Sie sind auf Seite 1von 51

Classificação e Caracterização de

Substâncias Perigosas
1. Explosivas; 9. Nociva;
2. Comburente; 10. Corrosiva;
3. Extremamente inflamável; 11. Irritante;
4. Altamente inflamável; 12. Sensibilizantes;
5. Inflamável; 13. Carcinogénica;
6. Muito tóxica; 14. Mutagénico;
7. Tóxica; 15. Perigosa para o
8. Tóxico para a Reprodução Ambiente
1. EXPLOSIVAS
Sólidos, líquidos, pastas ou substâncias gelatinosas e
ainda preparações químicas, que mesmo na ausência
de oxigénio possam reagir de forma exotérmica,
libertando rapidamente gases que em condições
definidas por teste detonam e rapidamente deflagram
ou em ambiente confinado, mediante aquecimento,
explodem.
2. COMBURENTE
Dá-se o nome de comburente a toda e qualquer
substância ou produto que mantém a combustão de
uma substância inflamável.

O comburente por excelência é o oxigénio.

Há contudo, outras substâncias químicas, muito ricas


em oxigénio, que podem actuar como comburentes; é o
caso dos nitratos, cloratos ou peróxidos.

Por contacto com outras substâncias, em particular


substâncias inflamáveis, dão lugar a reacções
altamente exotérmicas (libertadoras de energia).
3. EXTREMAMENTE INFLAMÁVEL

Líquidos ou preparações químicas de ponto de ignição


extremamente baixo e baixo ponto de ebulição, e ainda
substâncias ou preparações químicas gasosas
inflamáveis por contacto com o ar, em condições de
pressão e temperatura ambiente.
4. ALTAMENTE INFLAMÁVEL
Podemos considerar substâncias altamente inflamáveis as
substâncias (ou preparações químicas):
• Que aquecem e finalmente se inflamam, em contacto
com o ar, à temperatura ambiente sem que haja
aplicação de energia;
• Sólidas ou preparações que possam pegar fogo após
contacto breve com uma fonte de ignição e que
continuem a arder mesmo depois de remover a fonte
de ignição;
• Líquidas com baixo ponto de ignição;
• Que em contacto com a água ou ar húmido, libertem
gases altamente inflamáveis em quantidades
perigosas.
5. INFLAMÁVEL

Substância ou preparação química com baixo ponto de


ignição.
6. MUITO TÓXICA

Pequeníssimas quantidades destas substâncias


provocam a morte ou danos agudos ou crónicos à
saúde, quando inalados, engolidos ou absorvidos pela
pele.
7. TÓXICA

Pequenas quantidades inaladas, engolidas ou


absorvidas pela pele provocam a morte ou danos
agudos ou crónicos à saúde.
8. TÓXICO PARA A REPRODUÇÃO

Aumentam a incidência de efeitos adversos, não


hereditários, na capacidade ou função reprodutiva
feminina ou masculina, quando inalados ou absorvidos
pela pele.
9. NOCIVA

Estas substâncias podem provocar a morte ou danos


agudos ou crónicos à saúde, quando engolidos ou
absorvidos pela pele.
10. CORROSIVA

As substâncias corrosivas matam os tecidos vivos.


11. IRRITANTE

Não sendo corrosivas provocam inflamação por


contacto imediato, prolongado ou repetido com a pele
ou a membrana mucosa.
12. SENSIBILIZANTES

Ao penetrar na pele ou por inalação iniciam uma


reacção de hipersensibilização tal, que futuras
exposições à mesma substância ou preparação química
originam efeitos adversos característicos.
13. CARCINOGÉNICA

Provocam ou aumentam a incidência de cancro por


inalação, ingestão ou por absorção cutânea, aquando
do contacto com substâncias carcinogénicas.
14. MUTAGÉNICA

As substâncias mutagénicas possuem capacidade de


induzir defeitos genéticos hereditários ou aumentar a
sua incidência, quando inaladas, ingeridas ou
absorvidas por via cutânea.
15. PERIGOSA PARA O AMBIENTE

Substância ou preparação química que provoca ou


pode provocar um perigo imediato ou um perigo
retardado, para um ou vários componentes do
ambiente, quando é libertada no meio deste.
DESIGNAÇÃO SÍMBOLO CÓDIGO

EXPLOSIVA E

COMBURENTE O

EXTREMAMENTE
F+
INFLAMÁVEL

INFLAMÁVEL F
MUITO TÓXICA T+

TÓXICA T

TÓXICA (para a
T +, T ou Xn
reprodução)

NOCIVA Xn

CORROSIVA C
IRRITANTE ou
Xi
SENSIBILIZANTE

CARCINOGÉNICA T +, T ou Xn

MUTAGÉNICA T +, T ou Xn

PERIGOSA PARA
<<N
O AMBIENTE
Frases de risco e frases de segurança
Para além do símbolo e do código de perigo, existem
frases, reconhecidas Internacionalmente que dão
informação sobre o risco de exposição a uma dada
substância ou preparação química.

As frases que se representam por R seguido de um


número denominam-se de frases de risco.

As frases que se representam por S seguido de um


número denominam-se de frases de
segurança/prevenção.
Frases de risco:

R1 Explosivo no estado seco.


R2 Risco de explosão por choque, fricção, fogo, ou outras fontes de
ignição.
R3 Grande risco de explosão por choque, fricção, fogo ou outras
fontes de ignição.
R4 Forma compostos metálicos explosivos muito sensíveis.
R5 Perigo de explosão sob acção do calor.
R6 Perigo de explosão em contacto ou sem contacto com o ar.
R7 Pode provocar incêndios.
R8 Perigo de incêndio em contacto com matérias combustíveis.
R9 Pode explodir quando misturado com matérias combustíveis.
R 10 Inflamável.
R 11 Muito inflamável.
R 12 Extremamente inflamável.
R 13 Gás liquefeito extremamente inflamável.
R 14 Reage violentamente em contacto com a água.
R 15 Em contacto com a água liberta gases muito inflamáveis.
R 16 Pode explodir quando misturado com substâncias comburentes.
R 17 Espontaneamente inflamável ao ar.
R 18 Aquando da utilização, formação possível de mistura vapor / ar
inflamável / explosiva.
R 19 Pode formar peróxidos explosivos.
R 20 Nocivo por inalação.
R 21 Nocivo em contacto com a pele.
R 22 Nocivo em caso de ingestão.
R 23 Tóxico por inalação.
R 24 Tóxico em contacto com a pele.
R 25 Tóxico em caso de ingestão.
R 26 Muito tóxico por inalação.
R 27 Muito tóxico em contacto com a pele
R 28 Muito tóxico em caso de ingestão.
R 29 Em contacto com a água liberta gases tóxicos.
R 30 Pode tornar-se muito inflamável durante a utilização.
R 31 Em contacto com ácido liberta gás tóxico.
R 32 Em contacto com ácido liberta gás muito tóxico.
R 33 Perigo de efeitos cumulativos.
R 34 Provoca queimaduras.
R 35 Provoca queimaduras graves.
R 36 Irritante para os olhos.
R 37 Irritante para as vias respiratórias.
R 38 Irritante para a pele.
R 39 Perigo de efeitos irreversíveis muito graves.
R 40 Possibilidade de efeitos irreversíveis.
R 41 Risco de lesões oculares graves.
R 42 Pode provocar uma sensibilização por inalação.
R 43 Pode provocar uma sensibilização em contacto com a pele.
R 44 Risco de explosão se aquecido em ambiente fechado.
R 45 Pode provocar cancro.
R 46 Pode causar alterações genéticas hereditárias.
R 47 Pode causar malformações congénitas.
R 48 Risco de efeitos graves para a saúde em caso de exposição
prolongada.
R 49 Pode causar cancro por inalação.
R 50 Muito tóxico por organismos aquáticos.
R 51 Tóxico para organismos aquáticos.
R 52 Nocivo para organismos aquáticos.
R 53 Pode causar efeitos negativos a longo prazo no ambiente
aquático.
R 54 Tóxico para a flora.
R 55 Tóxico para a fauna.
R 56 Toxico para organismos do solo.
R 57 Tóxico para as abelhas.
R 58 Pode causar efeitos negativos a longo prazo no ambiente.
R 59 Perigoso para a camada do ozono.
A combinação de algumas destas frases de risco produz informação mais
completa como seguidamente exemplificamos:

R 14/15 Reage violentamente com a água libertando gases muito


inflamáveis.
R 15/29 Em contacto com a água liberta gases tóxicos e muito
inflamáveis.
R 20/21 Nocivo por inalação em contacto com a pele.
R 21/22 Nocivo por contacto com a pele e ingestão.
R 20/21/22 Nocivo por inalação, em contacto com a pele e por ingestão.
R 23/24 Tóxico por inalação e contacto com a pele.
R 24/25 Tóxico em contacto com a pele e por ingestão.
R 23/25 Tóxico por inalação e ingestão.
R 39/23 Tóxico: perigo de efeitos irreversíveis muito graves por inalação.
R 40/20 Nocivo: possibilidade de efeitos irreversíveis por inalação.
R 48/20/22 Nocivo: risco de efeitos graves para a saúde em caso de
/25 exposição prolongada por inalação, por contacto com a pele e
por ingestão.
Frases de segurança:

S1 Conservar fechado à chave.


S2 Conservar fora do alcance das crianças.
S3 Conservar num lugar fresco.
S4 Conservar longe de qualquer zona de habitação.
S5 Conservar em … (líquido apropriado a especificar pelo produtor).
S6 Conservar em … (gás inerte a especificar pelo produtor).
S7 Conservar o recipiente bem fechado.
S8 Conservar o recipiente ao abrigo da humidade.
S9 Conservar o recipiente num local bem ventilado.
S 12 Não fechar hermeticamente o recipiente.
S 13 Conservar longe dos alimentos e das bebidas, incluindo os
alimentos para animais.
S 14 Conservar longe de …(matérias incompatíveis a indicar pelo
produtor).
S 15 Conservar longe do calor.
S 16 Conservar longe de qualquer fonte de ignição – Não fumar.
S 17 Manter longe de matérias combustíveis.
S 18 Manipular e abrir o recipiente com prudência.
S 20 Não comer nem beber durante a utilização.
S 21 Não fumar durante a utilização.
S 22 Não respirar as poeiras.
S 23 Não respirar os gases/vapores/fumos/aerossóis…(termos
apropriados a indicar pelo produtor).
S 24 Evitar o contacto com a pele.
S 25 Evitar o contacto com os olhos.
S 26 Em caso de contacto com os olhos, lavar imediata e
abundantemente com água e consultar um médico.
S 27 Retirar imediatamente toda a roupa contaminada.
S 28 Em caso de contacto com a pele, lavar imediata e
abundantemente com…(produtos adequados a indicar pelo
produtor).
S 29 Não deitar resíduos nos esgotos.
S 30 Nunca deitar água neste produto.
S 33 Evitar acumulação de cargas electrostáticas.
S 34 Evitar o choque e a fricção.
S 35 Deitar fora este produto e o seu recipiente com a devida
precaução.
S 36 Usar vestuários de protecção adequados.
S 37 Usar luvas apropriadas.
S 38 Em caso de ventilação insuficiente, usar equipamento
respiratório adequado.
S 39 Usar um equipamento de protecção de olhos e cara.
S 40 Para limpar o chão ou os objectos contaminados com este
produto, utilizar …(a especificar pelo produtor).
S 41 Em caso de incêndio e/ou explosão não respirar os fumos.
S 42 Durante as fumigações/ pulverizações usar um equipamento
respiratório adequado(termos apropriados a indicar pelo
fabricante).
S 43 Em caso de incêndio utilizar (meios de extinção a especificar
pelo fabricante). Se a água aumentar os riscos acrescentar:
”Nunca utilizar água”.
S 44 Em caso de indisposição, consultar o médico (mostrar-lhe o
rótulo se possível).
S 45 Em caso de acidente ou de indisposição, consultar
imediatamente um médico (mostrar-lhe o rótulo se possível).
S 46 Em caso de ingestão, consultar imediatamente um médico
(mostrar-lhe a embalagem ou o rótulo).
S 47 Conservar a uma temperatura que não exceda …ºC (a
especificar pelo fabricante).
S 48 Manter húmido com …(material adequado a especificar pelo
fabricante).
S 49 Conservar unicamente no recipiente de origem.
S 50 Não misturar com …(a especificar pelo fabricante).
S 51 Usar só em lugares bem ventilados.
S 52 Não utilizar em grandes superfícies nas zonas habitadas.
S 53 Evitar a exposição, obter instruções especiais antes da
utilização.
S 54 Obter autorização das autoridades responsáveis pelo controlo da
poluição antes da descarga nas instalações de tratamento de
águas residuais.
S 55 Tratar usando as melhores técnicas conhecidas antes da
descarga no sistema de esgotos ou no ambiente aquático.
S 56 Não efectuar a descarga no sistema de esgotos ou no ambiente;
entregar num local autorizado para descarga de resíduos.
S 57 Utilizar um recipiente adequado para evitar a contaminação do
ambiente.
S 58 Deve ser eliminado como resíduo perigoso.
S 59 Solicitar ao fabricante/ fornecedor informações relativas à sua
recuperação/ reciclagem.
S 60 Este material e/ou o seu recipiente devem ser eliminados como
resíduos.

Conselhos de prudência:

S 1/2 Conservar fechado à chave e fora do alcance de crianças.


S 3/9 Conservar em lugar fresco bem ventilado.
S 7/9 Manter o recipiente bem fechado em local bem ventilado.
S 3/7/9 Conservar em recipiente bem fechado em local fresco e bem
ventilado.
S 7/8 Conservar o recipiente bem fechado ao abrigo da humidade.
S 20/21 Não comer, beber ou fumar durante a utilização.
S 24/25 Evitar contacto com a pele os olhos.
S 36/37 Usar vestuário de protecção e luvas adequadas.
S 36/39 Usar vestuário de protecção e equipamento de protecção para
os olhos/cara.
S 36/37/ Usar vestuário de protecção, luvas e equipamento de protecção
39 para os olhos/cara adequados.
S 3/14 Conservar em lugar fresco ao abrigo de …(matérias
incompatíveis a indicar pelo produtor).
S 3/9/14 Conservar em lugar fresco e bem ventilado ao abrigo de
…(matérias incompatíveis a indicar pelo produtor).
S 3/9/49 Conservar unicamente no recipiente de origem em lugar fresco e
bem ventilado.
S 3/9/14 Conservar unicamente no recipiente de origem em lugar fresco e
/49 bem ventilado ao abrigo de …(materiais incompatíveis a indicar
pelo produtor).
S 47/49 Conservar unicamente no recipiente de origem à temperatura
que não ultrapasse …(a especificar pelo produtor).
De acordo com o Inventário Europeu das
Substâncias Químicas Existentes no Mercado
(EINECS) existem mais de 100100 substâncias
químicas, das quais 82000 são bem definidas, contudo
cerca de 18000 são de composição variável, complexa
ou de natureza biológica.
• Substância química, é qualquer elemento químico ou
compostos, quer no seu estado natural, quer obtidos
por qualquer processo de produção, eventualmente
contendo algum aditivo necessário para preservar a
estabilidade da substância e/ou qualquer impureza
decorrente do processo de produção, com exclusão
de solventes que possam ser extraídos sem afectar a
estabilidade da substância química nem alterar a sua
composição.

• Preparação química, é uma mistura ou solução que é


composta por duas ou mais substâncias.
Substâncias Incompatíveis

Existem substâncias compostas que só misturadas com


outros compostos, reagem e originam produtos com
elevada perigosidade, pois por si só não apresentam
perigo significativo.

São exemplos, entre outros, as substâncias e


respectivas reacções:

• 2OCl- + 2H2O2 Cl2 + 2H2O2 + 2O2

hipoclorito água oxigenada cloro


Substâncias com cianeto são à partida suspeitas de
apresentar perigosidade, pois em meio ácido dão
origem a um gás cianídrico, que é letal mesmo em
doses muito baixas.

• CN- + H+ HCN

Cianeto ácido ácido cianídrico

Existe, contudo, uma extensa lista de substâncias


que se apresentam incompatíveis entre si.

No entanto, isoladamente podem mesmo ter um índice


de perigo relativamente baixo. Mas associadas umas
às outras tornam-se muito perigosas, chegando a
apresentar risco de explosão ou darem origem a
substâncias extremamente lesivas para o homem.
Incompatibilidade entre substâncias químicas
Potássio, cobre, prata, mercúrio, cloro,
ACETILENO bromo
Clorofórmio ou bromofórmio (na presença
de base), ácidos nítrico e sulfúrico,
peróxidos, bromo, cloretos de cromilo ou
ACETONA nitrosilo, perclorato de nitrosilo, nitrilo,
carbono activado (ao ar)
Ácidos nítrico e sulfúrico, tetra-óxido de
ACETONITRILO azoto (na presença de índio), compostos de
N-fluorados
Permanganatos, peróxidos, ácidos
ÁCIDO ACÉTICO perclórico, nítrico ou crómico, trifluoreto de
bromo, compostos com o grupo OH-
Álcool, ácido acético, naftaleno, glicerol,
ÁCIDO CRÓMICO líquidos inflamáveis, amónia
Acetona, álcoois, éter etílico, diclorometano,
amoníaco, hidrazina, anilina,
hidrocarbonetos, ácido acético, acetonitrilo,
ÁCIDO nitrometano, aminas aromáticas, celulose,
FLUORÍDRICO flúor, água oxigenada, acetilenos, metais,
não-metais, matéria orgânica, derivados de
ÁCIDO NÍTRICO fosfinas, sulfureto de hidrogénio, dióxido de
enxofre

ÁCIDO OXÁLICO Mercúrio e prata

Álcoois, éter etílico, cetonas, ácido acético,


anilina / formaldeído, compostos de
ÁCIDO antimónio e bismuto, iodetos, hidrogénio,
PERCLÓRICO carvão, celulose, óleos, gordura, piridina,
fosfina
ÁCIDO Ácido azótico e outros oxidantes
SULFÍDRICO
ÁCIDO Cloratos, nitratos, permanganatos
SULFÚRICO
Água (metais alcalinos), hidrocarbonetos
METAIS halogenados, dióxido de carbono
ALCALINOS E
ALCALINO-
TERROSOS
Nitrato de amónio, peróxidos, óxido de
ALUMÍNIO cobre (I) e bromatos
Halogéneos, tricloretos de ouro e nióbio,
AMONÍACO tetracloreto de telúrio, óxido de etileno,
mercúrio
Ácidos nítrico e perclórico, peróxido de
ANILINA sódio, ozono, tricloreto de boro
Liberta arsina na presença de qualquer
ARSÉNIO redutor
ARSINA Ácido azótico fumante
AZIDA Ácidos (libertam HN3, que é tóxico)
Perclorato de prata, ácido azótico, bromo,
BENZENO oxigénio líquido
BISSULFURETO Azidas, cloro (na presença de ferro)
DE CARBONO
Amoníaco, azidas, metais finamente
divididos, benzeno, acetiletos, acetileno,
BROMO butadieno, butano, acetona, éter etílico,
acrilonitrilo, N, N-dimetilformamida, álcoois
Oxigénio, óxidos, peróxidos, oxossais,
CARVÃO halogéneos
ACTIVADO
CIANETOS Ácidos
Sais de amónio, ácidos, metais, enxofre e
CLORATOS combustíveis finamente divididos
Amoníaco, azidas, metais finamente
divididos, benzeno, acetiletos, acetileno,
CLORO butadieno, butano, acetona, éter etílico,
acrilonitrilo, N, N-dimetilformamida, álcoois
Lítio, sódio, sódio / metanol, hidróxido de
sódio / metanol, acetona (na presença de
CLOROFÓRMIO hidróxidos de potássio ou cálcio), alumínio,
flúor, tetra-óxido de azoto
ETANOL Nitrato de prata
ÉTER ETÍLICO Oxidantes fortes
ETILFOSFINA Cloro, bromo, ácido azótico
Ácido clorossulfúrico, bromo, cloro líquido,
percloratos, cloratos, bromatos, cloreto de
FÓSFORO cromilo, nitratos de amónio, prata ou
mercúrio (I), permanganato de potássio
HIDRAZINA Ácido nítrico, peróxido de hidrogénio
HIDRETO DE Água, dimetilsulfóxido, dióxido de enxofre
SÓDIO
HIDROCARBONE Halogéneos, peróxido, ácidos crómico
TOS
HIPOCLORETOS Ácidos
IODO Amoníaco, potássio, acetiletos, acetileno
Amónia, bromo, dióxido de cloro, acetileno,
MERCÚRIO ácido fulmínico (mistura de ácido azótico e
etanol)
Hipoclorito de sódio, ácido azótico, peróxido
METANOL de hidrogénio
Potássio, oxigénio e flúor, trifluoreto de
MONÓXIDO DE bromo, ácido sulfúrico
CARBONO
Metais, ácidos cloratos, nitritos, enxofre e
NITRATOS combustíveis finamente divididos
NITRATO DE Substâncias combustíveis, titânio, sulfureto
AMÓNIO de cálcio, bário ou antimónio, dissulfureto de
arsénio ou de molibdénio
NITRATO DE
POTÁSSIO
Tiossulfato de sódio, fosfinato de sódio,
NITRATO DE tiocianato de bário, alumínio, trióxido de
SÓDIO alumínio, sódio
NITRETOS Ácidos
NITROMETANO Ácido nítrico, perclorato de lítio,
hidrocarbonetos, formaldeído, bases
orgânicas
NITROPARAFINA Bases orgânicas, aminas
S
Sólidos, gases ou líquidos inflamáveis,
OXIGÉNIO óleos, hidrogénio, gordura
Metais e materiais combustíveis finamente
PERCLORATOS divididos, ácidos (ver ácido perclórico)
Ácidos sulfúrico, clorídrico e acético,
PERMANGANATO anidrido acético, arsénio, glicerol,
DE POTÁSSIO etilenoglicol, benzaldeído
PERÓXIDO DE Maioria dos metais e seus sais, anilina,
HIDROGÉNIO nitrometano
PERÓXIDOS Ácidos
ORGÂNICOS
Etanol, metanol, ácido acético, anidrido
acético, dissulfureto de carbono, glicerol,
PERÓXIDO DE etilenoglicol, acetato de etilo, furfural
SÓDIO
PRATA Acetileno, ácidos oxálico, tartárico e
fulmínico, compostos de azoto
SULFURETOS Ácidos
Potássio, sódio, zinco, alumínio, bário, flúor,
TETRACLORETO trifluoreto de cloro, dimetilformamida (na
DE CARBONO presença de ferro)
TIOFENO Ácido azótico
Trifluoreto de bromo, tetra-óxido de azoto,
TOLUENO ácidos
Perclorato de potássio, nitrato de amónio,
ZINCO trióxido de arsénio, cloreto de magnésio (a
quente), clorometano
2 3 4 5 6 8
Tabela de
Classe Chave
separação

A separação não é estritamente


necessária – a separação não é
estritamente necessária, porém devem
ser consultados os suportes informáticos
2

(rotulagem, fichas de segurança) de


cada substância. Em particular deve ter-
se em conta que os químicos da mesma
classe podem reagir violentamente,
libertando calor ou fumos tóxicos.
3

Afastados – manter as embalagens


separadas entre si, pelo menos 3
metros. Materiais em embalagens não
combustíveis e que não sejam
substâncias perigosas e que
apresentam baixo risco de incêndio
podem ser armazenadas
4

intercaladamente nesse espaço de 3


metros. Este padrão de separação deve
ser empregue pelo menos, entre
substâncias que se sabe que reagem
facilmente.

Separados- Estas combinações


não devem manter-se no mesmo
compartimento. As paredes do local de
5

armazenagem devem ser corta fogo


CF30.

Isolamento- É usado para os


6

peróxidos orgânicos para os quais se


recomenda compartimentos próprios.
Alternativamente alguns peróxidos
8

podem ser armazenados no exterior em


locais resistentes ao fogo.