You are on page 1of 12

www.pconcursos.

com
COMANDO DA AERONÁUTICA 04 - O movimento da coroa dentada ( A) de uma bicicleta é
DEPARTAMENTO DE ENSINO DA AERONÁUTICA transmitido a uma catraca (B) localizada no eixo da roda
ACADEMIA DA FORÇA AÉREA traseira ( C) por meio de uma corrente. A opção que
representa a bicicleta mais veloz para o mesmo número de
CONCURSO DE ADMISSÃO AO
pedaladas do ciclista é
CFOAV/CFOINT/CFOINF 2006
a) c)
PROVAS DE FÍSICA e LÍNGUA PORTUGUESA
04 de setembro de 2005

Transcreva este dado para o seu cartão de respostas.

CÓDIGO DA PROVA: 21 b) d)

ATENÇÃO! ESTA PROVA CONTÉM 60 QUESTÕES, SENDO QUE DE 01 A


30 SÃO QUESTÕES DE FÍSICA E DE 31 A 60 SÃO QUESTÕES DE LÍNGUA
PORTUGUESA.

01 - O gráfico abaixo mostra como variou a velocidade de um


atleta durante uma disputa de 100 m rasos.
05 - Um avião a jato, cuja massa é de 40 toneladas, ejeta,
durante 5 segundos, 100 kg de gás e esse gás sofre uma
variação de velocidade de 500 m/s.
Com base nessas informações, analise as seguintes
afirmativas:

I- A variação da velocidade do avião é de 1,25 m/s.


4
II - A força aplicada no avião é de 10 N.
4
Sendo de 8,0 m/s a velocidade média deste atleta, pode-se III - O impulso sofrido pelo avião vale 5.10 kg.m/s.
afirmar que a velocidade v no instante em que ele cruzou a
linha de chegada era, em m/s, Está(ão) correta(s)

a) 5,0 c) 8,5 a) apenas I. c) apenas I e III .


b) 3,5 d) 10 b) apenas I e II. d) I, II e III.

02 - Um operário puxa a extremidade de um cabo que está 06 - Os satélites de comunicação são operados normalmente em
enrolado num cilindro. À medida que o operário puxa o cabo órbitas cuja velocidade angular ωé igual à da Terra, de
o cilindro vai rolando sem escorregar. Quando a distância modo a permanecerem imóveis em relação às antenas
entre o operário e o cilindro for igual a 2 m (ver figura receptoras. Na figura abaixo, estão representados dois
abaixo), o deslocamento do operário em relação ao solo será destes satélites, A e B, em órbitas geoestacionárias e em
de diferentes alturas. Sendo a massa de A maior que a de B,
pode-se afirmar que as relações entre os módulos das
velocidades v A e vB e os períodos de rotação T A e TB dos
satélites A e B estão representados corretamente na
alternativa

a) 1 m c) 4 m
b) 2 m d) 6 m

03 - Analise as afirmativas abaixo sobre movimento circular


uniforme:
a) v A = vB e T A = T B c) v A > v B e TA = T B
I- A velocidade vetorial tem direção variável.
II - A resultante das forças que atuam num corpo que b) v A < vB e T A < T B d) v A > v B e TA > T B
descreve esse tipo de movimento não é nula.
III - O módulo da aceleração tangencial é nulo.

Está(ão) correta(s)

a) I apenas. c) II e III apenas.


b) I e III apenas. d) I, II e III.
www.pconcursos.com

AFA 2006 FÍSICA E LÍNGUA PORTUGUESA – CFOAV/CFOINT/CFOINF – CÓDIGO 21 2


07 - Duas partículas são lançadas nos pontos A e B com a 10 - Uma barra rígida homogênea de comprimento 2 L e massa m
mesma velocidade v 0 , conforme indica a figura abaixo: está apoiada em dois suportes A e B, como mostra a figura
abaixo.

O gráfico que melhor indica a intensidade N A da reação que


o apoio A exerce sobre a barra, em função da intensidade da
r
força F aplicada na extremidade é
Enquanto a partícula de massa m passa por um trecho em
elevação, a outra, de massa M, passa por uma depressão a) c)
com a mesma forma e “profundidade” h.
Desprezando-se quaisquer forças dissipativas, pode-se
t
afirmar que a razão A entre os tempos gastos pelas
tB
partículas para atingirem os pontos D e C é

a) menor que 1, se m > M. b) d)


b) maior que 1, independentemente da razão m/M.
c) igual a 1, independentemente da razão m/M.
d) pode ser igual a 1, se m < M.

08 - Uma partícula de massa m é lançada obliquamente com


velocidade v0 próxima à superfície terrestre, conforme indica
11 - Uma pessoa deita-se sobre uma prancha de madeira que
a figura abaixo. A quantidade de movimento adquirida pela
partícula no ponto Q, de altura máxima, é flutua mantendo sua face superior no mesmo nível da
superfície da água.

A pranc ha tem 2 m de comprimento, 50 cm de largura e 15


cm de espessura. As densidades da água e da madeira são,
a) mv0 c) m 2 gh 3 3
respectivamente, 1000 kg/m e 600 kg/m . Considerando
2
v 02 g = 10 m/s , pode-se afirmar que o peso da pessoa é
b) m v0 2 − 2 gh d) m − gh
2
a) 600 N c) 400 N
b) 700 N d) 500 N
09 - Os blocos A e B , de massas iguais a 2 kg e 3 kg,
respectivamente, ligados por um fio ideal, formam um
r 12 - Um líquido é colocado em um recipiente ocupando 75% de
sistema que submetido a ação de uma força constante F de seu volume. Ao aquecer o conjunto (líquido + recipiente)
2
intensidade 15 N, desloca-se com aceleração de 1 m/s , verifica-se que o volume da parte vazia não se altera. A
conforme a figura abaixo. Se a tração no fio que liga os razão entre os coeficientes de dilatação volumétrica do
blocos durante o deslocamento é de 9 N, pode-se afirmar γ
que a razão entre os coeficientes de atrito dos blocos A e B material do recipiente e do líquido M é
γL
com a superfície vale

4
a) 1 c)
3
3 1
b) d)
4 4
1 2
a) c)
3 3
3
b) d) 1
2
www.pconcursos.com

AFA 2006 FÍSICA E LÍNGUA PORTUGUESA – CFOAV/CFOINT/CFOINF – CÓDIGO 21 3


13 - Dispõe-se de uma balança de braços iguais e recipientes 16 - Uma das aplicações do fenômeno da condução térmica é o
idênticos contendo água cuja temperatura está indicada na uso de telas metálicas. Sabe-se que, colocando um
figura de cada alternativa. recipiente de vidro comum diretamente numa chama, ele se
Aquela que mostra corretamente a situação de equilíbrio é rompe. No entanto, interpondo uma tela metálica entre a
chama e o recipiente, a ruptura não acontece porque

a) c) a) os gases não queimam na região logo acima da tela, pois


ali a temperatura não alcança valores suficientemente
elevados.
b) há uma diferença entre os coeficientes de dilatação linear
da tela e do recipiente.
c) a tela, por ser boa condutora, transmite rapidamente o
calor para todos os pontos de sua própria extensão.
d) como são dois corpos, o aumento da temperatura não é
suficiente para que seja verificada uma dilatação
aparente.

17 - Um sistema é formado por dois reservatórios, A e B, de


b) d) mesmo volume, ligados por um tubo longo, com área de
secção transversal constante e igual a S, conforme indica o
esquema abaixo:

Enche-se os reservatórios com dois tipos de gases ideais, à


mesma temperatura absoluta T0 e mesmo volume V0 , que
ficam separados por um êmbolo que pode deslizar sem
14 - Para intervalos de temperaturas entre 5 °C e 50 °C, o calor atrito. O êmbolo permanece no interior do tubo durante uma
específico ( c ) de uma determinada substância varia com a transformação em que a temperatura do gás do reservatório
1 2 A é duplicada, enquanto o gás do reservatório B é mantido
temperatura ( t ) de acordo com a equação c = t + ,
60 15 sob temperatura constante T 0 . Assim, o deslocamento do
onde c é dado em cal/g°C e t em °C. A quantidade de calor êmbolo foi de
necessária para aquecer 60 g desta substância de 10 °C até
22 °C é 2V0
a) c) 3SV0
S
a) 350 cal c) 480 cal V0 4V0
b) 120 cal d) 288 cal b) d)
3S 3S

15 - A figura mostra uma barra metálica de secção reta constante


sendo aquecida por uma chama de um fogareiro. 18 - Com recursos naturais cada vez mais escassos, urge-se
pensar em novas fontes alternativas de energia. Uma das
idéias sugeridas consiste em se aproveitar a energia térmica
A B C dos oceanos, cuja água pode apresentar em uma superfície
uma temperatura de 20 °C e no fundo temperatura em torno
de 5,0 °C. Um motor térmico operando neste intervalo de
temperatura po deria ter um rendimento de

50 cm a) 3,0% c) 9,0%
b) 7,5% d) 27%
80 cm

Quando se estabelece o regime estacionário de condução


do calor, os termômetros A e C registram 200 °C e 80 °C,
respectivamente. Assim, a leitura no termômetro B será de

a) 100 °C c) 140 °C
b) 125 °C d) 155 °C
AFA 2006 FÍSICA E LÍNGUA PORTUGUESA – CFOAV/CFOINT/CFOINF – CÓDIGO 21 4
19 - A figura mostra um cilindro que contém um gás ideal, com 22 - Considere o sistema apresentado na figura abaixo formado
um êmbolo livre para se mover sem atrito. À temperatura de por um conjunto de três molas ideais e de constantes
27 °C, a altura h na qual o êmbolo se encontra em equilíbrio elásticas iguais acopladas em paralelo e ligadas por meio de
vale 20 cm. uma haste de massa desprezível a um segundo conjunto,
formado por duas massas M e m, tal que M = 2m. Considere,
ainda, que o sistema oscila verticalmente em MHS
(movimento harmônico simples) com freqüência f 1 .

Aquecendo-se o cilindro à temperatura de 39 °C e


mantendo-se inalteradas as demais características da
mistura, a nova altura h será, em cm,

a) 10,8 c) 20,8
b) 20,4 d) 10,4

Se o fio ideal que une a massa m ao sistema for cortado


20 - Considere uma superfície de separação plana e horizontal simultaneamente com a mola central da associação de
entre o ar e a água. Se uma onda luminosa (L) e uma onda molas, o sistema passará a oscilar com uma nova freqüência
sonora (S) incidem sobre essa superfície, com um ângulo de f 2, tal que a razão f 2 /f1 seja
incidência θ, a opção que MELHOR ilustra a configuração
física das ondas luminosa e sonora, que se refratam é a) 1 c) 2
1 2
a) c) b) d)
2 3

23 - Duas pequenas esferas eletrizadas com cargas positivas


iguais estão fixas nos pontos A e B, como mostra a figura
abaixo:
b) d)

21 - Considere um objeto AB colocado sobre o eixo óptico de


uma lente delgada biconvexa de raio de curvatura R, Considerando apenas a influência de forças elétricas sobre
composta por dois meios transparentes com índices de uma carga q de prova em equilíbrio no ponto P, afirma-se
que
refração n1 = 2 e n2 = 4, como mostra a figura abaixo:
I- se q é positiva, então está em equilíbrio estável em
relação ao segmento AB.
II - se q é negativa, então está em equilíbrio instável em
relação à mediatriz do segmento AB.
A imagem que se obterá com essa lente será III - se q é negativa, então está em equilíbrio instável em
relação ao segmento AB.
a) c) IV - se q é positiva, então está em equilíbrio estável em
relação à mediatriz do segmento AB.

Estão corretas apenas

a) I e II . c) III e I V.
b) d) b) II e III. d) I e III.
AFA 2006 FÍSICA E LÍNGUA PORTUGUESA – CFOAV/CFOINT/CFOINF – CÓDIGO 21 5
24 - Uma partícula de carga q e massa m penetra
perpendicularmente às linhas de força de um campo elétrico
27 - No circuito abaixo, para que a bateria de f.e.m. ε1 e
r resistência interna r 1 funcione como receptor, o valor da
uniforme E com a menor velocidade suficiente para sair resistência R poderá ser igual a
sem tocar as placas, como mostra a figura abaixo:

a) 15 c) 25
A velocidade que ela deixa o campo elétrico é b) 20 d) 30

1 1
28 - Considere o circuito da figura abaixo:
 EqL2  2  Eq  L2 + 4 d 2  2
a)   c)   
 2 md   m  2d 
   
1 1
 Eqd  2  Eq  L + d   2
b)  2  d)   2 
 m   m  L 

25 - Uma casca metálica esférica e não eletrizada envolve uma


partícula eletrizada. Afirrma -se que

I- a casca esférica não interfere no campo elétrico gerado


pela partícula.
II - em pontos exteriores à casca o campo elétrico é nulo.
III - qualquer ponto interior à casca apresenta o mesmo A leitura do voltímetro ideal V é
potencial elétrico.
E 2E
Está(ão) correta(s) apenas a) c)
2 3
E 3E
a) I. c) III. b) d)
b) II e III. d) I e II. 3 4

26 - Uma bateria fornece tensão constante U e está ligada a um 29 - A figura abaixo mostra uma espira condutora quadrada, de
fio homogêneo AB de seção transversal constante e lado l = 0,1 m, que gira com velocidade angular ω constante
comprimento L, conforme mostra o circuito esquematizado em torno do eixo z num campo magnético uniforme de
abaixo: intensidade B = 1T, na direção do eixo x.
A velocidade angular da espira para que seja induzida uma
f.e.m. de, no máximo, 10 V é

Variando a posição do cursor C, a potência dissipada pelo fio


AB será

L L
a) máxima em x = c) mínima em x =
4 2
L L
b) máxima em x = d) mínima em x =
2 4 a) 100 rad/s c) 1000 rad/s
b) 200 rad/s d) 2000 rad/s
AFA 2006 FÍSICA E LÍNGUA PORTUGUESA – CFOAV/CFOINT/CFOINF – CÓDIGO 21 6
30 - O esquema a seguir é de um aparelho utilizado para medir a nos filmes. Não aceitamos qualquer amostra barata. E então, um
massa dos íons. tem mau hálito, outro uma barriguinha, outro usa meia de ursinho,
outro é um pouco lerdo, outro usa aparelho, outro gosta do É o
Tchan! E, se por acaso vocês saem – se é que se chega a tal ponto
– nada de passeios ao luar, velas, beijos debaixo da chuva. No dia
seguinte, nada de telefonemas, mensagens ou e-mails
apaixonados, nem mesmo – muitos menos – flores.
Então, quando parei para pensar nisso, depois de uma
maratona de três desses retrat os da perfeição, achei que talvez
devêssemos nunca mais assistir a eles. Greve às comédias
românticas! Mas, no fim, acho que isso não resolveria. Devemos,
isso sim, deixar de ser tão covardes. Levantar do sofá, desligar a
TV e dar a cara a tapa. É tão cômodo sentar e dizer “nada é bom o
bastante para mim” e não correr o risco de se machucar. Nada
mais perfeito do que um amor de verdade, com todas as suas
O íon de carga +q é produzido, praticamente em repouso, falhas e imperfeições. Com todas as brigas, encontros e
por meio da descarga de um gás, realizada na fonte F . O íon desencontros, mau hálito e meias de ursinho. Sabe por quê?
é, então, acelerado por uma d.d.p. U, penetrando, depois, Porque, no fim, descobrimos que somos perfeitos pelo simples
r
num campo magnético B . No interior do campo, o íon fato de não o sermos.
descreve uma órbita semicircular de raio r, terminando por
atingir uma placa fotográfica, na qual deixa uma imagem. A Annita Veslasque.
massa do íon pode ser calculada por Publicado no jornal Estado de Minas.29.03.2005

B 2r 2 q B 2r 2
a) c) 31 - Depreende-se do texto que a busca da perfeição, sobretudo
2U 2U q
nos relacionamentos humanos, é o objetivo de muitas
2 2
2 B 2r 2 2B r q pessoas. Que passagem do texto confirma esta afirmação?
b) d)
Uq U
a) “Faço parte da massa de pessoas viciadas em comédias
românticas do tipo água-com-açúcar.”
b) “Tudo caminhando para o grande final. O beijo! A
Leia o texto abaixo: câmera fecha no casal se beijando na chuva ou na praia,
ou entre as flores.”
A intensa busca da perfeição c) “Eles não vão querer nos mostrar a realidade. Não
vende.”
Nos enganaram. É isso mesmo. Nem tudo termina em beijo. d) “Nada mais perfeito do que um amor de verdade, com
Quase nada, na verdade. E por que é que insistimos que sim? todas as suas falhas e imperfeições.”
Talvez eu não devesse atribuir a dúvida a todos nós. Só a mim
mesma já está de bom tamanho.
Faço parte da massa de pessoas viciadas em comédias 32 - A narrativa, feita em primeira pessoa, enfatiza os
românticas do tipo água-com-açúcar. Sabe que aqueles filmes sentimentos e opiniões da autora. São argumentos que
podem fazer um mal e tanto? Tudo é sempre tão perfeito, tão apresenta ao defender a idéia de que as comédias românticas
maravilhoso! E, claro, no meio do filme há sempre uma crise podem fazer “um mal e tanto”, EXCETO:
entre o casal e, no último quarto, no final, tudo começa a se
ajeitar. Tudo caminhando para o grande final. O beijo! A câmera a) Por apresentar situações e pessoas ideais, o filme retrata
fecha no casal se beijando na chuva ou na praia, ou entre as flores. uma mentira, pois a perfeição não existe na vida real.
Ou ainda todas as anteriores ao mes mo tempo. b) As comédias românticas sugerem situações desejáveis,
O cara é sempre bonito, gostoso, simpático, sorridente, que atraem as pessoas; entretanto, de volta à realidade,
carinhoso, cheiroso, bom cozinheiro, bem-vestido, inteligente – essas pessoas são lançadas à situações que evidenciam
todas as variáveis existentes. A moça é sempre maravilhosa, limitações diversas e sentem-se frustradas.
determinada, inteligente, bem-humorada, bem-vestida, delicada, c) A idealização apresentada nos filmes tornam as pessoas
meiga, romântica – e todas as outras variáveis existentes. Então, alienadas.
só o que posso concluir é que, afinal, nos enganaram. d) A busca da perfeição nas comédias românticas permite
Nem todas somos maravilhosas, meigas, determinadas e perceber que o mais perfeito é um amor de verdade, com
tudo o mais ao mesmo tempo. E, acreditem, nem todos eles são suas falhas e imperfeições.
lindos, gostosos e – ao mesmo tempo – inteligentes, simpáticos e
tudo o mais... E aí, como é que fica a vida real? Como é que nos
mostram tudo isso e, depois – como se fosse um belo prêmio de
consolação – nos dão isso. Acho que acabo de descobrir por que
os filmes românticos terminam quando o casal dá o beijo
definitivo. É porque, a partir daí, começa a realidade. E eles não
vão querer nos mostrar a realidade. Não vende.
Daí, por que esses filmes podem fazer um mal e tanto.
Ficamos esperando a perfeição. E ela deve ser realmente co mo
AFA 2006 FÍSICA E LÍNGUA PORTUGUESA – CFOAV/CFOINT/CFOINF – CÓDIGO 21 7

33 - Da análise do texto, só NÃO se pode inferir que 39 - Analise o slogan de um comercial, abaixo transcrito.

a) há um paradoxo no texto acerca da produção das “Vem pra Caixa você também”.
comédias românticas. Condena suas características,
porém, atesta que as pessoas não consumiriam um filme Em relação ao emprego do verbo “vir”, é correto afirmar que
que retratasse a realidade. está conjugado
b) na constante busca da perfeição, exige -se que a vida seja
como nos filmes, não se tolerando nada menos que isso. a) corretamente no presente do indicativo.
c) imp erfeições e falhas são o que nos tornam perfeitos, b) corretamente no imperativo afirmativo.
sem os artifícios de uma mera fantasia, mas plenos de c) incorretamente no imperativo afirmativo.
nós mesmos, atraentes por sermos uma eterna descoberta. d) incorretamente no presente do indicativo.
d) agir no sentido de dar novos rumos à vida e às relações
humanas é conseqüência do expor -se freqüentemente a
esse tipo de manifestação artística. 40 - Em relação ao plural dos substantivos compostos, assinale a
alternativa corr eta.

34 - Há ERRO de colocação pronominal em: a) Os guardas-florestais eram escolhidos mediante rigorosa


seleção.
a) Não devo dar-lhe mais explicações. b) Os guardas-chuvas pretos nunca saem de moda.
b) O aluno se vem aplicando. c) O quarto era tão grande que abrigava três guardas-
c) Em se dizendo coordenador do evento, nos ofereceu dois roupas.
ingressos. d) Eles não eram vigias, eram guarda-noturnos.
d) Tudo fez para agradar -lhe durante a viagem a Ouro
Preto.
41 - Assinale a alternativa que apresenta a classe gramatical do
termo destacado na oração abaixo:
35 - A cena final do seriado “Anos Rebeldes” foi mesmo
antológica. Num breve momento retratou toda uma época, “Parece que a cada momento se me rebenta o coração.”
com fidelidade, poesia e arte.
a) pronome relativo.
O termo destacado pode ser substituído, sem alterar o b) conjunção subordinativa integrante.
contexto, por: c) pronome indefinido.
d) conjunção subordinativa temporal.
a) completa c) notável
b) perfeita d) peculiar
42 - “Eu não tinha estas mãos sem força,
tão paradas e frias e mortas...”
36 - Assinale a alternativa em que todas as palavras estão
grafadas corretamente. As palavras destacadas nos versos acima devem ser
classificadas, respectivamente, como:
a) Contextar, estender, hesitar, expelir.
b) Pixe, mexer, estrebuchar, chuchu. a) advérbio, preposição, advérbio.
c) Majestoso, sarjeta, sargento, ogiva. b) pronome, preposição, advérbio.
d) Catorze, xácara, espletivo, pretexto. c) advérbio, conjunção, pronome.
d) pronome, conjunção, pronome.

37 - Analisando os sufixos das palavras abaixo, assinale a


alternativa em que o sentido expresso entre parênteses NÃO
corresponde ao termo ao qual se refere.

a) ancoradouro (indicador de lugar)


b) afetuoso (provido de)
c) materialismo (ação, estado ou qualidade)
d) realismo (ciência, arte, doutrina)

38 - Só NÃO há processo de derivação imprópria na palavra


destacada em:

a) Pedro pisava forte sobre as tábuas da construção.


b) Julgando estar muito longe do acampamento, resolveu
falar alto a fim de que o escutassem.
c) Mandei o cujo me procurar na esquina da rua das Flores.
d) Registrou-se às doze horas a renúncia do presidente.
AFA 2006 FÍSICA E LÍNGUA PORTUGUESA – CFOAV/CFOINT/CFOINF – CÓDIGO 21 8

43 - “Eu me flagrei pensando em você 46 - Em relação à forma nominal do verbo destacado na tirinha
em tudo que eu queria te dizer” abaixo, assinale a alternativa correta.
(Zeca Baleiro)
PESCAR É O ESPOR- ESTAMOS AQUI
TE MAIS CHATO DO HÁ 20 MINUTOS E
Com relação aos pronomes pessoais destacados nos versos MUNDO. NÃO ACON-
TECEU NADA!
acima, é INCORRETO afirmar que

a) O pronome “eu” exerce a função de sujeito das formas


verbais “flagrei” e “queria”, função típica dos pronomes
do caso reto.
b) O pronome “me” exerce a função de objeto indireto da
forma verbal “flagrei”, função típica dos pronomes do
caso oblíquo.
c) O pronome “você” exerce a função de objeto indireto da a) Apresenta o fato verbal em processo, isto é, enquanto ele
forma nominal do verbo “pensar”, função típica dos está se desenvolvendo ao longo do tempo.
pronomes do caso oblíquo. b) Exprime o fato verbal em si, sem limitá-lo no tempo, isto
d) O pronome “te” exerce a função de objeto indireto da é, sem indicar seu começo ou seu fim.
forma nominal do verbo “dizer”, função típica dos c) Apresenta o resultado do fato verbal, ou seja, o fato
pronomes do caso oblíquo. concluído.
d) Determina uma diferença de sentidos entre o conceito de
uma atividade dinâmica e uma atitude estática.
44 - Analise as orações abaixo:

I - Afora tu, ninguém mais admite esse comportamento. 47 - Apenas uma das alternativas abaixo está absolutamente
II - A respeito de gramática, todas as informações são correta quanto à regência verbal. Assinale-a.
importantes.
III - Ela está esperando desde cedo. a) Que filme você assistiu ontem à noite?
IV - Nem sempre se pode vestir conforme os costumes. b) Vi e gostei do filme.
c) O político trovejava insultos.
Pode-se afirmar que d) Não desobedeça este regulamento.

a) na oração I o termo destacado é preposição essencial.


b) há preposição acidental nas frases I e IV. Leia:
c) o termo em destaque na oração III é advérbio.
d) existe locução adverbial na frase II. MODA
O verão é rosa.

45 - Leia a orientação dada por um jornal aos estudantes que, ao Roupas, sapato, batom – a cor, nos mais
participarem de um vestibular, fariam uma prova de redação. variados tons, domina tudo.

Como escrever Rosa-choque, rosa-light, pink, sorbet, fúcsia, chá,


tangerina, rosé, salmão. A variedade de nomes é tão
Olho vivo para não maltratar o Português. Preste impressionante quanto o impacto da invasão cor-de-rosa que
atenção ao enunciado. Se fugir do tema, copiar o texto começa a dar o tom do verão. (...)
apresentado ou fazer uma narração [...], a redação será Clarinho para as meninas, mais chocantes para as
anulada. adolescentes, o rosa, cor oficial de toda patricinha de
Beverly Hills a Belo Horizonte, também chegou ao guarda-
Identifique a passagem em que o redator do texto acaba, ele roupa das senhoras maduras – acompanhado de um segredo
próprio, “maltratando o português”. das titias: o tom rejuvenesce. (...)
Além de roupas e sapatos, o rosa impera nos
a) “Preste atenção ao enunciado.” lançamentos de bolsas, cintos, colares, brincos, pulseiras e
b) “Se fugir do tema, copiar o texto apresentado ou fazer maquiagem em geral. (...)
uma narração [...].”
c) “Olho vivo para não maltratar o português”. Revista Veja, ano 36, 24 set 2003.p.82
d) “A redação será anulada.” Editora Abril
AFA 2006 FÍSICA E LÍNGUA PORTUGUESA – CFOAV/CFOINT/CFOINF – CÓDIGO 21 9

48 - No corpo da notícia, tem-se uma ocorrência da palavra verão 51 - Observe as frases abaixo:
e duas da palavra rosa (segundo e terceiro parágrafos). Que
alternativa apresenta e justifica corretamente a função I - Os povos não podem viver à mercê de ditadores.
morfológica e sintática dessas palavras? II - Os marinheiros ficaram felizes, pois resolveram ir a
terra.
a) A palavra “verão” é um substantivo exercendo a função III - Quando o maestro falta ao ensaio, o flautista faz as
sintática de adjunto adnominal. A palavra “rosa”, nas vezes de regente.
duas ocorrências é substantivo. Desempenha função de IV - “Tudo vale a pena quando a alma não é pequena...”
sujeito, estabelecendo concordância com as formas
verbais chegou e impera. É correto afirmar que
b) A presença do artigo confirma ser a palavra “verão” um
substantivo. Sua função sintática é adjunto adverbial de a) a frase I está correta, pois nas locuções prepositivas a
tempo. “Rosa”, nas duas ocorrências, é substantivo crase é obrigatória.
precedido do artigo que lhe atribui gênero masculino. b) a frase II está incorreta porque a palavra terra significa
Exerce a função de sujeito dos verbos chegou e impera. oposto de mar e, por isso, a crase é obrigatória.
c) A palavra “verão” associa-se à preposição e ao artigo, c) a frase III está incorreta porque a expressão destacada
compondo uma locução adjetiva. “Rosa” é adjetivo e não é locução prepositiva e, por isso, deve ocorrer crase.
exerce a função sintática de adjunto adnominal, no d) a expressão “vale a pena” (no sentido de valer o
segundo parágrafo, e sujeito, no terceiro parágrafo. sacrifício, o esforço) exige crase pois o “a” é artigo
d) Tanto “verão” como “rosa”, nas duas ocorrências, são definido. Por isso, a frase IV está incorreta.
substantivos e exercem, respectivamente, as funções
sintáticas de complemento nominal e sujeito.
52 - Analise as orações abaixo:

49 - Aponte a alternativa em que o sentido expresso entre I- Eles talvez nos apóiem novamente.
parênteses NÃO corresponde à regência estabelecida. II - Meus pais convidaram-te para a festa.
III - Meus amigos, preparem-se para a grande reunião.
a) Quero uma cópia deste documento. (desejar, ter vontade IV - Deus nos livre desse problema.
ou intenção)
b) O irmão lhe queria mais do que a si mesmo. (amar, Quanto ao posicionamento dos pronomes oblíquos
gostar de) destacados, pode-se afirmar que
c) A assembléia resolveu remeter a decisão do acordo para
o mês seguinte. (enviar, destinar) a) a frase I está correta porque, segundo a norma culta,
d) O governo deve proceder aos ajustes fiscais necessários. ocorre próclise quando, antes do verbo, aparece um
(realizar, dar início a) pronome indefinido.
b) há erro de colocação na frase II porque ocorre próclise
quando o verbo não está iniciando a oração.
50 - Apenas uma das alternativas abaixo apresenta ERRO de c) a ênclise se justifica na frase III porque esse
concordância verbal. Assinale-a. posicionamento é opcional com formas verbais do
imperativo afirmativo.
a) Davam três horas quando ela chegou ao dentista. d) a frase IV está correta porque nas expressões optativas o
b) Hoje existem poucas chances de conquistarmos a pronome oblíquo deve ficar obrigatoriamente antes do
liderança do grupo. verbo.
c) “Um gesto, um olhar, um sorriso bastariam para que o
rapaz se sentisse feliz.”
d) Faltou víveres no acampamento da escola. 53 - As orações subordinadas substantivas destacadas no período
abaixo estão corretamente classificadas, conforme indicado
entre parênteses, EXCETO:

a) Convém que nos entendamos melhor. (objetiva direta)


b) Revelara apenas isto: jamais entendera Madalena.
(apositiva)
c) Ficou com a impressão de que jamais conheceria
Jéssica inteiramente . (completiva nominal)
d) E, falando assim, compreendo que perco o tempo.
(objetiva direta)
AFA 2006 FÍSICA E LÍNGUA PORTUGUESA – CFOAV/CFOINT/CFOINF – CÓDIGO 21 10

54 - Assinale a alternativa em que o numeral empregado na frase 57 - Existem figuras de linguagem que potencializam o ritmo, a
tem valor indeterminado e enfático. musicalidade dos textos. Analise os exemplos abaixo e
assinale a alternativa em que a figura expressa entre
a) Cerca de dois milhões de crianças passam fome na parênteses NÃO corresponde ao enunciado ao qual se refere.
América Latina.
b) “Do alto dessas pirâmides quarenta séculos nos a) “Felizmente era tempo de jabuticabas. No sítio de Dona
contemplam.” Benta havia vários pés, mas bastava um para que todos se
c) Sabia de cor mil e trezentas orações. regalassem até enjoar. Justamente naquela semana as
d) As propostas são para o segundo semestre. jabuticabas tinham chegado ‘no ponto’ e a menina não
fazia outra coisa senão chupar jabuticabas. Volta e meia
trepava à árvore, que nem uma macaquinha. Escolhia as
55 - Leia este poema, de Adélia Prado, e responda a questão mais bonitas, punha-as entre os dentes e tloc! E depois do
proposta. tloc, uma engolidinha de caldo e pluf! – caroço fora. E
tloc, pluf – tloc, pluf, lá passava o dia inteiro na árvore.”
Explicação de poesia sem ninguém pedir (onomatopéia)
b) “Que falta nesta cidade?.................................. Verdade.
Um trem-de-ferro é uma coisa mecânica,
Que mais por sua desonra?.............................. Honra.
Mas atravessa a noite, a madrugada, o dia
Falta mais que se lhe ponha?........................... Vergonha.
Atravessou minha vida,
(...)
Virou só sentimento
E que justiça a resguarda?............................... Bastarda.
(Poesia reunida. São Paulo: Siciliano, 1991. p.48)
É grátis distribuída?......................................... Vendida.
Que tem, que a todos assusta?......................... Injusta.”
Ao lado do sentido comum de “veículo ferroviário”, a
(eco)
expressão trem -de-ferro, no poema, tem também o sentido
conotativo de c) “Viola violeta violenta violada óbvia vertigem...”
(aliteração)
a) lembrança, sentimento. c) força, poder.
d) “Aquela que era moça
b) tristeza, angústia. d) solidão, vazio interior.
no mar vira peixe
mas peixe sem mexer
peixe que não nada. Nada!”
56 - Leia:
(anáfora)
No espelho da linguagem encontramos a nós
mesmos por meio da fala, da escrita e do pensamento. E o
58 - Associe as frases abaixo aos vícios de linguagem que
desafio da linguagem, expressão e apreensão das idéias está
apresentam.
presente em cada momento da nossa vida. Lutamos pela
palavra e aprendemos a negociar com ela. Dominar a
1 – Soube que ele surpreendeu o ladrão em sua casa.
linguagem é um poder – um poder que precisamos adquirir e
2 – Corrija já aquelas provas.
usar da melhor forma possível.
3 – Há alguns dias que eu o ouço cantar à hora do almoço.
4 – Desde cedo já apresentava ares de moço fremoso.
(Extraído de “Língua Portuguesa”. Harry Vieira
Lopes e Editora do Brasil: São Paulo. p 97)
( ) Hiato
( ) Anfibologia
Da análise do texto, só NÃO se pode inferir que
( ) Colisão
( ) Arcaísmo
a) a maioria das situações comunicativas que vivemos tem
uma intenção avaliativa e de convencimento do
A seqüência correta é
interlocutor de que nossas posições são as melhores.
b) o uso da linguagem também indica o que pen samos ou
a) 1-2-3-4 c) 3-1-2-4
achamos que pensamos sobre o mundo.
b) 2-1-3-4 d) 3-2-4-1
c) usamos os símbolos sonoros com naturalidade, esperando
que nossos ouvintes nos compreendam, nos respeitem e,
de preferência, façam o que estamos querendo.
d) o poder de persuasão da linguagem é tão intenso que,
ain da que o interlocutor não deseje ouvir, ela alcançará
seu objetivo.
AFA 2006 FÍSICA E LÍNGUA PORTUGUESA – CFOAV/CFOINT/CFOINF – CÓDIGO 21 11

Leia a reportagem abaixo transcrita, extraída da edição nº


347 da revista “Época” e, a seguir, responda as 2 questões a
ela referentes.

Por um Davi limpinho

A limpeza da escultura Davi, (1) de Michelangelo,


(2) que tem mais de 500 anos, foi concluída em maio e já
não está tão brilhante. Especialistas acreditam que a sujeira e
a umidade encontradas na obra são levadas pelos turistas que
a visitam em Florença. Agora, eles estudam maneiras de
conservar a obra de arte sem ter de colocá-la atrás de um
vidro. Algumas das opções são (3) a instalação de um jato
de ar sobre a escultura, carpetes especiais para “limpar” os
turistas ou ainda um corredor arejado para remover a sujeira
dos sapatos e roupas dos visitantes.

59 - Com relação à estrutura “1”, pode-se dizer que

a) é uma oração.
b) é uma frase.
c) é um período simples.
d) não é nem uma frase, nem uma oração.

60 - Sintaticamente, as estruturas “2” e “3” devem ser


classificadas, respectivamente, como orações subordinadas

a) adjetiva restritiva e substantiva subjetiva.


b) substantiva apositiva e substantiva predicativa.
c) adjetiva explicativa e substantiva predicativa.
d) substantiva apositiva e substantiva subjetiva.
www.pconcursos.com

AFA 2006 FÍSICA E LÍNGUA PORTUGUESA – CFOAV/CFOINT/CFOINF – CÓDIGO 21 12

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CFOAV/CFOINT/CFOINF 2006


PROVAS DE FÍSICA E LÍNGUA PORTUGUESA
GABARITO PROVISÓRIO
CÓDIGO 21 CÓDIGO 22 CÓDIGO 23
QUESTÃO RESPOSTA QUESTÃO RESPOSTA QUESTÃO RESPOSTA
01 B 01 C 01 D
02 C 02 D 02 A
03 D 03 A 03 B
04 A 04 B 04 C
05 D 05 A 05 B
06 C 06 D 06 A
07 B 07 C 07 D
08 B 08 C 08 D
09 D 09 A 09 B
10 A 10 B 10 C
11 A 11 B 11 C
12 B 12 C 12 D
13 B 13 C 13 D
14 D 14 A 14 B
15 B 15 C 15 D
16 C 16 D 16 A
17 B 17 C 17 D
18 A 18 B 18 C
19 C 19 D 19 A
20 B 20 C 20 D
21 D 21 A 21 B
22 A 22 B 22 C
23 D 23 A 23 B
24 C 24 D 24 A
25 A 25 B 25 C
26 C 26 D 26 A
27 D 27 A 27 B
28 A 28 B 28 C
29 C 29 D 29 A
30 A 30 B 30 C
31 A 31 B 31 C
32 D 32 A 32 B
33 D 33 A 33 B
34 C 34 D 34 A
35 C 35 D 35 A
36 C 36 D 36 A
37 C 37 D 37 A
38 D 38 A 38 B
39 C 39 D 39 A
40 A 40 B 40 C
41 B 41 C 41 D
42 A 42 B 42 C
43 B 43 C 43 D
44 B 44 C 44 D
45 B 45 C 45 D
46 B 46 C 46 D
47 C 47 D 47 A
48 A 48 B 48 C
49 C 49 D 49 A
50 C 50 D 50 A
51 A 51 B 51 C
52 D 52 A 52 B
53 A 53 B 53 C
54 C 54 D 54 A
55 A 55 B 55 C
56 D 56 A 56 B
57 D 57 A 57 B
58 C 58 D 58 A
59 D 59 A 59 B
60 C 60 D 60 A