Sie sind auf Seite 1von 1

Trabalho de Qíuimica Geral PRODUÇÃO DE ALUMÍNIO NA MOZAL Prof. Dr. A.

Monjane

Introdução
No presente trabalho Farei uma breve sinopse sobre a produção de Alumínio (Al) na indústria
Moçambicana (Mozal).
O Alumínio não aparece na sua forma elementar (Aℓ(s)) na natureza, apenas combinado
com outros elementos formando compostos como os minérios. O principal minério que possui
o alumínio é a Bauxita, que contém óxido de alumínio hidratado (Aℓ2O3 . x H2O) e diversas
impurezas. Por exemplo de óxido de ferro.
A alumina possui ponto de fusão em cerca de 2000 °C, uma temperatura muito elevada.
Mas com a descoberta da Criolita (Na3AℓF6) como fundente da alumina, isto é, a criolita
consegue baixar o ponto de fusão da alumina a cerca de 1000 °C. Assim, colocar-se a mistura
fundida da alumina com a criolita (Aℓ2O3 + Na3AℓF6) num recipiente feito de ferro ou de aço
(liga metálica cujo principal constituinte é o ferro), com eléctrodos de carbono (pode ser de
carvão ou de grafite) mergulhados nessa mistura. Visto que está fundida, a mistura líquida
contém os iões Aℓ3+ (ℓ) e O2- (ℓ) livres.
2Aℓ2O3 (ℓ) → 4Aℓ3+ (ℓ) + 6O2- (ℓ)
 Sendo assim, o recipiente de aço actua como cátodo, ou seja, como polo negativo, onde
ocorre a redução dos catiões do alumínio:
Semi-reacção do cátodo: 4Aℓ3+ (ℓ) + 12e- → 4 Aℓ (ℓ)
O Alumínio formado aqui, permanece no estado líquido, porque o seu ponto de fusão é menor
que o da mistura “𝑐𝑟𝑖𝑜𝑙𝑖𝑡𝑎 + 𝑎𝑙𝑢𝑚𝑖𝑛𝑎”, sendo igual a 660,37 ºC. Porém, visto que sua
densidade é maior que a densidade da mistura, ele desce para o fundo do recipiente, onde é
colectado por escoamento. Depois o alumínio fundido é colocado em moldes, nos quais se
solidifica.
 Por outro lado, os eléctrodos de carbono actuam como ânodos, polos positivos onde há
a oxidação dos aniões oxigénio:
Semi-reacção do ânodo: 6O2- (ℓ) → 12e- + 3O2 (g)
O gás oxigénio formado reage com o carbono do eléctrodo e forma o gás carbónico (CO2 (g)):
3O2 (g) + 3C (s) → 3CO2 (g)
Desse modo, a equação global que ocorre nesse processo é dada por:
2Aℓ2O3 (ℓ) → 4Aℓ3+ (ℓ) + 6O2- (ℓ)
4Aℓ3+ (ℓ) + 12e- → 4Aℓ (ℓ)
6O2- (ℓ) → 12e- + 3O2 (g)
3O2 (g) + 3C (s) → 3CO2 (g)
Reacção global: 2Aℓ2O3 (ℓ) + 3C (s) → 4Aℓ (ℓ) + 3CO2 (g)

Faculdade de Ciências Cartofragia e Pesquisa Geologia Mussa Calisto Amade Rea