Sie sind auf Seite 1von 2

PROPIEDADES FUNDAMENTAIS DA AMATEMÁTICA

DYWILLY DIAS

POTENCIAÇÃO Consequência: todo número (diferente de zero) elevado a


É uma multiplicação em série de um número por si zero
mesmo.
Assim:
3→ 𝑏𝑎𝑠𝑒
4
a) 3 x 3 x 3 x 3 = 3 = 81 4 → 𝑒𝑥𝑝𝑜𝑒𝑛𝑡𝑒
81 → 𝑝𝑜𝑡ê𝑛𝑐𝑖𝑎
𝑎→ 𝑏𝑎𝑠𝑒
𝑛
b) 𝑎 = a.a.a. ... .a= 𝑛 → 𝑒𝑥𝑝𝑜𝑒𝑛𝑡𝑒
𝑎𝑛 → 𝑝𝑜𝑡ê𝑛𝑐𝑖𝑎
Propriedades das Potências 5ª) Potências de potência: 𝑎𝑏 𝑐
= 𝑎𝑏 .𝑐
1ª ) Base 1: potências de base 1 são iguais a 1 Exemplos:
Exemplos: a) 37 2 = 314
a) = 11 = 1 b) 813 2 = 826
b) = 110 =1
2ª) Expoente 1: potências de expoente 1 são iguais à
base. 6ª) Potência de expoente negativo
Exemplos:
a) 71 = 7
b) 51 = 5
c) 𝑥 1=x Exemplos:
1
3ª) Potências de bases iguais a) 2;7 =
27
Multiplicação : conservamos a base comum e somamos os 8
3 ;8 1 5 8 5 8
expoentes. b) = 3 = 1. =
5 3 3
Exemplos: 5

a) 37 𝑥35 = 312
b) 58 𝑥5𝑥29 𝑥27 = 59 𝑥216
c)241 + 240 = 240:1 + 240 = 240 𝑥21 + 240 = 𝑏
𝑐
240 2 + 1 = 240 𝑥3 8ª) Potências de expoentes fracionários: 𝑎𝑐 = 𝑎𝑏
Exemplos:
5
8
Divisão : Conservamos a base comum e subtraímos os a) 3 8 = 35
1
expoentes. b) 5 = 52
Exemplos: 1
28 c) 7 3 = 3 7
a) 25 = 28 . 2;5 = 28;5 = 23 3
d) 103 = 10 2
612
b) = 612 . 6; ;3
= 612 . 63 = 615 9ª) Potências de números relativos.
6 −3 1° Caso: o expoente é par: o resultado será sempre
4 −6
c) 4 −3 = 4;6 . 4; ;3 = 4;6 . 43 = 4;3 positivo
(salvo se a base for nula).
4ª) Potências de expoentes iguais
Exemplos:
Multiplicação : multiplicamos as bases e
a) −2 4 = +16
conservamos o expoente comum. b) +2 4 = 16
a) 37 . 27 = 67 c) 2450 = 1 𝒕𝒐𝒅𝒐 𝒏𝒖𝒎𝒆𝒓𝒐 𝒆𝒍𝒆𝒗𝒂𝒅𝒐 𝒂 𝒛𝒆𝒓𝒐 é 𝒊𝒈𝒖𝒂𝒍 𝟏
b) 29 . 35 . 27 . 311 = 216 . 316 = 616 2º Caso: o expoente é ímpar: o resultado terá o sinal
Divisão: dividimos as bases e conservamos o original da base.
expoente comum. Exemplos:
Exemplos: a) −2 3 = −8
87 b) +2 3 = +8
a) 7
= 47
2
3 13 3 13
b) 13
=
5 5
𝒄 𝒃 𝒄.𝒃
RADICIAÇÃO 4ª) 𝒂= 𝒂
3 2∗3 6
Definição a) 5= 5= 5
Dados um número real “a” (a ≥ 0) e um número natural 5
3 5.2.3 30
“n” (n > 0), existe sempre um número real “b”, tal que: b) 3= 3= 3
3 3 2.3 6 6
c) 4 3= 43 . 3 = 43 . 3 = 43 , 3 = 192

Assim: Obs.: Para efetuar o produto entre duas ou mais raízes


3 3
. 8 = 2; 𝑝𝑜𝑖𝑠 2 = 2 ∗ 2 ∗ 2 = 8 com índices diferentes, deve-se encontrar o m.m.c.
4
16 = 2; 𝑝𝑜𝑖𝑠 24 = 2 ∗ 2 ∗ 2 ∗ 2 = 16 entre os índices, dividir o resultado do m.m.c. por cada
índice e multiplicar o resultado da divisão pelo
Ao número “b” chamaremos de “raiz” e indicaremos expoente de cada radicando.
pelo símbolo: Exemplo:
𝑏=𝑛 𝑎 𝑛= í𝑛𝑑𝑖𝑐𝑒 3 4
𝑎 = 𝑟𝑎𝑑𝑖𝑐𝑎𝑛𝑑𝑜
1) 5. 23 . 3 𝑡𝑖𝑟𝑎 𝑜 𝑴𝑴𝑪 dos índices (2,3,4)
Tirando MMC (fatorar)
Obs.:
1) Quando o índice da raiz for “2” não é necessário
colocá-lo.
2) Se o índice da raiz for par e o radicando for
negativo, não existe solução em R. O número será
chamado de irreal ou imaginário.
3) Se o índice for ímpar, existe solução em R.
Igualdade Fundamental 12 12 12 12
5 3 . 2 2 .3. 3 4 =
12
Podemos transformar uma raiz em uma potência ou então: 512 . 218. 33
vice-versa, utilizando a seguinte igualdade:

ATENÇÃO!
Exemplos:
2
a) 3 𝑥2 = 𝑥 3
4
b) 3 𝑥4 = 𝑥 3
Segue-se da igualdade que:

Propriedades
1ª) 𝒏
𝒂. 𝒏 𝒃 = 𝒏
𝒂∗𝒃
a) 4. 9 = 4 ∗ 9 = 36
3
2. 3 5 = 3 3
b) 2∗5 = 10
𝒏
𝒂 𝒏 𝒂
2ª) 𝒏 =
𝒃 𝒃
4
36 4 36 4
a) 4 = = 9
4 4
16 16
b) = = 8
2 2
𝒄 𝒅 𝒄
3ª) 𝒂𝒃 = 𝒂𝒃.𝒅
3 2 3 3
d) 45 = 45∗2 = 410
𝟑 𝟑
Obs.: 𝟒𝟒 = 𝟒𝟑 .𝟒𝟏 = 𝟒 𝟑 𝟒