Sie sind auf Seite 1von 28

PROCESSOS DE FABRICAÇÃO

Defeitos de Fundição
Grupo A – Defeitos de macharia
A- 01 Macho desencontrado A- 19 Inclusão de massa de macharia A- 21 Inclusão de tinta, sem
A- 02 Macho quebrado A- 20 Inclusão de tinta à base de grafita grafita na composição.
A -03 Macho gasto A- 13 Casca de macho A- 22 Sinterização da areia
A- 04 Macho com rebarba A- 14 Excesso de cola. A- 23 Movimentação das
A – 05 Macho aberto A- 15 Excesso de tinta no macho paredes do molde
A – 06 Macho vazado A- 16 Macho deslocado A- 24 Erosão
A -07 Macho deformado A- 17 Inclusão de cola A- 25 Rabo de rato
A- 08 Macho poroso A- 18 Inclusão de areia de macho com A- 26 Escamas
A- 09 Macho trocado resina de cura à quente A- 27 Inclusão de carbono
A- 10 Pino extrator da caixa vítreo
de macho desregulado
A- 11 Peneira da caixa de
macho desregulada
A- 12 Calço de macho

2
Defeitos de Fundição
Grupo A – Defeitos de macharia

3
Defeitos de Fundição
Grupo A – Defeitos de macharia
CAUSAS MAIS PROVÁVEIS.
· Operação de rebarbação dos machos mal executados.
· Operação de rebarbação dos machos não executados.
· Mau fechamento da caixa de macho.

AÇÕES CORRETIVAS.
· Realizar manutenção da caixa de macho.
· Treinar o pessoal.
· Realizar inspeção de qualidade.

4
Defeitos de Fundição
Grupo A – Defeitos de macharia

5
Defeitos de Fundição
Grupo A – Defeitos de macharia
CAUSAS MAIS PROVÁVEIS.
· Conjunto de machos mal montados.
· Colocação incorreta dos machos no molde.

AÇÕES CORRETIVAS.
· Revisar caixa de macho.
(análise dimensional).

6
Defeitos de Fundição
Grupo B – Defeitos de moldagem

B- 01 Excesso de tinta no B- 08 Bolo de areia caído B- 15 Umidade no


molde B- 09 Molde desencontrado revestimento da coquilha
B- 02 Molde quebrado B- 10 Coquilha deslocada B- 16 Falta de coquilha
B- 03 Molde amassado B- 11 Falta de macho B- 17 Resfriador mal caldeado
B- 04 Molde mole B- 12 Falta de chapa B- 18 Inclusão de areia
B- 05 Molde vazado B- 13 Modelo defeituoso B- 19 Inclusão de areia do
B- 06 Molde levantado B- 14 Chapelim mal caldeado molde. (areia verde)
B- 07 Molde caído B- 20 Inclusão de bentonita
B- 21 Penetração de metal

7
Defeitos de Fundição
Grupo B – Defeitos de moldagem

8
Defeitos de Fundição
Grupo B – Defeitos de moldagem
CAUSAS MAIS PROVÁVEIS.
· Fechamento dos moldes, realizado sem os pinos guias, ou o posicionamento do
molde superior sobre o inferior, foi efetuado com inclinação.
· Colocação dos machos no molde, efetuado de maneira incorreta.
· Posicionamento impróprio do canal de distribuição permitindo que o jato de metal
liquido venha a bater em cantos vivos do molde.
· Ângulo de saída de areia insuficiente.

AÇÕES CORRETIVAS.
· Treinar operadores.
· Verificar as condições das causas mais prováveis.

9
Defeitos de Fundição
Grupo B – Defeitos de moldagem

10
Defeitos de Fundição
Grupo B – Defeitos de moldagem
CAUSAS MAIS PROVÁVEIS.
· Compactação deficiente.
· Distribuição imprópria da areia na caixa.
· Areia com grumos
· Projeto do fundido apresentando diferenças acentuadas de altura.
· Placa com super aproveitamento.

AÇÕES CORRETIVAS.
· Verificar quantidade de areia de moldar.
· Rever distribuição das peças na placa.
· Realizar treinamento.

11
Defeitos de Fundição
Grupo C – Defeitos de fusão e vazamento

C- 01 Grafita primária C- 09 Vazamento interrompido C- 15 Rechupe


C- 02 Nodulização C- 10 Inclusão de escória. C- 16 Grafitização primária
insuficiente C- 11 Trinca grossa a quente, em inversa
C- 03 Trinca à frio ferro fundido branco. C- 17 Pinhole de hidrogênio
C- 04 Trinca à quente C- 12 Trinca fina à quente, em C- 18 Gases nas adjacências
C- 05 Depressão ferro fundido branco de chapelins e resfriadores.
C- 06 Solda fria C- 13 Trinca fria C- 19 Inclusões de sulfeto de
C- 07 Gota fria C-14 Trinca ocorrida durante o manganês
C- 08 Vazamento tratamento térmico. C- 20 Inclusões de escória
incompleto C- 21 Inclusões de inoculante
á base de silício.

12
Defeitos de Fundição
Grupo C – Defeitos de fusão e vazamento

13
Defeitos de Fundição
Grupo C – Defeitos de moldagem
CAUSAS MAIS PROVÁVEIS.
· Fluidez insuficiente do metal líquido motivado por baixa temperatura de vazamento
· Tempo de vazamento muito lento.
· Fundido com projeto propício para a ocorrência do defeito, e nem sempre adaptado
para a fundição
(diferenças acentuadas na espessura, ângulos reentrantes, cantos vivos, etc.).

AÇÕES CORRETIVAS.
· Eliminar cada uma das causas mais prováveis.
· Realizar treinamento operacional.

14
Defeitos de Fundição
Grupo C – Defeitos de fusão e vazamento

15
Defeitos de Fundição
Grupo C – Defeitos de fusão e vazamento
CAUSAS MAIS PROVÁVEIS.
· Respingos de metal líquido que entram no molde antes e durante o vazamento.

AÇÕES CORRETIVAS.
· Eliminar cada uma das causas mais prováveis.
· Realizar treinamento operacional.

16
Defeitos de Fundição
Grupo C – Defeitos de fusão e vazamento

17
Defeitos de Fundição
Grupo D – Defeitos de quebra de canais e limpeza

D- 01 Amassado na moldagem D- 06 Fratura junto à rebarba


D- 02 Amassado no manuseio D- 07 Fratura junto à respiros
D- 03 Quebrado na desmoldagem e/ou D- 08 Fratura junto ao massalote
quebra de canais. D- 9 Excesso de limpeza
D- 04 Quebrada no manuseio D- 10 Codificação ilegível.
D- 05 Fratura junto ao canal de ataque

18
Defeitos de Fundição

19
Defeitos de Fundição
Grupo D – Defeitos de quebra de canais e
limpeza

20
Defeitos de Fundição
Grupo D – Defeitos de quebra de canais e
limpeza
CAUSAS MAIS PROVÁVEIS.
· Quebra prematura do sistema de alimentação.
· Negligência na quebra dos canais.

AÇÕES CORRETIVAS.
· Redimensionar o canal de ataque.
· Realizar treinamento operacional.

22
Defeitos de Fundição
Grupo D – Defeitos de quebra de canais e
limpeza

23
Defeitos de Fundição
Grupo D – Defeitos de quebra de canais e
limpeza
CAUSAS MAIS PROVÁVEIS.
· Tempo excessivo de limpeza.
· Peças mal posicionadas no cesto da máquina de limpeza.
· Velocidade excessiva de arremesso do abrasivo, associado ao tempo prolongado de
exposição das peças.

AÇÕES CORRETIVAS.
· Estabelecer tempo correto de limpeza.
· Regular a velocidade do abrasivo de acordo com a peça.

24
Defeitos de Fundição
Grupo E – Outros defeitos

E - 01 Gases, sopros, fervuras E - 06 Bolhas associadas a rechupes - "Efeito


E - 02 Bolhas de gases na vizinhança de Leonard”
chapelins e resfriadores E - 07 Bolhas associadas à escória
E - 03 Porosidades superficiais (bolhas) E - 08 Rechupes
E - 04 Porosidades pequenas (pinholes)
E - 05 Rechupes diversos (cavidades em
virgulas)

25
Defeitos de Fundição
Grupo E – Outros defeitos

26
Defeitos de Fundição
Grupo E – Outros defeitos

27
Defeitos de Fundição
Grupo E – Outros defeitos

28
Projeto de Moldes de areia verde
para fundição de peças metálicas
DEFEITOS DA FUNDIÇÃO
Dependem do material, desenho das peças e
técnicas de processamento.
Obrigada.

29