Sie sind auf Seite 1von 7

MINISTÉRIO DA SAÚDE

SECRETARIA DE ATENÇÃO Á SAÚDE

TERMO DE CESSÃO DE USO DE LICENÇA DO


SISTEMA DE GRAVAÇÃO DE AUDIO E TELA BURAN
QUE A UNIÃO, POR INTERMÉDIO DO MINISTÉRIO
DA SAÚDE, E A PREFEITURA MUNICIPAL DE XXX,
CELEBRAM PARA A UTILIZAÇÃO NA CENTRAL
REGIONAL DO SAMU 192.

A UNIÃO FEDERAL, ora representada pelo Ministério da Saúde, através da Secretaria de


Atenção à Saúde, com sede na Esplanada dos Ministérios, Bloco “G”, Brasília/DF, inscrita no
CNPJ/MF nº 00.394.544/0001-85, de agora em diante chamado simplesmente de CEDENTE, e,
de outro lado a Prefeitura Municipal de __________________, com sede na
____________________, inscrita no CNPJ/MF nº _________________, , de ora em diante
chamado simplesmente de CESSIONÁRIA,

CONSIDERANDO a Portaria GM/MS nº 2.657, de 16 de dezembro de 2004, que estabelece as


atribuições das Centrais de Regulação Médica de Urgências e o dimensionamento técnico para a
estruturação e operacionalização das Centrais do SAMU 192 e nela define que a sala de
regulação deve possuir Sistema de Gravação contínua para registro de toda a comunicação
efetuada por telefone e rádio, com acesso protegido;

CONSIDERANDO que todos os chamados telefônicos registrados são considerados como parte
do prontuário de saúde do paciente, juntamente com os dados inseridos no sistema de gestão ou
documentados em fichas, faz-se necessário a utilização de solução de gravação e tela de
chamadas recebidas e atendimentos realizados.

Com isso, as partes resolvem entre si celebrar Instrumento de Cessão de Uso do Sistema
BURAN de Gravação de Áudio e Tela para a Central de Regulação Médica de Urgências do
SAMU 192, mediante as cláusulas a seguir numeradas:

CLÁUSULA PRIMEIRA – DO OBJETO

Por meio do presente instrumento o Ministério da Saúde, por intermédio da Secretaria de


Atenção à Saúde, cede por tempo indeterminado a CESSIONÁRIA, o direito de uso de licença
perpétua, chave n° ___________ , do Sistema de Gravação de Áudio e Tela BURAN para a
Central Regional do SAMU 192, com respectivo manual. A licença de uso permite a gravação de
MINISTÉRIO DA SAÚDE
SECRETARIA DE ATENÇÃO Á SAÚDE

todo o áudio e tela relacionada ao atendimento das urgências que auxiliará nos intrumentos para
o Controle de Serviços prestados à população e na defesa dos profissionais de saúde que atuam
nas Centrais de Regulação Médica.

PARÁGRAFO PRIMEIRO – A descrição e especificações técnicas do objeto encontram-se


dispostas no Anexo, parte indissociável do presente Contrato de Cessão de Uso.

PARÁGRAFO SEGUNDO – Ao assinar este termo e aceitar a licença perpétua do Sistema de


Gravação de Aúdio e Tela BURAN, chave n° ______ , a CESSIONÁRIA atesta que atende aos
requisitos mínimos – apresentados no check-list em anexo – de infraestrutura operacional e
configurações de instalação e uso do Sistema de Gravação de Aúdio e Tela BURAN.

CLÁUSULA SEGUNDA – DO PRAZO DE VIGÊNCIA

Este Termo terá eficácia a partir da data de sua assinatura e o prazo de vigência deste
instrumento é indeterminado.

CLÁUSULA TERCEIRA – DAS OBRIGAÇÕES DO CEDENTE

Para a consecução do objeto estabelecido neste instrumento, o CEDENTE compromete-se:

a) Fornecer a Licença Perpétua do Sistema de Gravação a CESSIONÁRIA, arcando com


todos os ônus e obrigações descritos no Termo de Referência do Pregão n° 45/2014;
b) Informar à Cessionária de quaisquer esclarecimentos e informes relevantes que se refiram
ao objeto cedido;

CLAÚSULA QUARTA – DAS OBRIGAÇÕES DA CESSIONÁRIA


Para a consecução do objeto estabelecido neste instrumento, a CESSIONÁRIA compromete-se
a:

a) Usar o Sistema de Gravação exclusivamente na Central de Regulação de Urgências;


b) Ressarcir ao Cedente por eventuais prejuízos a que der causa, podendo, a critério desta,
tal reposição ser realizada por bem de igual valor, espécie e qualidade;
c) Comunicar imediatamente ao Cedente eventual perda ou dano do bem objeto deste
Termo.

CLÁUSULA QUINTA – É vedada a CESSIONÁRIA


MINISTÉRIO DA SAÚDE
SECRETARIA DE ATENÇÃO Á SAÚDE

Em qualquer hipótese fica vedada:

a) Vender, ceder, transferir, sub-licenciar, dar em locação ou em garantia, doar, alienar de


qualquer forma, sob quaisquer modalidades, gratuita ou onerosamente, provisória ou
permanentemente, o direito de uso do software e seus conexos podendo a
CESSIONÁRIA responder às penalidades previstas na presente legislação em vigor.
b) Modificar as características do programa, módulo de programa ou rotinas, ampliá-los ou
alterá-los de qualquer forma, sem a prévia e expressa autorização e anuência da
CEDENTE.

CLÁUSULA SEXTA – DO ACOMPANHAMENTO

Os partícipes designarão gestores para acompanhar, gerenciar e administrar a execução do


presente Termo.

PARÁGRAFO PRIMEIRO – Na hipótese da CESSIONÁRIA sofrer qualquer turbação


ou esbulho na posse dos bens objeto deste instrumento, deverá comunicar de imediato o
fato à CEDENTE.

PARÁGRADO SEGUNDO – Em qualquer demanda judicial que verse sobre a posse ou


propriedade dos bens cedidos, sendo a CESSIONÁRIA citada em nome próprio, deverá,
no prazo legal, nomear a CEDENTE à autoria.

CLÁUSULA SÉTIMA – DAS DESPESAS


Este Termo de Cessão não implica desembolso à Central de Regulação das Urgências.

CLÁUSULA OITAVA – DA CESSÃO DE DIREITOS


A Presente Cessão de Uso é celebrada em caráter intransferível e irrevogável, obrigando as
partes e seus sucessores, sendo vedada a transmissão parcial ou total dos direitos contratuais por
parte da CESSIONÁRIA.

CLÁUSULA NONA – DA REVOGAÇÃO


Se no periodo de 30 dias não for detectado o uso da chave n° ___________ por parte da
CESSIONÁRIA, pelo Ministério da Saúde ou por outros órgãos de controle, a mesma será
desativada e este termo será revogado.
MINISTÉRIO DA SAÚDE
SECRETARIA DE ATENÇÃO Á SAÚDE

PARÁGRAFO PRIMEIRO: A inobservância das obrigações previstas no presente


instrumento, acarretará a rescisão, total ou parcial, do contrato, por qualquer dos partícipes,
assegurará o direito de rescisão, nos termos do artigo 77 da Lei 8.666/93, bem como nos casos
citados no artgo 78 do mesmo diploma legal, no que couber, sempre mediante notificação com
antecedência mínima de 30 dias.

CLAÚSULA DÉCIMA – DA PUBLICAÇÃO

A publicação deste Termo será efetuada em extrato, no Diário Oficial da União, nos termos do
parágrafo único, do artigo 61, da Lei nº8.666, de 1993 e do artigo 17, caput, da IN/STN nº01, de
1997.

CLAÚSULA DÉCIMA PRIMEIRA - DO SERVIÇO DE MANUTENÇÃO,


ATUALIZAÇÃO DE VERSÃO E SUPORTE TÉCNICO REMOTO PELO PERÍODO DE
22/03/2017 A 22/03/2018.

a) Todos os chamados para suporte técnico deverão ser feitos sempre por profissionais
técnicos da área de informática;
b) O gestor deverá permitir, no momento da execução de serviços de manutenção e/ou
suporte técnico remoto, que os técnicos da empresa LVK tenha acesso remoto com perfil
de administrador ao servidor da Central de Regulação que o sistema de gravação de audio
e tela BURAN se encontra instalado.
c) Durante todo o periodo em que o serviço de manutenção e/ou suporte técnico remoto
estiver sendo efetivamente prestado o gestor deve garantir que um técnico da area de
informática acompanhe o processo.

CLAÚSULA DÉCIMA SEGUNDA – DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

a) As cópias dos dados e imagens inseridas no programa para fins de segurança (“back-up”)
são de inteira responsabilidade da CESSIONÁRIA;
b) O tempo de guarda dos dados e imagens gerados pelo programa BURAN deve ser de, no
minimo, cinco anos.
c) A empresa autorizada, LVK Sistema Ltda, disponibiliza no programa ferramentas para a
realização de cópias de segurança (“back-up”) do banco de dados e imagens.
MINISTÉRIO DA SAÚDE
SECRETARIA DE ATENÇÃO Á SAÚDE

CLÁUSULA DÉCIMA TERCEIRA – DO FORO

Fica eleito o Foro da Seção Judiciária do Distrito Federal, para dirimir quaisquer dúvidas ou
litígios decorrentes da interpretação e aplicação dos encargos previstos nesta Cessão, com
renúncia expressa de qualquer outro.

E por estarem às partes, CEDENTE e CESSIONÁRIA, em pleno acordo, em tudo quanto se


encontra dispostos neste instrumento particular, assinam o presente TERMO DE CESSÃO em
02(duas) vias de igual teor e forma, destinando-se uma via para cada uma das partes, na presença
das testemunhas abaixo assinadas, para que surtam todos os efeitos de direito.

ANEXO AO TERMO DE CESSÃO

DESCRITIVO TÉCNICO DA LICENÇA DO SISTEMA BURAN

Equipamento Valor Unit. QTD Valor Total

-Licença de Uso do Sistema de Gravação de Áudio e Tela R$ 31.500,00 01 R$ 31.500,00


para a Central de Regulação do SAMU 192.

TOTAL EM REAIS (R$): R$ 31.500,00


MINISTÉRIO DA SAÚDE
SECRETARIA DE ATENÇÃO Á SAÚDE

CHECK LIST BURAN

Infraestrutura Operacional e Configurações indispensáveis para Instalação do BURAN


Vídeo explicativo:http://samu.lvk.com.br/download/Vídeo_CheckList_Buran.mp4
(A instalação só será possível com todos os itens OK)

Item Descrição OK Não


OK

1 Partição ou disco exclusivo para armazenamento das gravações, com espaço livre mínimo
de 75Gbytes. Este disco não pode ser o mesmo da instalação do Windows. Serão
necessários 15Gbytes para cada mês de cada microcomputador a ser gravado

2 Porta 80 TCP/IP liberada entre microcomputadores e servidor BURAN

3 Servidor com acesso restrito a técnicos de TI e não utilizado por usuários, TARMs, ou
outros usuários a serem gravados.

4 Espaço mínimo de 10Gbytes livres para instalação dos serviços BURAN no servidor

5 Servidor BURAN com sistema operacional Windows 2008 ou superior

6 Servidor não é um microcomputador de atendimento.

7 Microcomputadores de atendimento possuem Windows XP ou superior

8 Microcomputadores de atendimento possuem placa de som devidamente configuradas

9 Servidor com Internet Information Services (IIS) instalado, com ISAPI e ASP.net
selecionado.

10 IIS configurado para permitir somente download de arquivos .EXE

11 Antivírus do servidor configurado para não verificar arquivos .SBV e .VBV

12 Usuário administrador local do servidor (e sua senha) disponível para o processo de


instalação

13 Usuário administrador local dos microcomputadores de atendimento disponível para o


processo de instalação

14 Antivírus dos microcomputadores de atendimento, configurado para não verificar arquivos


.SBV e .VBV

15 Antivírus dos microcomputadores de atendimento configurado para não bloquear execução


dos aplicativos: w32bl.exe, w32bls.exe, msb.exe, msbs.exe, msbt.exe, status_pa.exe,
msba.exe, msbc.exe, msbg.exe, voxsrv.exe, msgclt.exe, chatclt.exe e bloqpa.exe

16 Antivírus e demais políticas de segurança dos microcomputadores de atendimento,


configurados para permitir o download de arquivos .EXE e .INI
MINISTÉRIO DA SAÚDE
SECRETARIA DE ATENÇÃO Á SAÚDE

17 Firewall dos micros de atendimento configurado para permitir acessos na porta 80 local

18 Servidor BURAN com MS SQL Server 2008 R2 ou superior

19 Servidor BURAN com framework Microsoft.net até a versão 4.0

20 Usuário e senha do administrador do banco de dados MS SQL

Informações sobre o ambiente de instalação

Tipo Descrição

Equipamento Que tipo de estrutura de servidor existe na Central?

(Somente Aplicação, Aplicação e Dados, Gravação, Apenas um servidor para tudo)

Equipamento Quantos pontos de atendimento a serem gravados existem?

Equipamento Disco Externo para Gravação ou Backup dever ser com conexão via USB sem fonte de Alimentação

Informação Localização do(s) Servidor(es) se estiver fora da CR: Endereço

Processo Como é o processo de Backup?

Tipo: (Equipamento, Sistema, Processo, Configuração, Informação, Acesso)

Telefonia e Comunicação

Itens Descrição

Tipo de Ramal
Analógico Digital Voip

Tipo de equipamento do atendente


Monofone Headset

Endereço IP do Servidor de Gravação


pelo qual os Computadores de
atendimento vão Acessar