursos hídricos (qualidade das águas,
uso das águas, etc.);

(II) Meio biológico e os ecossistemas naturais (fauna e flora): ecossistemas ter-


restres (descrição da cobertura vegetal, descrição geral das inter-relações
fauna-fauna e fauna-flora), ecossistemas aquáticos e ecossistemas de transi-
ção (banhados, manguezais, brejos, pântanos etc.).

(III) Meio antrópico ou socioeconômico: dinâmica populacional; uso e ocupação


do solo; nível de vida; estrutura produtiva e de serviços, organização social.

Analisando apenas o aspecto físico (Aspecto I - Item T) concluímos que a


, ,
alternativa correta é a (D). Alternativa (D) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 42

Questão 37
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2010/1)

Um grupo de especialistas se reuniu para escolher entre


duas tecnologias de produção, T1 e T2, sob aspectos do
ponto de vista ambiental. Eles usaram a análise multicritério
e chegaram aos dados apresentados na tabela a seguir.
Notas dadas
Aspectos Peso a cada tecnologia
ambientais
T1 T2
Eficiência 50 10 6
energética
Isolamento
20 6 8
acústico
Geração de
30 4 10
resíduos

Com relação ao uso da análise multicritério nos estudos


ambientais e do estudo de caso apresentado na tabela,
considere as afirmações abaixo.

I - No estudo de caso, de acordo com a análise do con-


junto de critérios apresentados na tabela, a T2 é me-
lhor do ponto de vista ambiental do que a T1.
II - No estudo de caso, o resultado ponderado da análi-
se deve ser avaliado em conjunto com notas míni-
mas de admissibilidade para cada critério.
III - Nos estudos ambientais, os modelos de otimização
econômica são mais adequados do que a análise
multicritério, pois um único fator pode ter efeitos de-
vastadores sobre um ecossistema.
IV - O resultado agregado de avaliações multicritério é
suficiente para a tomada de decisão sobre qual
tecnologia é melhor do ponto de vista ambiental.

Estão corretas as afirmações


(A) I e II, apenas. (B) II e III, apenas.
(C) III e IV, apenas. (D) I, III e IV, apenas
(E) I, II, III e IV.

Resolução:

Vamos analisar as afirmações:

I - VERDADEIRA. Pois no aspecto eficiência energética T1 ser melhor, no con-


junto dos critérios T2 é melhor. Basta fazer a média ponderada (peso × nota)
de cada tecnologia:

Aspecto T1 T2
Eficiência energética 50 × 10 = 500 50 × 6 = 300
Isolamento acústico 20 × 6 = 120 20 × 8 = 160
Geração de resíduos 30 × 4 = 120 30 × 10 = 300
Total 740 760
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 43

II - VERDADEIRA. Pois é prudente fixar uma nota mínima em cada aspecto. Se


a tecnologia não cumprir esta nota mínima, deve ser desconsiderada, mesmo
que o seu resultado ponderado seja melhor;

III - FALSA. Otimizar pelo ponto de vista econômico dificilmente significa no me-
lhor do ponto de vista ambiental;

IV - FALSA. Outras variáveis podem ser importantes e devem ser analisadas.

, ,
Alternativa (A) r
z

Questão 38
(Engenheiro(a) de Produção Júnior Petrobras 2008)

A Ergonomia se preocupa com a interação entre o corpo


humano e o ambiente, notadamente com a finalidade de ga-
rantir níveis de trabalho adequados. Assim, as melhorias
ergonômicas são resultantes
(A) da Metodologia Adaptativa Condicionante – MAC, que
pode preparar e inserir pessoas de diferentes caracterís-
ticas físicas e comportamentais em vários tipos de am-
biente de trabalho.
(B) de estudos científicos ligados a aspectos
antropométricos, isto é, aspectos relacionados ao ta-
manho, à forma e às habilidades físicas das pessoas.
(C) de estudos de natureza eminentemente empírica, uma
vez que cada ser humano apresenta diferenças físicas e
comportamentais que, na maioria das vezes, são consi-
deradas de difícil mensuração, não mensuráveis ou sub-
jetivas.
(D) exclusivamente do pagamento de indenizações oriundas
de atividades realizadas em ambientes impróprios ou
nocivos à saúde do trabalhador.
(E) dos projetos que consideram somente a divisão do tra-
balho (Adam Smith, Henry Ford e outros), os quais têm
o real propósito de adequar cada parte do trabalho a um
indivíduo ou grupo antropometricamente capaz de
executá-la.

Resolução:

A leitura das alternativas já mostra que apenas a alternativa (B) está correta.

De fato, a Ergonomia é a disciplina científica relacionada ao entendimento


das interações entre seres humanos e outros elementos de um sistema. Também
é a profissão que aplica teoria, princípios, dados e métodos para projetar a fim de
otimizar o bem-estar humano e o desempenho geral de um sistema.

, ,
Alternativa (B) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 44

Questão 39
(Engenheiro(a) de Produção Júnior Petrobras 2008)

Entender como o ambiente de trabalho afeta o desempenho


dos funcionários faz parte da abordagem ergonômica de um
bom projeto de trabalho. Nesse sentido, a Ergonomia consi-
dera que
(A) a capacidade sensorial das pessoas sofre influência do
local de trabalho, propondo soluções que garantam de-
terminada eficiência e eficácia para os trabalhos desen-
volvidos.
(B) o uso das cores num ambiente de trabalho não afeta o
desempenho dos trabalhos desenvolvidos naquele local.
(C) iluminação, ruído e temperatura, combinados ou não num
ambiente de trabalho, não afetam o desempenho dos
trabalhos desenvolvidos naquele local.
(D) baixos níveis de segurança voltados à integridade física
dos funcionários são plenamente compensados com o
emprego de Equipamentos de Proteção Individual.
(E) Lesões por Esforço Repetitivo – LER não são de sua
responsabilidade, mas tão somente da medicina do tra-
balho.

Resolução:

A Ergonomia se preocupa com a qualidade de vida global do indivíduo, visa


preservar sua saúde psicofisiológica, promover segurança, conforto e eficiência.
Parte do princípio de que todo ser humano é único, ou seja, não se pode separar
o corpo físico do corpo psíquico, pois eles estão a todo o momento interagindo.

Sob este ponto de vista vamos analisar as alternativas:

(A) CORRETA. São exemplos de capacidades físicas e sensoriais: postura, mobi-


lidade, manipulação de materiais, movimentos repetitivos, limitações motoras
e sensoriais etc. Estas capacidades dependem não apenas do trabalhador
mas também do ambiente. Exemplo: embora a visão do trabalhador seja
normal, ele terá dificuldade de ler em ambiente com iluminação inadequada.

(B) INCORRETA. Ambientes adequados de trabalho devem aliar a funcionalidade


dos projetos com aspectos agradáveis, convidativos e acolhedores. O uso de
cores pode representar não apenas mais produtividade mas também redução
de acidentes e de absenteísmo.

(C) INCORRETA. A Ergonomia deve tratar com diversos fatores de risco. Um fator
de risco agrupa diversas características do trabalho que estão em contato
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 45

com o trabalhador, de origem física, mental (cognitivo, psíquico e emotivo)


ou organizacional.
São fatores físicos: postura, velocidade/aceleração, repetição e duração de
movimentos e características ambientais como iluminação, ruído,
temperatura e vibração.

(D) INCORRETA. O uso de EPI não elimina a insalubridade e nem os riscos.


Por isso a Ergonomia busca um ambiente com o melhor nível de segurança
possível. Recomenda-se o EPI em último caso.

(E) INCORRETA. Uma das razões de a Ergonomia auxiliar na prevenção das


LER é que ela visa reduzir o desconforto do trabalhador. Este desconforto é
o precursor das doenças ocupacionais e de várias outras condições
prejudiciais que causam LER.

, ,
Alternativa (A) r
z

Questão 40
(Engenheiro(a) de Produção Júnior Petrobras 2008)

Ao longo dos anos, diferentes abordagens têm sido particu-


larmente influentes na determinação do projeto e da organi-
zação do trabalho. No que tange a essas abordagens, pode-
se afirmar que a(o)
(A) Abordagem Comportamental pressupõe que todos os
aspectos do trabalho devem ser investigados de forma
científica, para estabelecer as leis e fórmulas que irão
reger as melhores práticas de trabalho.
(B) Administração Científica dá ao funcionário autonomia
para fazer mudanças na forma como o trabalho é de-
sempenhado, já que ele é a pessoa mais indicada para
fornecer um feedback técnico sobre a execução das
atividades.
(C) Divisão do Trabalho se torna determinante quando as
operações atingem um porte grande o bastante para re-
querer o emprego de mais de uma pessoa (mas, apre-
sentam a desvantagem da monotonia).
(D) Ergonomia considera prioritariamente flexibilidades de
habilidades, de tempo e de localização.
(E) Enforcement considera necessidades de auto-estima e
de crescimento pessoal que poderão repercutir positiva-
mente no trabalho.
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 46

Resolução:

Vamos analisar as alternativas:

(A) INCORRETA. A descrição se refere à Administração Científica (ou Taylo-


rismo). Esta abordagem caracteriza-se pela ênfase nas tarefas, objetivando o
aumento da eficiência ao nível operacional. É considerado uma das vertentes
na perspectiva administrativa clássica.

(B) INCORRETA. Taylor critica fortemente a Administração por incentivo e inicia-


tiva. Taylor concentra seu argumento na eficiência do trabalho, que envolve
fazer as tarefas de modo mais inteligente e com a máxima economia de es-
forço e melhor utilização de recursos. Para isso era preciso selecionar corre-
tamente o operário, e adestrá-lo na função específica que iria desenvolver.

(C) CORRETA. A divisão do trabalho consiste em tomar uma tarefa total e dividi-la
em partes separadas, cada uma das quais pode ser alocada para um diferen-
te indivíduo desempenhar. Tem como consequência o trabalho cooperativo
em tarefas e papéis específicos e delimitados, com o objetivo de aumentar a
eficiência da produção.
A vantagem desse modelo de trabalho é a redução do tempo e do custo. A
desvantagem é que ele se torna monótono com o tempo. Historicamente, a
emergência de uma divisão do trabalho cada vez mais complexa está associ-
ada ao aumento do comércio, ao surgimento do capitalismo e à complexidade
dos processos de industrialização.

(D) INCORRETA. A descrição é o contrário do correto: a Ergonomia prioriza adap-


tação/flexibilização do trabalho em função do trabalhador.

(E) INCORRETA. A descrição define o Empowerment (e não Enforcement !). O


Empowerment parte da ideia de dar às pessoas o poder, a liberdade e a
informação que lhes permitem tomar decisões e participar ativamente da or-
ganização.
Enforcement é um termo financeiro e pode ser definido como todos os pro-
cedimentos que existem num país que garantam a aplicação apropriada das
normas e princípios contabilísticos.

, ,
Alternativa (C) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 47

Questão 41
(Engenheiro(a) de Produção Júnior Petrobras 2008)

O projeto e a organização do trabalho adotam abordagens


práticas e comportamentais que definem como os trabalhos
das pessoas devem ser desenvolvidos na organização.
Nesse contexto, assinale a afirmativa correta.
(A) A autonomia intrínseca do Enforcement pode gerar
quebra de hierarquia.
(B) Just in Time – JIT é uma abordagem comportamental de
projeto e organização de trabalho.
(C) O objetivo maior do projeto e da organização do trabalho
é gerar segurança e satisfação para o funcionário que
executa tarefas repetitivas.
(D) Teletrabalho é uma moderna conseqüência do Trabalho
Flexível.
(E) Trabalho em Equipe não é considerado um tipo de proje-
to e organização do trabalho.

Resolução:

Vamos analisar as alternativas:

(A) INCORRETA. Como na questão anterior, a descrição define o Empowerment


(e não Enforcement !). O Empowerment parte da ideia de dar às pessoas o
poder, a liberdade e a informação que lhes permitem tomar decisões e parti-
cipar ativamente da organização.

(B) INCORRETA. O JIT é uma abordagem de planejamento e controle da produ-


ção assentada no entendimento de que a eliminação de desperdícios e visa
o melhoramento contínuo dos processos de produção.

(C) INCORRETA. O projeto e organização do trabalho focam nos elementos do


gerenciamento de recursos humanos, ou seja: as atividades, o relaciona-
mento entre as pessoas, a tecnologia que elas utilizam e os métodos de tra-
balho empregados na produção. Não se trata de adequar as pessoas para a
execução de tarefas repetitivas.

(D) CORRETA. Na linha da adaptação/flexibilização do trabalho em função do tra-


balhador, alguns temas recentes em Ergonomia organizacional são: trabalho
em grupo, projeto participativo, novos paradigmas do trabalho, trabalho coo-
perativo, cultura organizacional, organizações em rede e tele-trabalho.

(E) INCORRETA. Claramente incorreta.


, ,
Alternativa (D) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 48

Questão 42
(Engenheiro(a) de Produção Júnior Petrobras 2008)

O licenciamento ambiental é uma obrigação legal prévia à


instalação de qualquer empreendimento potencialmente
poluidor ou degradador do meio ambiente. O processo de
licenciamento ambiental possui três etapas distintas:
• licenciamento prévio;
• licenciamento de instalação;
• licenciamento de operação.

Considerando o texto acima, é correto afirmar que


(A) a concessão da licença de operação está condicionada
a termo de compromisso do empreendedor de que irá
efetuar todas as exigências e detalhes técnicos previs-
tos na licença de instalação.
(B) o prazo de validade da licença de instalação é estabele-
cido pelo cronograma de operação das unidades
poluidoras do projeto ou atividade, não podendo ser su-
perior a seis meses.
(C) a licença prévia aprova a viabilidade ambiental do projeto
e autoriza sua localização e concepção tecnológica.
(D) na etapa de obtenção da licença de operação, devem
ser realizadas audiências públicas para que a comuni-
dade interessada ou afetada pelo empreendimento seja
consultada.
(E) na etapa de obtenção da licença prévia, mesmo sendo o
empreendimento de significativo impacto ambiental, ain-
da não é preciso elaborar o EIA/RIMA.

Resolução:

O licenciamento ambiental se realiza em um só nível de competência, com-


preendendo fases distintas, caracterizadas, de modo geral, pela emissão suces-
siva ou isolada de três tipos básicos de licenças:

• Licença Prévia (LP): é a licença concedida na fase preliminar do planejamento


do empreendimento ou atividade aprovando sua localização e concepção, e
atestando sua viabilidade ambiental;

• Licença de Instalação (LI): é a licença que autoriza a instalação do empreen-


dimento ou atividade;

• Licença de Operação (LO): é a licença que autoriza a operação do empreen-


dimento ou atividade, cumpridas as restrições e condicionantes das licenças
anteriores e resguardadas as medidas de controle ambiental do projeto.

Fonte:
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 49

Ministério do Meio Ambiente.


Disponível em: http://www.mma.gov.br/governanca-ambiental/.
ECÓTONUS Meio Ambiente e Arquitetura.
Disponível em: http://www.ecotonus.com.br/eiarima.htm.

Vamos analisar as alternativas:

(A) INCORRETA. O compromisso de cumprir as exigências ambientais é firmado


durante a LP. Resumo:

• A concessão da LP estabelece os requisitos básicos e condicionantes a


serem atendidos nas próximas fases da implementação do empreendi-
mento;
• A concessão da LI autoriza a instalação do empreendimento ou atividade
de acordo com as especificações constantes dos planos, programas e
projetos aprovados na LP;
• A concessão da LO autoriza a operação da atividade ou empreendimento,
após a verificação do efetivo cumprimento do que consta das licenças
anteriores.

(B) INCORRETA. A validade da LP é de até 5 anos. A validade da LI é de até 6


anos. A LO tem validade mínima de 4 anos e máxima de 10 anos, podendo o
órgão ambiental estabelecer prazos de validade específicos para esta licença.

(C) CORRETA. A LP aprova a localização e concepção do empreendimento e


atesta sua viabilidade ambiental.

(D) INCORRETA. A audiência pública (quando couber) é promovida durante o pe-


dido da LP.

(E) INCORRETA. O EIA/RIMA (Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Im-


pacto Ambiental) deve ser elaborado durante o pedido da LP. Ele servirá de
base para os estudos ambientais que o órgão licenciador fará para conceder
ou não a LP.

, ,
Alternativa (C) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 50

Questão 43
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2005)

O enfoque ergonômico para avaliar a adequação de um pos-


to de trabalho é através da determinação do(a)(s):
(A) índice de erros dos trabalhadores.
(B) índice de acidentes com trabalhadores.
(C) tempo gasto na operação pelo trabalhador.
(D) quantidade de falta dos trabalhadores.
(E) áreas dolorosas nos trabalhadores.

Resolução:

A questão foca na adequação ergonômica de um posto de trabalho. O en-


foque ergonômico está relacionado com a ergonomia física que estuda a relação
do trabalho com as características da anatomia humana, antropometria, fisiologia
e biomecânica. Exemplos: estudo da postura no trabalho, manuseio de materiais,
movimentos repetitivos, distúrbios músculo-esqueletais relacionados ao trabalho
etc.

Assim, esta questão foca nas condições de trabalho adversas que podem
resultar em desconforto, dores ou lesões a longo prazo nos trabalhadores. Este é
o objetivo principal, mesmo sabendo que postos de trabalho mal projetados con-
tribuem para menor eficiência e produtividade, maior absenteísmo, maior afasta-
mento médico etc.

A alternativa (E) (medir dores nos trabalhadores) é a correta por ser a única
que menciona aspectos físicos do trabalhador.

, ,
Alternativa (E) r
z

Questão 44
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2005)

Os processos básicos de Gestão de Pessoas incluem:


(A) desenvolver, manter e substituir pessoas.
(B) controlar, agregar e substituir pessoas.
(C) controlar, substituir e manter pessoas.
(D) agregar, desenvolver e manter pessoas.
(E) agregar, aplicar e substituir pessoas.
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 51

Resolução:

Os seis processos básicos da Gestão de Pessoas são os seguintes:

1. Processos de Agregar Pessoas: são os processos utilizados para incluir novas


pessoas na empresa. Incluem recrutamento e seleção de pessoas.

2. Processos de Aplicar Pessoas: são os processos utilizados para desenhar as


atividades que pessoas irão realizar na empresa, orientar e acompanhar seu
desempenho. Incluem desenho organizacional e desenho de cargos, análise
e descrição de cargos, orientação das pessoas e avaliação do desempenho.

3. Processos de Recompensar Pessoas: são os processos utilizados para in-


centivar as pessoas e satisfazer suas necessidades individuais mais elevadas.
Incluem recompensas, remuneração e benefícios e serviços sociais.

4. Processos de Desenvolver Pessoas: são os processos utilizados para capa-


citar e incrementar o desenvolvimento profissional e pessoal. Incluem treina-
mento e desenvolvimento das pessoas, programas de mudanças e desenvol-
vimento de carreiras e programas de comunicação.

5. Processos de Manter Pessoas: são os processos utilizados para criar condi-


ções ambientais e psicológicas satisfatórias para as atividades das pessoas.
Incluem administração da disciplina, higiene, segurança e qualidade de vida
e manutenção de relações sindicais.

6. Processos de Monitorar Pessoas: são os processos utilizados para acompa-


nhar e controlar as atividades das pessoas e verificar resultados. Incluem
banco de dados e sistemas de informações gerenciais.

Fonte:
CHIAVENATO, I. Gestão de Pessoas. 3a Ed.. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.
CHIAVENATO, I. Gerenciando Pessoas: como transformar gerentes em gestores
de pessoas. Rio de Janeiro: Prentice Hall, 2002.

A alternativa (D) é a correta: agregar (item 1), desenvolver (4) e manter (5).

, ,
Alternativa (D) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 52

Questão 45
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2005)

Assinale uma DESVANTAGEM que ocorre quando a Admi-


nistração de Recursos Humanos é centralizada.
(A) Reúne os especialistas de RH em um só órgão.
(B) Incentiva a especialização.
(C) Afasta os gerentes de staff dos assuntos de RH.
(D) Proporciona elevada integração interdepartamental.
(E) Focaliza a função RH.

Resolução:

A centralização na área de RH:

• PRÓS:

– Reúne especialistas em um só órgão;


– Incentiva a especialização;
– Proporciona elevada integração intradepartamental;
– A área de RH é perfeitamente delimitada;
– Focaliza as funções, tarefas e atividades de RH;
– Ideal para pequenas organizações.

• CONTRAS:

– Excessiva concentração das decisões e ações;


– Homogeneização e padronização das práticas de RH;
– Manutenção e conservação do status quo;
– Distanciamento do foco de ação;
– O órgão torna-se operacional e burocrático;
– Proporciona uma administração autoritária e autocrática.

Fonte: CHIAVENATO, I. Gestão de Pessoas. 3a Ed.. Rio de Janeiro: Elsevier,


2010.

Visto isso, dentre as alternativas, a única que apresenta uma desvantagem


da centralização da Administração de RH é a alternativa (C). As alternativas res-
tantes apresentam vantagens.
, ,
Alternativa (C) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 53

Questão 46
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2005)

É uma medida de critério global para avaliar o recrutamento:


(A) número de cargos preenchidos dentro de tempo normal.
(B) número de candidatos apresentados.
(C) número de entrevistas feitas.
(D) custo por admissão.
(E) custo por entrevista.

Resolução:

Recrutamento: o desafio principal do recrutamento é agregar valor à or-


ganização e às pessoas. A avaliação dos resultados é importante para aferir se
o recrutamento está realmente cumprindo sua função e a que custo. No enfoque
quantitativo, quanto mais candidatos influenciar, tanto melhor será o recrutamento.
Contudo, no enfoque qualitativo, o mais importante é trazer candidatos que sejam
triados, entrevistados e encaminhados ao processo seletivo.

Há três critérios de medidas para avaliar o recrutamento: medidas globais,


medidas orientadas para o recrutador e medidas orientadas para o método utili-
zado para o recrutamento.

Medidas de critério global: número ou porcentagem de:

• Cargos preenchidos;

• Cargos preenchidos dentro do tempo normal;

• Cargos preenchidos a custos baixos (custo por admissão);

• Cargos preenchidos por pessoas que permanecem por mais de um ano na


empresa;

• Cargos preenchidos por pessoas que estão satisfeitas com suas novas posi-
ções.

Alternativa (A) (cargos preenchidos dentro do tempo normal).

, ,
Alternativa (A) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 54

Questão 47
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2005)

O enriquecimento do trabalho, formulado por Herzberg, se


propõe a:
(A) acrescentar outras tarefas de complexidade semelhante
ao trabalho desenvolvido.
(B) introduzir mudanças qualitativas ao trabalho desenvolvido.
(C) melhorar as condições físicas do trabalho.
(D) avaliar o desempenho do trabalhador.
(E) reduzir a jornada de trabalho.

Resolução:

Herzberg realizou um estudo junto a trabalhadores com vista a conhecer


quais os fatores relacionados ao trabalho que mais trazem satisfação (fatores mo-
tivacionais) e insatisfação (fatores higiênicos).

• Fatores motivacionais: são fatores de crescimento e estão relacionados ao


trabalho em si (execução da atividade, reconhecimento recebido, conteúdo do
trabalho e responsabilidade).

• Fatores higiênicos: são externos à atividade, como política e administração


da empresa, supervisão, controle, relacionamentos interpessoais, condições
de trabalho, salário e status.

A principal implicação dessa teoria é que a ação sobre os fatores higiêni-


cos apenas impedem que o funcionário fique insatisfeito. Para desenvolvê-lo e
fazer com que seu desempenho avance é necessário incorporar e melhorar os fa-
tores motivacionais no trabalho. Uma prática decorrente deste pressuposto é o
enriquecimento do trabalho, favorecendo a autonomia, a responsabilidade e o
desenvolvimento do funcionário.

A alternativa (B) (introduzir mudanças qualitativas ao trabalho desenvolvido)


é a única alternativa que representa enriquecimento do trabalho.

, ,
Alternativa (B) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 55

Questão 48
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras 2005)

Dentre os itens apresentados a seguir, o que NÃO se inclui


no Modelo de Personalidade dos Cinco Fatores é:
(A) conscienciosidade.
(B) hereditariedade.
(C) agradabilidade.
(D) estabilidade emocional.
(E) abertura para a experiência.

Resolução:

O Modelo de Personalidade dos Cinco Fatores (Big Five) refere-se aos cinco
fatores primordiais de personalidade descritos pelo método lexical, ou seja, base-
ado em uma análise linguística. São eles:

1. Neuroticismo ou instabilidade emocional (neuroticism)

2. Extroversão (extraversion)

3. Sociabilidade (agreeableness)

4. Escrupulosidade (conscientiousness)

5. Abertura para a experiência (oppeness to experience)

Os traços de personalidade Big Five são as medidas de personalidade ci-


entificamente mais aceitas e comumente mais utilizadas. A técnica estatística uti-
lizada para investigar estes traços por meio de questionário é o de análise fatorial,
que é utilizada para reduzir uma grande quantidade de informações a um conjunto
sintético e relevante.

A alternativa (B) (hereditariedade) é a correta pois não pertence a este mo-


delo.

, ,
Alternativa (B) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 56

Questão 49
(Engenheiro(a) Júnior - Área: Produção - Transpetro 2011)

Uma empresa possui 200 funcionários contratados para


trabalharem 40 horas por semana, em jornada normal
de 8 horas.
Se, no mês de agosto, houve 78 ausências e, em relação
a meias faltas e atrasos, tinha-se verificado que os funcio-
nários deixaram de trabalhar um total de 16 horas no mês,
o índice de absentismo, no referido período, foi de
(A) 5%
(B) 4%
(C) 3%
(D) 2%
(E) 1%

Resolução:

O índice de absentismo/absenteísmo (IA) é definido como:

Total de faltas e atrasos


IA = .
Total de horas trabalhadas no mês

Total de faltas e atrasos = 78 × 8h (ausências em horas) + 16h (meias faltas


e atrasos) = 640h.

Total de horas trabalhadas no mês = 200 × 40 × 4 (número de funcionários x


jornada semanal x 4 semanas no mês) = 32000h.

Assim:
640
IA =
32000
IA = 0, 02
IA = 2%

, ,
Alternativa (D) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 57

Questão 50
(Engenheiro(a) Júnior - Área: Produção - Transpetro 2011)

O alcance dos objetivos operacionais de uma empresa


relaciona-se diretamente com um planejamento de pes-
soal bem estruturado e executado.
Um modelo de planejamento de pessoal que permita pre-
dizer uma necessidade de curto prazo, capaz de prever
consequências de contingências e que possa ser utilizado
na análise do sistema de carreiras, é o modelo
(A) com base na procura estimada de produto ou serviço
(B) com base no fluxo de pessoal
(C) com base em segmentos de cargos
(D) de substituição de postos-chave
(E) de Greenwald

Resolução:

Existem vários modelos de planejamento de pessoal. Alguns são estratégi-


cos e envolvem toda a organização, enquanto outros são específicos para deter-
minados níveis ou unidades organizacionais.

A questão deseja o modelo que é capaz de prever as consequências e que


possa ser utilizado na análise de sistema de carreiras. Vamos analisar as alterna-
tivas:

(A) INCORRETA. Modelo baseado na procura estimada do produto ou serviço.


Baseia-se no aspecto de que a necessidade de pessoal é uma variável depen-
dente da procura estimada do produto (quando indústria) ou serviço (quando
organização não-industrial).
A relação entre as duas variáveis - número de funcionários e procura do pro-
duto/serviço - é influenciada por variações na produtividade, tecnologia, dis-
ponibilidade interna e externa de recursos financeiros e disponibilidade de
pessoas na organização.
Este modelo é extremamente limitado pois se reduz a aspectos quantitativos:
quantas pessoas serão necessárias nos vários postos de trabalho para produ-
zir determinada quantidade de produto ou serviço oferecido pela organização.

(B) CORRETA. Modelo baseado no fluxo de pessoal.


É um modelo que mapeia o fluxo de pessoas para dentro, através e para
fora da organização. A análise histórica do movimento de entradas, saídas,
transferências internas e promoções permite uma predição de curto prazo das
necessidades de pessoal, se não houver mudanças no contexto.
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 58

Este modelo pode antecipar as consequências de contingências, como a po-


lítica de promoções da organização, aumento da rotatividade ou dificuldades
de recrutamento etc.
É muito útil na análise das consequências do plano de carreiras, quando a
organização adota uma política consistente nesse sentido. Todavia, suas limi-
tações são evidentes, visto que trata-se de um modelo apenas quantitativo.

(C) INCORRETA. Modelo baseado em segmentos de cargos.


Possui limitações similares às encontradas no modelo baseado na procura
estimada do produto ou serviço e também está restrito ao nível operacional
da organização. É o modelo de planejamento de pessoal operacional utilizado
por empresas de grande porte.
O modelo consiste em escolher um fator estratégico (como nível de vendas,
volume de produção e plano de expansão) cujas variações afetem proporcio-
nalmente a necessidade de pessoal; estabelecer os níveis histórico e futuro
para cada fator estratégico; determinar os níveis históricos da força de traba-
lho para cada unidade e projetar os níveis futuros de força de trabalho para
cada unidade, através da correlação com a projeção dos níveis (históricos e
futuros) do fator estratégico correspondente.

(D) INCORRETA. Modelo de substituição de postos-chave.


Este modelo funciona como um plano de carreiras, no qual se recebe os no-
mes dos mapas de substituição ou organogramas de encarreiramento para
o planejamento de funcionários. Trata-se de uma representação visual de
quem substitui quem na eventualidade de alguma possível vaga futura dentro
da organização.

(E) INCORRETA. Não existe modelo de Greenwald.

Fonte:
CHIAVENATO, Idalberto. Gestão de Pessoas: o novo papel dos Recursos
Humanos nas organizações. Rio de Janeiro: Campus, 1999.
ROBBINS, Stephen P. Comportamento Organizacional. Rio de Janeiro: Campus,
1998.

, ,
Alternativa (B) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 59

Questão 51
(Engenheiro(a) Júnior - Área: Produção - Transpetro 2011)

É marcante o crescimento do uso, por departamentos de planejamento de pessoal, de técnicas que projetem, matemati-
camente, tendências passadas e presentes em previsões futuras, referentes ao fluxo de pessoal em uma empresa ou em
um de seus setores. Nesse sentido, uma das ferramentas mais utilizadas é a matriz de probabilidade de transição, capaz
de examinar o padrão geral de movimento dentro e fora da empresa e o padrão intermediário desses dois ambientes.
Observe a matriz de probabilidade de transição abaixo, que descreve a proporção de empregados que estava no estado
de origem, no Período 1, e, no estado de destino, no Período 2.

MILKOVICH, George T.; BOUDREAU, John W. Administração de Recursos Humanos. São Paulo: Atlas, 2004, p. 150.

Considerando-se a matriz acima, afirma-se que


(A) possibilita revelar oportunidades internas, como a participação cooperativa de funcionários de um setor em outro, o que
não ocorre na hipótese apresentada.
(B) é inadequada para identificar padrões de carreira.
(C) é ineficaz para análises sobre o impacto das saídas na organização.
(D) permite identificar a movimentação entre os cargos relacionados a marketing e os demais.
(E) fornece dados insuficientes para a previsão de oferta interna futura.

Resolução:

A matriz indica a probabilidade que cada funcionário tem de mudar de es-


tado (posição) do período 1 ao 2. Ou seja, é uma maneira de medir o fluxo de
pessoal em uma empresa ou em um de seus setores. Ela é construída a partir de
dados históricos dos cargos assumidos pelos funcionários. Assim ela auxilia a e-
xaminar o padrão geral de movimento dentro (interno) e fora da empresa (externo)
e o padrão intermediário desses dois ambientes.

Vamos analisar as alternativas:

(A) CORRETA. Ao analisar os dados históricos, a matriz revela oportunidades ba-


seadas nos movimentos do passado, seja interno (mesmo setor ou setores
diferentes) ou externo (saída da empresa).
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 60

A matriz também pode revela movimentos de funcionários de um setor ao


outro. Analisando os cargos notamos três setores:

• Motorista de caminhão, cargo J (Carreira III);


• Fábrica: do cargo I até o E (Carreira II);
• Marketing e vendas: do cargo D até o A (Carreira I).

Neste caso não existe transição pois a probabilidade de mudança entre estes
setores é zero.

(B) INCORRETA. É possível sim identificar padrões. Exemplo: Historicamente,


Motorista de caminhão (J) continua na sua função (probabilidade de 50%) ou
sai da empresa (50%).

(C) INCORRETA. A matriz fornece uma estimativa de saída de funcionários a partir


de dados passados, que pode ser usada para análises de impacto.

(D) INCORRETA. Como explicado na alternativa (A), não há movimentação entre


os cargos de marketing e os demais.

(E) INCORRETA. Como a matriz é calculada a partir de dados passados ela for-
nece uma previsão dos movimentos futuros, mas não a oferta futura de cargos.

, ,
Alternativa (A) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 61

Questão 52
(Engenheiro(a) Júnior - Área: Produção - Transpetro 2011)

Na Análise Ergonômica do Trabalho (AET), as três primei-


ras etapas que constituem a fase de análise (demanda,
atividade e tarefa) permitem realizar o diagnóstico para
que se formulem as recomendações ergonômicas.
A AET constitui-se em um exemplo de ergonomia de
(A) concepção
(B) conscientização
(C) participação
(D) recomendação
(E) correção

Resolução:

A AET busca aplicar os conhecimentos da ergonomia para analisar, diag-


nosticar ou corrigir uma situação de trabalho. Constitui-se em um exemplo de
Ergonomia Corretiva/de Correção. Ergonomia Corretiva é a que modifica sistemas
já existentes.

Logo a alternativa (E) é a correta. As demais alternativas estão incorretas:

(A) INCORRETA. A Ergonomia de Concepção é o estudo ergonômico de instru-


mentos e ambiente de trabalho antes de sua construção.

(B) INCORRETA. A Ergonomia de Conscientização é a complementação das fa-


ses de concepção e correção, pois proporciona aos empregados capacitação
para utilização correta dos recursos oferecidos pela empresa para realização
do trabalho, através de treinamentos e reciclagens periódicas.

(C) INCORRETA. A Ergonomia da Participação vem da necessidade de envolver


os trabalhadores que realizavam as tarefas (operacional) com os trabalhado-
res que buscavam melhorar os locais de trabalho (projetistas), criando um
clima participativo na busca de soluções.

(D) INCORRETA. Não existe “Ergonomia da Recomendação”, o que existe são


recomendações ergonômicas (termo usado inclusive no enunciado da ques-
tão).

, ,
Alternativa (E) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 62

Questão 53
(Engenheiro(a) Júnior - Área: Produção - Transpetro 2011)

Visando a dar conforto ao trabalhador nos postos de


trabalho, recomenda-se que
(A) a altura do cotovelo seja a referência para a superfície
de trabalho, nos trabalhos em pé.
(B) a cadeira não tenha altura regulável, se a mesa de
trabalho tiver uma altura fixa.
(C) o encosto das cadeiras tenha um afastamento máxi-
mo de 10 cm do assento.
(D) o trabalhador ajuste-se às características do local de
trabalho.
(E) os assentos das cadeiras tenham borda frontal arre-
dondada e muita conformação na base.

Resolução:

Os assentos utilizados nos postos de trabalho devem atender aos seguintes


requisitos mínimos de conforto:

• Altura ajustável à estatura do trabalhador e à natureza da função exercida;

• Características de pouca ou nenhuma conformação na base do assento;

• Borda frontal arredondada;

• Encosto com forma levemente adaptada ao corpo para proteção da região


lombar.

Fonte: NR-17 - Ergonomia. Disponível em:


http://portal.mte.gov.br/data/files/FF8080812BE914E6012BEFBAD7064803/
nr_17.pdf

Assim, dentre as alternativas fornecidas apenas a (A) é correta.

, ,
Alternativa (A) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 63

Questão 54
(Engenheiro(a) Júnior - Área: Produção - Transpetro 2011)

No mundo contemporâneo, o trabalho noturno passou a


ser vital para diversas áreas. Algumas atividades não po-
dem ser interrompidas, seja pelo seu caráter de impres-
cindibilidade, seja por razões econômicas. Entretanto, o
trabalho noturno provoca desgastes ao trabalhador.
Que prática tem a finalidade de tornar o trabalho noturno
menos prejudicial ao trabalhador?
(A) Estudo do ritmo circadiano
(B) Aumento da jornada de trabalho
(C) Realização esporádica de atendimentos médicos
(D) Realização de atividades que demandem menos
movimentação
(E) Diminuição da quantidade de finais de semana livres e
do número de folgas

Resolução:

Para avaliar o trabalho noturno temos que recorrer à cronobiologia, que trata
do estudo dos ritmos biológicos. Quando estes ritmos seguem um ciclo de apro-
ximadamente 24 horas, chamam-se circadianos (do latim, circa = por volta de e
diem = dia). Exemplos: temperatura corpórea, liberação do cortisol, variações do
ritmo cardíaco e da pressão arterial.

Quando há distúrbios do ciclo circadiano, ocorrem diversas alterações, como


déficit de atenção, concentração e performance no trabalho e exigências sociais.

Dentre as alternativas oferecidas, a alternativa (A) é a correta pois trata e-


xatamente do estudo do ritmo circadiano.

, ,
Alternativa (A) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 64

Questão 55
(Engenheiro(a) Júnior - Área: Produção - Transpetro 2011)

Condições inadequadas no ambiente de trabalho con-


tribuem para o erro humano e aumentam os riscos de
acidentes. Nos locais de trabalho onde são executadas
atividades que exijam solicitação intelectual e atenção
constante, a NR-17 recomenda que
(A) a velocidade do ar seja superior a 0,75 m/s e inferior
a 1,15 m/s.
(B) a umidade relativa do ar não seja inferior a 40%.
o
(C) o índice de temperatura efetiva esteja entre 18 C
o
e 21 C.
(D) o nível de ruído aceitável para efeito de conforto seja
de até 75 dB.
(E) as superfícies de trabalho, sobre as quais são execu-
tadas as atividades, sejam brilhosas.

Resolução:

Vamos comparar as alternativas fornecidas com as recomendações da NR-


17:

(A) INCORRETA. Recomenda-se velocidade do ar não superior a 0,75 m/s;

(B) CORRETA.

(C) INCORRETA. Índice de temperatura efetiva entre 20◦C e 23◦C;

(D) INCORRETA. Níveis de ruído de acordo com a NBR 1052, limite de 65 dB;

(E) INCORRETA. Utilizar superfícies opacas, que evitem reflexos incômodos no


campo visual do trabalhador.

Fonte: NR-17 - Ergonomia. Disponível em:


http://portal.mte.gov.br/data/files/FF8080812BE914E6012BEFBAD7064803/
nr_17.pdf

, ,
Alternativa (B) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 65

Questão 56
(Engenheiro(a) Júnior - Área: Produção - Transpetro 2011)

Um dos desafios que se tem imposto aos responsáveis pelo recrutamento e seleção de pessoal numa empresa é, exata-
mente, a capacidade de atrair e reter os funcionários, particularmente aqueles mais qualificados.
Considere as afirmativas abaixo sobre os princípios que devem nortear o planejamento de pessoal, especialmente quanto
à eficiência do recrutamento e seleção de pessoal.
I - O principal fator de sucesso no recrutamento e na seleção é a adequação das características e potenciais de um
candidato às funções que se espera que ele desempenhe na empresa no curto, médio e longo prazos, caracterizando
um processo complexo que exige uma análise sistêmica.
II - O planejamento para o recrutamento e a seleção de pessoas deve-se pautar por uma análise de curto prazo, tendo
em vista que o planejamento de médio e longo prazos representam apenas metas e expectativas da empresa, fatores
insuficientes para recrutamento e seleção.
III - O recrutamento e a seleção de pessoal têm por objetivo selecionar candidatos que, além de qualificados, sejam ver-
sáteis, trabalhem em equipe e tenham espírito de liderança, de modo que haja uma correlação intrínseca e harmônica
entre o planejamento de curto, médio e longo prazos da empresa e os resultados da seleção.
Está correto APENAS o que se afirma em
(A) I (B) II (C) I e II (D) I e III (E) II e III

Resolução:

Vamos analisar as afirmações:

I - VERDADEIRA. O desafio principal do recrutamento é agregar valor à organi-


zação e às pessoas. A seleção visa permitir o ingresso de pessoas que apre-
sentam características desejadas pela organização, no curto e longo prazo.
Assim, dentre vários candidatos recrutados, busca-se aqueles que são os
mais adequados aos cargos disponíveis.

II - FALSA. Atrair talento é fundamental para o sucesso organizacional, seja no


longo ou no curto prazo. O processo seletivo deve ser capaz, além de fornecer
um diagnóstico atual sobre o candidato, de fazer um prognóstico a respeito
dessas variáveis e de como elas se situarão em longo prazo.

III - FALSA. A seleção de pessoas deve ser entendida enquanto um processo de


comparação entre duas variáveis:

• Os requisitos do cargo, ou seja, os requisitos que o cargo exige de seu


ocupante;
• O perfil das características dos candidatos que se apresentam.

Assim, as características mencionadas (versatilidade, trabalho em equipe e


espírito de liderança) não são universais e dependem do cargo em questão.

Fonte: CHIAVENATO, I. Gestão de Pessoas. 3a Ed.. Rio de Janeiro: Elsevier,


2010.
, ,
Alternativa (A) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 66

Questão 57
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras Biocombustíveis 2010)

Uma das características marcantes da configuração


empresarial do século XXI remete à necessidade de
rápida adaptação a novas realidades de mercado,
exigindo que se planejem e se adotem mudanças que
melhorem o desempenho da organização. O Desenvolvi-
mento Organizacional consiste em uma abordagem de
mudança planejada, centrada exatamente em promover
a mudança nos funcionários, na natureza e na qualidade
de suas relações de trabalho. Nessa abordagem, há ênfa-
se nos processos abaixo, EXCETO
(A) processos de renovação.
(B) processos de solução de problemas.
(C) administração participativa.
(D) desenvolvimento de equipes e fortalecimento dos
funcionários.
(E) focalização do indivíduo e de seu potencial criativo na
organização.

Resolução:

O Desenvolvimento Organizacional (DO) é um conjunto de técnicas projeta-


das para ajudar as organizações a mudar para melhor, tendo como objetivo resultar
em mudanças importantes na forma como ela opera. O DO visa mudar a forma
com que as pessoas trabalham, como elas se comunicam e como coordenam seus
esforços.

Vamos analisar as alternativas fornecidas:

(A) CORRETA. Trata-se do processo de renovação natural, por exemplo para a


sucessão das lideranças.

(B) CORRETA. A solução de problemas é alcançada com a administração por


objetivos. Ela define metas interligadas da iniciativa de DO para toda a orga-
nização;

(C) CORRETA. É alcançado através de constante feedback e discussões com os


funcionários e a criação de grupos que visam melhorar a comunicação dos
indivíduos e suas habilidades interpessoais;

(D) CORRETA. A criação de equipes é um grupo de técnicas que podem ser


usadas com equipes de trabalho para melhorar seu funcionamento;

(E) INCORRETA. O esforço individual é reconhecimento mas o foco é no desen-


volvimento coletivo.
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 67

Fonte: Desenvolvimento Organizacional e a Formação de Lideranças: Um Estudo


de caso no setor de Celulose. Disponível em: http://www.fucape.br/_public/
producao_cientifica/2/242_DO_Formacao_Lideranca_V2.pdf.

, ,
Alternativa (E) r
z

Questão 58
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras Biocombustíveis 2010)

Um fator de grande relevo no desempenho dos funcionários


nas organizações é a motivação, que resulta de uma
interação complexa entre os motivos internos das pessoas
e os estímulos da situação ou ambiente. Esta interação foi
aprofundada por Frederick Herzberg, que acabou por
desenvolver a Teoria dos Dois Fatores, distinguindo os
elementos que influenciam o trabalho entre “fatores
motivacionais ou intrínsecos” e “fatores higiênicos ou
extrínsecos”. De acordo com as concepções dessa teoria,
(A) somente os fatores extrínsecos produzem satisfação
com o trabalho, em situações de trabalho.
(B) o ambiente de trabalho e o conteúdo do trabalho
devem ser trabalhados conjuntamente, para que os
fatores de motivação sejam eficazes.
(C) os fatores intrínsecos influenciam apenas o estado de
satisfação com as condições de trabalho, e não com o
próprio trabalho em si.
(D) a satisfação e a insatisfação são sentimentos
diametralmente opostos, sendo que estes estados são
provocados por processos semelhantes que se influ-
enciam por fatores distintos.
(E) a presença de fatores higiênicos cria um clima psicoló-
gico e material saudável, mas não interfere na satisfa-
ção com fatores intrínsecos.

Resolução:

A Teoria dos Dois Fatores ou Teoria da Higiene-Motivação, de Herzberg:

• Os fatores intrínsecos, como o trabalho em si, a responsabilidade e a rea-


lização, parecem estar relacionados com a satisfação com o trabalho. Os
respondentes que se sentiam bem com seu trabalho atribuíam estes fatores a
si mesmos.
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 68

• Por outro lado, os insatisfeitos tendiam a indicar fatores extrínsecos, como a


supervisão, a remuneração, as políticas da empresa e as condições de traba-
lho.

A relação entre os fatores extrínsecos e intrínsecos com a higiene e motiva-


ção (respectivamente) é direta:

• Fatores extrínsecos como as condições em torno do trabalho, como a quali-


dade da supervisão, a remuneração, as políticas da empresa, as condições
físicas do trabalho, o relacionamento com os outros e a segurança no em-
prego foram caracterizados por Herzberg como fatores higiênicos. Quando
eles são adequados, as pessoas não se mostram insatisfeitas, mas também
não estão satisfeitas.

• Fatores intrínsecos como oportunidades de promoção, de crescimento pes-


soal, reconhecimento, responsabilidade e realização motivam as pessoas
para o trabalho. Ou seja.

Vamos analisar as alternativas:

(A) INCORRETA. A satisfação é atingida com fatores intrínsecos e extrínsecos;

(B) CORRETA. Os fatores motivacionais são fatores associados ao trabalho em


si ou nos resultados diretos dele;

(C) INCORRETA. Fatores extrínsecos impedem a insatisfação no trabalho, mas


não garantem a satisfação;

(D) INCORRETA. Os processos causadores da satisfação e insatisfação não são


os mesmos;

(E) INCORRETA. Fatores higiênicos interferem sim nos fatores intrínsecos (mo-
tivacionais) pois estes não ocorrem se os fatores higiênicos não estiverem
presentes.

, ,
Alternativa (B) r
z
Ergonomia, Pessoas e Ambiente www.exatas.com.br 69

Questão 59
(Engenheiro(a) de Produção Júnior - Petrobras Biocombustíveis 2010)

Um processo administrativo proporciona sustentação


metodológica para se estabelecer a melhor direção a ser
seguida pela Organização, visando a um alto grau de
interação com o ambiente e atuando de maneira inovado-
ra. Esse processo é de responsabilidade do nível hierár-
quico mais alto da administração, formulando objetivos e
ações a serem seguidas para sua concretização, levando
em conta as condições internas e externas à empresa e a
evolução que esta pretende ter no longo prazo. Trata-se
de planejamento
(A) estratégico.
(B) da produção.
(C) operacional.
(D) tático.
(E) financeiro.

Resolução:

O enunciado cita que o processo em questão é de responsabilidade do nível


hierárquico mais alto da administração e que busca a evolução da organização no
longo prazo.

Com apenas estas características é possível identificar a alternativa (A)


como correta (planejamento estratégico).

, ,
Alternativa (A) r
z