Sie sind auf Seite 1von 64

IFG - INSTITUTO FEDERAL DE GOIÁS

Curso Técnico Subsequente em Edificações

Principais Elementos
Estruturais

Noções de Estruturas 1

AULA 1
Elementos Estruturais

1. Introdução:

Nas construções de concreto armado, sejam elas de pequeno ou


de grande porte, três elementos estruturais são bastante comuns:
as lajes, as vigas e os pilares. Por isso, esses são os elementos
estruturais mais importantes.

Outros elementos, que podem ocorrer em todas as construções,


são: blocos e sapatas de fundação, estacas, tubulões, consolos,
vigas-parede, tirantes, etc.
Elementos Estruturais

1. Introdução:

A figura representa o caminho das cargas percorrido nos


elementos estruturais até chegar ao solo.
Elementos Estruturais

1. Introdução:

Os elementos estruturais classificam-se segundo a sua geometria


comparando a ordem de grandeza das três dimensões principais
do elementos (comprimento, altura e espessura).

Classificam-se como:

• Elementos lineares;
• Elementos bidimensionais;
• Elementos tridimensionais.
Elementos Estruturais

1. Introdução:

a) Elementos lineares:

São aqueles que têm a espessura da mesma ordem de grandeza


da altura, mas ambas muito menores que o comprimento. São
os elementos chamados “barras”, como as vigas e os pilares.
Elementos Estruturais

1. Introdução:

b) Elementos bidimensionais:

São aqueles onde duas dimensões, o comprimento e a largura,


são da mesma ordem de grandeza e muito maiores que a
terceira dimensão (espessura). São os chamados elementos de
superfície, como as lajes, paredes de reservatório, etc.
Elementos Estruturais

1. Introdução:

b) Elementos bidimensionais:

As estruturas de superfície podem ser classificadas como cascas,


quando a superfície é curva, e placas ou chapas quando a
superfície é plana.
Elementos Estruturais

1. Introdução:

b) Elementos bidimensionais:

As placas são as superfícies que recebem o carregamento


perpendicular ao seu plano e as chapas têm o carregamento
contido neste plano. Exemplo de placa, laje, e de chapa, viga-
parede.
Elementos Estruturais

1. Introdução:

c) Elementos tridimensionais:

São os elementos onde as três dimensões possuem a mesma


ordem de grandeza, sendo chamados elementos de volume,
como os blocos e sapatas de fundação, etc.
Elementos Estruturais

2. Laje:

As lajes são os elementos planos que se destinam a receber a


maior parte das ações aplicadas numa construção, como de
pessoas, móveis, pisos, paredes, e os mais variados tipos de
carga que podem existir em função da finalidade arquitetônica
do espaço físico que a laje faz parte.
Elementos Estruturais

2. Laje:
Elementos Estruturais

2. Laje:

As ações são comumente perpendiculares ao plano da laje.

As ações podem ser divididas em:

• distribuídas na área: peso próprio, revestimento de piso, etc.;


• distribuídas linearmente: paredes;
• força concentrada: pilar apoiado sobre a laje
Elementos Estruturais

2. Laje:
Elementos Estruturais

2. Laje:

As ações são geralmente transmitidas para as vigas de apoio nas


bordas da laje, mas eventualmente podem ser transmitidas
diretamente aos pilares.
Elementos Estruturais

2. Laje:

As lajes apresentam a seguinte classificação:

• Laje maciça;
• Laje cogumelo;
• Laje lisa;
• Laje nervurada;
• Laje pré-moldada;
Elementos Estruturais

2. Laje:

a) Laje maciça:

As lajes maciças de concreto são estruturas que não possuem


vazios em seu interior e são apoiadas em vigas de borda.

Apresentam espessuras que normalmente variam de 7 cm a 15


cm, sendo comuns em edifícios de pavimentos e em construções
de grande porte, como escolas, indústrias, hospitais, pontes, etc.
Elementos Estruturais

2. Laje:

a) Laje maciça:
Elementos Estruturais

2. Laje:

a) Laje maciça:

De modo geral, não são aplicadas em construções residenciais e


outras de pequeno porte, pois nesses tipos de construções as lajes
nervuradas e pré-moldadas apresentam vantagens nos aspectos
custo e facilidade de construção.
Elementos Estruturais

2. Laje:

b) Laje cogumelo e laje lisa:

Lajes cogumelo são lajes apoiadas diretamente em pilares com


capitéis, enquanto as lajes lisas são as apoiadas nos pilares sem
capitéis.

As lajes lisa e cogumelo também são chamadas pela norma de


lajes sem vigas.
Elementos Estruturais

2. Laje:

b) Laje cogumelo e laje lisa:


Elementos Estruturais

2. Laje:

b) Laje cogumelo e laje lisa:

Apresentam a eliminação de grande parte das vigas como a


principal vantagem em relação às lajes maciças, embora por outro
lado tenham maior espessura.

Apresentam como vantagens custos menores e maior rapidez de


construção. No entanto, são suscetíveis a maiores deformações.
Elementos Estruturais

2. Laje:

b) Laje cogumelo e laje lisa:


Elementos Estruturais

2. Laje:

b) Laje cogumelo e laje lisa:

Capitel é a região nas adjacências dos pilares onde a espessura


da laje é aumentada com o objetivo de aumentar a sua
capacidade resistente nessa região de alta concentração de
esforços cortantes e de flexão.
Elementos Estruturais

2. Laje:

b) Laje cogumelo e laje lisa:


Elementos Estruturais

2. Laje:

c) Laje nervurada:

São as lajes moldadas no local, cuja zona de tração para


momentos positivos está localizada nas nervuras entre as quais
pode ser colocado material inerte, como bloco de concreto
celular autoclavado e isopor (EPS).
Elementos Estruturais

2. Laje:

c) Laje nervurada:
Elementos Estruturais

2. Laje:

c) Laje nervurada:

Existem também as lajes nervuradas moldadas no local sem


material de enchimento, feitas com moldes plásticos removíveis
(cubetas).
Elementos Estruturais

2. Laje:

d) Laje pré-moldada:

As lajes pré-moldadas são lajes nervuradas cujas nervuras são


pré-moldadas, apresentando também a zona de tração para
momentos positivos localizada nas nervuras entre as quais pode
ser colocado material inerte, como lajotas, blocos de concreto e
isopor (EPS).
Elementos Estruturais

2. Laje:

d) Laje pré-moldada:
Elementos Estruturais

2. Laje:

d) Laje pré-moldada:
Elementos Estruturais

2. Laje:

d) Laje pré-moldada:

As lajes pré-moldadas podem ser do tipo com vigota T invertida


ou treliçada.
Elementos Estruturais

2. Laje:

d) Laje pré-moldada:

As lajes pré-moldadas do tipo treliçada, onde a armadura tem o


desenho de uma treliça espacial, vêm ganhando maior espaço na
aplicação em construções residenciais de pequeno porte e até
mesmo em edifícios de baixa altura, devido ao bom
comportamento estrutural e facilidade de execução.
Elementos Estruturais

2. Laje:

d) Laje pré-moldada:
Elementos Estruturais

2. Laje:

d) Laje pré-moldada:
Elementos Estruturais

3. Viga:

As vigas são elementos lineares em que a flexão é


preponderante.
Elementos Estruturais

3. Viga:

As vigas são classificadas como barras e são normalmente retas e


horizontais, destinadas a receber as ações das lajes, de outras
vigas, de paredes de alvenaria e eventualmente de pilares.

A função das vigas é basicamente vencer vãos e transmitir as


ações nelas atuantes para os apoios, geralmente os pilares.

As ações são geralmente perpendiculares ao seu eixo


longitudinal, podendo ser concentradas ou distribuídas.
Elementos Estruturais

3. Viga:
Elementos Estruturais

3. Viga:
Elementos Estruturais

3. Viga:
Elementos Estruturais

3. Viga:
Elementos Estruturais

3. Viga:

As armaduras das vigas são geralmente compostas por estribos,


chamados de armadura transversal, e por barras longitudinais,
chamadas armadura longitudinal.
Elementos Estruturais

3. Viga:
Elementos Estruturais

4. Pilar:

Os pilares são elementos lineares de eixo reto, usualmente


dispostos na vertical, em que as forças normais de compressão
são preponderantes.
Elementos Estruturais

4. Pilar:

São destinados a transmitir as ações às fundações, embora


possam também transmitir para outros elementos de apoio.

As ações são provenientes geralmente das vigas, bem como


também das lajes (lajes cogumelo e lisa).
Elementos Estruturais

4. Pilar:
Elementos Estruturais

4. Pilar:
Elementos Estruturais

4. Pilar:
Elementos Estruturais

4. Pilar:

Os pilares são os elementos de maior importância nas


estruturas, tanto do ponto de vista da capacidade resistente
dos edifícios quanto no aspecto de segurança.

Além da transmissão das cargas verticais para os elementos de


fundação, os pilares fazem parte do sistema de
contraventamento responsável por garantir a estabilidade global
dos edifícios às ações verticais e horizontais.
Elementos Estruturais

4. Pilar:
Elementos Estruturais

4. Pilar:
Elementos Estruturais

5. Sapata:

As sapatas recebem as ações dos pilares e as transmitem


diretamente ao solo. Podem ser localizadas ou isoladas, conjuntas
ou corridas.
Elementos Estruturais

5. Sapata:

As sapatas são estruturas de fundação comuns em construções de


pequeno porte onde o solo tem boa capacidade de suporte de
carga a baixas profundidades.

As sapatas dividem-se em:

• Sapata isolada;
• Sapata conjunta;
• Sapata corrida.
Elementos Estruturais

5. Sapata:

a) Sapata isolada:

As sapatas isoladas servem de apoio para apenas um pilar.


Elementos Estruturais

5. Sapata:

b) Sapata conjunta:

As sapatas conjuntas servem para transmissão simultânea do


carregamento de dois ou mais pilares.
Elementos Estruturais

5. Sapata:

c) Sapata corrida:

As sapatas corridas são dispostas ao longo de todo o comprimento


do elemento que lhe aplica o carregamento, geralmente paredes
de alvenaria ou de concreto.
Elementos Estruturais

5. Sapata:

A seguir é mostrado o detalhe da armação de uma sapata isolada


de concreto armado.
Elementos Estruturais

6. Bloco de Fundação e Estacas:

Os blocos de fundação são utilizados para receber as ações dos


pilares e transmiti-las ao solo através de estacas ou tubulões.
Elementos Estruturais

6. Bloco de Fundação e Estacas:

As estacas são elementos destinados a transmitir as ações ao


solo, por meio do atrito ao longo da superfície de contato e pelo
apoio da ponta inferior no solo.
Elementos Estruturais

6. Bloco de Fundação e Estacas:


Elementos Estruturais

6. Bloco de Fundação e Estacas:


Elementos Estruturais

7. Tubulão:

Os tubulões são elementos destinados a transmitir as ações


diretamente ao solo, por meio do atrito do fuste com o solo e da
superfície da base.
Elementos Estruturais

7. Tubulão:
Elementos Estruturais

7. Tubulão:
Elementos Estruturais

7. Tubulão: