You are on page 1of 1

PADRÃO LINGUÍSTICO DOS VERBOS DE DESTRUIÇÃO – ANÁLISE DE

ALTERNÂNCIAS ARGUMENTAIS

Morgana Fabiola Cambrussi 1


Taise Dall’Asen 2

Esta pesquisa investiga as condições gramaticais e lexicais em que se realizam os


verbos de destruição e busca estabelecer uma classe regular desses verbos. O
trabalho de pesquisa visa ao mapeamento da classe, à descrição detalhada de suas
condições de realização linguística, à observação dos padrões de realização
sintática e semântica, como é o caso da estrutura argumental, e à delimitação da
classe. Os procedimentos metodológicos empregados nesta pesquisa estão
atrelados ao método de abordagem hipotético-dedutivo, pelo qual, a partir da
formulação de hipóteses de pesquisa e através de inferências dedutivas, são
testadas as ocorrências dos fenômenos investigados. Os métodos de procedimento
serão fundamentalmente ações concretas que conduzem ao trabalho analítico-
comparativo. O grupo de controle é composto por 10 verbos, foi definido de acordo
com o conteúdo semântico básico da classe, respeitados os traços semânticos
relativos à perspectiva de destruição do objeto: passar da existência para a não
existência. Atualmente, está em andamento: a coleta dos dados via sistema de
busca da internet - a função desses dados é atestar a realização linguística dos
verbos em cada contexto gramatical definido para teste, portanto, os corpora serão
abertos; em seguida, essas ocorrências identificadas serão submetidas aos testes
de propostas de padrões sintáticos e semânticos; uma vez realizados os testes,
serão contrastados os seus resultados, considerando que as alternâncias
pesquisadas são: alternância causativa-incoativa, alternância de adjunto adnominal
locativo, alternância transitiva/média, alternância sujeito instrumento; por fim, será
desenvolvida a análise dos resultados e a formalização de uma proposta de
estabelecimento da classe em tela, expandindo-a para além do grupo de controle.

Palavras-chave: verbos de destruição; classes verbais; padrões semânticos.

______________________
1
Professora do Curso de Letras e do Mestrado em Estudos Linguísticos, UFFS – Campus Chapecó.
Doutora em Linguística.
2
Acadêmica do Curso de Letras, UFFS – Campus Chapecó. Contemplada com bolsa de auxiliar de
pesquisa pelo Edital nº 168/UFFS/2011.