Sie sind auf Seite 1von 28

01/04/2018

https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656

https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656 Link:

Link: http://acasadasquestoes.com.br/simulados/resolver/H13755656

/

/  DIREITO PENAL  Questão 4087  FCC 

DIREITO PENAL

Questão 4087

FCC 2012 DIREITO PENAL Crimes em Espécie, Crimes Contra a Pessoa

No homicídio privilegiado, o agente comete o crime sob

o domínio de violenta emoção, logo em seguida a injusta provocação da vítima.a)

a)

a influência de violenta emoção, provocada por ato injusto da vítima.b)

b)

o domínio de violenta emoção, logo em seguida a injusta agressão da vítima.c)

c)

a influência de violenta emoção, logo em seguida a injusta agressão da vítima.d)

d)

o domínio de violenta emoção, ainda que tardia em relação à injusta agressão da vítima.e)

e)

Questão 100510

CESPE 2012 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa, Tentativa

Acerca dos crimes em espécie, julgue o item seguinte.

O crime de omissão de socorro não admite tentativa, porquanto estando a omissão tipificada na lei como tal e tratando-se de crime unissubsistente, se o agente, sem justa causa, se omite, o crime já se consuma.

Certocomo tal e tratando-se de crime unissubsistente, se o agente, sem justa causa, se omite, o

Erradolei como tal e tratando-se de crime unissubsistente, se o agente, sem justa causa, se omite,

01/04/2018

https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656

Questão 97397

CESPE 2015 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa

Constitui homicídio qualificado o crime

cometido contra deficiente físico.Contra a Pessoa Constitui homicídio qualificado o crime a) praticado com emprego de arma de fogo.

a)

praticado com emprego de arma de fogo.qualificado o crime cometido contra deficiente físico. a) concretizado com o concurso de duas ou mais

concretizado com o concurso de duas ou mais pessoas.físico. a) praticado com emprego de arma de fogo. praticado com o emprego de asfixia. praticado

praticado com o emprego de asfixia.fogo. concretizado com o concurso de duas ou mais pessoas. praticado contra menor de idade. b)

praticado contra menor de idade.de duas ou mais pessoas. praticado com o emprego de asfixia. b) c) d) e) 

b)

c)

d)

e)

Questão 59228

FGV 2014 DIREITO PENAL Crimes em Espécie, Crimes Contra a Pessoa

No que toca ao delito de aborto e seus permissivos legais, é correto afirmar que

não é admissível na legislação pátria, diante do direito à vida consagrado na Constituição da República.de aborto e seus permissivos legais, é correto afirmar que é amplamente admissível na legislação pátria,

é amplamente admissível na legislação pátria, diante da supremacia da disposição da mulher sobre seu corpo.direito à vida consagrado na Constituição da República. é excepcionalmente admissível na legislação pátria, no

é excepcionalmente admissível na legislação pátria, no caso de aborto terapêutico ou aborto humanitário (ouda supremacia da disposição da mulher sobre seu corpo. piedoso). a) b) c) d) é excepcionalmente

piedoso).

a)

b)

c)

terapêutico ou aborto humanitário (ou piedoso). a) b) c) d) é excepcionalmente admissível na legislação pátria,

d) é excepcionalmente admissível na legislação pátria, no caso de aborto eugênico ou aborto humanitário (ou

piedoso).

de aborto eugênico ou aborto humanitário (ou piedoso). e) é amplamente admissível na legislação pátria, em

e) é amplamente admissível na legislação pátria, em razão de questões de política de saúde pública, mesmo

sem o consentimento da gestante.

01/04/2018

https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656

Questão 82346

CESPE 2014 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa, Crimes Contra o Patrimônio

A respeito dos crimes contra a pessoa e o patrimônio, assinale a opção correta.

contra a pessoa e o patrimônio, assinale a opção correta. a) Se, após passar horas em

a) Se, após passar horas em poder de assaltantes e sob a mira de uma arma, a vítima fornecer-lhes a senha para

saque em caixas eletrônicos, estará caracterizado o roubo circunstanciado pela restrição da liberdade da vítima.

circunstanciado pela restrição da liberdade da vítima. b) Em se tratando do crime de extorsão mediante

b) Em se tratando do crime de extorsão mediante sequestro, será reduzida a pena do corréu que, agindo em

concurso de agentes, denunciar o delito à autoridade competente, ainda que a delação não seja meio eficaz de facilitação da libertação da vítima.

meio eficaz de facilitação da libertação da vítima. c) A incidência da qualificadora consistente em emprego

c) A incidência da qualificadora consistente em emprego de arma independe da comprovação, por meio de

apreensão e perícia, do grau de lesividade da arma utilizada na prática do crime de roubo.

lesividade da arma utilizada na prática do crime de roubo. d) Se o porte ilegal de

d) Se o porte ilegal de arma de fogo funcionar como crime meio para a prática do roubo, aplicar-se-á o princípio da

subsidiariedade, respondendo o agente pela prática do crime fim.

respondendo o agente pela prática do crime fim. e) Se, em um jogo de futebol, as

e) Se, em um jogo de futebol, as torcidas rivais se agredirem mutuamente e um dos contendores atingir, com o

bastão de uma bandeira, a boca do adversário, causando-lhe lesões corporais graves, todos os envolvidos responderão pelo resultado mais gravoso, por se tratar do crime de rixa, em que se encontra presente o animus rixandi, ainda que o agressor seja prontamente identificado e preso em flagrante.

Questão 14303

FCC 2007 DIREITO PENAL Relação de Causalidade, Conduta, Resultado, Crimes Contra a Pessoa

A mãe que deixa de amamentar o filho, causando-lhe a morte, comete um crime

omissivo impróprio.de amamentar o filho, causando-lhe a morte, comete um crime a) b) comissivo. omissivo puro. plurisubjetivo.

a)

a morte, comete um crime omissivo impróprio. a) b) comissivo. omissivo puro. plurisubjetivo. c) d) e)

b) comissivo.

omissivo puro.morte, comete um crime omissivo impróprio. a) b) comissivo. plurisubjetivo. c) d) e) formal.

plurisubjetivo.crime omissivo impróprio. a) b) comissivo. omissivo puro. c) d) e) formal.

c)

d)

a) b) comissivo. omissivo puro. plurisubjetivo. c) d) e) formal.

e) formal.

01/04/2018

https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656

Questão 100603

CESPE 2014 DIREITO PENAL Culpabilidade, Crimes Contra a Pessoa, Erro de Tipo e Erro de Proibição e Erro sobre a Pessoa,

Desistência Voluntária e Arrependimento Eficaz

A respeito da inimputabilidade penal, do erro, da desistência voluntária, do arrependimento

eficaz, do crime impossível e da relevância da omissão, assinale a opção correta.

Crime impossível e delito putativo são considerados pela doutrina como expressões sinônimas.e da relevância da omissão, assinale a opção correta. Aquele que causa um acidente e, sem

Aquele que causa um acidente e, sem justo motivo, deixa de socorrer a vítima, que falece no local, comete crimesão considerados pela doutrina como expressões sinônimas. de omissão de socorro. c) De acordo com o

de omissão de socorro.

c) De acordo com o entendimento do STJ, aquele que pratica um crime no mesmo dia em que tenha completado

dezoito anos é considerado inimputável.

a)

b)

completado dezoito anos é considerado inimputável. a) b) d) Aquele que porta carteira nacional de habilitação
completado dezoito anos é considerado inimputável. a) b) d) Aquele que porta carteira nacional de habilitação

d) Aquele que porta carteira nacional de habilitação falsa, acreditando ser ela um documento legítimo, não pratica

o delito de uso de documento falso, uma vez que incide em erro de tipo acidental.

falso, uma vez que incide em erro de tipo acidental. e) O agente que tenha desistido

e) O agente que tenha desistido voluntariamente de prosseguir na execução ou, mesmo depois de tê-la esgotado,

atue no sentido de evitar a produção do resultado, não poderá ser beneficiado com os institutos da desistência voluntária e do arrependimento eficaz caso o resultado venha a ocorrer.

Questão 100479

CESPE 2013 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa

Com relação aos crimes previstos no CP, julgue o item que se segue.

O delito de sequestro e cárcere privado, inserido entre os crimes contra a pessoa, constitui

infração penal de ação múltipla, e a circunstância de ter sido praticado contra menor de dezoito anos de idade qualifica o crime.

Certocontra menor de dezoito anos de idade qualifica o crime. Errado

Erradomenor de dezoito anos de idade qualifica o crime. Certo https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656

01/04/2018

https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656

Questão 100488

CESPE 2013 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa

Acerca da parte geral do direito penal e seus Institutos, julgue o item seguinte.

Considere que Joana, penalmente imputável, tenha determinado a Francisco, também imputável, que desse uma surra em Maria e que Francisco, por questões pessoais, tenha matado Maria. Nessa situação, Francisco e Joana deverão responder pela prática do delito de homicídio, podendo Joana beneficiar-se de causa de diminuição de pena.

CertoJoana beneficiar-se de causa de diminuição de pena. Errado  Questão 100709  CESPE  2013

ErradoJoana beneficiar-se de causa de diminuição de pena. Certo  Questão 100709  CESPE  2013

Questão 100709

CESPE 2013 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa, Princípios Penais

No que concerne a crimes, julgue o item a seguir.

Considere a seguinte situação hipotética.

Alex agrediu fisicamente seu desafeto Lúcio, causando-lhe vários ferimentos, e, durante a briga, decidiu matá-lo, efetuando um disparo com sua arma de fogo, sem, contudo, acertá-lo.

Nessa situação hipotética, Alex responderá pelos crimes de lesão corporal em concurso material com tentativa de homicídio.

Certocorporal em concurso material com tentativa de homicídio. Errado

Erradoem concurso material com tentativa de homicídio. Certo https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656

01/04/2018

https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656

Questão 100584

CESPE 2004 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa

Em cada um do item a seguir, é apresentada uma situação hipotética, seguida de uma assertiva a ser julgada.

Como forma de punir um ex-membro de sua quadrilha que o havia delatado à polícia, um traficante de drogas espancou um irmão do delator, em plena rua, quando ele voltava do trabalho para casa. Nessa situação, o referido traficante praticou crime de tortura.

Certosituação, o referido traficante praticou crime de tortura. Errado  Questão 103834  FCC  2013

Erradoo referido traficante praticou crime de tortura. Certo  Questão 103834  FCC  2013 

Questão 103834

FCC 2013 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa

A respeito do crime de lesões corporais, é correto afirmar:

É grave a lesão quando provocar aborto, mas não o é quando provocar apenas aceleração de parto.respeito do crime de lesões corporais, é correto afirmar: Se o agente agrediu a vítima, assumindo

Se o agente agrediu a vítima, assumindo o risco de causar-lhe a morte, responderá por lesão corporal seguidamas não o é quando provocar apenas aceleração de parto. de morte, se ela vier a

de morte, se ela vier a óbito.

c) O perigo de vida só é causa de agravamento de pena quando for efetivo, concreto e resultar de diagnóstico

médico fundamentado.

a)

b)

e resultar de diagnóstico médico fundamentado. a) b) d) A lesão corporal que ocasionou a incapacidade
e resultar de diagnóstico médico fundamentado. a) b) d) A lesão corporal que ocasionou a incapacidade

d) A lesão corporal que ocasionou a incapacidade do ofendido para as ocupações habituais por mais de trinta dias

não depende de exame de corpo de delito complementar.

dias não depende de exame de corpo de delito complementar. e) Se da lesão resultar a

e) Se da lesão resultar a perda de um olho não ocorrerá debilidade permanente de função, por tratar-se de órgão

duplo.

01/04/2018

https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656

Questão 59045

FGV 2014 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa, Crimes o Sentimento Religioso e Contra o Respeito aos Mortos

Mário, ao chegar em casa, deparou-se com uma tragédia. Seu filho, André, um jovem de 20 anos, manuseava, sem o cuidado devido, uma arma de fogo pertencente a seu pai, quando esta acidentalmente disparou e o projétil veio a atingir uma funcionária da casa. Sabendo que o disparo fora acidental, mas temendo pelas consequências do lamentável episódio para a vida de seu filho, optou Mário por não procurar as autoridades policiais. Ao contrário, ao anoitecer, transportou o corpo para um terreno baldio existente no seu bairro e ali o deixou. Ocorre que a funcionária em questão, na verdade, estava apenas ferida e acabou sendo encontrada e levada para o hospital. Sobre as condutas de Mário e André, é correto afirmar que:

Mário deve ser punido pelo crime de ocultação de cadáver e André pelo de lesão corporal culposa.as condutas de Mário e André, é correto afirmar que: Mário deve ser punido pelo crime

Mário deve ser punido pelo crime de ocultação de cadáver e André pelo de homicídio na forma tentada.de cadáver e André pelo de lesão corporal culposa. Mário deve ser punido pelo crime de

Mário deve ser punido pelo crime de ocultação de cadáver, na forma tentada, e André pelo de lesãode cadáver e André pelo de homicídio na forma tentada. corporal, também na forma tentada. a)

corporal, também na forma tentada.

a)

b)

c)

pelo de lesão corporal, também na forma tentada. a) b) c) d) Mário deve ser punido

d) Mário deve ser punido pelo crime de ocultação de cadáver, e André deve ser punido pelo de homicídio,

também na forma tentada.

ser punido pelo de homicídio, também na forma tentada. e) Mário não deve ser punido pela

e) Mário não deve ser punido pela prática de crime e André deve ser punido pela prática do crime de

lesão corporal culposa.

Questão 103889

FUNIVERSA 2015 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa

Segundo entendimento do STJ, do STF e da doutrina dominante acerca do direito penal, julgue o item subsequente.

Responde pela prática de homicídio qualificado por motivo fútil o agente que, em virtude de um desentendimento relacionado à má divisão do dinheiro obtido em atividades ilegais de

jogatina ocorrido com a vítima, executa-a mediante disparos de arma de fogo, alvejando-lhe o

tórax.

Certomediante disparos de arma de fogo, alvejando-lhe o tórax. Errado

Erradodisparos de arma de fogo, alvejando-lhe o tórax. Certo https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656

01/04/2018

https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656

Questão 103890

FUNIVERSA 2015 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa

Segundo entendimento do STJ, do STF e da doutrina dominante acerca do direito penal, julgue

o item subsequente.

A ofensa à integridade corporal ou à saúde de outrem que resulte em perigo de morte

configura o delito de lesão corporal gravíssima, segundo a doutrina.

Certoo delito de lesão corporal gravíssima, segundo a doutrina. Errado  Questão 107229  VUNESP 

Erradode lesão corporal gravíssima, segundo a doutrina. Certo  Questão 107229  VUNESP  2015 

Questão 107229

VUNESP 2015 DIREITO PENAL Dolo e Culpa, Crimes Contra a Pessoa

O indivíduo B, com a finalidade de comemorar a vitória de seu time de futebol, passou a

disparar “fogos de artifício” de sua residência, que se situa ao lado de um edifício residencial. Ao ser alertado por um de seus amigos sobre o risco de que as explosões poderiam atingir as residências do edifício e que havia algumas janelas abertas, B respondeu que não havia problema porque naquele prédio só moravam torcedores do time rival. Um dos dispositivos disparados explodiu dentro de uma das residências desse edifício e feriu uma criança de 5 anos de idade que ali se encontrava. Com relação à conduta do indivíduo B, é correto afirmar

que

a) o indivíduo B poderá ser responsabilizado pelo crime de lesão corporal culposa, em virtude de ter agido com

negligência.

b) o indivíduo B poderá ser responsabilizado pelo crime de lesão corporal culposa, em virtude de ter agido com

imperícia.

o indivíduo B poderá ser responsabilizado pelo crime de lesão corporal dolosa.corporal culposa, em virtude de ter agido com imperícia. o indivíduo B poderá ser responsabilizado pelo

o indivíduo B poderá ser responsabilizado pelo crime de lesão corporal culposa, em virtude de ter agido comser responsabilizado pelo crime de lesão corporal dolosa. imprudência. c) d) e) o indivíduo B não

imprudência.

corporal culposa, em virtude de ter agido com imprudência. c) d) e) o indivíduo B não
corporal culposa, em virtude de ter agido com imprudência. c) d) e) o indivíduo B não

c)

d)

culposa, em virtude de ter agido com imprudência. c) d) e) o indivíduo B não poderá

e) o indivíduo B não poderá ser responsabilizado pelo crime de lesão corporal, tendo em vista que o pai da criança

lesionada percebeu que as explosões estavam ocorrendo próximo às janelas e não as fechou.

01/04/2018

https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656

Questão 103667

FCC 2015 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa

Elio, proprietário da Fazenda Leite da Mimosa, localizada em região erma e não servida por transporte regular, possui 20 empregados, que dispõem de adequadas condições para prestar o trabalho, sem excesso de jornada ou condições degradantes. Todos os trabalhadores que recebem salários em média superiores aos praticados por outras fazendas próximas para funções semelhantes por vontade própria, residem em confortável alojamento fornecido pelo empregador. O local mais próximo a dispor de transporte regular é o centro do Município onde está localizada a Fazenda Leite da Mimosa, 42 quilômetros distante. Para chegar ao centro do Município, os trabalhadores precisam se valer de transporte fornecido pelo proprietário da fazenda.

Elio adotou as seguintes condutas:

I. Afixou, em 10/07/2014, no alojamento dos empregados, cartaz com o seguinte dizer “Quem

não cumprir a meta de colheita diária, não receberá o salário da semana e não poderá sair da

fazenda.". As metas fixadas não implicavam necessidade de trabalho excessivo ou sequer de trabalho suplementar.

II. No mesmo cartaz, referindo a dois empregados que costumeiramente não atingiam suas

respectivas médias, também inseriu: “e estou achando que o Arlindo e o Setembrino, que são dois molengas preguiçosos, não querem ver a família no final de semana. Se continuarem com essa vadiagem, vão ficar sem salário e de castigo na Mimosa".

III. No dia 26/07/2014, sábado, dia em que não havia prestação de trabalho na fazenda e que, por livre vontade dos trabalhadores, pela manhã, um ônibus os levaria ao centro do Município, Elio impediu que Setembrino partisse junto com os demais, afirmando que, assim, “quem sabe ele aprende". Não foi permitido a este trabalhador se valer de qualquer dos demais meios de transporte que a fazenda dispunha (motocicleta, bicicleta e automóvel).

Exclusivamente em relação aos crimes contra a liberdade pessoal, a conduta de Elio caracteriza, afora outros, acaso existentes,

constrangimento ilegal em relação a Setembrino e ameaça em relação a Arlindo.conduta de Elio caracteriza, afora outros, acaso existentes, ameaça em relação a Setembrino e constrangimento ilegal

ameaça em relação a Setembrino e constrangimento ilegal em relação a Arlindo.em relação a Setembrino e ameaça em relação a Arlindo. injúria em relação a Arlindo e

injúria em relação a Arlindo e cárcere privado em relação a Setembrino.Setembrino e constrangimento ilegal em relação a Arlindo. constrangimento ilegal em relação a Arlindo e redução

constrangimento ilegal em relação a Arlindo e redução à condução análoga a de escravo em relação aa Arlindo e cárcere privado em relação a Setembrino. Setembrino. a) b) c) d) e) redução

Setembrino.

a)

b)

c)

d)

análoga a de escravo em relação a Setembrino. a) b) c) d) e) redução à condução

e) redução à condução análoga a de escravo em relação a Setembrino e injúria em relação a Arlindo.

01/04/2018

https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656

Questão 103698

FCC 2015 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa, Concurso de Pessoas

"A" recebeu de "B" a determinação de espancar terceiro. No entanto, ultrapassando os limites da provocação, mata a vítima. No caso, o partícipe responderá

a) por lesão corporal, sem aumento da pena, se podia prever o resultado, ou pelo homicídio, por dolo eventual, se assumiu o risco de produzir o resultado.mata a vítima. No caso, o partícipe responderá pelo homicídio, por dolo eventual, se assumiu o

pelo homicídio, por dolo eventual, se assumiu o risco de produzir o resultado, ou por homicídio culposo.dolo eventual, se assumiu o risco de produzir o resultado. por lesão corporal, sem aumento da

por lesão corporal, sem aumento da pena, se não podia prever o resultado, ou pelo homicídio, por doloo risco de produzir o resultado, ou por homicídio culposo. eventual, se assumiu o risco de

eventual, se assumiu o risco de produzir o resultado.

por lesão corporal, sem aumento de pena, se não podia prever o resultado morte, ou por homicídio culposo.dolo eventual, se assumiu o risco de produzir o resultado. por lesão corporal, com a pena

por lesão corporal, com a pena aumentada, se a consequência letal lhe era imprevisível, ou pelo homicídio, porpodia prever o resultado morte, ou por homicídio culposo. dolo eventual, se assumiu o risco de

dolo eventual, se assumiu o risco de produzir o resultado.

b)

c)

d)

e)

Questão 107129

FCC 2015 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa, Crimes em Espécie

João, 45 anos, foi assassinado por Judas Escariotes, 23 anos, que recebeu a quantia de R$ 50.000,00 para praticar o crime. A conduta praticada por Judas Escariotes em face de João corresponde a homicídio

culposo, cuja pena é de detenção de 1 a 3 anos.Judas Escariotes em face de João corresponde a homicídio qualificado, mediante pagamento de recompensa, cuja pena

qualificado, mediante pagamento de recompensa, cuja pena prevista é de 12 a 30 anos de reclusão.culposo, cuja pena é de detenção de 1 a 3 anos. culposo, cuja pena inicialmente é

culposo, cuja pena inicialmente é de detenção de 1 a 3 anos. Porém, no caso em questão, houve circunstânciacuja pena prevista é de 12 a 30 anos de reclusão. agravante que resultou no aumento

agravante que resultou no aumento de um terço da pena pelo fato de Judas Escariotes ter fugido para evitar a prisão em flagrante.

d) qualificado, cuja pena prevista é de 8 a 20 anos de reclusão. Porém, no caso em questão, houve circunstância

agravante que resultou no aumento de um terço da pena pelo fato de Judas Escariotes ter fugido para evitar a prisão em flagrante.

a)

b)

c)

ter fugido para evitar a prisão em flagrante. a) b) c) e) simples, mediante pagamento de
ter fugido para evitar a prisão em flagrante. a) b) c) e) simples, mediante pagamento de

e) simples, mediante pagamento de recompensa, cuja pena prevista é de 12 a 30 anos de reclusão.

01/04/2018

https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656

Questão 107208

VUNESP 2015 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa, Crimes em Espécie

O crime de maus-tratos tem pena aumentada de 1/3 (art. 136, §3º do CP) se

praticado contra ascendente, descendente, irmão ou cônjuge.tem pena aumentada de 1/3 (art. 136, §3º do CP) se resulta em lesão corporal, ainda

resulta em lesão corporal, ainda que leve.contra ascendente, descendente, irmão ou cônjuge. o agente prevalece-se de relações familiares ou

o agente prevalece-se de relações familiares ou domésticas.ou cônjuge. resulta em lesão corporal, ainda que leve. praticado contra pessoa menor de 14 anos.

praticado contra pessoa menor de 14 anos.agente prevalece-se de relações familiares ou domésticas. e) praticado por agente público. a) b) c) d)

e) praticado por agente público.ou domésticas. praticado contra pessoa menor de 14 anos. a) b) c) d)  Questão 110218

a)

b)

c)

d)

Questão 110218

TRF 3ª REGIÃO 2016 DIREITO PENAL Crimes em Espécie, Crimes Contra a Pessoa, Crimes Contra a Organização do Trabalho

Um dos crimes mais graves do ordenamento pátrio é o de redução à condição análoga à de escravo, capitulado no artigo 149 do Código Penal. Acerca de tal delito, é possível afirmar que:

a) Restará verificado, sempre que os direitos trabalhistas não forem observados em sua integralidade;

a) Restará verificado, sempre que os direitos trabalhistas não forem observados em sua integralidade;

b) Restará verificado, apenas quando o trabalho a que as vítimas forem submetidas não for

b) Restará verificado, apenas quando o trabalho a que as vítimas forem submetidas não for remunerado;

c) Haja vista as alterações realizadas pela lei 10.803/03, revogou o artigo 203 do Código

c) Haja vista as alterações realizadas pela lei 10.803/03, revogou o artigo 203 do Código Penal;

d) Convive em harmonia com o artigo 203 do Código Penal;

d) Convive em harmonia com o artigo 203 do Código Penal;

pela lei 10.803/03, revogou o artigo 203 do Código Penal; d) Convive em harmonia com o

Questão 114677

FCC 2016 DIREITO PENAL Crimes Contra o Patrimônio, Crimes Contra a Pessoa, Crimes em Espécie

Com base no Código Penal, em relação aos crimes contra a liberdade pessoal e aos crimes contra o patrimônio, considera-se

a) “furto de coisa comum” a subtração, para si ou para outrem, de bem móvel fungível que esteja armazenado,

juntamente com outros assemelhados, em local de guarda compartilhada.

“furto qualificado” a subtração, para si ou outrem, de coisa alheia móvel, desde que praticada por quadrilha.com outros assemelhados, em local de guarda compartilhada. “roubo”, a subtração de coisa alheia móvel, para

“roubo”, a subtração de coisa alheia móvel, para si ou outrem, quando praticada contra pessoa incapaz oude coisa alheia móvel, desde que praticada por quadrilha. b) c) menor de 14 anos, presumindo-se

para si ou outrem, quando praticada contra pessoa incapaz ou b) c) menor de 14 anos,

b)

c)

menor de 14 anos, presumindo-se o emprego ao menos de grave ameaça, salvo prova em contrário.

ao menos de grave ameaça, salvo prova em contrário. d) “constrangimento ilegal” a prática de qualquer

d) “constrangimento ilegal” a prática de qualquer ato que, após haver reduzido a capacidade de resistência de

alguém, lhe constrange a não fazer o que a lei permite ou a fazer que ela não manda.

fazer o que a lei permite ou a fazer que ela não manda. e) “extorsão indireta”

e) “extorsão indireta” ameaçar alguém, por palavra, escrito ou gesto, ou qualquer outro meio simbólico, de causar

mal injusto e grave, com o objetivo de atingir fim ilícito que beneficie terceiro.

01/04/2018

https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656

Questão 111379

MPE - SC 2016 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa, Crimes em Espécie

Nos crimes contra a honra previstos no Código Penal, todas as hipóteses delituosas enumeradas admitem a exceção da verdade.

CERTOdelituosas enumeradas admitem a exceção da verdade. ERRADO  Questão 82340  CESPE  2014 

ERRADOdelituosas enumeradas admitem a exceção da verdade. CERTO  Questão 82340  CESPE  2014 

Questão 82340

CESPE 2014 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa, Crimes Contra o Patrimônio

A respeito dos crimes contra a pessoa e contra o patrimônio, assinale a opção correta.

a pessoa e contra o patrimônio, assinale a opção correta. a) O fato de um agente

a) O fato de um agente subtrair de sua vítima o veículo, a carteira, o celular e ainda restringir sua liberdade para

realizar saques em caixas eletrônicos configura continuidade delitiva referente a todos os delitos cometidos.

b) Considere que Paulo, mediante o emprego de arma de fogo, tenha praticado roubo contra Maria, no momento

em que ela descia do carro no estacionamento de um supermercado, pela manhã, e que, depois do almoço, enquanto se dirigia a sua casa, Paulo tenha sido parado em blitz de rotina e, sem que os policiais soubessem do roubo ocorrido, tenha sido preso em flagrante com a arma utilizada no delito da manhã. Nessa situação, Paulo deve responder, em concurso formal, pelo crime de roubo e porte ilegal de arma, afastando-se o princípio da consunção.

ilegal de arma, afastando-se o princípio da consunção. c) Caso dois agentes, previamente ajustados, tenham
ilegal de arma, afastando-se o princípio da consunção. c) Caso dois agentes, previamente ajustados, tenham

c) Caso dois agentes, previamente ajustados, tenham praticado crime de roubo, com o uso de arma de fogo, e, em

consequência dos disparos feitos com a arma, a vítima faleça, o comparsa que não disparou os tiros somente responde pelos atos que efetivamente tiver praticado, não devendo ser responsabilizado pelos disparos que resultaram no óbito da vítima.

pelos disparos que resultaram no óbito da vítima. d) Em se tratando de roubo circunstanciado duplamente

d) Em se tratando de roubo circunstanciado duplamente qualificado, o acréscimo da pena na terceira fase da

dosimetria não constitui mera decorrência da gravidade do delito.

não constitui mera decorrência da gravidade do delito. e) Para a incidência da causa de aumento

e) Para a incidência da causa de aumento de pena no crime de roubo com emprego de arma de fogo, exige-se a

perícia da arma a fim de se comprovar, de fato, o seu grau de lesividade.

01/04/2018

https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656

Questão 97391

CESPE 2015 DIREITO PENAL Lei Maria da Penha (Lei 11340/06), Crimes Contra a Dignidade Sexual, Crimes Contra a Pessoa, Lei

dos Crimes Hediondos (Lei 8072/90)

Acerca dos crimes em espécie previstos no CP e na legislação penal especial, assinale a opção correta.

na legislação penal especial, assinale a opção correta. a) O crime de lesão corporal praticado por

a) O crime de lesão corporal praticado por um indivíduo contra seu irmão, no âmbito doméstico, configura apenas

o crime de lesão corporal simples, dada a inaplicabilidade da Lei Maria da Penha em casos em que a vítima seja do sexo masculino.

b) O crime de omissão de cautela, previsto no Estatuto do Desarmamento, é delito omissivo, sendo a culpa na

modalidade negligência o elemento subjetivo do tipo.

na modalidade negligência o elemento subjetivo do tipo. c) O estupro de vulnerável praticado sem a
na modalidade negligência o elemento subjetivo do tipo. c) O estupro de vulnerável praticado sem a

c) O estupro de vulnerável praticado sem a utilização de violência real ou de grave ameaça não pode ser

considerado crime hediondo.

de grave ameaça não pode ser considerado crime hediondo. d) Deixar de fornecer, quando obrigatória, nota

d) Deixar de fornecer, quando obrigatória, nota fiscal relativa à venda de mercadoria ou prestação de serviço

efetivamente realizado é crime cuja conduta típica classifica-se como material, visto que somente se consuma quando há o lançamento definitivo do tributo.

se consuma quando há o lançamento definitivo do tributo. e) Nos crimes previstos no Código de

e) Nos crimes previstos no Código de Trânsito Brasileiro, a suspensão ou a proibição para se obter permissão ou

habilitação para dirigir veículo automotor deve ser imposta cumulativamente com outras penalidades, não como pena autônoma.

Questão 4208

FCC 2012 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa, Crimes em Espécie

Miguel cometeu crime de difamação contra Vitor e está respondendo uma ação penal privada movida pelo ofendido (querelante), que tramita perante uma das varas criminais da comarca de Macapá. Miguel, o querelado, poderá se retratar cabalmente e, neste caso,

o querelado, poderá se retratar cabalmente e, neste caso, a) ficará isento da pena se a

a) ficará isento da pena se a retratação ocorrer antes do trânsito em julgado da sentença e contar com a anuência

expressa do querelante.

terá a pena reduzida de um a dois terços se a retratação ocorrer antes da sentença.sentença e contar com a anuência expressa do querelante. ficará isento de pena se a retratação

ficará isento de pena se a retratação ocorrer antes do trânsito em julgado da sentença.a dois terços se a retratação ocorrer antes da sentença. ficará isento de pena se a

ficará isento de pena se a retratação ocorrer antes da sentença.ocorrer antes do trânsito em julgado da sentença. terá a pena reduzida de um a dois

terá a pena reduzida de um a dois terços se a retratação ocorrer antes da sentença e contar com a anuênciaisento de pena se a retratação ocorrer antes da sentença. expressa do querelante. b) c) d)

expressa do querelante.

b)

c)

d)

e)

01/04/2018

https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656

Questão 59250

FGV 2013 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa, Desistência Voluntária e Arrependimento Eficaz, Teoria Geral Do Crime, Crimes

em Espécie

Após descarregar toda a arma contra a vítima, assim agindo com o escopo de matá-la, João resolve socorrê-la e a leva para o hospital em seu próprio veículo. Realizado o atendimento médico adequado, a vítima é salva, inobstante as lesões graves decorrentes daqueles disparos.

Diante deste quadro, assinale a afirmativa correta.

a) É hipótese de reconhecimento de desistência voluntária e João deve ser absolvido por política do legislador.Diante deste quadro, assinale a afirmativa correta. b) É hipótese de arrependimento posterior e João deve

b) É hipótese de arrependimento posterior e João deve ter a pena reduzida.e João deve ser absolvido por política do legislador. c) É hipótese de arrependimento eficaz e

c) É hipótese de arrependimento eficaz e João deverá responder por lesão corporal grave.arrependimento posterior e João deve ter a pena reduzida. d) É hipótese de arrependimento eficaz e

d) É hipótese de arrependimento eficaz e João deverá responder por tentativa de homicídio.eficaz e João deverá responder por lesão corporal grave. e) É hipótese de desistência  Questão

e) É hipótese de desistênciae João deverá responder por tentativa de homicídio.  Questão 26993  FCC  2012 

Questão 26993

FCC 2012 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa, Crimes Contra a Dignidade Sexual, Crimes Contra a Administração Pública,

Crimes Contra o Patrimônio

No tocante à parte especial do Código Penal, é correto afirmar que

à parte especial do Código Penal, é correto afirmar que a) o crime de assédio sexual

a) o crime de assédio sexual pressupõe a prevalência da condição de superior hierárquico ou ascendência

inerentes ao exercício de cargo, emprego ou função, para o fim de obtenção de vantagem econômica ou favorecimento sexual.

obtenção de vantagem econômica ou favorecimento sexual. b) de acordo com a jurisprudência atual do Supremo

b) de acordo com a jurisprudência atual do Supremo Tribunal Federal não se admite o reconhecimento do

privilégio no furto qualificado pelo rompimento de obstáculo, dada a incompatibilidade das circunstâncias em questão.

dada a incompatibilidade das circunstâncias em questão. c) o concurso de agentes constitui circunstância que

c) o concurso de agentes constitui circunstância que qualifica o crime de homicídio, vez que a superioridade

numérica, por si, indica a maior reprovabilidade da conduta.

por si, indica a maior reprovabilidade da conduta. d) não é punível a conduta do agente

d) não é punível a conduta do agente que recebe coisa sabendo ser produto de crime, se não for apurada a

autoria do crime de que a res proveio.

se não for apurada a autoria do crime de que a res proveio. e) pai que

e) pai que agride o filho homem, que possui 18 anos de idade, causando-lhe lesões corporais de natureza leve,

terá sua conduta subsumida ao art. 129, § 9o - crime de violência doméstica.

01/04/2018

https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656

Questão 7456

FGV 2012 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa, Crimes em Espécie, Crimes o Sentimento Religioso e Contra o Respeito aos

Mortos

Assinale a alternativa correta

Contra o Respeito aos Mortos Assinale a alternativa correta a) Aquele que, desejando subtrair ossadas de

a) Aquele que, desejando subtrair ossadas de urna funerária, viola sepultura, mas nada consegue obter

porque tal sepultura estava vazia, não pratica o crime descrito no art. 210 do Código Penal: crime de violação de sepultura.

b) O crime de infanticídio, por tratar-se de crime próprio, não admite coautoria.

b) O crime de infanticídio, por tratar-se de crime próprio, não admite coautoria.

c) O homicídio culposo, dada a menor reprovabilidade da conduta, permite a compensação de culpas.

c) O homicídio culposo, dada a menor reprovabilidade da conduta, permite a compensação de culpas.

d) Há homicídio privilegiado quando o agente atua sob a influência de violenta emoção.

d) Há homicídio privilegiado quando o agente atua sob a influência de violenta emoção.

a compensação de culpas. d) Há homicídio privilegiado quando o agente atua sob a influência de

Questão 7461

FGV 2012 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa, Crimes em Espécie, Circunstâncias Agravantes e Atenuantes, Aplicação da

Pena, Pena-Base, Causas de Aumento e de Diminuição de Pena

José dispara cinco tiros de revólver contra Joaquim, jovem de 26 (vinte e seis) anos que acabara de estuprar sua filha. Contudo, em decorrência de um problema na mira da arma, José erra seu alvo, vindo a atingir Rubem, senhor de 80 (oitenta) anos, ceifando-lhe a vida.

A esse respeito, é correto afirmar que José responderá

pelo homicídio de Rubem, agravado por ser a vítima maior de 60 (sessenta) anos.A esse respeito, é correto afirmar que José responderá por tentativa de homicídio privilegiado de Joaquim

por tentativa de homicídio privilegiado de Joaquim e homicídio culposo de Rubem, agravado por ser a vítimaagravado por ser a vítima maior de 60 (sessenta) anos. maior de 60 (sessenta) anos. a)

maior de 60 (sessenta) anos.

a)

b)

c) apenas por tentativa de homicídio privilegiado, uma vez que ocorreu erro quanto à pessoa.

c) apenas por tentativa de homicídio privilegiado, uma vez que ocorreu erro quanto à pessoa.

d) apenas por homicídio privilegiado consumado, uma vez que ocorreu erro na execução.

d) apenas por homicídio privilegiado consumado, uma vez que ocorreu erro na execução.

ocorreu erro quanto à pessoa. d) apenas por homicídio privilegiado consumado, uma vez que ocorreu erro

01/04/2018

https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656

Questão 7463

FGV 2012 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa, Crimes Contra o Patrimônio, Crimes em Espécie

Ares, objetivando passear com a bicicleta de Ártemis, desfere contra esta um soco. Ártemis cai, Ares pega a bicicleta e a utiliza durante todo o resto do dia, devolvendo-a ao anoitecer. Considerando os dados acima descritos, assinale a alternativa correta.

a) Ares praticou crime de roubo com a causa de diminuição de pena do arrependimento

a) Ares praticou crime de roubo com a causa de diminuição de pena do arrependimento posterior.

b) Ares praticou atípico penal.

b) Ares praticou atípico penal.

c) Ares praticou constrangimento ilegal.

c) Ares praticou constrangimento ilegal.

d) Ares praticou constrangimento legal com a causa de diminuição de pena do arrependimento posterior.

d) Ares praticou constrangimento legal com a causa de diminuição de pena do arrependimento posterior.

ilegal. d) Ares praticou constrangimento legal com a causa de diminuição de pena do arrependimento posterior.

Questão 7466

FGV 2012 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa, Crimes Contra a Administração Pública, Crimes em Espécie

Ao tomar conhecimento de um roubo ocorrido nas adjacências de sua residência, Caio compareceu à delegacia de polícia e noticiou o crime, alegando que vira Tício, seu inimigo capital, praticar o delito, mesmo sabendo que seu desafeto se encontrava na Europa na data do fato. Em decorrência do exposto, foi instaurado inquérito policial para apurar as circunstâncias do ocorrido.

A esse respeito, é correto afirmar que Caio cometeu

a) delito de calúnia.

a) delito de calúnia.

b) delito de comunicação falsa de crime.

b) delito de comunicação falsa de crime.

c) delito de denunciação caluniosa.

c) delito de denunciação caluniosa.

d) crime de falso testemunho.

d) crime de falso testemunho.

calúnia. b) delito de comunicação falsa de crime. c) delito de denunciação caluniosa. d) crime de

01/04/2018

https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656

Questão 8395

FGV 2010 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa, Crimes em Espécie

Arlete, em estado puerperal, manifesta a intenção de matar o próprio filho recém nascido. Após receber a criança no seu quarto para amamentá-la, a criança é levada para o berçário. Durante a noite, Arlete vai até o berçário, e, após conferir a identificação da criança, a asfixia, causando a sua morte. Na manhã seguinte, é constatada a morte por asfixia de um recém nascido, que não era o filho de Arlete.

Diante do caso concreto, assinale a alternativa que indique a responsabilidade penal da mãe.

Crime de homicídio, pois, o erro acidental não a isenta de reponsabilidade.a alternativa que indique a responsabilidade penal da mãe. Crime de homicídio, pois, uma vez que

Crime de homicídio, pois, uma vez que o art. 123 do CP trata de matar o próprio filho sob influência do estadopois, o erro acidental não a isenta de reponsabilidade. puerperal, não houve preenchimento dos elementos do

puerperal, não houve preenchimento dos elementos do tipo.

a)

b)

c) Crime de infanticídio, pois houve erro quanto à pessoa.

c) Crime de infanticídio, pois houve erro quanto à pessoa.

d) Crime de infanticídio, pois houve erro essencial.

d) Crime de infanticídio, pois houve erro essencial.

c) Crime de infanticídio, pois houve erro quanto à pessoa. d) Crime de infanticídio, pois houve

Questão 36795

FGV 2008 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa, Crimes Contra o Patrimônio, Crimes Contra a Administração Pública, Crimes

em Espécie

Relativamente aos crimes previstos na parte especial do Código Penal, analise as afirmativas a seguir:

I. É isento de pena quem comete qualquer dos crimes contra o patrimônio (previstos no título

II da parte especial do Código Penal), em prejuízo do cônjuge, na constância da sociedade conjugal, salvo quando há emprego de grave ameaça ou violência à pessoa ou o crime é praticado contra pessoa com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos.

II. O crime de induzir ou instigar alguém a suicidar-se ou prestar-lhe auxílio para que o faça só

é punível se a vítima morre ou sofre ao menos lesão corporal de natureza grave.

III. Não é punível a participação de particular nos crimes praticados por funcionário público

contra a administração em geral.

IV. Não é punível a conduta do funcionário público que, por indulgência, deixa de levar ao

conhecimento da autoridade competente quando outro funcionário cometa infração no exercício do cargo.

Assinale:

se apenas as afirmativas I e II estiverem corretas.cometa infração no exercício do cargo. Assinale: se apenas as afirmativas II e III estiverem corretas.

se apenas as afirmativas II e III estiverem corretas.se apenas as afirmativas I e II estiverem corretas. se apenas as afirmativas I e IV

se apenas as afirmativas I e IV estiverem corretas.se apenas as afirmativas II e III estiverem corretas. se nenhuma afirmativa estiver correta. a) b)

se nenhuma afirmativa estiver correta.se apenas as afirmativas I e IV estiverem corretas. a) b) c) d) se todas as

a)

b)

c)

d)

se todas as afirmativas estiverem corretas.corretas. se nenhuma afirmativa estiver correta. a) b) c) d) e)

e)

01/04/2018

https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656

Questão 59172

VUNESP 2014 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa, Crimes em Espécie

A conduta de induzir, instigar ou auxiliar outra pessoa a suicidar-se, que tem como resultado lesão corporal de natureza leve,

tem pena duplicada se cometida por motivo egoístico.que tem como resultado lesão corporal de natureza leve, tem pena agravada se a vítima tem

tem pena agravada se a vítima tem diminuída, por qualquer causa, a capacidade de resistência.leve, tem pena duplicada se cometida por motivo egoístico. não é prevista como crime. tem pena

não é prevista como crime.por qualquer causa, a capacidade de resistência. tem pena aumentada se a vítima for menor de

tem pena aumentada se a vítima for menor de idade.a capacidade de resistência. não é prevista como crime. é punida com pena de 1 (um)

é punida com pena de 1 (um) a 3 (três) anos.crime. tem pena aumentada se a vítima for menor de idade. a) b) c) d) e)

a)

b)

c)

d)

e)

Questão 59057

FGV 2014 DIREITO PENAL Lei dos Crimes Hediondos (Lei 8072/90), Crimes Contra o Patrimônio, Crimes Contra a Pessoa, Crimes

Contra a Dignidade Sexual, Crimes em Espécie, Leis Penais Especiais

Avalie os tipos de crimes listados a seguir.

I. Extorsão mediante sequestro;

II. Estupro;

III. Qualquer homicídio, simples ou qualificado, desde que doloso;

IV. Falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de produto destinado a fins terapêuticos

ou medicinais.

De acordo com a Lei n. 8.072/90, são considerados crimes hediondos:

I e II, somente.com a Lei n. 8.072/90, são considerados crimes hediondos: a) I e III, somente. b) I,

a)

I e III, somente.são considerados crimes hediondos: I e II, somente. a) b) I, II e IV, somente. c)

b)

I, II e IV, somente.crimes hediondos: I e II, somente. a) I e III, somente. b) c) I, III e

c)

I, III e IV, somente.II, somente. a) I e III, somente. b) I, II e IV, somente. c) d) II,

d)

II, III e IV, somente.somente. b) I, II e IV, somente. c) I, III e IV, somente. d) e)

e)

01/04/2018

https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656

Questão 59205

VUNESP 2013 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa, Crimes em Espécie

O crime de induzimento, instigação ou auxílio a suicídio

é punido com pena de detenção e multa.O crime de induzimento, instigação ou auxílio a suicídio só se caracteriza se o suicídio se

só se caracteriza se o suicídio se consuma ou se a vítima sofre lesão corporal de natureza grave.a suicídio é punido com pena de detenção e multa. é punido com pena de detenção,

é punido com pena de detenção, apenas.ou se a vítima sofre lesão corporal de natureza grave. tem a pena aumentada de metade

tem a pena aumentada de metade se a vítima é menor.de natureza grave. é punido com pena de detenção, apenas. tem a pena aumentada de metade

tem a pena aumentada de metade se o crime é praticado por motivo egoístico.tem a pena aumentada de metade se a vítima é menor. a) b) c) d) e)

a)

b)

c)

d)

e)

Questão 14351

CESPE 2008 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa, Crimes em Espécie

No item a seguir, é apresentada uma situação hipotética, seguida de uma assertiva a ser julgada com base na parte especial do direito penal.

Paulo revelou, sem justa causa, segredo cuja revelação produziu dano a outrem. Nessa situação, para que a conduta de Paulo configure o crime de violação de segredo profissional, é necessário que ele tenha tido ciência do segredo em razão de função, ministério, ofício ou profissão.

Certoem razão de função, ministério, ofício ou profissão. Errado

Erradode função, ministério, ofício ou profissão. Certo https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656

01/04/2018

https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656

Questão 14157

CESPE 2012 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa

Lia, grávida de 8 meses, pediu ao médico que a atendera no hospital, onde chegara em trabalho de parto, que interrompesse a gravidez, pois ela não queria ter mais filhos. O médico, então, matou o bebê durante o procedimento cirúrgico para realização do parto.

O marido de Lia, Augusto, sob a influência de violenta emoção, matou-a quando recebeu a notícia de que o bebê havia morrido. Depois de matar a esposa, Augusto, decidido a cometer suicídio, pediu a Cláudio, seu amigo, que lhe emprestasse sua arma de fogo para que pudesse se matar.

Sem coragem para cometer o suicídio, Augusto pediu a ajuda de sua mãe, Severina, que, embora concordasse com o ato do filho, não teve coragem de apertar o gatilho. Augusto, então, incentivado pela mãe, atirou contra si. O tiro, entretanto, ocasionou apenas um ferimento leve em seu ombro. Desesperado, Augusto recorreu novamente a seu amigo Cláudio, a quem implorou auxílio. Muito a contragosto, Cláudio matou Augusto.

Considerando a situação hipotética acima, julgue o item que se segue, a respeito de crimes contra a pessoa.

Cláudio responderá pelo delito de homicídio, e não pelo delito de instigação, induzimento ou auxílio ao suicídio.

Certode instigação, induzimento ou auxílio ao suicídio. Errado  Questão 76401  VUNESP  2013 

Erradode instigação, induzimento ou auxílio ao suicídio. Certo  Questão 76401  VUNESP  2013 

Questão 76401

VUNESP 2013 DIREITO PENAL Crimes Contra a Administração Pública, Crimes Contra o Patrimônio, Crimes Contra a Pessoa,

Crimes em Espécie

Assinale a alternativa que apresenta apenas crimes que admitem a modalidade culposa.

Lesão corporal, peculato e homicídio.apresenta apenas crimes que admitem a modalidade culposa. Homicídio, lesão corporal e aborto. Lesão corporal,

Homicídio, lesão corporal e aborto.modalidade culposa. Lesão corporal, peculato e homicídio. Lesão corporal, aborto e infanticídio. Homicídio, dano e

Lesão corporal, aborto e infanticídio.peculato e homicídio. Homicídio, lesão corporal e aborto. Homicídio, dano e peculato. Dano, peculato e aborto.

Homicídio, dano e peculato.corporal e aborto. Lesão corporal, aborto e infanticídio. Dano, peculato e aborto. a) b) c) d)

Dano, peculato e aborto.aborto e infanticídio. Homicídio, dano e peculato. a) b) c) d) e)

a)

b)

c)

d)

e)

01/04/2018

https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656

Questão 76414

VUNESP 2013 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa, Crimes em Espécie

O crime de lesão corporal seguida de morte caracteriza-se quando

da ação culposa de lesão advém o resultado morte.de lesão corporal seguida de morte caracteriza-se quando da conduta resulta morte e as circunstâncias evidenciam

da conduta resulta morte e as circunstâncias evidenciam que o agente não quis o resultado, nem assumiu oquando da ação culposa de lesão advém o resultado morte. risco de produzi-lo. a vítima ou

risco de produzi-lo.

a vítima ou seu precário estado de saúde contribuem para o resultado morte, que era desejado pelo agente.não quis o resultado, nem assumiu o risco de produzi-lo. o agente assumiu o risco de

o agente assumiu o risco de produzir o resultado mais grave, embora não o desejasse.para o resultado morte, que era desejado pelo agente. o agente, num primeiro momento, deseja lesionar,

o agente, num primeiro momento, deseja lesionar, mas num segundo momento passa a agir para obter ode produzir o resultado mais grave, embora não o desejasse. resultado morte. a) b) c) d)

resultado morte.

a)

b)

c)

d)

e)

Questão 76346

VUNESP 2014 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa, Circunstâncias Agravantes e Atenuantes, Penas, Aplicação da Pena, Crimes

em Espécie

Determinado sujeito, que acabara de se desiludir amorosamente, decide matar sua até então namorada. Toma emprestado o automóvel de seu vizinho e, durante o trajeto, por descuido, abalroa gravemente um outro veículo, causando sério prejuízo material. Mas, faltando-lhe coragem para consumar o homicídio, estaciona próximo a um bar, às portas da casa de sua ex-namorada e intencionalmente se embriaga, a fim de ganhar valentia para executar seu plano. Abandona o veículo, vai a pé até a casa da ex-namorada e, mediante asfixia, tira-lhe a vida. À luz do Direito Penal, o sujeito cometeu

a) dano e homicídio duplamente majorado, pela embriaguez dolosa e asfixia.

a) dano e homicídio duplamente majorado, pela embriaguez dolosa e asfixia.

b) homicídio qualificado pela asfixia.

b) homicídio qualificado pela asfixia.

c) homicídio qualificado pela asfixia e agravado pela embriaguez pré-ordenada.

c) homicídio qualificado pela asfixia e agravado pela embriaguez pré-ordenada.

d) dano e homicídio qualificado pela asfixia, em concurso material.

d) dano e homicídio qualificado pela asfixia, em concurso material.

asfixia e agravado pela embriaguez pré-ordenada. d) dano e homicídio qualificado pela asfixia, em concurso material.

01/04/2018

https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656

Questão 76358

VUNESP 2014 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa, Crimes em Espécie

Condutor dirige seu veículo e vê seu maior desafeto atravessando a rua na faixa de pedestres. Estando próximo à faixa, o condutor, consciente, deliberada e intencionalmente, acelera seu veículo e o coloca na direção de seu desafeto, acabando por atropelá-lo e matá-lo. De acordo com o Código Penal, o crime cometido deve ser considerado

culposo porque o agente deu causa ao resultado por imperícia.com o Código Penal, o crime cometido deve ser considerado doloso porque o agente não atentou

doloso porque o agente não atentou para a faixa de pedestres.porque o agente deu causa ao resultado por imperícia. doloso porque o agente tinha intenção de

doloso porque o agente tinha intenção de matar seu desafeto.porque o agente não atentou para a faixa de pedestres. culposo porque o agente deu causa

culposo porque o agente deu causa ao resultado por negligência.porque o agente tinha intenção de matar seu desafeto. culposo porque o agente deu causa ao

culposo porque o agente deu causa ao resultado por imprudência.porque o agente deu causa ao resultado por negligência. a) b) c) d) e)  Questão

a)

b)

c)

d)

e)

Questão 76440

VUNESP 2012 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa, Crimes em Espécie

Com relação aos crimes contra a pessoa, assinale a alternativa correta.

aos crimes contra a pessoa, assinale a alternativa correta. a) A calúnia admite a prova da

a) A calúnia admite a prova da verdade, salvo se do crime imputado, embora de ação pública, o ofendido foi

absolvido por sentença recorrível.

b) A imperícia no homicídio culposo é caracterizada pela inobservância de regra técnica de arte, profissão ou ofício.o ofendido foi absolvido por sentença recorrível. c) A omissão de socorro, quando não resulta lesão

c) A omissão de socorro, quando não resulta lesão corporal ou morte, é de ação

c) A omissão de socorro, quando não resulta lesão corporal ou morte, é de ação penal pública condicionada.

d) É possível que um homicídio seja qualificado e privilegiado ao mesmo tempo.

d) É possível que um homicídio seja qualificado e privilegiado ao mesmo tempo.

de ação penal pública condicionada. d) É possível que um homicídio seja qualificado e privilegiado ao

01/04/2018

https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656

Questão 59137

VUNESP 2014 DIREITO PENAL Lei do Crime de Racismo (Lei 7716/89), Crimes Contra a Pessoa, Crimes em Espécie, Leis Penais

Especiais

“X” é negro e jogador de futebol profissional. Durante uma partida é chamado pelos torcedores do time adversário de macaco e lhe são atiradas bananas no meio do gramado. Caso sejam identificados os torcedores, é correto afirmar que, em tese,

responderão pelo crime de preconceito de raça ou de cor, nos termos da Lei n.º 7.716/89.os torcedores, é correto afirmar que, em tese, responderão pelo crime de racismo, nos termos da

responderão pelo crime de racismo, nos termos da Lei n.º 7.716/89.de raça ou de cor, nos termos da Lei n.º 7.716/89. responderão pelo crime de difamação,

responderão pelo crime de difamação, nos termos do art. 139 do Código Penal, entretanto, com o aumento depelo crime de racismo, nos termos da Lei n.º 7.716/89. pena previsto na Lei n.º 7.716/89.

pena previsto na Lei n.º 7.716/89.

a)

b)

c)

o aumento de pena previsto na Lei n.º 7.716/89. a) b) c) d) não responderão por

d) não responderão por crime algum, tendo em vista que esse tipo de rivalidade entre as torcidas é própria dos

jogos de futebol, restando apenas a punição na esfera administrativa.

restando apenas a punição na esfera administrativa. e) responderão pelo crime de injúria racial, nos termos

e) responderão pelo crime de injúria racial, nos termos do art. 140, § 3.º do Código Penal.

Questão 59149

VUNESP 2014 DIREITO PENAL Dolo e Culpa, Crimes Contra a Pessoa, Crimes em Espécie, Fato Típico, Teoria Geral Do Crime

“X” estaciona seu automóvel regularmente em uma via pública com o objetivo de deixar seu filho, “Z”, na pré-escola, entretanto, ao descer do veículo para abrir a porta para “Z”, não percebe que, durante esse instante, a criança havia soltado o freio de mão, o suficiente para que o veículo se deslocasse e derrubasse um idoso, que vem a falecer em razão do traumatismo craniano causado pela queda. Em tese, “X”

do traumatismo craniano causado pela queda. Em tese, “X” a) responderá pelo crime de homicídio culposo

a) responderá pelo crime de homicídio culposo com pena mais severa do que a estabelecida no Código Penal, nos

termos do Código de Trânsito Brasileiro.

responderá pelo crime de homicídio culposo, entretanto, a ele poderá ser aplicado o perdão judicial.Penal, nos termos do Código de Trânsito Brasileiro. não responde por crime algum, uma vez que

não responde por crime algum, uma vez que não agiu com dolo ou culpa.entretanto, a ele poderá ser aplicado o perdão judicial. responderá pelo crime de homicídio doloso por

responderá pelo crime de homicídio doloso por dolo eventual.por crime algum, uma vez que não agiu com dolo ou culpa. responderá pelo crime de

responderá pelo crime de homicídio culposo em razão de sua negligência.pelo crime de homicídio doloso por dolo eventual. b) c) d) e)

b)

c)

d)

e)

01/04/2018

https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656

Questão 59152

VUNESP 2014 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa, Crimes em Espécie

“X” recebe recomendação médica para ficar de repouso, caso contrário, poderia sofrer um aborto. Ocorre que “X” precisa trabalhar e não consegue fazer o repouso desejado e, por essa razão, acaba expelindo o feto, que não sobrevive. Em tese, “X”

não praticou crime algum.acaba expelindo o feto, que não sobrevive. Em tese, “X” praticou o crime de aborto doloso.

praticou o crime de aborto doloso.não sobrevive. Em tese, “X” não praticou crime algum. praticou o crime de aborto culposo. praticou

praticou o crime de aborto culposo.praticou crime algum. praticou o crime de aborto doloso. praticou o crime de lesão corporal qualificada

praticou o crime de lesão corporal qualificada pela aceleração do parto.crime de aborto doloso. praticou o crime de aborto culposo. praticou o crime de desobediência. a)

praticou o crime de desobediência.de lesão corporal qualificada pela aceleração do parto. a) b) c) d) e)  Questão 76393

a)

b)

c)

d)

e)

Questão 76393

VUNESP 2013 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa, Crimes Contra a Propriedade Imaterial, Crimes Contra a Incolumidade

Pública, Crimes Contra a Fé Pública, Crimes em Espécie

Assinale a alternativa correta.

Pública, Crimes em Espécie Assinale a alternativa correta. a) O médico que pratica manobra abortiva, desconhecendo

a) O médico que pratica manobra abortiva, desconhecendo que o feto já está morto, responderá por tentativa de

aborto criminoso.

O crime de violação de direito autoral não admite ação penal pública incondicionada.está morto, responderá por tentativa de aborto criminoso. Incorrerá nas mesmas penas do crime de moeda

Incorrerá nas mesmas penas do crime de moeda falsa quem desviar e fizer circular moeda cuja circulação nãoautoral não admite ação penal pública incondicionada. estava ainda autorizada. d) Para a tipificação do crime

estava ainda autorizada.

d) Para a tipificação do crime de quadrilha ou bando, há necessidade de associação, estável ou momentânea, de

pelo menos quatro pessoas com o fim de cometer crime ou contravenção.

b)

c)

pessoas com o fim de cometer crime ou contravenção. b) c) e) Os crimes de incêndio
pessoas com o fim de cometer crime ou contravenção. b) c) e) Os crimes de incêndio

e) Os crimes de incêndio e explosão não admitem modalidade culposa.

01/04/2018

https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656

Questão 59051

FGV 2014 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa, Crimes em Espécie

No que toca ao delito de aborto e seus permissivos legais, é correto afirmar que

não é admissível na legislação pátria, diante do direito à vida consagrado na Constituição da República.de aborto e seus permissivos legais, é correto afirmar que é amplamente admissível na legislação pátria,

é amplamente admissível na legislação pátria, diante da supremacia da disposição da mulher sobre seu corpo.direito à vida consagrado na Constituição da República. é excepcionalmente admissível na legislação pátria, no

é excepcionalmente admissível na legislação pátria, no caso de aborto terapêutico ou aborto humanitário (ouda supremacia da disposição da mulher sobre seu corpo. piedoso). d) é excepcionalmente admissível na legislação

piedoso).

d) é excepcionalmente admissível na legislação pátria, no caso de aborto eugênico ou aborto humanitário (ou piedoso).de aborto terapêutico ou aborto humanitário (ou piedoso). a) b) c) e) é amplamente admissível na

a)

b)

c)

eugênico ou aborto humanitário (ou piedoso). a) b) c) e) é amplamente admissível na legislação pátria,

e) é amplamente admissível na legislação pátria, em razão de questões de política de saúde pública, mesmo sem

o consentimento da gestante.

Questão 111387

MPE - SC 2016 DIREITO PENAL Crimes Contra a Pessoa, Crimes em Espécie

No crime de homicídio doloso é majoritário o entendimento que admite a coexistência das circunstâncias privilegiadas (art. 121, § 1°, do CP), todas de natureza subjetiva, com as qualificadoras de natureza objetivas insertas no art. 121, § 2°, do Código Penal.

CERTOde natureza subjetiva, com as qualificadoras de natureza objetivas insertas no art. 121, § 2°, do

ERRADOde natureza subjetiva, com as qualificadoras de natureza objetivas insertas no art. 121, § 2°, do

01/04/2018

https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656

Gabarito

Questão

Resposta

4087

A

100510

Certo

97397

D

59228

C

82346

C

14303

A

100603

E

100479

Errado

100488

Errado

100709

Errado

100584

Errado

103834

C

59045

E

103889

Errado

103890

Errado

107229

C

103667

D

103698

C

107129

B

107208

D

110218

D

114677

D

111379

Errado

01/04/2018

https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656

Gabarito

Questão

Resposta

82340

D

97391

B

4208

D

59250

C

26993

E

7456

A

7461

D

7463

C

7466

C

8395

C

36795

A

59172

C

59057

C

59205

B

14351

Certo

14157

Certo

76401

A

76414

B

76346

C

76358

C

76440

D

59137

E

59149

C

01/04/2018

https://acasadasquestoes.com.br/simulados/imprimir/13755656

Gabarito

Questão

Resposta

59152

A

76393

C

59051

C

111387

Certo