You are on page 1of 9

1. (CESPE/2018- PC/MA) O 11.

(CESPE/2017) Compete exclusivamente à


desmembramento de um município será União legislar sobre normas de processo e de
determinado por lei municipal, dentro do período julgamento de crimes de responsabilidade.
determinado por lei complementar federal, e 12. (CESPE/2017) Compete concorrentemente
dependerá de consulta prévia, mediante à União, aos estados, ao Distrito Federal e aos
plebiscito, às populações dos municípios municípios legislar sobre direito tributário,
envolvidos, inexistindo a necessidade de financeiro, urbanístico e eleitoral.
divulgação prévia de estudos de viabilidade 13. (CESPE/2017) É competência comum da
municipal na imprensa oficial. União, dos estados, dos municípios e do Distrito
2. (CESPE/2018- PC/MA) Os estados podem Federal legislar sobre normas gerais de licitação
incorporar-se entre si, mediante a aprovação da para a administração pública direta.
população diretamente interessada, por meio de 14. (CESPE/2017) Compete privativamente à
plebiscito, e do Congresso Nacional, por lei União legislar sobre desapropriação.
complementar. 15. (CESPE/2016) A competência da União e
3. (CESPE/2018- PC/MA) É permitida dos municípios é expressa, sendo a competência
somente à União a criação de distinções entre dos estados remanescente ou residual.
brasileiros. 16. (CESPE/2016) É possível, mediante
4. (CESPE/2018) Os rios que banhem mais de emenda à Lei Orgânica do Distrito Federal, a
um estado e que sejam provenientes de outros criação de municípios nessa unidade da
países são considerados bens da União. Federação, atendidos os princípios estabelecidos
5. (CESPE/2018) Os estados podem legislar na CF.
de forma concorrente sobre direito tributário. 17. (CESPE/2016) Cada uma das unidades
6. (CESPE/2018) Os municípios podem criar integrantes da Federação brasileira é ente
tribunais e conselhos para a fiscalização das autônomo e soberano, capaz de auto-
contas municipais, na forma da respectiva Lei organização, auto-legislação, autogoverno e
Orgânica. autoadministração.
7. (CESPE/2018) No âmbito da organização 18. (CESPE/2016) Sendo o Brasil um Estado
político-administrativa do Estado, apenas a laico, é vedado aos entes federativos estabelecer
União, os estados e o Distrito Federal são cultos religiosos e igrejas ou manter com eles ou
considerados entes autônomos. seus representantes relações de dependência ou
8. (CESPE/2018) Conforme a CF, a União, os aliança, o que inclui a colaboração de interesse
estados, o Distrito Federal e os municípios público.
possuem Poder Legislativo, Poder Executivo e 19. (CESPE/2016) Dado o poder de
Poder Judiciário, independentes e harmônicos autonomia, os estados podem estabelecer, em
entre si. suas Constituições, a participação da assembleia
9. (CESPE/2017) O Estado é formado pela legislativa na nomeação, exoneração ou
união de três elementos originários e destituição, pelo governador, de secretário
indissociáveis. Esses elementos são o povo, a estadual.
Constituição Federal e o território. 20. (CESPE/2016) A forma de federalismo
10. (CESPE/2017) As peculiaridades de cada adotada no Brasil é conhecida como federalismo
cidade determinam a competência dos de segregação e centrífugo, sendo os estados-
municípios para fixar horários de funcionamento membros dotados de autogoverno.
de estabelecimentos comerciais e bancários. 21. (CESPE/2015) São formas de governo a
federação, a confederação e o governo único.
22. (CESPE/2014) Entre as características instrumento como modalidade explícita de
comuns do Estado Federal incluem-se a democracia direta.
representação das unidades federativas no poder 33. (CESPE/2017) Compete à União explorar,
legislativo central, a existência de um tribunal diretamente ou mediante autorização, concessão
constitucional e a intervenção para a manutenção ou permissão, os serviços de transporte
da federação. ferroviário e aquaviário entre portos brasileiros e
23. (CESPE/2014) No federalismo orgânico, há fronteiras nacionais, ou que transponham os
uma presença marcante do ente federal, em limites de estado ou território.
detrimento das unidades federadas. 34. (CESPE/2017) No âmbito da competência
24. (CESPE/2013) A competência material ou concorrente, seria inconstitucional lei estadual
administrativa, atividade legiferante, pode ser que ampliasse, a critério do legislador estadual,
tanto exclusiva da União quanto comum aos definição estabelecida por lei federal sobre
entes federativos. determinada matéria.
25. (CESPE/2013) Os municípios e territórios 35. (CESPE/2017) Inexistindo lei federal sobre
federais são considerados entes federativos. normas gerais, os estados exercerão a
26. (CESPE/2013) O Distrito Federal é a capital competência legislativa residual para atender às
federal do Brasil. suas peculiaridades.
27. (CESPE/2013) De acordo com a CF, lei 36. (CESPE/2017) A eficácia de lei estadual
complementar federal pode autorizar os estados- vigente não será suspensa na hipótese de
membros a legislarem sobre questões específicas superveniência de lei federal sobre normas
em matéria de competência privativa da União. gerais, mesmo que a lei federal traga disposições
28. (CESPE/2013) Nos termos da CF, embora contrárias à lei estadual.
os estados-membros e municípios possam 37. (CESPE/2017) Compete privativamente à
estabelecer cultos religiosos ou igrejas, lhes é União zelar pela guarda da CF, das leis e das
vedado subvencioná-los. instituições democráticas.
29. (CESPE/2012) O Estado é formado por três 38. (CESPE/2017) A competência da União
elementos: o povo, o território e o governo para legislar sobre normas gerais afasta a
soberano, constituindo este último o elemento competência suplementar dos estados.
condutor que detém e exerce o poder absoluto 39. (CESPE/2017) No âmbito da legislação
de autodeterminação e auto-organização concorrente, a competência da União limitar-se-á
emanado do povo. a estabelecer normas gerais.
30. (CESPE/2004) Enquanto o território estatal 40. (CESPE/2017) De acordo com a CF, o
constitui o limite espacial no qual se exerce Distrito Federal — unidade federada indivisível
efetiva e exclusivamente o poder de Estado, em municípios — é a capital federal do país.
configurando o âmbito de validade jurídica, a 41. (CESPE/2017) Os municípios são
forma de Estado é o modo de exercício desse subordinados administrativamente aos estados
poder em função também da unidade ou da em que estiverem localizados.
multiplicidade organizativa. 42. (CESPE/2017) Do ponto de vista político-
31. (CESPE/2017) A proteção ao meio administrativo, os estados federados são
ambiente é de competência comum da União, subordinados à União.
dos estados, do DF e dos municípios. 43. (CESPE/2017) É permitido à União, mas
32. (CESPE/2017) Como a Constituição não faz vedado aos estados, recusar fé aos documentos
referência à iniciativa popular de lei ao dispor públicos.
sobre o processo legislativo no âmbito estadual, o 44. (CESPE/2017) É vedado a todos os entes
Supremo Tribunal Federal não reconhece esse da Federação estabelecer cultos religiosos.
45. (CESPE/2014) A autonomia dos estados- e controle do uso, do parcelamento e da
membros caracteriza-se pela sua capacidade de ocupação do solo urbano.
auto-organização, autolegislação, autogoverno e 54. (CESPE/2012) A existência de lei municipal
autoadministração, ao passo que a soberania da que legisle sobre trânsito e que imponha sanção
União manifesta-se em todos esses elementos e, mais gravosa que a prevista no Código de
ainda, no que concerne à personalidade Trânsito Brasileiro é incompatível com a
internacional. Constituição Federal de 1988 (CF).
46. (CESPE/2014) As terras indígenas tratadas 55. (CESPE/2008) Muito embora a União
pela CF se submetem ao princípio fundamental legisle privativamente sobre trânsito, os
da soberania da República Federativa do Brasil, municípios detêm competência para classificar as
fazendo parte do território brasileiro vias públicas localizadas em seu território
47. (CESPE/2014) Conforme previsão municipal.
constitucional, são bens da União as ilhas fluviais, 56. (CESPE/2013) Considere que tenha sido
lacustres e marítimas, incluídas aquelas em que editada lei estadual que previa o cancelamento
existam sedes de municípios ou capitais de de multas de trânsito impostas aos motoristas em
estados. certa rodovia estadual. Nessa situação, a despeito
48. (CESPE/2015) A União é pessoa jurídica de de a competência para legislar sobre trânsito e
direito público interno à qual incumbe exercer transporte ser privativa da União, a criação dessa
prerrogativas do Estado federal brasileiro, como, lei é constitucional, haja vista que as multas
por exemplo, assegurar a defesa nacional e canceladas foram emitidas em rodovia estadual,
permitir, nos casos previstos em lei e não em federal.
complementar, que forças estrangeiras transitem 57. (CESPE/2013) Inserem-se no âmbito da
pelo território nacional ou nele permaneçam competência do município o planejamento e o
temporariamente. controle do uso e ocupação do solo urbano.
49. (CESPE/2013) A CF veda expressamente a 58. (CESPE/2013) Compete à União legislar
divisão do Distrito Federal e dos territórios em privativamente sobre direito do consumidor.
municípios. 59. (CESPE/2013) Considere que lei estadual
50. (CESPE/2013) A União só pode intervir tenha sido editada dispondo sobre as condições
nos estados e no Distrito Federal para repelir para o exercício de determinada profissão e que
invasão de uma unidade da Federação em outra, tenha sido arguida a sua inconstitucionalidade
desde que haja requisição do STF para tanto. em ação judicial. Nessa situação, não há
51. (CESPE/2013) Ao Distrito Federal são inconstitucionalidade, já que a competência para
atribuídas as competências legislativas reservadas legislar sobre o exercício de profissões é
aos estados e municípios, mas, no que se refere à concorrente entre os entes da Federação.
competência tributária, são-lhes atribuídas 60. (CESPE/2013) Considere que tenha sido
apenas as competências correspondentes às dos editada lei estadual regulando o parcelamento de
estados, e não às dos municípios. multas de trânsito ocorridas no âmbito de
52. (CESPE/2013) incluem-se entre os bens determinada unidade da Federação. Nessa
dos estados todas as ilhas fluviais e lacustres situação, a lei é constitucional, pois, de acordo
existentes em seu território ou em zonas com a CF, a competência para legislar sobre
limítrofes com outros países. trânsito e transporte é concorrente entre os
53. (CESPE/2013) Compete aos municípios entes da Federação.
promover, no que lhes couber, adequado 61. (CESPE/2013) A União, os estados, o
ordenamento territorial, mediante planejamento Distrito Federal e os municípios têm competência
concorrente para legislar sobre correta, já que a disposição sobre a referida
telecomunicações. matéria constitui uma das competências do DF.
62. (CESPE/2008) O DF tem competência 71. (CESPE/2016 – PC-GO) Compete
concorrente com a União para legislar sobre privativamente à União
matéria relacionada a procedimentos em matéria a) estabelecer política de educação para
processual. segurança no trânsito.
63. (CESPE/2008) Compete à União legislar b) legislar sobre requisições civis e militares,
sobre direito processual, mas não sobre em caso de iminente perigo e em tempo de
procedimentos em matéria processual, o que guerra.
seria de competência concorrente entre a União, c) cuidar da proteção e garantia das pessoas
os estados e o DF. portadoras de deficiência.
64. (CESPE/2013) Caso a União edite lei que d) legislar sobre organização, garantias,
disponha sobre normas gerais concernentes a direitos e deveres da polícia civil.
procedimentos em matéria processual, estado da e) legislar sobre educação, ensino, pesquisa
Federação poderá legislar sobre matérias e inovação.
específicas concernentes a esse tema. 72. (CESPE/2014 – PF) Lei estadual que
65. (CESPE/2012) Não se permite aos autorize a utilização, pela polícia civil do estado,
municípios constituir força policial militar ou civil de armas de fogo apreendidas invade a
própria. competência privativa da União para legislar
66. (CESPE/2008) A organização e a sobre material bélico, que, complementada pela
manutenção dos serviços locais de segurança competência para autorizar e fiscalizar a
pública do DF (Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo produção de material bélico, abrange a disciplina
de Bombeiros) são de competência privativa do sobre a destinação de armas apreendidas.
próprio DF. 73. (CESPE/2013) A iniciativa popular de lei,
67. (CESPE/2013) Compete à União, aos no âmbito municipal, tanto pode envolver
estados e ao Distrito Federal legislar projetos de interesse específico do município
concorrentemente sobre competência das como da cidade ou de bairros, por meio da
Polícias Federal, Rodoviária Federal e Ferroviária manifestação de, pelo menos, 5% do eleitorado.
Federal. 74. (CESPE/2014) Não há previsão
68. (CESPE/2016) Os territórios não são entes constitucional para a iniciativa popular de leis no
federativos; assim, na hipótese de vir a ser criado processo legislativo estadual.
um território federal, ele não disporá de 75. (CESPE/2015) A abolição da forma
representação na Câmara dos Deputados nem no federativa de Estado é possível,
Senado Federal. mediante emenda constitucional proposta por
69. (CESPE/2013) A organização da polícia civil dois terços dos membros da Câmara dos
é estabelecida no âmbito da competência Deputados ou do Senado Federal.
legislativa concorrente dos estados, do DF e da 76. (CESPE/2015) O ordenamento jurídico
União, cabendo a esta a determinação de normas constitucional brasileiro admite o direito de
gerais. secessão, que se refere à
70. (CESPE/2013) Caso o DF institua, mediante descentralização político-administrativa.
lei, determinada gratificação para os servidores 77. (CESPE/2015) Em se tratando de
das suas polícias civil e militar e do seu corpo de competência legislativa concorrente, no caso de
bombeiros militar, tal norma legal, segundo o inexistir lei federal sobre normas gerais, os
entendimento do STF, será constitucionalmente estados exercerão a competência legislativa
plena, mas a superveniência de lei federal sobre
normas gerais revoga automaticamente a lei exercício da profissão de motobói no âmbito do
estadual sobre o tema. seu território.
78. (CESPE/2004) A criação, a incorporação, a 88. (CESPE/2013) A competência do tribunal
fusão e o desmembramento de municípios, far- de justiça para julgar prefeitos abrange os crimes
se-ão por lei federal e serão submetidos pela de competência da justiça federal.
população diretamente interessada a referendo 89. (CESPE/2013) O estado federado pode
popular. estabelecer em sua constituição a exigência de
79. (CESPE/2013) Compete privativamente à prévia autorização da assembleia legislativa para
União legislar sobre transporte, energia, que o chefe do Poder Executivo estadual se
propaganda comercial e registros públicos. ausente do país por qualquer prazo.
80. (CESPE/2013) As matérias inseridas na 90. (CESPE-2016) É facultado à União, aos
competência legislativa dos estados- membros Estados, ao Distrito Federal e aos municípios
constam de rol taxativo expressamente previsto subvencionar cultos religiosos ou igrejas e manter
na CF. com seus representantes relações de aliança e
81. (CESPE/2013) Uma lei estadual que colaboração de interesse público.
disponha sobre regras gerais de registros públicos 91. (CESPE-2015) Por possuírem autonomia
no âmbito do estado-membro será política, os territórios federais têm sua criação,
inconstitucional, já que tal matéria está inserida transformação em estado ou reintegração ao
no rol das competências legislativas privativas da estado de origem dependente da aprovação, por
União. plebiscito, da população diretamente interessada
82. (CESPE/2011) Compete aos municípios a e da ratificação do Congresso Nacional.
organização e a prestação, de forma direta ou sob
regime de concessão ou permissão, dos serviços 92. (CESPE-2014) A ordem constitucional
públicos de transporte urbano coletivo local. brasileira não admite o chamado direito de
83. (CESPE/2013) É da competência dos secessão, que possibilita que os estados, o
estados-membros explorar os serviços de energia Distrito Federal e os municípios se separem do
elétrica. Estado Federal, preterindo suas respectivas
84. (CESPE/2007) Nos territórios federais com autonomias, para formar centros independentes
mais de cem mil habitantes, além do governador de poder.
nomeado na forma da CF, haverá órgãos 93. (CESPE-2014) Com o advento da CF ficou
judiciários de primeira e segunda instâncias, proibida a criação de novos territórios federais.
membros do Ministério Público e defensores
94. (CESPE-2013) Como o federalismo
públicos federais.
estabelecido na CF é assimétrico, é conferido aos
85. (CESPE/2014 – PF) Compete à União, aos
estados, aos municípios e ao Distrito Federal,
estados, ao DF e aos municípios legislar
como entes federativos, o direito de secessão.
concorrentemente sobre direito penitenciário,
cabendo à União apenas o estabelecimento de 95. (CESPE-2013) Mesmo não sendo estado
normas gerais. nem município, o Distrito Federal possui
86. (CESPE/2013) Ao Distrito Federal, além de autonomia, parcialmente tutelada pela União.
outras competências, caberá a exploração de gás 96. (CESPE-2013) A CF adotou como principio
canalizado e a prestação de serviços públicos de da organização politica brasileira a dissolubilidade
interesse local, incluído o de transporte coletivo. do vinculo federativo.
87. (CESPE/2013) O estado federado tem
97. (CESPE-2008) As riquezas minerais, como
competência para dispor sobre as condições do
o petróleo, são bens da União.
98. (CESPE-2013) A divisão político- estado-membro respectivo, com vistas a garantir
administrativa interna da Federação brasileira é o livre exercício do Poder Judiciário na
imutável. correspondente unidade da Federação.
8. (CESPE/2015) Em caso de provimento de
representação do procurador-geral da República
pelo STF para assegurar a observância
INTERVENÇÃO
dos princípios constitucionais de intervenção, não
1. (CESPE/2015) A União tem competência
há impedimento para que a CF seja normalmente
para intervir nos estados e no Distrito Federal,
emendada, tendo em vista que a intervenção
mas em nenhuma hipótese poderá intervir em
federal, nessa hipótese, limitar-se-á a
municípios localizados em estados-membros.
suspender a execução do ato impugnado.
2. (CESPE/2014) A decretação da intervenção
federal em estado, no Distrito Federal ou em
ORGANIZAÇÃO
município, por inobservância dos princípios
GABARITO:
constitucionais sensíveis, dependerá do 1- E
provimento de representação do procurador- 2- C
geral da República pelo STF. 3- E
3. (CESPE/2010) De acordo com a 4- C
jurisprudência, é da competência do STF o 5- C
6- E
julgamento do pedido de intervenção federal por
7- E
falta de cumprimento de decisão judicial 8- E
proferida pela justiça do trabalho, mesmo 9- E
quando referida decisão não contiver matéria de 10- E
cunho constitucional. 11- E
4. (CESPE/2010) A intervenção do estado no 12- E
município tem caráter excepcional e é permitida 13- E
14- C
nas hipóteses previstas na CF e eventualmente
15- C
estabelecidas na respectiva constituição estadual.
16- E
5. (CESPE/2017) Com fundamento na 17- E
indissolubilidade do pacto federativo, que veda o 18- E
direito de secessão, o presidente da República 19- E
poderá decretar intervenção federal em estado- 20- C
membro onde esteja em curso processo que vise 21- E
22- C
a sua separação da Federação brasileira.
23- C
6. (CESPE/2017) É permitida a intervenção
24- E
do estado nos seus municípios nas situações em 25- E
que não for aplicado o mínimo exigido da receita 26- E
municipal nas ações e nos serviços públicos de 27- C
saúde. 28- E
7. (CESPE/2016) Ante a falta do repasse por 29- C
parte do Poder Executivo estadual, na forma de 30- C
31- C
duodécimos, dos recursos correspondentes às
32- E
dotações orçamentárias garantidas ao tribunal de 33- C
justiça local, este tem a prerrogativa 34- C
constitucional de solicitar diretamente ao 35- E
presidente da República a intervenção federal no 36- E
37- E 88- E
38- E 89- E
39- C 90- E
40- E 91- E
41- E 92- C
42- E 93- E
43- E 94- E
44- C 95- C
45- E 96- E
46- C 97- C
47- E 98- E
48- C
49- E
50- E
51- E
52- E INTERVENÇÃO
53- C GABARITO:
1- C
54- C
2- E
55- C
3- C
56- E
4- E
57- C
5- C
58- E
6- C
59- E
7- E
60- E
8- E
61- E
62- C VOCÊ ACABA DE GANHAR UM CUPOM QUE
63- C GARANTE 30% DESCONTO para Cursos Online
64- C das Carreiras Policiais, e 30% de DESCONTO
65- C nos materiais didáticos. Acesse:
66- E alfaconcursos.com.br e insira o CUPOM:
67- E RESPEITOAOALUNO
68- E (válido até 23h59 do dia 16 de março de 2018).
69- E
70- E
71- B AINDA TEM DÚVIDA:
72- C Curso regular: Disciplinas dentro do edital, 6
73- C meses de validade, 5 visualizações em cada
74- E aula, videoaulas + PDF.
75- E
https://www.alfaconcursos.com.br/cursos/reg
76- E
ular/agente-da-policia-federal-pf
77- E
78- E
Curso Anual:
79- C O Curso Anual é um plano que permite o acesso
80- E a vários cursos atualizados para os mais
81- C diversos concursos, dentro dessa área.
82- C Também, o plano conta com cursos de
83- E exercícios para os principais concursos. Um
84- C pacote completo de oportunidades com a
85- E qualidade AlfaCon.
86- C Qual a vantagem do curso anual?
87- E
Com essa modalidade, você poderá dispor de conteúdo cobrado pelas bancas
vários cursos que isoladamente comporiam um organizadoras).
investimento muito maior, sem falar na
comodidade de ter a equipe AlfaCon orientando Eventos Ao Vivo
todos os seus passos até sua aprovação. Eventos e Aulas nas turmas presenciais
Neste curso, o aluno terá acesso às matérias (definidos pela Equipe Pedagógica), são
necessárias para sua preparação, transmitidos dentro da plataforma Sou +.
disponibilizadas no formato de videoaulas,
acompanhando material dialógico em PDF. Equipe Exclusiva
Equipe AlfaCon com professores
https://www.alfaconcursos.com.br/cursos/co exclusivos da plataforma Sou +. Diversos
mbo-anual/anual-carreiras-policiais profissionais altamente capacitados.
Assim, você pode assistir aulas, revisões e
reforços com os Professores AlfaCon.
Conheça o Sou +
https://www.alfaconcursos.com.br/comb
Ferramentas de Controle
os/sou-carreiras-policiais-2017 Ferramentas desenvolvidas
exclusivamente para o Sou +. Nelas você
Sem dúvida o que há de mais avançado pode acompanhar o avanço do seu
para sua preparação. O Sou +, foi criado com o Esforço, Progresso e Rendimento, por
objetivo de garantir um estudo com qualidade meio de gráficos que mostram quais
e eficiência, respeitando a vida daqueles que pontos devem ser melhorados.
acreditam e investem na sua preparação.
Uma exclusividade da marca AlfaCon, Aulas de Exercícios
desenvolvido com o objetivo de garantir sua Aulas exclusivas de exercícios para
preparação com a máxima qualidade. fixação da matéria estudada. O Professor
resolve a questão junto com você e
O curso Sou + traz um conjunto explica o assunto da questão.
completo para sua preparação:
Tira Dúvidas Com Professor
Planejamento dos Estudos Caso você tenha alguma dúvida nas aulas
Com planos especiais desenvolvidos para assistidas, você poderá usar o espaço
sua carreira. Ensinamos como distribuir destinado ao tira dúvidas. Seu
as disciplinas, considerando os horários e questionamento será encaminhado
dias da sua semana. diretamente ao Professor, e a resposta
será dada por ele. Ou seja, tira dúvidas
Videoaulas + PDF exclusivo e personalizado.
Disciplinas básicas e Específicas para o
seu concursos. Centenas de horas de aula,
Canal Exclusivo de Atendimento
todas com material em PDF no formato O aluno Sou + é atendido por um canal
dialógico, para que você acompanhe exclusivo, por meio de um 0800,
exatamente aquilo que é ensinado pelo garantindo assim uma agilidade na
professor. resolução do seu problema.
Aulas, Reforços, Revisões e APP AlfaCon Para Anotações
Exercícios Alunos Sou +, podem anotar pontos
Dentro da plataforma Sou +, você importantes da aula e depois usando o QR
encontra as disciplinas básicas e CODE guardar as anotações em PDF que
específicas da carreira escolhida, será gerado automaticamente.
disponíveis no formato Aula (conteúdo Simulados
conforme edital) Reforços e Revisões
(abordando temáticas importantes e Você tem acesso aos simulados aplicados
complexas) Exercícios (fixação do pelo AlfaCon, e recebe 3 formatos de
arquivo: Simulado, Simulado Gabaritado,
Simulado Gabaritado Comentado.
Atualizações
O Sou + é abastecido com atualizações e
cursos novos de acordo com a carreira
escolhida.
Vigência de 18 Meses
A partir do momento da contratação, o
aluno Sou +, recebe o acesso a todas as
vantagens da plataforma da carreira
escolhida pelo período de 18 meses.
Descontos Exclusivos
Em eventos e atividades do AlfaCon pelo
Brasil afora o aluno Sou +, tem acesso a
descontos e condições exclusivas para
assinantes.
Visualizações Ilimitadas
Durante a vigência do curso (18 meses), o
aluno Sou +, as visualizações das
videoaulas são ilimitadas.
Box de Materiais Didáticos
Sim, além de tudo isso, o aluno Sou +,
recebe em casa um box exclusivo com
dezenas de materiais didáticos AlfaCon,
que incluem: Apostilas, Livros, Série
Provas e Concursos, Exercícios, Código
AlfaCon, entre outros.
Camisetas
Junto com o Box Sou +, o aluno receberá
camisetas exclusivas AlfaCon, de acordo
com a carreira escolhida.
Seguro Aprovação
Uma exclusividade do Sou +. É a garantia
de que realmente estamos
comprometidos com a vida do aluno.

ENVIE UM WHATS AGORA PARA A CENTRAL DE


VENDAS E GARANTA CONDIÇÕES EXCLUSIVAS
PARA ADQUIRIR O SOU +

Números da Central de vendas:


(45)9 9977-0121
(45)9 9962-7904
(45) 9 9146-2194
(45) 9 9856-2827