Sie sind auf Seite 1von 19

Métodos de

custeio

EAC0314 – Análise de custos

Profa. Luciane Reginato


Agenda de hoje

• Métodos de custeio
baseado
em atividades
ACTIVITY-BASED COSTING -
ABC
Custeio baseado em
atividades
Surgimento: final da década de 1980
• Críticas à contabilidade tradicional
• Custo de mão de obra direta decrescentes
• Custos indiretos: crescentes
• Críticas ao “Volume based costing”
Conceito e objetivo

• Metodologia de custeio que procura reduzir


sensivelmente as distorções provocadas pelo rateio
arbitrário dos custos indiretos.

• Visa estabelecer forma lógica de repassar custos


indiretos fixos aos produtos usando a noção de
atividades.

1) Útil para a contabilidade: custos por produtos


(menos arbitrário);
2) Útil como ferramenta para a gestão.

4
Características
• Divide a empresa em atividades.
• Calcula o custo de cada atividade.
• Analisa o comportamento de cada atividade.
• Identifica as causas dos custos de cada atividade.
• Aloca custos aos produtos de acordo com as
intensidades do uso, mensurados pelo n. de
transações.

5
Premissa 1:
O rateio dos custos indiretos cada vez
maiores proporcionalmente ao custo de
mão de obra tem gerado custeio incorreto
dos produtos.
Premissa 2:

 Produtos consomem atividades

 Atividades consomem recursos


PROCESSOS

DESENVOLV. PRODUÇÃO/
MARKETING LOGÍSTICA
DE PRESTAÇÃO ASSISTÊNCIA
E E
SERVIÇOS E DE SERVIÇO TÉCNICA
VENDAS DISTRIBUIÇÃO
PROCESSOS

ATIVIDADES – Exemplos:

• Fabricação de componentes
• Montagem de subconjuntos e componentes
• Montagem de porta
• Testes finais
• Controle de qualidade
• Atendimento médico
•Atendimento psicológico
•Etc.
• Processo
Conjunto de atividades integradas com o objetivo de
cumprir um grande objetivo da organização.

• Atividades
Processo físico ou operacional que consome recursos e gera
produtos ou serviços internos ou finais.

• Recursos
Tudo que é necessariamente consumido para o funcionamento
de uma atividade ou para produção de um bem ou serviço.

• Objetos de Custeio
Correspondem aos elementos finais de determinação de
custos. Os objetos mais comuns são: produtos, serviços,
clientes.
• Direcionadores de Recursos
Correspondem aos elementos que ligam os recursos
consumidos às diversas atividades desenvolvidas. Em
tese, devem refletir a utilização dos recursos pelas
atividades. É através deles que os recursos são
distribuídos às atividades

• Direcionadores de Atividades
Correspondem aos elementos que ligam as atividades
aos objetos de custeio. Tem tese, devem refletir a
frequência e a intensidade do uso das atividades para
fazer os produtos ou serviços da empresa e colocá-los à
disposição dos clientes.
Metodologia ABC
O que foi gasto ? RECURSOS

RECURSOS RECURSOS

Direcionadores de Consumo
Onde foi gasto ?

ATIVIDADE 1 ATIVIDADE 2 ATIVIDADE 3

Para que foi gasto ? Direcionadores de Atividades

OBJETO OBJETO OBJETO


A B C

Objetos de Custeio
REFLEXÕES SOBRE O SISTEMA
QUAL O USO DAS INFORMAÇÕES
GERADAS PELO SISTEMA?

GESTÃO DE RENTABILIDADE
Decisões envolvendo rentabilidade de produtos e
serviços ou
Não use barômetro para medir febre...

GESTÃO DE ESTRUTURA
Decisões sobre redução de custos fixos da estrutura?
Não use termômetro para medir pressão...
UTILIZAÇÃO DO SISTEMA

DEVE SER UTILIZADO PARA ANÁLISE DE ATIVIDADES


E DIAGNÓSTICO DA ESTRUTURA DE PROCESSOS

O ABC nasceu da necessidade de redução de custos.


ABC deve ser voltado para diagnosticar problemas de
estrutura de custos fixos; não é adequada para tomada
de decisões de rentabilidade de produtos. (Teemu
Malmi)
Esquema
Atividades
RECURSOS Consomem Recursos

Direcionadores de Recursos

Produtos / Serviços
ATIVIDADES Consomem Atividades

Direcionadores de Atividades

PRODUTOS/SERVIÇOS
Exemplo: empresa de confecções de camisetas, vestidos e calças

Levantamento dos custos das atividades


Departamentos Atividades Custos

Compras Comprar materiais 16.000


Desenvolver fornecedores 12.000

Almoxarifado Receber materiais 12.350


Movimentar materiais 16.000

Adm. Produção Programar produção 16.000


Controlar produção 13.850

Corte e costura Cortar 29.000


Costurar 28.600

Acabamento Acabar 14.000


Despachar produtos 32.200
15
Levantamento dos direcionadores
de atividades
Departamentos Atividades Direcionadores
Compras Comprar materiais N. de pedidos
Desenvolver fornecedores N. de fornecedores

Almoxarifado Receber materiais N. de recebimentos


Movimentar materiais N. de requisições

Adm. Produção Programar produção N. de produtos


Controlar produção N. de lotes

Corte e costura Cortar Tempo de corte


Costurar Tempo de costura

Acabamento Acabar Tempo de acabamento


Despachar produtos Tempo de despacho
16
Direcionadores de custos das
atividades
Camisetas Vestidos Calças Total

n.Pedidos 150 400 200 750


compra
n. 2 6 3 11
fornecedores
n. 150 400 200 750
Recebimentos
n. Requisições 400 1500 800 2700
n. Produtos 1 1 1 3
n. Lotes 10 40 20 70
Horas corte 2160 882 2600 5642
Horas costura 3240 2058 7800 13098
Horas 2700 2520 3900 9120
acabam.
Horas 25 50 25 100
despach.
17
Agora só falta calcular o custo
Volumes de produção:
Camisetas = 18.000 un.
do produto
Vestidos = 4.200 un.
Calças = 13.000 un.

Ex. – comprar materiais:


Custo unitário do direcionador = $16.000/750 = 21,33
$/pedido
Custo da atividade atribuído ao produto = 21,33 x 150
pedidos
= $ 3.200
Custo da atividade por unidade de produto =
$3.200/18.000un.
= 0,1778
18
$/un.
Custos unitários
Camisetas Vestidos Calças
Comprar materiais 0,1778 2,0317 0,3282

Desenvolver 0,1212 1,5584 0,2517


fornecedores
Receber materiais 0,1372 1,5683 0,2533

Movimentar 0,1317 2,1164 0,3647


materiais
Programar 0,2963 1,2698 0,4103
produção
Controlar produção 0,1099 1,8844 0,3044
cortar 0,6168 1,0794 1,0280
costurar 0,3930 1,0699 1,3101
acabar 0,2303 0,9211 0,4605
despachar 0,4472 3,8333 0,6192
19